O futebol em Pernambuco, desde a sua introdução, no início da década de 1900, já possuiu mais de cem clubes, entre equipes da capital e de municípios do interior do Estado.

Na década de 1910, houve um grande crescimento do número de clubes  de futebol pelos subúrbios recifenses.

Na época, o futebol era praticado por ingleses residentes na cidade, que jogavam bola nos quintais das suas casas, a maioria funcionários de companhias britânicas como a Great Western of Brazil Railway Company Limited, encarregada da construção de ferrovias no país, e a Pernambuco Tramways and Power Company Limited, responsável pelos serviços de bonde e energia elétrica no Recife.

A partir da criação da Liga Sportiva Pernambucana (LSP), em 1915, o futebol começou a dar os primeiros passos em termos de competições oficiais no Estado. A imprensa passou a dar mais cobertura dos jogos e o número de clubes aumentou.

O Sport Club do Recife foi o primeiro clube de futebol da cidade, fundado em 13 de maio de 1905.

O Clube Náutico Capibaribe já existia desde 1901, mas era uma agremiação dedicada a esportes aquáticos, especialmente ao remo, só iniciando-se no futebol em 1909. O Santa Cruz Futebol Clube foi criado em 1914.

Dos três grandes, como são conhecidos o Sport, o Náutico e o Santa Cruz, só esse último participou do primeiro campeonato pernambucano de futebol, realizado em 1915. Além do Santa, participaram da competição os seguintes times: Sport Club Flamengo, Torre Sport Club, Centro Esportivo do Peres, João de Barros (depois América Futebol Clube) e Coligação Esportiva Recifense.

 O campeão invicto foi o Sport Club Flamengo, clube fundado em 10 de abril de 1914. Alvinegro (calção branco, camisa preta com uma cruz branca no peito), o nome do clube veio da admiração dos seus associados pelo Flamengo, do Rio de Janeiro, campeão carioca daquele ano. O Patativa, como era chamado, participou do campeonato pernambucano de 1915 até 1949.

O Torre Esporte Club, fundado no dia 13 de maio de 1909, era um dos mais antigos da cidade. Sua origem foi o Agro Esporte Clube, constituído por alunos da Escola de Agronomia de Socorro, no município de Jaboatão, Região Metropolitana do Recife. Conquistou o título de campeão pernambucano, em 1926, e o bi-campeonato nos anos de 1929 e 1930. Era conhecido como Madeira Rubra.

O João de Barros Futebol Clube foi criado no dia 12 de abril de 1914, numa residência na Av. João de Barros, daí a sua denominação. No ano seguinte, em agosto de 1915, passou a se chamar América Futebol Clube, participando já com o novo nome do primeiro campeonato pernambucano. O time alviverde (camisa e meias verdes, calção branco) conquistou o título de campeão pernambucano nos anos de 1918, 1919, 1921, 1922, 1927 e 1944.  Licenciado da Federação Pernambucana de Futebol desde 1996, o clube deve voltar a participar da competição a partir de 2011.

No campeonato do ano seguinte, em 1916, além do Sport e Náutico participaram também o Casa Forte e o Paulista, e, em 1919, estreou o Varzeano Futebol Clube, criado em 13 de maio de 1917 e em cujo campol, o Ambolê, no bairro da Várzea, foi realizado o primeiro jogo noturno em Pernambuco. 

A partir do final da década de 1920, o futebol suburbano recifense teve um grande impulso, com a criação da Associação Suburbana dos Desportos Terrestres (ASDT), em 1º de fevereiro de 1929. Seus primeiros afiliados foram os seguintes times: Tráfego, Aurora, Fluminense, Afogadense, Arruda Diversional, Monteirense, Santos Dumont, Independência, Varzeano, Cordeirense, Rio Branco, Palmeiras, Torre, Associação Atlética do Arruda, Auto Sport, Nacional, Pina, Recife, Rio Corrente, Jutaí, Atheniense, Tuyuti, ABC, Íris, Great Western e Tejipió.

Com a criação da ASDT, o futebol suburbano cresceu tanto, que os jogos da primeira divisão do campeonato pernambucano começaram a ficar vazios quando coincidia ter algum clássico suburbano. Vários desses times, incentivados pelo bom futebol e pelas torcidas, ingressaram na primeira divisão do futebol pernambucano, como o Atheniense, Great Western, Associação Atlética do Arruda, Fluminense, Israelita, Encruzilhada e Íris.  Um jogo entre o Íris e o Atheniense, por exemplo, levava uma multidão ao campo onde fosse realizada a partida pelos bairros do Recife.

O Íris Sport Club, fundado no dia 22 de fevereiro de 1920, por funcionários de uma fábrica de tijolos do bairro da Torre, iria se chamar inicialmente Olaria Sport Club. Os funcionários, no entanto, resolveram mudar o nome para Íris, por causa das cores azul e branca adotadas pelo time. Sua mascote era um periquito azul.

 O Centro Sportivo Pernambucano, participou uma única vez do campeonato pernambucano, em 1926. Da sua data de fundação não foi encontrado registro.

 Criado no dia 13 de maio de 1947, O Asas Esporte Club, antigo PARAER, era formado por funcionários da Aeronáutica, participou do campeonato pernambucano, de 1958 a 1961.

Diversos municípios do interior de Pernambuco também criaram seus times. O Centro Limoeirense, fundado em 15 de setembro de 1913, no município de Limoeiro, só fez sua estréa na divisão especial do campeonato em 1963, participando ainda da competição nos anos de 1964, 1996-1997, 2001, 2008.

O Central Sport Club, de Caruaru, fundado em 15 de junho de 1919, estreou no campeonato pernambucano no ano de 1937, sendo o primeiro time interiorano a participar da competição.

O Íbis Sport Club foi fundado no dia 15 de novembro de 1938, pela Tecelagem de Seda e Algodão de Pernambuco (TSAP), do município de Paulista, na Região Metropolitana do Recife. Nos anos 1980, ficou conhecido nacionalmente como “o pior time do mundo”, após quase três anos sem vencer nenhum jogo. Foram 55 partidas sem vitórias (sete empates e 48 derrotas), marcando só 25 gols e tomando 231. O seu mascote, o íbis, é um animal da mitologia egípcia. Chegou a conquistar dois títulos do Torneio Início (1948 e 1950) e vencer times considerados grandes. Estreou no campeonato pernambucano em 1947, participando ainda da competição nos seguintes anos: 1950, 1952-1970, 1972-1976, 1978-1987, 1989- 1991, 2000.

O Sete de Setembro, de Garanhuns, como diz seu nome, foi criado no dia 7 de setembro de 1950. Hexacampeão do município, sua estréa no pernambucano só aconteceu em 1982. O time participou também do campeonato nos anos de 1982 a 1994 e de 2008 a 2010.

Fundado no dia 6 de junho de 1952, o Destilaria Esporte Clube, atual Associação Desportiva Cabense, do Cabo de Santo Agostinho, participou dos campeonatos de 1996-1998, 2007, 2009-2010, conseguindo o título de vice-campeão pernambucano da segunda divisão, em 2006 e 2008.

Seguem, abaixo, os campeões pernambucanos de futebol de 1915 a 2010, assim como duas relações alfabéticas: times pernambucanos existentes no período de 1905 a 2010 e os times que participaram do campeonato desde 1915:

CLUBES CAMPEÕES DE 1915 A 2010

 

Flamengo Esporte Clube – 1915.

Sport Club do Recife – 1916-1917, 1920, 1923-1925, 1928, 1938, 1941-1943, 1948-1949, 1953, 1955-1956, 1958, 1961-1962, 1975, 1977, 1980-1982, 1988, 1991-1992, 1994, 1996-2000 (pentacampeão), 2003, 2006-2010 (pentacampeão).

América Futebol Clube – 1918-1919, 1921-1922, 1927, 1944.

Torre Futebol Clube – 1926, 1929-1930.

Santa Cruz Futebol Clube – 1931-1933, 1935, 1940, 1946-1947, 1957, 1959, 1969-1973 (pentacampeão), 1976, 1978-1979, 1983, 1986-1987, 1990, 1993, 1995, 2005.

Clube Náutico Capibaribe – 1934, 1939, 1945, 1950-1952, 1954, 1960, 1963-1968 (hexacampeão), 1974, 1984-1985, 1989, 2001-2002, 2004.

Tramways Sport Club – 1936-1937.

 

RELAÇÃO ALFABÉTICA DOS TIMES PERNAMBUCANOS DE FUTEBOL DE 1905 A 2010

 

ABC (Apipucos, Recife)
Afogadense (Recife)
Agro Sport Clube (depois Torre Sport Club, Recife)
Alumínio (São Caetano)
América Futebol Clube (antes João de Barros, Recife)
América Futebol Clube (Petrolina)
Americano (Recife)
Arruda Diversional (Recife)
Arsenal (Fernando de Noronha)
Asa Branca Futebol Clube (Recife)
Asas Esporte Clube (Recife)
Associação Atlética do Arruda (Recife)
Associação Atlética Banco do Brasil (Recife)
Associação Atlética Banco do Brasil (São José do Egito)
Associação Atlética das Vovozinhas (depois Associação Atlética Santo Amaro,  Associação Atlética Casa Caiada, Recife Futebol Clube, Manchete Futebol Clube do Recife )
Associação Atlética Santo Amaro (depois Associação Atlética Casa Caiada, Recife Futebol Clube, Manchete Futebol Clube do Recife)
Associação Atlética do Arruda (Recife)
Associação Atlética Great Western (depois Ferroviário Esporte Clube do Recife e  Clube Ferroviário do Recife)
Associação Atlética Maguari (Bonito)
Associação Atlética Santo Amaro (Recife)
Associação Desportiva Cabense (Cabo de Santo Agostinho)
Associação Desportiva Pitu (Vitória de Santo Antão)
Associação Desportiva Vitória (Vitória de Santo Antão)
Associação Esportiva Central Barreiros (Barreiros)
Associação Esportiva Campanhia Portela (Jaboatão)
Associação Esportiva DR-5 (Goiana)
Associação Noroenhense de Veterenos (Fernando de Noronha)
Atheniense Futebol Clube (Recife)
Atlético (Camaragibe)
Atlético (Gravatá)
Atlético Clube Caruaru (Caruaru)
Atlético Clube Goiana (Goiana)
Atlético Cultural Alegrense (Glória do Goitá)
Atlético de Campos Novos (Campos Novos)
Aurora (Recife)
Auto Sport Club (Recife)
Bahia (São José do Egito)
Bahia Futebol Clube (Recife)
Belo Jardim Fiutebol Clube (Belo Jardim)
Benfica (Passira)
Bezerrerense Futebol Clube (Bezerros)
Botafogo Esporte Clube (Recife)
Cabense  VER Associação Desportiva Cabense
Caiano Sport Club (Petrolina)
Capelle Futebol (Ribeirão)
Carpina Sport Club (Carpina)
Caruaru Atlético Clube (antes Esporte Clube Caruaru)
Casa Forte (Recife)
Casa Forte Futebol Clube (Recife)
Central Sport Club (Caruaru)
Centro Esportivo do Peres (Recife)
Centro Esportivo Lajedense (Lajedo)
Centro Sportivo Pernambucano (Recife)
Centro Regional do Brum (Recife)
Cinco Estrelas (Garanhuns)
Club Sportivo da Encruzilhada (Recife)
Club Sportivo Perez (Recife)
Clube Atlético Salgueirense (Salgueiro)
Clube Ferroviário do Recife (antigo Great Western, Recife)
Clube Náutico Capibaribe (Recife)
Colligação Esportiva Recifense (Recife)
Comercial Esporte Clube (Pesqueira)
Comercial Futebol Clube (Serra Talhada)
Comércio Futebol Clube (Caruaru)
Compare Futebol Clube (Floresta)
Cordeirense (Recife)
Coritiba (Tabira)
Cruzeiro (Água Preta)
Cultura (Belo Jardim)
Danado do Mar (Fernando de Noronha)
Destilaria Esporte Clube (Associação Desportiva Cabense (Cabo de Santo Agostinho)
Efal (Olinda)
Elmo Esporte Clube (Jaboatão dos Guararapes)
Encruzilhada (Recife)
Equador Futebol Clube (Recife)
Espinheiro Futebol Clube (Itapissuma)
Esporte Clube Caruaru (depois Caruaru Atlético Clube e posteriormente Porto)
Esporte Clube Palmeira (Recife)
Estreito (São José do Egito)
Estudantes Futebol Clube (Recife)
Estudantes Sport Club (Timbaúba)
FAB (Força Aérea Brasileira) (Fernando de Noronha)
Ferroviária Esporte Clube (Petrolina)
Ferroviário (Sertânia)
Ferroviário Esporte Clube (Serra Talhada)
Flamengo Futebol Clube (Olinda)
Fluminense (Recife)
Fluminense (Belém de São Francisco)
Galera Futebol Clube (Lagoa de João Carlos)
Galo de Ouro (Tabira)
Gameleira Esporte Clube (Gameleira)
Great Western   VER Associação Atlética Great Western
Grêmio (Fernando de Noronha)
Grêmio Esportivo Ipiranga (Chã Grande)
Grêmio Esportivo Petribu (Carpina)
Grêmio recreativo Petrolândia (Petrolândia)
Grêmio São José (Surubim)
Grêmio Sport Beleense (Belém do São Francisco)
Guarani (Alagoinha)
Guarani (Salgueiro)
Guarani (Tracunhaém)
Guarany (Jaboatão dos Guararapes)
Guimarães (Ouricuri)
Ibirajuba (Ibirajuba)
Íbis Sport Club (Paulista)
Ideal (São José do Egito)
Independência (Recife)
Independente Atlético Clube (Garanhuns)
Independente Futebol Clube (Lagoa de João Carlos, driito de Frei  Miguelinho)
Itacuruba Sport Club (Itacuruba)
Intercontinental (Ipojuca)
Internacional (Recife)
Ipiranga (São José do Egito)
Ipiranga Futebol Clube (São Lourenço da Mata)
Íris Sport Club (Recife)
Israelita Sport Club (Recife)
Itapetinense (Itapetim)
João de Barros Futebol Clube (depois América Futebol Clube, Recife)
Jutaí Esporte Clube (Recife)
Korujão (Carpina)
Leão XIII Futebol Clube (Catende)
Londrina (São José do Egito)
Luz e Força Esporte Clube (Recife)
Macaparana Foot-Ball Club (Macaparana)
Manchete Futebol Clube (ex- Recife Futebol Clube, Recife)
Maravilha (Fernando de Noronha)
Mocidade Futebol Clube (Recife)
Modesto Esporte Clube (Recife)
Moinho Recife Esporte Clube (Recife)
Monteirense (Recife)
Montenegro Esporte Clube (Recife)
Nacional (Recife)
Náutico  VER Clube Náutico Capibaribe
Náutico Esporte Clube (Petrolina)
Náutico Trigueiros (Vicência)
Náutico Trindade (Trindade)
Noronhão (Fernando de Noronha)
Palmeiras Esporte Clube (Petrolina)
Palmeiras Torre Futebol Clube (Recife)
Palmeiras Uchoa Esporte Clube (Recife)
Paulista Futebol Clube
Paulistano Futebol Clube (Paulista)
Pernambuco (Recife)
Petrolina Social Futebol Clube (Petrolina)
Pina Esporte Clube (Recife)
Planalto (São José do Egito)
Planeta Futebol Clube (Recife)
Porto Futebol Clube (união do Caruaru Atlético Clube com um time amador)
Portuguesa (Toritama)
Poty Futebol Clube (Fernando de Noronha)
1º de Maio Esporte Clube (Petrolina)
Real Independente (Toritama)
Recife Futebol Clube (atual Manchete Futebol Clube)
Rio Branco (Recife)
Rio Corrente (Recife)
Rio Negro (Recife)
Roma (Limoeiro)
Salgueiro Atlético Clube (Salgueiro)
Santa Cruz (Belo Jardim)
Santa Cruz Futebol Clube (Recife)
Santa Cruz Futebol Clube do Carpina (Carpina)
Santa Maria Athletico Club (Recife) (1906 – ???)
Santo Amaro (mudou para Casa Caiada, Recife e Manchete)
Santos Dumont (Recife)
São Jorge (Trindade)
Serrano Futebol Clube (Serra Talhada)
Sete de Setembro Esporte Clube (Caruaru)
Sociedade Cultural Buíque (Buíque)
Sport Club Bahia (Santa Cruz do Capibaribe)
Sport Club Bangu (Recife)
Sport Club Camela (Chã Grande)
Sport Club Caruaruense (Caruaru) (1918 – ???)
Sport Club do Recife (Recife)
Sport Club Flamengo (Recife)
Sport Club Tabira (Tabira)
Sport Clube Pontezinha (Cabo de Santo Agostinho)
Surubim Futebol Clube (Surubim)
Tamoio Futebol Clube (Olinda)
Tejipió Esporte Clube (Recife)
Torre Sport Club (Recife)
Tráfego
Tramways Sport Club (Recife) (1934 – ???)
Três Paus (Fernando de Noronha)
Tuyuti Futebol Clube (Recife)
União (Vicência)
União Esporte Clube (Paulista)
União Esporte Clube (Pesqueira)
União Peixe Esporte Clube (Pesqueira)
Unibol Pernambuco Futebol Clube (Paulista)
Varzeano Futebol Clube (Recife)
Vasco da Gama (Sanharó)
Velox (Recife)
Vera Cruz Futebol Clube (Caruaru)
Vera Cruz Futebol Clube (Salgadinho)
Vila Rica Esporte Clube (Gameleira)
Ypiranga (Santa Cruz do Capibaribe)

 

RELAÇÃO ALFABÉTICA DOS CLUBES QUE PARTICIPARAM DO CAMPEONATO PERNAMBUCANO DE FUTEBOL, NO PERÍODO DE 1915 A 2010:

América Futebol Clube (Recife), 1915-1958, 1963-1995
Araripina Futebol Clube (Araripina), 2010
Asas Futebol Clube (Recife), 1958-1961
Associação Acadêmica e Desportiva Vitória das Tabocas (Vitória de Santo Antão), 2009–2010
Associação Atlética Arruda (Recife), 1931
Associação Atlética Casa Caiada (Recife), 1994
Associação Atlética Great Western (Recife), 1932-1933, 1936-1938, 1940-1946, 1949, 1952-1954
Associação Atlética Santo Amaro (Recife), 1966-1970, 1972-1976, 1987-1993
Associação Desportiva Cabense (Cabo de Santo Agostinho), 1996-1998, 2007, 2009-2010
Associação Desportiva Pitu (Vitótia de Santo Antão), 1974
Associação Desportiva Vitória (Vitória de Santo Antão), 1991-2001, 2005, 2006
Associação Esportiva Campanhia Portela (Jaboatão), 1944-1945
Associação Garanhuense de Atletismo (AGA, Garanhuns), 2001-2004
AGA  VER  Associação Garanhuense de Atletismo
Atheniense Futebol Clube (Recife), 1933
Atlético Clube Caruaru, 1979, 1983, 1985, 1987, 1989-1990
Auto Esporte Clube Recife), 1951-1958
Belo Jardim Futebol Clube (Belo Jardim), 2007
Caruaru Atlético Clube (Caruaru), 1979-1987, 1989-1992
Casa Forte Futebol Clube (Recife), 1916-1917
Central Sport Club (Caruaru), 1937, 1961-1998, 2000-2004, 2006-2010
Centro Limoeirense de Futebol (Limoeiro), 1963-1964, 1994, 1996-1997, 2001, 2008
Club Sportivo da Encruzilhada (Recife), 1929-1935
Club Sportivo Perez (Recife), 1915-1917, 1919-1924
Clube Atlético do Porto (Caruaru), 1994-2002, 2004
Clube Ferroviário do Recife, 1955-1976, 1978-1984, 1986, 1990-1994
Clube Náutico Capibaribe (Recife), 1916–2010
Colligação Sportiva Recifense (Recife), 1915
Comercial Esporte Clube (Serra Talhada),  1980-1982
Destilaria Esporte Clube (Cabo de Santo Agostinho), 1992-1995
Equador Esporte Clube (Recife), 1922-1924, 1926-1930
Esporte Clube Caruaru, 1977-1978, 1980-1982, 1984, 1986, 1990-1992
Estudantes Futebol Clube (Recife), 1955-1958
Estudantes Sport Club (Timbaúba), 1989-1995, 2006
Ferroviário Esporte Clube (Serra Talhada),  1998-2002
Flamengo Esporte Clube (Arcoverde), 1993 – 1994, 1997, 1999
Grêmio Lítero Recreativo de Petrolândia, 1998
Íbis Sport Club (Paulista), 1947-1950, 1952-1970, 1972-1976, 1978-1987, 1989-, 1991, 2000
Intercontinental Futebol Clube do Recife, 2002-2003
Íris Sport Club (Paulista), 1930-1934, 1936-1938, 1940
Israelita Sport Club (Recife), 1931-1933
Itacuruba Sport Club, 2003-2005
Manchete Futebol Clube (Paulista), 2005
Moinho Recife Eporte Clube, 1947, 1949
Paulista Futebol Clube (Recife), 1916-1917
Paulistano Futebol Clube (Paulista), 1982-1993
Petrolina Social Futebol Clube, 2002-2005, 2008-2009
1º de Maio Esporte Clube (Petrolina), 1997-1998, 2003
Recife Futebol Clube, 1997-2004
Salgueiro Atlético Clube (Salgueiro), 2006, 2008–2010
Santa Cruz Futebol Clube (Recife), 1915– 2010
Serrano Futebol Clube (Serra Talhada),  2004-2009
Sete de Setembro Esporte Clube (Garanhuns), 1982-1994, 2008-2010
Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube (Santa Cruz do Capibaribe), 1995-1997, 2005–2010
Sport Club do Recife, 1916-1977, 1979–2010
Sport Club Flamengo (Recife), 1915-1938, 1940-1947, 1949
Surubim Futebol Clube, 1999
Torre Sport Club (Recife), 1915-1940
Tramways Sport Club (Recife), 1935-1941
Unibol Pernambuco Futebol Clube (Goiana), 1999-2000
Varzeano Sport Club (Recife), 1919-1921, 1933
Vera Cruz Futebol Clube (Vitória de Santo Antão), 2007–2008, 2010
Ypiranga  VER Sociedade Esportiva Ypiranga Futebol Clube (Santa Cruz do Capibaribe)

 

Fonte: http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/index.php?option=com_content&view=article&id=799&Itemid=1

  2 Responses to “Times Pernambucanos 1905 – 1910”

  1. Parabéns ao Roberto e principalmente a Lúcia Gaspar, bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco-PE, autora responsável pela pesquisa e artigo.

    Um nome feminino num trabalho de pesquisa sobre futebol é muito bom.

  2. Roberto e Amigos,

    Excelente artigo, explicativo e sintético.
    Este artigo é um bom exemplo, que existe artigos de outros autores fora do blog que merece ser publicados aqui.

    Claro, que, muitas da informações deste artigo já são de conhecimento de muitos membros do blog, mas serve, e muito, para “xecar” nossos arquivos. Principalmente neste caso, com fonte no site que publica artigos educacionais.

    Abs.

    Em tempo e fora do blog especifico, até mesmo para divulgação:

    Parabéns Roberto Saraiva pelos 50 mil acessos no seu Blog Clubes do Mundo.

   
© 2014 História do Futebol-Final Suffusion theme by Sayontan Sinha