O Torneio Incentivo Mineiro 1979 reuniu 11 equipes – seriam 12, mas o Democrata de Governador Valadares desistiu da disputa – em duas fases. Os participantes foram os seguintes:

Alfenense Futebol Clube (Alfenas)
Araguari Atlético Clube (Araguari)
Associação Esportiva Ituiutabana (Ituiutaba)
Atlético Clube de Três Corações (Três Corações)
Flamengo Esporte Clube (Varginha)
Guarani Esporte Clube (Divinópolis)
Nacional Atlético Clube (Muriaé)
Nacional Futebol Clube (Uberaba)
Rio Branco Futebol Clube (Pará de Minas)
Sociedade Esportiva Guaxupé (Guaxupé)
Valeriodoce Esporte Clube (Itabira)

O Incentivo 1979 marcou a estreia do Rio Branco de Pará de Minas em certames profissionais da FMF.

A primeira fase foi dividida em três grupos – centro, sul e triângulo. Originalmente, o regulamento previa que os dois primeiros de cada grupo avançassem à fase final, mas o regulamento mudou com os acontecimentos que se registraram no campeonato, conforme se verá a seguir:

GRUPO CENTRO

1ª rodada 07/10/79 Valeriodoce 2×0 Guarani
2ª rodada 10/10/79 Guarani 2×0 Nacional-M
3ª rodada 14/10/79 Nacional-M 0×1 Valeriodoce
4ª rodada 17/10/79 Guarani 1×0 Valeriodoce
5ª rodada 25/10/79 Nacional-M - Guarani
6ª rodada 28/10/79 Valeriodoce 1×0 Nacional-M

Nota: desconhece-se o resultado de Nacional de Muriaé e Guarani.

Classificação:

Pos Nome J V E D GF GC SG Pts
1 Valeriodoce 4 3 0 1 4 1 3 6
2 Guarani 3 2 0 1 3 2 1 4
3 Nacional-M 3 0 0 3 0 4 -4 0

 

GRUPO SUL

1ª rodada 07/10/79 Alfenense 2×0 Esportiva
1ª rodada 07/10/79 Flamengo EC 3×0 Atlético-TC
2ª rodada 10/10/79 Esportiva 2×3 Flamengo EC
2ª rodada 10/10/79 Atlético-TC 1×1 Alfenense
3ª rodada 14/10/79 Alfenense 3×0 Flamengo EC
3ª rodada 14/10/79 Atlético-TC 1×0 Esportiva
4ª rodada 21/10/79 Atlético-TC 1×2 Flamengo EC
4ª rodada 21/10/79 Esportiva 3×3 Alfenense
5ª rodada 25/10/79 Flamengo EC 3×1 Alfenense
5ª rodada 25/10/79 Esportiva 1×0 Atlético-TC
6ª rodada 27/10/79 Flamengo EC 0×0 Esportiva
6ª rodada 28/10/79 Alfenense 2×0 Atlético-TC

Nota: o Flamengo perdeu os pontos das partidas contra Atlético-TC e Esportiva por ter escalado os jogadores Juca (contra o Atlético) e Santos (nas duas partidas) sem condições de jogo. Por isso, o presidente do Flamengo agiu para sensibilizar o Cel. José Guilherme Ferreira, presidente da FMF, que cedeu aos apelos e convidou o Flamengo e o terceiro colocado do grupo Triângulo, que não se sabe se foi Ituiutabana ou Rio Branco, para a fase final. Com isso, a fase final teve de ser jogada em turno único para caber no calendário do CND.

Classificação:

Pos Nome J V E D GF GC SG Pts
1 Alfenense 6 3 2 1 12 7 5 8
2 Esportiva 6 1 2 3 6 9 -3 6
3 Flamengo EC 6 4 1 1 11 7 4 5
4 Atlético-TC 6 1 1 4 3 9 -6 5

 

GRUPO TRIÂNGULO

1ª rodada 07/10/79 Araguari 0×2 Nacional-U
1ª rodada 07/10/79 Rio Branco-PM 1×1 Ituiutabana
2ª rodada 10/10/79 Nacional-U 3×0 Rio Branco-PM
2ª rodada 10/10/79 Araguari 0×0 Ituiutabana
3ª rodada 14/10/79 Ituiutabana 0×0 Nacional-U
3ª rodada 14/10/79 Rio Branco-PM 2×0 Araguari
4ª rodada 21/10/79 Nacional-U 4×1 Araguari
4ª rodada 21/10/79 Ituiutabana 0×0 Rio Branco-PM
5ª rodada 25/10/79 Nacional-U 6×1 Ituiutabana
5ª rodada 25/10/79 Araguari - Rio Branco-PM
6ª rodada 28/10/79 Rio Branco-PM 1×2 Nacional-U
6ª rodada 28/10/79 Ituiutabana 6×0 Araguari

Nota: desconhece-se o resultado de Araguari x Rio Branco.

Classificação:

Pos Nome J V E D GF GC SG Pts
1 Nacional-U 6 5 1 0 17 3 14 11
2 Ituiutabana 6 1 4 1 8 7 1 6
3 Rio Branco-PM 5 1 2 2 4 6 -2 4
4 Araguari 5 0 1 4 1 14 -13 1

 

FASE FINAL:

11/11/79 Alfenense 1×1 Esportiva
11/11/79 Flamengo EC 2×1 Guarani
11/11/79 Rio Branco-PM 1×1 Nacional-U
11/11/79 Valeriodoce 0×0 Ituiutabana
13/11/79 Guarani 1×0 Ituiutabana
15/11/79 Flamengo EC 2×1 Valeriodoce
15/11/79 Rio Branco-PM 1×0 Ituiutabana
17/11/79 Esportiva 0×0 Valeriodoce
18/11/79 Alfenense 2×1 Rio Branco-PM
18/11/79 Ituiutabana 0×0 Flamengo EC
18/11/79 Nacional-U 2×2 Guarani
25/11/79 Alfenense 0×0 Flamengo EC
25/11/79 Guarani 1×1 Esportiva
25/11/79 Ituiutabana 1×1 Nacional-U
25/11/79 Valeriodoce 3×1 Rio Branco-PM
02/12/79 Alfenense 2×0 Guarani
02/12/79 Esportiva 3×0 Flamengo EC
02/12/79 Nacional-U 0×0 Valeriodoce
09/12/79 Flamengo EC 2×0 Rio Branco-PM
09/12/79 Guarani 0×0 Valeriodoce
09/12/79 Ituiutabana 1×0 Alfenense
09/12/79 Nacional-U 0×1 Esportiva
12/12/79 Esportiva 2×1 Rio Branco-PM
12/12/79 Nacional-U 0×1 Alfenense
15/12/79 Valeriodoce 2×2 Alfenense
16/12/79 Esportiva 1xWO Ituiutabana
16/12/79 Flamengo EC 3×1 Nacional-U
16/12/79 Rio Branco-PM 0×0 Guarani

 

Classificação:

Pos Nome J V E D GF GC SG Pts
1 Esportiva 7 4 3 0 9 3 6 11
2 Alfenense * 7 3 3 1 8 5 3 11
3 Flamengo EC 7 4 2 1 9 6 3 10
4 Valeriodoce * 7 1 5 1 6 5 1 7
5 Ituiutabana 7 1 4 2 2 3 -1 6
6 Guarani 7 1 4 2 5 7 -2 6
7 Nacional-U * 7 0 4 3 5 9 -4 5
8 Rio Branco-PM 7 0 3 4 4 10 -6 3

 

Notas:

  • Alfenense, Valeriodoce e Nacional de Uberaba entraram na fase final com um ponto de bonificação por terem vencido seus grupos.
  • A Ituiutabana não compareceu à partida contra a Esportiva porque, no caminho para Guaxupé, o ônibus sofreu um acidente e vários jogadores se feriram. Ainda assim, a partida não foi remarcada e o WO foi registrado em favor da SEG.
  • Após o fim da fase final, o Alfenense requereu os pontos do empate com o Valeriodoce pelo uso de um jogador irregular. A Esportiva alegou que o Valério entrara com esse jogador de propósito, para que o Alfenense ganhasse os pontos independentemente do resultado da partida, e defendeu que o placar fosse mantido. O caso foi decidido em favor do Alfenense e um desempate teve de ser jogado para definir o campeão, já em março de 1980.
  • O desempate foi numa melhor de 4 pontos. A Esportiva deveria mandar o terceiro jogo, mas vendeu o mando de campo para o Alfenense. A quarta partida já teria de ser jogada em campo neutro.

DESEMPATE

1º jogo – 6 de março de 1980
ESPORTIVA 1-0 ALFENENSE
Estádio: Estádio Carlos Costa Monteiro, Guaxupé – Renda: Cr$ 107.220,00
Árbitro: Aldemir Vieira Matos – Auxiliares: Gerson Apolinário, Osvaldo Junqueira
ESPORTIVA: Marcão; Serginho, Ademar, Pereira (Marinho), Sócrates; Claudinho, Cícero, Baiano; Mané, Letti (Tim), Wander. Técnico: Macalé.
ALFENENSE: Pascoal; Guilherme, Barra Mansa, Adalberto, Wanderley; Ademir, Mauro, Mané; Noel, Tatau (Mococa), Edu. Técnico: José Hamilton Frade.
Gol: Cícero 54′ (p).

2º jogo – 9 de março de 1980
ALFENENSE 2-0 ESPORTIVA
Estádio: Estádio Francisco Leite Vilela, Alfenas
Árbitro: Alvimar Gaspar dos Reis – Auxiliares: Vicente de Paula Soares dos Santos, Antônio Vitorino de Aguiar

3º jogo – 16 de março de 1980
ALFENENSE 1-1 ESPORTIVA
Estádio: Estádio Francisco Leite Vilela, Alfenas – Renda: Cr$ 428.000,00
Árbitro: Waldemar Firme – Auxiliares: Artur da Silva, Serafim Martins Filho
ALFENENSE: Paschoal; Guilherme, Salú, Adalberto, Wanderlei; Ademir, Tatau, Nenê; Noel, Mococa (José Edson), Antonio Carlos (Mauro). Técnico: José Hamilton Frade.
ESPORTIVA: Marcão; Marinho, Ademar, Pereira, Sócrates; Sérgio Cunha, Claudinho, Cícero; Bahiano, Paulinho (Mané), Tim. Técnico: Macalé.
Gols: Nenê 81′; Tim 16′.

4º jogo – 23 de março de 1980
ESPORTIVA 0-1 ALFENENSE (na prorrogação)
Estádio: Estádio Dr. Ronaldo Junqueira, Poços de Caldas – Renda: Cr$ 330.310,00
Árbitro: Angelo Antônio Ferrari
Auxiliares: Amyres Vieira das Chagas, Aloysio Gonzaga Pereira
ESPORTIVA: Marcão; Marinho, Ademar, Pereira, Sócrates; Serginho, Cícero (Mané), Paulinho; Letti, Claudinho, Tim. Técnico: Macalé.
ALFENENSE: Paschoal; Adalberto, Barra Mansa, Salu, Wanderley; Ademir, Tatau, Nenê; Cacá, Mococa (Antônio Carlos), Edu (José Edson). Técnico: José Hamilton Frade.
Gol: Cacá 109′
Cartão amarelo: Marinho, Letti; Barra Mansa, Edu

Após o último jogo, a Esportiva entrou no TJD requerendo os pontos por uso de um jogador em situação irregular, mas o Tribunal julgou improcedente o requerimento.

Com esses resultados, o Alfenense sagrou-se campeão do Torneio Incentivo Mineiro 1979.

Fonte: diversos jornais de BH e interior disponíveis na Hemeroteca de Belo Horizonte

© 2014 História do Futebol-Final Suffusion theme by Sayontan Sinha