Ao pesquisar, analisar e entender os campeonatos estaduais, oficializados ou não, encontramos grande variedade de características próprias, devido as condições econômicas, geográficas e políticas de cada estado brasileiro. As riquezas estão na diversidade contida nas suas características diferentes e peculiares, deste grande “país continental” chamado Brasil. Os exemplos mais exóticos estão nos campeonatos do antigo “Estado do Rio” e do grande e antigo Estado do Matto Grosso e seus desmembramentos, incluindo também os estados do Piauí e de Minas Gerais, que já tiveram dois campeonatos oficiais em diferentes regiões, Parnaíba e Teresina; Belo Horizonte e Juiz de Fora, respectivamente.

O antigo Estado do Matto Grosso, um dos maiores em extensão territorial, com grandes distâncias entre suas cidades,  foi desmembrado em 3 Estados. Sua colonização aconteceu em várias frentes e formas, seja no extremo Oeste pela bacia do Prata, a leste por vários caminhos e rios, ou ao Norte pela bacia amazônica. Em 1943 no Governo de Getúlio Vargas, foram criados 2 territórios em áreas do Mato Grosso: O Território de Ponta Porã ao sul, que extinguiu após 3 anos, e o Território de Guaporé ao norte, atual Estado de Rondônia.  Em 1979 houve a divisão com a criação do Estado do Mato Grosso do Sul.

Ao pesquisarmos os campeonatos mato-grossense, deparamos com a Federação Matogrossense de Futebol ainda divulgando parcialmente a história do futebol de seu Estado, desconsiderando o que aconteceu em outros centros, tão importantes como da capital, Cuiabá. Esta desinformação está resultando que muitos, ou todos, a reproduzirem esta parcialidade, incluindo também a Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul.

Vamos aqui, no blog Historia do Futebol, começar a esclarecer sua rica história ocultada e esquecida.

Os primórdios do futebol no antigo Estado do Matto Grosso aconteceram em várias cidades mato-grossenses, principalmente em Corumbá e Cuiabá, quase que simultaneamente, com times oriundos de estudantes representando seus colégios ou militares.

Em 1910 em Corumbá existia o FBC Sul América, Nacional Club e FBC Sete de Setembro.

Em 1913 na capital Cuiabá, o Cuyabá Foot-Ball Club da Escola Modelo (alvi-negro) e o Internacional da Escola Senador Azevedo (alvi-rubro).

Em 1914 a fundação do eterno Corumbaense Foot-Ball Club.

 As primeiras Ligas também quase surgiram simultaneamente.

Em 1921 a fundação da Liga Matto-grossense de Sportes Athleticos em Corumbá, com sub ligas em Miranda, Campo Grande e Aquidauana.

Ano que aconteceu o primeiro campeonato da LMSA em Corumbá, saindo-se campeão o Corumbaense Foot-Ball Club, com a participação do também eterno Riachuelo Foot-Ball Club, mais o Commercio Sport Club (alvi-verde). Outros campeonatos transcorreram com mais um clube de Ladário, o Ladário Sport Club (à confirmar, ser ou não, o “crusmaltino” Ladário Atlético Club, com escudo, uniforme e estádio publicado por Sergio Mello).

 Em 1924 a fundação da Liga de Cuiabá, com dados ainda desconhecidos.

Em 1928, Corumbá a Liga muda de nome e representatividade para Federação Sportiva Matto-grossense, filiando-se a Federação Nacional a época, a CBDA – Confederação Brasileira de Desportos Atheticos, representando o Estado do Mato Grosso e organizando a seleção mato-grossense nos campeonatos brasileiro de seleções todos os anos até 1942.

Neste ano a FMS de Corumbá organizou o primeiro campeonato estadual mato-grossense com os campeões citadinos ou representantes. O campeão foi o representante Corumbaense (Corumbá, Ladário e Miranda), sendo desconhecido até então seu nome, podendo ser um combinado dos clubes de Corumbá e disputou a final com a Sociedade Sportiva Campograndense, vencedor do Sul (Campo Grande, Aquidauana, Maracajú e Ponta Porã).

Em Campo Grande, surgiram os clubes da SS Campograndense, do Militar, do SC Americano, do Clube Recreativo Amambahy, do Commercial Sport Club (alvi-negro), do Democrata Foot-Ball Club (alvi-anil) e do Internacional FC (alvi-verde / ex-Guarany SC).

Em Aquidauana o time do 6 º Batalhão do Exercito, o Aquidauanense Foot-Ball Club e o Oriente Sport Club.

Em Maracajú, o Maracajú Sport Club.

Em Ponta Porã, o Ponta Porã Foot-Ball Club.

Em Miranda, o Imparcial Mirandense Foot-Ball Club, o Bela Vista Brasileira, o Bela Vista Paraguaya, o Universal Mirandense e o União Sportiva Mirandense.

Em Porto Martinho, a filiação da Liga Sportiva Martinhense a FMS de Corumbá, composta pelo Sport Club Martinhense e  o Commercio Foot-Ball Club.

Enquanto isto, em Cuiabá, surgiram: Clube Pátria, Bilac, Guarany (ex-Internacional), Tupy FC (rubro-negro), Sport Club Cuyabano (alvi-negro), Palmeiras (alvi-rubro), Americano Foot-Ball Club, Associação Atlética Typográphica e o eterno Mixto Sport Club. (não tenho registro dos campeonatos cuiabanos deste período)

Participantes do 2º campeonato estadual organizado pela FSM:

1929 / Federação Sportiva Matto-grossense  / Campeonato Corumbaense

Combinado de Corumbá Corumbá
Soc. Sportiva Campograndense Campo Grande
Liga Sportiva Mirandense Miranda
Aquidauana Foot-ball club Aquidauana
Ponta Porã Futebol Clube Ponta Porã
Maracajú Sport Club Maracajú

 Zona Norte: Corumbá e Miranda, foi disputado pelos combinados das cidades: A Liga Sportiva Mirandense e a seleção de Corumbá dos 4 clubes filiados a FSM.

Zona Sul: Campo Grande, Aquidauana e Ponta Porã. O SC Flamengo de Bela Vista desistiu antes de começar.

Em 1930 em Campo Grande a fundação da Aliança Sportiva Campograndense,  com filiação com a FSM de Corumbá: Sociedade Sportiva Campograndense, Internacional Sport Club e Clube Recreativo Amambay. O campeão de ano foi Sport Club Syrio, que alem da participação dos fundadores teve também o Democrata Foot-ball Club.

Filiados em 1931 na FEDERAÇÃO SPORTIVA MATOGROSSENSE
- Comércio Sport Club (Corumbá)

- Corumbaense Futebol Clube (Corumbá)
- Ladário Atlético Clube (Corumbá)
- Imparcial Mirandense Futebol Clube (Miranda)
- Universal Futebol Clube (Miranda)
- Comércio Futebol Clube (Porto Murtinho)
- Murtinhense Sport Club (Porto Murtinho)
- Sociedade Sportiva Campograndense (Campo Grande)
- Sport Club Flamengo (Bela Vista)
- Aquidauana Futebol Clube (Aquidauana)
- Maracajú Sport Club (Maracajú)

Em 1936 foi fundado a “Liga Esportiva Cuiabana” (LEC).

 1936 / Liga Esportiva Cuiabana / Campeonato Cuiabano

Commercio Sport Club Cuiabá
Americano Esporte Clube Cuiabá
Club Sportivo Dom Bosco Cuiabá
Paulistano Esporte Clube Cuiabá
Mixto Sport Club Cuiabá
6ºi Sport Club Destemido Cuiabá
Ass. Atlética Typográphica Cuiabá

1936 /  Federação Sportiva Matto-grossense / Campeonato Corumbaense

Corumbaense Foot-Ball Club Corumbá
Riachuelo Foot-Ball Club Corumbá
Ladário Athletico Club Corumbá
Mato Grosso Corumbá

Incompleto

1936 / Liga Esportiva Municipal Campograndense / Campeonato Campograndense

Esporte Clube Juventus Campo Grande
Soc. Sportiva Campograndense Campo Grande
Royal Futebol Clube Campo Grande
Estudantino Esporte Clube Campo Grande
Gremio Esportivo Renner Campo Grande

Em 1938 em Campo Grande o campeão foi o SS Campograndense, ano de fundação do grande e famoso Operário Futebol Clube.

 1938 / Liga Esportiva Cuiabana / Campeonato Cuiabano

Comércio Futebol Clube Cuiabá
Clube Esportivo Dom Bosco Cuiabá
Americano Esporte Clube Cuiabá
16º Batalhão de Caçadores (verde-anil) Cuiabá

Em 1939 em Campo Grande o campeão foi o Esporte Clube Juventus (alvi-anil)

1939 / Liga Sportiva Aquidauanense / Campeonato Aquidauanense

Operário Athletico Club Aquidauana
Centro Esp. Marechal Mallet Aquidauana
Sport Club Brasil Aquidauana
Palmeiras Foot-Ball Club Aquidauana
Sport Club XV de Agosto Aquidauana

SC Independente mudou de nome para XV de Agosto

Em 1939 em Cáceres foi fundado o Club Atlético Cacerense e o Rex Club .

1942 / Liga Esportiva de Corumbá / Campeonato Corumbaense

Corumbaense  Foot-Ball Club Corumbá

1942 / Liga Esportiva Municipal Campograndense / Campeonato Campograndense

Operário Futebol Clube Campo Grande
Andaraí Futebol Clube Campo Grande
Esporte Clube Juventus Campo Grande
Soc. Sportiva Campograndense Campo Grande

1942 / Liga Esportiva Cuiabana / Campeonato Cuiabano

Clube Esportivo Dom Bosco Cuiabá
Paulistano Esporte Clube Cuiabá
Americano Esporte Clube Cuiabá
Mixto Esporte Clube Cuiabá
Estado Novo Esporte Clube Cuiabá
Esporte Clube Terceiro Distrito Cuiabá

Em 26 de maio de 1942, a Liga Esportiva Cuiabana muda de nome e estatuto para Federação Matogrossense de Desportos, por obrigação de Lei Federal, que determinou que as capitais seriam sede da organização do Desporto do Estado pelos clubes e ligas, participando da fundação:

Americano Esporte Clube,

Clube Esportivo Dom Bosco,

Estado Novo Esporte Clube,

Paulistano Futebol Clube,

Terceiro Distrito Esporte Clube,

Liga Esportiva de Corumbá,

Liga Mirandense de Futebol,

Liga Esportiva Aquidauanense,

Liga Municipal de Amadores de Campo Grande e

Liga Três-lagoense de Desportos.

Mesmo com a nova federação na capital Cuiabá, as Ligas continuaram a organizarem os campeonatos citadinos, somados com surgimento de outros campeonatos citadinos importantes como de Dourados e Tres Lagoas, sem a realização de um campeonato verdadeiramente estadual.

Em setembro de 1943, o Presidente Getulio Vargas, criou 2 territórios federais no Estado do MT com intuito de proteger as fronteiras:

O Território Federal de Guaporé na região norte, incluindo o município amazonense de Porto Velho (capital). Nesta região do estado do Mato Grosso, já existia o campeonato citadino de Guajara Mirim, e recebia esporadicamente a visita para jogos amistosos de clubes de Cuiabá, Corumbá e Campo Grande.

O Território Federal de Ponta Porã na região sudoeste, formados pelos municípios de Ponta Porã (capital), Porto Murtinho, Bela Vista, Dourados, Miranda, Nioaque e Maracaju. A capital foi transferida para Maracaju em 31 de maio de 1944 voltando a Ponta Porã em de 17 de junho de 1946. O território foi extinto em 18 de setembro de 1946 e reincorporado ao então estado de Mato Grosso. Nestes municípios já existiam os campeonatos citadinos e as participações de seus clubes nos campeonatos mato-grossenses, realizados pela Federação sediada em Corumbá. Embora ainda não pesquisado detalhadamente nos jornais locais, os campeonatos citadinos de Ponta Porã e/ou de Maracaju foram os campeonatos principais do Território, neste curto periodo de 1943 a 1946, podendo ser considerando seus campeões, também como campeões territoriais. 

Autor: Antonio Mario Ielo

Fontes consultadas: site da Biblioteca Nacional nos arquivos do Jornal do Commecio de Campo Grande, Jornal A Tribuna de Corumbá, Jornal A Cruz de Cuiabá, Jornal o Estado do Mato Grosso de Cuiabá, Jornal O Progresso de Dourados, Jornal Fronteira de Ponta Porã, Revista Sport Ilustrado do RJ, livro Futebol, uma Fantástica Paixão, de Reginaldo Alves de Araújo, site do Wikipédia, RSSSF, Blog Futebol Cuiabano, arquivos publicados no Blog História do Futebol e arquivos pessoais.

Observação final: Estas breves achegas necessitam de muitas complementações e confirmações, e será muito importante as colaborações para acrescentar mais fatos e clubes e enriquecer este singelo artigo, de um caipira do interior paulista que admira esta imensidão chamada Mato Grosso.

   
© 2019 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha