23 de junho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Curso de audiovisual abre inscrições em São José

3 min read

João Paulo Sardinha


Fundação Cultural Cassiano Ricardo

São José dos Campos receberá, entre abril e novembro, um curso livre de audiovisual, voltado à produção cinematográfica com 40 vagas disponíveis. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até o próximo dia 2 de abril.

As aulas, no Cine Teatro Benedito Alves, fazem parte do projeto Flafe (Formação Livre de Audiovisual Fora do Eixo), iniciativa gratuita dedicada à formação de novos profissionais do Vale do Paraíba. São oferecidas até 40 vagas para moradores da região com mais de 16 anos.

O curso, ministrado pela Master Shot, conta com o apoio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo.

Inscrição

Para participar, os interessados podem se inscrever gratuitamente no site oficial do projeto.

Os candidatos serão selecionados a partir de questionários de aptidão e dinâmicas presenciais. A formação é totalmente gratuita, de longa duração e com aulas durante a semana, que serão ministradas no Cine Teatro Benedito Alves, em São José dos Campos.

O projeto visa capacitar profissionais de maneira prática e alinhada com a realidade do setor. As aulas presenciais serão realizadas três vezes na semana, de abril a novembro, em um dos cinemas mais icônicos de São José dos Campos, o Cine Teatro Benedito Alves.

Etapas

O programa de aulas tem duas vertentes centrais. A primeira parte de um ciclo inicial de fundamentos globais do audiovisual para chegar a um aprofundamento mais específico dos variados setores da sétima arte por meio de núcleos de especialização em roteiro, direção, produção, direção de foto, arte e de som.

A segunda vertente foca em dar passos em direção ao sonho de solidificar um novo mercado da economia criativa fora da capital, trazendo conteúdos sobre novas mídias, regionalização do audiovisual e outras possibilidades contemporâneas de se trabalhar nesse setor criativo.

O projeto prevê ainda ações pela cidade que vão extrapolar o ambiente da sala de aula, como um circuito de oficinas e exibições em regiões periféricas e universidades de São José dos Campos, aberto a toda a sociedade civil e professores.

E os alunos terão a oportunidade de produzir curtas-metragens e conteúdos audiovisuais como parte da formação. Nessas produções, os estudantes colocam a mão na massa e vivenciam o que aprenderam nas aulas de roteiro, direção, produção, som, fotografia e arte. Ao final do curso, os alunos participarão de uma montagem coletiva e também de uma seleção para participação na coprodução de um longa-metragem profissional financiado pela Lei Paulo Gustavo.

Convidados especiais

A formação irá contar com nomes ilustres do cinema brasileiro, como o diretor de fotografia indicado ao Oscar César Charlone (de “Cidade de Deus”) e João Paulo Miranda (diretor multipremiado, de trabalhos como “Casa de Antiguidades”), e também tem em suas cadeiras de professores uma predominância de profissionais renomados do interior de São Paulo, com o objetivo de exemplificar na prática para os alunos uma perspectiva possível e realista de como ser artista audiovisual fora da capital paulista.

Processo seletivo

Para ser aluno da Flafe, é preciso passar por uma seleção. O projeto prevê um mínimo de 50% de inscrições destinadas a vagas afirmativas (mulheres, negros, indígenas, transexuais, PCD e mães solteiras) e oferece duas bolsas de monitoria para alunos em vulnerabilidade econômica.

“A Flafe – Master Shot busca inspirar e capacitar uma nova geração de profissionais, promovendo uma produção mais diversificada e representativa da nossa identidade regional. Queremos fomentar, com uma pedagogia cautelosamente planejada, profissionais criativos, proativos e com qualidade técnica nas suas realizações, e que, principalmente, desenvolvam senso de realidade do mercado que estão inseridos, buscando ativamente oportunidades e desenvolvimento sustentável de suas carreiras”, afirma Marcella Arnulf atriz, roteirista e uma das fundadoras do projeto, ao lado de Leo Grego, diretor geral da Flafle.


MAIS NOTÍCIAS

Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *