Pesquisa de opinião ouviu 1,6 mil entrevistados no Estado e mostrou um retrato da paixão dos torcedores pelo futebol

O Avaí é o time catarinense com maior torcida no Estado. É o que revela pesquisa realizada pela Lupi & Associados, que ouviu 1,6 mil pessoas entre 6 e 24 de junho deste ano, a pedido do Grupo RBS. Ao serem questionados sobre por qual time de Santa Catarina torcem, 1.201 entrevistados (75% do total) revelaram alguma preferência. Neste quesito, o Avaí aparece com 30,6% das opções, seguido por Figueirense (19,8%), Criciúma (11,4%), Chapecoense (10,4%) e Joinville (8,9%).

Líder estadual, vice na sua própria região. Considerando os 227 entrevistados da Grande Florianópolis, quem lidera é o Figueirense, com 53,3%, deixando o time azurra para trás, com 48,8%. O Avaí volta a ser o catarinense número um entre os entrevistados do Vale do Itajaí (47,6%) e do Planalto Serrano (59,2%). No Norte, liderança para o Joinville (55,5%); o Sul é do Criciúma (67,5%); e o Oeste tem a Chapecoense na ponta (65,5%). Por região, a margem de erro é maior porque o número de entrevistados cai.

A pesquisa também sondou os torcedores sobre os times de SC com maior rejeição. E novamente o mais citado foi o Avaí (37,2%), seguido por Figueira (30,7%), Criciúma (10,1%), Joinville (8,1%) e Chapecoense (3,4%).

Alguns resultados são boas notícias para o futebol de SC. A Lupi perguntou, por exemplo, a opinião dos entrevistados sobre este esporte no Estado. Resultado: a maioria (51,8%) respondeu que está evoluindo ou está muito bom/bom. Outra boa nova da pesquisa está na pergunta sobre qual time – catarinense ou não – o entrevistado prefere. Neste item, 21% citaram times de SC. Este percentual é cinco vezes maior que os 4% obtidos em pesquisa idêntica que a Lupi fez em 1999. Gradualmente, o coração do torcedor vai sendo conquistado pelos clubes da terra.

Se revelou crescimento dos catarinenses na preferência, a pergunta do time preferido também deixou claro que ainda há um longo território a percorrer. O Flamengo lidera (18,4%), seguido por Grêmio (14,3%), Inter (9,8%), Corinthians (8%) e Vasco (7,8%). O Avaí, melhor classificado de SC, aparece na sexta posição (7,4%), com o Figueirense em oitavo (5,9%), atrás do São Paulo (7%).

A pesquisa é um dos mais representativos retratos já feitos sobre a paixão do torcedor de SC. Entrevistou moradores de 230 cidades, respeitando a proporcionalidade da distribuição da população e não se concentrando apenas em alguns poucos e grandes municípios, como costuma acontecer.

  4 Responses to “Ranking Catarinense de Torcidas”

  1. Absurdo é no Vale do Itajaí o Blumenau EC não estar entre os mais votados. Em pesquisas nos anos 80 e 90, o BEC era o terceiro atrás de Avaí e Figueirense.
    Mesmo o clube estando inativo (e vai voltar ainda nesta década!) os torcedores não morreram. Quase todos preferem dizer que torcem por Flamengo, Vasco, Fluminense…É freudiano.
    As pessoas tem medo de torcer por equipes pequenas para não se sentirem menores.
    Se ocorresse uma grave crise no Flamengo e o clube fechasse os torcedores continuariam sendo rubro-negros ou escolheriam outro time do Rio.
    Em Santa Catarina, eu sou Blumenau Esporte Clube…até meu último milésimo segundo de vida. Será sempre minha primeira opção.

  2. André, é mais irritante saber que existem pessoas que torcem pra times de outros países. No Brasil temos estados que não possuem times de Séries A ou B, clubes que não estão na mídia nacional. Acompanhar futebol em Roraima, por exemplo, só na metade do ano seria bem ruim – os estaduais ocorrem geralmente do primeiro semestre. São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul tem sim uma grande influência para o resto do Brasil por sempre terem grandes clubes disputando o Campeonato Brasileiro. Aqui em Santa Catarina até o final do século passado praticamente todos tinham dois clubes, do estado e de fora, e outros que só torciam para times de fora. Um outro exemplo é a Turquia, a maioria torcem pro Galatasaray ou pro Fenerbahçe e nem assim todos morem na província de Istambul, mas torcem por serem o maiores detentores de títulos no país.
    Corinthias, Flamengo e até o Palmeiras tem as maiores torcidas do Brasil justamente por causa de torcedores de outros estados, mas se não fosse assim, torcidas de clubes do Nordeste com certeza estariam no topo de qualque ranking.

  3. McNich,

    Muito interessante este artigo.

    As boas participações dos clubes catarinenses, demostra que estão obtendo resultados. A identificação dos florianopolitanos com seus clube é boa p/ ótima. Observa-se também a influencia da emigração gaucha no oeste catarinense, mesmo assim a Chapecoense parece abranger além do seu município, para todo o oeste.
    O mesmo podemos dizer do Cricíuma, domina todo sul, que embora próximo de Porto Alegre, há poucos torcedores do clubes gauchos.

    Fica a pergunta. Se o Joinville, quando de sua fundação após fusão, várias vezes campeão catarinense, tivesse mantido o nivel de suas equipes, sua torcida seria maior?

    É… O Joinville perdeu o bonde da história…

  4. se tem uma coisa que mais me irrita no futebol,essa seria ver que existem torcedores nao torcem para os times de seus estados.

   
© 2014 História do Futebol-Final Suffusion theme by Sayontan Sinha