13 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Prefeitura discute consequências do trabalho infantil no desenvolvimento de crianças e adolescentes

2 min read

A Prefeitura de João Pessoa reuniu, nesta quinta-feira (13), representantes e profissionais da rede de proteção a criança e adolescentes para um painel de discussão com o tema ‘Trabalho Infantil que Ninguém Vê’. O encontro aconteceu no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

“Vamos acabar com o trabalho infantil quando essa nova geração tiver consciente de não explorar crianças e adolescentes. Por isso, vamos sim voltar todos os dias na mesma temática e continuar trabalhando com programas e serviços do Município que protegem nossas crianças e adolescentes”, destacou Benicleide Silvestre, secretária de Direitos Humanos e Cidadania da Capital (Sedhuc).

A abertura do evento foi feita por Josué Rodrigues, aluno da Escola Municipal Dom Adauto, que foi premiado em 2º lugar pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) com o conto ‘Os primeiros passos de um Jovem Aprendiz’. O prêmio foi realizado no ano passado.

O estudante revelou o quanto trabalhar esse tema impactou a vida dele. “Elas [as crianças] têm sua aprendizagem comprometida pelo trabalho forçado e também afeta o psicológico delas, tendo que trabalhar todos os dias, sem ter direito a estudar. Por isso é muito importante que vocês estejam aqui pra falar sobre isso”, compartilhou Josué.

Raulino Maracajá, procurador do Trabalho, levantou a discussão sobre o tema, compartilhando experiências do seu cotidiano e ações desenvolvidas pelo Ministério Público do Trabalho. Já os impactos do trabalho infantil na educação foram abordados por Senharinha Ramalho, representante do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente na Paraíba (Fepeti/PB).

As políticas públicas e ações de combate ao trabalho infantil foram trazidas pela coordenadora da Média Complexidade da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), Katiana Cavalcanti.

Participantes – O encontro reuniu profissionais das Secretarias Municipais de Turismo (Setur), Direitos Humanos e Cidadania (Sedhuc), Desenvolvimento Social (Sedes), Educação e Cultura (Sedec), Saúde (SMS), do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), das Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) e adolescentes inscritos no Programa Jovem Aprendiz, ofertado pelo Centro de Integração Empresa – Escola (CIEE), em colaboração com o Programa Acessuas Trabalho. Também participaram representantes do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente na Paraíba (Fepeti/PB), das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti) e do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de João Pessoa (CMDCA/JP).