17 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Agência Minas Gerais | Uberlândia ganha 3ª unidade para jovens em conflito com a lei

2 min read

A cidade de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, deu um passo importante para a ressocialização de jovens meninas em conflito com a lei. Na manhã desta terça-feira (18/6), a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por meio de sua Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), inaugurou a primeira Casa de Semiliberdade feminina no município com capacidade para abrigar 20 adolescentes.

Tiago Ciccarini

A casa funcionará no formato de casa-albergue. As jovens destinadas ao local serão acompanhadas e orientadas por uma equipe profissional e, pelo período que estiverem na semiliberdade, deverão frequentar a escola e participar de cursos profissionalizantes, além de manter a convivência familiar e comunitária.

“É a concretização do nosso compromisso em oferecer um atendimento mais humanizado e digno às adolescentes em conflito com a lei, promovendo sua ressocialização e reinserção na sociedade”, destacou o secretário Rogério Greco, durante a inauguração do local.

Vale destacar que Uberlândia já possui uma Casa de Semiliberdade e um Centro Socioeducativo, ambos destinados exclusivamente ao público masculino.

Avanço na socioeducação

A nova Casa de Semiliberdade de Uberlândia também representa um avanço significativo na política socioeducativa do Estado, uma vez que essa é a segunda casa de semiliberdade exclusiva para o público feminino em Minas Gerais – a primeira está na capital.

A subsecretária Giselle Cyrillo destacou a relevância da realização de um atendimento regionalizado e específico para o público feminino, que se por um lado é uma minoria numérica, representando aproximadamente 5% do sistema, por outro, é uma parcela da população que tem necessidades peculiares, próprias da condição feminina.

“Essa é a primeira Casa de Semiliberdade do estado, fora da capital mineira, a atender exclusivamente adolescentes do sexo feminino. Essa iniciativa demonstra o nosso compromisso em garantir um atendimento qualificado e diferenciado, considerando as necessidades específicas dessa população.”

Além do secretário e da subsecretária da Sejusp, o evento de inauguração do novo espaço do socioeducativo contou com a presença do juiz José Roberto Poiani, da Vara da Infância e Juventude da comarca de Uberlândia; do promotor de Justiça André Tuma; e do diretor executivo do Polo de Evolução das Medidas Socioeducativas (PEMSE) – instituição parceira da Sejusp na execução da Semiliberdade no Estado, Alexandre Rocha.