Pois é pessoal, retorno de férias, energia recarregada rsrsr.
Enfim, depois de convencer minha esposa a fazer um pequeno desvio de 70 km pra ir e 70 km pra voltar rsrs, consegui chegar a cidade de Urbano Santos, pequena mas bastante aconchegante.
 
O Primeiro passo foi procurar o estádio municipal chamado Eider Araújo com capacidade para 3.000 pessoas. Lá foi a primeira decepção, está em péssimo estado e não havia ninguém pra dar informações.
Segunda tentativa foi na biblioteca, mas era sábado e estava fechada. Procurei então uma Liga Municipal, mas lá não há.
Resolvi então procurar a melhor alternativa pra encontrar qualquer coisa aqui no Nordeste, os infalíveis “Mototaxis”. No primeiro grupo que achei eles me informaram que o clube foi extinto, havia sido idealizado por um prefeito em seu último ano de gestão 2008 (talvez com segundas intenções). Porém como o clube não consegui o acesso, assim que o novo prefeito assumiu em 2009 acabou com o time.
Disseram que talvez um senhor chamado Doca poderia me ajudar, com a ajuda dos mesmos fui até a residência dele, mas infelizmente ele não pode me ajudar, me indicou então um senhor de apelido “gordo” mas por azar o mesmo estava viajando.
Já depois de 3 horas na cidade e em completo desânimo, um cidadão de uma lanchonete em que estávamos disse-me que se existia alguém na cidade que poderia saber algo era o senhor Lopes, que participou de algumas atividades do clube.
Ao encontrá-lo, para minha felicidade e também decepção ele descreveu o escudo como o brasão do município com as iniciais U.S.F.C. abaixo do mesmo.
Emfim mas um escudo muito procurado foi desvendado.
 
Fonte: Roberto Saraiva, Lopes (cidadão do município) e Sérgio Mello (vetorização).

  9 Responses to “Urbano Santos Futebol Clube/MA”

  1. Roberto,

    Acabei publicando o escudo sem os devidos créditos. Mil perdões. Quase sempre incluo a fonte, mas desta vez esquecei. Amanhã já aparecerá os créditos para o amigo e o cidadão local.

    Abraços,

    Gerson

  2. Peço aos amigos que possuem sites que ao transpor o escudo citem a fonte é uma questão de justiça.

  3. Roberto, excelente trabalho!! Como você, eu também tive sorte porque minha mulher também entende a minha “loucura”, rs.

    Prezados, recomendo conhecer o litoral cearense…eu fui de Jericoacoara até Canoa Quebrada em Aracati. Muito bom mesmo! Parte da minha família é de lá!

  4. Roberto, fantastico, muito bom mesmo, parabens.

  5. nossa, desviar a viagem em 70 km, sair do planejado, nao é facil pra ninguem. vc ja merece parabens por isso, pra começar. e depois, como se nao bastasse, percorreu a cidade toda ate encontrar alguem que tinha visto o escudo. parabens, mesmo!!

    e é uma pena que a cidade nao de valor ao esporte local. mas nao acontece somente la, é um reflexo que aflinge todo o brasil. nao precisei nem sair da frente do pc. quando pergunto sobre um determinado clube na comunidade da cidade da qual faz parte, na maioria das vezs nao me respondem,e quando fazem isso, me tratam com descaso.

  6. Realmente a busca de escudos em cidades pequenas, em principio, parece ser uma missão quando está lá. Mas a verdade é que a história não é bem assim. Acredito que todos nós já passamos por isso. O estranho é a falta de interesse da cidade em cuidar de fatos que marcaram, de alguma forma, o município.
    Geralmente, fotos, documentos, flâmulas, etc., estão guardadas no fundo do baú. E, quando isso acontece já é uma vitória. Apesar de tanta adversidade, o prazer em resgatar um escudo é algo indescritível.
    Por isso, parabenizo o esforço e a persistência do nosso amigo Roberto Saraiva e concordo com Mario Ielo: a sua esposa tem parcela nesse triunfo!
    Um grande abraço e parabéns!

  7. É amigos, realmente às vezes pesquisar é melhor que encontrar rssr. Ielo cheguei ontem (15/01) às 18:00 de Parnaíba/PI depois de dirigir desde ás 7:00 da manhã, mas precisamente de Barra Grande, município de Cajueiro da Praia. Mas dormi em Parnaíba e estive à tarde em Luis Corrêa. Deu tempo de encontrar e fotografar mais um achado o Ferroviário AC tradicional equipe amadora de Parnaíba que depois irei publicar.

    Indico a todos conhecer o litoral piauiense e parte do cearense até Camocim, passando por Chaval é tudo muito lindo.

    Abraços

  8. Roberto,

    Parabéns pelo “achado”,agradeço também a paciencia de sua esposa, mas acredito que conheceram muitas coisas diferentes fora dos eixos turisticos.
    Como curiosidade, quando visitei a cidade de Parnaíba-PI, depois de rodar todo o centro da cidade, consegui informações com os taxistas e na banca de jornal, estes vivem a cidade…
    Quanto as bibliotecas, por mera burocracia trabalhista publica, não abrem nos fins de semana e feriados, assim, a maioria que só tem tempo para frequenta-las no fim de semana, fica sem este equipamento publico.

    Abs.

    Ielo

  9. Roberto, muito legal sua história, me lembrou das que eu e o Jorge tivemos quando fizemos o Almanaque do Futebol Paulista. Devo lhe dizer que entendo a sua “decepção”, mas o achado suplanta, e muito, esse fato.

    Parabéns!

    abs

    Rodolfo Kussarev

   
© 2019 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha