21 de junho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

DOF oficializa novo comando e garante continuidade da estratégia de segurança pública em MS

5 min read

O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) de Mato Grosso do Sul realizou na manhã desta sexta-feira (22) a solenidade de Passagem de Direção da Unidade, em frente à Base Coronel Adib Massad, no bairro Guaicurus em Dourados.

Antes do ato inicial, foi feito o descerramento da placa do ex-dirigente, coronel PM Everson Antonio Rozeni, pelo seu trabalho à frente do comando. Assume o cargo o então subdiretor do DOF, tenente-coronel PM Wilmar Fernandes.

Para o vice-governador José Carlos Barbosa, o Barbosinha, que representou o Governo do Estado na solenidade, as trocas de comando são sempre eventos muito marcantes.

“Tanto daquele que se despede, quanto aquele que recebe a honra de assumir o comando de uma das polícias mais referenciadas do Brasil. Sempre quem passa pelo DOF voa, por isso o símbolo é a águia. Uma equipe preparada, com qualificação e treinamento permanente. Um grande trabalho que vem sendo desenvolvido sob a gestão do Secretário de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, durante os mandatos dos governadores Reinaldo Azambuja e agora Eduardo Riedel. O trabalho de segurança que o DOF presta não é apenas ao Mato Grosso do Sul, mas ao país e ao mundo”, afirmou.

O secretário Videira agradeceu o trabalho desenvolvido pelo coronel Rozeni e disse que o novo comandante reúne todos os predicados para cumprir a missão com excelência.

“Tão grande quanto a sua capacidade é seu desafio. Mais difícil que conquistar é manter a excelência de um trabalho de Estado, prestado por todos os diretores e integrantes que por aqui passaram. Temos certeza, tanto pela sua formação, quanto pelos valorosos homens e mulheres que compõem o efetivo, além da integração existente com as demais forças Estaduais e municipais, que sua missão será cumprida com êxito. Seja bem-vindo comandante Wilmar Fernandes”.

O DOF tem como missão proteger a sociedade nas fronteiras de Mato Grosso do Sul contribuindo para promoção da segurança cidadã. Atua em 53 municípios do Estado, com a presença mais efetiva nos 730,8 km de fronteira seca, nos 1.514 quilômetros de fronteira com o Paraguai e com a Bolívia abrangendo, inclusive, uma extensa área rural.

Caso necessário e por ordem do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, atua em outros municípios do Estado. É o primeiro departamento especializado em fronteiras do Brasil.

Troca de comando

O Coronel Rozeni assumiu o DOF em fevereiro de 2023, após duas passagens pela unidade. Em 2020 exerceu a função de subdiretor. Já entre os anos 2005 e 2011 desempenhou funções operacionais e de inteligência no Departamento. Ingressou na Polícia Militar em 1992, como aluno-soldado.

Em 1996 iniciou a formação de oficiais no Paraná. Além do DOF, também comandou o CPA-1 (Comando de Policiamento de Área-1) em Dourados, o 12º Batalhão de Polícia Militar de Naviraí, a 9ª Companhia Independente de Dourados, além de atuar como subcomandante do 3º Batalhão de Polícia Militar de Dourados.

O novo comandate, tenente-coronel Wilmar Fernandes, atuou como subdiretor do DOF; comandou o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, assim como o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária.

Possui ampla experiências como subcomandante do Comando de Policiamento Especializado da PMMS, comandante de equipes do Batalhão de Choque e como Oficial Supervisor de Operações da Coordenação Geral de Operações da Força Nacional, no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Estatísticas 2023

• Aproximadamente 770 toneladas de drogas apreendidas. Um prejuízo de mais de R$ 1 bilhões aos traficantes.
• 416 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai apreendidos. Um prejuízo de aproximadamente R$ 21 milhões aos contrabandistas.
• 564 veículos apreendidos em ações contra o tráfico de drogas, contrabando, descaminho, abigeato, roubos e furtos.
• 562 pessoas presas envolvidas em crimes transfronteiriços em Mato Grosso do Sul.

Estatísticas 2024

De acordo com dados da Coordenação-Geral de Fronteiras (CGFRON), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), durante a Operação Fronteira Segura, uma parceria da SEJUSP com o MJSP no Estado do MS, foram apreendidas:

• Aprox 33 Toneladas de drogas destas o DOF apreendeu 21,5 ton;
• Aprox 1.514.520 maços de cigarro contrabandeados do PY destes o DOF apreendeu 1.252.640 maços;
• 208 veículos apreendidos. Destes 118 apreendidos pelo DOF.

Sobre o DOF

Criado no dia 28 de maio de 1987, o Grupo de Operações de Fronteira (GOF), como foi inicialmente chamado, iniciou seus trabalhos com efetivo de 16 policiais, sendo oito militares e oito civis.

Hoje conta com 119 policiais militares. O GOF era sediado em Campo Grande, porém, devido à distância da sua área de atuação, teve sua sede transferida para um imóvel alugado em Dourados em 1989 – onde iniciou a missão de realizar o policiamento na faixa de fronteira do Brasil com o Paraguai.

Na cidade, teve o seu primeiro prédio construído no ano de 1994. Em 1996, com a reestruturação da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP), o Grupo de Operações de Fronteira (GOF) passou a denominar-se Departamento de Operações de Fronteira (DOF).

Em 1999, passou a policiar também a fronteira com a Bolívia. Em 2006, foi criada a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron) e integrada ao Departamento de Operações de Fronteira.

Sede do DOF

Um projeto de lei de autoria do então deputado Barbosinha, denomina “Coronel Adib Massad” a sede do DOF construída em Dourados, em homenagem a um dos policiais pioneiros de Mato Grosso do Sul, que foi diretor do Departamento e faleceu em março de 2021, aos 91 anos de idade.

O prédio foi construído com recursos da ordem de R$ 5,3 milhões, também viabilizados por José Carlos Barbosa quando secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública.

O local abriga a Delegacia Especializada de Crimes de Fronteira (Defron) e uma base da Coordenadoria-Geral de Policiamento Aéreo (CGPA) da Sejusp. O prédio conta com heliporto com capacidade para suportar aeronaves de até 6 toneladas, auditório, sala de crise, alojamentos, salas de aula, cozinha, refeitório e ambientes administrativos (como salas de logística, inteligência, investigação e cartório).

Para uma eficaz atuação em toda a extensão de fronteira com o Paraguai e a Bolívia, o Governo do Estado adquiriu um helicóptero, modelo esquilo, de R$ 32 milhões, que fica baseado no DOF.

A aeronave é equipada com ponto de calor onde a noite pode identificar suspeitos dentro e fora de matas, é uma das mais modernas no segmento da aviação e possui autonomia de voo de 800 quilômetros, além de capacidade para até seis passageiros e mais dois tripulantes.

Há ainda farol de busca para ações noturnas e ainda conta com outros equipamentos para resgate aeromédico, caso seja necessário.

Diana Gaúna, Comunicação Vice-governadoria
Fotos: João Garrigó

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não perca