[img:Tupi.jpg,full,centralizado]

Achei esta matéria e repasso aos amigos,

No final do ano de 1965, o Cruzeiro ganhou o título de Campeão Mineiro, e o Tupi teve uma de suas piores campanhas, ficando em último lugar no Campeonato de Juiz de Fora. Em janeiro de 1966, o Tupi convidou o Cruzeiro para um jogo em Juiz de Fora e, com seu time renovado, venceu o jogo por 3 a 2, derrotando a famosa equipe de Tostão, Dirceu, Zé Carlos, Piazza, Natal e outros craques. Um time de Juiz de vencer o grande Cruzeiro? Belo Horizonte não poderia engolir esta afronta. Por isso, o Tupi foi convidado a jogar com o Atlético, no Mineirão, quando, além de gozar dos rivais cruzeirenses, os atleticanos vingariam o futebol da capital. Resultado do desafio: o Tupi ganhou por dois a um do Atlético, que era dirigido por Paulo Amaral. Um novo desafio foi feito pelo América Mineiro, dirigido por Yustrick, já que o Tupi estava desmoralizando o futebol de Belo Horizonte. Mas uma nova vitória do Tupi por dois a um foi o que aconteceu. Imagine só, o Tupi derrotar os três times da capital. Isso não poderia ficar assim, e o Cruzeiro pediu uma revanche do jogo realizado aqui, dizendo que, no Mineirão, ia arrasar com o Tupi e acabar com a brincadeira. Nova vitória do Tupi por dois a um fez todo o Brasil falar naquela equipe, que acabou sendo convidada para treinar com a Seleção brasileira de Pelé e Garrincha em Caxambu, quando empatou em um a um. O técnico do Tupi, Geraldo Magela Tavares, lembra a escalação do time responsável por grandes façanhas: Waldir, Manoel, Murilo, Dário Mendes e Walter, França e Mauro, João Pires, Toledo, Vicente e Eurico.

Elaborado a partir de pesquisas na Biblioteca da CBF, Rádio Itatiaia e Jornal A Tribuna de Minas

http://www.tupijf.com.br

  One Response to “Tupi,o Fantasma do Mineirão”

  1. Morei em JF por quase 20 anos e sempre ouvi esta história em Santa Terezinha (onde fica o estádio do Tupi). Não cheguei a buscar confirmação, mas em um ano (não me lembro qual) houve um campanha na TV local incentivando o time. Uma das personagens chamadas foi o Juarez Soares (o China) que mencionou o feito nos anos 60 (referindo-se a uma das maiores retrancas do Brasil). Dei maior credibilidade depois do depoimento. O post somente ratifica a história.

   
© 2019 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha