19 de junho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Governo de MS prepara decreto para alertar população e ampliar prevenção e combate aos incêndios florestais

3 min read

Em reunião do Cicoe (Centro Integrado de Controle Estadual) realizada na quarta-feira (20) ficou definido que já existem elementos técnicos para embasar o Governo de Mato Grosso do Sul na publicação de decreto de situação de emergência para auxiliar nas ações de conscientização, prevenção e de combate aos incêndios florestais no Estado, em especial no Pantanal.

De acordo com relatório técnico apresentado pelo Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), órgão vinculado à Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação), 41 dos 47 municípios analisados em janeiro de 2024 registraram chuvas abaixo da média histórica – somente em seis as chuvas ficaram acima da média histórica.

Já no mês de fevereiro, de 43 municípios analisados, 34 tiveram chuvas abaixo da média histórica e em nove deles foi registrada precipitação acima da média histórica. Por fim, de 1º a 15 de março, de 44 municípios analisados, 35 deles registraram volume de chuva abaixo de 50% do total esperado para o mês.

“O relatório revela um cenário de alerta para praticamente todas as regiões do Estado devido ao baixo volume de chuvas nesses dois meses e meio do ano, em relação ao mesmo período do ano passado, além das altas temperaturas com a onda de calor provocada pelo El Niño”, comenta o titular da Semadesc, Jaime Verruck.

O secretário afirma ainda ter “elementos suficientes para subsidiar o governador Eduardo Riedel na publicação de decreto de situação de emergência”. Não há um prazo definido para que o mesmo ocorra. Fora o ato oficial, deve ser lançado ainda uma campanha de comunicação como ferramenta de conscientização contra as queimadas em Mato Grosso do Sul.

“Esses registros são preocupantes, pois estamos em plena temporada de chuvas e os volumes verificados, além de ficarem abaixo da média histórica, também foram menores do que o mesmo período quando comparado ao ano passado”, frisa o meteorologista Vinícius Sperling, do Cemtec, ao apresentar o relatório.

Sperling completou ainda revelando que a atualização até fevereiro do Monitor de Secas da ANA (Agência Nacional de Águas) aponta condições de secas de intensidade moderada em parte do Pantanal, além da porção sudoeste e da chamada Costa Leste de Mato Grosso do Sul.

De acordo com as informações disponibilizadas pelo Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais), a previsão da probabilidade de fogo para o trimestre de março, abril e maio mostra que a maior parte do território sul-mato-grossense encontra-se no nível de alerta de ‘observação’, destaca a coordenadora do Cemtec, Valesca Fernandes.

“Já municípios das regiões central, leste, norte e nordeste do Estado encontram-se no nível de ‘atenção’ no momento”, acrescenta a meteorologista, que participou do encontro com Sperling, Verruck e representantes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) e Secom (Secretaria-executiva de Comunicação) – esta última vinculada à Segov (Secretaria de Governo).

Marcelo Armôa, Comunicação Semadesc
Fotos: Mairinco de Pauda/Semadesc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não perca