Um sonho de verão. No município de Vitória de Santo Antão, a 53 km da capital pernambucana (Recife), surgiu a Associação Desportiva Pitu, na quarta-feira, no dia 2 de janeiro de 1974. A criação do time nas cores vermelha, azul e branca foi carregada de expectativas, sendo a principal de levar o Pitu a se tornar a quarta força do futebol pernambucano.    

 

A diretoria não perdeu tempo e naquele mesmo ano disputou o seu primeiro e único Campeonato Pernambucano da Série A. Contudo, entre o sonho e a realidade, rapidamente a diretoria da AD Pitu percebeu que havia uma distância.  

 

A equipe acabou fazendo uma campanha fraca, sendo eliminada logo na 1ª fase, terminando na 7ª colocação (num total de nove clubes): nos 16 jogos, foram quatro vitórias, dois empates e 10 derrotas; marcando 17 gols e sofrendo 36.

 

Para piorar, o clube como não possuía um estádio em condições de abrigar seus jogos, teve que disputar as partidas como mandante em Recife. A partir daí, devido às dificuldades econômicas para continuar no futebol profissional, o clube se afastou das disputas. O único título de importância foi à conquista do campeonato pernambucano de futebol de salão em 1983.

 

A Associação Desportiva Pitu sobreviveu até 1988, quando sem condições financeiras para manter suas atividades esportivas e sociais, resolveu fechar as portas, deixando os vitorienses órfãos por mais de uma década do futebol no munícipio.

 Veja todos os 16 jogos no Pernambucano de 1974 (que teve o Náutico Capibaribe como o grande campeão):

 

 1ª rodada (quarta-feira: 7 de agosto)

Santa Cruz   4          X         0          Desportiva Pitú

 2ª rodada (domingo: 11 de agosto)

Desportiva Pitú        0          X         5          Sport Recife

 3ª rodada (sábado: 17 de agosto)

Desportiva Pitú        3          X         2          América

 4ª rodada (quarta-feira: 21 de agosto)

Íbis                             2          X         2          Desportiva Pitú

 5ª rodada (domingo: 25 de agosto)

Desportiva Pitú        1          X         1          Central de Caruaru

 6ª rodada (quarta-feira: 28 de agosto)

Ferroviário                2          X         0          Desportiva Pitú

 7ª rodada (domingo: 1º de setembro)

Desportiva Pitú        2          X         1          Santo Amaro

 8ª rodada (quarta-feira: 04 de setembro)

Náutico Capibaribe 5          X         0          Desportiva Pitú

 9ª rodada (domingo: 8 de setembro)

Desportiva Pitú        0          X         2          Santa Cruz

 10ª rodada (quarta-feira: 11 de setembro)

Sport Recife             3          X         0          Desportiva Pitú

 11ª rodada (quarta-feira: 18 de setembro)

América                     1          X         0          Desportiva Pitú

 12ª rodada (domingo: 22 de setembro)

Desportiva Pitú        4          X         1          Íbis

 13ª rodada (quarta-feira: 25 de setembro)

Central de Caruaru 4          X         1          Desportiva Pitú

 14ª rodada (sábado: 28 de setembro)

Desportiva Pitú        0          X         1          Ferroviário

 15ª rodada (quinta-feira: 03 de outubro)

Santo Amaro                        1          X         5          Desportiva Pitú

 16ª rodada (domingo: 22 de setembro)

Desportiva Pitú        0          X         4          Náutico Capibaribe

  6 Responses to “A.D. Pitú – Vitória de Santo Antão (PE)”

  1. Rapaz… É preciso buscar os blogs de Goiana e entrar em contato. É o caminho mais curto! Rs
    Abraços

  2. lembro ter visto uma materia sobre o time do DR-5 numa antiga edição da revista placar. Lembro que ela tratava de algo sobre o juiz que apitou a partida da equipe.

    Quem estiver interessado, pode tentar achar a revista na Placar Magazine, no google.

  3. André… Sinceramente? Não sei quase nada da Associação Esportiva DR-5 de Goiana. É um dos mistérios de Pernambuco. Quem sabe no futuro não teremos algo? Rsrss

    Um grande abraço!

  4. e falando em clubes pernambucano, vc tem algum material sobre a equipe do DR-5, de goiana?

  5. a passagem do AD Pitú foi efêmera no Pernambucano. Os caras pensavam que era fácil montar um time e esqueceram dos custos. Quando viram o tamanho do rombo pularam fora rapidinho.
    A verdade é: sem planejamento não se constrói nada. Essas matérias tem alguns própositos. O mais importante é: conhecermos o passado para consertarmos no presente e melhorarmos no futuro.

    Com corda ou sem corda? Rssrss

    Valeu Super André!!

    Abraços

  6. a placar, em 1977, fez uma materia sobre o pitu e o maguari, tambem de pernambuco, que hoje esta extinto.
    http://books.google.com.br/books?id=6OUtYsTfWSUC&pg=PA44&dq=pit%C3%BA&hl=pt-BR&sa=X&ei=r9RbT_ObLOjm0QHmt5SECg&ved=0CEAQ6AEwAg#v=onepage&q=pit%C3%BA&f=false

   
© 2014 História do Futebol-Final Suffusion theme by Sayontan Sinha