O Araguaína Futebol e Regatas é uma agremiação da cidade de Araguaína (TO). O Tourão do Norte foi Fundado no dia 28 de fevereiro de 1997. É o clube de maior torcida do estado do Tocantins. O Tourão do Norte é sucessor do extinto Araguaína Futebol Clube, agremiação fundada em 1979 que se desligou oficialmente da Federação Tocantinense de Futebol em 1996.

O apelido Tourão do Norte é uma alusão ao mercado agropecuarista do município. A cidade de Araguaína é conhecida como “ A capital do boi gordo” pelo grande número de rebanhos bovinos que fazem da cidade a maior exportadora de carne bovina do estado do Tocantins.

No ano de 2004, chegou pela primeira vez a uma decisão do Campeonato Tocantinense, perdendo o título para o Palmas. Em 2005, foi novamente vice-campeão estadual. A primeira conquista do Campeonato Tocantinense ocorreu em 2006, quando bateu o Tocantinópolis na final. No mesmo ano, participou do Campeonato Brasileiro da Série C, terminando na trigésima oitava colocação.

Na edição de 2007 da competição, mesmo tendo realizado a melhor campanha de seu grupo, o Araguaína acabou perdendo 12 pontos nos tribunais, devido à escalação do jogador Eucimar de forma irregular em duas partidas. O clube conseguiu recorrer, porém, a terceira fase da competição já estava sendo disputada, a equipe não conseguiu ser novamente incluída.

ANOS DE OURO

Em 2009, foi um ano excelente para o Tourão do Norte, primeiramente porque houve a construção de um novo estádio na cidade, o Mirandão. A partida de inauguração foi contra o Goiás, em que o esmeraldino venceu por 2 x 1. o Araguaína chegou a final do Campeonato Tocantinense pela quinta vez em seis anos.

Fazendo uma boa campanha no estadual, o Touro chegou até a finalíssima contra o Palmas, arrancando um empate na capital por 1 x 1. No Mirandão o clube empatou em 2 x 2 e venceu o Palmas por 5 x 3 nos pênaltis e conquistou seu segundo título.

Representou o estado do Tocantins na Copa do Brasil de 2010, competição da qual foi eliminado na 1ª fase pelo Guarani de Campinas. No dia 16 de outubro de 2010, o Araguaína tornou-se a primeiro equipe tocantinense a subir de divisão no Campeonato Brasileiro, sendo promovido da Série D para a Série C.

A partida que decretou a ascensão do clube, válida pelas quartas-de-final da competição, foi contra o Uberaba. Após um empate sem gols no tempo normal, o Araguaína venceu a disputa de pênaltis por 3 a 2, com atuação destacada do goleiro Huanderson, que defendeu três cobranças.

Além do acesso, o clube garantiu vaga nas semifinais da Série D. Porém, não conseguiu chegar às finais, sendo eliminado pelo Guarany de Sobral com dois empates.

CRISE

Em 2011, o Araguaína não fez boas campanhas nas competições que disputou. No primeiro semestre, disputou o Campeonato Tocantinense, onde a equipe não foi muito bem e acabou rebaixada. No segundo semestre, jogou a segunda divisão do estadual e não conseguiu o acesso. Na Série C, ficou com apenas 1 ponto no Grupo A da competição e foi rebaixado.

Em 2012, começou o ano Sonhando em herdar a vaga do Rio Branco-AC que havia sido punido pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mais depois de muita confusão, foi decretada o rebaixamento do Araguaína que não disputou a Série D e novamente o Campeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

   
© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha