Torneio de Futebol Copa do Mundo de Viareggio Carnaval Cup , mais conhecido como o Torneio de Viareggio ou às vezes Carnaval Cup , é um torneio de futebol internacional de jovens, organizado pelo Centro Juvenil de Jogadores de Viareggio e é realizada desde 1949 no período de  Carnaval daí o nome . É reconhecida oficialmente pela FIFA e UEFA . Nascido anteriormente como Viareggio Tournament-Cup Carnival , que levou seu nome atual da edição de 2009. Milan/ITA é o maior campeão com 9 títulos, foi também o 1º campeão em 1949, Fiorentina/ITA e Roma/ITA com 8 títulos, e Internazionale/ITA que venceu em 2015 com 7 títulos. O Brasil ainda não conquistou esta competição que participa desde 1983,  a melhor classificação foi o vice campeonato, uma com o SE Irineu/SC em 1998,  outra com o Vitória/BA em 2001. Campinas/SP em 2000 e Ituano/SP foram 3º lugar.

Resultado de imagem para palmeiras

A primeira equipe brasileira  a participar foi o Palmeiras/SP em 1983 não passando da 1ª fase.

Fiorentina 2×0 Palmeiras 

Palmeiras 2×0 Polonia Varsavia/POL

Palmeiras 0×1 US Catanzaro/ITA

Resultado de imagem para palmeiras

O Brasil só voltaria a participar novamente  10 anos depois em 1993, mais uma vez com o Palmeiras/SP, de novo não passaram da 1º fase e ainda sofreram um humilhante 8×0 na estréia.

Reggina/ITA 8×0 Palmeiras

Genoa/ITA 0×0 Palmeiras

Palmeiras 1×0 Juventus/ITA

Resultado de imagem para flamengo escudo

Em 1994 foi a vez do Flamengo/RJ tentar a sorte…”Vingou” a honra brasileira ao derrotar o Reggina dos 8×0 do ano anterior na estréia mas depois não venceu e também foi eliminado ainda na 1ª fase.

Flamengo 2×0 Reggina/ITA

Fiorentina/ITA 1×0 Flamengo

Roma/ITA 0×0 Flamengo

Em 1998 , 3 foram para a disputa internacional, Vitória/BA, Nacional/SP e o desconhecido SE Irineu/SC. O Vitória surpreendeu ao derrotar a Inter de Milão na partida inicial mas parou por ai, saindo também na 1ª fase.

Internazionale/ITA 0×1 Vitória

Venezia/ITA 1×1 Vitória

Udinese/ITA 2×0 Vitória

O Nacional/SP decepcionou muito, fez a pior campanha do Brasil na competição até este ano de 1998 com 3 derrotas.

Juventus/ITA 2×0 Nacional

Gagliari/ITA 2×1 Nacional

Bari/ITA 1×0 Nacional

O mais surpreendente ficou para o Irineu/SC, um clube que ninguém conhecia, inclusive no Brasil é um mero anônimo…Foi mais longe até hoje entre os brasileiros(junto com Vitória/BA), conquistou o vice campeonato, só parou no Torino/ITA. Passou em uma chave fortíssima com Manchester United, Milan e Pama. Na segunda fase seguiu passando por equipes gigantes, veio Roma, Juventus…E nas semi finais o reencontro com o Milan maior campeão não assustou, e veio a vingança da 1ª fase e vaga na final. Mas o sonho o título inédito parou no Torino com com este título chegou ao Hexa campeonato(seu ultimo título na competição).

Manchester United/ING 0×2 Irineu

Milan/ITA 2×1 Irineu

Parma/ITA 0×2 Irineu

Oitavas de final

Irineu 2×1 Roma/ITA

Quartas de final

Irineu 1×1 Juventus/ITA (nos pênaltis Irineu 4×2 Juventus)

Semi final

Milan/ITA 0×0 Irineu (nos pênaltes Milan 3×5 Irineu)

Final

Torino/ITA 2×0 Irineu

Resultado de imagem para Comercial de Ribeirão Preto/SP

Em 1999 Irineu voltou a disputar, junto com Vitória/BA e Comercial de Ribeirão Preto/SP. O Comercial passou o Nacional como pior campanha, 2 goleadas nenhum gol marcado e 9 sofridos.

Como/ITA 2×0 Comercial

Torino/ITA 3×0 Comercial

Boca Juniors/ARG 4×0 Comercial

O Irineu atual vice campeão voltava com pompa favorito, mas…Segurou a lanterna da chave com apenas 1 ponto.

Siena/ITA 0×0 Irineu

Internazionale/ITA 2×0 Irineu

Udinese/ITA 3×1 Irineu

Já o vitória conseguiu ser o 2º brasileiro a avançar de fase, e a classificação veio de forma emocionante, com direito a eliminação de argentino, ao derrotar o Ríver os baianos passaram em 2º lugar. Porém a festa acabou logo depois, a goleada para o Milan encerrou a participação da equipe.

Empoli/ITA 2×2 Vitória

Napoli/ITA 1×0 Vitória

Vitória 2×1 Ríver Plate/ARG

Oitavas de final

Milan 4×0 Vitória

Resultado de imagem para Corinthians escudo

Em 2000 foram 8 participantes, nunca tiveram tantos brasileiros presentes…Corinthians/SP, Santa Catarina/SC, Campinas/SP, São Bento/SP, Matsubara/PR, Linense/SP,  Irineu/SC, Vitória/BA.

Corinthians em sua primeira participação foi bem longe, após passar as oitavas eliminou Roma, mas caiu em seguida com goleada para o Empoli.

Lazio/ITA 0×0 Corinthians

Corinthians 1×1 Milan/ITA

Maccabi Haifa/ISR 1×4 Corinthians

Oitavas de final

Roma/ITA 0×0 Corinthians ( nos pênaltes  Roma 4x5 Corinthians)

Quartas de final

Empoli/ITA 3×0 Corinthians

Resultado de imagem para clube Santa Catarina

O outro catarinense a jogar a competição não teve o mesmo sucesso do conterrâneo e saiu logo na 1ª fase.

Empoli/ITA 3×2 Santa Catarina

Pistoiese/ITA 4×4 Santa Catarina

Bari/ITA 0×0 Santa Catarina

O Campinas passou em um grupo relativamente fácil, seguiu dando sorte nos confrontos, e avançou contra Verona e Vicenza, mas parou na Fiorentina, mas levou a 3ª posição contra a Inter de Milão para casa de consolo.

Resultado de imagem para campinas fc

Perugia/ITA 2×3 Campinas

Marconi Stallions/Austrália 0×1 Campinas

Napoli/ITA 1×1 Campinas

Oitavas de final

Campinas 2×0 Verona/ITA

Quartas de final

Campinas 2×1 Vicenza/ITA

Semi final

Campinas 0×0 Fiorentina/ITA (nos pênaltes Campinas 2×4 Fiorentina)

Disputa do 3º lugar

Internazionale/ITA 1×2 Campinas

Resultado de imagem para São Bento de Sorocaba

São Bento de Sorocaba não empolgou e saiu na 1ª fase.

Salernitana/ITA 1×0 São Bento

Jomo Cosmos/POL 0×1 São Bento

Fiorentina/ITA 4×1 São Bento

Matsubara/PR não se classificou, porém aplicou  a maior goleada brasileira na competição 8×0 no Stati Uniti Commack United NY/EUA, que também levou de 8×0 da Inter.

Verona/ITA 1×0 Matsubara

Stati Uniti Commack United NY/EUA 0×8 Matsubara

Internazionale//ITA 2×1 Matsubara

Resultado de imagem para linense sp

Linense/SP foi outro debutante que caiu ainda na 1ª fase.

Vicenza/ITA 2×1 Linense

AB 3×3 Linense

Juventus/ITA 2×1 Linense

Irineu mais uma vez entra na competição em busca de repetir a campanha de 98, só que outra vez volta pra casa sem passar da 1ª fase. 

Livorno/ITA 2×3 Irineu

Pumas UNAM/MÉX 1×1 Irineu

Roma/ITA 3×2 Irineu

Vitória não empolga, é eliminado mesmo invicto na 1ª fase.

Siena/ITA 0×0 Vitória

Lugano/PAR 0×1 Vitória

Atalanta/ITA 1×1 Vitória

Resultado de imagem para Corinthians escudo

2001 Corinthians/SP outra vez avança de fase, mas nesta cai nas oitavas para Juventus/ITA.

Fiorentina/ITA 1×1 Corinthians

Corinthians 2×0 Standard Liege/BEL

Corinthians 0×0 Empoli/ITA

Oitavas de final

Corinthians 0×1 Juventus/ITA

O Vitória quem no ano anterior saiu na 1ª fase invicto nesta tem mais sucesso, se classifica líder da chave, nas oitavas passa pela Inter de Milão, depois pela Juventus de Turim, e nas semifinais um confronto inédito, pela 1ª vez brasileiros se enfrentam na competição, os baianos eliminam os paulistas e vão para a final diante do Milan, mas acabam perdendo por 3×1.

Napoli/ITA 0×0 Vitória

Vitória 4×0 Guangdong/China

Vitória 1×0 Padova/ITA

Oitavas de final

Vitória 1×0 Internazionale/ITA

Quartas de final

Vitória 2×2 Juventus/ITA (nos pênaltes Vitória 3×2 Juventus)

Semi final

Ituano/SP 1×2 Vitória

Final

Milan/ITA 3×1 Vitória

Resultado de imagem para ituano

O Ituano passa com duas goleadas aplicadas na fase de grupos, no mata mata elimina Roma e Fiorentina, mas não passa pelo Vitória/BA, mas termina como a melhor 3ª equipe da competição vencendo Torino nos penais.

Torino/ITA 1×0 Ituano

Ituano 4×1 Jomo Cosmos/Africa do Sul

Ituano 4×1 Reggina/ITA

Oitavas de final

Roma/ITA 1×2 Ituano

Quartas de final

Ituano 1×0 Fiorentina/ITA

Semi final

Ituano 1×2 Vitória/BA

Disputa do 3º lugar

Torino/ITA 1×1 Ituano (nos pênaltes Torino 3×4 Ituano)

Na única participação do Acre no torneio, Juventus sai a 1ª fase mas pelo menos consegue uma vitória.

Milan/ITA 1×0 Juventus

Juventus 1×0 Pumas UNAM/MÉX

Juventus 1×2 Vicenza

Resultado de imagem para campinas fc

Campinas volta para repetir a campanha de 3º colocado, vai relativamente bem na 1ª fase, porém cai logo nas oitavas para o poderoso Milan.

Parma/ITA 0×2 Campinas

Campinas 0×1 New York City/EUA

Campinas 1×0 Verona/ITA

Oitavas de final

Milan/ITA 1×0 Campinas

O Bauru/Sp em sua única participação dá adues na 1ª fase, se despede com vitória sobre o Palermo.

Roma/ITA 1×0 Bauru

Bauru 0×1 Vilanovense/POR

Bauru 3×2 Palermo/ITA

Resultado de imagem para xv de piracicaba

Sua única participação o XV de Piracicaba/SP acaba caindo sem vencer nenhuma partida.

Internazionale/ITA  1×1 XV de Novembro

XV de Novembro 1×1 Marconi Stallions/Austrália

XV de Novembro 0×4 Lazio/ITA

2002 Apenas uma equipe, a Desportiva do Espírito Santo, que na estréia passa pelo Perugia, na partida seguinte o poderoso Bayern de Munique sucumbiu a força dos capixabas e foi goleado por 3×0, já classificada empatou com a Roma terminando na liderança. Mas logo nas oitavas acabou eliminada pelos romenos do UTA

Perugia/ITA 0×1 Desportiva

Bayern de Munique/ALE 0×3 Desportiva

Roma/ITA 1×1 Desportiva

Oitavas de final

Desportiva 0×1 UTA Arad/ROM

Resultado de imagem para escudo santos

2003  O Santos até derrota o Parma, mas o empate com o Florentia Viola (Fiorentina na fase de ressurgimento da quase falência) e derrota para Juvi os manda pra casa mais cedo.

Florentia Viola/ITA 1×1 Santos

Parma/ITA 1×2 Santos

Juventus/ITA 3×2 Santos

Novamente Irineu decepciona, outra vez não consegue se quer avançar de fase.

Ascoli/ITA 0×1 Irineu

Messina/ITA 3×1 Irineu

Brescia 0×1 Irineu

A Desportiva não é nem de longe a mesma equipe de 2002 e dá adeus ainda na 1ª fase

Benevento/ITA 1×0 Desportiva

Obilic/SER 0×0 Desportiva

Vicenza/ITA 2×1 Desportiva

Resultado de imagem para Desportiva Camboriuense

2004  Outra Desportiva que não consegue avança, esta a Catarinense.

Livorno/ITA 2×1 Desportiva Camboriuense

Galatasaray/TUR 0×1 Desportiva Camboriuense

Roma/ITA 3×2 Desportiva Camboriuense

Novamente a Desportiva Capixaba não passa de fase, precisando vencer a Fiorentina acaba goleada e dando adeus.

Modena/ITA 1×0 Desportiva

Cameroon Douala/CAM 0×2 Desportiva

Fiorentina/ITA 3×0 Desportiva

Resultado de imagem para londrina esporte clube

Londrina da terra do café avança mesmo vencendo uma empatando duas, mas nas oitavas em seu 3º empate em 4 jogos sai nos penais. É a única equipe do país que não perdeu 3 empates 1 vitória.

Parma/ITA 1×1 Londrina

Bayern de Munique/ALE 1×1 Londrina

Napoli/ITA 1×2 Londrina

Oitavas de final

Empoli/ITA 0×0 Londrina (nos pênaltes Empoli 5×4 Londrina)

 Resultado de imagem para escudo santos

2007 Santos desta vez avança para 2ª fase, porém o caminho é curto cai para a Sampdoria.

Milan/ITA 1×1 Santos

Santos 5×0 APIA Tigers/Austrália

Santos 1×0 Siena/ITA

Oitavas de final

Sampdoria/ITA 1×0 Santos

Resultado de imagem para gremio

2010 Único brasileiro na competição Grêmio/RS não vai longe eliminado ainda na 1ª fase.

Sampdoria/ITA 1×3 Grêmio

Grêmio 0×1 Nacional/PAR

Grêmio 0×0 Siena/ITA

 Lemense/SP também não consegue avançar, mesmo com os mesmos 6 pontos do Milan fica de fora nos critérios de desempate, os 4×0 fizeram enorme diferença. Um curiosidade foi que a equipe paulista é a única do país que enfrentou o time do  Viareggio, e goleou por 3×0.

Milan/ITA 4×0 Lemense

Lemense 3×2 Guaraní/PAR

Lemense 3×0 Viareggio

Resultado de imagem para ole brasil

2012 Olé Brasil/SP até estreia com pé direito depois desanda, tomando “olé”  literalmente

Olé Brasil 2x1 Sambenedettese/ITA

Torino/ITA 4×1 Olé Brasil

Olé Brasil 1×3 Spartak de Moscou/RUS

Resultado de imagem para Grêmio Osasco

Os paulistas do Grêmio são outros que não passam de fase, pelo menos vitória sobre o  Modena.

Milan/ITA 2×0 Grêmio Osasco

Grêmio Osasco 2×1 Modena/ITA

Grêmio Osasco 1×3 Parma/ITA

Resultado de imagem para Desportivo Brasil

2015 Na  edição mais recente Desportiva/SP também ficou pelo caminho, a derrota para o Paxtakor teve muito peso.

Spezia/ITA 0×2 Desportivo Brasil 

Paxtakor/UZB 2x0Desportivo Brasil

Parma/ITA 3×2 Desportivo Brasil

 

 

Em 5 de agosto de 1997, foi disputado em Firenze na Itália o 4º Trófeu Cecchi Gori, que contou com a presença da AC Fiorentina, SS Lazio e Grêmio Esportivo Sãocarlense. Foram disputadas 3 partidas de 45 minutos cada uma, conforme o regulamento da disputa do Troféu.

Escalação dos clubes e jogadores que participaram da disputa do troféu

Fiorentina: Toldo; Padalino, Firicano, Mirri; Kanchelskis, Piacentini, Cois, Bettarini; Oliveira, Dionigi, Robbiati. (Reservas: Fiori, Falcone, Bartoloni, Bigica, Serena, Amoroso, Rui Costa, Benin, Flachi, Batistuta, Mussi) – Técnico: Alberto Malesani

Lazio: Marchegiani; Negro, Nesta, Lopez, Chamot; Fuser, Venturin, Jugovic; Mancini; Signori, Böksic. (Reservas: Orsi, Favalli, Grandoni, Pancaro, Gottardi, Marcolin, Nedved, Rambaudi, Buso, Casiraghi) – Técnico: Sven-Göran Eriksson.

Sãocarlense: Ricardo; Vile, João Cleber, Fabio, China; Marcinho, Bernardo, Olídio; Leo, Marco Aurélio, Coshe. (Reservas: Silvio Luiz, Douglas, Roberto, Neto, Cleber, Natela, André) – Técnico: Carlos Rabello.

Árbitro 1ª partida: Cosimo Bolognino – Lazio 2 x 0 Sãocarlense (gols de Alen Bokšić aos 28′ e Giuseppe Signori aos 41′)

Árbitro 2ª partida: Gennaro Borriello – Fiorentina 1 x 0 Sãocarlense (gol de Luís Oliveira aos 5′)

Árbitro 3ª partida: Cosimo Bolognino – Fiorentina 1 x 1 Lazio (Francesco Flachi aos 28′ e Negro aos 27′), 4-3 nos pênaltis para a Fiorentina, gols marcados por Negro e Dario Marcolin (Lazio); Flachi, Andrey Kanchelskis e Pasquale Padalino (Fiorentina).

Resultado final:
Fiorentina
Lazio
Sãocarlense

Fonte: http://archive.today/aFeRb#selection-1111.10027-1111.10044 – Archive today

 

Resolvi nessas férias fazer um levantamento de quantas equipes existem nos campeonatos europeus. Comecei pela Espanha, atual campeão mundial…

DIVISÕES NACIONAIS
NÍVEL NOME CLUBES
I 1ª DIVISÃO 20
II 2ª DIVISÃO 22
III 2ª DIVISÃO B 80
IV 3ª DIVISÃO 360
SUB-TOTAL 482
DIVISÕES REGIONAIS
REGIÃO CLUBES NÍVEIS
CATALUÑA 887 V – VIII
GALICIA 586 V – VIII
ANDALUCÍA 539 V – IX
COMUNIDAD VALENCIANA 444 V – VII
COMUNIDAD DE MADRID 439 V – VIII
PAÍS VASCO 281 V – IX
CASTILLA Y LEÓN 253 V – VII
ARAGÓN 236 V – IX
CANARIAS 194 V – VII
CASTILLA-LA MANCHA 187 V – VII
EXTREMADURA 108 V – VI
ISLAS BALEARES 99 V – VIII
PRINCIPADO DAS ASTURIAS 99 V – VII
NAVARRA 98 V – VI
REGIÓN DE MÚRCIA 56 V – VII
CANTABRIA 54 V – VII
LA RIOJA 15 V
CEUTA 14 V
MELILA 9 V
SUB-TOTAL 4.598

 

TOTAL: DIVISÕES NACIONAIS + DIVISÕES REGIONAIS = 5.080 CLUBES EM ATIVIDADE NA ESPANHA NA TEMPORADA 2013/2014.

 

Da mesma forma que fiz com o futebol alemão fiz o levantamento do futebol inglês.

Nesta temporada 7.314 times entrarão em campo por toda Inglaterra. Os mesmos estão divididos em mais de 140 ligas que compõem as 26 divisões.

Divisão Liga Clubes
1 Premier League 20
2 Football League Championship 24
3 Football League One 24
4 Football League Two 24
5 Conference National 24
6 Conference North 22
Conference South 22
7 Northern Premier League Premier Division 22
Southern Football League Premier Division 22
Isthmian League Premier Division 22
8 Northern Premier League Division One North 22
Northern Premier League Division One South 22
Southern Football League Division One Central 22
Southern Football League Division One South & West 22
Isthmian League Division One North 22
Isthmian League Division One South 22
9 Combined Counties League Premier Division 22
Eastern Counties League Premier Division 20
Essex Senior Football League 19
Hellenic Football League Premier Division 20
Kent League Premier Division 17
Midland Football Alliance 22
Northern Counties East Football League Premier Division 22
Northern League Division One 24
North West Counties Football League Premier Division 22
Spartan South Midlands Football League Premier Division 22
Sussex County Football League Division One 22
United Counties Football League Premier Division 21
Wessex League Premier Division 21
Western League Premier Division 20
10 Combined Counties League Division One 18
Eastern Counties Football League Division One 16
East Midlands Counties Football League 18
Hellenic Football League Division One East 18
Hellenic Football League Division One West 17
Kent Invicta Football League 17
Midland Football Combination Premier Division 21
Northern Counties East Football League Division One 19
Northern League Division Two 20
North West Counties Football League Division One 18
South West Peninsula League Premier Division 20
Spartan South Midlands Football League Division One 21
Sussex County League Division Two 18
United Counties League Division One 16
Wessex League Division One 19
Western League Division One 21
West Midlands (Regional) League Premier Division 21
11 Anglian Combination Premier Division 16
Bedfordshire Football League Premier Division 15
Cambridgeshire Football Association County League Premier Division 15
Central Midlands League North Division 17
Central Midlands League South Division 17
Cheshire Football League Division One 16
Dorset Premier Football League 18
Essex and Suffolk Border Football League Premier Division 18
Essex Olympian Football League Premier Division 14
Gloucestershire County League 17
Hampshire Premier Football League Senior Division 18
Hertfordshire Senior County League Premier Division 16
Humber Premier League Premier Division 16
Kent County League Premier Division 16
Leicestershire Senior League Premier Division 16
Liverpool County Premier League Premier Division 16
Manchester Football League Premier Division 18
Middlesex County Football League Premier Division 16
Midland Football Combination Division One 16
Northamptonshire Football Combination Premier Division 14
Northern Football Alliance Premier Division 16
Nottinghamshire Senior League Senior Division 16
Oxfordshire Senior Football League Premier Division 14
Peterborough and District Football League Premier Division 16
Reading Football League Senior Division 14
Sheffield and Hallamshire County Senior League Premier Division 15
Somerset County Football League Premier Division 18
South West Peninsula League Division One East 18
South West Peninsula League Division One West 17
Spartan South Midlands Football League Division Two 16
Staffordshire County Senior Football League Premier Division 18
Suffolk and Ipswich Football League Senior Division 16
Surrey Elite Intermediate League 16
Sussex County League Division 3 14
Teesside Football League Division One 14
Wearside Football League 20
West Cheshire Amateur Football League Division One 16
West Lancashire Football League Premier Division 17
West Midlands (Regional) League Division One 17
West Yorkshire Football League Premier Division 16
Wiltshire Football League Premier Division 17
12 Aldershot & District League Senior Division 12
Anglian Combination Division One 15
Bedfordshire Football League Division One 14
Brighton Hove and District Football League Premier Division 12
Bristol Premier Combination Premier Division 14
Bristol and Suburban Association Football League Premier Division One 15
Cambridgeshire Football Association County League Senior A Division 15
Cambridgeshire Football Association County League Senior B Division 17
Cheshire Football League Division Two 14
Chesterfield and District Amateur League 14
Cornwall Combination 20
Devon and Exeter Football League Premier Division 16
Doncaster and District Senior League Premier Division 15
Dorset Senior League Senior Division 14
East Berkshire Football League Premier Division 12
East Cornwall League Premier Division 16
East Sussex Football League Premier Division 11
Essex and Suffolk Border Football League Division One 17
Essex Olympian Football League Division One 13
Gloucester Northern Senior League Division One 16
Hertfordshire Senior County League Division One 15
Humber Premier League Division One 10
Kent County League Division One 15
Leicestershire Senior League Division One 15
Liverpool County Premier League Division One 16
Manchester Football League Division One 13
Mid-Sussex Football League Premier Division 14
Middlesex County Football League Division One West 12
Middlesex County Football League Division One Central & East 11
Midland Football Combination Division Two 16
Midlands Regional Alliance Premier Division 16
North Berks Football League Division One 12
North Bucks and District League Premier Division 16
North Devon Football League Premier Division 15
Northamptonshire Football Combination Division One 12
Northern Football Alliance Division One 16
Nottinghamshire Senior League Division One 16
Oxfordshire Senior Football League Division One 14
Peterborough and District Football League Division One 11
Plymouth and West Devon Combination Division One 12
Portsmouth Saturday Football League Premier Division 12
Reading Football League Premier Division 11
Sheffield and Hallamshire County Senior League Division One 13
Somerset County Football League Division One 18
South Devon Football League Premier Division 14
Staffordshire County Senior Football League Division One 16
Suffolk and Ipswich Football League Division One 14
Surrey County Intermediate League (Western) Premier Division 14
Surrey South Eastern Combination Intermediate Division One 14
Teesside Football League Division Two 14
West Cheshire Amateur Football League Division Two 15
West Lancashire Football League Division One 14
West Midlands (Regional) League Division Two 15
West Riding County Amateur Football League Premier Division 16
West Sussex Football League Premier Division 11
West Yorkshire Football League Division One 16
Wiltshire Football League Division One 17
Worthing and District Football League Premier Division 12
13 Aldershot & District League Division One 10
Altrincham and District Amateur Football League Division One 12
Andover and District Saturday Football League 13
Anglian Combination Division Two 15
Banbury District and Lord Jersey FA Premier Division 11
Bedfordshire Football League Division Two 16
Bournemouth Saturday Football League Premier Division 12
Brighton Hove and District Football League Division One 13
Bristol Premier Combination Division One 13
Bristol and Suburban Association Football League Premier Division Two 15
Cambridgeshire Football Association County League Division One A 14
Cambridgeshire Football Association County League Division One B 15
Colchester and East Essex Football League Premier Division 13
Devon and Exeter Football League Division One 15
Doncaster and District Senior League Division One 15
Dorset Senior League Division One 12
East Berkshire Football League Division One 12
East Cornwall League Division One 16
East Sussex Football League Division One 11
Essex Olympian Football League Division Two 13
Gloucester Northern Senior League Division Two 14
Hertford and District League Premier Division 10
Ilford and District League Premier Division 10
Kent County League Division Two East 11
Kent County League Division Two West 12
Leicester and District League Premier Division 14
Liverpool County Premier League Division Two 12
Mercian Regional Football League Premier Division 13
Mid-Essex League Premier Division 11
Mid-Sussex Football League Championship 12
Middlesex County Football League Division Two 11
Midlands Regional Alliance Division One 16
North Berks Football League Division Two 10
North Bucks and District League Intermediate Division 14
North Devon Football League Senior Division 16
Northamptonshire Football Combination Division Two 12
North & Mid-Herts Football League Premier Division 14
North Leicestershire League Premier Division 14
Northern Football Alliance Division Two 16
Nottinghamshire Senior League Division Two 16
Oxfordshire Senior Football League Division Two 11
Peterborough and District Football League Division Two 13
Plymouth and West Devon Combination Division Two 12
Portsmouth Saturday Football League Division One 9
Reading Football League Division One 12
Sheffield and Hallamshire County Senior League Division Two 14
Somerset County Football League Division Two East 15
Somerset County Football League Division Two West 14
Southampton Saturday Football League Premier Division 11
South Devon Football League Division One 14
Southend Borough Combination Premier Division 10
Staffordshire County Senior Football League Division Two 15
Suffolk and Ipswich Football League Division Two 14
Surrey County Intermediate League (Western) Division One 13
Surrey South Eastern Combination Intermediate Division Two 13
Trelawny League Premier Division 14
West Cheshire Amateur Football League Division Three 16
West Lancashire Football League Division Two 14
West Riding County Amateur Football League Division One 14
West Sussex Football League Division One 11
West Yorkshire Football League Division Two 15
Witney and District League Premier Division 11
Worthing and District Football League 12
14 Aldershot & District League Division Two 10
Anglian Combination Division Three 18
Altrincham and District Amateur Football League Division Two 12
Banbury District and Lord Jersey FA Division One 11
Basingstoke and District Football League Premier Division 11
Bath and District League Division One 10
Bedfordshire Football League Division Three 15
Bournemouth Saturday Football League Division One 12
Brighton Hove and District Football League Division Two 13
Bristol and District League Senior Division 14
Bristol and Suburban Association Football League Division One 12
Cambridgeshire Football Association County League Division Two A 14
Cambridgeshire Football Association County League Division Two B 15
Colchester and East Essex Football League Division One 13
Cheltenham League Division One 14
Cirencester and District League Division One 10
Craven and District League Premier Division 11
Devon and Exeter Football League Division Two 14
Dorset Senior League Division Two 12
Driffield and District League Premier Division 10
Duchy League Premier Division 12
East Berkshire Football League Division Two 11
East Riding Amateur League Premier Division 12
East Riding County League Premier Division 12
East Sussex Football League Division Two 10
Essex Business Houses Football League Premier Division 10
Essex Olympian Football League Division Three 12
Furness Premier League Premier Division 12
Guildford and Woking Alliance League Premier Division 11
Halifax and District League Premier Division 12
Harrogate and District League Premier Division 13
Hertford and District League Division One 12
Huddersfield and District Association Football League Division One 12
Ilford and District League Division One 11
Kingston and District Football League Premier Division 9
Lancashire Amateur League Premier Division 14
Leeds Red Triangle Football League Premier Division 11
Leicester and District League Division One 13
Mercian Regional Football League Division One 15
Mid-Essex League Division One 12
Midlands Regional Alliance Division Two 17
Mid-Somerset League Premier Division 11
Mid-Sussex Football League Division One 11
Newcastle Corinthians League Division One 10
North Berks Football League Division Three 12
North Bucks and District League Division One 16
North Devon Football League Intermediate Division One 16
North Gloucestershire League Premier Division 16
North & Mid-Herts Football League Division One Mid 11
North & Mid-Herts Football League Division One North 11
North Leicestershire League Division One 11
North Northumberland League Division One 10
Northamptonshire Football Combination Division Three 12
Oxfordshire Senior Football League Division Three 11
Peterborough and District Football League Division Three 13
Plymouth and West Devon Combination Division Three 10
Portsmouth Saturday Football League Division Two 11
Reading Football League Division Two 12
Redhill and District Football League Premier Division 11
Southampton Saturday Football League Senior Division One 11
South Devon Football League Division Two 14
Southend Borough Combination Division One 12
Spen Valley and District Football League Premier Division 10
Stroud and District League Division One 14
Suffolk and Ipswich Football League Division Three 13
Surrey South Eastern Combination Junior Division One 11
Taunton & District Saturday League Division One 11
Trelawny League Division One 14
Tyneside Amateur League Division One 13
Wakefield and District League Premier Division 12
West Riding County Amateur Football League Division Two 11
Weston super Mare and District League Division One 11
West Sussex Football League Division Two North 12
West Sussex Football League Division Two South 11
Witney and District League Division One 12
Worthing and District Football League Division Two 12
Yeovil and District League Premier Division 12
York Football League Premier Division 15
Yorkshire Amateur League Senior Division A 11
15 Aldershot & District League Division Three 10
Anglian Combination Division Four 15
Banbury District and Lord Jersey FA Division Two 11
Basingstoke and District Football League Division One 9
Bath and District League Division Two 11
Bedfordshire Football League Division Four 13
Bournemouth Saturday Football League Division Two 12
Bristol and District League Division One 14
Bristol and Suburban Association Football League Division Two 14
Cambridgeshire Football Association County League Division Three A 14
Cambridgeshire Football Association County League Division Three B 11
Cheltenham League Division Two 14
Cirencester and District League Division Two 10
Colchester and East Essex Football League Division Two 13
Craven and District League Division One 11
Devon and Exeter Football League Division Three 13
Dorset Senior League Division Three 12
Driffield and District League Division One 10
Duchy League Division One 13
East Berkshire Football League Division Three 11
East Riding Amateur League Division One 12
East Riding County League Division One 12
East Sussex Football League Division Three 10
Essex Business Houses Football League Division One 13
Furness Premier League Division One 10
Guildford and Woking Alliance League Division One 11
Halifax and District League Division One 10
Harrogate and District League Division One 12
Hertford and District League Division Two 11
Huddersfield and District Association Football League Division Two 12
Ilford and District League Division Two 10
Isle of Wight Saturday Football League Division One 14
Kingston and District Football League Division One 10
Lancashire Amateur League Division One 14
Leeds Red Triangle Football League Division One 11
Leicester and District League Division Two 14
Mercian Regional Football League Division Two 16
Mid-Essex League Division Two 13
Mid-Somerset Football League Division One 11
Mid-Sussex Football League Division Two 12
Newcastle Corinthians League Division Two 10
North Berks Football League Division Four East 13
North Berks Football League Division Four West 13
North Bucks and District League Division Two 16
North Devon Football League Intermediate Division Two 15
North Gloucestershire League Division One 13
North Leicestershire League Division Two 12
North Northumberland League Division Two 11
Northamptonshire Football Combination Division Four 12
Peterborough and District Football League Division Four 13
Plymouth and West Devon Combination Division Four 12
Portsmouth Saturday Football League Division Three 10
Reading Football League Division Three 11
Redhill and District Football League Division One 10
Southampton Saturday Football League Junior Division One 10
South Devon Football League Division Three 14
Southend Borough Combination Division Two 12
South Yorkshire Amateur League Premier Division 10
Spen Valley and District Football League Division One 13
Stroud and District League Division Two 14
Suffolk and Ipswich Football League Division Four 13
Surrey South Eastern Combination Junior Division Two 12
Taunton & District Saturday League Division Two 12
Trelawny League Division Two 14
Tyneside Amateur League Division Two 13
Wakefield and District League Division One 12
West Riding County Amateur Football League Division Three 14
West Sussex Football League Division Three North 11
West Sussex Football League Division Three South 10
Weston super Mare and District League Division Two 10
Witney and District League Division Two 13
Worthing and District Football League Division Three 12
Yeovil and District League Division One 12
York Football League Division One 11
Yorkshire Amateur League Senior Division B 10
16 Anglian Combination Division Five 13
Banbury District and Lord Jersey FA Division Three 12
Basingstoke and District Football League Division Two 13
Bath and District League Division Three 10
Bournemouth Saturday Football League Division Three 13
Bristol and District League Division Two 14
Bristol and Suburban Association Football League Division Three 14
Cambridgeshire Football Association County League Division Four A 14
Cambridgeshire Football Association County League Division Four B 16
Cheltenham League Division Three 14
Craven and District League Division Two 12
Devon and Exeter Football League Division Four 13
Dorset Senior League Division Four 11
Driffield and District League Division Two 11
Duchy League Division Two 13
East Berkshire Football League Division Four 10
East Riding Amateur League Division Two 12
East Riding County League Division Two 12
East Sussex Football League Division Four 10
Furness Premier League Division Two 9
Guildford and Woking Alliance League Division Two 13
Halifax and District League Division Two 9
Harrogate and District League Division Two 13
Hertford and District League Division Three 13
Huddersfield and District Association Football League Division Three 12
Ilford and District League Division Three 10
Isle of Wight Saturday Football League Division Two 17
Kingston and District Football League Division Two 9
Lancashire Amateur League Division Two 14
Leeds Red Triangle Football League Division Two (04 Grupos) 19
Mid-Essex League Division Three 13
Mid-Somerset League Division Two 11
Mid-Sussex Football League Division Three 12
Northampton Town Football League Premier Division 12
North Gloucestershire League Division Two 13
North Leicestershire League Division Three 12
Peterborough and District Football League Division Five 13
Reading Football League Division Four 11
Redhill and District Football League Division Two 10
Southampton Saturday Football League Junior Division Two 11
South Devon Football League Division Four 14
Southend Borough Combination Division Three 12
South Yorkshire Amateur League Division One 9
Stroud and District League Division Three 14
Suffolk and Ipswich Football League Division Five 12
Surrey South Eastern Combination Junior Division Three 11
Taunton & District Saturday League Division Three 11
Trelawny League Division Three 14
Wakefield and District League Division Two 12
West Sussex Football League Division Four North 11
West Sussex Football League Division Four South 10
Weston super Mare and District League Division Three 10
Witney and District League Division Three 12
Yeovil and District League Division Two 10
York Football League Division Two 11
Yorkshire Amateur League Division One 12
17 Anglian Combination Division Six 14
Bournemouth Saturday Football League Division Four 12
Bristol and District League Division Three 14
Bristol and Suburban Association Football League Division Four 12
Cambridgeshire Football Association County League Division Five A 28
Cambridgeshire Football Association County League Division Five B 26
Cambridgeshire Football Association County League Division Five C 13
Cambridgeshire Football Association County League Division Five D 14
Cheltenham League Division Four 14
Craven and District League Division Three 12
Devon and Exeter Football League Division Five 15
Dorset Senior League Division Five 10
Driffield and District League Division Three 11
Duchy League Division Three 13
East Berkshire Football League Division Five 12
East Riding County League Division Three 12
East Sussex Football League Division Five 10
Guildford and Woking Alliance League Division Three 11
Halifax and District League Division Three 11
Harrogate and District League Division Three 12
Huddersfield and District Association Football League Division Four 12
Isle of Wight Saturday Football League Division Three 16
Kingston and District Football League Division Three 9
Lancashire Amateur League Division Three 14
Mid-Essex League Division Four 14
Mid-Somerset League Division Three 12
Mid-Sussex Football League Division Four 12
Northampton Town Football League Division One 12
North Gloucestershire League Division Three 14
North Leicestershire League Division Four 12
Redhill and District Football League Division Three 11
Southampton Saturday Football League Junior Division Three 11
South Devon Football League Division Five 14
Southend Borough Combination Division Four 12
Stroud and District League Division Four 12
Suffolk and Ipswich Football League Division Six 13
Surrey South Eastern Combination Junior Division Four 12
Taunton & District Saturday League Division Four 11
Trelawny League Division Four 14
Wakefield and District League Division Three 12
Weston super Mare and District League Division Four 10
West Sussex Football League Division Five North 10
West Sussex Football League Division Five South 10
West Sussex Football League Division Five Central 9
Witney and District League Division Four 14
Yeovil and District League Division Three 12
York Football League Division Three 11
Yorkshire Amateur League Division Two 13
18 Bournemouth Saturday Football League Division Five 13
Bristol and District League Division Four 14
Bristol and Suburban Association Football League Division Five 10
Bury and District League Division One 11
Central and South Norfolk League Division One 12
Cheltenham League Division Five 14
Craven and District League Division Four 11
Devon and Exeter Football League Division Six 14
Duchy League Division Four 12
East Riding County League Division Four 12
East Sussex Football League Division Six 11
Guildford and Woking Alliance League Division Four North 11
Guildford and Woking Alliance League Division Four South 11
Kingston and District Football League Division Four 9
Lancashire Amateur League Division Four 13
Mid-Essex League Division Five 14
Mid-Sussex Football League Division Five 12
North Gloucestershire League Division Four 14
Redhill and District Football League Division Four 11
Southampton Saturday Football League Junior Division Four 10
South Devon Football League Division Six 12
Southend Borough Combination Division Five 11
Stroud and District League Division Five 13
Trelawny League Division Five 14
Weston super Mare and District League Division Five 11
York Football League Division Four 10
Yorkshire Amateur League Division Three 13
19 Bournemouth Saturday Football League Division Six 13
Bristol and District League Division Five 14
Bury and District League Division Two 11
Central and South Norfolk League Division Two 14
Cheltenham League Division Six 13
Devon and Exeter Football League Division Seven 14
Duchy League Division Five 13
East Riding County League Division Five 11
East Sussex Football League Division Seven 12
Huddersfield and District Works and Combination League Division One 8
Kingston and District Football League Division Five 9
Lancashire Amateur League Division Five 12
Mid-Essex League Division Six 12
Mid-Sussex Football League Division Six 11
Redhill and District Football League Division Five 11
Southampton Saturday Football League Junior Division Five 10
Southend Borough Combination Division Six 11
Stroud and District League Division Six 13
Weston super Mare and District League Division Six 9
Yorkshire Amateur League Division Four 12
20 Bristol and District League Division Six 15
Bury and District League Division Three 11
Central and South Norfolk League Division Three 14
Devon and Exeter Football League Division Eight 12
Huddersfield and District Works and Combination League Division Two 10
Lancashire Amateur League Division Six 12
Mid-Sussex Football League Division Seven 12
Southampton Saturday Football League Junior Division Six 11
Stroud and District League Division Seven 11
Yorkshire Amateur League Division Five 13
21 Bristol and Avon League Premier Division 12
Bristol Downs Football League Division One 14
Central and South Norfolk League Division Four 14
Devon and Exeter Football League Division Nine 14
Lancashire Amateur League Division Seven 12
Mid-Sussex Football League Division Eight 11
Southampton Saturday Football League Junior Division Seven 11
Stroud and District League Division Eight 13
22 Bristol and Avon League Division One 8
Bristol Downs Football League Division Two 14
Mid-Sussex Football League Division Nine 11
23 Bristol Downs Football League Division Three 14
Mid-Sussex Football League Division Ten 11
24 Mid-Sussex Football League Division Eleven 8
Bristol Downs Football League Division Four 16
25 Bristol Churches League Division One 9
26 Bristol Churches League Division Two 8

 

 

Resolvi fazer o levantamento de quantos times existem na Alemanha e quase cai das pernas: 33.683 times em atividade nesta temporada.

Os mesmos estão organizados em 13 divisões. Alguém aqui arriscaria levantar a ficha de todos?

Abaixo segue um resumo que fiz; para aqueles que gostam de futebol internacional, apreciem:

DIVISÃO LIGA CLUBES
1 Bundesliga 18
2 2. Bundesliga 18
3 3. Fußball-Liga 20
4 Regionalliga Nord 18
Regionalliga Nordost 16
Regionalliga West 20
Regionalliga Südwest 19
5 NOFV-Oberliga – 02 grupos 26
Oberliga Rheinland-Pfalz/Saar 18
Oberliga Baden-Württemberg 18
Bremen Football Association
5 Bremen-Liga 16
6 Landesliga 16
7 Bezirksliga – 02 grupos 31
8 Kreisliga A – 02 grupos 27
9 Kreisliga B 16
10 Kreisliga C 16
11 1. Kreisklasse 13
12 2. Kreisklasse 13
13 3. Kreisklasse 12
Hamburg Football Association
5 Oberliga Hamburg 18
6 Landesliga – 02 Grupos 32
7 Bezirksliga – 04 Grupos 64
8 Kreisliga – 08 Grupos 128
9 Kreisklasse – 09 prupos 139
Lower Saxonian Football Association
5 Oberliga Niedersachsen 16
6 Landesliga – 04 Grupos 68
7 Bezirksliga – 17 Grupos 276
8 Kreisliga – 45 Grupos 695
9 1. Kreisklasse – 64 Grupos 924
10 2. Kreisklasse – 71 Grupos 952
11 3. Kreisklasse – 68 Grupos 832
12 4. Kreisklasse – 39 Grupos 472
13 5. Kreisklasse – 03 Grupos 31
Schleswig-Holsteinian Football Association
5 Schleswig-Holstein-Liga 18
6 Verbandsliga – 04 Grupos 68
7 Kreisliga – 13 Grupos 205
8 Kreisklasse A - 14 Grupos 217
9 Kreisklasse B - Grupos 181
10 Kreisklasse C - 12 Grupos 156
11 Kreisklasse D - 09 Grupos 113
12 Kreisklasse E 10
Berlin Football Association
6 Berlin-Liga 18
7 Landesliga - 02 Grupos 32
8 Bezirksliga – 03 Grupos 48
9 Kreisliga A - 04 Grupos 64
10 Kreisliga B - 06 Grupos 94
11 Kreisliga C - 04 Grupos 68
Football Association of Brandenburg
6 Brandenburg-Liga 17
7 Landesliga - 02 Grupos 31
8 Landesklasse - 05 Grupos 81
9 Kreisliga - 17 Grupos 263
10 1. Kreisklasse – 19 Grupos 285
11 2. Kreisklasse - 20 Grupos 257
12 3. Kreisklasse – 09 Grupos 94
Football Association of Mecklenburg-Vorpommern
6 Verbandsliga Mecklenburg-Vorpommern 15
7 Landesliga - 03 Grupos 42
8 Landesklasse - 06 Grupos 84
9 Kreisoberliga - 08 Grupos 111
10 Kreisliga – 12 Grupos 159
11 1. Kreisklasse – 15 Grupos 169
Saxionian Football Association l
6 Sachsenliga 16
7 Bezirksliga - 04 Grupos 56
8 Kreisoberliga - 13 Grupos 191
9 Kreisliga - 25 Grupos 352
10 1. Kreisklasse – 31 Grupos 413
11 2. Kreisklasse - 22 Grupos 271
12 3. Kreisklasse - 10 Grupos 126
Football Association of Saxony-Anhalt
6 Verbandsliga Sachsen-Anhalt 15
7 Landesliga - 02 Grupos 31
8 Landesklasse - 06 grupos 96
9 Kreisoberliga – 14 Grupos 214
10 Kreisliga - 23 Grupos 331
11 1. Kreisklasse - 28 Grupos 347
12 2. Kreisklasse - 16 Grupos 180
Thuringian Football Association
6 Verbandsliga Thüringen 16
7 Landesklasse - 03 Grupos 48
8 Kreisoberliga - 09 Grupos 136
9 Kreisliga - 21 Grupos 299
10 1. Kreisklasse - 22 Grupos 293
11 2. Kreisklasse - 29 Grupos 316
12 3. Kreisklasse - 07 Grupos 63
Football Association of the Lower Rhine
5 Oberliga Niederrhein 20
6 Landesliga - 03 Grupos 49
7 Bezirksliga - 09 Grupos 144
8 Kreisliga A - 16 Grupos 257
9 Kreisliga B - 32 Grupos 509
10 Kreisliga C - 39 Grupos 580
Football Association of the Middle Rhine
5 Oberliga Mittelrhein 16
6 Landesliga - 02 Grupos 31
7 Bezirksliga - 04 Grupos 64
8 Kreisliga A - 09 Grupos 145
9 Kreisliga B - 25 Grupos 380
10 Kreisliga C - 40 Grupos 604
11 Kreisliga D - 12 Grupos 165
Football and Athletics Association of Westphalia
5 Oberliga Westfalen 18
6 Westfalenliga – 02 Grupos 32
7 Landesliga - 04 Grupos 64
8 Bezirksliga - 12 Grupos 216
9 Kreisliga A - 45 Grupos 717
10 Kreisliga B - 60 Grupos 937
11 Kreisliga C - 91 Grupos 1.284
12 Kreisliga D - 07 Grupos 90
Football Association of the Rhineland
6 Rheinlandliga 18
7 Bezirksliga - 03 Grupos 51
8 Kreisliga A - 09 Grupos 127
9 Kreisliga B - 16 Grupos 224
10 Kreisliga C - 22 Grupos 297
11 Kreisliga D - 22 Grupos 267
Saarland Football Association
6 Saarlandliga 18
7 Verbandsliga - 02 Grupos 32
8 Landesliga - 04 Grupos 64
9 Bezirksliga - 06 Grupos 96
10 Kreisliga A - 15 Grupos 225
11 Kreisliga B - 16 Grupos 183
South Western German Football Association
6 Verbandsliga Südwest 16
7 Landesliga - 02 Grupos 32
8 Bezirksliga - 04 Grupos 64
9 Bezirksklasse - 10 Grupos 160
10 Kreisliga - 20 Grupos 321
11 1. Kreisklasse - 30 Grupos 444
12 2. Kreisklasse - 03 Grupos 38
Badenian Football Association
6 Verbandsliga Baden 15
7 Landesliga - 03 Grupos 50
8 Kreisliga - 09 Grupos 142
9 Kreisklasse A - 12 Grupos 187
10 Kreisklasse B - 18 Grupos 272
11 Kreisklasse C - 13 Grupos 177
Bavarian Football Association
4 Regionalliga Bayern 20
5 Bayernliga - 02 Grupos 37
6 Landesliga - 05 Grupos 92
7 Bezirksliga - 15 Grupos 254
8 Kreisliga - 43 Grupos 640
9 Kreisklasse – 94 Grupos 1.353
10 A-Klasse - 138 Grupos 1.877
11 B-Klasse - 121 Grupos 1.614
12 C-Klasse - 28 Grupos 375
Hessian Football Association
5 Hessenliga 18
6 Verbandsliga - 03 Grupos 54
7 Gruppenliga - 08 Grupos 140
8 Kreisoberliga - 25 Grupos 411
9 Kreisliga A - 37 Grupos 597
10 Kreisliga B - 49 Grupos 754
11 Kreisliga C - 34 Grupos 488
12 Kreisliga D - 08 Grupos 116
South Badenian Football Association
6 Verbandsliga Südbaden 16
7 Landesliga - 03 Grupos 48
8 Bezirksliga - 06 Grupos 98
9 Kreisliga A - 15 Grupos 225
10 Kreisliga B - 38 Grupos 522
11 Kreisliga C - 24 Grupos 283
Württembergian Football Association
6 Verbandsliga Württemberg 16
7 Landesliga - 04 Grupos 66
8 Bezirksliga - 16 Grupos 155
9 Kreisliga A - 41 Grupos 619
10 Kreisliga B - 79 Grupos 1.073
11 Kreisliga C - 15 Grupos 172

 

 

 

 

77 gols em 1958

78 gols em 2012

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O Barcelona conquistou à Copa do Rei ao golear, na tarde desta sexta-feira (25/05/12), o Athetic Bilbao por 3 a 0, em Madrid. Só para variar o destaque foi o argentino Leonal Messi que marcou um gol e chegou a 78 tentos nesta temporada. O argentino superou a marca de Pelé, que assinalou 77 gols no ano de 1958, quando entre outros tótulos, ajudou a Seleção Brasileira a se sagrar campeã mundial pela primeira na Suécia.
 

Mais informações no site UOL: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2012/05/25/final-copa-do-rei.htm 

 

FONTES:

http://www.liblib.cn/UEFA/Luxembourg.htm

http://www.weltfussballarchiv.com/comp.php?land=25&s=14109

 

 

 

 

Antes de se apresentar à Seleção, atacante brasileira é o grande trunfo do FC Rossiyanka para descontar vantagem alemã de dois gols

A atacante brasileira Cristiane entra em campo nesta quinta-feira (22/03/12), para o principal jogo das quartas de final da Uefa Champions League feminina. Seu clube, o FC Rossiyanka, da Rússia, recebe o Potsdam, da Alemanha, às 8h (horário de Brasília), no Podolsk Stadium, em Moscou, com a obrigação de vencer por três gols de diferença para garantir vaga nas semifinais. Na última semana, as alemãs venceram em casa por 2 a 0.

“Sabemos que é uma tarefa difícil. Precisamos de um gol antes dos vinte minutos. Mas o nosso time tem muitas jogadoras de qualidade e ganhamos mais entrosamento nessa semana. Espero que as alemãs sintam o clima daqui”, disse Cristiane, se referindo à neve da Rússia e a temperatura de sete graus negativos dos últimos dias.

Cristiane durante treino em Moscou, sendo observada pela sueca Sophia, sua companheira de ataque

Além da atacante, artilheira do time na competição com quatro gols, o clube russo conta também com mais três brasileiras: a zagueira Aline, a lateral-direita Fabi e a volante Ester, todas integrantes da Seleção Brasileira.

“Como falei, nosso time é bom e temos condições de avançar. Tudo pode acontecer. No primeiro jogo, as alemãs se surpreenderam com nossa qualidade. Fizeram dois gols por falhas nossas. Um pênalti e um erro individual. Agora, estamos ainda melhores”, garantiu Cristiane, que se apresenta à Seleção Brasileira nesta sexta-feira (23/03/12), em Boston, nos EUA.

Foto: Divulgação

 

O Football Club Anzhi Makhachkala (fundado em 1991),  localizado em Makhachkala, no Daguestão, uma república separatista da Rússia, time dos brasileiros João Carlos, Jucilei e Roberto Carlos (que virou diretor), vive uma grande fase no Campeonato Russo. Com 56 pontos e ocupando a sétima posição na fase final da competição, a equipe está apenas três pontos da terceira colocação, que dá vaga para a próxima Liga dos Campeões. Além disso, o Anzhi não perde há seis rodadas e sofreu apenas um gol nas quatro partidas que disputou na fase final. 

O zagueiro brasileiro João Carlos (Abaixo à esquerda) celebra a boa fase da equipe e diz que os resultados estão acontecendo por causa do trabalho sério que vem sendo feito. 

“Estamos vivendo a nossa melhor fase no Campeonato Russo. Crescemos no momento certo. Infelizmente não conseguimos vencer o Spartak na rodada passada, jogando em casa, mas nos mantivemos na briga por uma vaga em alguma competição internacional. Sofremos apenas um gol nas quatro primeiras rodadas e enfrentando os times que terminaram nas quatro primeiras posições na fase de classificação. Estamos no caminho certo”, afirmou João Carlos. 

Interesse em Cristiano Ronaldo e Messi 

Sobre o interesse do Anzhi na contratação de Cristiano Ronaldo e Messi, revelado pelo diretor Roberto Carlos, o zagueiro brasileiro foi bem direto. 

“Dinheiro o dono do clube (Suleiman Kerimov) já provou que tem ao contratar grandes jogadores já para essa temporada. Seria um sonho poder jogar ao lado de craques como Messi ou Cristiano Ronaldo. Mas vamos deixar esse assunto para a diretoria resolver. Nossa função é jogar bem dentro de campo e conseguir as vitórias para classificar o Anzhi para uma competição internacional”, disse João Carlos.  

Jogos na fase final do Campeonato Russo
18/11/11
Zenit 0 x 0 Anzhi

27/11/11
Anzhi 2 x 1 CSKA 

05/03/12
Dinamo 0 x 1 Anzhi 

12/03/12
Anzhi 0 x 0 Spartak 

Próxima rodada
18/03/12
Lokomotiv x Anzhi

 

Foto: Ideallize

 

O Sporting Clube de Coimbrões foi fundado em 25 de Outubro de 1920 com sede em Coimbrões, freguesia de Santa Marinha, concelho de Vila Nova de Gaia. Disputa atualmente a Segunda Divisão Nacional.
TÍTULOS
Campeão da Divisão de Honra da AF Porto 2007/2008 (Subindo assim à III Divisão Nacional)
Campeão da Série C da III Divisão Nacional  2009/2010 (Subindo assim à II Divisão Nacional)

 

TEMPORADA 1945/1946

 

TORINO 6 x 0 GENOA
Gols
: Mazzola 13′, Ossola 31′, Loik 43′, 68′, Guaraldo 51′, 56′

SAMPIERDARENESE 0 x 5 TORINO
Gols: Ferraris 2′, Castigliano 31′, 81′, Mazzola 64′, 87′.

TORINO 4 x 0 MILAN
Gols: Loik 21′, 57′, Mazzola 69′, 83′

TORINO 4 x 0 TRIESTINA .
Gols: Ossola 15′, 73′, Gabetto 40′, Ferraris 75′

TORINO 4 x 0 VICENZA
Gols
: Ferraris 60′, Gabetto 66′, 87′, Castigliano 69′

TORINO 4 x 0 BOLOGNA
Gols: Mazzola 5′, 63′, Loik 55′, Ossola 70′

TORINO 5 x 0 ANDREA DORIA
Gols
: Mazzola 13′, 36′, Gabetto 22′, 40′, Ossola 52′.

ROMA 0 x 7 TORINO
Gols: Castigliano 5′, Mazzola 6′, 18′, Ossola 7′, Ferraris 8′, Loik 15′, Grezar 46′

TORINO 7 x 1 NAPOLI
Gols Castigliano 6′, 60′, 79′, 86′ (T), Loik 8′, 61′ (T), Mazzola 13′ (T), Baldi 34′ (

INTER 2 x 6  TORINO
Gols: Castigliano 11′ (T), Candiani 16′ rig., 40′, 60′, 77′ (I), Fabbri 52′ (I), Grezar 67′ (T), Muci 85′ (I)

TORINO 9 x 1  PRO LIVORNO
Gols
: Gabetto 14′, 40′, 41′ (T), Picchi 18′ (L), Castigliano 46′ (T), Grezar 48′ (T), Loik 69′ (T), Ballarin 73′ (T), Mazzola 79′ (T), Castigliano 88′ (T).

Das 40 partidas do campeonato o time goleou em 11 oportunidades no total geral a equipe marcou 108 gols. Gabetto com 22 gols foi o artilheiro do time.

____________________________________________________________

TEMPORADA 1946/1947

 

TORINO 4 X 0  BOLOGNA
Gols
: Castigliano 33′, Ossola 44′, Ferraris 78′, Loik 81′

TORINO 4 x 0 BRESCIA
Gols
: Mazzola 16′, Grezar 51′, Mazzola 52′, Loik 64′

TORINO 7 x 2 FIORENTINA
Gols
: Aut.Magli 7′ (T), Mazzola 17′ (T), Gregorin 33′, 82′ (F), Ossola 34′, 44′ (T). Grezar 50′ (T), Gabetto 83′ (T), Loik 85′ (T)

TORINO 5 x 1 LAZIO
Gols
: Mazzola 31′, 68′, 80′ (T), Gabetto 62′ (T), Menti 72′ (T), Koenig 79′ (L).

TORINO 4 x 0 ROMA
Gols: Mazzola 15′, Gabetto 52′, 65′, Ferraris 88′

TORINO 5 x 2 INTER
Gols
: Grezar 1′ (T), Neri 14′, 19′ (I), Mazzola 30′, 57′ (T), Menti 31′ (T), Gabetto 55′ (T)

TORINO 6 x 0 VICENZA
Gols: Loik 24′, Mazzola 29′, 30′, 31′, Ferraris 57′, Gabetto 64

FIORENTINA 0 x 4 TORINO
Gols: Ferraris 44′, Mazzola 49′, Castigliano 60′, Loik 89′

TORINO 6 x 0  GENOA 1893
Gols
: Loik 20′, Mazzola 21′, 28′, 56′, Martelli 46′, Castigliano 60′.

TORINO 5 x 3 ATALANTA
Gols: Loik 14′ (T), Ferraris 25′ (T), Aut.Rosetta 43′ (A), Cergoli 54′ (A), Mazzola 56′, 64′, 66′ (T), Meucci 85′ (A)

TORINO 4 x 1 ALESSANDRIA
Gols
: Ossola 8′, 14′ (T), Loik 73′ rig., 79′ (T), Sotgiu 89′ (A).

TORINO 6 x 2 MILAN
Gols
: Gabetto 11′, 82′, 91′ (T), Mazzola 23′ (T), Carapellese 28′ (M), Tosolini 48′ rig. (M), Castigliano 76′ (T), Ossola 80′ (T).

MODENA 2 X 4 TORINO
Gols: Tieghi 2′ (T), Ossola 31′ (T), Mazzola 38′ (T), Brighenti 50′ (M), Loik 70′ (T), Del Medico (M).

Desta vez foram 13 goleadas em 38 jogos e Mazzola com 29 gols foi o artilheiro.

____________________________________________________________

TEMPORADA 1947/1948

 

TORINO 4 x 0 NAPOLI
Gols: Mazzola 44′, Gabetto 51′, Menti 81′, Ferraris 88′

TORINO 6 x 0 LUCCHESE
Gols: Loik 28′, 36′, Mazzola 59′, Gabetto 76′, Ballarin A. 78′, Castigliano 89′.

ROMA 1 x 7 TORINO
Gols
: Amadei 33′ (R), Mazzola 60′, 64′, 74′ (T), Castigliano 62′ (T), Fabian 81′, 86′ (T), Ferraris 82′ (T)

 

TORINO 7 x 1 SALERNITANA
Gols: Gabetto 8′ (T), Loik 12′, 53′, 68′ (T), Menti 32′ (T), Vaschetto 41′ (S), Grezar 70′ (T), Fabian 87′ (T)

TORINO 5 x 0 INTER
Gols: Menti 20′, Loik 30′, Mazzola 32′, Fabian 49′, Gabetto 64′

TORINO 6 x 0 TRIESTINA
Gols: Gabetto 32′, Menti 48′, 73′ Loik 50′, Ferraris 65′, Maroso 90′.

TORINO 5 x 0 FIORENTINA
Gols: Mazzola 5′, Loik 32′, 68′, Gabetto 37′, Martelli 67′

TORINO 5 x 1 BARI
Gols
: Fabian 36′ (T), Gabetto 44′, 61′ (T), Mazzola 70′ (T), Martelli 79′ (T), Orlando 83′ (B).

TORINO 4 x 1 ROMA .
Gols: Di Paola 10′ (R), Loik 20′ (T), Martelli 63′ (T), Ossola 70′ (T), Menti 86′ (T)

VICENZA 0 x 4 TORINO
Gols: Castigliano 1′, Menti 21′, Loik 78′, Ossola 85′.

TORINO 4 x 1 PRO PATRIA
Gols: Ossola 33′ (T), Loik 49′ (T), Grezar 51′ (T), Menti 63′ (T), Turconi 89′(P)

TORINO 5 x 1 BOLOGNA
Gols
: Mazzola 9′ (T), Gabetto 15′, 57′, 88′ (T), Ossola 34′ (T), Marchese 78′ (B)

SALERNITANA 1 x 4 TORINO
Gols: Merlin 7′ (S), Gabetto 17′, 59′ (T), Ossola 74′ (T), Mazzola 81′ (T).

TORINO 10 x 0 ALESSANDRIA
Gols
: Ossola 5′, Loik 7′, 42′, 86′, Mazzola 35′, Grezar 75′, 77′, Fabian 81′, 83′, Gabetto 88′

TORINO 4 x 0 ATALANTA
Gols: Mazzola 13′, 24′, Menti 78′, Gabetto 90′

TORINO 5 x 2 LIVORNO
Gols: Mazzola 15′, 69′ (T), Tieghi 42′ (L), Aut.Stua 47′ (T), Piana 55′ (L), Gabetto 56′ (T), Martelli 75′ (T)

TORINO 5 x 2 MODENA

Gols: Loik 18′ (T), Martelli 22′, 57′ (T), Pernico 38′ (M), Castigliano 66′ (T), Menti 77′ (T), Bertoni 80′ (M).

Nessa temporada o Torino fez estragos em muitos clubes, foram 17 goleadas em 40 jogos, o time marcou 125 gols e Mazzola com 25 gols foi mais uma vez o goleador da equipe.

____________________________________________________________

TEMPORADA 1948/1949

 

TORINO 4 X 1 PRO PATRIA
Gols
: Ossola 23′ (T), Menti 56′ rig. (T), Gabetto 72′ (T), Turconi II 88′ (P), Grezar 89′ (T)

TORINO 4 x 0 ROMA
Gols
: Gabetto 4′, 68′, Menti II 32′, Ossola 89′

TORINO 4 x 2 INTER
Gols
: Mazzola 3′ (T), Menti 42′, 72′ (T), Armano 52′ (I), Ossola 53′ (T), Nyers I 66′.

TORINO 4 x 1 MILAN 4-1
Gols
: Ossola 11′, 75′ (T), Burini 46′ (M), Gabetto 52′ (T), Fadini 71′ (T)

TORINO 4 x 1 NOVARA
Gols
: Mazzola 32′, Loik 35′, 37′, Ossola 40′

TORINO 4 x 0 GENOA
Gols
: Gianmarinaro 37′, Marchetto 56′, 86′, Lussu 80′

Esta foi a ultima temporada daquela equipe fabulosa que não somente encantou a toda Itália, mas pó onde passava, neste mesmo ano o Torino esteve no Brasil onde jogou 4 partidas amistosas, todas em São Paulo, onde empatou contra o Palmeiras por 1 a 1 e São Paulo por 2 a 2, perdeu para o Corinthians por 2 a 1 e venceu a Portuguesa por 4 a 1, no campeonato italiano as equipes se fecharam na defesa, e apenas 6 goleadas todas por 4 gols, foram 5 vitórias de goleadas a 6ª já após a tragédia que abalou a Itália e o mundo do futebol.

Mesmo assim 78 gols foram marcados com Mazzola mais uma vez o artilheiro com 16 gols.

Foram 142 partidas na campanha do tetracampeonato de 1945 a 1949 e nada mais que 50 partidas foram vencidas por goleadas e uma ataque avassalador 372 gols.

Torino: Bagicalupo, Ballarin, Martelli, Grezar, Rigamonti, Castigliano (Fadini), Menti II, Loik, Gabetto (Bongiorni), Mazzola, Ossola.

Questa squadra a fatto a tremare la terra quando a giocare il calcio.

Fontes: Archivio Toro e RSSSF Italy

Textos: Galdino Silva

 

 

 

 

 

 

 

 

FIRST ROUND
BEŞIKTAŞ ISTANBUL-RAPID WIEN 0-1(0-1)
Dolmabahçe Istanbul 13.09.67 Ref: Gocho Rusev (Bul) Att: 31.208
BEŞIKTAŞ: Necmi Mutlu (Cap); Yavuz Çoker, Fehmi Saginoglu, Sami Şenol, Süreyya Özkefe, Kaya Köstepen, Ahmet Özacar, Cevdet Çerikaya, Yusuf Tunaoglu, Sanli Sarialioglu, Fethi Türkes. Tr: Jene Janevski (Jug)
RAPID: Gerald Fuchsbichler; Walter Gebhardt, Walter Glechner, Walter Baier; Walter Skocik, Ewald Ullmann; Anton Fritsch, Jørn Bjerregaard, Leopold Grausam, Rudolf Flögel (Cap), Walter Seitl. Tr: Rudolf Vytacil (Cze)
Goal: Flögel (22)

RAPID WIEN-BEŞIKTAŞ ISTANBUL 3-0(2-0)
Prater Wien 19.09.67 Ref: Joseph Heymann (Swi) Att: 27.783
RAPID: Gerald Fuchsbichler; Walter Gebhardt, Walter Glechner, Erich Fak; Walter Skocik, Ewald Ullmann; Anton Fritsch, Jørn Bjerregaard, Leopold Grausam, Rudolf Flögel (Cap), Walter Seitl. Tr: Rudolf Vytacil
BEŞIKTAŞ: Necmi Mutlu (Cap); Yavuz Çoker, Fehmi Saginoglu, Sami Şenol, Süreyya Özkefe, Kaya Köstepen, Ahmet Özacar, Faruk Karadogan, Yusuf Tunaoglu, Sanli Sarialioglu, Erdogan Yorulmaz. Tr: Jene Janevski
Goals: Seitl (9), Grausam (44), Flögel (75)

GLENTORAN BELFAST-BENFICA LISBOA 1-1(1-0)
The Oval Belfast 13.09.67 Ref: Roger Barde (Fra) Att: 24.750
GLENTORAN: Albert Finlay; Harold Creighton, William McKeag; Thomas Jackson, William McCullough, William Sinclair; John Colrain (Cap), Walter Bruce, Trevor Thompson, James Weatherup, Thomas Morrow. Man: John Colrain
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; Domiciano Barrocal Gomes CAVÉM, Raúl Machado, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, Nelson Fernandes. Tr: Fernando Riera (Chi)
Goals: Colrain (10p), Eusébio (86)

BENFICA LISBOA-GLENTORAN BELFAST 0-0
Estádio da Luz Lisboa 4.10.67 Ref: Robert Schaut (Bel) Att: 36.844
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; Domiciano Barrocal Gomes CAVÉM, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, Eusébio Ferreira da Silva, Nelson Fernandes, António José SIMÕES. Tr: Fernando Riera
GLENTORAN: Albert Finlay; Harold Creighton, William McKeag; Thomas Jackson, William McCullough, Arthur Stewart; John Johnston, William Sinclair, Thomas Morrow, John Colrain (Cap), James Wheatherup. Man: John Colrain

KNATTSPYRNUFELAGID VALUR REYKJAVIK-JEUNESSE D’ESCH 1-1(1-1)
Laugardalsvöllur Reykjavik 17.09.67 Ref: John Russell (NIr) Att: 3125
VALUR: Sigurdur Dagsson; Arni Njálsson (Cap), Torsteinn Fridtjófsson, Sigurdur Jónsson, Halldór Einarsson, Sigurjón Gíslason, Gunnsteinn Skúlason, Ingvar Elísson, Hermann Gunnarsson, Bergsveinn Alfonsson, Reynir Jónsson. Tr: Oli Jónsson
JEUNESSE: René Hoffmann; Robert Da Grava, Mario Morocutti, Raymond Ruffini (Cap), Henri Kosmala; Paul Moquin, Dominique Di Genova; Jean-Pierre Hnatow, Pierre Langer, Jean Schuler, Giuliano Tagliatesta. Tr: Louis Giussot (Fra)
Goals: Di Genova (23), Gunnarsson (43)

JEUNESSE D’ESCH-KNATTSPYRNUFELAGID VALUR REYKJAVIK 3-3(0-2)
Stade Emile Mayrisch Esch sur Alzette 1.10.67 Ref: Michal Kitabdjian (Fra) Att: 4552
JEUNESSE: René Hoffmann (Cap); Robert Da Grava, Johny Hoffmann, Raymond Ruffini, Henri Kosmala, Paul Moquin, Dominique Di Genova, Jean-Pierre Hnatow, Pierre Langer, Jean Schuler, Giuliano Tagliatesta. Tr: Louis Giussot
VALUR: Sigurdur Dagsson; Arni Njálsson, Torsteinn Fridtjófsson, Sigurdur Jónsson, Halldór Einarsson, Sigurjón Gíslason, Gunnsteinn Skúlason, Ingvar Elísson, Hermann Gunnarsson (Cap), Bergsveinn Alfonsson, Reynir Jónsson. Tr: Oli Jónsson
Goals: Jónsson (10), Gunnarsson (36,60), Hnatow (56), Di Genova (86), Langer (89p)
Valur Reykjavik qualified

MANCHESTER UNITED-HIBERNIANS PAOLA 4-0(2-0)
Old Trafford Manchester 20.09.67 Ref: João PINTO FERREIRA (Por) Att: 43.912
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns; Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, Norbert Peter Stiles; George Best, David Sadler, Robert Charlton (Cap), Denis Law, Brian Kidd. Man: Matthew Busby
HIBERNIANS: Alfred Mizzi; John Privitera, Alfred Mallia, Edward Gatt; Edgar Caruana, Edward Theobald (Cap); Francis Mifsud, Francis Scerri, Victor Cassar, Alfred Delia, Lawrence Young. Tr: Hilary Tagliaferro
Goals: Sadler (12,58), Law (43,61)

HIBERNIANS PAOLA-MANCHESTER UNITED 0-0
The stadium Gzira Valletta 27.09.67 Ref: Bruno de Marchi (Ita) Att: 23.217
HIBERNIANS: Alfred Mizzi; John Privitera, Alfred Mallia, Edward Gatt, Edgar Caruana; Edward Theobald (Cap), Lawrence Young; Francis Scerri, Victor Cassar, Alfred Delia, Joseph Attard. Tr: Hilary Tagliaferro
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns; Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, Norbert Peter Stiles; George Best, David Sadler, Robert Charlton (Cap), Denis Law, Brian Kidd. Tr: Matthew Busby

CELTIC GLASGOW-DINAMO KIEV 1-2(0-2)
Celtic Park Glasgow 20.09.67 Ref: Kurt Tschenscher (WG) Att: 52.223
CELTIC: Ronald Simpson; James Craig, Thomas Gemmel; Robert Murdoch, William McNeill (Cap), John Clark; James Johnstone, Robert Lennox, William Wallace, Robert Auld, Stephen Chalmers. Tr: John Stein
DINAMO: Evgeni Rudakov; Vladimir Scegolkov, Vadim Sosnikhin, Vladimir Levchenko, Sergei Krulikovski; Vasili Turianchik (Cap), Anatoli Byshovets, Iosif Sabo, Fiedor Medvid, Viktor Serebrianikov, Anatoli Puzach. Tr: Viktor Maslov
Goals: Puzach (3), Byshovets (30), Lennox (62)

DINAMO KIEV-CELTIC GLASGOW 1-1(0-0)
Central Kiev 4.10.67 Ref: Antonio Sbardella (Ita) Att: 68.352
DINAMO: Viktor Bannikov; Vladimir Scegolkov, Vadim Sosnikhin, Vladimir Levchenko, Sergei Krulikovski; Vasili Turianchik (Cap), Anatoli Byshovets, Iosif Sabo, Fiedor Medvid, Viktor Serebrianikov, Anatoli Puzach. Tr: Viktor Maslov
CELTIC: Ronald Simpson; James Craig, Thomas Gemmell; Robert Murdoch, William McNeill (Cap), John Clark; James Johnstone, Robert Lennox, William Wallace, Robert Auld, John Hughes. Murdoch sent off (57). Tr: John Stein
Goals: Lennox (60), Byshovets (89)

GÓRNIK ZABRZE-DJURGARDENS STOCKHOLM 3-0(1-0)
Slaski Chorzów 20.09.67 Ref: Rudolf Glöckner (DDR) Att: 35.665
GÓRNIK: Hubert Kostka; Alfred Olek, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha, Stefan Florenski; Hubert Skowronek, Erwin Wilczek, Zygfryd Szoltysik, Wlodzimierz Lubanski, Jerzy Musialek, Roman Lentner. Tr: Géza Kalocsay (Hun)
DJURGARDENS: Ronney Pettersson; Inge Karlsson, Björn Jonsson, Mats Karlsson, Willy Gummesson (Cap); Claes Cronqvist, Jan Svensson, Kay Wieståhl, Peder Persson, Sven Lindman, Roland Magnusson. Tr: Gösta Sandberg
Goals: Lubanski (41,86), Lentner (88)

DJURGARDENS IF STOCKHOLM-GÓRNIK ZABRZE 0-1(0-1)
Stockholm 4.10.67 Ref: Tage Sørensen (Dan) Att: 1364
DJURGARDENS: Ronney Pettersson; Björn Jonsson, Inge Karlsson, Mats Karlsson, Willy Gummesson (Cap), Jan Svensson, Per-Anders Eklund, Kay Wieståhl, Claes Cronqvist, Sven Lindman, Roland Magnusson. Tr: Gösta Sandberg
GÓRNIK: Hubert Kostka; Rainer Kuchta, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha, Stefan Florenski; Erwin Wilczek, Alfred Olek; Zygfryd Szoltysik, Jerzy Musialek, Wlodzimierz Lubanski, Roman Lentner. Tr: Géza Kalocsay
Goal: Musialek (35)

SKEID OSLO-SPARTA PRAHA 0-1(0-1)
Bislett Oslo 20.09.67 Ref: Bertil Lööw (Swe) Att: 16.123
SKEID: Kjell Kaspersen (Cap); Ragnar Naess, Kjell Wangen, Frank Olafsen, Finn Thorsen; Erik Mejlo, Terje Gulbrandsen, Trygve Bornø; Kai Sjøberg, Pål Saetrang, Terje Kristoffersen. Tr: Brede Borgen
SPARTA: Antonín Kramerius; Josef Vojta, Jiří Tichý, Jiří Rosicky, Václav Migas; Andrej Kvašňák (Cap), Bohumil Vesely, Ivan Mráz, Josef Jurkanin, Václav Mašek, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
Goal: Mráz (7)

SPARTA PRAHA-SKEID OSLO 1-1(0-1)
Stadión na Letnej Praha 4.10.67 Ref: Franz Mayer (Aus) Att: 4000
SPARTA: Antonín Kramerius; Jan Tenner, Jiří Tichý, Jaromir Mozis, Václav Migas, Josef Vojta, Bohumil Vesely, Ivan Mráz, Andrej Kvašňák (Cap), Josef Jurkanin, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
SKEID: Kjell Kaspersen (Cap), Ragnar Naess, Kjell Wangen, Frank Olafsen, Finn Thorsen; Terje Gulbrandsen, Jørn Stople, Trygve Bornø, Kai Sjøberg, Erik Johansen, Terje Kristoffersen. Tr: Brede Borgen
Goals: Sjöberg (41), Mráz (58)

AS SAINT ETIENNE-PALLOSEURA KUOPIO 2-0(1-0)
Stade Geoffroy Guichard Saint Etienne 20.09.67 Ref: Leo Callaghan (Wal) Att: 18.948
AS ST.ETIENNE: Georges Carnus; Vladimir Durković, Georges Polny, Roland Mitoraj, Bernard Bosquier; Aimé Jacquet, André Fefeu, Robert Herbin, Hervé Revelli, Rachid Mekhloufi (Cap), Georges Béréta. Tr: Albert Batteux
PALLOSEURA: Pertti Hänninen; Hannu Raatikainen, Veikko Jokinen, Eero Rissanen, Gunnar Boman, Matti Väänänen, Pekka Mäkelä, Pekka Louesola, Antero Kostilainen, Markku Hyvärinen (Cap), Ari Savolainen. Tr: Urho Tuunanen
Goals: Herbin (43), Jacquet (48)

PALLOSEURA KUOPIO-AS SAINT ETIENNE 0-3(0-1)
Väinölänniemi Kuopio 4.10.67 Ref: Tofik Bahramov (URSS) Att: 5279
PALLOSEURA: Pertti Hänninen; Jouko Suomalainen, Hannu Raatikainen, Matti Väänänen, Gunnar Boman, Eero Rissanen, Pekka Mäkelä, Markku Hyvärinen (Cap), Antero Kostilainen, Pekka Louesola, Risto Pyykkö.
AS ST.ETIENNE: Georges Carnus; Vladimir Durković, Georges Polny, Roland Mitoraj, Bernard Bosquier ; Aimé Jacquet, André Fefeu, Robert Herbin, Hervé Revelli, Rachid Mekhloufi (Cap), Georges Béréta. Tr: Albert Batteux
Goals: Herbin (5), Bosquier (75), Revelli (84p)

OLYMPIAKOS PEIRAIAS-JUVENTUS TORINO 0-0
Karaiskakis Athina 20.09.67 Ref: Lajos Horvath (Jug) Att: 35.702
OLYMPIAKOS: Kóstas Valianos; Giánnis Gkaitatzis, Orestis Pavlidis; Kóstas Polihroniou (Cap), Hristos Zanteroglou, Grigoris Aganian; Paulos Vasileiou, Giórgos Sideris, Nikos Sideris, Nikos Gioutsos, Vasílis Botinos. Tr: Márton Bukovi (Hun)
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Adolfo Gori, Gianfranco Leoncini (Cap); Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano, Sandro Salvadore; Luigi Simoni, Luis DEL SOL Cascajares, Virginio De Paoli, Sydney Cunha “Cinesinho”, Giampaolo Menichelli. Tr: Heriberto Herrera

JUVENTUS TORINO-OLYMPIAKOS PEIRAIAS 2-0(1-0)
Stadio Comunale Torino 11.10.67 Ref: Gilbert Droz (Swi) Att: 31.878
JUVENTUS: Martino Angelo Colombo; Adolfo Gori, Gianfranco Leoncini (Cap); Giancarlo Bercellino, Benito Sarti, Sandro Salvadore; Luigi Simoni, Luis DEL SOL Cascajares, Gianfranco Zigoni, Sydney Cunha “Cinesinho”, Giampaolo Menichelli. Tr: Heriberto Herrera
OLYMPIAKOS: Kóstas Valianos (46 Dimítris Xarhakos); Giánnis Gkaitatzis, Orestis Pavlidis; Hristos Zanteroglou, Nikos Sideris, Paulos Vasileiou, Giórgos Sideris (Cap), Grigoris Aganian, Nikos Gioutsos, Panagiotis Barbalias, Vasílis Botinos. Tr: Márton Bukovi
Goals: Zigoni (12), Menichelli (49)

AJAX AMSTERDAM-REAL MADRID 1-1(1-1)
Olympisch Amsterdam 20.09.67 Ref: James Finney (Eng) Att: 55.940
AJAX: Gerrit Bals (Cap); Willem Suurbier, Adriaan Hulshoff, Anton Pronk, Velibor Vasović; Bernardus Muller, Jesaia Swart, Hendrik Groot, Johannes Cruijff, Klaas Nuninga, Petrus Johannes Keizer. Tr: Marinus Michels
REAL: Andrés Avelino Zapico Junquera; Antonio CALPE Hernandez, Manuel SANCHIS Martínez; Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Pedro Eugenio DE FELIPE Cortés, Ignacio ZOCO Esparza (Cap); AMANCIO Amaro Varela, José Martínez Sánchez “PIRRI”, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Manuel BUENO Cabral. Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
Goals: Cruijff (17), Pirri (36)

REAL MADRID-AJAX AMSTERDAM 2-1(0-0,1-1)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 11.10.67 Ref: Robert Holley Davidson (Sco) Att: 120.000
REAL: Andrés Avelino Zapico JUNQUERA; Antonio CALPE Hernandez, Manuel SANCHIS Martínez; José Martínez Sánchez “PIRRI”, Ignacio ZOCO Esparza, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez; José Fidalgo VELOSO Fidalgo, AMANCIO Amaro Varela, Ramón Moreno GROSSO, Rafael DE DIEGO Larrañaga, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
AJAX: Gerrit Bals (Cap); Willem Suurbier, Bernardus Hulshoff, Anton Pronk, Velibor Vasovic; Bernardus Muller, Jesaia Swart, Hendrik Groot, Johannes Cruijff, Klaas Nuninga, Petrus Johannes Keizer. Tr: Marinus Michels
Goals: Gento (58), Groot (69), Veloso (101)

FC DUNDALK-VASAS BUDAPEST 0-1(0-0)
Oriel Park Dundalk 20.09.67 Ref: Laurens van Ravens (Hol) Att: 4177
FC DUNDALK: Kevin Blount; Patrick McKeown, Francis Brennan, Michael Millington; Alan Fox (Cap), James Burke; Patrick Cruise, Patrick Turner, Daniel Hale, Kevin Murray, Derek Stokes. Man: Alan Fox (Wal)
VASAS: László Varga; Sándor Bakos, Mihály Kékesi, Ferenc Fister, Imre Mathesz, Pál Berendi (Cap), Dezső Molnár, Lajos Puskás, Csaba Vidáts, János Farkas, István Korsós. Tr: Rudolf Illovszky
Goal: Korsós (67)

VASAS BUDAPEST-FC DUNDALK 8-1(4-1)
Népstadion Budapest 11.10.67 Ref: Josef Krnávek (Cze) Att: 74.117
VASAS: László Varga; Sándor Bakos, Kálmán Mészöly, Kálmán Ihász; Imre Mathesz, Pál Berendi (Cap); Dezső Molnár, Csaba Vidáts, János Farkas, István Korsós, Ferenc Fister. Tr: Rudolf Illovszky
FC DUNDALK: Kevin Blount; Francis Brennan, Patrick McKeown, Michael Millington; Alan Fox (Cap), James Burke; Laurence Gilmore, Kevin Murray, Daniel Hale, Derek Stokes, Anthony O’Connell. Millington sent off (64). Man: Alan Fox
Goals: Vidáts (9,86), Hale (11), Farkas (31,34,72), Korsós (43,84), Molnár (64)

FC BASEL-HVIDOVRE KØBENHAVN 1-2(1-0)
St.Jakob Basel 20.09.67 Ref: Gyula Emsberger (Hun) Att: 13.344
FC BASEL: Marcel Kunz; Josef Kiefer, Bruno Michaud, Markus Pfirter, Hanspeter Stocker, Karl Odermatt (Cap), Helmut Benthaus, Peter Wenger, Roberto Frigerio, Helmut Hauser, Otto Demarmels. Tr: Helmut Benthaus (WG)
HVIDOVRE: Jørgen Henriksen; Willy Bang Nielsen, John Worbye; John Petersen, Jørgen Jespersen (Cap), Claus Petersen; John Steen Olsen, Leif Sørensen, Frits Hansen, Allan Hebo Larsen, Leif Carlsen. Tr: Ernst Netuka (Aus)
Goals: Hauser (17), Larsen (58), Sørensen (80)

HVIDOVRE KØBENHAVN-FC BASEL 3-3(2-1)
Idraetsparken København 18.10.67 Ref: Kenneth Dagnall (Eng) Att: 9363
HVIDOVRE: Jørgen Henriksen, Willy Bang Nielsen, John Worbye; John Petersen, Jørgen Jespersen (Cap), Claus Petersen; John Steen Olsen, Leif Sørensen, Frits Hansen, Knud Andersen, Leif Carlsen. Tr: Ernst Netuka
FC BASEL: Marcel Kunz, Josef Kiefer, Bruno Michaud, Markus Pfirter, Hanspeter Stocker, Karl Odermatt (Cap), Helmut Benthaus, Peter Wenger, Roberto Frigerio, Helmut Hauser, Anton Schnyder. Tr: Helmut Benthaus
Goals: Hauser (2), Hansen (16), Sørensen (39), Olsen (58), Benthaus (78), Wenger (85)

FC KARL MARX STADT-ANDERLECHT BRUSSEL 1-3(1-3)
Ernst-Thälmann-Stadion Karl Marx Stadt 20.09.67 Ref: Kevin Howley (Eng) Att: 29.260
FC KARL MARX STADT: Manfred Hambeck; Claus Rüdrich, Peter Müller; Albrecht Müller, Fritz Feister, Joachim Posselt; Klaus Kreul, Rolf Steinmann, Manfred Lienemann, Dieter Erler (Cap), Eberhard Vogel. Tr: Horst Scherbaum
ANDERLECHT: Dzenko Vukasovic; Georges Heylens, Jean Cornelis; Julien Kialunda, Pierre Hanon, Jean Plaskie; Johan Devrindt, Jozef Jurion (Cap), Jan Mulder, Paul van Himst, Wilfried Puis. Tr: Andras Berés (Hun)
Goals: Mulder (3,35), Van Himst (38), Steinmann (41)

ANDERLECHT BRUSSEL-FC KARL MARX STADT 2-1(2-1)
Stade Emile Versé Brussel 18.10.67 Ref: José Ortiz de Mendibíl (Spa) Att: 28.831
ANDERLECHT: Dzenko Vukasovic; Georges Heylens, Jean Cornelis, Julien Kialunda, Pierre Hanon (Cap), Jean Plaskie, Paul Vandenberg, Gerardus Bergholtz, Johan Devrindt, Paul van Himst, Wilfried Puis. Tr: Andras Berés
FC KARL MARX STADT: Joachim Gröper; Klaus Kreul, Peter Müller, Albrecht Müller, Fritz Feister, Claus Rüdrich, Eberhard Schuster, Rolf Steinmann, Manfred Lienemann, Dieter Erler (Cap), Eberhard Vogel. Tr: Horst Scherbaum
Goals: Schuster (11), Bergholtz (33), Van Himst (38)

OLYMPIAKOS NICOSIA-NK SARAJEVO 2-2(2-0)
GSP Nicosia 20.09.67 Ref: Aurelio Angonese (Ita) Att: 4000
OLYMPIAKOS: Andreas Filotas; Mihalakis Argyrou, Sotirakis Georgiou (Cap), Dimitrakis Argyrou, Giánnis Xipolitas, Lakis Avramidis, Giórgos Kettenis, Panikos Efthimiadis, Markos Markou, Kostakis Pieridis, Andreas Limbouris. Tr: Pampos Avramidis
NK SARAJEVO: Ibrahim Sirco; Mirsad Fazlagić (Cap), Andjelko Tesan, Sead Jasenković, Milenko Bajić, Milan Makić, Sreten Siljkut, Bosko Prodanović, Bosko Antić, Dragan Vujanović, Fahrudin Ulak. Tr: Franjo Lovrić
Goals: Kettenis (1), Tesan (43 og), Antic (50,65)

NK SARAJEVO-OLYMPIAKOS NICOSIA 3-1(1-0)
Kosevo Sarajevo 18.10.67 Ref: Gyula Gere (Hun) Att: 4308
NK SARAJEVO: Ibrahim Sirco; Mirsad Fazlagić (Cap), Andjelko Tesan; Sead Jasenković, Milenko Bajić, Svetozar Vujović, Salih Delalić, Sreten Siljkut, Bosko Prodanović, Bosko Antić, Fahrudin Ulak. Tr: Franjo Lovrić
OLYMPIAKOS: Andreas Filotas; Mihalakis Argyrou, Giánnis Xipolitas; Dimitrakis Argyrou, Sotirakis Georgiou (Cap), Lakis Avramidis; Giórgos Kettenis, Panikos Efthimiadis, Markos Markou, Vasílis Katsis, Andreas Limbouris. Tr: Pampos Avramidis
Goals: Antic (33), Siljkut (57,74), Xipolitas (79)

TRAKIA PLOVDIV-RAPID BUCUREŞTI 2-0(0-0)
9 September Plovdiv 27.09.67 H: 17,30 Ref: Sergei Alimov (URSS) Att: 11.000
TRAKIA: Mihail Karushkov, Neno Georgiev, Ivan Zaduma, Viden Apostolov, Tobia Momin, Ivan Gluhchev, Georgi Popov, Dinko Dermendjiev (Cap), Hristo Dishkov, Dobrin Nenov, Vangel Delev. Tr: Georgi Chakarov
RAPID: Răducanu Necula; Nicolae Lupescu, Ion Motroc (Cap), Vasile Ştefan; Constantin Dinu, Dan Coe; Constantin Năsturescu, Alexandru Neagu, Ion Ionescu, Constantin Jamaischi, Ion Pop. Tr: Valentin Stănescu
Goals: Dermendjiev (54p), Popov (70)

RAPID BUCUREŞTI-TRAKIA PLOVDIV 3-0(1-0,2-0)
23 August Bucureşti 18.10.67 H: 14,45 Ref: Marian Srodecki (Pol) Att: 20.000
RAPID: Răducanu Necula; Nicolae Lupescu, Ion Motroc, Dan Coe, Ilie Greavu (Cap); Constantin Dinu, Constantin Jamaischi; Constantin Năsturescu, Emil Dumitriu, Ion Ionescu, Teofil Codreanu. Tr: Valentin Stănescu
TRAKIA: Mihail Karushkov; Neno Georgiev, Raiko Stoinov (Cap), Tobia Momin, Viden Apostolov, Ivan Zaduma, Hristo Dishkov, Georgi Popov, Ivan Gluhchev, Dobrin Nenov, Dinko Dermendjiev. Tr: Georgi Chakarov
Goals: Codreanu (25,72), Ionescu (108)

SECOND ROUND
VASAS BUDAPEST-VALUR REYKJAVIK 6-0(4-0)
Népstadion Budapest 15.11.67 Ref: Pavol Spotak (Cze) Att: 27.800
VASAS: István Kenderesi; Kálmán Ihász, Mihály Kekesi, László Somogyvári, Imre Mathesz; Pál Berendi (Cap), Dezső Molnár, Lajos Puskás, János Radics, Ferenc Fister, Tibor Pál II. Tr: Rudolf Illovszky
VALUR: Sigurdur Dagsson; Arni Njálsson, Torsteinn Fridtjófsson, Sigurjón Gíslason, Halldór Einarsson, Samúel Örn Erlingsson, Gunnsteinn Skúlason, Sigurdur Jónsson, Hermann Gunnarsson (Cap), Bergsveinn Alfonsson, Reynir Jónsson. Tr: Oli Jónsson
Goals: Dagsson (5 og), Pál (13), Radics (38,44,49), Puskás (46)

VALUR REYKJAVIK-VASAS BUDAPEST 1-5(0-3)
Városi Várpalota 18.11.67 Ref: Ivan Placek (Cze) Att: 2773
VALUR: Sigurdur Dagsson; Arni Njálsson, Torsteinn Fridtjófsson, Sigurjón Gíslason, Halldór Einarsson, Samúel Örn Erlingsson, Birgir Einarsson, Sigurdur Jónsson, Hermann Gunnarsson (Cap), Bergsveinn Alfonsson, Reynir Jónsson. Tr: Oli Jónsson
VASAS: István Kenderesi; Gyula Varró, Ottó Váradi, László Köves, Imre Mathesz (Cap), Mihály Kékesi, Dezső Molnár, Lajos Puskás, Tibor Pál, Péter Antal, Ferenc Kovács. Tr: Rudolf Illovszky
Goals: Molnár (11), Pál (13), Mathesz (43), Váradi (53), Kovács (72), Gunnarsson (85)

HVIDOVRE KØBENHAVN-REAL MADRID 2-2(1-1)
Idraetsparken København 15.11.67 Ref: Rudolf Glöckner (DDR) Att: 40.663
HVIDOVRE: Jørgen Henriksen; Willy Bang Nielsen, John Worbye, John Petersen, Jørgen Jespersen (Cap), Claus Petersen, Leif Carlsen, John Steen Olsen, Frits Hansen, Leif Sørensen, Knud Andersen. Tr: Ernst Netuka
REAL: Andrés Avelino Zapico JUNQUERA; Antonio CALPE Hernandez, Manuel SANCHIS Martínez; José Martínez Sánchez “PIRRI”, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Ignacio ZOCO Esparza; AMANCIO Amaro Varela, Rafael DE DIEGO Larrañaga, FÉLIX RUIZ Gabarri, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
Goals: Hansen (25), Gento (40), Pirri (47), C.Petersen (73)

REAL MADRID-HVIDOVRE KØBENHAVN 4-1(3-1)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 29.11.67 Ref: Vital Loraux (Bel) Att: 90.000
REAL: Andrés Avelino Zapico JUNQUERA; Antonio CALPE Hernandez, Manuel SANCHIS Martínez; José Martínez Sánchez “PIRRI”, Pedro Eugenio DE FELIPE Cortés, Ignacio ZOCO Esparza; Francisco Navarro SERENA, AMANCIO Amaro Varela, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
HVIDOVRE: Jørgen Henriksen; Willy Bang Nielsen, Allan Hebo Larsen; John Petersen, Knud Erik Svej, Claus Petersen; Leif Carlsen, John Steen Olsen, Frits Hansen, Leif Sørensen (Cap), Knud Andersen. Tr: Ernst Netuka
Goals: Velázquez (16), Grosso (19,30), C.Petersen (29), Gento (76)

RAPID WIEN-EINTRACHT BRAUNSCHWEIG 1-0(0-0)
Prater Wien 15.11.67 Ref: Tofik Bahramov (URSS) Att: 51.181
RAPID: Gerald Fuchsbicler; Walter Gebhardt, Erich Fak, Franz Hasil, Walter Skocik, Ewald Ullmann, Anton Fritsch, Jørn Bjerregaard, Leopold Grausam, Rudolf Flögel (Cap), Walter Seitl. Tr: Rudolf Vytacil
EINTRACHT: Horst Wolter; Walter Schmidt, Jürgen Moll, Gerhard Elfert, Peter Kaack, Joachim Bäse (Cap), Wolfgang Grzyb, Lothar Ulsass, Gerd Saborowski, Horst Berg, Erich Maas. Tr: Helmut Johannsen
Goal: Hasil (54)

EINTRACHT BRAUNSCHWEIG-RAPID WIEN 2-0(0-0)
Eintracht Braunschweig 29.11.67 Ref: Thomas Wharton (Sco) Att: 30.567
EINTRACHT: Horst Wolter; Wolfgang Grzyb, Walter Schmidt, Jürgen Moll; Peter Kaack, Joachim Bäse (Cap); Klaus Gerwien, Lothar Ulsass, Gerd Saborowski, Horst Berg, Erich Maas. Tr: Helmut Johannsen
RAPID: Gerald Fuchsbichler; Walter Gebhardt, Ewald Ullmann; Franz Hasil, Walter Glechner, Walter Skocik, Anton Fritsch, Jørn Bjerregaard, Leopold Grausam, Rudolf Flögel (Cap), Walter Seitl. Tr: Rudolf Vytacil
Goals: Grzyb (37), Saborowski (42)

NK SARAJEVO-MANCHESTER UNITED 0-0
Kosevo Sarajevo 15.11.67 Ref: Francesco Francescon (Ita) Att: 37.222
NK SARAJEVO: Refik Muftić; Mirsad Fazlagić (Cap), Stjepan Blazević; Sead Jasenković, Svetozar Vujović, Milenko Bajić; Bosko Prodanović, Sreten Siljkut, Vahidin Musemić, Fahrudin Prljača, Bosko Antić. Tr: Ibro Biogradlić
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns, Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, David Sadler, John Fitzpatrick, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), George Best, John Aston. Tr: Matthew Busby

MANCHESTER UNITED-NK SARAJEVO 2-1(2-1)
Old Trafford Manchester 29.11.67 Ref: Roger Machin (Fra) Att: 62.801
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Seamus Brennan, Anthony Patrick Dunne, Francis Burns, Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, David Sadler, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), George Best, John Aston. Tr: Matthew Busby
NK SARAJEVO: Refik Muftić; Mirsad Fazlagić (Cap), Stjepan Blazević, Sead Jasenković, Svetozar Vujović, Fahrudin Prljača, Salih Delalić, Sreten Siljkut, Vahidin Musemić, Milenko Bajić, Bosko Antić. Prljača sent off (62). Tr: Ibro Biogradlić
Goals: Aston (11), Best (65), Delalić (88)

BENFICA LISBOA-AS SAINT ETIENNE 2-0(1-0)
Estádio da Luz Lisboa 16.11.67 Ref: John Adair (NIr) Att: 22.804
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; Domiciano Barrocal Gomes CAVÉM, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Fernando Riera
AS ST.ETIENNE: Georges Carnus; Vladimir Durković, Georges Polny, Bernard Bosquier, Roland Mitoraj; Aimé Jacquet, André Fefeu, Robert Herbin, Hervé Revelli, Rachid Mekhloufi (Cap), Georges Béréta. Tr: Albert Batteux
Goals: Augusto (29), Eusébio (60p)

AS SAINT ETIENNE-BENFICA LISBOA 1-0(1-0)
Stade Geoffroy Guichard Saint Etienne 30.11.67 Ref: Marian Srodecki (Pol) Att: 24.480
AS ST.ETIENNE: Georges Carnus; Vladimir Durković, Georges Polny, Bernard Bosquier, Roland Mitoraj; Aimé Jacquet, Frédéric N’Doumbé, Jean-Michel Larqué, Hervé Revelli, Rachid Mekhloufi (Cap), Georges Béréta. Tr: Albert Batteux
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; Domiciano Barrocal Gomes CAVÉM (Cap), HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Jorge Calado; JOSÉ AUGUSTO Pinto, António Fernandes Yauca, Eusébio Ferreira da Silva, Amaro Vieira. Tr: Fernando Riera
Goal: Béréta (10)

DINAMO KIEV-GÓRNIK ZABRZE 1-2(1-1)
Central Kiev 17.11.67 Ref: Vasile Dumitrescu (Rom) Att: 57.038
DINAMO: Viktor Bannikov; Vladimir Scegolkov, Vadim Sosnikhin, Vladimir Levchenko, Sergei Krulikovski; Vasili Turianchik (Cap), Anatoli Byshovets, Iosif Sabo, Fiedor Medvid, Viktor Serebrianikov, Vitali Khmelnitski. Tr: Viktor Maslov
GÓRNIK: Hubert Kostka; Rainer Kuchta, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha, Stefan Florenski; Zygfryd Szoltysik, Erwin Wilczek, Alfred Olek, Alojzy Deja, Wlodzimierz Lubanski, Jerzy Musialek. Tr: Géza Kalocsay
Goals: Olek (12 og), Szoltysik (15), Lubanski (61)

GÓRNIK ZABRZE-DINAMO KIEV 1-1(1-1)
Slaski Chorzów 29.11.67 Ref: Einar-Johan Böstrom (Swe) Att: 71.145
GÓRNIK: Hubert Kostka; Rainer Kuchta, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha, Stefan Florenski; Zygfryd Szoltysik, Erwin Wilczek, Alfred Olek, Alojzy Deja, Wlodzimierz Lubanski, Jerzy Musialek. Tr: Géza Kalocsay
DINAMO: Viktor Bannikov; Vladimir Scegolkov, Vadim Sosnikhin, Leonid Ostrovski; Sergei Krulikovski, Vasili Turiancik (Cap), Anatoli Byshovets, Anatoli Puzach, Fiedor Medvid, Viktor Serebrianikov, Vitali Khmelnitski. Tr: Viktor Maslov
Goals: Turianchik (37), Szoltysik (43)

SPARTA PRAHA-ANDERLECHT BRUSSEL 3-2(2-1)
Stadión Dr.Václava Vacka Praha 29.11.67 Ref: Joseph Heymann (Swi) Att : 10071
SPARTA: Antonín Kramerius; Josef Vojta, Václav Migas, Jiří Tichý, Tibor Semend’ák; Pavel Dyba, Andrej Kvašňák (Cap); Tomáš Pospíchal, Ivan Mráz, Václav Mašek, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
ANDERLECHT: Jean Trappeniers; Georges Heylens, Jean Cornelis; Julien Kialunda, Jacques Van Welle, Jean Plaskie; Gerardus Bergholtz, Jozef Jurion (Cap), Johan Devrindt, Paul van Himst, Wilfried Puis. Tr: Andras Berés
Goals: Mašek (25,32p,62), Jurion (35), Van Himst (55)

ANDERLECHT BRUSSEL-SPARTA PRAHA 3-3(0-1)
Stade Emile Versé Brussel 6.12.67 Ref: Paul Schiller (Aus) Att: 31.466
ANDERLECHT: Dzenko Vukasovic; Georges Heylens, Jean Cornelis; Pierre Hanon, Jacques Van Welle, Jean Plaskie; Gerardus Bergholtz, Jozef Jurion (Cap), Johan Devrindt, Paul van Himst, Wilfried Puis. Tr: Andras Berés
SPARTA: Antonín Kramerius; Tibor Semend’ák, Josef Vojta, Pavel Dyba, Jiří Tichý, Andrej Kvašňák (Cap), Josef Jurkanin; Tomáš Pospíchal, Ivan Mráz, Václav Mašek, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
Goals: Mašek (30,85), Van Himst (60,65), Devrindt (80), Mráz (89)

JUVENTUS TORINO-RAPID BUCUREŞTI 1-0(0-0)
Stadio Comunale Torino 29.11.67 Ref: Gyula Emsberger (Hun) Att: 19.452
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Sandro Salvadore, Gianfranco Leoncini; Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano (Cap), Giovanni Sacco; Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Gianfranco Zigoni, Sydney Cunha “Cinesinho”, Giampaolo Menichelli. Tr: Heriberto Herrera
RAPID: Răducanu Necula; Nicolae Lupescu, Ion Motroc, Dan Coe, Ilie Greavu (Cap); Constantin Dinu, Constantin Jamaischi; Constantin Năsturescu, Emil Dumitriu II, Ion Ionescu, Teofil Codreanu. Tr: Valentin Stănescu
Goal: Magnusson (58)

RAPID BUCUREŞTI-JUVENTUS TORINO 0-0
23 August Bucureşti 13.12.67 H: 13,30 Ref: Karl Riegg (WG) Att: 5.500
RAPID: Raducanu Necula; Nicolae Lupescu, Ion Motroc, Dan Coe, Ilie Greavu (Cap); Constantin Dinu, Constantin Jamaischi; Constantin Năsturescu, Emil Dumitriu, Ion Ionescu, Teofil Codreanu. Tr : Valentin Stănescu
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Sandro Salvadore, Gianfranco Leoncini; Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano (Cap), Giovanni Sacco; Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Gianfranco Zigoni, Sydney Cunha “Cinesinho”, Alberto Coramini. Tr: Heriberto Herrera

QUARTER FINALS
EINTRACHT BRAUNSCHWEIG-JUVENTUS TORINO 3-2(3-1)
Eintracht Braunschweig 31.01.68 Ref: Gilbert Droz (Swi) Att: 29.963
EINTRACHT: Horst Wolter; Wolfgang Grzyb, Jürgen Moll, Walter Schmidt, Peter Kaack, Joachim Bäse (Cap), Klaus Gerwien, Lothar Ulsass, Hans-Georg Dulz, Horst Berg, Erich Maas. Tr: Helmut Johannsen
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Adolfo Gori, Gianfranco Leoncini; Benito Sarti, Ernesto Castano (Cap), Alberto Coramini; Erminio Favalli, Luis DEL SOL Cascajares, Gianfranco Zigoni, Sydney Cunha “Cinesinho”, Giovanni Sacco. Tr: Heriberto Herrera
Goals: Kaack (12 og,28), Dulz (37), Berg (38), Sacco (82)

JUVENTUS TORINO-EINTRACHT BRAUNSCHWEIG 1-0(0-0)
Stadio Comunale Torino 28.02.68 Ref: Paul Schiller (Aus) Att: 37.918
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Sandro Salvadore, Gianfranco Leoncini; Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano (Cap), Giovanni Sacco; Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Virginio De Paoli, Sydney Cunha “Cinesinho”, Gianfranco Zigoni. Tr: Heriberto Herrera
EINTRACHT: Horst Wolter; Wolfgang Grzyb, Jürgen Moll, Walter Schmidt, Peter Kaack, Joachim Bäse (Cap), Klaus Gerwien, Lothar Ulsass, Hans-Georg Dulz, Horst Berg, Erich Maas. Tr: Helmut Johannsen
Goal: Bercellino (88p)

JUVENTUS TORINO-EINTRACHT BRAUNSCHWEIG 1-0(0-0)
Wankdorf-Stadion Bern 20.03.68 Ref: Gottfried Dienst (Swi) Att: 44.700
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Sandro Salvadore, Gianfranco Leoncini; Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano (Cap), Giovanni Sacco; Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Gianfranco Zigoni, Sydney Cunha “Cinesinho”, Giampaolo Menichelli. Tr: Heriberto Herrera
EINTRACHT: Horst Wolter; Wolfgang Grzyb, Jürgen Moll, Walter Schmidt, Peter Kaack, Joachim Bäse (Cap), Klaus Gerwien, Gerhard Elfert, Gerd Saborowski, Hans-Georg Dulz, Erich Maas. Tr: Helmut Johannsen
Goal: Magnusson (56)

MANCHESTER UNITED-GÓRNIK ZABRZE 2-0(1-0)
Old Trafford Manchester 28.02.68 Ref: José Ortiz de Mendibil (Spa) Att: 63.456
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns; Patrick Timothy Crerand, David Sadler, Norbert Peter Stiles; George Best, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), James Ryan, John Aston. Tr: Matthew Busby
GÓRNIK: Hubert Kostka; Rainer Kuchta, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha; Stefan Florenski, Alojzy Deja, Erwin Wilczek; Alfred Olek, Zygfryd Szoltysik, Wlodzimierz Lubanski, Jerzy Musialek. Tr: Géza Kalocsay
Goals: Florenski (60 og), Kidd (89)

GÓRNIK ZABRZE-MANCHESTER UNITED 1-0(0-0)
Stadion Slaski Chorzów 13.03.68 Ref: Concetto Lo Bello (Ita) Att: 77.649
GÓRNIK: Hubert Kostka; Rainer Kuchta, Stanislaw Oslizlo (Cap), Henryk Latocha, Stefan Florenski; Alojzy Deja, Erwin Wilczek, Alfred Olek; Roman Lentner, Wlodzimierz Lubanski, Jerzy Musialek. Tr: Géza Kalocsay
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns, Patrick Timothy Crerand, David Sadler, Norbert Peter Stiles, John Fitzpatrick, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), George Best, David George Herd. Tr: Matthew Busby
Goal: Lubanski (72)

VASAS BUDAPEST-BENFICA LISBOA 0-0
Népstadion Budapest 6.03.68 Ref: Kurt Tschenscher (WG) Att: 36.394
VASAS: László Varga; Sándor Bakos, Kálmán Mészöly, Kálmán Ihász; Imre Mathesz (Cap), Csaba Vidáts; Dezső Molnár, Lajos Puskás, János Farkas, Ferenc Fister, István Korsós. Tr: Rudolf Illovszky
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; ADOLFO António da Cruz CALISTO, Raúl Machado, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Fernando da Conceição CRUZ; Jacinto Santos, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Fernando Cabrita

BENFICA LISBOA-VASAS BUDAPEST 3-0(0-0)
Estádio da Luz Lisboa 14.03.68 Ref: Laurens Van Ravens (Hol) Att: 49.336
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; ADOLFO António da Cruz CALISTO, Raúl Machado, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Fernando Cabrita
VASAS: László Varga; Sándor Bakos, Kálmán Mészöly, Kálmán Ihász; Imre Mathesz (Cap), László Somogyvári, János Radics, Csaba Vidáts, János Farkas, Ferenc Fister, István Korsós. Tr: Rudolf Illovszky
Goals: Eusébio (47,68), Torres (76)

REAL MADRID-SPARTA PRAHA 3-0(0-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 6.03.68 Ref: James Finney (Eng) Att: 120.000
REAL: Antonio Rodrigo BETANCORT Barrera; Eduardo GONZÁLEZ Ruiz, Manuel SANCHIS Martínez, José Martínez Sánchez “PIRRI”, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Ignacio ZOCO Esparza; Francisco Navarro SERENA, AMANCIO Amaro Varela, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
SPARTA: Antonín Kramerius; Milan Kollár, Jiří Tichý, Tibor Semend’ák; Pavel Dyba, Andrej Kvašňák (Cap); Tomáš Pospíchal, Josef Jurkanin, Ivan Mráz, Václav Mašek, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
Goals: Amancio (61,62,68)

SPARTA PRAHA-REAL MADRID 2-1(2-0)
Stadión Dr.Václava Vacka Praha 20.03.68 Ref: Hans Rademacher (WG) Att: 40.431
SPARTA: Pavel Kouba; Milan Kollár, Jiří Tichý, Tibor Semend’ák, František Chovanec; Pavel Dyba, Josef Jurkanin, Ivan Mráz, Andrej Kvašňák (Cap), Václav Mašek, Václav Vrána. Tr: Václav Jezek
REAL: Antonio Rodrigo BETANCORT Barrera; Eduardo GONZÁLEZ Ruiz, Manuel SANCHIS Martínez; José Martínez Sánchez “PIRRI”, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Ignacio ZOCO Esparza; Rafael DE DIEGO Larrañaga, AMANCIO Amaro Varela, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
Amancio sent off (45)
Goals: Kvašňák (36), Dyba (45), Gento (58)

SEMIFINALS
MANCHESTER UNITED-REAL MADRID 1-0(1-0)
Old Trafford Manchester 24.04.68 Ref: Tofik Bahramov (URSS) Att: 62.562
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Anthony Patrick Dunne, Francis Burns, Patrick Timothy Crerand, David Sadler, Norbert Peter Stiles, George Best, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), Denis Law, John Aston. Tr: Matthew Busby
REAL: Antonio Rodrigo BETANCORT Barrera, Eduardo GONZÁLEZ Ruiz, Manuel SANCHIS Martínez, José Martínez Sánchez “PIRRI”, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Ignacio ZOCO Esparza, MIGUEL Ángel PÉREZ Pilipiux, JOSÉ LUIS López Peinado, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
Goal: Best (35)

REAL MADRID-MANCHESTER UNITED 3-3(3-1)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 15.05.68 Ref: Antonio Sbardella (Ita) Att: 125.000
REAL: Antonio Rodrigo BETANCORT Barrera; Eduardo GONZÁLEZ Ruiz, Manuel SANCHIS Martínez, José Martínez Sánchez “PIRRI”, Fernando ZUNZUNEGUI Rodríguez, Ignacio ZOCO Esparza; MIGUEL Ángel PÉREZ Pilipiux, AMANCIO Amaro Varela, Ramón Moreno GROSSO, Manuel VELÁZQUEZ Villaverde, Francisco GENTO López (Cap). Tr: Miguel MUÑOZ Mozún
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Seamus Brennan, Anthony Patrick Dunne, Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, Norbert Peter Stiles, George Best, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), David Sadler, John Aston. Tr: Matthew Busby
Goals: Pirri (31), Gento (41), Zoco (44og), Amancio (45), Sadler (73), Foulkes (80)

BENFICA LISBOA-JUVENTUS TORINO 2-0(0-0)
Estádio da Luz Lisboa 9.05.68 Ref: Roger Barde (Fra) Att: 69.375
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; ADOLFO António da Cruz CALISTO, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Otto Glória
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Gianluigi Roveta, Sandro Salvadore; Giancarlo Bercellino, Ernesto Castano (Cap), Gianfranco Leoncini; Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Virginio De Paoli, Giovanni Sacco, Gianfranco Zigoni. Tr: Heriberto Herrera
Goals: Torres (63), Eusébio (69)

JUVENTUS TORINO-BENFICA LISBOA 0-1(0-0)
Stadio Comunale Torino 15.05.68 Ref: Rudolf Glöckner (DDR) Att: 62.570
JUVENTUS: Roberto Anzolin; Gianluigi Roveta, Sandro Salvadore; Giancarlo Bercellino, Alberto Coramini, Gianfranco Leoncini (Cap); Roger Magnusson, Luis DEL SOL Cascajares, Virginio De Paoli, Giovanni Sacco, Gianfranco Zigoni. Tr: Heriberto Herrera
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; ADOLFO António da Cruz CALISTO, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, JOSÉ AUGUSTO Pinto, Mário Esteves COLUNA (Cap); José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Otto Glória
Goals: Eusébio (68)

FINAL
MANCHESTER UNITED-BENFICA LISBOA 4-1(0-0,1-1)
Wembley London 29.05.1968 H: 19,45 Ref: Concetto Lo Bello (Ita) Att: 92.225
MANCHESTER UNITED: Alexander Cyril Stepney; Seamus Brennan, Anthony Patrick Dunne, Patrick Timothy Crerand, William Anthony Foulkes, Norbert Peter Stiles, George Best, Brian Kidd, Robert Charlton (Cap), David Sadler, John Aston. Man: Matthew Busby
BENFICA: JOSÉ HENRIQUE Rodrigues Marques; ADOLFO António da Cruz CALISTO, HUMBERTO da Silva FERNANDES, Jacinto Santos, Fernando da Conceição CRUZ; Jaime Graça, Mário Esteves COLUNA (Cap); JOSÉ AUGUSTO Pinto, José Torres, Eusébio Ferreira da Silva, António José SIMÕES. Tr: Otto Glória (Bra)
Goals: R.Charlton (55,100), Graça (80), Best (97), Kidd (98)

Goalscorers: 162 goals
6: Eisébio Ferreira da Silva (Benfica Lisboa)
5: Václav Mašek (Sparta Praha), Paul van Himst (Anderlecht Brussel), Francisco GENTO López (Real Madrid)
4: Hermann Gunnarsson (Valur Reykjavik), Wlodzimierz Lubanski (Górnik Zabrze), AMANCIO Amaro Varela (Real Madrid)
3: Antic (NK Sarajevo), Mráz (Sparta Praha), Pirri (Real Madrid), Radics, Farkas, Korsós (Vasas Budapest), Sadler, Best, Kidd (Manchester United)
2: Di Genova (Jeunesse d’Esch), Lennox (Celtic Glasgow), Hauser (FC Basel), Codreanu (Rapid Bucureşti), Hansen, C.Petersen, Sørensen (Hvidovre København), Flögel (Rapid Wien), Siljkut (NK Sarajevo), Herbin (St.Etienne), Byshovets (Dinamo Kiev), Mulder (Anderlecht), Szoltysik (Górnik Zabrze), Grosso (Real Madrid), Magnusson (Juventus Torino), Torres (Benfica Lisboa), Molnár, Pál, Vidáts (Vasas Budapest), R.Charlton, Law (Manchester United)
1: Colrain (Glentoran Belfast), Hnatow, Langer (Jeunesse), Sjöberg (Skeid Oslo), Cruijff, Groot (Ajax Amsterdam), Hale (FC Dundalk), Benthaus, Wenger (FC Basel), Schuster, Steinmann (FC Karl Marx Stadt), Xipolitas, Ketenis (Olympiakos Nicosia), Dermendjiev, Popov (Trakia Plovdiv), Ionescu (Rapid Bucureşti), Jónsson (Valur Reykjavik), Olsen, Larsen (Hvidovre), Hasil, Seitl, Grausam (Rapid Wien), Delalic (NK Sarajevo), Béréta, Bosquier, Revelli, Jacquet (St.Etienne), Turianchik, Puzach (Dinamo Kiev), Devrindt, Jurion, Bergholtz (Anderlecht), Kaack, Dulz, Berg, Grzyb, Saborowski (Eintracht Braunschweig), Lentner, Musialek (Górnik Zabrze), Kvašňák, Dyba (Sparta Praha), Velázquez, Veloso (Real Madrid), Bercellino, Sacco, Zigoni, Menichelli (Juventus Torino), Graça, Augusto (Benfica Lisboa), Mathesz, Váradi, Kovács, Puskás (Vasas Budapest), Foulkes, Aston (Manchester Utd)
og: Tesan (NK Sarajevo) for Olympiakos Nicosia, Dagsson (Valur Reykjavik) for Vasas Budapest, Olek (Górnik Zabrze) for Dinamo Kiev, Kaack (Eintracht Braunschweig) for Juventus Torino, Florenski (Górnik Zabrze) for Manchester United

 


A Fifa e a Uefa decidiram banir a Bósnia do futebol mundial porque a federação do país se recusou a mudar o estatuto. O futebol do país é comandado por um regime de três presidentes, como ocorre com o governo bósnio. Os cartolas são escolhidos com base em seu perfil étnico. A Fifa e a Uefa exigiram o fim deste rodízio, mas não foram atendidas.

Fonte: DC

 

PRELIMINARY ROUND
HONVÉD BUDAPEST – VALLETTA FC 8-0(4-0)
Népstadion Budapest 16.08.80 Ref: Ramiz Pregja (Alb) Att: 1500
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paróczai, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga; László Gyimesi, Antal Nagy (46 Sándor Lukács); László Dajka, Belá Bodonyi, Márton Ester¬házy, László Kuti. Tr: Lajos Tichy
VALLETTA FC: Raymond Mifsud; Raymond Gauci, Joe Cassar, Dennis Fenech, Paul Curmi; F. Darmanin, Leonard Farrugia, Emanuel Farrugia; Emanuel Seychell, Emanuel Cristiano, Carlo Seychell.
Goals: Bodonyi (2), Garaba (3), Esterházy (23), Kocsis (44p), Dajka (48,50), Varga (86p,89)

VALLETTA FC – HONVÉD BUDAPEST 0-3(0-2)
Valletta 3.09.80 Ref: Peter Scherz (Swi) Att: 3000
VALLETTA FC: Raymond Mifsud; Raymond Gauci, Dennis Fenech, Joe Cassar, Paul Curmi; F. Darmanin (80 Tony Galea), Leonard Farrugia, Emanuel Farrugia; Emanuel Seychell (82 Callus), Emanuel Cristiano, Carlo Seychell.
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paroczái, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga; László Gyimesi, Antal Nagy; Belá Bodonyi, Márton Esterházy, László Dajka, László Kuti. Tr: Lajos Tichy
Goals: Esterházy (16,75), Bodonyi (21)

FIRST ROUND
LINFIELD BELFAST – F.C. NANTES 0-1(0-1)
Haarlem 16.09.80 Ref: Henrik J. van Ettekoven (Hol) Att: 940
LINFIELD: George Dunlop; John Garrett, Peter Dornan, Lindsay McKeown, Alan Fraser, David Nixon (64 Martin McGaughey), Terry Hayes, Stephen McKee, Frankie Parks, Colin McCurdy, Trevor Anderson.
F.C. NANTES: Jean-Paul Bertrand-Demanes; Maxime Bossis, Patrice Rio, Henri Michel, Thierry Tusseau; Oscar Muller (46 José Touré), Fabrice Poullain, Gilles Rampillon; Henrik Agerbeck (82 Fabrice Picot), Bruno Baronchelli, Loic Amisse. Tr: Jean Vincent
Goal: Amisse (37)

F.C. NANTES – LINFIELD BELFAST 2-0(0-0)
Marcel Saupin Nantes 1.10.80 H : 20,30 Ref: Norbert Rolles (Lux) Att: 11080
F.C. NANTES: Jean-Paul Bertrand-Demanes; Maxime Bossis, Patrice Rio, Henri Michel, Thierry Tusseau (55 William Ayache); Fabrice Poullain, Enzo Trossero, Gilles Rampillon; Bruno Baronchelli, José Touré, Loic Amisse (83 Fabrice Picot). Tr: Jean Vincent
LINFIELD: George Dunlop; John Garrett, Peter Rafferty, Lindsay McKeown, Alan Fraser, Terry Hayes, Peter Dornan, Frankie Parks, Stephen McKee, Colin McCurdy, Trevor Anderson.
Goals: Rampillon (46), Trossero (49)

JEUNESSE d’ESCH – SPARTAK MOSKVA 0-5(0-3)
Stade de la Frontière Esch sur Alzette 16.09.80 Ref: Rudolf Renggli (Swi) Att: 4000
JEUNESSE: Serge Roques; Carlo Jungbluth (53 Jean Noel), Gianni Di Pentima, Léon Mond, Serge Pigat, Jean-Pierre Barboni, Adrien Koster, André Zwally, Romain Pavant, Manou Scheitler, Simon.
SPARTAK: Rinat Dasaev (64 Aleksei Prudnikov); Viktor Samokhin, Aleksandr Mirzoian, Vagiz Khidiatulin, Oleg Romantsev, Sergei Schavlo, Aleksandr Sorokin (58 Boris Pozdniakov), Yuri Gavrilov, Fiodor Cherenkov, Georgi Yartsev, Sergei Rodionov. Tr: Konstantin Beskov
Goals: Gavrilov (1,31), Khidiatulin (43), Rodionov (68), Yartsev (84)

SPARTAK MOSKVA – JEUNESSE d’ESCH 4-0(3-0)
Lenin Moskvea 1.10.80 Ref: Carol Jurja (Rom) Att: 18000
SPARTAK: Rinat Dasaev (46 Aleksei Prudnikov); Aleksandr Kalashnikov, Aleksandr Mirzoian, Vagiz Khidiatulin, Oleg Romantsev, Sergei Schavlo, Georgi Yartsev, Viktor Samokhin, Yuri Gavrilov (46 Boris Pozdniakov), Fiodor Cherenkov, Sergei Rodionov. Tr: Konstantin Beskov
JEUNESSE: Serge Roques; Jean Noel, Serge Pigat, Lucciarini, Léon Mond, Jean-Pierre Barboni, Adrien Koster, Gianni Di Pentima (85 Codello), André Zwally, Manou Scheitler, Simon.
Goals: Pigat (11 og), Rodionov (24), Gavrilov (40), Yartsev (88)

F.C. ABERDEEN – AUSTRIA WIEN 1-0(1-0)
Pittodrie Aberdeen 17.09.80 Ref: Rolf Nyhus (Nor) Att: 20000
ABERDEEN: James Leighton; Stuart Kennedy, Douglas Rougvie, Andy Watson (66 Douglas Bell), Alexander McLeish, William Miller, Gordon Strachan, John McMaster, Mark McGhee, Andrew Jarvie, Ian Scanlon (77 John Hewitt). Man: Alex Ferguson
AUSTRIA: Friedrich Koncilia, Robert Sara; Erich Obermayer, Günther Pospischil, Ernst Baumeister, Josef Sara, Karl Daxbacher, Johann Dihanich, Harald Fürst (77 Franz Zore), Felix Gasselich, Walter Schachner (89 Fritz Borgan). Tr: Erich Hof
Goal: McGhee (31)

AUSTRIA WIEN – F.C. ABERDEEN 0-0
Prater Wien 1.10.80 Ref: Eldar Asim Zade (URSS) Att: 45000
AUSTRIA: Friedrich Koncilia, Robert Sara; Erich Obermayer, Franz Zore (70 Fritz Borgan), Ernst Baumeister (77 Thomas Pfeiler), Josef Sara, Karl Daxbacher, Johann Dihanich, Harald Fürst, Felix Gasselich, Walter Schachner. Tr: Erich Hof
ABERDEEN: James Leighton; Stuart Kennedy, Douglas Rougvie, William Miller, Andy Watson, Gordon Strachan, John McMaster, Mark McGhee, Ian Scanlon, Douglas Bell, William Garner. Man: Alex Ferguson

C.S.K.A. SOFIA – NOTTINGHAM FOREST 1-0(0-0)
Vasil Levski Sofia 17.09.80 Ref: Luigi Agnolin (Ita) Att: 70000
C.S.K.A.: Georgi Velinov; Ivan Zafirov, Dinko Dimitrov, Tsonio Vasilev, Georgi Dimitrov, Georgi Iliev, Tzvetan Ionchev, Rujdi Kerimov, Spas Djevizov, Plamen Markov, Nikola Velkov. Tr: Asparuh Nikodimov
FOREST: Peter Shilton; Vivian Anderson, Frank Gray, John McGovern, Larry Lloyd, David Needham, Martin O’Neill, Ian Bowyer (45 Raimondo Ponte), Garry Birtles, Ian Wallace, John Robertson. Man: Brian Clough
Goal: Ionchev (70)

NOTTINGHAM FOREST – C.S.K.A. SOFIA 0-1(0-1)
City Ground Nottingham 1.10.80 Ref: Walter Horstmann (WG) Att: 25818
FOREST: Peter Shilton; Vivian Anderson, Frank Gray, John McGo¬vern, David Needham, Kenneth Burns (46 Larry Lloyd), Martin O’Neill, Ian Bowyer, Garry Birtles, Ian Wallace, John Robertson. Man: Brian Clough
C.S.K.A.: Georgi Velinov; Ivan Zafirov, Georgi Dimitrov, Tsonio Vasilev, Angel Rangelov, Georgi Iliev, Tzvetan Ionchev (85 Mario Valkov), Rujdi Kerimov, Spas Djevizov, Plamen Markov, Nikola Velkov. Tr: Asparuh Nikodimov
Goal: Kerimov (34)

PALLOSEURA OULU – F.C. LIVERPOOL 1-1(0-1)
Raatti Oulu 17.09.80 Ref: Rolf Ericsson (Swe) Att: 14000
OPS: Jukka Rantanen; Aki Lahtinen, Soini Puotiniemi, Ari Heikkinen, Leo Houtsonen, Matti Ahonen, Ari Jalasvaara, Pekka Kemppainen, Keith Armstrong, Hugh Smith, Juhani Himanka. Tr: Taisto Horneman
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Avi Cohen, Philip Thompson, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee, David Fairclough, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
Goals: McDermott (15), Puotiniemi (81)

F.C. LIVERPOOL – PALLOSEURA OULU 10-1(4-0)
Anfield Road Liverpool 1.10.80 Ref: Magnús V.Pétursson (Ice) Att: 21013
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Avi Cohen, Philip Thompson, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee, David Fairclough, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
OPS: Jukka Rantanen; Aki Lahtinen, Matti Ahonen, Ari Heikkinen, Pekka Kemppainen (88 Miika Juntunen), Soini Puotiniemi, Leo Houtsonen, Hugh Smith, Ari Jalasvaara (57 Jouni Matero), Keith Armstrong, Juhani Himanka. Tr: Taisto Horneman
Goals: Souness (5,24,52p), McDermott (29,41,83), Armstrong (47), Lee (53), R.Kennedy (66), Fairclough (68,81)

LIMERICK UNITED FC – REAL MADRID 1-2(0-0)
Lansdowne Park Dundalk 17.09.80 H: 18,45 Ref: Ole Amundsen (Dan) Att: 7000
LIMERICK: Kevin Fitzpatrick, Patrick Nolan, Brendan Storan, Joe O’Mahony, James Nodwell, John Walsh, Eoin Hand (64 Tony Meaney), Gerry Duggan (80 Tony Morris), Gary Hulmes, Desmond Kennedy, John Matthews. Tr: Eoin Hand
REAL: MIGUEL ÁNGEL González Suarez; Ángel PÉREZ GARCIA (79 Antonio GARCIA NAVAJAS), Ricardo GALLEGO Redondo, Gregorio BENITO Rubio (20 Francisco PINEDA García), José Antonio CAMACHO Alfaro, ÁNGEL de los Santos Cano, Francisco GARCIA HERNÁNDEZ, Ulrich STIELIKE, Juan Gómez González JUANITO, Laurie CUNNINGHAM, ISIDRO Díaz González. Tr: Vujadin Boškov
Goals: Kennedy (51), Juanito (69p), Pineda (86)

REAL MADRID – LIMERICK UNITED FC 5-1(2-1)
Santiago Bernabéu Madrid 1.10.80 H: 21 Ref: Augusto Marques Pires (Por) Att: 50000
REAL: Mariano GARCIA REMON; ISIDRO Díaz González, Gregorio BENITO Rubio, Ricardo GALLEGO Redondo, José Antonio CAMACHO Alfaro, Ulrich STIELIKE, ÁNGEL de los Santos Cano, Francisco GARCIA HERNÁNDEZ (46 Antonio GARCIA NAVAJAS), Juan Gómez González JUANITO, Carlos Alonso González SANTILLANA (72 Francisco PINEDA García), Laurie CUNNINGHAM. Tr: Vujadin Boškov
LIMERICK: Kevin Fitzpatrick, Patrick Nolan, Brendan Storan, Joe O’Mahony, James Nodwell, Gerry Duggan, Eoin Hand, John Walsh, Gary Hulmes (63 Tony Morris), Desmond Kennedy, John Matthews. Tr: Eoin Hand
Goals: Santillana (15), Juanito (31), Kennedy (43), Ángel (68), Cunningham (70), Pineda (83)

DINAMO TIRANA – AJAX AMSTERDAM 0-2(0-0)
Qemal Stafa Tirana 17.09.80 Ref: Nikolas Zlatanos (Gre) Att: 19000
DINAMO: Ilir Luarasi; Agron Duati, Kutjim Çoçoli, Kreshnik Cipi, Muhedin Targaj, Andrea Marko, Aleko Bregu, Ilir Pernaska (65 Artur Cobani), Dashnor Bajaziti (79 Halit Gega), Vasillaq Zëri, Haxhi Ballgjini. Tr : Sajmir Dauti
AJAX: Piet Schrijvers; Keje Molenaar, Sten Ziegler, Kees Zwamborn, Peter Boeve, Dick Schoenaker, Frank Arnesen, Søren Lerby, Martin Van Geel, Wim Kieft (78 Martin Wiggemansen), Henning Jensen. Tr: Leo Beenhakker
Goals: Arnesen (69,89)

AJAX AMSTERDAM – DINAMO TIRANA 1-0(0-0)
Ajax Amsterdam 1.10.80 Ref: Eamonn Farrell (Ire) Att: 8.100
AJAX: Piet Schrijvers; Piet Wijnberg, Sten Ziegler, Kees Zwamborn, Peter Boeve, Keje Molenaar (46 Rini Van Roon), Dick Schoenaker, Frank Arnesen, Søren Lerby, Martin Wiggemansen, Henning Jensen. Tr: Leo Beenhakker
DINAMO: Ilir Luarasi; Agron Duati, Kutjim Çoçoli, Kreshnik Cipi, Muhedin Targaj, Andrea Marko, Aleko Bregu, Dashnor Bajaziti, Ilir Pernaska (65 Artur Cobani), Vasillaq Zëri, Haxhi Ballgjini. Tr : Sajmir Dauti
Goal: Lerby (83p)

CLUB BRUGGE – F.C. BASEL 0-1(0-0)
Olympiapark Brugge 17.09.80 Ref: Adolf Matthias (Aus) Att: 21500
CLUB BRUGGE: Birger Jensen; Dirk Ranson, László Balint, Georges Leekens, Petri Kupi¬ainen, Jan Ceulemans, René Vandereycken, Zoran Filipovic, Walter Meeuws, Paul Courant, Luc Van Walleghem (65 Danny Van den Hende).
F.C. BASEL: Hans Küng; Walter Geisser, Jörg Stohler, Ernst Schleiffer, René Hasler, Otto Demarmels (76 Hansruedi Schaer), Peter Marti, Markus Tanner, Erni Maissen, Arthur Von Wartburg, Detlev Lauscher. Tr: Helmut Benthaus
Goal: Maissen (64)

F.C. BASEL – CLUB BRUGGE 4-1(1-1)
Sankt Jakob Basel 1.10.80 Ref: Ángel Franco Martínez (Spa) Att: 22500
F.C. BASEL: Hans Küng; Walter Geisser, Jörg Stohler, Ernst Schleiffer, René Hasler, Otto Demarmels, Peter Marti (69 Serge Gaisser), Markus Tanner, Erni Maissen, Arthur Von Wartburg, Detlev Lauscher. Tr: Helmut Benthaus
CLUB BRUGGE: Leen Barth; Alfons Bastijns, Walter Meeuws, Georges Leekens, Gino Maes, Jan Ceulemans, László Balint (18 Philippe Van de Walle), Zoran Filipovic, Luc Van Walleghem (73 Petri Kupiainen), Paul Courant, Jacky Debougnoux. Barth sent off (18)
Goals: Ceulemans (4), Tanner (14), Stohler (48p), Van Wartburg (55), Gaisser (81)

OLYMPIAKOS PEIRAIAS – BAYERN MÜNCHEN 2-4(1-1)
Karaiskaki Peiraias 17.09.80 Ref: Károly Palotai (Hun) Att: 34.800
OLYMPIAKOS: Nikos Sargkanis; Giannis Kyrastas, Petros Mihos, Stavros Papadopoulos, Nikos Vamvakoulas, Vaggelis Kousoulakis, Takis “Meletis” Persias, Takis Nikoloudis (73 Petros Xanthopoulos), Ilias-Maik Galakos, Thomas Ahlström, Kostas Orfanos. Tr : Kazimir Gorski
BAYERN: Manfred Müller; Hans Weiner, Wolfgang Dremmler, Kurt Niedermayer, Klaus Augenthaler, Udo Horsmann, Wolfgang Kraus, Paul Breitner, Bernd Dürnberger (70 Jürgen Röber), Dieter Hoeneβ, Karl-Heinz Rummenigge (70 Karl Del’Haye). Tr: Pál Csernai
Goals: Dremmler (22,64), Galakos (26), Rummenigge (57), Kraus (67), Ahlström (82)

BAYERN MÜNCHEN – OLYMPIAKOS PEIRAIAS 3-0(2-0)
Olympiastadion München 1.10.80 Ref: Robert Valentine (Sco) Att: 9400
BAYERN: Manfred Müller; Hans Weiner, Wolfgang Dremmler, Udo Horsmann, Klaus Augenthaler, Kurt Niedermayer, Bernd Dürnberger (46 Norbert Janzon), Paul Breitner, Karl-Heinz Rummenigge (46 Karl Del’Haye), Dieter Hoeneβ, Wolfgang Kraus. Tr: Pál Csernai
OLYMPIAKOS: Nikos Sargkanis; Giannis Kyrastas, Martin Novoselac, Stavros Papadopoulos, Vaggelis Kousoulakis, Kostas Orfanos (77 Takis Lemonis), Petros Xanthopoulos, Takis “Meletis” Persias, Takis Nikoloudis, Thomas Ahlström (71 Hristos Kaltsas), Ilias-Maik Galakos. Tr : Kazimir Gorski
Goals: D. Hoeneβ (2), Rummenigge (6), Janzon (68p)

VIKING STAVANGER – CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 2-3(1-0)
Stavanger stadion 17.09.80 Ref: Arto Ravander (Fin) Att:7448
VIKING: Erik Johannessen; Rolf Bjørnsen, Per Henriksen, Tor Reidar Brekke, Tonning Hammer; Bjarne Berntsen, Cato Andersen, Einar Saebbø, Isak Arne Refvik; Torbjørn Svendsen, Age Risanger. Tr: Mejp
CRVENA ZVEZDA: Zivan Ljukovčan; Zoran Jelikić, Zlatko Krmpotić, Dragan Miletović (70 Boško Djurovski), Milenko Rajković; Zdravko Borovnica, Vladimir Petrović, Cvijetin Blagojević; Nedeljko Milosavljević, Rajko Janjanin (57 Milan Janković), Srebrenko Repčić. Tr: Branko Stanković
Goals: Svendsen (30), Saebbo (50), Petrović (70), Brekke (77 og), Repcić (80)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD – VIKING STAVANGER 4-1(3-0)
Crvena Zvezda Beograd 1.10.80 Ref: George Chrisanthou (Gre) Att: 25000
CRVENA ZVEZDA: Zivan Ljukovčan; Zoran Jelikić, Zlatko Krmpotić, Boško Djurovski, Milenko Rajković; Zdravko Borovnica, Vladimir Petrović, Cvijetin Blagojević; Srebrenko Repcić (46 Milko Djurovski), Rajko Janjanin (46 Nedeljko Milosavljević), Srboljub Stamenković. Tr: Branko Stanković
VIKING: Erik Johannessen; Rolf Bjørnsen, Per Henriksen, Tor Reidar Brekke, Einar Saebbø; Cato Andersen, Bjarne Berntsen, Tonning Hammer (80 Gunstein Fjetland); Isak Arne Refvik, Torbjørn Svendsen (80 Trygve Johannessen), Age Risanger. Tr: Mejp
Goals: B.Djurovski (21), Janjanin (24), Petrović (29), Stamenković (55), Brekke (58)

SPORTING LISBOA – HONVÉD BUDAPEST 0-2(0-0)
Estádio do Bonfim Setúbal 17.09.80 Ref: Alexis Ponnet (Bel) Att: 30000
SPORTING: António Vaz; JOSÉ EDUARDO Malheiro Sampaio, Francisco José Teles de Andrade “ZEZINHO” (66 DILSON César Santos), Eurico Gomes, Augusto Inácio; Samuel Fraguito, Ademar Marques (59 José Eldon de Araújo Lobo Júnior “LITO”), SALVADOR Luis Almeida; MANUEL José Tavares FERNANDES, Carlos Freire, Rui Manuel da Trindade JORDÃO.
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paróczai, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga; László Dajka, Antal Nagy, Sándor Lukács; Belá Bodonyi, Márton Esterházy, Mihály Kozma. Tr: Lajos Tichy
Goals: Bodonyi (57), Nagy (85)

HONVÉD BUDAPEST – SPORTING LISBOA 1-0(1-0)
Népstadion Budapest 1.10.80 Ref: John Hunting (Eng) Att: 5000
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paróczai, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga; László Dajka, Antal Nagy, Sándor Lukács; Belá Bodonyi, Márton Esterházy (62 László Kuti), Mihály Kozma. Tr: Lajos Tichy
SPORTING: António Vaz; Vitorino Manuel Antunes BASTOS, JOSÉ EDUARDO Malheiro Sampaio, Eurico Gomes, Francisco José Teles de Andrade “ZEZINHO” (44 Carlos Freire), Augusto Inácio; Ademar Marques (82 DILSON César Santos), Francisco Barao; MANUEL José Tavares FERNANDES, Manoel Costa, Rui Manuel da Trindade JORDÃO.
Goal: Dajka (38)

TRABZONSPOR – SZOMBIERKI BYTOM 2-1(1-0)
Avni Aker Trabzon 17.09.80 Ref: Ion Igna (Rom) Att: 25000
TRABZONSPOR: Şenol Güneş; Turgay Semercioglu, Necati Özçaglayan, Ahmet Ceylan (75 Levent Erköse, 85 Arifem), Hüsnü Özkara, Mustafa Gedik, K. Senol Ustaömer, Cemil Canalioglu, Sinan Ünal, Tuncay Soyak, Iskender Gönen.
SZOMBIERKI: Wieslaw Surlit; Henryk Sosnica, Andrzej Mierzwiak, Wenanty Fuhl, Janusz Sobol, Jan Bys (46 Stanislaw Kwasniowski), Pawel Janik, Rudolf Wójtowicz (73 Joachim Wieczorek), Janusz Sroka, Eugeniusz Nagiel, Roman Ogaza.
Goals: Sinan (35), Tuncay (59), Wieczorek (88)

SZOMBIERKI BYTOM – TRABZONSPOR 3-0(1-0)
Stadion Frycza Modrzewskiego Bytom 1.10.80 Ref: Erik Fredriksson (Swe) Att: 9000
SZOMBIERKI: Wieslaw Surlit; Henryk Sosnica (.. Janusz Sobol), Wenanty Fuhl, Andrzej Mierzwiak, Rudolf Wójtowicz, Jan Bys, Pawel Janik, Eugeniusz Nagiel (.. Joachim Wieczorek), Janusz Sroka, Stanislaw Kwasniowski, Roman Ogaza.
TRABZONSPOR: Şenol Güneş; Turgay Semercioglu, Necati Özçaglayan, Hüsnü Özkara, Mustafa Gedik (83 Selahattin), Cemil Canalioglu (83 Arif), K. Senol Ustaömer, Yasar Alemdaroglu, Iskender Gönen, Sinan Ünal, Tuncay Soyak.
Goals: Bys (17), Ogaza (81), Sroka (90p)

DYNAMO BERLIN – APOEL NICOSIA 3-0(0-0)
Friedrich-Ludwig-Jahn-Sportparck Berlin 17.09.80 Ref: Ib Nielsen (Dan) Att: 18000
DYNAMO: Bodo Rudwaleit; Norbert Trieloff, Roland Jüngling; Rainer Troppa, Arthur Ullrich, Michael Noack (65 Ralf Strässer); Frank Terletzki, Olaf Seier, Bernd Schulz, Falko Götz (65 Detlef Helms), Wolf-Rüdiger Netz. Tr: Jürgen Bogs
APOEL: Kyriakos Kouis; Nikos Pantziaras, Koulis Pantziaras; Petrakis Hatzithomas, Kostas Miamiliotis, Panagiotis Maragkos; Mihalis Hatzipieris, Takis Antoniou, Andreas Miamiliotis, Giorgos Petrou, Giannis Katsioloudis “Gouras” (26 Andreas Hailis).
Goals: Terletzki (51), Trieloff (73), Schulz (87)

APOEL NICOSIA – DYNAMO BERLIN 2-1(1-0)
Makareio Nicosia 1.10.80 Ref: Milorad Vlajić (Jug) Att: 4000
APOEL: Kyriakos Kouis; Nikos Pantziaras, Koulis Pantziaras; Petrakis Hatzithomas, Kostas Miamiliotis, Panagiotis Maragkos; Mihalis Hatzipieris, Andreas Hailis (83 Andreas Stefanou), Kyriakos Vasileiou (65 Takis Antoniou), Giorgos Petrou, Andreas Miamiliotis.
DYNAMO: Bodo Rudwaleit; Norbert Trieloff, Michael Noack; Rainer Troppa, Arthur Ullrich, Roland Jüngling; Frank Terletzki, Ralf Strässer, Olaf Seier, Bernd Schulz, Wolf-Rüdiger Netz. Tr: Jürgen Bogs
Goals: Hailis (39), Petrou (48), Seier (76)

INTERNAZIONALE MILANO – UNIVERSITATEA CRAIOVA 2-0(1-0)
Stadio Giuseppe Meazza Milano 17.09.80 H: 21,45 Ref: Bernd Stumpf (DDR) Att: 85000
INTER: Ivano Bordon; Giuseppe Baresi, Gabriele Oriali; Giancarlo Pasinato, Roberto Mozzini, Graziano Bini; Domenico Caso, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Evaristo Beccalossi, Carlo Muraro (72 Nazzareno Canuti). Tr: Eugenio Bersellini
UNIVERSITATEA: Silviu Lung; Nicolae Negrilă, Nicolae Tilihoi, Costică Ştefănescu, Nicolae Ungureanu; Aurel Ţicleanu (69 Sorin Cîrţu), Aurel Beldeanu, Ion Geolgău (80 Constantin Donose), Ilie Balaci; Zoltan Crişan, Rodion Cămătaru. Tr: Ion Oblemenco
Goals: Altobelli (9p,60)

UNIVERSITATEA CRAIOVA – INTERNAZIONALE MILANO 1-1(1-1)
Central Craiova 1.10.80 H: 14 Ref: Talal Tokat (Tur) Att: 35000
UNIVERSITATEA: Silviu Lung; Nicolae Negrilă, Nicolae Tilihoi, Ion Geolgău, Nicolae Ungureanu; Aurel Ţicleanu, Aurel Beldeanu, Ilie Balaci; Zoltan Crişan, Rodion Cămătaru, Sorin Cîrţu (46 Mircea Irimescu). Tr: Ion Oblemenco
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Giuseppe Baresi, Giancarlo Pasinato (82 Domenico Caso), Roberto Mozzini; Graziano Bini, Giampiero Marini, Herbert Prohaska, Gabriele Oriali; Alessandro Altobelli (70 Evaristo Beccalossi), Carlo Muraro. Tr: Eugenio Bersellini
Goals: Muraro (8), Beldeanu (16)

ÍB VESTMANNAEYJAR – BANÍK OSTRAVA 1-1(1-1)
Kopavogsvollur Kopavogur 17.09.80 Ref: Frederick McKnight (NIr) Att: 928
ÍB VESTMANNAEYJAR: Páll Palmason; Snorri Rútsson, S.Bjarnason, Vidar Elíasson, Thordur Hallgrimsson, Oskar Valtysson, Sveinn Sveinsson, Gudmundur Erlingsson, Gustaf Baldvinsson, Kári Thorleifsson, Omar Jóhansson.
BANÍK: Pavol Michalík; Lubomír Srámek, Rostislav Vojácek, Libor Radimec, Václav Pechácek, Zděnek Sreiner, Petr Nemec, Lubomír Knapp, Werner Licka, Václav Danek, Milan Albrecht (76 Zděnek Lorenc). Tr: Evzen Hadamczik
Goals: Thorleifsson (28), Danek (42)

BANÍK OSTRAVA – ÍB VESTMANNAEIJAR 1-0(1-0)
Stadión na Bazaloch Ostrava 1.10.80 Ref: Eduard Sostarić (Jug) Att: 9355
BANÍK: Pavol Michalík; Lubomír Srámek, Rostislav Vojácek, Libor Radimec, Zděnek Rygel, Zděnek Sreiner, Augustín Antalík, Lubomír Knapp, Werner Licka, Václav Danek (51 Petr Nemec), Milan Albrecht. Tr: Evzen Hadamczik
ÍB VESTMANNAEYJAR: Páll Palmason; Gudmundur Erlingsson, Bjarnason (65 Gustaf Baldvinsson), Snorri Rútsson, Vidar Elíasson, Sveinn Sveinsson, Thordur Hallgrimsson, Omar Jóhansson, Oskar Valtysson, Kári Thorleifsson, Tómas Pálsson.
Goal: Vojácek (31)

HALMSTADS BK – ESBJERG fB 0-0
Halmstad 17.09.80 Ref: Antonín Vencl (Cze) Att: 2581
HALMSTADS BK: Stefan Regfeldt; Stellan Elmgren, Alf Peterson, Ulf Jönsson, Anders Westergren, Hans Selander, Lennart Larsson, Bengt Sjöholm, Stefan Larsson, Mats Jingblad, Sigvard Johansson.
ESBJERG: Ole Kjaer; Erik Brock Petersen, Jørgen Toft, Torben Luxhøj, Ole Madsen, Jens Jørn Bertelsen, John Lauridsen, Jørgen Kristensen, Erik Jespersen, Henning Nielsen, Per Madsen.

ESBJERG fB – HALMSTADS BK 3-2(2-1)
Esbjerg 1.10.80 Ref: Marcel van Langenhove (Bel) Att: 6500
ESBJERG: Ole Kjaer; Erik Brock Petersen, Jørgen Toft, Torben Luxhøj, Ole Madsen, Jens Jørn Bertelsen, John Lauridsen, Per Madsen (46 Jørgen Kristensen), Erik Jespersen, Henning Nielsen, Flemming Iversen.
HALMSTADS BK: Stefan Regfeldt; Stellan Elmgren (60 Peder Amberntsson), Alf Peterson, Ulf Jönsson, Anders Westergren, Hans Selander, Lennart Larsson, Stefan Larsson, Stefan Hermansson, Mats Jingblad, Sigvard Johansson.
Goals: Iversen (9), Lauridsen (24), Johansson (31), H.Nielsen (49), L.Larsson (89)

SECOND ROUND
REAL MADRID – HONVÉD BUDAPEST 1-0(1-0)
Santiago Bernabéu Madrid 22.10.80 H: 20,30 Ref: Eamonn Farrell (Ire) Att: 30000
REAL: Mariano GARCIA REMON; ISIDRO Díaz González (80 Ángel PÉREZ Garcia), Andrés SABIDO Martín, Ricardo GALLEGO Redondo, José Antonio CAMACHO Alfaro; ÁNGEL de los Santos Cano, Francisco GARCIA HERNÁNDEZ, Ulrich STIELIKE (67 Francisco PINEDA García); Juan Gómez González JUANITO, Carlos Alonso González SANTILLANA, Laurie CUNNINGHAM. Tr: Vujadin Boškov
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paróczai, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga, Sándor Lukács; Antal Nagy, László Dajka; Belá Bodonyi, Márton Esterházy, Mihály Kozma. Tr: Lajos Tichy
Goal: Santillana (23)

HONVÉD BUDAPEST – REAL MADRID 0-2(0-1)
Népstadion Budapest 4.11.80 H: 17,30 Ref: Jan Redelfs (WG) Att: 25000
HONVÉD: Sándor Gujdár; Sándor Paróczai, István Kocsis, Imre Garaba, József Varga; László Dajka (74 György Kerepeczki), Antal Nagy (46 László Gyimesi), Sándor Lukács; Belá Bodonyi, Márton Ester¬házy, Mihály Kozma. Tr: Lajos Tichy
REAL: Mariano GARCIA REMON; ISIDRO Díaz González; Ulrich STIELIKE, Gregorio BENITO Rubio (75 Andrés SABIDO Martín), José Antonio CAMACHO Alfaro; Francisco GARCIA HERNÁNDEZ, Ricardo GALLEGO Redondo, ÁNGEL de los Santos Cano; Juan Gómez González JUANITO (86 Francisco PINEDA García), Carlos¬ Alonso González SANTILLANA, Laurie CUNNINGHAM. Tr: Vujadin Boškov
Goals: Cunningham (27), Garcia Hernández (83)

F.C. ABERDEEN – F.C. LIVERPOOL 0-1(0-1)
Pittodrie Aberdeen 22.10.80 Ref: Alozjy Jargusz (Pol) Att: 24000
ABERDEEN: James Leighton; Stuart Kennedy, Alexander McLeish, William Miller, Douglas Rougvie, Andy Watson, Gordon Strachan, John McMaster (15 Douglas Bell), Mark McGhee, Andrew Jarvie (62 John Hewitt), Ian Scanlon. Man: Alex Ferguson
FC LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Alan Kennedy, Philip Thompson, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee (70 James Case), David Johnson, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
Goal: McDermott (5)

F.C. LIVERPOOL – F.C. ABERDEEN 4-0(2-0)
Anfield Road Liverpool 5.11.80 Ref: Adolf Prokop (DDR) Att: 36182
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Alan Kennedy (35 Avi Cohen), Philip Thompson, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee, David Johnson, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
ABERDEEN: James Leighton; Andy Dornan, Alexander McLeish, William Miller, Douglas Rougvie (77 Neale Cooper), Andy Watson, Gordon Strachan, Douglas Bell (64 John Hewitt), Mark McGhee, Andrew Jarvie, Ian Scanlon. Man: Alex Ferguson
Goals: Miller (38 og), Neal (44), Dalglish (58), Hansen (72)

BANÍK OSTRAVA – DYNAMO BERLIN 0-0
Bazaloch Ostrava 22.10.80 Ref: Romualdas Yushka (URSS) Att: 14537
BANÍK: Pavol Michalík; Lubomír Srámek, Rostislav Vojácek; Libor Radimec, Zděnek Rygel, Zděnek Sreiner; Petr Nemec, Augustín Antalík (68 Zděnek Lorenc), Lubomír Knapp, Werner Licka, Milan ¬Albrecht. Tr: Evzen Hadamczik
DYNAMO: Bodo Rudwaleit; Michael Noack, Norbert Trieloff; Rainer Troppa, Arthur Ullrich, Olaf Seier (89 Frank Rohde), Frank Terletzki, Ralf Strässer, Roland Jüngling, Bernd Schulz, Wolf-Rüdiger Netz. Tr: Jürgen Bogs

DYNAMO BERLIN – BANÍK OSTRAVA 1-1(0-1)
Friedrich-Ludwig-Jahn-Sportpacrk Berlin 5.11.80 Ref: Laszlo Padar (Hun) Att: 18000
DYNAMO: Bodo Rudwaleit; Norbert Trieloff, Michael Noack, Rainer Troppa, Arthur Ullrich, Frank Terletzki, Olaf Seier, Ralf Strässer, Roland Jüngling, Bernd Schulz, Wolf-Rüdiger Netz. Tr: Jürgen Bogs
BANÍK: Pavol Michalík; Lubomír Srámek, Rostislav Vojácek, Libor Radimec, Václav Pechácek, Zděnek Sreiner, Petr Nemec, Augustín Antalík, Lubomír Knapp, Zděnek Lorenc, Milan Albrecht (86 František Kadlcek). Tr: Evzen Hadamczik
Goals: Knapp (32p), Troppa (57p)

F.C. NANTES – INTERNAZIONALE MILANO 1-2(0-1)
Marcel Saupin Nantes 22.10.80 Ref: Vojtěch Christov (Cze) Att: 20666
F.C. NANTES: Jean-Paul Bertrand-Demanes; Maxime Bossis, Thierry Tusseau, Enzo Trossero, Patrice Rio, Henri Michel, Bruno Baronchelli, Fabrice Poullain, José Touré, Gilles Rampillon, Loic Amisse. Tr: Jean Vincent
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Gabriele Oriali (50 Franco Pancheri), Giancarlo Pasinato, Roberto Mozzini, Graziano Bini, Domenico Caso, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Giampiero Marini, Carlo Muraro (78 Evaristo Beccalossi). Tr: Eugenio Bersellini
Goals: Altobelli (13), Rio (70p), Prohaska (86)

INTERNAZIONALE MILANO – F.C. NANTES 1-1(1-0)
Giuseppe Meazza Milano 5.11.80 Ref: Heinz Aldinger (WG) Att: 58.657
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Gabriele Oriali, Giampiero Marini, Roberto Mozzini, Graziano Bini, Domenico Caso (62 Giancarlo Pasinato), Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Evaristo Beccalossi (88 Franco Pancheri), Carlo Muraro. Tr: Eugenio Bersellini
F.C. NANTES: Jean-Paul Bertrand-Demanes; Maxime Bossis, Thierry Tusseau, Enzo Trossero, Patrice Rio, Henri Michel, Bruno Baronchelli, Fabrice Poullain, José Touré, Gilles Rampillon (84 Michel Bibard), Loic Amisse. Tr: Jean Vincent
Goals: Altobelli (30), Amisse (75)

C.S.K.A. SOFIA – SZOMBYERKI BYTOM 4-0(1-0)
Sofia 22.10.80 Ref: Valeri Butenko (URSS) Att: 25000
C.S.K.A.: Georgi Velinov; Ivan Zafirov, Georgi Dimitrov, Angel Rangelov, Tsonio Vasilev, Georgi Iliev, Ruzhdi Kerimov (77 Stoicho Mladenov), Nikola Velkov, Mario Vlkov (46 Radoslav Zdravkov), Spas Djevizov, Tzvetan Ionchev. Tr: Asparuh Nikodimov
SZOMBYERKI: Wieslaw Surlit; Henryk Sosnica, Andrzej Mierzwiak, Wenanty Fuhl, Janusz Sroka, Jan Bys, Pawel Janik (77 Wojciech Rabenda), Eugeniusz Nagiel (63 Joachim Wieczorek), Rudolf Wójtowicz, Roman Ogaza, Stanislaw Kwasniowski.
Goals: Ionchev (22,58,60), Zdravkov (75)

SZOMBYERKI BYTOM – C.S.K.A. SOFIA 0-1(0-0)
GKS Chorzów 5.11.80 Ref: Eduard Sostarić (Jug) Att: 1000
SZOMBYERKI: Wieslaw Surlit; Henryk Sosnica (74 Jan Pietryga), Andrzej Mierzwiak, Janusz Sroka, Wenanty Fuhl, Pawel Janik, Jan Bys, Rudolf Wójtowicz, Roman Ogaza, Eugeniusz Nagiel (59 Janusz Sobol), Stanislaw Kwasniowski.
C.S.K.A.: Georgi Velinov; Ivan Zafirov, Georgi Dimitrov, Tsonio Vasilev, Angel Rangelov, Georgi Iliev, Tzvetan Ionchev (80 Stoicho Mladenov), Rujdi Kerimov (74 Plamen Markov), Spas Djevizov, Radoslav Zdravkov, Nikola Velkov. Tr: Asparuh Nikodimov
Goal: Djevizov (53)

BAYERN MÜNCHEN – AJAX AMSTERDAM 5-1(1-1)
Olympiastadion München 22.10.80 Ref: Luigi Agnolin (Ita) Att: 35000
BAYERN: Walter Junghans; Hans Weiner, Wolfgang Dremmler, Udo Horsmann, Klaus Augenthaler, Kurt Niedermayer, Wolfgang Kraus (46 Karl Del’Haye), Paul Breitner, Bernd Dürnberger, Dieter Hoeneβ, Karl-Heinz Rummenigge. Tr: Pál Csernai
AJAX: Piet Schrijvers; Edo Ophof, Sten Ziegler, Kees Zwamborn, Søren Lerby, Peter Boeve, Henning Jensen, Frank Arnesen, Wim Kieft, Jan Weggelaar, Dick Schoenaker. Tr: Leo Beenhakker
Goals: Arnesen (37), Dürnberger (44), Rummenigge (52,83), D. Hoeneβ (80,90)

AJAX AMSTERDAM – BAYERN MÜNCHEN 2-1(2-0)
Olympisch Amsterdam 5.11.80 Ref: Erich Linemayr (Aus) Att: 12000
AJAX: Piet Schrijvers; Peter Boeve, Henning Jensen, Kees Zwamborn, Jan Weggelaar, Frank Arnesen, Edo Ophof, Søren Lerby, Frank Rijkaard, Martin Wiggemansen, Wim Kieft. Tr: Leo Beenhakker
BAYERN: Walter Junghans; Wolfgang Dremmler, Jan-Einar Aas, Udo Horsmann, Kurt Niedermayer, Jürgen Röber, Wolfgang Kraus, Paul Breitner, Bernd Dürnberger, Karl-Heinz Rummenigge, Dieter Hoeneβ. Tr: Pál Csernai
Goals: Wiggemansen (16), Rijkaard (18), Rummenigge (81)

FC BASEL – CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 1-0(1-0)
St.Jakobs Basel 22.10.80 Ref: Antonio José da Silva Garrido (Por) 30500
FC BASEL: Hans Küng; Walter Geisser, Jörg Stohler, Jean-Pierre Maradan, René Hasler, Peter Marti (69 Otto Demarmels), Markus Tanner, Erni Maissen, Joseph Küttel, Arthur Von Wartburg, Detlev Lauscher. Tr: Helmut Benthaus
CRVENA ZVEZDA: Zivan Ljukovčan; Zoran Jelikić, Zlatko Krmpotić, Milan Janković (62 Boško Djurovski), Milenko Rajković, Ivan Jurišić, Vladimir Petrović, Cvijetin Blagojević, Zdravko Borovnica, Rajko Janjanin (72 Miloš Šestić), Srebrenko Repčić. Tr: Branko Stanković
Goal: Lauscher (32)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD – FC BASEL 2-0(2-0)
Crvena Zvezda Beograd 5.11.80 Ref: John Carpenter (Irl) Att: 90000
CRVENA ZVEZDA: Zivan Ljukovčan; Zoran Jelikić, Zlatko Krmpotić, Milan Janković (77 Dragan Miletović), Milenko Rajković, Boško Djurovski, Miloš Šestić, Cvijetin Blagojević, Zdravko Borovnica, Rajko Janjanin (72 Slobodan Goračinov), Srebrenko Repčić. Tr: Branko Stanković
FC BASEL: Hans Küng; Walter Geisser, Jörg Stohler, Jean-Pierre Maradan, René Hasler (64 Joseph Küttel), Otto Demarmels, Peter Marti, Markus Tanner, Erni Maissen, Arthur Von Wartburg, Detlev Lauscher (77 Hansruedi Schaer). Tr: Helmut Benthaus
Goals: Repčić (6), Janjanin (18)

SPARTAK MOSKVA – ESBJERG fB 3-0(2-0)
Lenin Moskva 22.10.80 Ref: Vasilios Vourakis (Gre) Att: 26000
SPARTAK: Rinat Dasaev; Viktor Samokhin, Aleksandr Mirzoian, Vagiz Khidiatulin, Oleg Romantsev, Sergei Schavlo, Yuri Gavrilov, Fiodor Cherenkov, Georgi Yartsev, Edgar Gess (65 Aleksandr Kalashnikov), Sergei Rodionov. Tr: Konstantin Beskov
ESBJERG: Ole Kjaer; Jørgen Toft, Torben Luxhøj, Erik Brock Petersen, Ole Madsen, Jens Jørn Bertelsen, John Lauridsen, Jørn Bach, Erik Jespersen, Henning Nielsen, Per Madsen (66 Jørgen Kristensen).
Goals: Khidiatulin (19,62), Schavlo (40)

ESBJERG fB – SPARTAK MOSKVA 2-0(0-0)
Esbjerg Idraetspark 5.11.80 Ref: Frederick McKnight (Irl) Att: 3100
ESBJERG: Ole Kjaer; Jörgen Toft, Torben Luxhøj, Erik Brock Petersen, Ole Madsen, Jens Jørn Bertelsen, John Lauridsen, Erik Jespersen, Per Madsen (67 Søren Fisker), Henning Nielsen, Flemming Iversen.
SPARTAK: Rinat Dasaev; Viktor Samokhin, Aleksandr Sorokin, Vagiz Khidiatulin, Oleg Romantsev, Sergei Schavlo, Yuri Gavrilov, Fiodor Cherenkov, Georgi Yartsev (85 Sergei Rodionov), Edgar Gess, Evgeni Sidorov (58 Aleksandr Kalash¬nikov). Tr: Konstantin Beskov
Goals: Lauridsen (47), Iversen (72)

QUARTER FINALS
BAYERN MÜNCHEN – BANÍK OSTRAVA 2-0(0-0)
Olympiastadion München 4.03.81 Ref: Anders Mattsson (Fin) Att: 18000
BAYERN: Manfred Müller; Hans Weiner, Jan-Einar Aas (81 Wolfgang Dremmler), Klaus Augenthaler, Udo Horsmann, Wolfgang Kraus (46 Bernd Dürnberger), Paul Breitner, Kurt Niedermayer, Karl Del’Haye, Karl-Heinz Rummenigge, Norbert Janzon. Tr: Pál Csernai
BANÍK: Pavol Michalík; Jan Matustík, Lubomír Srámek, Václav Pechácek, Zděnek Rygel, Petr Nemec, Augustín Antalík, Lubomír Knapp, Zděnek Válek (90 Josef Foks), Zděnek Sreiner, Werner Licka. Tr: Evzen Hadamczik
Goals: Janzon (48), Breitner (89p)

BANÍK OSTRAVA – BAYERN MÜNCHEN 2-4(1-4)
Bazaloch Ostrava 18.03.81 Ref: John Hunting (Eng) Att: 32000
BANÍK: Pavol Michalík; Jan Matustík, Libor Radimec, Václav Pechácek (32 Lubomír Srámek), Zděnek Rygel, Augustín Antalík, Petr Nemec, Lubomír Knapp, Zděnek Sreiner, Zděnek Válek (81 Václav Danek), Werner Licka. Tr: Evzen Hadamczik
BAYERN: Manfred Müller; Kurt Niedermayer, Klaus Augenthaler, Udo Horsmann, Wolfgang Kraus, Wolfgang Dremmler, Jürgen Röber, Paul Breitner, Bernd Dürnberger, Karl-Heinz Rummenigge, Dieter Hoeneβ (46 Norbert Janzon). Tr: Pál Csernai
Goals: Hoeneβ (8), Nemec (12), Kraus (26,32), Dürnberger (38), Licka (71)

SPARTAK MOSKVA – REAL MADRID 0-0
Dinamo Tbilisi 4.03.81 H: 18 Ref: Josef Bucek (Aus) Att: 80000
SPARTAK: Rinat Dasaev; Gocha Machaidze, Aleksandr Mirzoian, Viktor Samokhin (46 Gennadi Morozov), Oleg Romantsev, Sergei Schavlo, Sergei Schvetsov, Manuchar Machaidze, Yuri Gavrilov, Fiodor Cherenkov, Evgeni Sidorov (73 Sergei Krestenenko). Tr: Konstantin Beskov
REAL: Mariano GARCIA REMON; Rafael GARCIA CORTES, Andrés SABIDO Martín, Ulrich STIELIKE, José Antonio CAMACHO Alfaro, Francisco GARCIA HERNÁNDEZ (85 Vicente DEL BOSQUE González), Ricardo GALLEGO Redondo, ÁNGEL de los Santos Cano, Juan Gómez González JUANITO, Carlos Alonso González SANTILLANA, Francisco PINEDA García. Tr: Vujadin Boškov

REAL MADRID – SPARTAK MOSKVA 2-0(0-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 19.03.81 H: 18 Ref: Gianfranco Menegali (Ita) Att: 120000
REAL: Mariano GARCIA REMON; Antonio GARCIA NAVAJAS, Andrés SABIDO Martín (88 Ángel PÉREZ GARCIA), Ulrich STIELIKE, José Antonio CAMACHO Alfaro, ÁNGEL de los Santos Cano, Vicente DEL BOSQUE González (46 ISIDRO Díaz González), Francisco GARCIA HERNÁNDEZ, Juan Gómez González JUANITO, Carlos Alonso González SANTILLANA, Francisco PINEDA García. Tr: Vujadin Boškov
SPARTAK: Rinat Dasaev; Aleksandr Kalashnikov, Aleksandr Mirzoian, Gennadi Moro¬zov, Oleg Romantsev, Edgar Gess (71 Sergei Schavlo), Sergei Schvetsov, Manuchar Machaidze, Yuri Gavrilov, Fiodor Cherenkov, Sergei Rodionov (57 Evgeni Sidorov). Tr: Konstantin Beskov
Goals: Isidro (70,77)

F.C. LIVERPOOL – C.S.K.A. SOFIA 5-1(2-0)
Anfield Road Liverpool 4.03.81 Ref: Robert Wurtz (Fra) Att: 37255
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Alan Kennedy, Philip Thompson (20 Colin Irwin), Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee, Steve Heighway, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
C.S.K.A.: Georgi Velinov; Ivan Zafirov, Angel Rangelov, Radoslav Zdravkov, Tsonio Vasilev, Georgi Iliev (74 Dinko Dimitrov), Rujdi Kerimov (75 Mario Vlkov), Tzvetan Ionchev, Plamen Markov, Spas Djevizov, Nikola Velkov. Tr: Asparuh Nikodimov
Goals: Souness (16,51,79), Lee (44), Ionchev (57), McDermott (62)

C.S.K.A. SOFIA – F.C. LIVERPOOL 0-1(0-1)
Vasil Levski Sofia 18.03.81 Ref: Roger Schoeters (Bel) Att: 60.000
C.S.K.A.: Toshko Arsov; Georgi Iliev, Dinko Dimitrov, Tsonio Vasilev (46 Angel Kalburov), Angel Rangelov, Radoslav Zdravkov, Tzvetan Ionchev, Stoicho Mladenov, Spas Djevizov, Plamen Markov, Nikola Velkov. Tr: Asparuh Nikodimov
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Alan Kennedy, Colin Irwin, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish, Samuel Lee, David Johnson (36 Steve Heighway), James Case, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
Goal: Johnson (11)

INTERNAZIONALE MILANO – CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 1-1(1-0)
Giuseppe Meazza Milano 4.03.81 Ref: Károly Palotai (Hun) Att: 80000
INTER: Ivano Bordon; Giuseppe Bergomi, Giuseppe Baresi, Giampiero Marini, Roberto Mozzini, Graziano Bini, Domenico Caso, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Evaristo Beccalossi, Carlo Muraro (74 Claudio Ambu). Tr: Eugenio Bersellini
CRVENA ZVEZDA: Dragan Simeunović (67 Goran Živanović); Zlatko Krmpotić, Milan Jovin, Slavoljub Muslin (19 Vladimir Petrović), Dragan Miletović, Ivan Jurišić, Miloš Šestić, Milan Janković, Srebrenko Repčić, Rajko Janjanin, Ljubisa Stojanović. Tr: Branko Stanković
Goals: Caso (45), Repčić (75)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD – INTERNAZIONALE MILANO 0-1(0-1)
Crvena Zvezda Beograd 18.03.81 Ref: Michel Vautrot (Fra) Att: 88000
CRVENA ZVEZDA: Dragan Simeunović; Zlatko Krmpotić, Milan Jovin (46 Slavoljub Muslin), Milan Janković, Dragan Miletović, Ivan Jurišić, Vladimir Petrović, Miloš Šestić, Srebrenko Repčić, Rajko Janjanin (71 Zdravko Čakalić), Ljubisa Stojanović. Tr: Branko Stanković
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Giuseppe Bergomi, Giuseppe Baresi, Roberto Mozzini, Graziano Bini (87 Franco Pancheri), Giampiero Marini, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Evaristo Beccalossi, Carlo Muraro. Tr: Eugenio Bersellini
Goal: Muraro (13)

SEMIFINALS
F.C. LIVERPOOL – BAYERN MÜNCHEN 0-0
Anfield Road Liverpool 8.04.81 Ref: Vojtěch Christov (Cze) Att: 44543
F.C. LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Philip Thompson, Allan Hansen, Alan Kennedy, Samuel Lee, Terence McDermott (46 Steve Heighway), James Case, Raymond Kennedy, Kenneth Dalglish, Ian Rush. Man: Robert Paisley
BAYERN: Walter Junghans; Hans Weiner, Wolfgang Dremmler, Klaus Augenthaler, Udo Horsmann, Kurt Niedermayer, Wolfgang Kraus, Bernd Dürnberger, Dieter Hoeneβ, Paul Breitner, Karl-Heinz Rummenigge. Tr: Pál Csernai

BAYERN MÜNCHEN – F.C. LIVERPOOL 1-1(0-0)
Olympiastadion München 22.04.81 Ref: Antonio José da Silva Garrido (Por) Att: 75000
BAYERN: Walter Junghans; Hans Weiner, Wolfgang Dremmler, Klaus Augenthaler, Udo Horsmann, Bernd Dürnberger (57 Norbert Janzon), Wolfgang Kraus, Paul Breitner, Karl Del’Haye, Dieter Hoeneβ, Karl-Heinz Rummenigge. Tr: Pál Csernai
LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Richard Money, Colin Irwin, Raymond Kennedy, Allan Hansen, Kenneth Dalglish (9 Howard Gayle, 71 James Case), Samuel Lee, David Johnson, Terence McDermott, Graeme Souness. Man: Robert Paisley
Goals: R.Kennedy (82), Rummenigge (87)

REAL MADRID-INTERNAZIONALE MILANO 2-0(1-0)
Santiago Bernabéu Madrid 8.04.81 H: 20,45 Ref: Charles Corver (Hol) Att: 120000
REAL: AGUSTÍN Rodríguez Santiago; ISIDRO Díaz González (8 Rafael GARCIA CORTES), José Antonio CAMACHO Alfaro, ÁNGEL de los Santos Cano, Andrés SABIDO Martín, Antonio GARCIA NAVAJAS, Juan Gómez González JUANITO, Vicente DEL BOSQUE González, Carlos Alonso González SANTILLANA, Ulrich STIELIKE, Francisco PINEDA García (79 Francisco GARCIA HERNÁNDEZ). Tr: Vujadin Boškov
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Giuseppe Bergomi, Giuseppe Baresi, Roberto Mozzini (60 Giancarlo Pasinato), Graziano Bini, Domenico Caso, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Giampiero Marini, Carlo Muraro. Tr: Eugenio Bersellini
Goals: Santillana (29), Juanito (47)

INTERNAZIONALE MILANO-REAL MADRID 1-0(0-0)
Giuseppe Meazza Milano 22.04.81 H: 20,45 Ref: Alexis Ponnet (Bel) Att: 95000
INTER: Ivano Bordon; Nazzareno Canuti, Giuseppe Bergomi, Giancarlo Pasinato, Giampiero Marini (82 Franco Pancheri), Graziano Bini, Domenico Caso, Herbert Prohaska, Alessandro Altobelli, Evaristo Beccalossi, Carlo Muraro. Tr: Eugenio Bersellini
REAL: AGUSTÍN Rodríguez Santiago; Rafael GARCIA CORTES, José Antonio CAMACHO Alfaro, ÁNGEL de los Santos Cano, Andrés SABIDO Martín, Antonio GARCIA NAVAJAS, Juan Gómez González JUANITO, Vicente DEL BOSQUE González, Carlos Alonso González SANTILLANA, Ulrich STIELIKE (88 Francisco GARCIA HERNÁNDEZ), ISIDRO Díaz González (71 Francisco PINEDA García). Tr: Vujadin Boškov
Goal: Bini (57)

FINAL
LIVERPOOL F.C. – REAL MADRID 1-0(0-0)
Parc des Princes Paris 27.05.1981 H : 20,15 Ref: Károly Palotai (Hun) Att: 48360
LIVERPOOL: Raymond Clemence; Philip Neal, Philip Thompson, Allan Hansen, Alan Kennedy, Samuel Lee, Terence McDermott, Graeme Souness, Raymond Kennedy, Kenneth Dalglish (85 James Case), David Johnson. Man: Robert Paisley
REAL: AGUSTÍN Rodríguez Santiago; Rafael GARCIA CORTES (85 Francisco PINEDA García), José Antonio CAMACHO Alfaro, Ulrich STIELIKE, Andrés SABIDO Martín, Vicente DEL BOSQUE González, Juan Gómez González JUANITO, ÁNGEL de los Santos Cano, Carlos Alonso González SANTILLANA, Antonio GARCIA NAVAJAS, Lawrence CUNNINGHAM. Tr: Vujadin Boškov
Yellow cards: R.Kennedy, Stielike
Goal: A.Kennedy (82)

Goalscorers (166 goals)
6: Karl-Heinz Rummenigge (Bayern), Terence McDermott, Graeme Souness (Liverpool)
5: Tzvetan Ionchev (C.S.K.A. Sofia)
4: Dieter Hoeneβ (Bayern), Alessandro Altobelli (Inter Milano)
3: Belá Bodonyi, Márton Esterházy, László Dajka (Honvéd), Frank Arnesen (Ajax), Repcic (Crvena Zvezda), Wolfgang Kraus (Bayern), Juan Gómez González Juanito, Carlos Alonso González Santillana (Real Madrid), Vagiz Khidiatulin, Yuri Gavrilov (Spartak Moskva)
2: Kennedy (Limerick), Varga (Honvéd), Amisse (F.C. Nantes), Iversen, Lauridsen (Esbjerg), Janjanin, Petrovic (Crvena Zvezda), Dürnberger, Dremmler, Janzon (Bayern), Muraro (Inter), Isidro, Cunningham, Pineda (Real Madrid), Rodionov, Yartsev (Spartak Moskva), Fairclough, R.Kennedy, Lee (Liverpool)
1: Puotiniemi, Armstrong (Oulu PS), Ceulemans (Club Brugge), Galakos, Ahlström (Olympiakos), Svendsen, Saebbo, Brekke (Viking), Sinan, Tuncay (Trabzonspor), Hailis, Petrou (Apoel), Beldeanu (Universitatea Craiova), Thorleifsson (IB Vestmannaeijar), Johansson, Larsson (Halmstads BK), Nagy, Garaba, Kocsis (Honvéd), Troppa, Terletzki, Trieloff, Schulz, Seier (Dynamo Berlin), Rio, Rampillon, Trossero (F.C. Nantes), Wieczorek, Bys, Ogaza, Sroka (Szombierki), Wiggemansen, Rijkaard, Lerby (Ajax), Lauscher, Maissen, Tanner, Stohler, Van Wartburg, Geisser (F.C. Basel), Nielsen (Esbjerg), Nemec, Licka, Knapp, Danek, Vojácek (Baník Ostrava), Zdravkov, Djevizov, Kerimov (C.S.K.A. Sofia), McGhee (Aberdeen), B.Djurovski, Stamenkovic (Crvena Zvezda), Breitner (Bayern), Bini, Caso, Prohaska (Inter Milano), Garcia Hernández, Ángel (Real Madrid), Schavlo (Spartak Moskva), A.Kennedy, Johnson, Neal, Dalglish, Hansen (Liverpool)
og: Pigat (Jeunesse) for Spartak M, Brekke (Viking) for Crvena Zvezda, Miller (Aberdeen) for Liverpool

Fonte: The European Cup – Romeo Ionescu

 

PRELIMINARY ROUND
LEVSKI SPARTAK SOFIA-AUSTRIA WIEN 3-1(1-0)
Vasil Levski Sofia 18.08.70 Ref: Antonio Sbardella (Ita) Att: 16977
LEVSKI SPARTAK: Georgi Kamenski; Milko Gaidarski, Dobromir Jechev, Ianko Kirilov, Stefan Aladjov; Stoichko Peshev, Stefan Pavlov; Tsvetan Veselinov, Pavel Panov (46 Nikola Kotkov), Georgi Asparuhov, Vasil Mitkov. Tr : Rudolf Vytlacil
AUSTRIA: Josef Schneider (46 Dieter Feller); Robert Sara, Eduard Krieger, Alfons Dirnberger, Karl Fröhlich; Johann Geyer (Cap), Wilhelm Huberts, Ernst Fiala; Josef Hickersberger, Herbert Poindl (70 Helmut Köglberger), Alfred Riedl. Tr: Heinrich Müller + Rudolf Szanwald
Goals: Mitkov (16), Asparuchov (53,63), Riedl (74)
Continue reading »

 

FIRST ROUND

FK FREDRIKSTAD-AJAX AMSTERDAM 4-3(1-2)
Fredrikstad stadion 31.08.60 Ref: Jarl Hansen (Dan) Att: 7500
FK FREDRIKSTAD: Per Mosgaard; Kjell Andreassen, Aage Spydevold; Roar Johansen, Hans Jakob Mathisen, Reidar Kristiansen (Cap); Bjørn Borgen, Arne Pedersen, Per Kristoffersen, Tom Johannessen, Willy Olsen. Tr: Ralf Johannesen
AJAX: Lambert Jacobus Hoogerman; Gerrit Van Mourik (Cap), “Cees” Smit; Werner Schaaphok, Anton Pronk, Bernardus Muller; Jacobus Theodorus Prins, Jesaia Swart, Cees Groot, Henk Groot, Peter Hendrik Petersen. Tr: Victor Buckingham
Goals: C.Groot (26,75), Olsen (35), Swart (37), Pedersen (59), Kristoffersen (48), Borgen (70) Continue reading »

 

FIRST ROUND
OGC NICE-SHAMROCK ROVERS DUBLIN 3-2(2-1)
Stade du Ray Nice 26.08.59 Ref: Johan Heinrich Martens (Hol) 13.369
OGC NICE: Georges Lamia; Alphonse Martínez, César Gonzales, Alain Cornu; Vincent Scanella, François Milazzo; Jacques Foix, Osvaldo Dandru, Omar Keita Barrou, Jean-Pierre Alba, Victor Nurenberg (Cap). Tr: Jean Luciano
SHAMROCK ROVERS: Michael Darcy; Thomas Farrell, William Hennessy, Ronald Nolan; Seamus Keogh (Cap), Daniel Bennett; Patrick Turner, Patrick Ambrose, Hugh Geoghegan, Thomas Hamilton, William Tuohy. Man: Patrick Coad
Goals: Hamilton (20), Nurenberg (36), Foix (39,75), Tuohy (87) Continue reading »

 

Segue o escudo de cinco clubes holandeses que não constam no soccerlogos:

 

RAP AMSTERDAM

RAP AMSTERDAM (primeiro campeão nacional)

Campeão Nacional em 1898 e 1899

Campeão da Copa em 1899.

HVV DEN HAAGHVV DEN HAAG

Campeão Nacional em 1900/01/02/03, 1905, 1907, 1910 e 1914.

Campeão da Copa em 1903.

 

HBS DEN HAAG

HBS DEN HAAG

Campeão Nacional em 1904, 1906 e 1925.

Campeão da Copa em 1901 e 1908.

quick

QUICK DEN HAAG

Campeão Nacional em 1908.

Campeão da Copa em 1909/10/11 e 1906.

 

VUC_Den_Haag

VUC DEN HAAG

Campeão da Copa em 1927.

 

A UEFA definiu aos grupos e regulamento das elimonatórias da Eurocopa  2012, que será realizada conjuntamente entre  Polônia e Ucrânia.

Grupo A

Alemanha- Áustria- Azerbaijão -Bélgica- Cazaquistão -Turquia

Grupo B

Andorra- Armênia -Eslováquia -Irlanda do Sul -Macedônia -Rússia

Grupo C

Eslovênia -Estônia -Ilhas Faroe -Irlanda do Norte -Itália -Sérvia

Grupo D

Albânia -Belarus- Bósnia e Herzegovina -França -Luxemburgo -Romênia

Grupo E

Finlândia -Holanda -Hungria -Moldova -San Marino -Suécia

Grupo F

Croácia -Geórgia -Grécia- Israel- Letônia -Malta

Grupo G

Bulgária -Inglaterra- Montenegro -País de Gales Suíça

Grupo H

Chipre Dinamarca -Islândia- Noruega -Portugal

Grupo I Escócia -Espanha- Liechtenstein- Lituânia- República Tcheca

O Sistema da classificação: Os nove primeiros lugares e o segundo melhor colocado de todos os grupos, se classificam de forma direta. Os oito segundos colocados restantes, disputam no sistema ida e volta às quatro vagas restantes. Juntam-se aos 14 classificados, a Polônia e a Ucrânia, países sede da Eurocopa 2012.

 

FIRST ROUND
GLASGOW RANGERS-AS SAINT ETIENNE 3-1(1-1)
Ibrox Stadium Glasgow 4.09.57 Ref: Leo Helge (Dan) Att: 85000
RANGERS: George Niven; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl (Cap), Harold Davis, Samuel Baird; Alexander Scott, William Simpson, Donald Kichenbrand, Max Murray, John Hubbard. Tr: James Scotland Symon
AS ST.ETIENNE: Claude Abbès; Michel Tylinski, Richard Tylinski (Cap), François Wickart; René Domingo, Jean Baptiste Bordas; Eugène N’jo Lea, Rachid Mekhloufi, René Ferrier, Yvon Goujon, Bernard Lefevre. R.Tylinski sent off (53). Tr: Jean Snella
Goals: Mekhloufi (14), Kichenbrand (19), Scott (47), Simpson (82)

AS SAINT ETIENNE-GLASGOW RANGERS 2-1(1-0)
Stade Geoffroy Guichard St.Etienne 25.09.57 Ref: Aksel Asmussen (Dan) Att: 29.517
AS ST.ETIENNE: Claude Abbès; Michel Tylinski, Richard Tylinski (Cap), François Wickart; René Domingo, Jean Oleksiak; Eugène N’jo Lea, Rachid Mekhloufi, René Ferrier, Yvon Goujon, Bernard Lefevre. Tr: Jean Snella.
RANGERS: William Ritchie; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl (Cap), John Valentine, James Miller; Alexander Scott, William Simpson, Max Murray, Samuel Baird, David Wilson. Tr: James Scotland Symon
Goals: Ferrier (18), Wilson (61), Oleksiak (72)

CDNA SOFIA-VASAS BUDAPEST 2-1(2-0)
Vasil Levski Sofia 4.09.57 Ref: Erich Steiner (Aus) Att: 50.000
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov, Nikola Kovachev; Stefan Bojkov (Cap), Gavril Stoianov; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. Tr: Krum Milev
VASAS: Ferenc Kovalik; Béla Kárpáti, Károly Kontha, László Sárosi; János Szilágyi, Pál Berendi; Rudolf Illovszky, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Dezső Bundzsák, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Lajos Baróti
Goals: Milanov (2,38), Bundzsák (53)

VASAS BUDAPEST-CDNA SOFIA 6-1(2-1)
Népstadion Budapest 3.10.57 Ref: Alfred Grill (Aus) Att: 30.000
VASAS: Ferenc Kovalik; László Sárosi, Károly Kontha, Gyula Teleki; János Szilágyi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Dezső Bundzsák, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Lajos Baróti
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov, Georgi Enisheinov; Stefan Bojkov (Cap), Gavril Stoianov; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. Tr: Krum Milev
Panaiotov sent off (56)
Goals: Panaiotov (25), Csordás (35,38,51), Berendi (48), Bundzsák (68), G.Szilágyi (89)

STADE DUDELANGE-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 0-5(0-2)
Stade Municipal Luxembourg 5.09.57 Ref: Armando Marchetti (Ita) Att: 8.000
STADE: Bernard Michaux; Erny Brenner, Remy Michaux; François Bissen, Johny Kieffer, Ernest Gehlen; Gilbert Meylender, Johny Halsdorf, Nicolas Kettel (Cap), Joseph Rongoni, Joseph Schlesser. Tr: Paul Feller & Erny Michaux
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Vladimir Popović, Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Rajko Mitić (Cap), Ivan Toplak, Anton Rudinski, Bora Kostić, Momcilo Ilić. Tr: Milorad Pavić
Goals: Kostic (11,16), Rudinski (47,55), Mitic (87)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-STADE DUDELANGE 9-1(7-1)
JNA Beograd 2.10.57 Ref: Cesare Jonni (Ita) Att: 1500
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Branko Stanković, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Novak Tomić; Vojislav Srdić, Ivan Toplak, Bora Kostić, Jovan Cokić, Vladimir Durković. Tr: Milorad Pavić
STADE: Théo Stendebach; Erny Brenner, Remy Michaux; François Bissen, Ernest Gehlen, Joseph Schlesser; Jules Betitnelli, Gilbert Meylender, Nicolas Kettel (Cap), Joseph Rongoni, Johny Halsdorf. Tr: Paul Feller & Erny Michaux
Goals: Cokic (5,38,66,69), Mitic (10), Kostic (17,29,30,33), Rongoni (31)

ÅRHUS GF-GLENAVON LURGAN 0-0
Idraetspark Århus 11.09.57 Ref: Willem Beltman (Hol) Att: 14.000
ÅRHUS: Henry From; Hans Gregersen, Bjarke Gundlev; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Kaj Christensen, John Jensen, Erik Jensen, Aage Rou Jensen (Cap), Peder Kjaer. Tr: Peter Vesterbak
GLENAVON: Raymond Rea; Robert Armstrong, Ronald Lyske; Patrick Corr, John Davis, Wilbur Cush (Cap); Samuel Wilson, James Semple, James Jones, Stewart Campbell, Maurice McVeigh. Tr: James McAlinden

GLENAVON LURGAN-ÅRHUS GF 0-3(0-3)
Windsor Park Belfast 25.09.57 Ref: Johan Heinrich Martens (Hol) Att: 33.000
GLENAVON: Raymond Rea; Robert Armstrong, Ronald Lyske; Patrick Corr, John Davis, Wilbur Cush (Cap); Samuel Wilson, James Semple, James Jones, Stewart Campbell, Maurice McVeigh. Tr: James McAlinden
ÅRHUS: Henry From; Hans Gregersen, Bjarke Gundlev; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Kaj Christensen, Hans Madsen, John Jensen, Aage Rou Jensen (Cap), Peder Kjaer. Tr: Peter Vesterbak
Goals: Kjaer (13,45), J.Jensen (40)

GWARDIA WARSZAWA-WISMUT KARL MARX STADT 3-1(0-0)
Stadion Wojska Polskiego Warszawa 11.09.57 Ref: Jindrich Karas (Cze) Att: 30.000
GWARDIA: Tomasz Stefaniszyn; Wojciech Wozniak, Zdzislaw Maruszkiewicz (Cap), Wojciech Hodyra; Ryszard Wisniewski, Emil Szarzynski; Jan Gawronski, Boleslaw Lewandowski, Stanislaw Hachorek, Adam Brzozowski, Krzysztof Baszkiewicz. Tr: Edward Brzozowski
WISMUT: Klaus Thiele; Bringfried Müller, Hans Meyer, Erhard Bauer (Cap); Karl Wolf, Siegfried Wolf; Horst Freitag, Manfred Kaiser, Willy Tröger, Kurt Viertel, Siegfried Kaiser. Tr: Fritz Gödicke
Goals: Baszkiewicz (49), Lewandowski (59), S.Kaiser (79), Gawronski (88)

WISMUT KARL MARX STADT-GWARDIA WARSZAWA 3-1(1-0)
Otto Grotewohl stadion Aue 13.10.57 Ref: Karol Galba (Cze) Att: 20.000
WISMUT: Klaus Thiele; Bringfried Müller, Hans Meyer, Erhard Bauer (Cap); Karl Wolf, Siegfried Wolf; Lothar Killermann, Manfred Kaiser, Willy Tröger, Kurt Viertel, Siegfried Kaiser. Tr: Fritz Gödicke
GWARDIA: Tomasz Stefaniszyn; Wojciech Wozniak, Zdzislaw Maruszkiewicz (Cap), Wojciech Hodyra; Ryszard Wisniewski, Emil Szarzynski; Jan Gawronski, Boleslaw Lewandowski, Stanislaw Hachorek, Zbigniew Szarzynski, Krzysztof Baszkiewicz. Tr: Edward Brzozowski
Baszkiewicz sent off (65)
Goals: M.Kaiser (10), S.Kaiser (35,74), Baszkiewicz (60)

WISMUT KARL MARX STADT-GWARDIA WARSZAWA 1-1(0-1,1-1)
Friedrich-Ludwig-Jahn-Sportpark Berlin 15.10.57 Ref: Václav Korelus (Cze) Att: 15.000
WISMUT: Klaus Thiele; Bringfried Müller, Hans Meyer, Erhard Bauer (Cap); Karl Wolf, Siegfried Wolf; Lothar Killermann, Manfred Kaiser, Willy Tröger, Kurt Viertel, Siegfried Kaiser. Tr: Fritz Gödicke
GWARDIA: Tomasz Stefaniszyn; Wojciech Wozniak, Zdzislaw Maruszkiewicz (Cap), Wojciech Hodyra; Ryszard Wisniewski, Emil Szarzynski; Jan Gawronski, Boleslaw Lewandowski, Stanislaw Hachorek, Zbigniew Szarzynski, Krzysztof Baszkiewicz. Baszkiewicz sent off (70). Tr: Edward Brzozowski
Goals: Z.Szarzynski (3), Tröger (90)
This match was stopped after 100 min. due to power failure. Wismut qualified

SEVILLA CF-BENFICA LISBOA 3-1(0-0)
Nervión Sevilla 19.09.57 Ref: Jean-Louis Groppi (Fra) Att: 40.000
CF SEVILLA: José María BUSTO Llano; Carlos Manuel ROMERO Barco, Marcelino Vaquero González del Río “CAMPANAL” (Cap), Antonio VALERO Yubero; Ramón Martínez Pérez “RAMONÍ”, Jorge HERRERA; Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, Juan ARZA Íñigo, José García Castro “PEPILLO”, José Pérez “PEPÍN”, Antonio PAHUET. Tr: Satur Grech
BENFICA: José Sidónio BASTOS; Francisco Calado, Ângelo Gaspar Martins; Vasco Pegado, Manuel Francisco Serra, Alfredo Saul Abrantes Abreu; Francisco Luís PALMEIRO Rodrigues (Cap), Fernando Augusto Amaral CAIADO, José Pinto Carvalho dos Santos ÁGUAS, Mário Esteves COLUNA, Domiciano Barrocal Gomes CAVÉM. Tr: Otto Glória
Goals: Pahuet (46), Palmeiro (48), Antoniet (59), Pepillo (79)

BENFICA LISBOA-SEVILLA CF 0-0
Estádio da Luz Lisboa 26.09.57 Ref: Pierre Schwinte (Fra) Att: 50.000
BENFICA: José Sidónio BASTOS; Francisco Calado, Ângelo Gaspar Martins; Vasco Pegado, Manuel Francisco Serra, Alfredo Saul Abrantes Abreu; Francisco Luís PALMEIRO Rodrigues (Cap), Mário Esteves COLUNA, José Pinto Carvalho dos Santos ÁGUAS, José Martins Gouveia “ZEZINHO”, Domiciano Cavem. Tr: Otto Glória
CF SEVILLA: José María BUSTO Llano; Carlos Manuel ROMERO Barco, Antonio VALERO Yubero; Manuel RUIZ-SOSA, Marcelino Vaquero González del Río “CAMPANAL” (Cap), Jorge HERRERA; Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, ARSENIO Iglesias Pardo, Lorenzo Martínez Pérez “LOREN”, José Pérez “PEPÍN”, Antonio PAHUET. Tr: Satur Grech

SHAMROCK ROVERS DUBLIN-MANCHESTER UNITED 0-6(0-1)
Dalymount Park Dublin 25.09.57 Ref: Lucien Van Nuffel (Bel) Att: 45.000
SHAMROCK ROVERS: Michael Darcy; Michael Burke, Gerald Mackey, Ronald Nolan; Seamus Keogh, William Hennessy; Noel Peyton, Patrick Ambrose, Thomas Hamilton, Patrick Coad (Cap), William Tuohy. Tr: Patrick Coad
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Frederick Goodwin, John Blanchflower, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, Pegg. Tr: Matthew Busby
Goals: Taylor (36,63), Whelan (51,57), Berry (71), Pegg (72)

MANCHESTER UNITED-SHAMROCK ROVERS DUBLIN 3-2(2-0)
Old Trafford Manchester 2.10.57 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 33.754
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Wilfried McGuinness; John James Berry, Colin Webster, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
SHAMROCK ROVERS: Michael Darcy; Michael Burke, Gerald Mackey, Ronald Nolan; Seamus Keogh, James McCann; Noel Peyton, Patrick Ambrose, Thomas Hamilton, Patrick Coad (Cap), William Tuohy. Tr: Patrick Coad
Goals: Violett (5,60), Pegg (20), McCann (55), Hamilton (66)

AC MILAN-RAPID WIEN 4-1(2-0)
San Siro Milano 2.10.57 Ref: José Blanco Pérez (Spa) Att: 15.000
AC MILAN: Narciso Soldan; Cesare Maldini (Cap), Francesco Zagatti; Alfio Fontana, Luigi Zannier, Mario Bergamaschi; Amos Mariani, Ernesto Grillo, Gastone Bean, Juan Alberto Schiaffino, Tito Ernesto Cucchiaroni. Cucchiaroni sent off (80). Tr: Héctor Puricelli (Uruguay)
RAPID: Herbert Gartner; Paul Halla, Josef Höltl, Karl Gieβer; Lambert Lenzinger, Lothar Bilek; Robert Körner I (Cap), Johann Riegler, Robert Dienst, Alfred Körner II, Josef Bertalan. Tr: Viktor Hierläner
Goals: Grillo (4), Bean (8), Dienst (58), Höltl (74 og), Mariani (82)

RAPID WIEN-AC MILAN 5-2(2-1)
Prater Wien 9.10.57 H : 19,30 Ref: Daniel Zariquiegui (Spa) Att: 25.000
RAPID: Walter Zeman; Lambert Lenzinger, Franz Golobic; Gerhard Hanappi (Cap), Ernst Happel, Lothar Bilek; Paul Halla, Johann Riegler, Robert Dienst, Alfred Körner II, Josef Bertalan. Tr: Viktor Hierläner
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Eros Beraldo, Francesco Zagatti; Nils Liedholm (Cap), Luigi Zannier, Mario Bergamaschi; Amos Mariani, Alfio Fontana, Gastone Bean, Ernesto Grillo, Dario Baruffi. Tr: Héctor Puricelli
Goals: A.Körner (1), Grillo (20), Dienst (31), Bertalan (57), Riegler (61), Bean (76), Hanappi (79)

AC MILAN-RAPID WIEN 4-2(2-1)
Stadium Hardturm Zürich 30.10.57 Ref: Daniel Mellet (Swi) Att: 26.000
AC MILAN: Narciso Soldan; Cesare Maldini (Cap), Eros Beraldo; Alfio Fontana, Luigi Zannier, Mario Bergamaschi; Amos Mariani, Juan Alberto Schiaffino, Gastone Bean, Ernesto Grillo, Dario Baruffi. Tr: Héctor Puricelli.
RAPID: Herbert Gartner; Lambert Lenzinger, Josef Höltl; Gerhard Hanappi (Cap), Ernst Happel, Lothar Bilek; Paul Halla, Johann Riegler, Robert Dienst, Alfred Körner II, Josef Bertalan. Tr: Viktor Hierläner
Goals: Bean (8,83), Happel (37p), Bergamaschi (41), Schiaffino (55), Bertalan (72)

SECOND ROUND
ANTWERP FC-REAL MADRID 1-2(0-1)
Stade Bosuil Antwerpen 31.10.57 Ref: Dean Harzic (Fra) Att: 45.000
ANTWERP FC: Willy Coremans; Louis Lambert, Jozef van Ginderen, Leon Wouters; Victor Mees (Cap), Robert Maertens; Edward Beyers, Constant de Backer, Jozef van Gool, Edward Bertels, Louis Verbruggen. Tr: Harry Game
REAL: Rogelio Antonio DOMÍNGUEZ López; Ángel ATIENZA Landeta, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín (Cap); Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia (Argentina)
Goals: Di Stéfano (15,61), De Backer (58)

REAL MADRID-ANTWERP FC 6-0(3-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 28.11.57 Ref: Louis Fauquembergue (Fra) Att: 72.245
REAL: Rogelio Antonio DOMÍNGUEZ López; José BECERRIL Minguela, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Ángel ATIENZA Landeta; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín (Cap); Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia
ANTWERP FC: Willy Coremans; Louis Lambert, Jozef van Ginderen, Leon Wouters; Edward Wauters, Robert Maertens; Edward Beyers, Constant de Backer, Jozef van Gool, Edward Bertels, Louis Verbruggen (Cap). Tr: Harry Game
Goals: Rial (2,4,41), Marsal (52), Kopa (79), Gento (89)

IFK NORRKÖPING-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 2-2(0-0)
Idrottsparken Norrköping 2.11.57 Ref: Józef Kowal (Pol) Att: 10.893
IFK: Bengt Nyholm; Rune Lind, Sven Axbom; Olle Håkansson (Cap), Kurt Lövgren, Stig Gustavsson; Stig Pettersson, Herbert Sandin, Henry Källgren, Torbjörn Jonsson, Lennart Backman. Tr: Vilmos Varszegi (Hungary)
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Vladimir Popović, Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Rajko Mitić (Cap), Ivan Toplak, Jovan Cokić, Bora Kostić, Vladimir Durković. Tr: Milorad Pavić
Goals: Håkansson (75), Källgren (85), Toplak (88), Kostić (90)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-IFK NORRKÖPING 2-1(0-1)
JNA Beograd 23.11.57 Ref: Wlodzimierz Storoniak (Pol) Att: 20.000
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Vladimir Popović, Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Rajko Mitić (Cap), Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Bora Kostić, Vladimir Durković. Tr: Milorad Pavić
IFK: Bengt Nyholm; Rune Lind, Sven Axbom; Olle Håkansson (Cap), Kurt Lövgren, Stig Gustavsson; Stig Pettersson, Herbert Sandin, Henry Källgren, Torbjörn Jonsson, Lennart Backman. Tr: Vilmos Varszegi (Hun)
Goals: Backman (16), Spajić (75,88)

WISMUT KARL MARX STADT-AJAX AMSTERDAM 1-3(0-2)
Otto Grotewohl Stadion Aue 20.11.57 Ref: Alfred Grill (Aus) Att: 30.000
WISMUT: Klaus Thiele; Bringfried Müller, Hans Meyer, Erhard Bauer (Cap); Manfred Kaiser, Siegfried Wolf; Konrad Wagner, Klaus Zink, Kurt Viertel, Karl-Heinz Mohr, Siegfried Kaiser. Tr: Fritz Gödicke
AJAX: Eduard Laurens Pieters Graafland; Gerrit van Mourik (Cap), Pieter Ouderland; Augustinus Pieter van Ham, Willem Gerardus Anderiesen, Willem Eduard Feldmann; Simon Johannes den Edel, Jesaia Swart, Willem Bleijenberg, Piet van der Kuil, Alfred Schmidt. Tr: Karl Humenberger
Goals: Van der Kuil (5,62), Bleijenberg (17), Müller (87)

AJAX AMSTERDAM-WISMUT KARL MARX STADT 1-0(0-0)
Olympisch Stadion Amsterdam 27.11.57 Ref: Alfred Grill (Aus) Att: 23.000
AJAX: Eduard Laurens Pieters Graafland; Gerrit van Mourik (Cap), Willem Eduard Feldmann; Rob Haarms, Willem Gerardus Anderiesen, Augustinus Pieter van Ham; Piet van der Kuil, Jesaia Swart, Simon Johannes den Edel, Willem Bleijenberg, Pieter Ouderland. Tr: Karl Humenberger
WISMUT: Klaus Thiele; Karl-Heinz Mohr, Bringfried Müller, Erhard Bauer (Cap); Karl Wolf, Siegfried Wolf; Kurt Viertel, Willy Tröger, Manfred Kaiser, Armin Günther, Siegfried Kaiser. Tr: Fritz Gödicke
Goal: Ouderland (79)

YOUNG BOYS BERN-VASAS BUDAPEST 1-1(1-0)
Stade des Charmilles Genève 20.11.57 Ref: Julio Campanati (Ita) Att: 20.000
YOUNG BOYS: Walter Eich; Niklaus Zahnd, Willi Steffen, Heinz Bigler; Otto Häuptli, Heinz Schneiter; Ernst Wechselberger, Eugen Meier (Cap), Tony Allemann, Gilbert Rey, Hans Grütter. Tr: Albert Sing
VASAS: Ferenc Kovalik; Béla Kárpáti, Károly Kontha, László Sárosi; Dezső Bundzsák, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Antal Bárfi, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Lajos Baróti
Wechselberger & Sárosi sent off (75)
Goals: Wechselberger (7), Csordás (90)

Played in Genève because of political reasons

VASAS BUDAPEST-YOUNG BOYS BERN 2-1(2-0)
Népstadion Budapest 30.11.57 Ref: Francesco Liverani (Ita) Att: 20.000
VASAS: Ferenc Kovalik; Béla Kárpáti, Károly Kontha, Gyula Teleki; János Szilágyi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Antal Bárfi, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Lajos Baróti
YOUNG BOYS: Walter Eich; Niklaus Zahnd, Willi Steffen, Heinz Bigler; Otto Häuptli, Heinz Schneiter; Michel Spicher, Eugen Meier (Cap), Tony Allemann, Gilbert Rey, Hans Grütter. Tr: Albert Sing
Goals: Csordás (8,12), Schneiter (89)

MANCHESTER UNITED-DUKLA PRAHA 3-0(0-0)
Old Trafford Manchester 20.11.57 Ref: Werner Treichel (WG) Att: 60.000
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, John Blanchflower, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Colin Webster, David Pegg. Tr: Matthew Busby
DUKLA: Václav Pavlis; Jiří Jecny, Jiří Čadek, Ladislav Novák (Cap); Svatopluk Pluskal, Josef Masopust; Josef Vacenovský, Milan Dvořák, Jaroslav Borovicka, František Safránek, Karol Dobay. Tr: Karel Kolský
Goals: Webster (63), Taylor (65), Pegg (79)

DUKLA PRAHA-MANCHESTER UNITED 1-0(1-0)
Strahov Praha 4.12.57 Ref: Werner Treichel (WG) Att: 30.000
DUKLA: Václav Pavlis; Jiří Jecny, Jiří Čadek, Ladislav Novák (Cap); Svatopluk Pluskal, Josef Masopust; Josef Vacenovský, Milan Dvořák, Jaroslav Borovicka, Ivo Urban, František Safránek. Tr: Karel Kolský
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; Albert Scanlon, William Whelan, Thomas Taylor, Colin Webster, David Pegg. Tr: Matthew Busby
Goal: Dvorak (17)

SEVILLA CF-ÅRHUS GF 4-0(3-0)
Nervión Sevilla 27.11.57 Ref: Gaston Grandain (Bel) Att: 40.000
CF SEVILLA: Francisco JAVIER García; Carlos Manuel ROMERO Barco, Antonio VALERO Yubero; Manuel RUIZ SOSA, Jorge HERRERA, Ramón Martínez Pérez “RAMONÍ”; Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, Juan ARZA Íñigo (Cap), Lorenzo Martínez Pérez “LOREN”, José García Castro “PEPILLO”, ARSENIO Iglesias Pardo. Tr: Satur Grech
ÅRHUS: Henry From; Hans Gregersen, Bjarke Gundlev; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Svenning Pilgaard, John Jensen, Erik Jensen, Aage Rou Jensen (Cap), Peder Kjaer. Tr: Peter Vesterbak
Goals: Antoniet (6,30), Loren (24,52)

ÅRHUS GF-SEVILLA CF 2-0(1-0)
Idraetspark Århus 4.12.57 Ref: Aloïs Smidts (Bel) Att: 18.000
ÅRHUS: Henry From; Hans Gregersen, Bjarke Gundlev; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Svenning Pilgaard, Hans Madsen, Erik Jensen, Aage Rou Jensen (Cap), Peder Kjaer. Tr: Peter Vesterbak
CF SEVILLA: Francisco JAVIER García; Carlos Manuel ROMERO Barco, Antonio VALERO Yubero; Manuel RUIZ SOSA, Jorge HERRERA, Ramón Martínez Pérez “RAMONÍ”; Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, Juan ARZA Íñigo (Cap), Lorenzo Martínez Pérez “LOREN”, José García Castro “PEPILLO”, Antonio PAHUET. Tr: Satur Grech
Goals: E.Jensen (41,86)

GLASGOW RANGERS-AC MILAN 1-4(1-0)
Ibrox Stadium Glasgow 27.11.57 Ref: Manuel Asensi Martín (Spa) Att: 85.000
RANGERS: William Ritchie; John Little, Eric Caldow; Ian McColl (Cap), William Telfer, James Millar; Alexander Scott, William Simpson, Max Murray, Samuel Baird, John Hubbard. Tr: James Scotland Symon
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Cesare Maldini (Cap), Francesco Zagatti; Mario Bergamaschi, Luigi Zannier, Alfio Fontana; Eros Beraldo, Ernesto Grillo, Gastone Bean, Juan Alberto Schiaffino, Dario Baruffi. Tr: Héctor Puricelli.
Goals: Murray (32), Grillo (74,84), Baruffi (80), Bean (86)

AC MILAN-GLASGOW RANGERS 2-0(1-0)
Arena Civica Milano 11.12.57 Ref: José María Ortiz de Mendibil (Spa) Att: 5.000
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Cesare Maldini, Francesco Zagatti; Alfio Fontana, Luigi Zannier, Eros Beraldo; Carlo Galli, Nils Liedholm (Cap), Gastone Bean, Ernesto Grillo, Dario Baruffi. Tr: Héctor Puricelli.
RANGERS: George Niven; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl (Cap), William Telfer, Samuel Baird; Alexander Scott, James Millar, Donald Kichenbrand, David Wilson, John Hubbard. Tr: James Scotland Symon
Goals: Baruffi (37), Galli (48)

BORUSSIA DORTMUND-CCA BUCUREŞTI 4-2(1-1)
Rote Erde Dortmund 27.11.57 H: 19 Ref: John “Jack” Mowat (Sco) Att: 42.000
BORUSSIA: Günther Rau; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Theo Berning, Alfred Schmidt, Alfred Niepieklo. Tr: Hans Tauchert
CCA: Titus Boroş; Constantin Dragomirescu, Vasile Zavoda II (Cap), Victor Dumitrescu; Ştefan Onisie, Tiberiu Bone; Gheorghe Cacoveanu, Gheorghe Constantin, Ion Alexandrescu, Francisc Zavoda I, Nicolae Tătaru. Tr: Ilie Savu
Goals: Peters (35,62,64), F.Zavoda (43), Bone (50), Niepieklo (66)

CCA BUCUREŞTI-BORUSSIA DORTMUND 3-1(3-1)
23 August Bucureşti 8.12.57 Ref: Posa Polaretzky (Hun) Att: 60.000
CCA: Ion Voinescu; Vasile Zavoda II (Cap), Alexandru Apolzan, Constantin Dragomirescu; Ştefan Onisie, Emeric Jenei; Gheorghe Cacoveanu, Gheorghe Constantin, Ion Alexandrescu, Francisc Zavoda I, Nicolae Tătaru. Tr: Ilie Savu
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Schmidt, Alfred Niepieklo. Tr: Hans Tauchert
Goals: Niepieklo (12), Tătaru (17), Constantin (25), Alexandrescu (45)

BORUSSIA DORTMUND-CCA BUCUREŞTI 3-1(1-1)
Stadio Comunale Bologna 29.12.57 H : 14,30 Ref: Cesare Jonni (Ita) Att: 8.000
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Hans-Georg Dulz, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Schmidt, Alfred Niepieklo. Tr: Hans Tauchert
CCA: Ion Voinescu; Vasile Zavoda II (Cap), Alexandru Apolzan, Constantin Dragomirescu; Ştefan Onisie, Emeric Jenei; Gheorghe Cacoveanu, Gheorghe Constantin, Ion Alexandrescu, Francisc Zavoda I, Nicolae Tătaru. Tr: Ilie Savu
Goals: Dulz (15), Cacoveanu (35), Kelbassa (62), Preissler (79)

QUARTER FINALS
MANCHESTER UNITED-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 2-1(0-1)
Old Trafford Manchester 14.01.58 Ref: Marcel Lequesne (Fra) Att: 60.000
MANCHESTER UNITED: Harold Gregg; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; Kenneth Morgans, Robert Charlton, Thomas Taylor, Dennis Viollet, Albert Scanlon. Tr: Matthew Busby
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Vladimir Popović; Ranko Borozan, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Lazar Tasić, Bora Kostić. Tr: Milorad Pavić
Goals: Tasic (35), R.Charlton (65), Colman (81)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-MANCHESTER UNITED 3-3(0-3)
JNA Beograd 5.02.58 Ref: Karl Kainer (Aus) Att: 52.000
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Vladimir Popović; Ranko Borozan, Dragoslav Šekularac, Lazar Tasić, Bora Kostić, Jovan Cokić. Tr: Milorad Pavić
MANCHESTER UNITED: Harold Gregg; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; Kenneth Morgans, Robert Charlton, Thomas Taylor, Dennis Viollet, Albert Scanlon. Tr: Matthew Busby
Goals: Viollet (2), R.Charlton (30,31), Kostic (46,58), Tasic (50p)
Roger Byrne, Edward Colman, Mark Jones, David Pegg, Thomas Taylor, William Whelan, Geoff Bent & Duncan Edwards died in the airplane crash in München at 5.02.1958

REAL MADRID-SEVILLA CF 8-0(2-0)
Estadio Santigo Bernabéu Madrid 23.01.58 Ref: Lucien Van Nuffel (Bel) Att: 76.796
REAL: Juan Adelarpe ALONSO (Cap); Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia
CF SEVILLA: José María BUSTO Llano; Carlos Manuel ROMERO Barco, Marcelino Vaquero González del Río “CAMPANAL” (Cap), Antonio VALERO Yubero; Juan ARENAS, Ricardo MARAVER López; Manuel Díaz Gil “LIZ”, Juan ARZA Íñigo, Ramón Martínez Pérez “RAMONÍ”, Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, Lorenzo Martínez Pérez “LOREN”. Tr: Diego Villalonga
Marsal & Campanal sent off (49)
Goals: Di Stéfano (10,54p,85,88), Kopa (37,73), Marsal (48), Gento (81)

SEVILLA CF-REAL MADRID 2-2(2-0)
Nervión Sevilla 23.02.58 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 25.000
CF SEVILLA: Pedro Guarra “GUERRICA”; Ricardo MARAVER López, Jorge Herrera, Antonio VALERO Yubero; José Pérez “Pepín”, Manuel Ruiz Sosa; Antonio Iborra Iborra “ANTONIET”, Juan ARZA Íñigo (Cap), José María Ismael PAYÁ, Lorenzo Martínez Pérez “LOREN”, Antonio PAHUET. Tr: Diego Villalonga
REAL: Rogelio Antonio DOMÍNGUEZ López; Ángel ATIENZA Landeta, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, Raymond Kopa, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, Enrique MATEOS Mancebo, Jesús María PEREDA Ruiz de Temiño. Tr: Luis Antonio Carniglia
Goals: Payá (22), Pahuet (29), Pereda (48,62)

AJAX AMSTERDAM-VASAS BUDAPEST 2-2(2-0)
Olympisch stadion Amsterdam 5.02.58 Ref: Günther Ternieden (WG) Att: 35.000
AJAX: Eduard Laurens Pieters Graafland; Gerrit van Mourik (Cap), Cornelis Johannes Geelhuijzen; Rob Haarms, Willem Gerardus Anderiesen, Augustinus Pieter van Ham; Pieter Ouderland, Willem Bleijenberg, Simon Johannes den Edel, Piet van der Kuil, Willem Eduard Feldmann. Tr: Karl Humenberger
VASAS: Ferenc Kovalik; Béla Kárpáti, Károly Kontha, László Sárosi; Antal Bárfi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Dezső Bundzsák, Gyula Szilágyi (Cap), Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Rudolf Illovszky
Goals: Ouderland (31,42), Bundzsák (73,82)

VASAS BUDAPEST-AJAX AMSTERDAM 4-0(4-0)
Népstadion Budapest 26.02.58 Ref: Borce Nedelkovski (Jug) Att: 70.000
VASAS: Ferenc Kovalik; Béla Kárpáti, Gyula Teleki, László Sárosi; Antal Bárfi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Dezső Bundzsák, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Rudolf Illovszky
AJAX: Eduard Laurens Pieters Graafland; Gerrit van Mourik (Cap), Cornelis Johannes Geelhuijzen; Rob Haarms, Willem Gerardus Anderiesen, Augustinus Pieter van Ham; Pieter Ouderland, Willem Bleijenberg, Simon Johannes den Edel, Piet van der Kuil, Willem Eduard Feldmann. Tr: Karl Humenberger
Goals: Bundzsák (7), G.Szilágyi (9,39), Csordás (29)

BORUSSIA DORTMUND-AC MILAN 1-1(0-1)
Rote Erde Dortmund 12.02.58 Ref: Arthur Edward Ellis (Eng) Att: 28.000
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Schmidt, Alfred Niepieklo. Tr: Hans Tauchert
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Cesare Maldini, Eros Beraldo; Alfio Fontana, Luigi Zannier, Mario Bergamaschi; Amos Mariani, Nils Liedholm (Cap), Carlo Galli, Ernesto Grillo, Tito Ernesto Cucchiaroni. Tr: Héctor Puricelli
Goals: Galli (44), Bergamaschi (90 og)

AC MILAN-BORUSSIA DORTMUND 4-1(2-1)
Stadio San Siro Milano 26.03.58 Ref: Arthur Edward Ellis (Eng) Att: 25.000
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Francesco Zagatti, Eros Beraldo; Mario Bergamaschi, Cesare Maldini, Luigi Radice; Amos Mariani, Nils Liedholm (Cap), Carlo Galli, Ernesto Grillo, Tito Ernesto Cucchiaroni. Tr: Héctor Puricelli
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Hans-Georg Dulz, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Schmidt, Alfred Niepieklo. Tr: Hans Tauchert
Goals: Cucchiaroni (11), Liedholm (21), Preissler (37), Galli (63), Grillo (86)

SEMIFINALS
REAL MADRID-VASAS BUDAPEST 4-0(2-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 2.04.58 Ref: Maurice Guigue (Fra) Att: 120.000
REAL: Juan Adelarpe ALONSO (Cap); Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia
VASAS: Ferenc Kovalik; Gyula Teleki, Károly Kontha, László Sárosi; Antal Bárfi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Dezső Bundzsák, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Rudolf Illovszky
Goals: Di Stéfano (9,42p,50), Marsal (46)

VASAS BUDAPEST-REAL MADRID 2-0(1-0)
Népstadion Budapest 16.04.58 Ref: Pierre Schwinte (Fra) Att: 100.000
VASAS: Mihály Kamarás; Béla Kárpáti, Gyula Teleki, László Sárosi; Antal Bárfi, Pál Berendi; József Raduly, Lajos Csordás, Gyula Szilágyi (Cap), Dezső Bundzsák, Sándor Lelenka-Lenkei. Tr: Rudolf Illovszky
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia
Goals: Bundzsák (25), Csordás (53p)

MANCHESTER UNITED-AC MILAN 2-1(1-1)
Old Trafford Manchester 8.05.58 Ref: Leo Helge (Dan) Att: 44.480
MANCHESTER UNITED: Harold Gregg; William Anthony Foulkes (Cap), Ian Greaves; Frederick Goodwin, Ronald Cope, Stanley Crowther; Kenneth Morgans, Ernest Taylor, Colin Webster, Dennis Viollet, Mark Pearson. Tr: James Murphy (Wales)
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Alfio Fontana, Eros Beraldo; Mario Bergamaschi, Cesare Maldini, Luigi Radice; Amos Mariani, Per Bredesen, Juan Alberto Schiaffino, Nils Liedholm (Cap), Tito Ernesto Cucchiaroni. Tr: Héctor Puricelli
Goals: Schiaffino (24), Viollet (39), E.Taylor (80p)

AC MILAN-MANCHESTER UNITED 4-0(1-0)
Stadio San Siro Milano 14.05.58 Ref: Albert Dusch (WG) Att: 60.000
AC MILAN: Lorenzo Buffon; Alfio Fontana, Eros Beraldo; Mario Bergamaschi, Luigi Zannier, Luigi Radice; Giancarlo Danova, Per Bredesen, Juan Alberto Schiaffino, Nils Liedholm (Cap), Tito Ernesto Cucchiaroni. Tr: Héctor Puricelli
MANCHESTER UNITED: Harold Gregg; William Anthony Foulkes (Cap), Ian Greaves; Frederick Goodwin, Ronald Cope, Stanley Crowther; Kenneth Morgans, Ernest Taylor, Colin Webster, Dennis Viollet, Mark Pearson. Tr: James Murphy
Goals: Schiaffino (2,77), Liedholm (50p), Danova (65)

FINAL
REAL MADRID-AC MILAN 3-2(0-0,2-2)
Stade du Heysel Brussel 28.05.1958 Hour: 18 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 67.000
REAL MADRID: Juan Adelarpe ALONSO (Cap); Ángel ATIENZA Landeta, José Emilio SANTAMARÍA Iglesias, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: Luis Antonio Carniglia (Arg)
AC MILAN: Narciso Soldan; Alfio Fontana, Eros Beraldo; Mario Bergamaschi, Cesare Maldini, Luigi Radice; Giancarlo Danova, Nils Liedholm, Juan Alberto Schiaffino (Cap), Ernesto Grillo, Tito Ernesto Cucchiaroni. DT: Giuseppe Viani Tr: Luigi Bonizzoni
Goals: Schiaffino (60), Di Stéfano (74), Grillo (78), Rial (79), Gento (107)

Goalscorers: 189 goals
10: Alfredo DI STÉFANO Lauhle (Real Madrid CF)
9: Bora Kostic (Crvena Zvezda Beograd)
8: Lajos Csordás (Vasas Budapest)
6: Dezső Bundzsák (Vasas Budapest)
6: Ernesto Grillo (Milan AC)
5: Gastone Bean, Juan Alberto Schiaffino (Milan AC)
4: Jovan Cokic (Crvena Zvezda), José Héctor RIAL Laguía (Real Madrid), Dennis Viollet (Manchester United)
3: S.Kaiser (Wismut), Pegg, Th.Taylor, Charlton (Manchester United), Antoniet (Sevilla CF), Peters (Borussia Dortmund), Kopa, Gento, Marsal (Real Madrid), Ouderland (Ajax), G.Szilágyi (Vasas), Galli (Milan AC)
2: Milanov (CDNA Sofia), Rudinski, Mitic, Spajic, Tasic (Crvena Zvezda), Kjaer, E.Jensen (Århus), Baszkiewicz (Gwardia), Whelan (Manchester United), Bertalan, Dienst (Rapid Wien), Van der Kuil (Ajax), Loren, Pahuet (Sevilla CF), Baruffi, Liedholm (Milan AC), Niepieklo, Preissler (Borussia Dortmund), Pereda (Real Madrid)
1: Mekhloufi, Ferrier, Oleksiak (AS St.Etienne), Kichenbrand, Scott, Simpson, Wilson, Murray (Rangers Glasgow), Panaiotov (CDNA Sofia), Berendi (Vasas), Rongoni (Stade Dudelange), J.Jensen (Århus), M.Kaiser, Tröger, Müller (Wismut), Lewandowski, Gawronski, Z.Szarzynski (Gwardia), Palmeiro (Benfica), Pepillo, Payá (Sevilla CF), Berry, Webster, Colman, E.Taylor (Manchester United), McCann, Hamilton (Shamrock Rovers), A.Körner, Riegler, Hanappi, Happel (Rapid Wien), Mariani, Bergamaschi, Cucchiaroni, Danova (Milan AC), De Backer (Antwerp FC), Håkansson, Källgren, Backman (IFK Norrköping), Toplak (Crvena Zvezda), Bleijenberg (Ajax), Wechselberger, Schneiter (Young Boys), Dvorak (Dukla Praha), F.Zavoda, Bone, Tataru, Constantin, Alexandrescu, Cacoveanu (CCA Bucureşti), Dulz, Kelbassa (Borussia Dortmund)
og: Höltl (Rapid Wien) for Milan AC, Bergamaschi (Milan AC) for Borussia Dortmund

 

THE EUROPEAN CUP 1956-57

FIRST ROUND

BORUSSIA DORTMUND-SPORA LUXEMBOURG 4-3(1-2)
Rote Erde Dortmund 1.08.56 Ref: Johan Heinrich Martens (Hol) Att: 20000
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Niepieklo, Helmut Kapitulski. Tr: Helmut Schneider
SPORA: Alfred Koch; Fernand Brosius, Franz Dittmann; Pierre Remy, René Muller, Willy Macho; Fernand Simon, Léon Letsch (Cap), Fernand Wambach, Marc Boreux, Jean-Pierre Fiedler. Tr: Willy Macho
Goals: Boreux (25,34,88), Bracht (31), Niepieklo (54), Preissler (61,73)

SPORA LUXEMBOURG-BORUSSIA DORTMUND 2-1(2-1)
Stade Municipal Luxembourg 6.09.56 Ref: Karl Lescart (Bel) Att: 7000
SPORA: Alfred Koch; Fernand Brosius, Franz Dittmann; Pierre Remy, René Muller, Willy Macho, Jean-Pierre Fiedler, Fernand Simon, Fernand Wambach, Marc Boreux, Léon Letsch (Cap). Tr: Willy Macho
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Erich Schanko, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Theo Berning, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Heinz Simmer, Helmut Kapitulski. Tr: Helmut Schneider
Goals: Fiedler (22), Preissler (28), Letsch (39)

BORUSSIA DORTMUND-SPORA LUXEMBOURG 7-0(4-0)
Rote Erde Dortmund 16.09.56 Ref: Fritz Buchmüller (Swi) Att: 15000
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Alfred Schmidt, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Heinz Simmer, Helmut Kapitulski. Tr: Helmut Schneider
SPORA: Alfred Koch; Fernand Brosius, Franz Dittmann; Pierre Remy, René Muller, Willy Macho; Fernand Simon, Léon Letsch (Cap), Fernand Wambach, Marc Boreux, Pierre Fiedler. Tr: Willy Macho
Goals: Preissler (24,36), Simmer (29), Kelbassa (40,49,63), Peters (57)

DINAMO BUCUREŞTI – SK GALATASARAY ISTANBUL 3-1(1-0)
23 August Bucureşti 26.08.56 H: 17 Ref: Francesco Liverani (Ita) Att: 85000
DINAMO: Florea Birtaşu; Gheorghe Băcuţ, Ladislau Băcuţ, Florian Anghel; Valeriu Călinoiu (Cap), Ion Nunweiller; Vasile Anghel, Nicolae Nicuşor Dumitru, Alexandru Ene, Gheorghe Voica, Ioan Suru. Tr: Angelo Niculescu
GALATASARAY: Turgay Şeren; Saim Tayşengil, Metin Kinay; Ali Beratligil (Cap), Ergun Ercins, Rober Eryol; Isfendiyar Açikgöz, Metin Oktay, Suat Mamat, Kadri Aytaç, Güngör Okay. Tr: Gündüz Kiliç
Goals: Voica (10,67), Oktay (77), Ene (84)

GALATASARAY ISTANBUL – DINAMO BUCUREŞTI 2-1(1-1)
Mithat Paşa Istanbul 30.09.56 Ref: Gustav Jiranek (Aus) Att: 23.764
GALATASARAY: Turgay Şeren; Saim Tayşengil, Enver Özdemir; Kadri Aytaç; Ergun Ercins, Ünal Atay; Isfendiyar Açikgöz, Suat Mamat, Ali Beratligil (Cap), Metin Oktay, Güngör Okay. Tr: Gündüz Kiliç
DINAMO: Iuliu Uţu; Gheorghe Băcuţ, Ladislau Băcuţ, Florian Anghel; Valeriu Călinoiu (Cap), Ion Nunweiller; Nicolae Mihai, Valeriu Neagu, Alexandru Ene, Gheorghe Voica, Ioan Suru. Tr: Angelo Niculescu
Goals: Suru (31), Kadri Aytaç (42), Metin Oktay (90)

SLOVAN BRATISLAVA-CWKS WARSZAWA 4-0(3-0)
Tehelné pole Bratislava 12.09.56 Ref: Friedrich Mayer (Aus) Att: 25000
SLOVAN: Viliam Schrojf; Pavol Bena, Michal Vican (Cap), Vojtech Jankovic; Július Kovác, Jozef Venglos; Vlastimil Hlavaty, Anton Moravcik, Anton Bily, Emil Pazicky, Pavol Molnár. Tr: Leopold Štastný
CWKS: Edward Szymkowiak; Antoni Mahseli, Jerzy Slaboszowski, Jerzy Wozniak; Marceli Strzykalski, Edmund Zientara; Ernest Pol, Lucjan Brychczy (Cap), Henryk Kempny, Edmund Kowal, Czeslaw Ciupa. Tr: Ryszard Koncewicz
Goals: Pazicky (23,68), Kovac (30p), Moravcik (40)

CWKS WARSZAWA-SLOVAN BRATISLAVA 2-0(0-0)
Stadion Wojska Polskiego Warszawa 19.09.56 Ref: Alfred Grill (Aus) Att: 40000
CWKS: Edward Szymkowiak; Antoni Mahseli, Jerzy Slaboszowski, Jerzy Wozniak; Marceli Strzykalski, Edmund Zientara; Ernest Pol, Lucjan Brychczy (Cap), Henryk Kempny, Edmund Kowal, Andrzej Cehelik. Tr: Ryszard Koncewicz
SLOVAN: Viliam Schrojf; Pavol Bena, Michal Vican (Cap), Vojtech Jankovic; Július Kovác, Jozef Venglos; Vlastimil Hlavaty, Emil Pazicky, Anton Bíly, Pavol Molnár, Martin Varga. Tr: Leopold Štastný
Goals: Kowal (52), Brychczy (63)

ANDERLECHT BRUSSEL-MANCHESTER UNITED 0-2(0-1)
Stade Emile Versé Brussel 12.09.56 Ref: Leopold Sylvain Horn (Hol) Att: 33.000
ANDERLECHT: Felix Week; Henri Matthys, Willem De Koster, Jacques Culot; Martin Lippens, René Vanderwilt; Jean Dedrijver, Jozef Jurion, Gaston Dewael, Jozef Mermans (Cap), Pieter Van den Bosch. Tr: William Gormlie
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, John Blanchflower; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
Goals: Viollet (25), Taylor (75)

MANCHESTER UNITED-ANDERLECHT BRUSSEL 10-0(5-0)
Maine Road Manchester 26.09.56 Ref: Benjamin Mervyn Griffiths (Wal) Att: 43635
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap), Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
ANDERLECHT: Felix Week; Pierre Gettemans, Willem De Koster, Jacques Culot; René Vanderwilt, Pierre Hanon; Jean Dedrijver, Hippolyte Van den Bosch, Jozef Mermans (Cap), Gaston Dewael, Jozef Jurion. Tr: William Gormlie
Goals: Taylor (8,20,52), Viollet (25,38,44,65), Whelan (61,82), Berry (75)

ÅRHUS GF-OGC NICE 1-1(1-0)
Idraetsparken København 19.09.56 Ref: Arthur Edward Ellis (Eng) Att: 12900
ÅRHUS: Henry From; Bjarke Gundlev, Per Knudsen; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Svenning Pilgaard, Erik Jensen, Gunnar Kjeldberg, Aage Rou Jensen (Cap), John Jensen. Tr: Peter Vesterbak
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Aleardo Nani; François Milazzo, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia (Arg)
Goals: E.Jensen (16), Foix (61)

OGC NICE-ÅRHUS GF 5-1(3-0)
Stade du Ray Nice 27.09.56 Ref: John Husband (Eng) Att: 8144
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Aleardo Nani; François Milazzo, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
ÅRHUS: Henry From; Bjarke Gundlev, Per Knudsen; John Amdisen, Hans Christian Nielsen, Jørgen Olesen; Svenning Pilgaard, Erik Jensen, Gunnar Kjeldberg, Aage Rou Jensen (Cap), John Jensen. Tr: Peter Vesterbak
Goals: Foix (2), Milazzo (27,74), Faivre (45,60), E.Jensen (82)

FC PORTO-ATLÉTICO CLUB de BILBAO 1-2(0-1)
Estádio das Antas Porto 20.09.56 Ref: Mario Maurelli (Ita) Att: 35.000
FC PORTO: ACÚRSIO Freire Alves Carrelo; VIRGILIO Marques Mendes (Cap), António Fernandes BARBOSA Silva; José Maria Carvalho PEDROTO, Miguel Arcanjo, António Henrique MONTEIRO DA COSTA; HERNÂNI Ferreira Silva, GASTÃO Gonçalves, Jorge Matos “JABURU”, Fernando Júlio PERDIGÃO, JOSÉ MARIA Matos. Tr: Flávio Costa
ATLETICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José Maria ORUÉ Aranguren; Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Mauricio Ugartemendía Lauririca “MAURI”, José María MAGUREGUI Ibarguchi; Javier AZCÁRATE, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Armando MERODIO Pesquera, Ignacio URIBE Echevarría, Agustín GAÍNZA Vicandi (Cap). Tr: Fernando Daučik
Goals: Gaínza (8), José Maria (54), Canito (75)

ATLÉTICO CLUB de BILBAO-FC PORTO 3-2(1-2)
San Mamés Bilbao 26.09.56 Ref: Mario Maurelli (Ita) Att: 34.705
ATLÉTICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José María ORUÉ Aranguren, Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Mauricio Ugartemendía Lauririca “MAURI”, José María MAGUREGUI Ibarguchi; José Luis ARTECHE Muguire, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Armando MERODIO Pesquera, Ignacio URIBE Echevarría, Agustín GAÍNZA Vicandi. Tr: Fernando Daučik
FC PORTO: ACÚRSIO Freire Alves Carrelo; VIRGÍLIO Marques Mendes, OSVALDO Cambalacho; José Maria Carvalho PEDROTO, Miguel Arcanjo, António Henrique MONTEIRO DA COSTA; CARLOS Domingos DUARTE, HERNÂNI Ferreira Silva, Jorge Matos “JABURU”, Fernando Júlio PERDIGÃO, JOSÉ MARIA Matos. Tr: Flávio Costa
Mendes (76) & Jaburu (83) sent off
Goals: Hernâni (4), Arteche (14,72p,83), Jaburu (20)

SECOND ROUND
MANCHESTER UNITED-BORUSSIA DORTMUND 3-2(3-0)
Maine Road Manchester 17.10.56 Ref: Leopold Sylvain Horn (Hol) Att: 75568
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Schmidt, Helmut Kapitulski. Tr: Helmut Schneider
Goals: Viollet (10,25), Pegg (35), Kapitulski (68), Preissler (75)

BORUSSIA DORTMUND-MANCHESTER UNITED 0-0
Rote Erde Dortmund 21.11.56 Ref: Johan Heinrich Martens (Hol) Att: 44570
BORUSSIA: Heinz Kwiatkowski; Wilhelm Burgsmüller, Herbert Sandmann; Elwin Schlebrowski, Max Michallek, Helmut Bracht; Wolfgang Peters, Alfred Preissler (Cap), Alfred Kelbassa, Alfred Niepieklo, Alfred Schmidt. Tr: Helmut Schneider
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Wilfred McGuinness; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Duncan Edwards, David Pegg. Tr: Matthew Busby

CDNA SOFIA – DINAMO BUCUREŞTI 8-1 (3-0)
Vasil Levski Sofia 21.10.56 Ref: Vasa Stefanović (Jug) Att: 50.000
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov, Nikola Kovachev; Stefan Bojkov (Cap), Gavril Stoianov; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. Tr: Krum Milev
DINAMO: Florea Birtaşu; Petru Izghireanu, Ladislau Băcuţ, Gheorghe Toma; Valeriu Călinoiu (Cap), Gheorghe Băcuţ; Vasile Anghel, Gheorghe Voica, Alexandru Ene, Valeriu Neagu, Ioan Suru. Tr: Angelo Niculescu
Goals: Kolev (12,56,63), Milanov (20,67), Panaiotov (27,76), G.Bacut (81p), Dimitrov (80)

DINAMO BUCUREŞTI-CDNA SOFIA 3-2 (0-1)
Republicii Bucureşti 30.12.56 H: 14 Ref: Gustav Jiranek (Aus) Att: 20.000
DINAMO: Iuliu Uţu; Cornel Popa, Iosif Lazăr, Florian Anghel; Valeriu Călinoiu (Cap), Ion Nunweiller; Remus Lăzar, Nicolae Nicuşor Dumitru, Alexandru Ene, Valeriu Neagu, Ioan Suru. Tr: Angelo Niculescu
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov (Cap), Georgi Enisheinov; Gavril Stoianov, Nikola Kovachev; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. Tr: Krum Milev
Goals: Stoianov (23), Nicusor (58p), Ianev (62), R.Lazar (67), Neagu (84)

GLASGOW RANGERS-OGC NICE 2-1(1-1)
Ibrox Stadium Glasgow 24.10.56 Ref: Arthur Edward Ellis (Eng) Att: 65.000
RANGERS: George Niven; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl, George Young (Cap), William Logie; Alexander Scott, William Simpson, Max Murray, Samuel Baird, John Hubbard. Tr: James Scotland Symon
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Aleardo Nani; Henri Diratz, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
Goals: Faivre (23), Murray (40), Simpson (81)

OGC NICE-GLASGOW RANGERS 2-1(0-1)
Stade du Ray Nice 14.11.56 Ref: Riccardo Pieri (Ita) Att: 8439
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Alphonse Martínez; Joseph Ujlaki, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
RANGERS: George Niven; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl, George Young (Cap), William Logie; Alexander Scott, William Simpson, Max Murray, Samuel Baird, John Hubbard. Tr: James Scotland Symon
Bravo (81) & Logie (81) sent off
Goals: Hubbard (40p), Bravo (78), Foix (78)

OGC NICE-GLASGOW RANGERS 3-1(1-0)
Parc des Princes Paris 28.11.56 Ref: Lucien van Nuffel (Bel) Att: 11.908
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Alphonse Martínez; Joseph Ujlaki, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
RANGERS: George Niven; Robert Shearer, Eric Caldow; Ian McColl (Cap), Harold Davis, William Logie; Alexander Scott, William Simpson, Max Murray, Samuel Baird, John Hubbard. Shearer sent off (78). Tr: James Scotland Symon
Goals: Foix (45), Bonvin (50 og), Muro (51), Faivre (75)

SLOVAN BRATISLAVA-GRASSHOPPER ZÜRICH 1-0(1-0)
Stadión Tehelné pole Bratislava 24.10.56 Ref: Fritz Seipelt (Aus) Att: 30.000
SLOVAN: Viliam Schrojf; Pavol Bena, Jozef Jajcaj (Cap), Vojtech Jankovic; Július Kovác, Jozef Venglos; Vlastimil Hlavaty, Anton Moravcík, Emil Pazicky, Anton Bíly, Pavol Molnár. Tr: Leopold Štastný
GRASSHOPPER: Karl Elsener; Paul Bouvard, Harry Koch; Richard Jäger, Ivo Frosio, Donato Müller; Robert Ballaman (Cap), Hans Hagen, Branislav Vukosavljevic, Hannes Schmidhauser, Raymond Duret. Tr: Willy Hahnemann
Goals: Moravcik (20)

GRASSHOPPER ZÜRICH-SLOVAN BRATISLAVA 2-0(0-0)
Stadion an der Grünwalder Strasse München 12.12.56 Ref: Fritz Seipelt (Aus) Att: 12000
GRASSHOPPER: Karl Elsener; Paul Bouvard, Harry Koch; Hannes Schmidhauser, Ivo Frosio, Donato Müller; Robert Ballaman (Cap), Hans Hagen, Branislav Vukosavljevic, Werner Hüssy, Raymond Duret. Tr: Willy Hahnemann
SLOVAN: Viliam Schrojf; Pavol Bena, Michal Vican (Cap), Vojtech Jankovic; Jozef Jajcaj, Jozef Venglos; Anton Moravcik, Emil Pazicky, Július Kovác, Viktor Tegelhoff, Vlastimil Hlavaty. Tr: Leopold Štastný
Goals: Vukosavljevic (75), Duret (89)

REAL MADRID-RAPID WIEN 4-2(2-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 1.11.56 Ref: Gottfried Dienst (Swi) Att: 100.000
REAL: Juan Adelarpe ALONSO (Cap); Ángel ATIENZA Landeta, Joaquín OLIVA Goma, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, Enrique MATEOS Mancebo, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
RAPID: Herbert Gartner; Paul Halla, Ernst Happel, Franz Golobic; Gerhard Hanappi (Cap), Karl Gieβer; Robert Körner, Johann Riegler, Robert Dienst, Alfred Körner, Josef Höltl. Tr: Robert Körner & Max Merkel
Goals: Di Stéfano (9,21), Dienst (58), Marsal (60,63), Gieβer (90)

RAPID WIEN-REAL MADRID 3-1(3-0)
Praterstadion Wien 14.11.56 Ref: Maurice Guigue (Fra) Att: 60.000
RAPID: Walter Zeman; Paul Halla, Ernst Happel, Franz Golobic; Gerhard Hanappi (Cap), Karl Gieβer; Robert Körner, Johann Riegler, Robert Dienst, Alfred Körner, Josef Höltl. Tr: Robert Körner & Max Merkel
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; Ángel ATIENZA Landeta, Joaquín OLIVA Goma, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, José Ramón MARSAL Ribó, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, Raymond Kopa, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
Goals: Happel (18,38p,40), Di Stéfano (60)

REAL MADRID-RAPID WIEN 2-0(2-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 13.12.56 Ref: Alfred Bond (Eng) Att: 100.000
REAL: Francisco Javier BERASALUCE; Ángel ATIENZA Landeta, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Juan SANTISTEBAN Troyano, José María ZÁRRAGA Martín (Cap); José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, Raymond Kopa, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Ramón MARSAL Ribó, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
RAPID: Walter Zeman; Paul Halla, Ernst Happel, Franz Golobic; Johann Riegler, Lothar Bilek; Robert Körner, Herbert Mehsarosch, Robert Dienst, Alfred Körner (Cap), Josef Bertalan. Tr: Robert Körner & Max Merkel
Lesmes (82) & Happel (89) sent off
Goals: JOSEÍTO (1), Kopa (23)

RAPID JC HEERLEN-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 3-4(1-2)
Gemeentelijk Sportpark Kaalheide Kerkrade 3.11.56 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 11.500
RAPID: Henricus Vroomen; Willem Jozef Mommertz, Willem Jozef Coerver (Cap); Heinrich Schaffrath, Johannes Wilhelmus Smeets, Hein Stroukken; Johannes Wilhelmus Adang, Hubert Jozef Janssen, Arnoldus Cornelis van Melis, Hubert Gerard Bisschops, Hubert Jozef Hanneman. Tr: Viktor Franz Jozef Havliček (Cze)
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Branko Stanković, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Predrag Marković, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić
Goals: Kostic (4,75), Janssen (8), Toplak (42), Bisschops (78), Tasić (81 og), Rudinski (82)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-RAPID JC HEERLEN 2-0(1-0)
JNA Beograd 8.11.56 Ref: Rudolf Roman (Aus) Att: 15.000
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Branko Stanković, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Vladimir Popović, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić
RAPID: Henricus Vroomen; Willem Jozef Mommertz, Willem Jozef Coerver (Cap); Heinrich Schaffrath, Johannes Wilhelmus Smeets, Hein Stroukken; Johannes Wilhelmus Adang, Hubertus Jozef Janssen, Arnoldus Cornelis van Melis, Hubert Gerard Bisschops, Hubert Jozef Hanneman. Tr: Viktor Franz Jozef Havlicek (Cze)
Goals: Toplak (32), Kostic (84)

AC FIORENTINA FIRENZE – IFK NORRKÖPING 1-1(1-1)
Stadio Comunale Firenze 21.11.56 Ref: Dean Harzic (Fra) Att: 6000
FIORENTINA: Giuliano Sarti; Ardico Magnini, Sergio Cervato (Cap); Giuseppe Chiappella, Alberto Orzan, Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Miguel Ángelo Montuori, Orlando Rozzoni, Romano Taccola, Claudio Bizzari. Tr: Fulvio Bernardini
IFK: Bengt Nyholm; Kurt Lövgren, Sven Axbom; Olle Haakansson, Åke Johansson (Cap), Holger Nyman; Herbert Sandin, Harry Bild, Henry Kaallgren, Torbjörn Jönsson, Lennart Holmquist. Tr: Karl Adamek
Goals: Bild (8), Bizzari (15)

IFK NORRKÖPING-AC FIORENTINA FIRENZE 0-1(0-1)
Stadio Olimpico Roma 28.11.56 Ref: Michel Devillers (Fra) Att: 10.200
FIORENTINA: Riccardo Toros; Francesco Rosetta (Cap), Sergio Cervato; Giuseppe Chiappella, Alberto Orzan, Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Aldo Scaramucci, Giuseppe Virgili, Miguel Ángelo Montuori, Claudio Bizzari. Tr: Karl Adamek
IFK: Bengt Nyholm; Kurt Lövgren, Sven Axbom; Olle Haakansson, Åke Johansson (Cap), Holger Nyman; Herbert Sandin, Harry Bild, Henry Kaallgren, Torbjörn Jonsson, Lennart Eriksson. Tr: Karl Adamek
Goals: Virgili (16)

ATLÉTICO CLUB de BILBAO-HONVÉD BUDAPEST 3-2(2-0)
San Mamés Bilbao 22.11.56 Ref: John Husband (Eng) Att: 39.184
ATLÉTICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José María ORUÉ Aranguren, Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Mauricio Ugartemendía Lauririca “MAURI”, José María MAGUREGUI Ibarguchi; José Luis ARTECHE Muguire, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Ignacio ARIETA Araunbeña Piedra, Armando MERODIO Pesquera, Agustín GAÍNZA Vicandi (Cap). Tr: Fernando Daučik
HONVÉD: Lajos Faragó; László Rákóczi, Nándor Bányai, István Solti; József Bozsik, Antal Kotász; László Budai, Sándor Kocsis, Lajos Tichý, Ferenc Puskás (Cap), Zoltán Czibor. Tr: Jenö Kalmár
Goals: Arteche (16), Marcaida (27), Budai (75), Arieta (82), Kocsis (85)

HONVÉD BUDAPEST-ATLÉTICO CLUB de BILBAO 3-3(1-1)
Heisel Brussel 20.12.56 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 30.000
HONVÉD: Lajos Faragó; László Rákóczi, Nándor Bányai, Zoltán Dudás; József Bozsik, Antal Kotász; László Budai, Sándor Kocsis, Ferenc Machos, Ferenc Puskás (Cap), Zoltán Czibor. Tr: Jenö Kalmár
ATLÉTICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José María ORUÉ Aranguren, Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Mauricio Ugartemendía Lauririca “MAURI”, José María MAGUREGUI Ibarguchi; José Luis ARTECHE Muguire, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Ignacio ARIETA Araunbeña Piedra, Armando MERODIO Pesquera, Agustín GAÍNZA Vicandi (Cap). Tr: Fernando Daučik
Goals: Merodio (1,72), Budai (6,82), Arieta (67), Puskás (86)

QUARTER FINALS

ATLÉTICO CLUB de BILBAO-MANCHESTER UNITED 5-3(3-0)
San Mamés Bilbao 16.01.57 Ref: Albert Dusch (WG) Att: 36.737
ATLÉTICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José María ORUÉ Aranguren, Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Manuel González ETURA, Mauricio Ugartemendia “MAURI”; José Luis ARTECHE Muguire, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Armando MERODIO Pesquera, Ignacio URIBE Echevarría, Agustín GAÍNZA Vicandi (Cap). Tr: Fernando Daučik
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
Goals: Uribe (2,28), Marcaida (43), Taylor (48), Viollet (54), Merodio (73), Arteche (78), Whelan (85)

MANCHESTER UNITED-ATLÉTICO CLUB de BILBAO 3-0(1-0)
Maine Road Manchester 6.02.57 Ref: Albert Dusch (WG) Att: 70.000
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, Mark Jones, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
ATLÉTICO: CARMELO Cedrún Ochandategui; José María ORUÉ Aranguren, Jesús GARAY Vicino, Nicanor Trapero Gonzalo “CANITO”; Mauricio Ugartemendía Lauririca “MAURI”, José María MAGUREGUI Ibarguchi; José Luis ARTECHE Muguire, Félix MARCAIDA Aurrecoechea, Manuel Gonzáles ETURA, Armando MERODIO Pesquera, Agustín GAÍNZA Vicandi (Cap). Tr: Fernando Daučik
Goals: Viollet (42), Taylor (70), Berry (85)

AC FIORENTINA FIRENZE-GRASSHOPPER ZÜRICH 3-1(3-1)
Stadio Comunale Firenze 6.02.57 Ref: Fritz Seipelt (Aus) Att: 10.000
FIORENTINA: Riccardo Toros; Ardico Magnini, Sergio Cervato; Aldo Scaramucci, Francesco Rosetta (Cap), Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Guido Gratton, Romano Taccola, Miguel Ángelo Montuori, Maurilio Prini. Tr: Fulvio Bernardini
GRASSHOPPER: Karl Elsener; Paul Bouvard, Harry Koch; Richard Jäger, Ivo Frosio, Donato Müller; Robert Ballaman (Cap), Hans Hagen, Branislav Vukosavljevic, Werner Hüssy, Raymond Duret. Tr: Willy Hahnemann
Goals: Segato (3), Taccola (10,12), Ballaman (31)

GRASSHOPPER ZÜRICH-AC FIORENTINA FIRENZE 2-2(1-1)
Stadion Hardturm Zürich 27.02.57 Ref: Fritz Seipelt (Aus) Att: 18.000
GRASSHOPPER: Karl Elsener; Paul Bouvard, Harry Koch; Georges Winterhofen, Ivo Frosio, Georges Magistris; Robert Ballaman (Cap), Hans Hagen, Branislav Vukosavljevic, Werner Hüssy, Raymond Duret. Tr: Willy Hahnemann
FIORENTINA: Riccardo Toros; Alberto Orzan, Sergio Cervato; Aldo Scaramucci, Francesco Rosetta (Cap), Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Guido Gratton, Romano Taccola, Miguel Ángelo Montuori, Silvio Parodi. Tr: Fulvio Bernardini
Goals: Julinho (7), Ballaman (25), Montuori (52), Vukosavljevic (85)

REAL MADRID-OGC NICE 3-0(1-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 14.02.57 Ref: Gérard Versyp (Bel) Att: 110.000
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; Ángel ATIENZA Landeta, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, Raymond Kopa, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, Enrique MATEOS Mancebo, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Alphonse Martínez; François Milazzo, Joseph Ujlaki; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Alberto Muro, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
Goals: Joseíto (18), Mateos (49,72)

OGC NICE-REAL MADRID 2-3(1-1)
Stade du Ray Nice 14.03.57 Ref: John Husband (Eng) Att: 21724
OGC NICE: Dominique Colonna; Gilbert Bonvin, César Gonzales, Alphonse Martínez; François Milazzo, Koczur Ferry; Jacky Faivre (Cap), Jacques Foix, Rubén Bravo, Joseph Ujlaki, Victor Nurenberg. Tr: Luis Antonio Carniglia
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; José BECERRIL Minguela, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; José Iglesias Fernández “JOSEÍTO”, Raymond Kopa, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, Enrique MATEOS Mancebo, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
Goals: Foix (15), JOSEÍTO (45), Di Stéfano (50,79), Ferry (82p)

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-CDNA SOFIA 3-1(2-0)
Stadion Crvena Zvezda Beograd 17.02.57 Ref: Riccardo Pieri (Ita) Att: 33.000
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Branko Stanković, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Vladimir Popović, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov, Nikola Kovachev; Stefan Bojkov (Cap), Gavril Stoianov; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. G.Dimitrov (73) sent off. Tr: Krum Milev
Goals: Kostić (6,25), Popović (53), Ianev (88)

CDNA SOFIA-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 2-1(2-1)
Vasil Levski Sofia 24.02.57 Ref: Nikolai Latyshev (URSS) Att: 50.000
CDNA: Georgi Naidenov; Kiril Rakarov, Manol Manolov, Georgi Enisheinov; Stefan Bojkov (Cap), Nikola Kovachev; Dimitar Milanov, Georgi Dimitrov, Panaiot Panaiotov, Ivan Kolev, Krum Ianev. Tr: Krum Milev
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Branko Stanković, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Vladimir Popović, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić
Goals: Bojkov (22p), Tasic (29p), Panaiotov (39)

SEMIFINALS

CRVENA ZVEZDA BEOGRAD-AC FIORENTINA FIRENZE 0-1(0-1)
JNA Beograd 3.04.57 Ref: Albert Alsteen (Bel) Att: 40.000
CRVENA ZVEZDA: Srboljub Krivokuća; Vladimir Popović, Miljan Zeković; Rajko Mitić (Cap), Ljubomir Spajić, Lazar Tasić, Dragoslav Šekularac, Ivan Toplak, Jovan Cokić, Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić
FIORENTINA: Giuliano Sarti; Ardico Magnini, Sergio Cervato (Cap); Giuseppe Chiappella, Alberto Orzan, Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Guido Gratton, Giuseppe Virgili, Miguel Ángelo Montuori, Maurilio Prini. Tr: Fulvio Bernardini
Goals: Prini (88)

AC FIORENTINA FIRENZE-CRVENA ZVEZDA BEOGRAD 0-0
Stadio Comunale Firenze 18.04.57 Ref: Klaas Schipper (Hol) Att: 70.000
FIORENTINA: Giuliano Sarti; Ardico Magnini, Sergio Cervato (Cap), Giuseppe Chiappella, Alberto Orzan, Armando Segato; “Julinho” Júlio Botelho, Guido Gratton, Giuseppe Virgili, Miguel Ángelo Montuori, Maurilio Prini. Tr: Fulvio Bernardini
CRVENA ZVEZDA: Vladimir Beara; Novak Tomić, Miljan Zeković; Vladimir Popović, Ljubomir Spajić, Lazar Tasić; Dragoslav Šekularac, Jovan Cokić, Rajko Mitić (Cap), Bora Kostić, Anton Rudinski. Tr: Milovan Ćirić

REAL MADRID-MANCHESTER UNITED 3-1(0-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 11.04.57 Ref: Leopold Sylvain Horn (Hol) Att: 120.000
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; José BECERRIL Minguela, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, Enrique MATEOS Mancebo, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, John Blanchflower, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Dennis Viollet, David Pegg. Tr: Matthew Busby
Goals: Rial (61), Di Stéfano (73), Taylor (82), Mateos (83)

MANCHESTER UNITED-REAL MADRID 2-2(0-2)
Old Trafford Manchester 25.04.57 Ref: Marcel Lequesne (Fra) Att: 65.000
MANCHESTER UNITED: Raymond Wood; William Anthony Foulkes, Roger William Byrne (Cap); Edward Colman, John Blanchflower, Duncan Edwards; John James Berry, William Whelan, Thomas Taylor, Robert Charlton, David Pegg. Tr: Matthew Busby
REAL: Juan Adelarpe ALONSO; Manuel TORRES Pastor, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, Enrique MATEOS Mancebo, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
Goals: Kopa (25), Rial (33), Taylor (52), Charlton (85)

FINAL
REAL MADRID-AC FIORENTINA FIRENZE 2-0(0-0)
Estadio Santiago Bernabéu Madrid 30.05.1957 Hour: 17,30 Ref: Leopold Sylvain Horn (Hol) Att: 120.000
REAL MADRID: Juan Adelarpe ALONSO; Manuel TORRES Pastor, Marcos Alonso Imaz “MARQUITOS”, Rafael LESMES Bobed; Miguel MUÑOZ Mozún (Cap), José María ZÁRRAGA Martín; Raymond Kopa, Enrique MATEOS Mancebo, Alfredo DI STÉFANO Lauhle, José Héctor RIAL Laguía, Francisco GENTO López. Tr: José Villalonga
FIORENTINA: Giuliano Sarti; Ardico Magnini, Sergio Cervato (Cap); Aldo Scaramucci, Alberto Orzan, Armando Segato; Júlio Botelho “JULINHO”, Guido Gratton, Giuseppe Virgili, Miguel Ángelo Montuori, Claudio Bizzari. Tr: Fulvio Bernardini
Goals: Di Stéfano (69p), Gento (75)

GOALSCORERS
9: Dennis Viollet (Manchester United)
8: Thomas Taylor (Manchester United)
7: Alfredo DI STÉFANO Lauhle (Real Madrid)
6: Alfred Preissler (Borussia Dortmund)
5: José Luis ARTECHE Muguire (Atlético Bilbao), Bora Kostic (Crvena Zvezda Beograd), Jacques Foix (OGC Nice)
4: Jacky Faivre (OGC Nice)
3: Boreux (Spora), Kelbassa (Borussia Dortmund), Kolev, Panaiotov (CDNA Sofia), Happel (Rapid Wien), Budai (Honvéd), Merodio (Atlético Bilbao), Whelan (Manchester United), JOSEÍTO, Mateos (Real Madrid)
2: Voica (Dinamo Bucureşti), Oktay (Galatasaray), Pazicky (Slovan Bratislava), E.Jensen (Århus), Milazzo (Nice), Milanov, Ianev (CDNA Sofia), Moravcik (Slovan), Marsal, Rial, Kopa (Real Madrid), Toplak (Crvena Zvezda Beograd), Arieta, Uribe, Marcaido (Atlético Bilbao), Berry (Manchester United), Taccola (Fiorentina), Ballaman, Vukosavljevic (Grasshopper)
1: Bracht, Niepieklo, Simmer, Peters, Kapitulski (Borussia D.), Fiedler, Letsch (Spora), Al.Ene, Suru, G.Bacut, Nicusor, R.Lazar, Neagu (Dinamo), Aytaç (Galatasaray), Kovác (Slovan), Kowal, Brychczy (CWKS), Pegg, Charlton (Manchester United), Gaínza, Canito (Atlético Bilbao), José Maria, Hernâni, Jaburu (FC Porto), Dimitrov, Stoianov, Bojkov (CDNA Sofia), Murray, Simpson, Hubbard (Rangers Glasgow), Bravo, Muro, Ferry (Nice), Duret, (Grasshopper), Dienst, Gieβer (Rapid Wien), Gento (Real Madrid), Rudinski, Tasic, Popovic (Crvena Zvezda), Janssen, Bisschops (Rapid Heerlen), Bild (IFK Norrköping), Bizzari, Virgili, Segato, Julinho, Montuori, Prini (Fiorentina), Kocsis, Puskás (Honvéd)
og: Bonvin (Nice) for Rangers, Tasić (Crvena Zvezda) for Rapid Heerlen

 

CONFORTÁVEL, MAS COM PROBLEMAS.

Estádio Camp Nou é considerado cinco estrelas para a Uefa, mas tem alguns defeitos bem parecidos com os palcos brasileiros. Qualificado pela a Uefa como um estádio cinco estrelas, o Camp Nou, em Barcelona (ESP), de fato esbanja estrutura e conforto. No entanto, também tem seus problemas – o que faz lembrar (e muito) os estádios brasileiros. As falhas começam nas ruas próximas ao estádio, onde o fraco policiamento permite que dezenas de cambistas atuem livremente. Os torcedores são abordados sem quaisquer problemas, a poucos metros das bilheterias. Dentro do estádio, há falhas de acabamento e conservação, inclusive com pedaços de concreto soltos em escadas. Entre os serviços oferecidos pelo clube catalão, a sala de imprensa, por exemplo, necessita de reformas, com tomadas e apoios enferrujados. Outra cena que lembra o Brasil, especificamente o Maracanã, é a dos torcedores em pé em cima das cadeiras. Assim como no anel inferior do estádio carioca, isso ocorre atrás de um dos gols do Camp Nou, onde costumava ficar a geral do estádio.

PONTOS POSITIVOS.

Apesar dos problemas citados, os pontos acima não mancham a estrutura e a organização do Camp Nou. O estádio possui 21 acessos, que permitem o rápido escoamento dos torcedores, tanto na entrada quanto na saída durante os eventos. Na vitória por 2 a 0 sobre a Inter (ITA), pela a Liga, o Camp Nou estava praticamente vazio até 15 minutos antes do ponta pé inicial. Quando a bola rolou, no entanto, o estádio do Barça já estava tomado pela torcida. A cena inversa aconteceu na saída. Após o apito final, a torcida levou cerca de dez minutos para esvaziar o local. Além disso, o eficiente sistema de transporte e estacionamento faz com que o transito nos arredores não tenha grandes problemas. O esquema de segurança após o jogo também funcionou. A torcida da Inter teve de aguardar cerca de 45 minutos para deixar as arquibancadas. No entanto, o fez com uma poderosa escolta policial, que protegeu até a entrada da estação de metrô mais próxima.

Fonte: Jornal Lance.

 

FIRST ROUND

KR REYKJAVÍK-FC LIVERPOOL 0-5(0-1)
Laugardalsvölur Reykjavík 17.08.64 Ref: Johan Riseth (Nor) Att: 10.268
KR: Gísli Thorkelsson, Hreidar Arsaelsson, Bjarni Felixson; Thórdur Jónsson, Hördur Felixson, Thorgeir Gudmundsson; Gunnar Gudmannsson, Sveinn Jónsson, Gunnar Felixson, Ellert Schram (Cap), Sigurthór Jakobsson. Tr: Karl Gudmundsson
FC LIVERPOOL: Thomas Lawrence; Gerald Byrne, Ronald Moran; Gordon Milne, Ronald Yeats (Cap), William Stevenson; Ian Robert Callaghan, Roger Hunt, Philip Chisnall, Gordon Wallace, Peter Thompson. Tr: William Shankly
Goals: Wallace (3,60), Hunt (46,88), Chisnall (57)
Continue reading »

 
A INGLATERRA VIRA MODELO.
Tragédia na Bélgica provocada por Hooligans ingleses há 24 anos fez o país criar leis especificas para o futebol.
A origem de leis especificas de combate à violência em eventos esportivos está ligada ao episodio conhecido como “tragédia de Heysel”. No dia 29 de maio de 1985, um tumulto causado por Hooligans, como são conhecidos os torcedores ingleses que aos estádios para provocar, entrar em confronto com os adversários e praticar vandalismo, causou 39 mortes no Heysel Park, na Bélgica, pouco antes do inicio da partida final da Copa dos Campeões da Europa, entre Liverpool, da Inglaterra, e Juventus, da Itália. Como punição, a própria federação inglesa baniu seus clubes das competições européias por cinco anos. A partir daquela data, seis leis foram implantadas para tentar conter os Hooligans. A mais recente, de 2000, prevê, alem da prisão, banimento dos estádios por até dez anos, inclusive fora do Reino Unido, para quem se envolver em alguma confusão. Só no ano passado foram emitidas 1.072 ordens de expulsão. Atualmente, 3.172 estão em vigor.
Em caso de reincidência, há previsão de afastamento perpetuo dos campos. Torcedores ingleses podem ser punidos até por um xingamento ou tatuagem considerada ofensiva. Vigilância por câmeras é obrigatória nos estádios.
“A policia inglesa prefere banir a prender por pouco tempo”, explica Marco Aurélio Klein, presidente da comissão de ingressos da Federação Paulista de Futebol. “O fato de ter sido preso vira um troféu entre esses fanáticos.
Longe dos estádios, eles perdem a força.”Klein coordenou em 2005 a Comissão da Paz no Esporte, criada pelo governo federal para estudar ações de combate à violência no futebol. Na Espanha também há um modelo eficaz de controle. Muitas de até 650.000 euros por infrações consideradas muito graves inibem o vandalismo. Uma invasão de campo, ocorrência rotineira nos campos de futebol paulistas, custa 60.000 euros. Além disso, o país tem penas de prisão de até quatro anos por delitos cometidos em praças esportivas.
Heysel Park, dia 29 de maio de 1985: entre os 39 mortos, 32 eram torcedores italianos pisoteados.
Fonte: Revista Veja.

Tragédia na Bélgica provocada por Hooligans ingleses há 24 anos fez o país criar leis especificas para o futebol. A origem de leis especificas de combate à violência em eventos esportivos está ligada ao episodio conhecido como “tragédia de Heysel”. No dia 29 de maio de 1985, um tumulto causado por Hooligans, como são conhecidos os torcedores ingleses que aos estádios para provocar, entrar em confronto com os adversários e praticar vandalismo, causou 39 mortes no Heysel Park, na Bélgica, pouco antes do inicio da partida final da Copa dos Campeões da Europa, entre Liverpool, da Inglaterra, e Juventus, da Itália. Como punição, a própria federação inglesa baniu seus clubes das competições européias por cinco anos. A partir daquela data, seis leis foram implantadas para tentar conter os Hooligans. A mais recente, de 2000, prevê, alem da prisão, banimento dos estádios por até dez anos, inclusive fora do Reino Unido, para quem se envolver em alguma confusão. Só no ano passado foram emitidas 1.072 ordens de expulsão. Atualmente, 3.172 estão em vigor. Em caso de reincidência, há previsão de afastamento perpetuo dos campos. Torcedores ingleses podem ser punidos até por um xingamento ou tatuagem considerada ofensiva. Vigilância por câmeras é obrigatória nos estádios. “A policia inglesa prefere banir a prender por pouco tempo”, explica Marco Aurélio Klein, presidente da comissão de ingressos da Federação Paulista de Futebol. “O fato de ter sido preso vira um troféu entre esses fanáticos. Longe dos estádios, eles perdem a força.”Klein coordenou em 2005 a Comissão da Paz no Esporte, criada pelo governo federal para estudar ações de combate à violência no futebol. Na Espanha também há um modelo eficaz de controle. Muitas de até 650.000 euros por infrações consideradas muito graves inibem o vandalismo. Uma invasão de campo, ocorrência rotineira nos campos de futebol paulistas, custa 60.000 euros. Além disso, o país tem penas de prisão de até quatro anos por delitos cometidos em praças esportivas. Heysel Park, dia 29 de maio de 1985: entre os 39 mortos, 32 eram torcedores italianos pisoteados.

Fonte: Revista Veja.

 

• 1991 – Matthäus (Alemanha).

• 1992 – Van Basten (Holanda).

• 1993 – Roberto Baggio (Itália).

• 1994 – Romário (Brasil).

• 1995 – George Weah (Libéria).

• 1996 – Ronaldo (Brasil).

• 1997 – Ronaldo (Brasil).

• 1998 – Zidane (França).

• 1999 – Rivaldo (Brasil).

• 2000 – Zidane (França).

• 2001 – Luis Figo (Portugal).

• 2002 – Ronaldo (Brasil).

• 2003 – Zidane (França).

• 2004 – Ronaldinho Gaúcho (Brasil).

• 2005 – Ronaldinho Gaúcho (Brasil).

• 2006 – Cannavaro (Itália).

• 2007 – Kaká (Brasil).

• 2008 – Cristiano Ronaldo (Portugal).

• 2009 – Messi (Argentina).

Fonte: O Estado de São Paulo.

 

Na tarde de hoje na cidade de Viena tivemos o final da 13ª edição da Copa Européia de Nações a Eurocopa ou Uefa Euro 2008, com a vítória da Espanha diante a Alemanha por 1 a 0 com um gol de Fernando Torres no primeiro tempo de partida, este foi o segundo título da Fúria que nos últimos anos formava boas equipes mais chegava como fúria e saia como chilique, lembramos da Copa de 1998, desta vez os comandados de Aragonés tiveram exito e numa bela campanha com 5 vitórias e um empate saiu-se de maneira invicta, seu ataque marcou 12 gols e sua defesa sofreu apenas 3, sem sombra de dúvidas o título esta em boas mãos.

ESPANHA 4 X 1 RÚSSIA
ESPANHA 2 X 1 SUÉCIA
ESPANHA 2 X 1 GRÉCIA
ESPANHA 0 X 0 ITÁLIA (NOS PENALTIS 4 A 2)
ESPANHA 3 X 0 RÚSSIA
ESPANHA 1 X 0 ALEMANHA

OUTROS JOGOS E NUMEROS DA EURO 2008

SUIÇA 0 X 1 REP. TCHECA
TURQUIA 0 X 2 PORTUGAL
SUIÇA 1 X 2 TURQUIA
PORTUGAL 3 X 1 REP. TCHECA
SUIÇA 2 X 0 PORTUGAL
TURQUIA 3 X 2 REP. TCHECA

AUSTRIA 0 X 1 CROÁCIA
POLÔNIA 0 X 2 ALEMANHA
AUSTRIA 1 X 1 POLÔNIA
CROÁCIA 2 X 1 ALEMANHA
AUSTRIA 0 X 1 ALEMANHA
CROÁCIA 1 X 0 POLÔNIA

HOLANDA 3 X 0 ITÁLIA
ROMÊNIA 0 X 0 FRANÇA
HOLANDA 4 X 1 FRANÇA
ROMÊNIA 1 X 1 ITÁLIA
HOLANDA 2 X 0 ROMÊNIA
ITÁLIA 2 X 0 FRANÇA

ESPANHA 4 X 1 RUSSIA
SUÉCIA 2 X 1 GRÉCIA
ESPANHA 2 X 1 SUÉCIA
RUSSIA 1 X 0 GRÉCIA
ESPANHA 2 X 1 GRÉCIA
RUSSIA 2 X 0 SUÉCIA

QUARTAS DE FINAIS

ALEMANHA 3 X 2 PORTUGAL
TURQUIA 1 X 1 CROÁCIA (NOS PENALTIS TURQUIA 3 A 1)
RUSSIA 3 X 1 HOLANDA
ESPANHA 0 X 0 ITÁLIA ( NOS PENALTIS ESPANHA 4 A 2)

SEMIFINAIS

ALEMANHA 3 X 2 TURQUIA
ESPANHA 3 X 0 RUSSIA

FINAL

ESPANHA 1 X 0 ALEMANHA

JOGOS: 31
GOLS : 78
MEDIA : 2.51

Melhor ataque Espanha 12 gols
Melhor defesa Espanha e Romênia 3 gols

Melhor jogador para mim foi o russo Arshavin guardem bem este nome um jogador moderno rapido, habilidoso que dribla na direção do gol.

Seleção da Euro para mim: Casillas (Esp); Sergio Ramos (Esp), Kolodin (Rus), Mathijsen (Hol) e Zhirkov (Rus); Marcos Sena (Esp) Xavi (Esp), Sneijder (Hol) e Arshavin (Rus); David Villa (Esp) e Podolski (Ale).

Técnico: Marco van Basten

 

Uma espera de 68 anos por uma Copa foi certamente uma injustiça cometida pelo destino com os franceses. Afinal, em 21 de maio de 1904, quando a FIFA foi fundada, já existia a idéia de um torneio de futebol que unisse os países praticantes.
E dois franceses, Robert Guerin , que se tomou o primeiro presidente da entidade e Jules Rimet estavam na linha de frente na batalha pela difusão do esporte ao ponto de ser o mais popular do planeta, como hoje. Mas curiosamente ninguém se inscreveu para o evento e ele foi cancelado.
Em 1928, porém, foi graças ao francês Jules Rimet, que propôs a criação do torneio, que foi agendada a Copa do Mundo no Uruguai. A França estreou no torneio com uma vitória de 4 a 2 sobre o México, mas acabou caindo perante a Argentina e Chile. Coube então ao Uruguai, seleção campeã olímpica em 1924 e 1928, o privilégio de ser a primeira a levantar a Copa.

[img:4_1.jpg,resized,centralizado]

Em 1938 os franceses organizaram sua primeira Copa, mas acabaram caindo nas quartas-de-final defronte a um poderoso time italiano que partia firme para o bicampeonato.
Na Copa seguinte, em 1950, no Brasil, os franceses desistiram em cima da hora, indispostos para a longa viagem e com as altas temperaturas brasileiras.
Na Copa seguinte, na Suíça, na temperatura que os franceses julgariam ideal, os franceses não passaram de um nono lugar, saindo na primeira fase.
Em 1958, foram à Copa da Suécia com pretensões ao título e ainda tiveram o artilheiro mas acabaram sendo massacrados por Pelé.Somente em 1958 a França foi à Copa com um time com pretensões de vencedor, a começar pelo artilheiro Just Fontaine, até hoje o jogador a fazer mais gols em uma só edição da Copa. Na Suécia Fontaine balançou as redes 13 vezes. Mas nas semifinais acabaram massacrados pelo Brasil por 5 a2.

[img:5_1.jpg,resized,centralizado]

Dali em diante, foram só decepções (não classificados em 1962, 1970 e 1974, eliminados na primeira etapa em 1966 e 1978), até surgir a geração de Michel Platini. Em 1982, ele e mais Giresse, Amoros, Trésor e Tigana levaram os Bleus a uma emocionante semifinal com a Alemanha que acabou nos pênaltis depois de uma vibrante prorrogação. Ali a decepção francesa.
Nos mesmos pênaltis, porém, quatro anos depois, em 1986 no México, eles eliminaram o Brasil em um jogo emocionante, que ficou marcado pela penalidade máxima durante o tempo normal, cobrada por Zico e defendida pelo goleiro Bats. No entanto, nas semifinais os franceses pela segunda vez cairiam diante da Alemanha.

Foram longos anos, a partir dali. A geracão campeã da Eurocopa-84 estava se despedindo e a França entrou em um processo de renovacão e investimento, mas ficando fora das Copas de 1990 e 1994. Na primeira em 1990, não se classificou por causa de uma derrota para Israel.Mas os frutos acabaram sendo colhidos em 1998, quando se vingaram em definitivo da derrota de 1958 quando mais uma vez jogando em casa derrotaram o Brasil por 3×0.

[img:6_1.jpg,resized,centralizado]

Fonte:Guia da Copa 2002

 

Amigos nesta quinta após o jogo entre GETAFE e BAYERN DE MUNIQUE pela quarta-de-finais da Copa da Uefa, me lembrei do jogo entre FRANÇA E ALEMANHA pela semi-final da Copa da Espanha em 1982, depois de empatarem no tempo normal por 1 a 1, o jogo foi para a prorrogação e como no jogo da Copa de 82 o Getafe abriu logo 2 gols de vantagem aos 1 e 3 minutos da prorrogação e apartir dai levou um verdadeiro sufoco mesmo jogando em casa a equipe espanhola não conseguiu segurar a fúria da time alemão e cedeu o empate no final da prorrogação, vendo o sonho de ir mais longe na competição européia ruir na tradição da camisa do poderoso Bayern de Munique, tal como a Alemanha que naquele jogo memorável da Copa de 82 foi buscar o empate também numa prorrogação e venceu nos penaltis, além da sua mistica vitoriosa, está vitória serviu para levantar o semblante do futebol germânico com a eleimnação de suas equipes na Copa dos Campeões e Copa da Uefa e o Bayern provou que é o melhor de todos para alegria do meu amigo SEPP GERSCHIENEN, o time alemão veem com tudo para estas fase de semi-final e concerteza é o maior favorito pela sua tradição e camisa a conquistar a Copa da Uefa.

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

A fascinação do futebol e suas imbricações políticas não seriam encaminhadas de forma tão diferente na Espanha. Como ocorreu em praticamente todas as partes do mundo, foram também os ingleses que levaram o futebol para a Espanha. No final do século XIX, engenheiros britânicos que trabalhavam nas minas de pirita de Rio Tinto organizaram as primeiras partidas de futebol no território espanhol. Na virada do século, boa parte dos clubes que fariam história no futebol espanhol já havia sido fundada: Bilbao e Atlético de Bilbao, em 1898; Barcelona, em 1899; Espanol, em 1900, Real Madri, em 1902, e Atlético de Madri, em 1903.

Lançadas as bases do esporte, a Copa da Espanha foi inaugurada ainda em 1902, junto com a coroação do Rei Alfonso XIII, sendo vencida pelo time de Viscaya, um combinado dos melhores jogadores de Bilbao. Em 1913, foi fundada a Real Federação Espanhola, uma clara demonstração da importância que o esporte vinha assumindo no país. Nos Jogos Olímpicos da Antuérpia, em 1920, a seleção espanhola sagrou-se vice-campeã. Remonta a este momento a denominação “Furia”, criação do técnico Paco Bru, que utilizou a expressão diante da imprensa espanhola. visando caracterizar o espírito de seus jogadores diante da possibilidade de ganhar a medalha de ouro.

Apesar da unidade propiciada pela formação de uma competitiva seleção nacional, a trajetória futebolística de Espanha não seria desvinculada das identidades regionais, da tendência ao centralismo ou da luta pela autonomia em relação ao governo central uma das questões mais importantes da trajetória da Espanha moderna. Diversos clubes do país haviam nascido com uma clara identificação com o governo central, ou mesmo recebendo a chancela real após alguns anos. Em 1920, na capital, o Madri FC recebeu o selo de honra da coroa, passando a ser chamado a partir de então de Real Madri, denominação que caiu em desuso durante a experiência republicana que precedeu a Guerra Civil, com o time sendo chamado simplesmente de El Madri, mas voltou a ser utilizada com a chegada de Franco ao poder. Na Catalunha, era o Espanyol que possuía uma ligação expressiva com o Rei Alfonso XIII. Apesar de não obter uma projeção de tanto destaque quanto outros famosos clubes do país na década de 1920, esta equipe contou com um dos maiores goleiros espanhóis de todos os tempos: Ricardo Zamora. Corre uma história no clube de que quando chegou ao Kremlin a informação de que o governo espanhol passara às mãos de Alcalá-Zamora, o próprio Stálin teria indagado: “Zamora é o jogador de futebol, não é?”

Entre os clubes que representaram historicamente a oposição ao centralismo de Madri, nenhum deles atingiu a projeção que alcançaria o FC Barcelona. Na verdade, à época da fundação, poucos podiam acreditar que um clube de futebol atingisse uma transcendência capaz de representar de forma tão acabada os anseios e a projeção política e sociais criando uma identidade coletiva. O Barça – como os torcedores acostumaram-se a chamá-lo – desde cedo aproximou-se da identidade catalã, misturando-a com seus signos enquanto clube de futebol, como denota um dos gritos de guerra da equipe: isca el FC Barcelona! mosca Catalunya! (Vida Longa ao FC Barcelona, Vida Longa à Calatunha!), ou mesmo o hino do clube:

O estádio não é mais que um grito:
Nós somos Ia gente blaugrana… Pouco importa de onde viemos,
Do Norte ou do Sul,
Em um ponto nós estamos de acordo:
Uma bandeira nos torna irmãos,
Blaugrana no vento… Um grito de bravura
Faz conhecer nosso nome no mundo inteiro:
Barça, Barça, Barça!

Durante a ditadura de Primo de Rivera (1923-1930), o Barça enfrentaria momentos muito difíceis. Um dos primeiros atos do novo governo, que chegou ao poder através de um golpe de estado em 13 de setembro, foi multar o clube catalão em 10.000 pesetas por sua participação na comemoração do Dia Nacional, festejada dois dias antes. Nos anos seguintes, sob a vigilância das autoridades, o clube sofreu constantemente todo tipo de ameaças, inclusive de fechamento do seu estádio. Em muitas das manifestações políticas contra o governo de Madri, a bandeira catalã, la Senyera, foi substituída pelo estandarte do Barça. Este apresenta a inconfundível combinação do azul e do grená (blaugrana), segundo a mitologia catalã, as únicas cores disponíveis no ateliê do suíço Hans Gramper, fundador do clube, quando desenhou o uniforme dos jogadores. Recentemente, Jeff King no livro FC Barcelona: Tales from the Nou Camp (Contos de Nou Camp) retomou uma velha história em relação às cores do Barça, depois de analisar algumas cartas arquivadas pela família Gamper. Segundo ele, é bem possível que as cores do clube tivessem sido inspiradas nas cores do cantão suíço de onde veio Gamper ou de um time inglês denominado Waterloo Rugby Football Club. A última hipótese não seria nada improvável, uma vez que esta se tornara uma prática muito comum nos tempos de afirmação do esporte. O próprio Real Madri, para alguns a perfeita representação da antítese ao Barcelona, teria suas cores baseadas em um dos mais famosos clubes ingleses de sua época, o Corinthians.
Em meio à radicalização política em que o país se encontrava, viria um dos momentos mais críticos de toda a história da Espanha, a Guerra Civil (1936-1939). Neste momento, o Barcelona assumiria importante papel como um dos baluartes da resistência republicana.

Fonte:Vencer ou Morrer de Gilberto Agostino

PS:O que eu vi!!!

Amigos acrescento ao artigo uma experiência própria de vida,como um relato para agregar ao mesmo e corroborar em tudo que foi colocado acima, porque não temos a menor noção de como é de fato na prática este problema.Morei alguns meses na Espanha em 1999, mas precisamente em Madrid.Tinha amigos madrilenhos, mas como estive um tempo em Barcelona também possuía amigos catalões.Na verdade nada se compara a rivalidade que temos regionais,RJ e SP,etc…A população em geral parece que ignora a existência destas cidades,em Madrid não se fala de Barcelona e em Barcelona se ignora Madrid, as ruas da cidade de Barcelona tem seus nomes em ambas as línguas, por uma decisão governamental e só, ou seja por obrigação, a população fala o catalão normalmente, língua aliás complicadíssima.Agora de todas as rivalidades a que mais me impressionou e não sei como um clube de Madrid consegue jogar lá, são os Bascos, do País Basco, mas conhecido por nós pelo Atletico de Bilbao e Real Sociedad.Tinha um amigo Basco que conheci em Santiago de Compostela, ele tinha um ódio mortal e falo mortal porque assim ele me passava pelos madrilenhos a ponto dele me falar que se cruzasse com algum em plena rua provavelmente iriam brigar e a vontade era de morte mesmo.Eu confesso que fiquei impressionado e jamais imaginei que fosse algo assim, só vendo ao vivo mesmo para entender.

 

A Sérvia esta de luto desde o dia 31/03/2008, quando se deu a morte de um dos maiores ídolos do futebol da antiga Iuguslávia, RAJKO MITIC foi sem dúvidas um dos maiores nomes de futebol do leste europeu nos anos 40 e 50, nascido em 19/11/1922 iniciou sua carreira ainda muito jovem aos 14 anos no BSK Belgrado, em 4 de março de 1945 tranferiu-se para o então fundado Estrela Vermelha de Belgrado onde veio a se torna um dos maiores da história do clube onde conquistou 5 títulos nacionais e 4 taças da Iuguslávia, jogou 572 partidas pelo clube e marcou 262 gols. Pela seleção Mitic jogou 59 vezes e marcou 32 gols e conquistando duas medalhas de prata nos jogos olimpicos de 1948 e 1952, jogou também 2 Copas do Mundo a de 1950 no Brasil e a de 1954 na Suiça, inclusive na Copa de 1950 no jogo da Iuguslávia contra o Brasil no Maracanã o time iuguslavo jogava pelo empate mais na entrada do time em campo Mitic bateu com a cabeça na proteção de ferro dos vestiários ferindo-lhe a cabeça o jogador ficou fora de campo por cerca de 15 minutos levando pontos e a sua importância era tão grande que não foi feita a substituição ou seja a Iuguslávia começou o jogo com 10 em campo e o Brasil se aproveitou desde fato e fez 1 a 0 com a sua volta a jogo o Brasil teve dificuldades e marca-lo segundo relato a mim feito por JUVENAL AMARIJO, o banco brasileiro e Jair da Rosa Pinto gritavam para a linha média e a zaga tomarem cuidado por que Mitic parecia um jogador sul-americano tamanha era sua ginga e habilidade na arte dos dribles.

Mitic também foi treinador do Estrela Vermelha e da Seleção Iuguslávia entre 1966 e 1970, onde levou a seleção nacional a conquistar o vice-campeonato europeu de 1968 ao perder a final para a Itália, Mitic se tornou o primeiro jogador de futebol á recebe o Emblema de Belgrado uma condecoração oficial aos herois nacionais e por serviços prestados ao país.

RAJKO MITIC (1922-2008)

 


Raymond Kopaszewski, ou simplesmente Kopa
, nascido em 13 de Outubro de 1931 este meia defendeu a França nas Copas de 54 e 58 onde foi eleito o melhor jogador deste mundial. Começou a carreira no Angers SCO, Stade Reims e Real Madrid onde conquistou 3 títulos europeus em 1957,1958 e 1959.
Pela França jogou 45 partidas marcando 18 gols, na carreira marcou 141 gols.
Just Fontaine, nascido em Marraquexe no Marrocos até então colônia francesa no norte da africa em 18 de agosto de 1933, Fontaine
começou sua carreira profissional no US Casablanca, onde jogou de 1950 a 1953. O OGC Nice o recrutou em 1953, e ele acabou fazendo 44 gols em 3 temporadas pelo clube. Em 1956, ele se mudou para o Stade de Reims para substituir Raymond Kopa, onde ele marcou 121 gols em 6 temporadas. No total, Fontaine marcou 165 gols em 200 partidas na Liga 1, e ganhou duas vezes o campeonato em 1958 e 1960.
Vestindo a camisa azul da França, as estatísticas de Fontaine foram ainda mais impressionantes. Em sua estréia com o time em 17 de Dezembro de 1953, Fontaine marcou um gol de chapéu numa vitória esmagadora de 8×0 sobre a Seleção de Luxemburgo. Apenas em 1960, ele marcou 30 gols em 21 partidas pelo time. Contudo, Fontaine será sempre lembrado pela Copa do Mundo de 58, na Suécia, onde marcou 13 vezes em apenas 6 partidas, incluindo ter metido 4 na Alemanha Ocidental.
Fontaine jogou sua última partida em Julho de 1962, sendo forçado a se aposentar precocemente por causa de uma contusão recorrente. Ele brevemente assumiu as rédeas da Seleção Francesa em 1967, mas foi substituído após dois jogos apenas, ambos amistosos que terminaram em derrota.
Alain Giresse, nascido em 02 de Agosto de 1952, este meia baixinho habilidoso de técnica refinada em campo Passou quase toda a carreira no Bordeaux, clube em que jogou de 1970 a 1986. Os dois títulos no campeonato francês vieram justamente na antepenúltima e penúltima temporada. Giresse deixou o clube em 1986 para jogar seus dois últimos anos como profissional no Olympique, que estava emergindo para seu domínio nacional que cuminaria em um pentacampeonato (que se reduziu a um tetra depois da anulação do último título).
Jogou duas Copas do Mundo em 1982 e 1986 onde a França realizou grandes campanhas, e marcou para sempre a história do futebol francês com um meio campo que ficou conhecido como os 3 mosqueteiros ao lando de Jean Tigana e Michel Platini, marcou 6 gols em 47 jogos pela seleção.
Jean Tigana, nascido em Bamako, Mali na Africa em 23 de Maio de 1955, de porte atlético esbelto e bem definido, clássico, habilidoso, altamente refinado, esguio e jogando sempre de cabeça erguida participou da mágica seleção francesa que encantou o mundo em 1982 e 1986 e venceu a Eurocopa de 1984, sempre atuou em clubes franceses Lyon, Bordeaux e Marsellie, atuou pela seleção 52 vezes e marcou apenas um gol, mais o jeito clássico de atuar como volante ajudou muito no surgimentos de volantes clássicos no futebol europeu.
Marius Trésor, nascido Saint-Anne, Guadalupe, 15 de janeiro de 1950 O defensor começou a carreira em 1969 no Ajaccio, da Córsega. Em três anos, estava no Olympique Marselha, onde jogaria com Jairzinho e Paulo Cézar Caju. Jogou no clube até 1980 e jogaria os quatro anos seguintes no Bordeaux, encerrando a carreira na temporada em que conquistou seu único título no campeonato francês.
Pela França, Trésor marcou quatro gols em 65 jogos, participando das Copas do Mundo de 1978 (onde foi o capitão da equipe) e 1982. Nos anos 90, teve uma espécie de “sucessor” entre Les Bleus: Lilian Thuram, outro defensor vindo da colônia caribenha de Guadalupe.
Michel Platini, nascido em Jœuf, 21 de junho de 1955, para mim foi o maior craque francês e europeu que meus olhos viram jogar, refinado, elegante, clássico, gênio, goleador eximio cobrador de faltas dentro de campo um jogador que todo time ou seleção desejaria ter.
Ganhou três bolas de ouro da France Football em anos seguidos, um recorde Johan Cruijff e Van Basten ganharam três mas não seguidas.
Foi um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Marcou época carregando nas costas a França rumo ao título da Eurocopa de 1984, e principalmente com a Juventus, que entre sua estada por lá de 1982 a 1987, viveu conquistas e momentos dos mais fantásticos.
Defendeu os seguintes clubes:
Nancy (1972-1979)
Saint-Étienne (1979-1982)
Juventus (1982-1987)
Foram 265 gols na carreira sendo 41 pela Seleção ganhou a Eurocopa de 84 pela França, campeão na Itália pela Juventus e na França pela Saint Etiene.
Jean-Pierre Papin, nascido em 05 de Novembro de 1963, Papin foi um golaedor nato tanto na seleção francesa e nos clubes que defendeu como Marsellie, Milan, Club Brugge e Bordeaux, em sua carreira foram 30 gols pela França em 54 jogos e 215 gols pelos clubes.
Zinédine Yazid Zidane, nascido em Marselha em 23 de junho de 1972, é o maior jogador francês d etoda história, enquanto atuou, Zidane foi considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos, utrapassando gênios como Pelé, Maradona, Beckenbauer e Cruijff. ‘O novo Rei do futebol?’ Essa foi a pergunta que o mundo se fez quando passou a conhecer a fundo toda sua magia. Driblador elegante, sua fantástica visão de jogo e sua habilidade de passe lhe valeram os adjetivos de “gênio” e “mágico”, atribuídos pela mídia esportiva. Zizou era um jogador completo, indiscutivelmente o jogador de maior técnica da história, ele era um exímio cabeceador, tinha velocidade, driblava como ninguém e era super inteligente. A própria UEFA o considerou, em 2001, o melhor jogador europeu dos últimos 50 anos. Zidane éra o jogador mais bem pago da história, e ainda detem o recorde de maior transferência, 78 milhões de euros. O melhor jogador da história, assim que acabou o jogo em que eliminou o Brasil da Copa do Mundo de 2006, foi elevado ao nível de Deus do futebol, pelo jornal alemão Bild. A manchete foi: “Por favor, não nos deixe Zidane, ou melhor Zideus”.
Três vezes melhor jogador do mundo, jogou também 3 copas em 1998 onde foi o grande nome da final onde marcou 2 gols contra o Brasil, em 2002 só jogou um jogo ondea França sucumbiu diante a Dinamarca e em 2006 onde voltou a mostrar toda sua técnica e elegância dentro de campo com jogadas plásticas, principalmente no jogo contra o Brasil e comandou a França até a final contra a Itália onde já sabemos o que aconteceu e ele mesmo assim foi escolhido como o Bola de Ouro daquele mundial, sua carreira foi marcada por uma serie de títulos não só pela seleção onde também ganhou a Eurocopa de 2000, mais muitos títulos pela Juventus de Turim e Real Madrid e muitos golaços como aquele da final da champions league de 2002 contra o Leverkusen.
Thierry Daniel Henry, nascido em 17 de agosto de 1977, Henry cresceu no bairro de Les Ulis, Essonne, onde jogou por clubes locais como junior e mostrou grande potencial. O AS Monaco contratou-o em 1990. Estreou entre os profissionais em 1994, e ficou no Monaco até 1998, onde, em boa forma, foi convocado para a seleção francesa de futebol. Em 1998 Henry foi transferido ao gigante italiano Juventus, mas após uma temporada sem sucesso foi vendido ao Arsenal por £10.5 milhões em 1999.
Foi no Arsenal que Henry teve maior sucesso como jogador. Jogando na Premiership, logo ele se firmou como principal artilheiro da equipe em quase todas as temporadas suas pelo clube. Seu mentor e treinador Arsène Wenger transformou-o no maior artilheiro da história do Arsenal, com mais de 200 gols. Com os Gunners, Henry venceu duas vezes a Premiership e três vezes a FA Cup. Foi também indicado duas vezes para Melhor Jogador do Ano e recebeu duas vezes o prêmio de melhor jogador da temporada pela Barclays Premiership.
Com a seleção francesa, Henry venceu a Copa do Mundo de 1998 e a Euro 2000 e jogou ainda as Copas e 2002 e 2006 onde se tornou o carrasco do Brasil e foi um dos artilheiros da equipe.
São até hoje 248 gols na carreira, 174 pelo Arsenal e 44 pela Seleção onde já se tornou o maior artilheiro dos Azuis, atualmente joga no Barcelona.

 

Raymond Kopaszewski, ou simplesmente Kopa, nascido em 13 de Outubro de 1931 este meia defendeu a França nas Copas de 54 e 58 onde foi eleito o melhor jogador deste mundial. Começou a carreira no Angers SCO, Stade Reims e Real Madrid onde conquistou 3 títulos europeus em 1957,1958 e 1959.

Pela França jogou 45 partidas marcando 18 gols, na carreira marcou 141 gols.

Just Fontaine, nascido em Marraquexe no Marrocos até então colônia francesa no norte da áfrica em 18 de agosto de 1933, Fontaine
começou sua carreira profissional no US Casablanca, onde jogou de 1950 a 1953. O OGC Nice o recrutou em 1953, e ele acabou fazendo 44 gols em 3 temporadas pelo clube. Em 1956, ele se mudou para o Stade de Reims para substituir Raymond Kopa, onde ele marcou 121 gols em 6 temporadas. No total, Fontaine marcou 165 gols em 200 partidas na Liga 1, e ganhou duas vezes o campeonato em 1958 e 1960.

Vestindo a camisa azul da França, as estatísticas de Fontaine foram ainda mais impressionantes. Em sua estreia com o time em 17 de Dezembro de 1953, Fontaine marcou um gol de chapéu numa vitória esmagadora de 8×0 sobre a Seleção de Luxemburgo. Apenas em 1960, ele marcou 30 gols em 21 partidas pelo time. Contudo, Fontaine será sempre lembrado pela Copa do Mundo de 58, na Suécia, onde marcou 13 vezes em apenas 6 partidas, incluindo ter metido 4 na Alemanha Ocidental.

Fontaine jogou sua última partida em Julho de 1962, sendo forçado a se aposentar precocemente por causa de uma contusão recorrente. Ele brevemente assumiu as rédeas da Seleção Francesa em 1967, mas foi substituído após dois jogos apenas, ambos amistosos que terminaram em derrota.

Alain Giresse, nascido em 02 de Agosto de 1952, este meia baixinho habilidoso de técnica refinada em campo Passou quase toda a carreira no Bordeaux, clube em que jogou de 1970 a 1986. Os dois títulos no campeonato francês vieram justamente na antepenúltima e penúltima temporada. Giresse deixou o clube em 1986 para jogar seus dois últimos anos como profissional no Olympique, que estava emergindo para seu domínio nacional que culminaria em um pentacampeonato (que se reduziu a um tetra depois da anulação do último título).

Jogou duas Copas do Mundo em 1982 e 1986 onde a França realizou grandes campanhas, e marcou para sempre a história do futebol francês com um meio campo que ficou conhecido como os 3 mosqueteiros ao lado de Jean Tigana e Michel Platini, marcou 6 gols em 47 jogos pela seleção.

Jean Tigana, nascido em Bamako, Mali na África em 23 de Maio de 1955, de porte atlético esbelto e bem definido, clássico, habilidoso, altamente refinado, esguio e jogando sempre de cabeça erguida participou da mágica seleção francesa que encantou o mundo em 1982 e 1986 e venceu a Eurocopa de 1984, sempre atuou em clubes franceses Lyon, Bordeaux e Marsellie, atuou pela seleção 52 vezes e marcou apenas um gol, mais o jeito clássico de atuar como volante ajudou muito no surgimento de volantes clássicos no futebol europeu.

Marius Trésor, nascido Saint-Anne, Guadalupe, 15 de janeiro de 1950 O defensor começou a carreira em 1969 no Ajaccio, da Córsega. Em três anos, estava no Olympique Marselha, onde jogaria com Jairzinho e Paulo César Caju. Jogou no clube até 1980 e jogaria os quatro anos seguintes no Bordeaux, encerrando a carreira na temporada em que conquistou seu único título no campeonato francês.

Pela França, Trésor marcou quatro gols em 65 jogos, participando das Copas do Mundo de 1978 (onde foi o capitão da equipe) e 1982. Nos anos 90, teve uma espécie de “sucessor” entre Les Bleus: Lilian Thuram, outro defensor vindo da colônia caribenha de Guadalupe.

Michel Platini, nascido em Jœuf, 21 de junho de 1955, para mim foi o maior craque francês e europeu que meus olhos viram jogar, refinado, elegante, clássico, gênio, goleador exímio cobrador de faltas dentro de campo um jogador que todo time ou seleção desejaria ter.
Ganhou três bolas de ouro da France Football em anos seguidos, um recorde Johan Cruijff e Van Basten ganharam três mas não seguidas.

Foi um dos maiores jogadores da história do futebol mundial. Marcou época carregando nas costas a França rumo ao título da Eurocopa de 1984, e principalmente com a Juventus, que entre sua estada por lá de 1982 a 1987, viveu conquistas e momentos dos mais fantásticos.

Defendeu os seguintes clubes:

Nancy (1972-1979)
Saint-Étienne (1979-1982)
Juventus (1982-1987)

Foram 265 gols na carreira sendo 41 pela Seleção ganhou a Eurocopa de 84 pela França, campeão na Itália pela Juventus e na França pela Saint Etiene.

Jean-Pierre Papin, nascido em 05 de Novembro de 1963, Papin foi um goleador nato tanto na seleção francesa e nos clubes que defendeu como Marsellie, Milan, Club Brugge e Bordeaux, em sua carreira foram 30 gols pela França em 54 jogos e 215 gols pelos clubes.

Zinédine Yazid Zidane, nascido em Marselha em 23 de junho de 1972, é o maior jogador francês d etoda história, enquanto atuou, Zidane foi considerado por muitos o melhor jogador de todos os tempos, ultrapassando gênios como Pelé, Maradona, Beckenbauer e Cruijff. ‘O novo Rei do futebol?’ Essa foi a pergunta que o mundo se fez quando passou a conhecer a fundo toda sua magia. Driblador elegante, sua fantástica visão de jogo e sua habilidade de passe lhe valeram os adjetivos de “gênio” e “mágico”, atribuídos pela mídia esportiva. Zizou era um jogador completo, indiscutivelmente o jogador de maior técnica da história, ele era um exímio cabeceador, tinha velocidade, driblava como ninguém e era superinteligente. A própria UEFA o considerou, em 2001, o melhor jogador europeu dos últimos 50 anos. Zidane era o jogador mais bem pago da história, e ainda detém o recorde de maior transferência, 78 milhões de euros. O melhor jogador da história, assim que acabou o jogo em que eliminou o Brasil da Copa do Mundo de 2006, foi elevado ao nível de Deus do futebol, pelo jornal alemão Bild. A manchete foi: “Por favor, não nos deixe Zidane, ou melhor Zideus”.

Três vezes melhor jogador do mundo, jogou também 3 copas em 1998 onde foi o grande nome da final onde marcou 2 gols contra o Brasil, em 2002 só jogou um jogo onde a França sucumbiu diante a Dinamarca e em 2006 onde voltou a mostrar toda sua técnica e elegância dentro de campo com jogadas plásticas, principalmente no jogo contra o Brasil e comandou a França até a final contra a Itália onde já sabemos o que aconteceu e ele mesmo assim foi escolhido como o Bola de Ouro daquele mundial, sua carreira foi marcada por uma série de títulos não só pela seleção onde também ganhou a Eurocopa de 2000, mais muitos títulos pela Juventus de Turim e Real Madrid e muitos golaços como aquele da final da champions league de 2002 contra o Leverkusen.

Thierry Daniel Henry, nascido em 17 de agosto de 1977, Henry cresceu no bairro de Les Ulis, Essonne, onde jogou por clubes locais como júnior e mostrou grande potencial. O AS Mônaco contratou-o em 1990. Estreou entre os profissionais em 1994, e ficou no Mônaco até 1998, onde, em boa forma, foi convocado para a seleção francesa de futebol. Em 1998 Henry foi transferido ao gigante italiano Juventus, mas após uma temporada sem sucesso foi vendido ao Arsenal por £10.5 milhões em 1999.

Foi no Arsenal que Henry teve maior sucesso como jogador. Jogando na Premiership, logo ele se firmou como principal artilheiro da equipe em quase todas as temporadas suas pelo clube. Seu mentor e treinador Arsène Wenger transformou-o no maior artilheiro da história do Arsenal, com mais de 200 gols. Com os Gunners, Henry venceu duas vezes a Premiership e três vezes a FA Cup. Foi também indicado duas vezes para Melhor Jogador do Ano e recebeu duas vezes o prêmio de melhor jogador da temporada pela Barclays Premiership.

Com a seleção francesa, Henry venceu a Copa do Mundo de 1998 e a Euro 2000 e jogou ainda as Copas e 2002 e 2006 onde se tornou o carrasco do Brasil e foi um dos artilheiros da equipe.

São até hoje 248 gols na carreira, 174 pelo Arsenal e 44 pela Seleção onde já se tornou o maior artilheiro dos Azuis, atualmente joga no Barcelona.

 

O futebol nas repúblicas socialistas soviéticas

Uma das grandes frustrações dos torcedores brasileiros é o fato de que apesar de todas as conquistas do nosso futebol, nenhuma seleção brasileira conseguiu, até o momento, conquistar uma medalha de ouro em Jogos Olímpicos. Durante muito tempo, as Olimpíadas permitiam apenas a participação de atletas amadores.

Assim, os jogadores de futebol brasileiros que participavam dos Jogos eram em sua maioria muito inexperientes. O Brasil não podia enviar os seus melhores jogadores profissionais. Por outro lado, na época da Guerra Fria, a União Soviética e os seus países-satélites no Leste europeu viam nas Olimpíadas uma oportunidade para fazer propaganda do regime socialista.

Amadorismo profissional

Oficialmente, os atletas desses paises eram amadores, pois jogavam em times de unidades militares ou de operários de fábricas. Um exemplo era a seleção húngara de futebol, que conquistou a medalha de ouro em 1952, nos jogos realizados em Helsinque, na Finlândia. Teoricamente, seus jogadores eram membros do exército húngaro, que, em suas horas de vagas, jogavam futebol.

Na prática, eram atletas profissionais, cujo prestígio no esporte permitia que usufruíssem privilégios negados para a maioria de seus compatriotas: podiam passar direto pela alfândega e contrabandear objetos que eram considerados artigos de luxo nos países socialistas, como, por exemplo, relógios de pulso fabricados no Ocidente.

Ferenc Puskas: um craque húngaro

Entre os craques da seleção húngara de 1952, estava o atacante Ferenc Puskas, o “Major Puskas”, considerado um dos maiores nomes do futebol de todos os tempos, ao lado de Pelé, Maradona, do holandês Cruyff e do alemão Beckenbauer. Na Copa de 1954, realizada na Suíça, a seleção húngara era a favorita, mas acabou perdendo a final para a Alemanha. Os alemães marcaram três gols e os húngaros marcaram dois, dos quais, um foi anulado.

Em 1957, após uma excursão ao Brasil, vários jogadores húngaros aproveitaram uma estada na Áustria para “desertar” e jamais voltar para a Hungria. Esses jogadores pretendiam tentar a sorte nos clubes dos países capitalistas da Europa ocidental, onde ganhariam mais dinheiro e teriam mais liberdade. Foi assim que Puskas acabou entrando para o time do Real Madrid.
O esquema 4-2-4
Os húngaros foram os inventores do esquema tático que, no Brasil, recebeu o nome de 4-2-4. Aqueles que insistiam em misturar qualidade técnica no esporte logo rotularam o futebol jogado pelos húngaros de “futebol socialista”.

Depois de 1956, o esquema foi trazido ao Brasil pelo técnico húngaro Bela Guttmann, que trabalhou no São Paulo Futebol Clube. O segundo clube brasileiro a usar esse esquema foi o Santos. Inventado pelos húngaros, esse esquema tático foi aperfeiçoado pelos brasileiros. Foi usando esse esquema que o Brasil conquistou as Copas de 1958, na Suécia, e de 1970, no México.

Alemanha versus Alemanha

Em 1974, a Copa do Mundo foi disputada na Alemanha Ocidental. Naquela época, ainda existia o Muro de Berlim, que dividia a Alemanha em duas: a Alemanha Ocidental, capitalista, e a Alemanha Oriental, socialista. Aquela Copa foi marcada por um jogo inusitado entre as duas Alemanhas.

Foi a única vez em que as duas seleções se enfrentaram em uma Copa do Mundo. O time da Alemanha Ocidental foi calculista e preferiu perder para a Alemanha Oriental por 1 x 0, para não cair no grupo de Brasil e Holanda, que era a grande favorita, na segunda fase da Copa. O Brasil foi goleado pela Holanda por 2 x 0 e perdeu a disputa pelo terceiro lugar para a Polônia por 1×0. A Alemanha Ocidental venceu a Holanda na final por 2×1 e ganhou o campeonato.

Autor:Túlio Vilela

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Quase toda a Espanha odiava aqueles onze craques.Por mais que se procurasse uma explicação,
era impossível entender por que Di Stefano,Puskas e seus companheiros,que encantavam o
mundo com a camisa do Real Madrid, mas não rendiam o mesmo pela Seleção Espanhola(PS:já
vi esse filme n sei onde?) na época os jogadores defendiam o país onde moravam.
Os torcedores do Real Madrid, no entanto, compreendiam perfeitamente o desempenho de
seus ídolos. Mais do que talento, eles sabiam que o que movia o maior time da década de 50
era a força de um homem que só exigia de seus discípulos um compromisso diário com a vitória
o presidente Santiago Bernabeu.

[img:real3.jpg,full,centralizado]
Os campeonatos europeus

Desde os anos 20, quando era zagueiro do clube, Bernabeu alimentava o sonho de formar a
melhor equipe do mundo. Quando assumiu a presidência, no início da década de 40 ele deu
início a um trabalho planificado que começou com a construção de um gigantesco estádio no
bairro Chamartin, com capacidade para 12 mil pessoas.

O passo seguinte foram as contratações. Após ver uma exibição do Millonarios de Bogotá,
em Madrid, Bernabeu se encantou pelo futebol de dois jogadores argentinos: Di Stefano e
Nestor Rossi. As negociações com o jogador e o River Plate a quem pertencia seu passe foram
longas, mas, em 1953, Di Stefano se transferia para a Espanha. Nestor Rossi, porëm, preferiu
continuar na Colômbia.

[img:di_stefano.jpg,full,centralizado]
Di Stefano

Em seguida chegava o ponta-esquerda Gento, contratado ao Santander.
Com o embrião formado, o Real venceu o bicampeonato espanhol de 1954 e 1955 e se
credenciou a disputar a Copa dos Campeões, abrindo espaço para as conquistas internacionais.
Para isso, o técnico Villalonga pediu as contratações do lateral Marquitos outro do Santander
e do meia Rial. Com eles, a torcida sentiu pela primeira vez o gosto de ter a Europa aos pés,
vencendo a Copa dos Campeões de 1956, em uma inesquecível final contra o Reims, da França,
quando virou para 4 x 3 um jogo que perdia por 2 x 0 e virou para 3 x 2.

Mas o sonho de Santiago Bernabeu era maior. Por isso, em seguida era contratado o atacante
francês Kopa. Um ano depois, em 1957, era a vez do húngaro Puskas, que abandonara o
Honved por estar descontente com a situação política de seu país. A FIFA, no entanto, o obrigou
a cumprir uma suspensão de dois anos, por ter se desligado do clube sem autorização. Quando
entrou no time, em 1959, o Real já havia conquistado o bicampeonato espanhol de 1957 e 1958
e o tri da Copa dos Campeões, em 1958. Já tinham chegado ao clube os brasileiros Didi que logo
foi embora acusando Di Stefano de boicotá-lo e Canário. E o técnico Villalonga fora substituído pelo argentino Luis Carniglia.
Uma coisa, pelo menos, não tinha mudado. A filosofia da equipe continuava a alcançar a
vitória em tudo o que disputava.

Assim,com Puskas, viria também o pentacampeonato europeu em 1960, em uma final contra o Eintrach Frankfurt, da Alemanha, em que o Real deixou claro que não possuía apenas o melhor conjunto da Europa, mas os dois principais craques do planeta. Na vitória por 7 x 3, Puskas marcou quatro vezes, deixando para Di Stefano a responsabilidade pelos outros três. Um mês depois, o Real conquistaria o título mundial vencendo o Penarol por 5 x 1 em Madrid. Dali em diante, o ideal de Santiago Bernabeu morreria e o time jamais seria o mesmo. A concretização do sonho do presidente, no entanto, deixou intacto o respeito por aquelas onze camisas brancas. Afinal, até hoje todo o mundo sabe que para vesti-las é preciso ser digno da realeza.

[img:real4.jpg,full,centralizado]
Os Reis europeus,
De pé:Domingues,Marquitos,Santamaria,Casal,Vidal e Pachin;
agachados:Canário,Del Sol,Di Stefano,Puskas e Gento

Fonte:PLACAR

 

[img:napoli_antigo.jpg,full,centralizado]
Por alegres quatro anos, os torcedores napolitanos dividiram o lugar que São Genaro ocupava em seus corações com uma outra divindade, esta de carne e osso: Maradona. E nada mais justo. Afinal, o cracaço argentino elevou o Napoli à categoria de um time respeitado e vencedor.
Com ele, a equipe ganhou os campeonatos italianos de 1987 e 1990, a Copa da Itália de 1987 e a Copa da UEFA, em 1989.

[img:IMG_00022.jpg,full,centralizado]

Levantar a Copa da Itália até que pode não ser considerado um grande feito, pois o clube já havia conquistado as de 1962 e 1976. Porém, os dois títulos nacionais e o da Copa da UEFA foram uma façanha nunca antes atingida. E o Napoli, então apenas um clube médio do sul pobre da Itália, passou a ser encarado, com toda a justiça, como uma das grandes forças do futebol mundial, um esquadrão capaz de encher de orgulho seus torcedores e impor respeito a qualquer adversário.

No entanto, de 1984, ano em que Maradona chegou a Nápoles, até a conquista do seu primeiro scudetto, em 1987, faltava ainda ao time aquele algo mais. E talvez aí esteja de fato a grande importància do genial argentino: atrair para o seu lado craques inquestionáveis como Careca e Alemão.

[img:napoli_3.jpg,full,centralizado]
Alemão

Fã de ambos e com a chegada dos dois brasileiros foi que o Napoli ganhou aquela dose extra de classe capaz de levá-lo a novas e maiores conquistas, não só nos campos da Itália como também da Europa.
E isso ficou bastante claro em 1989, na disputa do título da Copa da UEFA contra o Stuttgart. Na primeira partida, Careca fez o gol da vitória de 2 x 1.

[img:napoli_2.jpg,full,centralizado]

No segundo jogo, Alemão abriu o marcador e novamente Careca disse presente, fazendo o terceiro, no empate de 3 x 3. São Maradona, porém, acabou se envolvendo depois com coisas nada celestiais e, com a sua saída forçada do time, o Napoli perdeu o passo. Seja como for, os torcedores jamais esquecerão o maior esquadrão que o sul da Itália já viu em todos os tempos.

[img:napoli_87.jpg,full,centralizado]

Elenco do Grande Napoli

Carnevale,Alemão,Di Fusco,Giuliani,Francini e Corradini;
Bigliardi,Tarantino,Mauro Bigon(Tec),Maradona,Crippa e Ferrara;
Renica,De Napoli,Careca,Néri,Zola,Fusi e Baroni

Fonte:PLACAR

 

ZICO – UDINESE – 79 JOGOS E 56 GOLS

FABIO JUNIOR – ROMA – 16 JOGOS E 4 GOLS

JAIR DA COSTA – INTER E ROMA – 294 JOGOS E 71 GOLS

MULLER – TORINO E PERUGIA – 87 JOGOS E 12 GOLS

JUNIOR – TORINO E PESCARA – 181 JOGOS E 29 GOLS

ROBERTO CARLOS – INTER – 34 JOGOS E 7 GOLS

PINGA – TORINO/SIENA/TREVISO – 203 JOGOS E 38 GOLS

SOCRÁTES – FIORENTINA – 25 JOGOS E 6 GOLS

ALDAIR – ROMA – 330 JOGOS E 14 GOLS

JUARY – INTER – 36 JOGOS E 4 GOLS

TONINHO CEREZZO – ROMA/SAMPDORIA – 156 JOGOS E 27 GOLS

EDU MARANGON – TORINO – 27 JOGOS E 4 GOLS

FALCÃO – 117 JOGOS E 22 GOLS

ANDRADE – ROMA – 9 JOGOS E O GOLS

EDINHO – UDINESE – 138 JOGOS E 22 GOLS

PAULO SERGIO – ROMA 57 JOGOS E 22 GOLS

RENATO GAÚCHO – ROMA 23 JOGOS 1 GOL

DUNGA – PISA/FIORENTINA/PESCARA – 183 JOGOS E 10 GOLS

LEONARDO – MILAN 51 JOGOS 10 GOLS

AMARILDO – LAZIO/CESENA – 96 JOGOS E 22 GOLS

 

18/09/1963 – INTER 0 X 0 EVERTON/ING – EM LONDRES

25/09/1963 – INTER 1 X 0 EVERTON/ING – EM MILÃO
(Gols: Jair)

27/11/1963 – INTER 1 X 0 MONÂCO/FRA – EM MILÃO
(Gols: Ciccolo)

04/12/1963 – INTER 3 X 1 MONÂCO/FRA – EM MONÂCO
(Gols: Mazzola (2) e Suarez (Int); Theo (Mon).

26/02/1964 – INTER 2 X 0 PARTIZAN/IUG – EM BELGRADO
(Gols: Jair e Mazola)

04/03/1964 – INTER 2 X 1 PARTIZAN/IUG – EM MILÃO
(Gols: Corso e Jair (Int); Bajic (Par).

15/04/1964 – INTER 2 X 2 BORUSIA /ALE – EM DORTMUND
(Gols: Mazola e Corso (Int); Brungs (Bor).

29/04/1964 – INTER 2 X 0 BORUSIA /ALE – EM MILÃO
(Gols: Mazola e Jair)

27/05/1964 – INTER 3 X 1 REAL MADRID/ESP – EM VIENA
(Gols: Mazzola 2 e Milani (Int); Felo Bautista (RM).

INTER: Sarti; Burgnich, Guarneri, Facchetti; Tagnin, Picchi;
Jair, Mazzola, Milani, Suarez, Corso. Tec. Herrera

REAL MADRID:Vicente; Isidro, Santamaria, Pachin; Zoco, Muller;
Amancio, Felo, Di Stefano, Puskas, Gento. Tec. Muñoz

fev 012008
 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Amigos,eliminatórias rolando aqui e a Euro 2008 definindo seus classificados,farei uma humilde explanação de cada grupo,fiquem a vontade para acrescentar.

GRUPO A

Classificados Polônia em 1°,uma boa surpresa,seleção de tradição e Portugal,apesar da irregularidade da equipe o Felipão tem um grupo muito bom de jogadores,porém pelo jogo que vi a defesa é um problema.Neste grupo a decepção ficou por conta da Belgica e da Servia que possuem boas equipes.Destaque positivo para a seleção da Finlândia que vem crescendo e ficou em 3°,vide muitos de seus jogadores atuarem em clubes da 1° divisão inglesa.

GRUPO B

Este grupo quase teve surpresa,mais a tradição falou mais alto no final e Itália e França conseguiram a classificação.Quem quase proporcionou foi a emergente seleção escocesa que ficou em 3°,finalmente após anos de esquecimento,parece que esta geração poderá dar alegria e esperança nas eliminatórias da UEFA.A decepção do grupo foi a seleção da Ucrânia,que parece muito dependente de Shevchenko e isso é muito pouco para almejar algo a mais.

GRUPO C

A sempre imprevisível e atual campeã Grecia parece que nasceu para Euros,impressionante como sua seleção cresce nesta competição e desaparece no resto,foi primeiro e com sobras.A segunda classificada foi a boa seleção Turca,após uma participação espetacular no Mundial de 2002,a equipe caiu nestes últimos anos,porém parece que reeencontrou seu futebol,muito tbm pelo bom desempenho dos seus clubes nas competições européias.Em 3° ficou a Noruega,seleção regular,mas que não teve uma força que fosse capaz de classifica-la.A decepção do grupo foi a tradicional seleção húngara que parece não conseguir sair do ostracismo futebolístico terminando em penúltimo lugar atrás da Bósnia e da Moldávia.

GRUPO D

Neste grupo também não tivemos surpresas,talvez a 1° colocação da Rep.Theca deixando em segundo a Alemanha seja a única coisa a se destacar.Este grupo foi o mais fácil de todos,sendo definido bem antes dos demais.As decepções a Eslováquia e a Irlanda que sempre dão trabalho,mas não disseram a que vieram nestas eliminatórias.

GRUPO E

O grupo de maior surpresa apesar de se tratar de uma disputa bem equilibrada entre 3 seleções tradicionais e uma seleção sem tradição tbm chegando.A Croácia ficou em 1° e a Russia em 2° dando sinais de recuperação conseguiram eliminar a poderosa Inglaterra,que perdeu dentro de casa sua última partida.Destaque positivo para a surprendente seleção de Israel que apesar de terminar em 4° lugar,ficou apenas 01 ponto da seleção russa e empatada com a seleção inglesa.

GRUPO F

Também foi um grupo sem muita surpresa,Espanha em 1° e Suécia em 2° confirmaram.Talvez a Irlanda do Norte fosse a seleção a surpreender,mais não teve forças,apesar da boa campanha.Destaque negativo para a outrora seleção dinamarquesa que mais uma vez ficou de coadjuvante.

GRUPO G

Grupo também equilibrado onde a Romenia em 1° e a Holanda em 2° lutaram até o final contra a Bulgária que acabou ficando de fora.Neste grupo destaque negativo para a decadente seleção da Eslovênia,que ficou em penúltimo lugar.


Como puderam ver a grande decepção foi a Inglaterra,as demais seleções a grande maioria confirmou,o que mostra uma tendência para as eliminatórias da Copa de 2010 e podem anotar,a meu ver teremos surpresas com seleções medianas se classificando.

 

Estava eu atualizando meus arquivos da segunda divisão de País de Gales quando me deparei com um sério candidato a Íbis só que no País de Gales.O clube se chama Pontypridd Town e subiu este ano da terceira divisão.A campanha do clube não é muito animadora,confira os resultados,isso que não chegamos a metade da temporada 2007/08,jogos do campeonato e da copa;
O clube é o laterninha e tem 01 ponto.

Goytre United 9 – 0
Cwmbran 5 – 0
ENTO Aberaman 4 – 0
Newport YMCA 3 – 2
Bryntirion 6 – 1
Dinas Powys 4 – 3
Bridgend Town 6 – 2
Caerleon 1 – 1
Cwmbran 7 – 0
Bryntirion 5 – 0
Ton Pentre 8 – 2

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Continuando no trabalho de credibilidade achei mais um escudo que sei lá porque se tornou verdadeiro.Se trata do UE Extremenya da segunda divisão de Andorra e que andou pela primeira divisão.O infeliz que encontrou este escudo simplesmente achou que estava escrito extremenya seria do clube.
Na verdade se trata do escudo da Federação Extremenya de Motociclismo ..rs

http://www.fexmoto.com/

[img:Escudofed.jpg,full,centralizado]

escudo que rola na internet

[img:UE_Extremenya.gif,full,vazio]

 

Para quem gosta de saber mais informações sobre as ligas e clubes,em Andorra ocorre um fato que geralmente traz confusão,afinal todos os times jogam na capital Andorra-la-vella??Como isso é possível??
Afinal qual o nome do estádio que se usa??Aixovall ou Comunnal??

Respondendo a primeira questão sim,todos os clubes jogam na capital Andorra-la-vella,o que ocorre,os times de Escaldes-Engordany,Sant Julià de Lòria entre outras apenas treinam em suas cidades-sedes.Possuem CT de treinamento nestes locais.O país é muito pequeno para se ter uma ideia a distância entre a capital e St Julia de Loria é de 6km,dá para ir a pé.Portanto os jogos são todos na capital.
Em relação aos estádios tbm está correto,existem dois o Aixovall para 1.000 pessoas e o Communal de Andorra la Vella,estádio nacional,para 1200 espectadores.São neles que se jogam as partidas do campeonato.
Abaixo coloco a foto de ambos.

Edu

aixovall
[img:Aixovall_06.jpg,resized,vazio]

communal
[img:Estadi_Comunal_10.jpg,resized,vazio]

 

Pessoal acho que uma das coisas que mais me atraem neste mundo dos escudos de futebol é justamente esta capacidade de se encontrar sempre novidades,mas para isso é necessário se reparar nos detalhes.Poderia ser um clube brasileiro,mas neste caso é um da primeira divisão albanesa,o “famoso” Shkumbini Peqini,a anos rola um escudo tanto na internet como nas publicações que eu possuo em livros.
Pois então verificando a pouco um site albanês em uma foto da equipe,percebi o principal,vejam como o escudo é diferente do que é conhecido por todos.Mundo dos escudos que delícia,agora resta consegui-lo.

Edu

escudo antigo
[img:Shkumbini_Peqin.gif,full,vazio]

escudo 2007
[img:shkumbini_peqini.jpg,resized,vazio]

 

Amigos após fuçar bastante sites albaneses consegui dirimir uma questão que a algum tempo vem causando duvidas aqueles amigos que colecionam informações e escudos de clubes estrangeiros e são mais detalhistas.
O clube mais tradicional da Albânia de uns 2 anos para cá começou a usar dois nomes SK TIRANA,Sportiv Klubi Tirana e o mais recente FK TIRANA,Futbollit Klubi Tirana,inclusive com dois escudos distintos.Pois bem quando surgiu pensava-se que o escudo do FK fosse o novo do antigo SK.O que ocorre?

Na verdade os dois existem e valem.O SK é do clube todo que possui outros esportes em que compete e é o emblema mais tradicional.O escudo do FK é usado a pouco e serve somente para se designar o clube de futebol,separado das demais modalidades.
Parece pouca coisa mais é um detalhe que talvez somente os albaneses soubesse,até hoje.

Abraços

Edu

 

Um dos temas que mais gosto é saber o significado de nomes de clubes no Brasil e mundo afora,estava pesquisando e me deparei com este time da segunda divisão búlgara e que já militou muitos anos na primeirona.O Panayot Volov Shumen,fundado em 1929.
Do clube não é dificil achar informações,escudo.Mas afinal quem foi Panayot Volov?
Pesquisando descubri que se trata de uma personalidade histórica do país,abaixo segue o texto sobre o herói búlgaro.

” Búlgaros não esquecem os seus heróis

No passado dia 29 de Maio, a delegação local de Shumen da Aliança Nacional Búlgara organizou uma homenagem dedicada ao 131º aniversário da morte de Panayot Volov, líder de um dos comités búlgaros que provocaram o levantamento popular contra o invasor turco em Abril de 1876. Faleceu aos 26 anos afogado no rio Yantra, enquanto tentava escapar à perseguição do exército otomano.
O acto consistiu numa marcha com bandeiras e tochas pelo centro da cidade até ao movimento do herói caído, onde os participantes fizeram uma oferenda de flores. O evento contou com a participação de 60 militantes, a maioria dos quais jovens.”

FUTEBOL É CULTURA…

 

Respondendo a pergunta do Roberto segue a organização do campeonato portugues,enviada pelo meu amigo Joaquim Costa,basicamente os distritais,é porque Portugal é dividido em distritos,parecido com os nossos estados e isso ocorre nos demais países,só mudando de nomes.

1ª Divisão
(Campeonato Organizado pela Liga Portuguesa Futebol Profissional)

Descem à 2ª Divisão Honra:
Os 2 últimos da 1ª Divisão

Sobem à 1ª Divisão:
Os 2 primeiros da 2ª Divisão de Honra
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

2ª Divisão de Honra
(Campeonato Organizado pela Liga Portuguesa Futebol Profissional)

Descem à 2ª Divisão:
Os 2 últimos da 2ª Divisão de Honra

Sobem à 2ª Divisão de Honra:
Os 2 primeiros de uma pole que se efetua entre os vencedores das 4 Séries da 2ª Divisão

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

2ª Divisão(terceira divisão)
(Campeonato Organizado pela Federação Portugesa Futebol)

Descem à 3ª Divisão:
Os 3 últimos da 2ª Divisão de cada Série
(3 x 4 séries = 12 Clubes)

Sobem à 2ª Divisão:
Os 2 primeiros de cada Série da 3ª Divisão
(2 x 6 séries = 12 Clubes)
Os Clubes são redistribuidos por as 4 séries, sendo colocados em cada série os clubes com as localidades mais próximas umas das outras

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

3ª Divisão(quarta divisão)
(Campeonato Organizado pela Federação Portugesa Futebol)

Descem aos Distritais:
Os 4 últimos das Séries da 3ª Divisão
(4 x 6 séries = 24 Clubes)

Sobem à 3ª Divisão:
Sobem automáticamente o 1 primeiro classificado da 1ª Divisão Distrital de cada Associação de Futebol
(18 Associações de Futebol + 1 A.F. da Madeira + 3 A.F dos Açores = 22 Clubes)
Para completar os 24 clubes, sobem também os 2º classificados das duas Associações com mais clubes (Normalmente são: A.F. Lisboa e A.F. Porto)

Os Clubes são redistribuidos por as 6 séries, sendo colocados em cada série os clubes com as localidades mais próximas umas das outras

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Os Campeonatos Distritais, são organizados(quinta divisão)
pelas Associações de Futebol ( de cada Distrito)
18 Distritos

PS:Em cada distrital existe um campeonato com 1° e 2° divisões

[img:portugal3_distritos.gif,full,centralizado]

 

Amigos esta não poderia deixar passar em branco,no campeonato
da armênia da 2°divisão ocorreu um fato que todos os clubes
que foram rebaixados ou que almejam uma subida de divisão imaginam
,mas pensam ser impossível.
Acontece que o Dinamo Yerevan,clube da capital do país,garantiu a
subida de divisão para a temporada 2008.Até aí nada de novo e parabéns
para a equipe pela conquista.Ocorre que o time disputou a competição com
com mais 07 clubes.
O Mika Ashtarak,o Pyunik,o Gandzasar,o Ararat,o Banants,o Shirak,o Patani
e o Bentonit Ijevan.Dificil??Nem tanto.
Do Mika ao Shirak os time eram os de número dois,ou seja,a segunda equipe
destes clubes que já disputam a primeira divisão,resumindo não podiam
se promover,porque sua equipe principal já atuava no elite do futebol
armênio.Aí sobram duas equipes para disputar com o Dinamo a subida de
divisão.Certo??Errado!!
O Patani,na realidade é a seleção sub-17 da Armênia,eles colocam os
jogadores mais jovens para já irem pegando uma certa experiência para
tentar melhorar o nível do futebol do país.Não pode ser promovido!!!
Sobrou o Bentonit,este sim,um clube que disputaria a subida diretamente
com o Dinamo.Certo??Errado mais uma vez.O campeonato começou em 25 de Abril
,em Maio o clube desistiu do campeonato.Quer mole!!!
Aí a tarefa do Dinamo se tornou no mínimo diferente,jogar um campeonato
que já sabia de sua promoção independentemente de sua colocação.O clube
foi até bem,chegou em segundo atrás do time B do Mika.

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Estava eu aqui relaxando e organizando meus arquivos para a temporada 2007/2008,quando na Itália reparei que esta temporada passada foi péssima para as duas equipes da cidade de Verona.Primeiro o Chievo,que era uma grande surpresa nas temporadas passadas caiu da 1° para a segunda divisão e o tradicionalíssimo Verona caiu da segunda para a terceira divisão do Calcio.
Pois aí que fiz um remember e voltei ao ano de 1985,quando se não me engano a Globo passava Domingo de manhã os jogos do Campeonato Italiano.Eu no ápice de meus jogos de botão acompanhava jogando e vendo as partidas na TV.E ficava encantado com o VERONA,sim aquele time todo de amarelo que aterrorizava os gramados italianos na temporada 1984/1985 como foi emocionante aquele campeonato disputado ate o final com o Torino,não sei porque era mais interessante que os atuais que passam aos milhões nas TVs pagas,talvez porque naquela época,se não me engano só podia 2 estrangeiros por equipe,nunca me esquecerei daquele time e de sua torcida fanática que lotava o estadio Bentegodi,sempre com aquele faixa gigante BRIGATE GIALLOBLU..maior torcida do clube e que chamava a atenção em todas as transmissões.

Claudio Garella(o goleiro cabeludo); Mauro Ferroni, Luciano Marangon, Roberto Tricella, Silvano Fontolan; Hans-Peter Briegel(o tanque alemão), Pietro Fanna(o carequinha), Domenico Volpati, Antonio Di Gennaro(o craque do time); Giuseppe Galderisi, Preben Elkjær Larsen(a estrela dinamarquesa)

Bons tempos para mim e para os Veroneses…Viva a terra de Romeu e Julieta…que voltem logo a elite do Calcio…

[img:Verona.jpg,full,centralizado]

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Para quem fica perdido tentarei ajudar:

1°DIVISÃO- Bundesliga(18 clubes)

2°DIVISÃO-2.Bundesliga(18 clubes)

3°DIVISÃO-Regionalliga

Dois grupos de 18 clubes,entre parênteses as regiões abrangidas

NORD: (Schleswig-Holstein, Hamburg, Bremen, Niedsersachsen, Nordrhein-Westfalen, northern East Germany)

SÜD: (Rheinland-Pfalz, Saar, Hessen, Baden-Würtemburg, Bayern, southern East Germany)

4°DIVISÃO-Oberliga

Grupos regionalizados de 18 clubes

Hamburg/Schleswig-Holstein, Niedersachsen/Bremen, Westfalen, Nordrhein, Südwest, Hessen, Baden-Württemberg, Bayern, Nordost-Nord, Nordost-Süd

5°DIVISÃO- Verbandsliga

Grupos regionalizados

6°DIVISÃO-Landesliga

Grupos regionalizados

7°DIVISÃO-Bezirksoberliga

Grupos regionalizados

8°DIVISÃO- Bezirksliga

Grupos regionalizados

9°DIVISÃO-Kreisliga

Grupos regionalizados

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

BELGICA/FRANÇA

AA Athletic Association
AC Athletic Club
AS Association Sportive
CS Cercle Sportif
ES Entente Sportive
Exc. Excelsior
FC Football Club
JS Jeunesse Sportive
K. Koninklijke
KV Koninklijke Vereniging
OC Olympic Club
R. Royal / Royale
RC Racing Club
SC Sportclub / Sporting Club
SK Sportkring
Sp. Sport
SV Sportvereniging
US Union Sportive
VC Voetbalclub
Verbr. Verbroedering
VK Voetbalklub
VV Voetbalvereniging

ALBANIA

KF Klubi Futbollit
KS Klubi Sportiv
SK Sporti Klubi

DINAMARCA

B or BK = Boldklub
AB = Akademisk Boldklub
KB = Kjöbenhavns Boldklub

ESTONIA

BLTSK = Balti Laevastik Tallinn SK
TJK = Tallinna Jalgpalli Klubi
TVMV = Tallin Vineeri-ja Moblivabrik

ALEMANHA

BSG Betriebssport-Gemeinschaft
BV Ballspielverein
FC Fussball-Club
FFC Frauen-Fussball Club
FK Fussball-Klub
FSV Fussball- und Sportverein
FV Fussballverein
KSV Kultur- und Sportverein
SC Sport-Club
SF Sportfreunde
SG Sportgemeinschaft
SpVgg Spielvereinigung
SSV Sport- und Spielverein
SV Sportverein
TuS Turn- und Sportverein
TSF Turn- und Sportfreunde
TSG Turn- und Sportgemeinde
TSV Turn- und Sportverein
TV Turnverein
VfL Verein fur Leibesubungen
VfR Verein fur Rasenspiele

HOLANDA

CSV Christelijke Sport Vereniging
CVV Christelijke Voetbal Vereniging
FC Football Club
RKAV Rooms Katholiek Amateurvoetbal Vereniging
RKSV Rooms Katholiek Sport Vereniging
RKVV Rooms Katholiek Voetbal Vereniging
SC Sport Club / Sportclub
SV Sport Vereniging / Sportvereniging
VV Voetbal Vereniging / Voetbalvereniging

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


jun 212007
 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Estava eu mexendo em meus arquivos e vi que tinha fotos de jogos e de um campo na “famosa”ilha de Gozo que mencionamos a algum tempo atrás,para os colegas verem como e onde é jogado o futebol nesta ilha de Malta e que tem um campeonato próprio coloco fotos interessantes.

[img:ground04SANNAT_GROUND1400.jpg,resized,vazio]

[img:Qala.jpeg,resized,vazio]

[img:victoria.jpg,resized,vazio]

jun 092007
 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

[img:Andorra.jpg,resized,centralizado]

Continuando com as Ligas desconhecidas, iremos a um País minúsculo, encravado na Espanha, mas que gera inúmeras dúvidas em nossos colecionadores em vista do amadorismo do futebol local.
Andorra vive do turismo, dos centros de esqui, da beleza natural e da venda de produtos isenta de impostos que atraem milhares de estrangeiros. É o único estado em que o Catalão é a língua oficial, com 65.000 habitantes e tendo como capital Andorra la Vella.

O futebol neste principado montanhoso é muito jovem, começou a ser disputado em 1994 com um campeonato local oficial, sua federação se filiou a Fifa em 1996 e a UEFA também no mesmo ano.Sua seleção,187°do ranking da Fifa conseguiu a primeira vitória internacional em 2005 ao derrotar a Macedônia em Andorra por 1×0 e sua melhor participação em competições européias foi na eliminatória para a Copa de 2006 quando conseguiu fazer 5 pontos em 12 partidas de seu grupo. Possui cerca de 39 clubes amadores e cerca de 1800 jogadores.O maior jogador de sua história ainda está em atividade,se trata do goleiro Koldo que com 33 anos ainda atua no futebol local,mas peregrinou por inúmeros clubes espanhóis profissionais.
[img:245622_mediumsquare.jpg,resized,vazio]
A temporada vai de setembro a maio, obedecendo o calendário europeu. Antes da Federação de Futebol Nacional criada em 1994, existia uma Associação de Clubes de Futebol de Andorra surgida em 1990. Em Novembro de 1996 Andorra fez seu primeiro amistoso oficial e perdeu de 6×1 para Estônia, depois disso seu futebol até que evoluiu razoavelmente, considerando o seu amadorismo.
A seleção atua com camisa amarela com detalhes azuis e short azul. O estádio nacional se chama COMMUNAL em Andorra la Vella com capacidade para 1140 pessoas, o interessante que este estádio é rodeado por montanhas proporcionando um visual muito bonito.
[img:Estadi_Comunal_10_1_2_3.jpg,resized,vazio][img:Aixovall_01.jpg,resized,vazio]
Andorra paticipou da Eliminatória para o Europeu de 2000/2004 e participa o 2008 e para o Mundial de 2002 e 2006. O principal jornal de esportes do país é o “El Mondo Deportivo”.
Talvez uma das coisas que mais complique para quem vai organizar o campeonato andorrano, é que a maioria das publicações erroneamente colocam que todos os times atuam na capital Andorra la Vella, o que não é verdade, talvez por ser um país pequeno, o mesmo ocorre com Malta,as distâncias são muito reduzidas.
Por ser um campeonato recente, não temos um clube principal, o mais representativo não atua no campeonato de Andorra e sim no Espanhol é o FC ANDORRA,que milita na 4a. divisão atualmente.
Em nível nacional o clube que hoje tem mais estrutura é o CE Principat, fundado em 1989 e tem como sede a capital Andorra la Vella, joga com o uniforme todo branco e atua no estadio Communal.Seu rival atual é o SANTA COLOMA igualmente três vezes campeão nacional que atua na cidade de Santa Coloma. Na cidade Encamp atua o FC Encamp Dicoansa, esta cidade com 10.000 habitantes tem o estádio Encard para 400 pessoas,este clube disputa com o Rangers da cidade de Andorra la Vella o título de terceira equipe do país,ambos tem dois títulos nacionais,inclusive o Rangers é o atual bicampeão nacional.
[img:Santa_Coloma.jpg,resized,vazio][img:Club_Esportiu_Principat.jpg,resized,vazio]
A segunda cidade do país é ESCALDES-ENGORDANY com 15.000 habitantes onde atua o CM Inter Escaldes o Sporting Escaldes e o FC Andorra. Em Sant Julia de Lória cidade de 8.000 habitantes atua o UE Sant-Julia, este time atua no estádio Aixovall para 400 pessoas e conquistou um título nacional em 2005.Também existe a cidade de LA MASSANA com 6.000 habitantes onde atua o Deportiu La Massana.
Abaixo, temos uma lista onde localizar alguns clubes, muitos deles estão licenciados, aliás este é um problema do futebol amador de Andorra ,a mudança constante de nomes e de clubes no campeonato,tanto que geralmente os clubes ano a ano mudam o patrocinador e aparentemente mudam de nome quando na realidade trocam é o patrocínio do clube.
[img:final_copa_copia.jpg,resized,vazio]
ANDORRA LA VELLA
CE PRINCIPAT/ FC LUSITANOS/ FRANCFURT CERNI*/ CONSTELACIO ESPORTIU/ SPORDANY JUVENIL*/ ANDORRA PROMESSES*/ CONSTRUCTONS EMPRIMOS*/ FC RANGERS

ENCAMP
FC ENCAMP DICOANSA/ FC ENGOLASTERS*/ UE LES BONS*

LA MASSANA
DEPORTIU LA MASSANA*

ESCLADES-ENGORDANY
FC ANDORRA/ CONSTRUCIONS MODERNES(CM)INTER D`ESCALDES/ SPORTING D`ESCALDES*/ GIMINASTIC VALIRA*/ SPORTING ENGORDANY*/ATHLETIC ESCALDES/UE ENGORDANY

SANT JULIA DE LORIA-
UE SANT JULIA / CE BENITO*

Abraços
Edu Cacella
[img:bn_historiafutebol_1_2_3_4.jpg,full,vazio]

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

ATALANTA BERGAMASCA CALCIO.
- Foundation 1907 in Bergamo.
- Now in Serie A.
- 47 times in Serie A (match1580 – points 1499: ranking all-time 11°).
- Coppa Italia Winner 1962/63.

U.S. AVELLINO.
- Foundation 1912 in Avellino.
- Now in Serie C1/B.
- 10 times in Serie A (match 300 – points 264: ranking all-time 40°): all tournaments from 1978/79 to 1987/88.
- Ramon Angel Diaz is its best “Serie A scorer” with 22 goals (in 3 tournaments).

A.S. BARI.
- Foundation 1908 in Bari.
- Now in Serie B.
- 28 times in Serie A (match 934 – points 800: ranking all-time 18°), last time in 2000/01.

BOLOGNA F.C. 1909.
- Foundation 1909 in Bologna.
- Now in Serie B.
- 62 times in Serie A (match 2042 – points 2269: ranking all-time 8°): always in Serie A since 1981/82 (after that Season only Internazionale and Juventus remained the “never-relegated clubs” but in 2005/06 Juventus was sent in Serie B for corruption), last time in 2004/05.
- Winner of 7 “scudetti” (1925, 1929, 1935/36, 1936/37, 1938/39, 1940/41, 1963/64) and of 3 Mitropa Cups (1932, 1934, 1961): so in 1932 and 1934 Bologna was the Best Europe Team (“lo Squadrone che tremare il mondo fa”) and in “red and blue” played World Champions Michele Andreolo, Angelo Schiavio and Amedeo Biavati.

Colaboração de Giovanni Fabrizio Calo’,from Modena(Italy)

 

Hoje colocarei a primeira participação externa sem ser membro do blog e para POUQUÍSSIMA SURPRESA MINHA esta ajuda veio do exterior,da Italia ,porque infelizmente o tempo mostrou que aqui no nosso país ainda temos de amadurecer muito como povo para acontecer isto,como previmos quando liberamos a participação externa,somente se interessou em colocar artigos,quem tinha interesse de participar do blog.
Como estamos em mundo globalizado,colocarei na íntegra a colaboração,não ficarei traduzindo a meu ver isso é bom para o blog e para todos pois existem muitos pesquisadores mundo afora que poderiam ser úteis ao nosso trabalho,além de aumentar nosso alcance,além do que o trabalho se refere ao futebol brasileiro e mundial.

Colaboração de G.F.Calo,from Italy

U.S. ALESSANDRIA.
-Foundation 1912 in Alessandria.
-Now in Serie D (5th Division).
-13 times in Serie A (match 440 – points 381: ranking all-time 28°): 8 times in a row since 1st Championship (“a Girone Unico”) in 1929/30 and the last time in 1959/60.
-first club of Gianni Rivera

A.C. ANCONA.
-Foundation 1905 in Ancona.
-Now in Serie C1/B (3rd Division).
-2 times in Serie A (match 68 – points 32: ranking all-time 59°): 1992/93 e 2003/04.

ASCOLI CALCIO 1898 (My Favourite Team!.
-Foundation1898 in Ascoli Piceno (as Società Sportiva “Candido Augusto Vecchi”), then in 1905 there was the “Circolo Sportivo Vigor” and in 1907 it began to play football.
During 1. World War it withdrew and in the Twenties football restarted: in 1927 Ascoli won his first championship (Regional level).
In 1955 Associazione Sportiva Ascoli became AS Del Duca Ascoli and in 1972 after promotion in Serie B changed its name in ASCOLI CALCIO.
- Now in Serie A (19th place and then next year we’ll be in Serie B).
-16 times in Serie A (match 508 – points 424: ranking all time 26°): first time in1974/75 e the last time in 2006/07 (unfotunately !). Best Championship in 1979/80: 4th Place.
-club of Walter Casagrande (best scorer in Serie A with 16 goals), Dirceu, Oliver Bierhoff, Pedro Troglio, Andrea Barzagli (World Champion in 2006).

 

[img:metallist_80_82.jpg,resized,vazio]
[img:metallist82.jpg,resized,vazio]
[img:metallist84_85.jpg,resized,vazio]
[img:metallist88_89.jpg,resized,vazio]
[img:metallist.gif,resized,vazio]
[img:metallist_kharkovalt.gif,full,vazio]
[img:metallist_kahrkov.jpg,resized,vazio]

 

[img:Arsenal1.jpg,resized,vazio]
[img:Arsenal2.jpg,resized,vazio]
[img:Arsenal3.jpg,resized,vazio]
[img:Arsenal4.jpg,resized,vazio]
[img:arsenal5.jpg,resized,vazio]
[img:arsenal6.jpg,resized,vazio]
[img:arsenal7.jpg,resized,vazio]
[img:arsenal8.jpg,resized,vazio]

 

[img:chelsea1.gif,resized,vazio]
[img:chelsea2.gif,resized,vazio]
[img:chelsea3.gif,resized,vazio]
[img:chelsea4.gif,resized,vazio]
[img:Chelsea.jpg,resized,vazio]

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

Noto que muitos amigos colecionadores cometem alguns equívocos pois se baseiam na Rsssf para consultar seus arquivos da Bielo-Russia,ocorre que muitas vezes o pesquisador que colabora com meus companheiros de Rsssf colocam nas línguas de origem fazendo com que muita gente imagine serem dois clubes quando na realidade é somente um único,mas em bielo-russo.Pensando nisso para facilitar colocarei traduzido para o europeu ocidental que todos conhecemos.

BATE Barysau – BATE BORISOV
MTZ-RIPA Mensk -MTZ RIPA MINSK
FK Homel -FK GOMEL
Shakhtsyor Salihorsk -SHAKHTYOR SALIGORSK
Nyoman Harodnya -NEMAN GRODNO
Dynama Berastse -DINAMO BREST
Tarpeda Zhodzina -TORPEDO ZHODINO
Daryda Menski Rayon – DARYDA MINSK REGION
FK Mensk -FK MINSK
Dnyapro Mahilyou- DNEPR MOGILEV
Dynama Mensk – DYNAMO MINSK
Naftan Navapolatsk – NAFTAN NOVPALOTSK
FK Vitsebsk -FK VITEBSK
Lyakamatyu Mensk -LOKOMOTIV MINSK
Dynama-BelCard Harodnya -DINAMO BELKARD-GRODNO
Zorka-BDU Mensk -ZARYA BDA MINSK
Nyoman Masty -NEMAN MESTY
FK Maladzechna- FK MOLODECHNO
FK Byaroza- FK BEREZA

 

Aproveitando a bela informação do Ielo,repasso uma menos inédita,mas para os colecionadores de escudos estrangeiros deve servir.Temos uma variedade imensa de escudos do tradicional DNEPR da Ucrânia,cores,estilos diferentes,etc..Pois bem resolvi dar uma pesquisada e cheguei a um denominador comum,este abaixo é o escudo do uniforme oficial do clube..

Abraços
Edu Cacella

[img:Dnipro_Dnipropetrovsk.jpg,thumb,centralizado]

 

Composta por todos estes países hoje independentes (BÓSNIA-HERZEGOVINA, MACEDÔNIA, SÉRVIA, MONTENEGRO, CROÁCIA, ESLOVÊNIA) tinha um dos campeonatos mais disputados da Europa.
Hoje em dia isto se modificou e as guerras empobreceram muitos clubes tradicionais, além dos problemas político-religiosos que afetam diretamente o futebol, com campeonatos parando no meio, etc…
Mas onde e como estarão estes clubes?

ESTRELA VERMELHA (SÉRVIA) – maior de todos o CRVENA ZVEZDA, campeão europeu 1991, maior torcida, conhecido internacionalmente, hoje ainda domina com dificuldades o novo campeonato, mas caiu muito, está esquecido em nível continental.

PARTIZAN BEOGRADO (SÉRVIA) – tradicional rival do Estrela, outro papão de títulos, principalmente no final da década de 90, aproveitando-se da queda do maior rival, hoje esta em declínio também a nível continental apesar de dividir com o ESTRELA VERMELHA a hegemonia sérvia.

HAJDUK SPLIT (CROÁCIA) – tradição, sempre foi uma osso duro para os rivais de Beogrado, com a separação perdeu posto para o Dinamo Zagreb, mas ainda é o segundo maior da nova República Croata.

DINAMO ZAGREB(CROÁCIA) – outro grande, trocou de nome (Croatia) mas voltou a seu antigo nome que na época representava o exército e tinha suas glórias e grande influência, hoje tenta recuperar prestígio e domina o futebol croata.

VOJVODINA (SÉRVIA) – de clube mediano, passou a ser a terceira força iugoslava, melhorou com a mudança apesar que vêm caindo nesta últimas temporadas.

SARAJEVO (BÓSNIA) - clube mais tradicional bósnio, não tinha grande sucesso na antiga república, com a mudança viu seu posto de maior clube bósnio ameaçado por novos clubes,mas ainda é o mais tradicional,não ganha um título desde 1999.

ZELJEZNICAR (BÓSNIA) – clube mediano, que com a mudança passou a ser o grande rival do Sarajevo e tomou postura de clube grande. Grande rivalidade entre os dois clubes,está sendo mais feliz que o rival.

BORAC BANJA LUKA (BÓSNIA) - este sentiu muito, pois localizado em região de conflito, de clube tradicional hoje está num vai-e-vem subindo e descendo de divisão na Bósnia.

VELEZ MOSTAR(BÓSNIA) - clube pequeno na antiga república, hoje se tornou mediano,tem tradição.

VARDAR SKOPJE (MACEDÔNIA) - clube tradicional, que hoje é uma das potências da MACEDÔNIA.

OLIMPIA LJBLJANA(ESLOVÊNIA) - este a troca foi interessante no início, pois de clube pequeno se tornou a maior força eslovena, porém entrou em crise econômica e em 2006 foi rebaixado,mas deve subir novamente nesta temporada.

 

Bom dia,
Para os amigos colecionadores que gostam de mapas tipo atlas do futebol consegui de País de Gales 1° e 2° divisões,não é desta temporada é da passada ok

1° DIVISÃO

[img:map_wp_2005.jpg,resized,centralizado]

2°DIVISÃO

[img:map_cymru_2_div.jpg,resized,centralizado]
[img:WESH_LEAGUE_MAP.jpg,resized,centralizado]

 

Esta Copa tentou substituir a Mitropa Cup,no período pós-guerra,era disputada entre os campeões da França,Portugal,Espanha e Italia,mas acabou não dando certo.

1949- LOCAL:BARCELONA(ESPANHA)
FINAL:BARCELONA 2 X 1 SPORTING LISBOA
3°LUGAR:TORINO 5X3 STADE REIMS

1950
-LOCAL:LISBOA(PORTUGAL)
FINAL:BENFICA 3X3 e 2X1 BORDEAUX
3°LUGAR:ATLETICO MADRID 2X1 LAZIO

1951-LOCAL:MILÃO(ITÁLIA)
FINAL:MILAN 5X0 LILLE
3°LUGAR:ATLETICO MADRID 3X1 SPORTING

1952
-LOCAL:PARIS(FRANÇA
FINAL:BARCELONA 1X0 NICE
3°LUGAR:JUVENTUS 3X2 SPORTING LISBOA

1953-LOCAL:LISBOA(PORTUGAL)
FINAL:STADE REIMS 3X0 MILAN
3°LUGAR:SPORTING LISBOA 4X1 VALÊNCIA

1955-LOCAL:PARIS(FRANÇA)
FINAL:REAL MADRID 2X0 STADE REIMS
3°LUGAR:MILAN 3X1 BELENENSES

1956-LOCAL:MILÃO(ITALIA)
FINAL:MILAN 2X1 ATHLETIC BILBAO
3°LUGAR:BENFICA 2X1 NICE

1957-LOCAL:MADRID(ESPANHA)
FINAL:REAL MADRID 1X0 BENFICA
3°LUGAR:MILAN 4X3 ST-ETIENNE

Fonte:Guiness Book of World Soccer

 

Amigos,mais um arquivo inédito na internet.
Este torneio foi disputado 5 vezes entre as maiores seleções na época da Europa,no período entre-guerra.
O nome era uma homenagem a Hugo Meisl,umas das maiores personalidades do futebol europeu durante esta fase.
Colocarei apenas,a partida final,já que o campeonato era de pontos corridos,apesar que tenho todos os resultados e classificações.

1°Edição 1927-1930

Partida Final:Budapest,Hungria(11/05/1930)
HUNGRIA 0X5 ITALIA

Gols:Meazza 17,65,70,Magnozzi 72,Costantino 84

Equipes:

HUNGRIA

Aknai-Koranyi,Fogi-Borsanyi,Turay,Vig-Markos,Takacs,Opata,Hirzer,Titkos.

ITALIA

Combi-Monzeglio,Caligaris,Colombari,Ferraris,Pitto-Costantino,Baloncieri,Meazza,Magnozzi,Orsi.

Colocação Final
1°Italia
2°Austria
3°Thecoslovaquia
4°Hungria
5°Suiça

 

Continuando,sem pressa,com as iniciais dos clubes europeus,que nossa experiência nos mostrou ser muitas vezes uma dificuldade para os pesquisadores devido a língua original de cada país.

MACEDÔNIA

FK – Futbolski Klub
SK – Sportski Klub
GSK – Gradanski Sportski Klub

MALTA

FC – Football Club
SC – Sport Club
ASC – Athletics and Sport Club

MOLDÁVIA

CF – Club Fotbal
FC – Fotbal Club

HUNGRIA

AC – Atlétikai Club
AE – Atlétikai Elore
AFC – Atlétikai és Football Club
AK – Atlétikai Klub
FC – Football Club
SC – Sport Club
SE – Sport Egyesület
SK – Sport Klub
TC – Torna Club
TE – Torna Egyesület

 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


 

MALTA

FC – Football Club
SK – Sport Klub

GEORGIA

FK – Futbolnyj Klub

CROÁCIA

AŠK – Akademski Športski Klub
GŠK – Gradjanski Športski Klub
HNK – Hrvatski Nogometni Klub
HŠK – Hrvatski Športski Klub
JŠK – Jugoslovenski Športski Klub
NK – Nogometni Klub
RSK – Radnički Sportski Klub
SK – Sportski Klub

SÉRVIA(EX-IUGUSLÁVIA)

AŠK – Akademski Športni Klub
FK – Futbolski Klub
FSD – Fiskulturno Sindikatno Društvo
HŠK – Hrvatski Športni Klub
JSD – Jugoslovensko Sportno Društvo
NK – Nogometni Klub
RFK – Radnički Futbalski Klub
RŠD – Radnički Športno Društvo
SD – Sportsko Društvo
ŽFK – Željezničarski Futbalski Klub

 

[img:escocia.jpg,full,centralizado]
Segue mais uma cronologia de fatos importantes,hoje a ESCÓCIA;

1867-fundação do 1° clube escocês,o Quenn´s Park FC.

1872-primeira partida oficial da seleção contra a Inglaterra,Glasgow,0×0.

1873
-formação da Football Association

1891-início da 1°divisão

1893-adotado o profissionalismo,criada a 2°divisão.

1910-filiação a FIFA.

1920-retirou-se da FIFA.

1924-Refiliação a FIFA.

1928-retirou-se da FIFA.

1940-46-campeonato suspenso devido a 2°Guerra Mundial.

1946-Refiliação a FIFA.

1954-Filiou-se a UEFA.

1971-Tragédia no estádio de Ibrox,66 mortos.

1975-reorganização do campeonato Liga Escocesa.

1997-Separação da Scottish Premier League da Football Association.

 

[img:inglaterra_1.gif,full,centralizado]
Para os visitantes e quem gosta de história do futebol,colocarei algumas cronologias de federações,com fatos mais importantes,começarei pela Inglaterra.


1863
-Formação da Football Association,realizada a primeira partida após a criação das regras de jogo,em 19 de Dezembro,Richmond x Barnes,0×0.

1870
-Primeiro amistoso internacional contra a Escócia,em Londres,1×1.

1872-Primeira final da FA Cup e primeira partida internacional oficial contra a Escócia em Partick,0×0.

1885-Foi legalizado o profissionalismo.

1888
-Primeiro ano da 1°divisão inglesa.

1892-criada a segunda divisão

1905-afiliação a FIFA.

1915 a 1919-Campeonatos cancelados devido a 1°Guerra Mundial.

1920-Se desfiliou da FIFA e foi criada a 3°divisão.

1924-Refiliação a FIFA.

1928-desfiliou-se novamente da FIFA.

1940 a 1946-Campeonatos cancelados devido a 2°Guerra Mundial.

1946-Refiliação a FIFA.

1953-A Inglaterra é derrotada pela Hungria em Wembley por 6×3.

1954-Refiliou-se a FIFA.

1958-criada a 4°divisão.

1961-Primeira Copa da Liga.

1966-Inglaterra ganha seu primeiro e único título mundial.

1969-criada a Associação de Futebol Feminino.

1985-Incêndio no estádio em Bradford,56 mortos e tragédia no estádio de Heysel,na final da Copa dos Campeões entre Juventus e Liverpool,39 mortos.

1989-Desastre no estádio Hillsborough ,quando 95 pessoas morreram.

1991-clubes ingleses banidos das copas européias.

 

[img:Spartak_Moscow.jpg,resized,centralizado]
O Spartak Moscou foi fundado em 1922 na Sociedade de Treinamento Físico All-Union Spartak,este nome nasceu em homenagem ao escravo rebelde da Roma antiga,Spartacus. O fundador do Spartak e autor do brasão (um quadrilátero com a letra “C”) é Nicolay Petrovich Starostin, jogador que mais tarde foi o cabeça do time até a sua morte em 1996,o clube sempre foi considerado o clube da luta popular ao contrário de seu maior rival o Dinamo,clube do estado e da polícia secreta comunista,isso acabou criando a seu favor o estigma de ser o clube da “luta”reprimida contra estado soviético,mesmo que tivesse de se submeter as forças estatais ,o sentimento do povo sofrido sempre era a seu favor,tornando a equipe mais amada da antiga URSS.
[img:Starostin_brothers_in_1934__clockwise_from_top_left__Aleksandr__Nikolai__Petr__and_Andrei.jpg,resized,centralizado]
O time foi um participante constante de todas as competições da ex-URRS e participante das competições russas desde 1992.
[img:Krasnaia_Presnia_Stadium_in_1924..jpg,resized,centralizado]
Em 1937 através de um ato do Comitê do Soviete Supremo da URRS a sociedade Spartak foi honrada com a mais importante medalha do pais – a medalha de Lênin. Em 1938 e 1939 o time ganhou duas vezes o campeonato da URRS e a copa da URRS (resultado ainda não superado na Rússia).
Durante os primeiros anos depois da II Guerra Mundial Spartak sofreu algumas dificuldades, uma vez que a nova equipe e técnicos estavam sendo formados. Na década de 50 o time foi o líder do futebol soviético novamente. Dez jogadores do Spartak estavam na seleção nacional, que se tornou campeã olímpica em 1956. Em 1966 o Spartak participou pela 1ª vez de competições oficiais européias, e teve sua primeira vitória na Copa dos Campeões.
[img:edelman_fig05_b.jpg,resized,centralizado]
Os anos 70 foram anos de altos e baixos: nem todas as participações do time no Campeonato Soviético foram bem sucedidas, perdendo sua posição na 1ª divisão na temporada de 1977, tendo sido feita a renovação do time, com a contratação de um novo técnico, Konstantin Ivanovich Beskov. Desde 1979 o Spartak esteve no topo do futebol Russo, sendo que a partir de 1980, o time tem sido um participante constante das copas Européias. Em 1989 Oleg Ivanovich Romantsev, ex-jogador do Spartak e da seleção nacional, assumiu o cargo de técnico e desde então, o Spartak ganhou nove Campeonatos Russos,porém o último título do clube foi em 2001.
[img:spartak.jpg,resized,centralizado]
O recordista em número de partidas disputadas pelo Spartak é Fedor Cherenkov (494), e pelos gols marcados – Nikita Simonyan (161). Os jogadores do Spartak, Evgeniy Lovchev, Sergei Olshanskiy, Renat Dasaev, Ilya Tsymbalar, jogaram nas partidas pelo Time de Astros da FIFA.
De uns anos para cá,alguns jogadores brasileiros vem atuando pela equipe,porém sem o sucesso de seus rivais do CSKA Moscou.
[img:dasaev.jpg,full,centralizado]
As partidas em casa são jogadas no Estádio Luzhniki e no Estádio Locomotiv com capacidade para 30.000 espectadores. A questão da construção do estádio próprio do Spartak esta sendo resolvida agora.
[img:luzhniki.jpg,resized,centralizado]

Principais títulos

Campeonato da URSS – 12 vezes – 1936, 1938, 1939, 1952, 1953, 1956, 1958, 1962, 1969, 1979, 1987,1989

Vencedor da Copa da URSS – 10 vezes – 1938, 1939, 1946, 1947, 1950, 1958, 1963, 1965, 1971, 1992

Campeonato Russo – 8 vezes – 1992, 1993, 1994, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000 e 2001

Copa da URSS – 10 vezes – 1938, 1939, 1946, 1947, 1950, 1958, 1963, 1965, 1971,1992

Copa da Rússia – 2 vezes – 1994, 1998

Copa das Nações – 6 vezes – 1993, 1994, 1995, 1999, 2000, 2001

 

Olá a todos,

[img:inglaterra.gif,full,centralizado]

Vamos esclarecer hoje o futebol inglês.
Com certeza quando os colecionadores querem ir mais a fundo e passam para o amadorismo, percebem que a partir da 5a. divisão as coisas se complicam.Colocarei aqui as principais dentro de um razoável,porque na Inglaterra as divisões parecem não ter fim.

A FOOTBALL ASSOCIATION é dividida assim:

PREMIER LEAGUE -1a. DIVISÃO(PROFISSIONAL)
[img:130px_Premierleague.jpg,full,vazio]

FOOTBALL LEAGUE DIVISÃO(PROFISSIONAL)
[img:150px_The_Football_League.jpg,full,vazio]

FOOTBALL LEAGUE 1- 3a. DIVISÃO (PROFISSIONAL)
[img:league_1_1.jpg,full,vazio]

FOOTBALL LEAGUE 2 – 4a. DIVISÃO (PROFISSIONAL)
[img:league_2_1.jpg,full,vazio]

A partir desta divisão são os clubes chamados da NON LEAGUE:

CONFERENCE NATIONAL
[img:Football_Conference.jpg,full,vazio]
5a. DIVISÃO-Clubes profissionais e semi-profissionais.

A 6a. DIVISÃO é dividida em Norte e Sul:

CONFERENCE NORTH e CONFERENCE SOUTH

A 7°DIVISÃO se abre em três grupos:

NORTHERN PREMIER(UNIBOND LEAGUE)
[img:75px_Unibond_league_logo_1.jpg,full,vazio]
SOUTHERN LEAGUE (DR.MARTENS LEAGUE)
[img:Southern_League.png,full,vazio]
ISTHMIAN LEAGUE (ICIS LEAGUE)
[img:150px_Isthmian_League_1.jpg,full,vazio]

Na 8°DIVISÃO começa ocorrer o desmembramento destes grupos acima:

Northern Premier League>Division One (UniBond League)
Southern Football League>Division One Midlands
Division One South & West
Isthmian League>Division One South
Division One North

Importante esclarecer que todas estas divisões se interligam, com promoção e descenso, portanto um clube da 8a. divisão pode chegar a 1a. divisão normalmente. Só mencionamos até a 8a. divisão que já é uma quantidade enorme de clubes, mas continuam as divisões para baixo tornando trabalhosa a organização dos clubes,mas aí fica a encargo de cada hum.
Vale comentar que mesmo sendo clubes amadores, suas estruturas são em nível profissional e semi-profissional.

Abraços

Edu Cacella

 

[img:Fran__a.gif,thumb,centralizado]

Caros amigos visitantes, neste artigo vamos falar sobre o futebol na França, dando continuidade no nosso trabalho de passar e facilitar o entendimento e organização de suas coleções.
Atualmente o futebol francês possui 3 divisões profissionais e 3 amadoras,sendo a última destas separada por regiões.

Assim fica dividido:

1a. DIVISÃO– DIVISION 1 – profissional

2a. DIVISÃO– DIVISION 2 – profissional

3a. DIVISÃO– NATIONAL — profissional

4a. DIVISÃO– CFA 1 – amador, divididos em 4 grupos, detalhe que a partir desta divisão pode participar do campeonato times B dos times da 1a. , 2a. e 3a. divisões, mas não podem ser promovidos.

5a. DIVISÃO– CFA 2 – amador, divididos em 8 grupos

6a. DIVISÃO– REGIONAUX(REGIONAIS) , amador e dividido em 22 regiões.

* Alsace * Aquitaine * Atlantique * Auvergne * Basse-Normandie
* Bourgogne* Bretagne* Centre * Centre-Ouest * Champagne-Ardenne
* Corse * Franche-Comté * Languedoc-Roussillon * Lorraine* Maine
* Méditerranée* Midi-Pyrénées * Nord Pas-de-Calais * Normandie
* Paris Ile-de-France * Picardie * Rhône-Alpes

Na realidade nesta fase,as regiões que ficam na França é que tem a possibilidade de promoção de seus clubes,existem também os departamentos que são os que conhecemos,Martinica,Guyana Francesa,Reunion,mas os clubes destes lugares não participam do campeonato francês nem na Copa da França,existe um campeonato próprio destes departamentos.
Após esta última divisão(6°divisão),existe a 2°divisão regional,3°divisão regional e aí por diante,todas separadas por regiões e com um inimaginável acesso sendo até possível.

Abraço
[img:Edu_SoccerLogos.jpg,full,vazio]

 

Boa Noite amigos e visitantes,
Segue mais um artigo das evoluções dos escudos russos;

[img:lokomotiv_moskva011923_1930.gif,thumb,vazio] Escudo 1923 a 1930
[img:lokomotiv_moskva021936.gif,thumb,vazio] Escudo 1936

[img:lokomotiv_moskva0319_1990_1.gif,full,vazio]Escudo de 1939 a 1990
[img:lokomotiv_moskva041991_1993.gif,thumb,vazio] Escudo de 1991 a 1993

[img:lokomotiv_moskva051994_1995.gif,thumb,vazio]Escudo de 1994 a 1995
[img:lokomotiv_moskva061996.gif,thumb,vazio] Escudo 1996

[img:lokomotiv_moskva071997_1998.gif,thumb,vazio]Escudo 1997 a 1998
[img:lokomotiv_moskva081999_2005.gif,full,vazio]Escudo 1999 a 2007

 

[img:espanha.gif,thumb,centralizado]
A partir de hoje vamos falar dos campeonatos mais importantes da Europa, e de como é sua estrutura divisional.Importante notar que a participaçao das filiais é permitida até a segunda divisão, não sendo autorizada sua promoção à primeira divisão.

O futebol espanhol se divide em:

1a. DIVISÃO — PRIMERA DIVISIÓN – profissional

2a. DIVISÃO — SEGUNDA DIVISIÓN – profissional
3a. DIVISÃO — SEGUNDA B – profissional, dividida em 4 grupos
4a. DIVISÃO — TERCERA DIVISIÓN – amadora, dividida em 17 grupos regionalizados :

(GALICIA, ASTURIAS, CANTABRIA, PAÍS VASCO, CATALUNÃ, COMUNIDAD VALENCIANA, MADRID, CASTILLA-LEÓN, ANDALUCIA ORIENTAL, ANDALUCIA OCCIDENTAL, BALEARES, CANARIAS, MURCIA, EXTREMADURA, NAVARRA-LARIOJA, ARAGÓN, CASTILLA-LA MANCHA)

5a.DIVISÃO — PREFERENTE -amadora,dividida em grupos regionalizados,é a segunda divisão dos grupos regionais,mas todos tem acesso.

 

[img:neuchatel_decada_70_1_2.jpg,full,vazio][img:Xamax_Neuch__tel_1.jpg,full,vazio][img:neuchatel_novo_1_2.jpg,full,vazio]
Mais uma equipe catalogada,mais uma viagem pelo mundo.Hoje iremos a belíssima cidade litorânea de Neuchatel na Suiça do Canton de Neuchatel para falarmos do seu filho mais conhecido e ilustre,o clube de futebol NEUCHATEL XAMAX.
[img:cidade_de_neuchatel.jpg,resized,centralizado]
Quem imagina que a equipe fundada em 1970 e que atualmente milita na segunda divisão suiça foi o início do futebol local se enganou.No distante ano de 1895,fundava-se o primeiro clube,Neuchatel Rovers FC,este nome não durou muito em 1897 mudou para FC Neuchatel para finalmente em 1905 chegar ao nome de FC Cantonal,onde disputou um único campeonato suiço em 1916.
Após passarem muitas décadas sem um time no ano de 1970 resolveram reorganizar o clube e refundaram com o nome de Neuchatel Sports e posteriormente para o atual Neuchatel Xamax,homenagem a um dos grandes jogadores da seleção suiça em todos os tempos,Max Abegglen,nascido na cidade.Por isso muitas vezes vemos o nome como Xamax Neuchatel,Xamax é realmente como se chama o clube.
[img:champion.jpg,resized,centralizado]
Apesar da aparente juventude o rubronegro suiço,que usa um uniforme idêntico ao do Milan da Itália e seu presidente também tem algo em comum com o presidente milanista,o nome muito parecido,ele se chama Sylvio Bernasconi..rs,já obteve sucesso e apesar de estar atualmente em um processo de reconstrução social,estrutural e econômica é um dos clubes mais conhecidos do país.
Campeão suiço em duas oportunidades,em 1987 e 1988, também jogou a Copa dos Campeões da Uefa nestes anos,aliás em seu antigo estádio pelas copas européias,perdeu até hoje apenas para a Inter de Milão em 1997,derrotando equipes tradicionais da europa,como Sporting Lisboa, Real Madrid (duas vezes), Bayern Munich, Galatasaray Istanbul, Celtic Glasgow e Dynamo Kiev.Chegou duas vezes as quartas-de-final da Copa da Uefa.Participou desta copa nos anos 81, 84, 85, 86, 95, 96 e 97.
[img:nx1.jpg,resized,centralizado][img:1986_RealMadrid_small.jpg,resized,centralizado]
Os anos 80 foram o período de ouro do clube,treinado por Gilbert Gress, e que em sua equipe possuía jogadores como Heinz Hermann, Daniel Don Givens, Robert Luthi, Ueli Stielike,o clube conquistou seus únicos títulos.Outros grandes jogadores passaram por suas fileiras como Trifon Ivanov,Frederic Chassot,Chistophe Bovin,Lucien Favre,Lajos Detari,Joël Corminboeuf,Stéphane Henchoz,Hany Ramzy e o zagueiro suiço Alain Geiger o maior símbolo do clube em sua história.

Antigo Estádio:
[img:antigo_st__dio.jpeg,resized,centralizado]
Em seu antigo estádio,poucos saíram vitoriosos,era um verdadeiro alçapão e também pela pressão exercida por sua fanática torcida.Em 2004,o clube resolveu reformá-lo,passando a atuar nos seus jogos na cidade de Chaux de Fonds,pois bem em 2007,foi inaugurada oficialmente a sua nova casa o moderno e reformado Complexo de La Maladiére que será utilizado na nova temporada de 2007/08,para 12.000 espectadores todo coberto,uma nova fase que os dirigentes do clube esperam que levem a equipe de volta as glórias da década de 80.

Novo Estádio:
[img:novo_est__dio.jpg,resized,centralizado]

Fone:Site oficial e arquivos pessoais
Edu Cacella

 

[img:Belenenses_1.gif,full,vazio]escudo atual
[img:belensnenses_1.gif,resized,vazio]escudo de 1926
Clube do bairro de Belém,um dos mais tradicionais do país,em Lisboa,o Clube de Futebol Os Belenenses foi fundado 1919 por um dos grandes jogadores da história do clube,Artur José Pereira.
É verdade que o caminho deste jogador coincide no seu início com o Benfica e com o Sporting clubes pelo qual atuou antes.Mas Artur José tinha uma grande mágoa de que seu bairro natal não possuía um clube e tantos valores acabaram indo jogar pelo Benfica e pelo Sporting.Foi então que em 1919 ele deixou o Sporting e resolveu fundar um clube que representasse até pelo nome seu querido bairro,Belém.Então fundou-se o clube Os Belenenses,hoje o 4°maior clube de Portugal com mais de 32.000 sócios e cerca de 3% de simpatizantes no total da população.

Em seu primeiro campeonato o clube ficou com o vice-campeonato de Lisboa,atrás apenas do Benfica.Levantou apenas um campeonato português em 1946,vice em 3 oportunidades 1937,55 e 73,6 vezes campeão da Copa de Portugal e 6 vezes levantou o título do Campeonato de Lisboa.Este clube sempre foi uma pedra no sapato dos grandes do país.

[img:belem.jpg,resized,centralizado]
Esta é a equipe do Belenenses que foi campeã em 26.5.1946 encima da esquerda para a direita – AMARO-SERAFIM-FELICIANO-AUGUSTO SILVA- (treinador)-VASCO-GOMES E CAPELA
em baixo – ARMANDO-QUARESME-ANDRADE-JOSÉ PEDRO- E RAFAEL lembrar que Andrade entrou pela 1ª vez aos 19 anos de idade, no jogo em casa com o Porto na 9ª jornada e quando o belenenses perdia por 2-0, Andrade entrou e marcou 3 gols que deu a vitória ao Belenenses por 3-2, e nesse ano foi o melhor marcador com 19 gols em 14 jogos(hoje imaginem o dinheiro que valia o passe de Andrade)

(jornal Record de 26.5.2006)

O clube andou participando duas vezes da segundona na década de 90,mas voltou rapidamente ao convivio dos grandes.Atua no famoso estádio do Restelo para 20.000 espectadores,que fica encima de uma colina,sendo visualizado de longe logo que se chega no bairro de Belém.
[img:restelo2.JPG,resized,centralizado]
O azulão português possui tradição também em outros esportes coletivos,como Hóquei,Handebol,Basquete, Atletismo e Rugby.
Existem dezenas de filiais espalhadas por Portugal e fora principalmente na África e em outros lugares do mundo.
Filiais do Belenenses:
[img:filiais.jpg,resized,centralizado]
Como não poderia deixar de ser inúmeros brasileiros vestem e já vestiram o uniforme do clube.
[img:matateu_1.jpg,resized,centralizado]
MATATEU- o maior jogador do Belenenses da história – com o uniforme da Seleção Portuguesa de 1956 num jogo contra a Turquia que Portugal ganhou por 3-1 – fez 27 jogos pela Seleção e marcou 13 gols.
Jogador fantástico, talvez ao nivel de Eusébio e Péle,segundo a imprensa da época.

 

Segue cronologia histórica dos escudos do Real Betis

[img:07___Real_Betis_Balompi___14_31.jpg,full,vazio] ESCUDO ENTRE 1914 E 1931
[img:08___Betis__Rep__blica__31_39.jpg,full,vazio] ENTRE 1931 E 1939 1
[img:09___Betis__Rep__blica__31_39__2_.jpg,full,vazio]ENTRE 1931 E 1939 2
[img:10___Betis_39_57.jpg,full,vazio]ENTRE 1939 E 1957
[img:11___Betis_57_.jpg,full,vazio]DEPOIS DE 1957

Abraços
Edu

 

Segue uma cronologia histórica do Barcelona

[img:01___Bar__a__1er_escudo_.jpg,full,vazio] 1° ESCUDO
[img:02___Bar__a__A__os_10_30_.jpg,full,vazio] DÉCADAS DE 10 A 30
[img:03___Bar__a__40_50_.jpg,full,vazio] DÉCADAS DE 40 E 50
[img:04___Bar__a__A__os_60_.jpg,full,vazio] ANOS 60
[img:05___Bar__a__70_80_.jpg,full,vazio] ANOS 70 E 80

Abraços
[img:JD_frase1_1_2_3.jpg,resized,vazio]

 

Segue uma cronologia histórica do Sporting Gijon

[img:22___1er_escudo_Gij__n__1912_.gif,full,vazio] 1°ESCUDO 1912
[img:23___Gij__n__1920__s__lo_se_utiliz___1_vez.gif,full,vazio]1920 USADO UMA VEZ
[img:24___Gij__n__A__os_20_.gif,full,vazio]1920
[img:25___Gij__n__A__os_20_.gif,full,vazio]1920
[img:26___Gij__n__Rep__blica_1931_.gif,full,vazio]1931
[img:27___Gij__n__Posguerra_.gif,full,vazio]PÓS-GUERRA CIVIL
[img:28___Gij__n__50___aniversario_1955_.gif,full,vazio]ANIVERSÁRIO DE 50 ANOS
[img:29___Gij__n__A__os_70_.gif,full,vazio]ANOS70
[img:30___Gij__n__1997_.gif,full,vazio]ANOS 90

Abraços
Edu

 

Olá

Meu conhecido Jani Arponen da Finlândia, enviou a um certo tempo atrás os nomes corretos que devem ser chamados os clubes de seu país e como ele mesmo disse,se encontram muitos erros mundo afora que incomodam e são desagradáveis,então para os amigos que curtem também o futebol mundial coloquei como post.
Bom a esquerda o nome como é vinculado e a direita o nome mais correto.

nomes corretos:

Pallo Sepot -> Pallo Sepot -44
P-Lirot Rauma -> Pallo-Iirot
Hameenlinna -> Hämeenlinnan Härmä
Hik Hanko -> FC HIK (or HIK)
Hyps -> HyPS
Keps Kemi -> KePS
Kups -> KuPS
Lahti -> FC Lahti
Lepa -> LePa
Narpes Kraft -> IK Kraft
OLS Lustinseru -> OLS
Rips -> RiPS
Teervarit Oulo -> Tervarit
VJS Vantaam -> VJS
Kiffen -> FC Kiffen 08 ( Kiffen )
Gnistan -> IF Gnistan (Gnistan)
VG-62 -> VG-62 Naantali (VG-62)
Jaro -> FF Jaro (Jaro)
Mikkeli -> FC Mikkeli (Mikkeli)
Honka -> FC Honka (Honka)
Hik Hanko -> FC HIK (HIK)
Kings Kuopio -> Kemi Kings
BK-IFK -> BK-IFK
KAIK -> Katrineholms AIK (KaIK)
PK-37 -> PK-37
LOPA -> Lohjan Pallo (LoPa)

 

Fundação
27 de agosto de 1970

Site oficial

http://www.psg.fr/

[img:PSG.jpg,thumb,vazio]
A história
A cidade de Paris sempre quis ter um grande clube da primeira divisão, e após diversas tentativas, com o apoio de mais de 20.000 adesões, o PSG nasceu em 27 de agosto de 1970,, se unindo com o Saint-Germain en Lage, para poder disputar a segunda divisão.
Mas em 1972 o clube se divide em dois novos clubes: o Paris FC (logo no site), que permanece na segunda divisão e o PSG que retorna ao “status” de amador e joga na terceira divisão. Depois de ascender à segunda divisão, Daniel Hechter torna-se e o PSG volta a ser um clube profissional. No dia 4 de junho de 1972, o PSG retorna à primeira divisão enquanto que o Paris FC era rebaixado!
Com a chegada de Boreli ao comando, o PSG ganha seus primeiros títulos nacionais como as duas Copas da França em 1982 e 1983 e também o primeiro campeonato francês em 1986. Mas, então, Luis Fernandez, que era ídolo do clube, parte e marca assim, o fim de uma época e o PSG entra em crise face a problemas financeiros.
Em maio de 1991, a empresa Canal Plus decide investir muito dinheiro no clube, lhe permitindo assim contratar estrelas como Raí, Valdo, Ginola.
Mais tarde Arthur Jorge daria uma imagem mais séria ao PSG e também reputação internacional ao conquistar a Copa das Copas em 1996, primeiro troféu internacional de um clube nascido a pouco mais de 25 anos.
[img:PSG_MASCOTE.gif,full,vazio]

Alguns ídolos do PSG
Luis Fernandez (foi a alma do PSG no anos 80), Dominique Rocheteau; David Ginola, “El Magnifico”, George Weah, Valdo, Ricardo, Raí, Djorkaeff, etc.
[img:psg_rai.jpg,thumb,vazio]

O estádio do PSG é o Parc des Princes, em Paris, inaugurado em 4 de junho de 1972 por George Pompidou. Tem capacidade para 49.700 pessoas sentadas e o recorde de público ocorreu em 2/3/1983, com 49.575 espectadores, no jogo entre PSG x Waterscheid.
[img:parc_des_princes.jpg,resized,vazio]

Principais títulos

Campeonato Francês – 2 vezes – 1986, 1994

Copa da França – 7 vezes – 1982, 1983, 1993, 1995, 1998,2004,2006

Copa da Liga (França) – 2 vezes – 1995, 1998

Troféu dos Campeões (França) – 1 vez – 1996

Copa das Copas (UEFA) – 1 vez – 1996

Copa Intertoto-2002

 

[img:spartak_moskva011949_1997.gif,thumb,vazio]1949 1997(1)

[img:spartak_moskva021949_1997.gif,thumb,vazio]1949 1997(2)

[img:spartak_moskva031949_1997.gif,thumb,vazio]1949 1997(3)

[img:spartak_moskva041992_1997.gif,full,vazio]1992 1997(1)

[img:spartak_moskva051992_1997.gif,full,vazio]1992 1997(2)

[img:spartak_moskva061998_2006.gif,thumb,vazio]1998 2006(1)

[img:spartak_moskva072002_2006.gif,thumb,vazio]1998 2006(2)

Abraços
Edu

 

Bom dia,bom trabalho

Mais uma vez aproveitando a tecnologia do Google Earth,desta vez vamos a Barcelona na Espanha,peguei imagens do estádio do Barcelona,da cidade com a localização dos demais clubes para os amigos terem uma noção e o mais interessante,Sabadell que todos colocam como sendo de Barcelona se vocês repararem,fica bem distante,perto mas não fica dentro da cidade,digamos que na periferia.
[img:barcelona_espanha.jpg,resized,vazio]
[img:barcelona_espanha_estadios.jpg,resized,vazio][img:nou_camp_barcelona.jpg,resized,vazio]

Abraços
Edu

 

O Clube foi fundado por Antônio Nicolau de Almeida, seu primeiro presidente.
Somente a 9 de fevereiro de 1907 se tem notícia da primeira Assembléia Geral realizada, ocasião em que foi eleito como Presidente da Direção, José Monteiro da Costa.
O nome do clube é o mesmo da cidade do Porto, a segunda maior cidade de Portugal continental, com uma população de aproximadamente 350.000 habitantes, cujo nome veio do romano “Portus”.
O escudo
No “Regulamento Interno” de 1910, são definidas as disposições sobre o emblema do Clube: bola de futebol azul com linhas brancas e a sigla F.C.P.
Em outubro de 1922, o emblema mudou de aspecto. Da autoria de Simplício (Augusto Baptista Ferreira), jogador do clube naquela época, o novo representou uma interessante simbiose do anterior símbolo com as armas da cidade.
[img:porto.gif,full,vazio]

Na parte de cima do emblema do Porto existe um pequeno dragão, por este motivo seus torcedores são chamados de Dragões.
[img:porto_mascote.gif,full,vazio]
O estádio do Dragão,antigo Estádio das Antas foi inaugurado em 28 de maio de 1952. A sua capacidade era de cerca de 76.000 lugares mas foi reduzida devido as novas regras da UEFA que obriga a colocar cadeiras em todo o estádio, sendo a sua capacidade atual de cerca de 50.000 lugares (todos sentados).
ANTIGO ESTÁDIO DAS ANTAS:[img:antas6.gif,resized,vazio]
NOVO ESTÁDIO DO DRAGÃO:[img:ESTADIO_DO_DRAG__O.gif,resized,vazio]
Principais títulos
Campeonato de Portugal – 4 vezes – 1921, 1924, 1931, 1936
Campeonato da Liga Portuguesa – 1 vezes – 1934
Supertaça Nacional Cândido de Oliveiral – 11 vezes – 1981/82, 1983/84, 1984/85, 1985/86, 1989/90, 1990/91, 1992/93, 1993/94, 1995/96, 1997/98, 1998/99
Taça de Portugal – 11 vezes – 1955/56, 1957/58, 1967/68, 1976/77, 1983/84, 1987/88, 1990/91, 1993/94, 1997/98, 1999/00, 2000/01,2002/03,2005/06.
Campeonato Nacional – 17 vezes – 1938/39, 1939/40, 1955/56, 1958/59, 1977/78, 1978/79, 1984/85, 1985/86, 1987/88, 1989/90, 1991/92, 1992/93, 1994/95, 1995/96, 1996/97, 1997/98, 1998/99,2002/03,2003/04,2005/06.
Supertaça da UEFA -1987
Copa da Uefa-2002/03
Liga dos Campeões da Europa – 1986,2003/04
Campeonato Mundial Interclubes – 1987,2004

© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha