O Sobradinho Esporte Clube é uma agremiação da cidade de Sobradinho (DF). O ‘Leão da Serra’ foi Fundado no dia 1º de Janeiro de 1975. A sua Sede fica localizada na Área Especial 1 Setor das Industrias de Sobradinho – Sala 208, em Sobradinho. O seu Estádio é o Augustinho Lima, com Capacidade para 10 mil pessoas. Atualmente disputa o Campeonato Candango da 1ª Divisão.

HISTÓRIA

Um grupo de três operários de uma companhia ferroviária do bairro paulistano do Bom Retiro decidiu criar um time de futebol. Eram os pintores de parede Rodrigo Luiz e seu irmão Leonardo Luiz, além do trabalhador braçal Lessy e mais oito pessoas que contribuíram com dinheiro e também foram consideradas sócios-fundadores.

A ideia surgiu depois de assistirem à atuação do Corinthians. No livro Arquivos do Futebol Brasiliense, pesquisado e organizado pelo amigo e membro José Ricardo Almeida, consta que na disputa do campeonato de 1961, a equipe do Sobradinho Esporte Clube era uma das oito participantes, entre clubes como o Clube de Regatas Guará (do Guará), Defelê Futebol Clube (de Brasília, hoje extinto) e Rabello Futebol Clube (de Brasília, também extinto).

Antes da profissionalização, o time, na condição de amador e com muitas dificuldades financeiras, oscilava nas poucas competições regionais que disputava, já que não contava com apoio. Com a profissionalização do futebol do Distrito Federal, o clube passou a adotar como data de (re)fundação o dia 1 de janeiro de 1975.

O Estádio Olímpico de Sobradinho (Augustinho Lima), com capacidade para 15 mil torcedores, foi inaugurado em 13 de maio de 1978, num amistoso entre Sobradinho e Santos, vencido pelos visitantes pelo placar de 3 a 0, sendo o primeiro gol no novo estádio marcado por Aílton Lira.

O primeiro título do Sobradinho foi conquistado em 1 de dezembro de 1985, contra uma das mais fortes equipes do Distrito Federal na época, o hoje extinto Taguatinga Esporte Clube, em pleno Serejão, para um público aproximado de vinte mil torcedores, entre pagantes e não pagantes. O placar foi de 2 a 0 para o Leão da Serra, com gols de Artur e Toni. Toni foi o artilheiro do campeonato com 17 gols.

Em março de 1996 o clube passou a se chamar Botafogo Sobradinho Esporte Clube, em parceria com o Botafogo do Rio de Janeiro. O projeto de transformar o Sobradinho em sucursal do Botafogo surgiu de conversas entre o advogado Délio Cardoso e o presidente do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro.

Botafoguense, Délio acompanhou vários jogos do Campeonato Brasileiro de 1995, a convite da diretoria. Nas conversas, os dois tentaram entender as razões do pouco prestígio do futebol do Distrito Federal. “Chegamos à conclusão de que a capital é uma cidade jovem que não tem uma cultura própria de futebol”, afirmava Délio Cardoso. “A vantagem para nós é que podemos manter em atividade todos os jogadores do elenco, dar oportunidade aos que estão saindo dos juniores e ainda podemos garimpar novos talentos“, diz Montenegro.

A parceria rendeu ao Sobradinho a 3ª colocação nos campeonatos de 96 e 97. Após um pequeno período, o Sobradinho voltou a usar o seu nome original ainda em 1997. O atacante Dimba foi o artilheiro do Campeonato Brasiliense de 1996 jogando pelo Sobradinho.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos 

   
© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha