12 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Estação Cabo Branco tem quatro exposições abertas ao público neste mês de junho

3 min read

Quatro exposições estão abertas ao público neste mês de junho na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, em João Pessoa – Mostra Nacional de Aquarela, mostra individual do artista Luiz Neto, do Rio Grande do Norte, e ‘Todas as Cores’, da paraibana Emanuela Lucena, além do Acervo Permanente do artista Flávio Tavares. Visitação gratuita, agora de terça-feira à domingo, no bairro Altiplano.

Exposição Nacional de Aquarela – Técnica na qual os pigmentos tomam forma quando dissolvidos na água. A exposição Nacional de Aquarela é uma boa chance para conhecer melhor a técnica vendo de perto o trabalho de 18 artistas renomados de vários locais do País e dois aquarelistas do exterior – Goyo Barja, da Argentina, e Zahra Hanze, da Turquia.

Artistas que também participam da mostra: José Amarante; Belkiss Nogueira; Ivani Ranieri; Jonathan Guedes; Lilian Arbex; Luiz Neto; Marta Spier; Neuza Petti; Rosane Pertile; Roseli Martello; Silvana Pohl; Sílvia Raso; Sueli Martini; Tadeu Banfi e Teresa Elias.

Mostra individual – A exposição individual de aquarela do artista Luiz Neto, do Rio Grande do Norte (RN), reúne 14 obras inspirada na beleza da Região Nordeste do Brasil, especialmente da Paraíba, Rio Grande do Norte e da Bahia, explorando a temática do mar – ondas, barcos, faróis, e da religiosidade do povo nordestino. Seu trabalho tem reconhecimento internacional, já tendo participado de festivais e bienais de aquarela na Itália, Emirados Árabes, Paquistão, Turquia, Hungria, Honduras, México, Alexandria, Índia, Bolívia, Portugal e vários estados do Brasil.

Todas as Cores’ – A exposição marca a estreia da artista plástica Emanuela Lucena, natural de Guarabira. A artista explora temas como desmatamento, seca, desigualdade social e preconceito em 13 obras em acrílico sobre tela na arte Naif.

Flávio Tavares – A Estação Cabo Branco conta também com obras do “Acervo Permanente” do artista Flávio Tavares, que é natural de João Pessoa e já participou de exposições individuais e coletivas, no Brasil e no exterior. Ele é autor do painel ‘O Reinado do Sol’, exposto na entrada da Estação Cabo Branco, em óleo sobre tela e que traz parte da história da fundação da cidade de João Pessoa, a conquista da Paraíba e sua identidade cultural.

Mostras permanentes – Os amantes da arte podem apreciar, além das quatro exposições, as mostras permanentes: ‘Obra Vida’ (Eulâmpio Neto); as obras de Abelardo da Hora; ‘O Mar de Grisi’ (Luciano Grisi) e ‘No Reinado do Sol’ (Flávio Tavares).  

Julho – Já para o mês de julho a Estação conta com três eventos programados – aEstação Criança’, no dia 6; e ‘Encontro de Carros Antigos’, no dia 20 de julho. Para encerrar, no dia 27, haverá a Sinfonia ao Pôr do sol.

Serviço 

  • Exposição Nacional de Aquarela
  • Exposição Individual Luiz Neto (RN)
  • Exposição ‘Todas as Cores’ – Emanuela Lucena (PB)
  • Mostra permanente de Flávio Tavares (PB)
  • Mostra Permanente

Local – Estação Cabo Branco (Av. João Cirilo – Altiplano Cabo Branco).  
Visitação – Terça a sexta: 9h às 18h e sábado e domingo: 10h às 18h (segunda-feira – fechado).
Acesso – gratuito