21 de junho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Pela 1º vez na REME, Futevôlei tem disputa entre escolas – CGNotícias

2 min read

A modalidade de futevôlei foi implementada na REME (Rede Municipal de Ensino) de Campo Grande em 2024 e, nesta sexta-feira (24), alunos de duas escolas disputaram o 47º JERES (Jogos Escolares) em um espaço no Shopping Bosque dos Ipês.

Cerca de 65 estudantes das escolas Adair de Oliveira e Dr. Eduardo Olímpio entraram nas quadras de areia para competir, e todos os alunos foram premiados. Atualmente, o futevôlei está presente em três escolas. Além das duas mencionadas, inclui-se a Escola Agrícola Barão do Rio Branco.

A ideia é implementar a modalidade em mais 10 escolas, alcançando, no mínimo, 400 alunos.

Segundo o chefe da DEAC (Divisão de Esporte, Arte e Cultura), Wilson Lands, hoje foi a primeira vez do futevôlei no JERES. “Essa é uma parceria com a iniciativa privada, no caso aqui o Shopping Bosque dos Ipês, que proporciona o espaço e o apoio”.

Alunos

Nicholas Wendel de Oliveira tem 13 anos e estuda no 8º ano da Escola Municipal Adair de Oliveira. “Eu me interessei pelo esporte porque é legal. Eu já gosto de vôlei e futebol, e no futevôlei me adaptei bem porque gosto de jogar com o pé”.

João Gabriel de Oliveira Santos, também de 13 anos, estuda no 8º ano da Escola Municipal Dr. Eduardo Olímpio. “Gosto muito de jogar futebol, e perto da minha casa tem muitas quadras de futebol, então sempre me interessei em jogar. É muito bom ter essa modalidade na minha escola”.

Thamires da Silva Santana, de 14 anos, aluna da escola Adair, já gostava de futebol e vôlei. “Eu jogava bastante, então achei que ia ser uma experiência nova e me matriculei para as aulas”.

Pais e admiradores

A vendedora Celi Cândido da Silva é mãe de Maria Gabriela, que estuda na escola Eduardo Olímpio Machado. “Ela gosta desses esportes, já praticava outros e este ano começou com o futevôlei. E está gostando. Acho muito importante esse tipo de incentivo que a escola dá aos alunos, pois os ajuda a sair das ruas e da tela do celular”.

A técnica em radiologia médica, Tânia Rodrigues, é mãe de Eduarda, de 12 anos. “Quando ela soube do futevôlei, disse que ia tentar a modalidade e gostou. Está desde o começo do ano, e a gente vem prestigiar. É muito bom que as crianças tenham uma oportunidade a mais. Melhor do que ficar na rua sem fazer nada”.

 

 

#pratodosverem A imagem de capa mostra os estudantes vencedores. A foto seguinte é de Nicholas e a próxima de João Gabriel. A próxima foto é de Thamires. E a última foto é de Tânia. 

Não perca