18 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Prefeitura antecipa entrega de casas em seis meses para famílias no Lagoa Dourada – CGNotícias

4 min read

Um momento de grande emoção e conquista marcou a vida de 22 famílias na tarde desta sexta-feira (21). A Prefeitura de Campo Grande, por intermédio da Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Emha), realizou a entrega antecipada das casas para as famílias contempladas com unidades habitacionais no loteamento Lagoa Dourada, localizado na Região Urbana do Bandeira.

O caminho até esse dia foi marcado por esperança, determinação e um processo transparente. As famílias foram sorteadas para o loteamento Lagoa Dourado em 2022, durante o 7º Feirão Habita Campo Grande, que aconteceu no Armazém Cultural da Esplanada Ferroviária. Já a cerimônia de assinatura dos contratos para as famílias contempladas ocorreu em maio deste ano. A previsão final para a entrega das unidades era dezembro de 2024.

Jennifer Rodrigues, 30 anos, foi a primeira moradora a receber a chave da nova moradia e não conseguiu conter a emoção ao falar da conquista da casa própria. “Quando eu recebi a chave meu coração foi na boca, só aí caiu a ficha e eu pude falar ‘agora sim a minha casa chegou’. Eu morava de aluguel e agora vou ter a minha casa própria, essa é uma das maiores dádivas que eu posso deixar para os meu filhos, é um CEP como a prefeita mesmo fala”.

Neuriele Servin, 28 anos, é professora e sempre sonhou com a casa própria para ela e os dois filhos. “Sensação de alívio sair do aluguel com dois filhos pequenos, sou mãe solo e não é fácil, então para mim está sendo libertador e gratificante”. Ela conta que já está conhecendo o bairro devido ao novo emprego. “Eu comecei a trabalhar em uma escola aqui perto no início do mês sabendo que mudaria para próximo, então já vi vaga em creche, em escola, tem posto de saúde, tudo o que você pode imaginar”.

Os moradores beneficiados no Lagoa Dourada foram incluídos na Tarifa Social, uma medida importante que visa aliviar o ônus financeiro das famílias de baixa renda. A Tarifa Social reduz os custos dos serviços essenciais, como água e energia elétrica, tornando-os mais acessíveis para quem mais precisa. Essa iniciativa contribui para uma melhor qualidade de vida dos moradores e garante que todos os cidadãos tenham acesso a serviços básicos de forma justa.

Maria Joelma, 30 anos, morava no bairro Caiobá com o esposo e seu bebê de nove meses. Ela conta que sempre manteve o cadastro atualizado e que desistir nunca foi uma opção. “Sonho realizado, são 13 anos de aluguel sempre mantendo o cadastro atualizado na Emha e sempre acreditando que esse dia ia chegar. Muitos diziam pra não acreditar, vinham com palavras negativas, que só conseguia quem tinha contato, mas eu consegui, eu fui sorteada e qualquer um pode ser”.

Cada unidade habitacional, com um valor fixado em R$ 86.500,00, foi projetada para ser mais do que um simples lar, mas um espaço acessível e adequado às necessidades dos beneficiários. Além disso, os sorteados foram contemplados com o crédito do Programa Credihabita, um benefício fundamental que visa não só a aquisição de materiais de construção, mas também a assistência técnica necessária para a construção, ampliação, reforma e regularização edilícia das unidades habitacionais.

“A Prefeitura esteve aqui em maio, para a assinatura dos contratos e agora volta para garantir a essas 22 famílias a segurança da casa própria. Essa região é um lugar muito bonito da nossa cidade e conta com unidade de saúde, escolas e EMEIs. Essa gestão não constrói casas, nem avança com regularização fundiária onde não há equipamentos públicos e seguirá com esse foco, porque quando se faz uma entrega como essa, a administração se enche de esperança em saber que é possível sim, em tempo recorde, entregar moradias com dignidade para as pessoas da nossa cidade”, disse a prefeita Adriane.

O diretor-presidente da Emha, Claudio Marques, explicou que a princípio as famílias seriam contempladas apenas com os lotes. “Estamos avançando na área da habitação de interesse social como nunca aconteceu antes na história dessa cidade. Essa é a nossa missão, levar oportunidade e promover a justiça social em Campo Grande. As famílias estavam esperando essa casa para dezembro deste ano e conseguimos, com muito empenho através do trabalho dos servidores da Emha, antecipar essa entrega para seis meses antes e isso é extremamente gratificante”.

Todas as 22 unidades habitacionais foram construídas com 100% de recursos da Prefeitura de Campo Grande. Esse investimento significativo demonstra a prioridade dada à melhoria das condições de vida dos cidadãos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade. Cada casa entregue é um passo importante na construção de um futuro mais justo e equitativo para todos os moradores de Campo Grande.

Não perca