15 de julho de 2024

CACELLAIN OLIMPÍADAS COPA DO MUNDO JOGOS AO VIVO

Olimpíadas, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS, Prognósticos, palpites de futebol ESCALAÇÕES E NOTÍCIAS Blog do Apostador on-line, dedicado a dicas das melhores casas de apostas, prognósticos e palpites de partidas de futebol no Brasil e Mundo

Agência Minas Gerais | Expedição no Parque Estadual da Serra do Brigadeiro tenta evitar a extinção do Muriqui-do-norte

3 min read

O Parque Estadual da Serra do Brigadeiro recebe, até esta quinta-feira (29/2), pesquisadores do projeto “Levantamento de Indivíduos Isolados para Recuperação da População de Muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus) de Ibitipoca, Minas Gerais”.

O trabalho dos pesquisadores visa realizar levantamento de indivíduos isolados para recuperação da população de Muriqui-do-norte de Ibitipoca, além de fortalecer as ações de conservação com a identificação da localização dos indivíduos da espécie muriqui-do-norte. A ação é conduzida pelo Muriqui Instituto de Biodiversidade (MIB).

Sob a coordenação de Marcello Nery e Fernanda Tabacow, que têm realizado as atividades de busca e mobilização no entorno das UCs, o trabalho será desenvolvido em todos os municípios do entorno do PE da Serra do Brigadeiro: Araponga, Divino, Ervália, Fervedouro, Miradouro, Muriaé, Pedra Bonita e Sericita. A unidade de conservação é administrada pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).

Muriqui

O Muriqui é um primata que está criticamente ameaçado de extinção, sendo uma das 13 espécies que faz parte do Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Primatas da Mata Atlântica e da Preguiça-da-coleira da (PAN PPMA). O objetivo geral do Plano é aumentar, em cinco anos, o habitat e reduzir o declínio das populações de primatas e preguiça ameaçados da Mata Atlântica. Tem, ainda, como visão de futuro, que todos os primatas e preguiças da Mata Atlântica possuam populações viáveis e protegidas em seus habitats naturais, em uma sociedade comprometida com sua conservação.

O PAN também apresenta, entre seus objetivos, a necessidade de manejar populações de táxons alvo do Plano, visando a viabilidade de manutenção da espécie. Assim, o projeto compactua com esse objetivo, além de envolver a comunidade nas ações, uma vez que está sendo criada uma rede onde o cidadão pode informar o avistamento de indivíduos isolados e, dessa forma, contribuir para a recuperação da população de Muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus). O próximo passo de manejo da espécie poderá se dar com planejamento e estratégias adequadas e de acordo com a localização dos indivíduos na natureza que precisam de manejo.

Estima-se que a população total remanescente da espécie seja de cerca de mil indivíduos e que o número de indivíduos maduros esteja em torno de 500. “Considerando a situação atual da espécie e a severa fragmentação de suas populações, fazem-se necessárias ações de conservação”, explica a analista ambiental do IEF, Janaina Aguiar.

Além do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, a ação está sendo realizada nos arredores dos Parques Estaduais do Rio Doce e Serra Negra da Mantiqueira; no Parque Nacional do Caparaó e nas Reservas Particulares do Patrimônio Natural Feliciano Miguel Abdala e Mata do Sossego, além de uma área de preservação no município de Peçanha. Desde março de 2023, quando teve início o projeto, com a participação das comunidades locais e de instituições parceiras, duas fêmeas já foram localizadas, reforçando a importância de expandir a rede de pessoas envolvidas na conservação da biodiversidade regional, especialmente dos muriquis-do-norte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *