22 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Agência Minas Gerais | Estado participa da maior feira de irrigação em cafeicultura do país

4 min read

O vice-governador de Minas Gerais, Professor Mateus, participou, na noite desta segunda-feira (15/4), da abertura da Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura. Realizada há 27 anos em Araguari, no Triângulo Mineiro, a Fenicafé é uma boa oportunidade para empreendedores do ramo firmarem parcerias.

Durante discurso, o vice-governador destacou a importância da feira, que no ano passado movimentou mais de R$ 200 milhões. “Essa feira é extremamente importante por que é essencialmente de aplicação tecnológica, onde o investimento ganha mais retorno e qualidade técnica”, destacou. 

Professor Mateus também reforçou a importância da cadeia produtiva do grão no estado. “Tenho um orgulho imenso do que o café representa para nós. Somos os maiores produtores de café do mundo, representamos mais de 20% da produção mundial, isso significa que uma em cada quatro xícaras tomadas no mundo, veio do nosso estado. Especialmente aqui, em Araguarí, tive a oportunidade de ver a incrível transformação da terra árida do Cerrado em grande produtor cafeeiro. Nós temos grandes desafios, mas também tcondições de avançar com o trabalho que já foi feito”, enfatizou o vice-governador.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Thales Fernandes, também participou do encontro e enfatizou o trabalho dos produtores de cafe, em especial ao aumento da participação feminina no campo. Ele ainda destacou as ações do Governo de Minas para o setor. 

“O café nos orgulha em Minas Gerais. Temos satisfação em dizer que 99% das propriedades cafeeiras no estado são consideradas livres de desmatamento desde 2014. Esse é o resultado de muito trabalho, empenho e luta pelos produtores mineiros. O Governo de Minas, por meio da Seapa, está de portas abertas para apoiar, ajudar e incentivar o produtor rural” destacou. 

Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) e a Federação dos Cafeicultores do Cerrado, com apoio da Embrapa Café e da Prefeitura Municipal de Araguari, a Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura surgiu em 1995 para explorar a troca de experiência entre técnicos, especialistas e produtores rurais.

Programação

Para este ano, a Fenicafé contará com workshops e palestras para o mercado de café, com destaque para a irrigação de lavouras, e também novas formas para maximizar a produção. 

Como tradicionalmente é feito, a feira será dividida em duas partes: o Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado e a Feira de Irrigação em Café do Brasil, referência em evento de cafeicultura no país. 

“Estarmos aqui reunidos é de extrema relevância para uma agricultura consciente e justa. Sem dúvidas, é oportunidade para grandes negócios. Nossa feira é fruto do árduo trabalho de uma equipe gigante”, afirmou o presidente da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), Cláudio Morales Garcia.

A cidade de Araguari, no Triângulo Mineiro, foi a quinta maior produtora de café em Minas Gerais durante a safra de 2022. Dados do IBGE apontam que, naquele ano, o município produziu 404 mil sacas de café em uma área plantada de 12 mil hectares. Nesta mesma safra, Minas Gerais produziu, ao todo, 23 milhões de sacas de café. 

Produção cafeeira em Minas Gerais 

Responsável por mais de 50% da produção nacional, Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil. 

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado produziu 28,9 milhões de sacas de café durante a safra de 2023. A estimativa para 2024 é a de que a safra alcance 29,2 milhões de sacas.

Com relação ao café irrigado, a estimativa é que o estado produza 4,5 milhões de sacas neste ano. Sendo 395 mil apenas em Araguari, cidade sede da Fenicafé. 

O café mineiro em terras estrangeiras

O café é o principal item da pauta exportadora do agronegócio de Minas. O grão alcançou receita de US$ 1,1 bilhão no primeiro bimestre deste ano, com volume de 5,3 milhões de sacas embarcadas.

Os Estados Unidos, a Alemanha, a Bélgica, o Japão e a Itália lideram as aquisições do produto, seguidos pela China. 

Cabe destacar que as exportações para o país asiático cresceram quase 4.000% em 10 anos. Entre 2022 e 2023, o salto de exportações do café mineiro para a China foi de 250%, chegando a quase US$ 251 milhões e 1,2 milhão de sacas embarcadas no ano passado. Em 2022, os dados correspondiam a US$ 71,5 milhões e 324 mil sacas. 

O vice-governador destacou, ainda, que o município de Araguari foi o que mais exportou café em 2023. Dados apontam que na cidade há mais de 45 mil produtores do grão.

Outros compromissos na região

Ainda em Araguari, o vice-governador, Professor Mateus, participou de encontro com agricultores, lideranças políticas e produtores rurais. 

O professor ainda vistoriou um frigorífico e uma fábrica de tomates, onde conversou com produtores rurais e entendeu a importância do funcionamento das duas empresas para o Alto Paranaíba.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *