BREVES BIOGRAFIA DOS
ATLETAS DA SELEÇÃO GAÚCHA DE 1925

 

[Fonte:
Jorna “Folha da Manhã”, sábado, 01 de agosto de 1925 (a grafia da época foi
preservada)]

 

[Comentário deste Editor – as breves
biografias que estão no artigo do jornal foram relatadas por Cícero Soares,
chefe da ‘missão’ gaúcha em São Paulo e do atleta
Eugenio Cói. Do Grêmio]

 

TITULARES

 

  1. EURICO
    LARA FONSECA (goal-keeper) – Grêmio FBPA

 

O grande Lara
começou a aparar as primeiras bolas em 1917 no quadro do S. C. Militar, de
Uruguayana. Vindo para Porto Alegre revelou-se logo o melhor guardião gaúcho.
Defende as cores gremistas desde 1919, data em que foi para Porto Alegre. É
campeão da cidade, regional e estadoal de 1919, 1920, 1921 e 1922 e vencedor da
Taça Ruy Barbosa em 1923, campeão da Zona Sul de 1922 e 1923. É jogador
laureado do Grêmio. É ágil, calmo e valente. Possue boa collocação e pegadas
firmes.

 

  1. JORGE
    TAVARES PY (zagueiro) – Grêmio FBPA

 

Iniciou sua
vida esportiva em 1908 no S. C. Botafogo, no quadro de ‘gurys’, que jogava no
largo que fica entre o Edifficio Ely e a Estação da Estrada de Ferro.

Em 1910,
sendo internado no Gymnasio Nossa Senhora da Conceição, em São Leopoldo, foi
iniciado logo no team principal da 1a Divisão, onde jogou como
centro-médio e extrema-direita. Em 1911 já figurava no 2o quadro da
representação do collegio e em 1912, data em que deixou o collegio, fazia parte
do quadro principal. Vindo para Porto Alegre, defendeu as cores collegiaes do
Gymnasio Anchieta até 1917 e as do Grêmio desde 1918, onde jogava em todas as
posições, firmando-se  como zagueiro
desde 1919.

 

  1. ESPIR
    FAGUNDES RIVALDO – (Zagueiro) – SC Cruzeiro

 

Começou a sua
carreira sportiva jogando no Itaquera S. C. em 1916 e desde então tornou-se a
barreira do seu quadro, onde chegou a occupar o posto de capitão,
salientando-se em varias partidas naquella localidade, principalmente contra o
S. C. Alvear e o S. C. São Thomé. Em 1922 entrou para o 1o quadro do
Cruzeiro e, ao lado de Pelit, confirmou plenamente o seu potencial desportivo,
tal o seu jogo inteligente e calmo. Sua posição predilecta é a de zagueiro de
espera, dispondo de innumeros recursos como  um tiro seguro, boas cabeçadas e entradas
firmes. Possue já um bom numero de victorias, tendo atuado em partidas
intenacionnes, inter-municipaes e inter-estaduaes. Jogou como zagueiro na
seleção gaúcha de 1923.

 

 

  1. CARLOS
    RIBEIRO DA SILVA (médio) – SC Internacional

 

Começou sua
vida esportiva jogando pelos filhotes do Internacional em 1917.

Póde-se
affirmar que em sua posição não tem rival, possuindo o seu jogo certas
particularidades que só elle sabe executar.

É o actual
director de campo do club alvi-rubro.

Já fez parte
do seleccionado gaúcho em 1923, jogando contra os paulistas.

Seu jogo não
muda: em todas as partidas que tem disputado é sempre o mesmo jogador.

O actual
director de campo do Internacional é capitão de sua primeira esquadra. Iniciou
seus primeiros ponta-pés na Chácara dos Eucalyptus, sendo o jogador que maior
número de adeptos conta.

É o indicado
do quadro colorado para bater tiros livres, tendo batido o ‘record’ em fazer
pontos nesse estylo. Tem violento chute e boa defesa de cabeça.

É campeão
pelo Internacional.

 

  1. ABILIO
    DE MELLO ‘LAMPINHA’ – (centro-médio) – SC Internacional

 

É do
Internacional, cujas cores tem defendido brilhantemente em varias partidas,
quer internacionais e quer intermunicipais.

Já occupou a
posição de centro-avante do club colorado. Tem exercido varias vezes o posto de
capitão do 1o quadro. Innumeras são as victorias conquistadas por
Lampinha em memoráveis pellejas, onde sempre se salienta pela excellencia de
seu jogo. Esteve uma época afastado das lides desportivas, sendo chamado mais
tarde a ocupar o logar deixado por Bitú.

É
presentemente o médio que está melhor treinado e em Lampinha  se depõe bastante esperanças para o êxito da
embaixada gaúcha.

Para melhor
avaliar quem é Lampinha, transcreveremos aqui uma pequena quadra, com que os
colorados saudaram este jogador em memorável partida:

 

“No centro de nossa linha

Temos o grande Lampinha

Por nome Abilio de Mello”.

 

  1. DERCYLLIADES
    ARAUJO LOPES ‘MORENO’ – (Médio-Esquerdo) –            SC Internacional

 

Começou a
jogar no Grêmio Porto-Alegrense em 1919, tendo sido campeão estadoal em 1921.

Ao dar-se a
seleção no futebol local, Moreno optou pela camiseta rubra, que usa com amor e
enthusiasmo.

É campeão
pelo Internacional e o seu jogo varia sempre, de forma que, aos atacantes
adversários sempre se torna difficil saber onde elle se encontra.

 

  1. OSCAR
    SANTOS  HEINZ ‘CORÓ’ – (Extrema-Esquerda)
    – Grêmio FBPA

 

Começou a
jogar em 1919 nos Filhotes do Americano, tirando o campeonato.

Em 1920
passou ao S. C. Ruy Barbosa, cujas cores defendeu até o anno passado. Este anno
joga pelo Grêmio; é jogador firme e sempre se distingue pelo seu jogo
intelligente e chute perigoso. Joga em qualquer posição da linha de avantes. É
jogador inter-estadoal e internacional e já tem tomado parte em seleccionados
locaes.

 

  1. EUGENIO
    CÓI – (Meia-Direita) – Grêmio FBPA

 

Iniciou a sua
vida de futebolista como jogador do S. C. União, em 1917. Em 1918 fez parte do
G. S. Guarany; em 1918-1921 jogou pelo Grêmio S. Brasil, campeão da cidade de
Pelotas. Em 1922-1924 jogou pelo Palestra Italia, de São Paulo, actuando sempre
na meia-direita. Actuou também na extrema. É jogador internacional, inter-estadoal
e inter-municipal. Possue excellentes recursos como jogador, além de ser muito
ágil. É um avante ’cavador’ que não descansa nunca. Poucas são as vezes em que
erra um passe.

 

 

 

  1. OLIVÉRIO
    ORTIZ – (Centro-Avante) – Grêmio FBPA

 

Iniciou a
vida de futebolista no quadro infantil do Grêmio em 1921, jogando até agora na
posição de centro-avante; em 1922 jogou diversas partidas no 2o
quadro, passando logo para o 1o; em 1923 seguiu para Livramento com
sua família e lá jogou pelo 14 de Julho, tirando o campeonato Santanense
daquelle anno. No anno passado fez parte do seleccionado daquella cidade como
meia-direita contra o Peñarol de Montevidéo. Este anno veio trabalhar em Porto
Alegre e continuou a deffender as cores do Club dos Moinhos de Vento. É jogador
de grande recursos, chuta muito bem e é um excellente passador.

 

  1. LUIZ LEÃO CARVALHO ‘LULU’ –
    (Meia-Esquerda) – Grêmio FBPA

 

Começou a
praticar o futebol no quadro collegial de Canôas; em 1912 veiu para o Collegio
Militar de Porto Alegre, defendendo as cores do Internacional, no 3o
quadro em duas partidas passando logo depois para o Grêmio, onde dia a dia
melhorou seu jogo. É jogador novo, figura no quadro principal do Grêmio desde o
anno passado, na posição de extrema-esquerda, tendo se revelado este anno como
o substituto ideal de Lagarto.

 

  1. ANTONIO MARANGHELLO ‘DANICO’ –
    (Extrema-Esquerda) –                     FBC
    Porto Alegre

 

Iniciou a sua
carreira esportiva jogando pelo S. C. Guarany; em 1919 filiou-se ao F. B. C.
Porto Alegre, jogando no 2o quadro, passando logo depois para o 1o
quadro, onde se conserva até hoje. Jogou em 1923 contra os uruguayos na posição
de meia-esquerda. Fez parte do seleccionado gaúcho que esteve em São Paulo no
anno de 1923. É jogador internacional, inter-estadoal e inter-municipal. Tanto
em meia como na extrema-esquerda possue optimos recursos, além de ser um
jogador  modesto e discreto. Tem boa
carreira [Nota deste editor: velocidade]
e chuta admiravelmente, formando com Luiz Carvalho uma perigosa ala esquerda.

 

 

RESERVAS

 

  1. ALMO MARTINS BENTO – (Médio) – SC
    Cruzeiro

 

É capitão do
1o quadro do Cruzeiro, sendo também capitão do Selecionado Acadêmico
de Porto Alegre.  Começou a sua vida
esportiva e a balbuciar as primeiras palavras sobre futebol no já extincto
Grêmio Sportivo Cruz de Malta. Apezar de bastante jovem é um dos mais antigos e
valorosos defensores do Cruzeiro, tendo actuado desde os filhotes na difícil
posição de centro-médio. Campeão da cidade em 1921 e vice-campeão em 1924. É um
dos jogadores  que amis se tem salientado
em Porto Alegre, não só pela sua agilidade como pela calma, boa distribuição de
jogo, excellentes fintas e chute forte e seguro. Seus recursos de jogador são
poderosos, destacando-se seu excellente jogo de cabeça e a maneira incansável
como sabe auxiliar sua linha atacante. Tem actuado com brilhantismo em inúmeras
partidas inter-municipaes e internacionaes, sendo sempre o mesmo homem com o
seu jogo intelligente e electrizante. Há quem diga que Almo é sempre a ‘alma da
defesa’.

 

  1. ANULPHO PAREJA (goal-keeper) – SC
    Cruzeiro

 

Começou a
jogar futebol no Grêmio Sant’Annense, em 1920, onde se destacou desde o inicio
pelas suas pegadas firmes e presença de espirito. Entrou este anno para o
Cruzeiro, onde atua na difícil posição de guardião.

Apezar de
ainda pouco conhecido nos meios esportivos porto-alegrenses, Pareja impõe-se já
pelo seu jogo calmo e suas pegadas seguras.

 

  1. TELEMACO E. PIRES – (Avante) – SC
    Cruzeiro

 

Pertence ao
primeiro quadro do Cruzeiro e é meia direita da Seleção Acadêmica de Porto
Alegre.

Começou sua
carreira esportiva no S. C. 14 de Julho de Santa Maria, jogando ao lado de
Moderato, Ary e outros.

Desde ‘gury’
revelou-se um excellente avante, facto que veiu se confirmar mais tarde, quando
começou a jogar em Porto Alegre, no S. C. Cruzeiro, em 1922.

Intelligente
e ligeiro, Telemaco torna-se um atacante temido dos seus adversários pelas suas
escapadas velozes e perigosas.

Conta já com
um grande numero de victorias, tendo disputado innumeras partidas
inter-municipaes.

 

  1. ODORICO CARNEIRO – (Dianteiro) – FBC
    Porto Alegre

 

Joga no seu
clube na posição de avante. Iniciou a sua carreira esportiva no Grêmio F. B.
Porto-Alegrense. Em 1921 jogou pelo extincto Liège Foot-Ball Club. Em 1922,
1923 e 1924 fez parte do S. C. São José, dahi passando para o F. B. C. Porto
Alegre. Tem vários jogos inter-municipaes. Sempre actuou nas linhas atacantes.
É excellente passador e muito perigoso na porta do arco, visto possuir forte
chute.

 

COMO FOI A PARTIDA

 

São
Paulo

4

X

0

Rio
Grande do Sul

 

Local Estádio do S.S. Palestra
Itália (São Paulo)
Data

02-08-1925

Público

8.000 pessoas

Árbitro

Joaquim Antônio Leite de
Castro (DF)
Gols Friedenreich (14’/1) – Neco
(25’/1) – Filó (34’/1) – Mário de Andrade (36’/2)

 

São
Paulo

Tuffy (Sírio); Clodoaldo
(Paulistano) e Barthô (Paulistano); Abatte (Paulistano), Amílcar (Palestra
Itália) e Arturzinho (Sírio);                       Filó (Paulistano),
Mário de Andrade (Paulistano),                     Friedenreich
(Paulistano), Neco (Corínthians) e Feitiço (São Bento-SP).

Rio Grande do Sul

Eurico Lara; Jorge Py e
Espir; Ribeiro, Lampinha e Moreno; Coró, Cói, Olivério, Hugo e Danico.

Observação

São Paulo chutou 48 bolas
ao gol, uma a cada 1’8”, sendo: 4 gols; 23 defesas e 21 para fora.

 

MOVIMENTO TÉCNICO
DA PARTIDA

 

SÃO PAULO

RIO GRANDE DO SUL

1o Tempo

2o Tempo

Total

1o Tempo

2o Tempo

Total

Defesas

1

2

3

13

10

23

Toques

2

0

2

3

3

6

Escanteios

2

2

4

4

4

8

Infrações

3

6

9

2

11

13

Impedimentos

5

3

8

0

1

1

Pontos

3

1

4

0

0

0

 

 

OBSERVAÇÃO

 

  1. Como
    se vê na escalação dos gaúchos, jogou Hugo, em substituição de Luis Carvalho,
    embora o atleta não apareça nas notas biográficas do jornal.

 

  1. Abaixo a listagem de todos os jogadores
    gaúchos que tomaram parte na fase de preparação para a partida, em jogos
    amistosos [quem tiver os nomes daqueles que eu não achei
    na lista à seguir, favor enviar para : grun@profnet.com.br]:

 

 

Nome

Nome Completo

Clube

Posição

Lara Eurico Lara
Fagundes
Grêmio FBPA Goleiro
Pareja Arnulpho
Pareja
SC Cruzeiro Goleiro
Py Jorge
Tavares Py
Grêmio FBPA Zagueiro
Espir Espir Fagundes
Rivaldo
SC Cruzeiro Zagueiro
Hugo Hugo
Ghizone
SC
Americano
Zagueiro
Sardinha Eurydes
Guasque de Mesquita
Grêmio FBPA Zagueiro
Ribeiro Carlos Ribeiro
da Silva
SC
Internacional
Linha-Média
Lampinha Abilio de
Mello
SC
Internacional
Linha-Média
Moreno Dercyliades
de Araujo Lopes
SC
Internacional
Linha-Média
Almo Almo
Martins Bento
SC Cruzeiro Linha-Média
Coró Oscar dos
Santos Heinz
Grêmio FBPA Atacante
Cói Eugênio Cói Grêmio FBPA Atacante
Luiz
Carvalho
Luiz Leão
Carvalho
Grêmio FBPA Atacante
Oliverio Olivério
Ortiz
Grêmio FBPA Atacante
Danico Antonio
Maranghello
FBC Porto
Alegre
Atacante
Telêmaco Telêmaco E.
Pires
EC Cruzeiro Atacante
Odorico Odorico
Curcio
FBC Porto
Alegre
Atacante
Macarrão Grêmio FBPA
Feio Grêmio FBPA
Grant Nélson
Grant
SC
Internacional
Barros Hélio Di
Primio Beck
SC
Internacional
Clóvis SC
Internacional
Fonseca SC
Americano
Heitor Heitor
Deste
SC Americano
Nalério José
Nalério
SC
Americano
Cói II SC
Americano
Turco SC
Americano
Darci SC Cruzeiro
Zica SC Cruzeiro
Eduardo SC Cruzeiro
Campão SC Cruzeiro
Antônio
Marques
FBC Porto
Alegre
Brasil FBC Porto
Alegre
Léo FBC Porto
Alegre
Maisonnave SC São José
Pinho SC São José

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

EDITOR:
MARLON KRÜGER COMPASSI – PANAMBI/RS – feveriro de 2013.

 

 

   
© 2019 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha