O Unidos de Sobradinho Atlético Clube foi fundado em 10 de maio de 1962, na cidade de Sobradinho (DF).
Geraldo Ribeiro foi o seu primeiro presidente.
Constam dos seus estatutos dois escudos (conforme acima) e quatro uniformes, a saber:
Uniforme nº 1: camisa azul, calção e meia brancos;
Uniforme nº 2: camisa com listras verticais em azul e branco, calção branco e meias com listras horizontais em azul e branco.
Uniforme nº 3: camisa branca com golas azuis, calção azul e meias brancas.
Uniforme nº 4: camisa azul com três faixas brancas verticais, calção e meias brancas com detalhes em azul.
Filiou-se a Federação Desportiva de Brasília em 1966. Neste ano, participou do campeonato do Departamento Autônomo da F.D.B. Na primeira fase dessa competição, os clubes foram divididos em três seções: Taguatinga, Plano Piloto e Sobradinho. Nesta última, o Unidos de Sobradinho ficou com uma das duas vagas, superando outras quatro equipes, classificando-se para a Fase Final da competição.
Em 1967, novamente disputou o campeonato do Departamento Autônomo (desta vez contando com mais uma seção, a do Gama), passando de novo para a Fase Final, quando chegou na sétima colocação.
Em 1969, foi um dos 24 clubes a disputar o campeonato brasiliense. Em sua estréia, no dia 13 de abril, foi goleado pelo Serviço Gráfico, por 4 x 1. Recuperou-se no jogo seguinte, em 20 de abril, ao golear o Rabello, por 6 x 2.
Sua campanha na Primeira Fase da competição foi muito fraca: nos dez jogos que disputou venceu três, empatou um e sofreu seis derrotas. Marcou e sofreu 18 gols, ficando com 0 de saldo. Com isso, ficou na oitava colocação entre os onze clubes do Grupo A e não passou para a Fase Final (somente os seis primeiros se qualificavam).
De 1970 a 1972, não disputou competições oficiais promovidas pela então Federação Metropolitana de Futebol.
No dia 16 de agosto de 1973 aconteceu a Assembléia Geral que aprovou a filiação do Unidos de Sobradinho.
Inscreveu-se no campeonato brasiliense de 1973, no qual estreou no dia 2 de setembro, sendo derrotado pelo Ceub, por 2 x 0.
Formou com Marcos, Sabará, Sir Peres, Jonas e Xavier; Sidney, Paulinho e Santos; Litinho, Geraldino e Reinaldo (Carrasco).
No primeiro turno, entre 10 times, ficou com a quinta colocação (dois pontos atrás do primeiro colocado, o Ceub) após a seguinte campanha: nove jogos, cinco vitórias, um empate e três derrotas. Marcou 18 gols e sofreu 8.
Veio o segundo turno, e não conseguiu repetir a boa campanha do primeiro. Ficou na sétima colocação. Nos oito jogos que disputou, venceu apenas um, empatou quatro e perdeu três. Marcou oito gols e sofreu 14.
No cômputo geral, somando os dois turnos, ficou com a quinta colocação.
Carlinhos e Santos foram seus artilheiros, cada um com seis gols.
Defenderam o Unidos de Sobradinho: Goleiros – Batista, Marcos e Gato; Defensores – Zezão, Sabará, Sir Peres, Sidney, Orlando e Xavier; Atacantes – Santos, Carlinhos, Litinho, Paulinho, Cid, Wesley, Jonas, Geraldino e Reinaldo. Técnicos: Manga, depois Chileno.
Em 1974, chegou a disputar o Torneio Início, no dia 14 de julho, sendo eliminado logo no primeiro jogo diante do Humaitá.
Disputou ainda o 1º turno do campeonato daquele ano. Antes de ser iniciado o segundo turno, o Unidos de Sobradinho desistiu de continuar disputando o campeonato e a Federação determinou a contagem de pontos para todos os seus adversários.
Em 13 de dezembro de 1974, uma Assembléia Geral Extraordinária decidiu por desfiliar o Unidos de Sobradinho.
Afastado da Federação, o Unidos de Sobradinho disputou a I Copa Arizona de Futebol Amador, que teve início no dia 19 de março de 1975, reunindo 64 equipes amadoras de todo o Distrito Federal.
Em uma das semifinais, o Unidos de Sobradinho marcou 2 x 0 sobre o Penharol, gols de Zezinho e Nidoval-contra.
Na final, em 25 de maio, nova vitória do Unidos de Sobradinho de 2 x 0, desta vez sobre o Humaitá, gols de Chenco.
Disputou as finais da Copa Arizona em São Paulo, nos dias 19, 20, 21 e 22 de junho de 1975 (não temos os resultados), juntamente com Colorado (Paraná), Romeu Martins (Fortaleza-CE), Ajax (Florianópolis-SC), Ouro Verde (Ijuí-RS),
Real Madrid (Belo Horizonte-MG), G. E. 2º Registro (São Paulo-SP) e E. C. Golfinho (Guarulhos-SP).
Antes do início do campeonato oficial de 1975 (no dia 20 de setembro), 13 jogadores que pertenciam ao Unidos de Sobradinho foram transferidos para o Campineira Futebol Clube.
O Campineira acabaria vencendo o campeonato brasiliense de 1975.
Passou, então, a disputar o Campeonato Regional de Sobradinho.
No ano de 1978 voltou a vencer a Copa Arizona de Futebol Amador. Na final, aconteceu empate de 1 x 1 entre Unidos de Sobradinho e Royal. Nos pênaltis, vitória e o título do Unidos de Sobradinho.
Ainda em 1978, participou do 1º Campeonato de Futebol Amador depois da implantação do profissionalismo no Distrito Federal (em 1976). Vinte equipes participaram. O Unidos de Sobradinho ficou entre as oito melhores colocadas na fase semifinal.
Em 1979 não se inscreveu nessa competição.
Daí em diante só disputou competições amadoras em Sobradinho.

Agradecimentos a José Jorge Farah pelo redesenho dos escudos.

  2 Responses to “CLUBES DE BRASÍLIA: UNIDOS DE SOBRADINHO ATLÉTICO CLUBE”

  1. Excelente, Ricardo…

    Aproveito e agradeço aos artigos e escudos de Brasilia inéditos que vc vem publicando.

  2. boa! se puder, gostaria muito que vc fizesse um artigo sobre o jaguar, q foi uma equipe tradicional e q tem seu escudo espalhado por varios sites.

    obrigado por esse trabalho, de resgatar times extintos.

   
© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha