13 de abril de 2024

CACELLAIN COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Orquestra apresenta obras de Mendelssohn e Respighi em concerto no Centro Cultural São Francisco 

3 min read

A Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) realiza, nesta sexta-feira (5), o II Concerto Oficial da Temporada 2024. O evento, que começa a partir das 19h, acontece no Centro Cultural São Francisco, e tem a regência do maestro Nilson Galvão, com obras dos compositores Felix Mendelssohn, que é alemão, e do italiano Ottorino Respighi.  

“Esse concerto é um momento importante para toda a Fundação, para a própria Prefeitura porque garantimos sempre a presença marcante da nossa Orquestra Sinfônica Municipal, ofertando ao morador de João Pessoa e ao visitante concertos de muita qualidade artística e musical, num ambiente extremamente agradável e importante para nossa cultura como é o museu de São Francisco”, observa o diretor executivo da Funda Cultural de João Pessoa (Funjope), Marcus Alves.  

Ele afirma que a Funjope tem uma agenda permanente de concertos até o final do ano. “Tenho certeza de que o público vai, mais uma vez, comemorar esse belo momento da nossa Orquestra. Queria agradecer ao maestro e a todos os músicos e musicistas pela dedicação que eles têm. Também agradecer ao coordenador do Museu São Francisco, padre Marcondes Meneses, pela aceitação e acolhida que ele dá ao nosso projeto cultural de ter a Orquestra Sinfônica tocando no Museu de São Francisco que já é uma grande marca para nossa cidade”, acrescenta.  

O maestro Nilson Galvão ressalta que este é o segundo concerto da temporada 2024. “Nós vamos tocar duas obras bem interessantes que, inclusive, têm bastante contraste entre elas. Será um concerto muito bonito”, promete o maestro Nilson Galvão.  

Ele explica que a primeira parte será um pouco mais densa, mais pesada, envolvendo a primeira sinfonia do compositor alemão Felix Mendelssohn, que era de família abastada, com pai dele banqueiro, e que teve muito acesso a uma educação diferenciada. Mendelssohn é um dos maiores prodígios da música de concerto ocidental e escreveu esta sinfonia quando tinha 15 anos de idade.  

“A sinfonia é dividida em quatro partes. Tem muito drama, umas melodias bonitas, a questão do eu lírico, muita perturbação, muito conflito. A segunda parte é uma peça muito leve com a obra do compositor italiano Ottorino Respighi, composta no Século XX, mas muito leve, que é uma suíte, uma coleção de danças baseadas em danças antigas do período renascentista”, comenta o maestro.  

Isso, segundo ele, faz parte do movimento neoclássico, com muitos compositores voltando à ideia das formas mais arcaicas. “Mas, as danças são super bonitas e é uma obra bem lírica, de uma beleza sublime, e nós encerramos o nosso concerto com essa suíte que é para fazer bem esse contraste com a primeira obra”, destaca.  

“A nossa vida de artista é isso, com os contrastes, mostrando não só as coisas densas, pesadas, dramáticas, como as coisas, leves, bonitas e de extrema qualidade. É um concerto que estamos muito felizes em fazer”, completa o maestro Nilson Galvão.  

Programa da Orquestra  

Felix Mendelssohn – Sinfonia Nº 1 em dó menor Op. 11

I. Allegro di molto 

II. Andante

III. Minuetto – Allegro molto

IV. Allegro con fuoco  

Ottorino Respighi – Suíte de Árias e Danças antigas n.2

I. Laura soave: balleto con gagliarda, saltarello e canario

II. Danza rustica

III. Campanae parisienses e Aria

IV. Bergamasca      

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *