19 de junho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Prefeitura inicia atualização da campanha contra o HPV

3 min read

Ariane Caldas


Secretaria de Saúde

A Prefeitura de São José dos Campos iniciou nesta semana a atualização da campanha de vacinação contra o HPV nas 40 UBSs Resolve e nas 5 Unidades Avançadas presentes em todas as regiões da cidade.

A atualização inclui a recomendação da dose única para crianças e adolescentes de 9 a 14 anos. O objetivo é ampliar a cobertura vacinal nesta faixa etária, que atualmente está em 4,14%.

Em 2023, a cobertura vacinal para esse público ficou em 17,34%, abaixo da meta esperada que era de 80%.

Com a atualização, será realizada neste momento uma estratégia de resgate de adolescentes até 19 anos não vacinados.

Outra novidade, é a inclusão de um novo público. Passa a fazer parte do grupo prioritário para a vacina do HPV, pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PRR), a partir de 1 ano de idade, mediante apresentação de prescrição médica.

A Papilomatose respiratória recorrente (PRR), é causada pelo papilomavírus humano tipos 6 e 11, é a neoplasia benigna mais comum da laringe entre as crianças e a segunda causa mais frequente de rouquidão na infância.

Imunização

A vacina contra HPV distribuída pelo SUS é a quadrivalente, que previne contra quatro tipos de HPV (6, 11, 16 e 18). Dois deles (16 e 18) respondem por 70% dos casos de câncer de colo de útero, responsável atualmente por 95% dos casos de câncer no país. É o segundo tipo de tumor que mais atinge as mulheres, atrás apenas do câncer de mama.

O HPV é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos. No Brasil, a cada ano, 685, 4 mil pessoas são infectadas por algum tipo do vírus.

Quem pode se vacinar

– Crianças e adolescentes de 9 a 14 anos
– Pessoas de 9 a 45 anos em condições clínicas especiais, como as que vivem com HIV/Aids, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea e pacientes oncológicos (imunossuprimidos)
– Vítimas de violência sexual
– Pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PRR)

Esquema vacinal

Para crianças e adolescentes de 9 a 14 anos, a vacina será oferecida em dose única. A mudança segue uma orientação do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde.

Para pessoas de 9 a 45 anos imunossuprimidas (indicações especiais) e vítimas de violência sexual, o esquema vacinal permanece sendo 3 doses, que serão administradas 2 doses com intervalo de 2 meses entre a primeira e segunda dose e de 6 meses entre a primeira e terceira dose (0, 2 e 6 meses).

Já para crianças e adolescentes de 9 a 14 anos imunocompetentes vítima de violência sexual, serão administradas 2 doses da vacina com intervalo de 6 meses entre a primeira e a segunda dose (0 e 6 meses).

Para pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PRR), também serão aplicadas três doses (0, 2 e 6 meses).


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *