Nos confrontos entre os quatro clubes grandes do Rio de Janeiro e os quatro de São Paulo, dá Verdão, que supera Corinthians, Santos, Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo, perdendo apenas para o São Paulo, que por sua vez aparece em segundo lugar, com cinco vantagens contra duas desvantagens. O saldo de vitórias do Palmeiras é de 95, enquanto que o Corinthians, segundo colocado nesse quesito, soma 43. No embate entre cariocas e paulistas, o alviverde estabelece a maior vantagem sobre um clube do Rio, com 25 vitórias a mais que o Vasco. O clube de Parque Antarctica é, incontestavelmente, o campeão dos clássicos.

Partindo-se hipoteticamente de uma tabela de confrontos dos clubes maiores do eixo Rio-São Paulo, chega-se a estes números, com o placar sendo formado pelo total de vitórias obtidas por cada clube, no confronto direto:

Vasco da Gama 35 x 42 Corinthians

Botafogo 31 x 39 Palmeiras

Santos 32 x 33 Fluminense

São Paulo 44 x 36 Flamengo

Flamengo 38 x 41 Santos

Fluminense 38 x 47 São Paulo

Palmeiras 54 x 29 Vasco da Gama

Corinthians 35 x 41 Botafogo

Botafogo 110 x 119 Fluminense

Vasco da Gama 124 x 137 Flamengo

São Paulo 100 x 93 Palmeiras

Santos 97 x 122 Corinthians

Flamengo 122 x 105 Botafogo

Fluminense 111 x 131 Vasco da Gama

Palmeiras 129 x 92 Santos

Corinthians 113 x 89 São Paulo

Vasco da Gama 33 x 32 Santos

Botafogo 36 x 37 São Paulo

Corinthians 33 x 33 Fluminense

Palmeiras 41 x 36 Flamengo

Botafogo 84 x 141 Vasco da Gama

Flamengo 137 x 119 Fluminense

Palmeiras 121 x 116 Corinthians

Santos 90 x 115 São Paulo

São Paulo 31 x 34 Vasco da Gama

Santos 35 x 34 Botafogo

Fluminense 28 x 50 Palmeiras

Flamengo 47 x 45 Corinthians

Obs.: Foram considerados os resultados obtidos dentro de campo, omitindo-se mudanças de resultados em tribunais e anulações de jogos.

Existem clássicos equilibradíssimos. O mais equilibrado de todos: Fluminense x Corinthians, com 33 vitórias para cada lado. O mais desequilibrado de todos: Vasco da Gama x Botafogo, com 57 vitórias a mais para o cruzmaltino.

Vantagens

No Torneio Rio-São Paulo de vantagens, eis o posicionamento alcançado pelos oito concorrentes:

1º) Palmeiras, 6 x 1

2º) São Paulo, 5 x 2

3º) Vasco e Flamengo, 4 x 3

5º) Corinthians, 3 x 3 (e um empate)

6º) Fluminense, 2 x 4 (e um empate)

7º) Santos, 2 x 5

8º) Botafogo, 1 x 6

Saldo de vitórias

Por saldo de vitórias (vitórias menos derrotas), assim são perfilados os grandes do Rio e de São Paulo:

1º) Palmeiras, 95

2º) Corinthians, 43

3º) Vasco da Gama, 36

4º) Flamengo, 34

5º) São Paulo, 23

6º) Fluminense, -59

7º) Santos, -85

8º) Botafogo, -87

Classificação dos clássicos por diferença de vitórias:

1º) Vasco da Gama x Botafogo, 57

2º) Palmeiras x Santos, 37

3º) São Paulo x Santos, Corinthians x Santos e Palmeiras x Vasco, 25

6º) Corinthians x São Paulo, 24

7º) Palmeiras x Fluminense, 22

8º) Vasco x Fluminense, 20

9º) Flamengo x Fluminense, 18

10º) Flamengo x Botafogo, 17

11º) Flamengo x Vasco, 13

12º) São Paulo x Fluminense e Fluminense x Botafogo, 9

14º) São Paulo x Flamengo e Palmeiras x Botafogo, 8

16º) São Paulo x Palmeiras e Corinthians x Vasco, 7

18º) Botafogo x Corinthians, 6

19º) Palmeiras x Corinthians e Palmeiras x Flamengo, 5

21º) Santos x Flamengo e Vasco x São Paulo, 3

23º) Flamengo x Corinthians, 2

24º) São Paulo x Botafogo, Vasco x Santos, Santos x Botafogo e Fluminense x Santos, 1

28º) Fluminense x Corinthians, 0

Cariocas x Paulistas

Foram realizados exatos 1.200 jogos entre paulistas e cariocas, dos quais 638 (53,17%) vencidos pelos paulistas e 562 (46,83%) pelos cariocas.

Confrontos vencidos pelos paulistas: 10 (Corinthians x Vasco, Palmeiras x Botafogo, São Paulo x Flamengo, Santos x Flamengo, São Paulo x Fluminense, Palmeiras x Vasco, São Paulo x Botafogo, Palmeiras x Flamengo, Santos x Botafogo e Palmeiras x Fluminense)

Confrontos vencidos pelos cariocas: 5 (Fluminense x Santos, Botafogo x Corinthians, Vasco x Santos, Vasco x São Paulo e Flamengo x Corinthians)

Dado que a diferença é mínima em certos clássicos, logo poderemos ter algumas alterações, pois se aproxima mais uma edição do Brasileirão.

Fonte:

Arquivo pessoal

Texto: Vicente Henrique Baroffaldi

Edição: Paulo Luís Micali

   
© 2019 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha