FONTE: Revista Placar

 

A história, no entanto, reservou um revés para a Sociedade Esportiva Tiradentes. Onze dias após ser derrotado pelo adversário, o Corinthians entrou com uma sede incontrolável em mostrar quem mandava no pedaço. Azar do Tiradentes que acabou entrando na história do futebol brasileiro ao sofrer a maior goleada no campeonato Nacional, que aliás perdura até os dias de hoje.

O placar de 10 a 1, retrata bem o que foi o jogo: um massacre do Timão. Diante do que aconteceu nos 90 minutos, o resultado final ficou barato. Poderia ter sido pior para o Tiradentes. O destaque da partida foi o meia Sócrates que marcou, nada mais e nada menos do que cinco gols.

 

S.C. CORINTHIANS (SP)

10

X

1

S.E. TIRADENTES  (PI)

LOCAL: Estádio Osvaldo Teixeira Duarte, ‘Canindé’, em São Paulo (SP)
CARÁTER: 1ª Fase – 6ª Rodada – Taça de Ouro
DATA: Quarta-feira, do dia 9 de Fevereiro de 1983
RENDA: Cr$ 10.656.000,00
PÚBLICO: 17.821 pagantes
ÁRBITRO: Aristóteles Cantalice (PE)
CORINTHIANS: Solito; Alfinete, Mauro, Daniel González e Wladimir;  Paulinho, Sócrates e Zenon (Eduardo, 32 do 2º); Biro-Biro, Ataliba (Vidotti, 32 do 2º) e Paulo Egídio. Técnico: Mário Travaglini
TIRADENTES: Neto; Valdinar, Baiano, Vágner e Zezé (Jeová, 17 do 2º); Zuega, Sabará e Hélio Rocha (Etevaldo, 17 do 2º); Luís Sérgio, Durval e Joniel.  Técnico: Alberino de Paula
GOLS: Sabará, de pênalti, aos 18 minutos (Tiradentes);  Sócrates, de pênalti, aos 24 minutos (Corinthians); Sócrates aos 31 e 42 minutos (Corinthians);  Biro-Biro aos 37 minutos (Corinthians);   Paulo Egídio aos 44 minutos (Corinthians); no 1º Tempo.  Ataliba aos quatro minutos (Corinthians); Wladimir aos oito minutos (Corinthians); Paulo Egídio aos 17 minutos (Corinthians); Sócrates, de pênalti, aos 33 minutos (Corinthians); Vidotti aos 42 minutos (Corinthians); no 1º Tempo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: Revista Placar

 

Por falar na Sociedade Esportiva Tiradentes, o clube viveu dois momentos emblemáticos num espaço de 11 dias. Literalmente do céu ao inferno. No primeiro capítulo, do dia 29 de Janeiro de 1983, válido pela 3ª Rodada, da 1ª Fase da Taça de Ouro (atual Campeonato Brasileiro da Série A).

Então líder do Grupo D, o Corinthians foi enfrentar o modesto Tiradentes, em Teresina (PI), acreditando que a vitória seria tranquila. No entanto, empurrado por mais de 40 mil pessoas, o clube piauiense cresceu em campo. Jogando como se fosse uma final de Copa do Mundo, o Tiradentes fez a sua melhor partida em 1983, e foi para o intervalo com a vantagem de dois gols. O segundo, assinalado por Hélio Rocha foi um golaço.

O meia pegou na intermediária e soltou um foguete, acertando o ângulo direito do goleiro Solito, que voou, mas não alcançou. Na segunda etapa, o Corinthians conseguiu equilibrar o jogo e até diminuiu, com Sócrates, marcando de pênalti, mas não o suficiente para evitar a derrota! Fim de jogo, e uma festa que começou no gramado e se estendeu por toda o estado do Piauí. Um dia histórico para o futebol piauiense.

S.E. TIRADENTES (PI)

2

X

1

S.C. CORINTHIANS (SP)

LOCAL: Estádio Alberto Silva, ‘Albertão’, em Teresina (PI)
CARÁTER: 1ª Fase – 3ª Rodada – Taça de Ouro
DATA: Sábado,  do dia 29 de Janeiro de 1983
RENDA: Cr$ 9.945.200,00
PÚBLICO: 41.265 pagantes
ÁRBITRO: Wilson Carlos dos Santos (RJ)
TIRADENTES: Batista; Valdinar, Vágner, Válter Maranhão e Válter Piauí; Zuega, Sabará e Hélio Rocha; Luís Sérgio (Carlinhos), Olivã (Durval) e Joniel.  Técnico: Alberino de Paula
CORINTHIANS: Solito; Alfinete (Zé Maria), Mauro, Daniel González e Wladimir;  Paulinho (Paulo Egídio), Sócrates e Zenon; Ataliba, Casagrande e  Biro-Biro. Técnico: Mário Travaglini
GOLS: Sabará, de pênalti, aos 34 minutos (Tiradentes);  Hélio Rocha aos 39 do 1º Tempo. Sócrates, de pênalti, aos 28 minutos (Corinthians); no 2º Tempo.

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: Revista Placar

 

A Sociedade Esportiva Tiradentes é uma agremiação da cidade de Teresina (PI). Na terça-feira, do dia 30 de junho de 1959, os Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar do Estado do Piauí decidiram fundar o “Clube Tiradentes dos Subtenentes e Sargentos da Policia Militar do Estado do Piauí“.

Na época, o Comandante da Policia Militar era o Coronel Pedro Borges da Silva Filho. Em 14 de setembro de 1966 o então presidente, Luís Castro Araújo, solicitou filiação à Federação Piauiense de Desportos (FPD) e o pedido foi deferido em 3 de outubro, passando o representante da PM a disputar competições de esporte amador.

No inicio de 1972, o Coronel Canuto Tupy Caldas, comandante da Policia Militar, anunciou que o Tiradentes iria disputar o Campeonato de Futebol Profissional. No mesmo ano se sagrou campeão Estadual (1972). Depois faturou outros quatro títulos: 1974, 1975 (título dividido com o River), 1982 e 1990. Também faturou o caneco do Torneio Início de 1981.

Na esfera nacional o Tiradentes participou do Campeonato Brasileiro da Série A em cinco oportunidades: 1973, 1974, 1975, 1979 e 1983.

FONTES: Wikipédia – Revista Placar

 

 

FONTE: Revista Placar

 

FONTE: Revista Placar

 

FONTE: Revista Placar

 

 

FONTE: Revista Placar

 

FONTE: Revista Placar

 

FONTE: Mercado Livre – Revista Placar

 

Seleção do Piauí - 1927

 

FONTE: Revista Sport Ilustrado

 

FONTE: Revista Sport Ilustrado

 

FONTE: Revista Sport Ilustrado

 

Campeonato Piauiense 1976

Participantes

Auto Esporte (Auto Esporte Clube) – Teresina
Botafogo (Botafogo Esporte Clube) – Teresina
Comercial (Comercial Atlético Clube) – Campo Maior
Flamengo (Esporte Clube Flamengo) – Teresina
Fluminense (Fluminense Esporte Clube) – Teresina
Parnaíba (Parnaíba Sport Club) – Parnaíba (* atual Parnahyba Sport Club)
Piauí (Piauí Esporte Clube) – Teresina
Tiradentes (Sociedade Esportiva Tiradentes) – Teresina

Obs: O Tiradentes encerrou o Depto. de Futebol e desistiu da competição no início de junho em função do caso Jacob (homícidio). Vários jogadores do Tiradentes foram indiciados no crime.

1º Turno – 1ª Fase

15/02/1976 – 1ª Rodada
Flamengo 2×1 Botafogo
Parnaíba 3×2 Fluminense
18/02/1976 – 1ª Rodada
Piauí 1×1 Botafogo
Tiradentes 5×0 Auto Esporte

22/02/1976 – 2ª Rodada
Comercial 1×2 Piauí
Tiradentes 12×0 Fluminense
26/02/1976 – 2ª Rodada
Parnaíba 4×3 Auto Esporte
Flamengo 3×0 Comercial

07/03/1976 – 3ª Rodada
Parnaíba 1×4 Tiradentes
Comercial 0×1 Botafogo
Auto Esporte 0×1 Fluminense
Flamengo 1×0 Piauí

Grupo A
1    Tiradentes – 6
2    Parnaíba – 4
3    Fluminense – 2
4    Auto Esporte – 0

Grupo B
1    Flamengo – 6
2    Piauí – 3
3    Botafogo – 3
4    Comercial – 0

(*) Piauí foi segundo por sorteio

1º Turno – Semifinal

10/03/1976 – Jogo Único
Tiradentes 4×1 Piauí
Flamengo 1×1 Parnaíba [Pro 2-0]

1º Turno – Final

14/03/1976 – 1º Jogo
Flamengo 1×0 Tiradentes
17/03/1976 – 2º Jogo
Tiradentes 1×1 Flamengo

(*) Flamengo campeão do 1º Turno

2º Turno – 1ª Fase

24/03/1976 – 1ª Rodada
Tiradentes 2×1 Botafogo
Flamengo 2×0 Fluminense

28/03/1976 – 2ª Rodada
Piauí 1×1 Comercial
Flamengo 2×1 Auto Esporte

31/03/1976 – 3ª Rodada
Botafogo 5×0 Comercial
Auto Esporte 2×1 Parnaíba

04/04/1976 – 4ª Rodada
Botafogo 2×1 Piauí
Comercial 1×6 Tiradentes
Parnaíba 1×0 Flamengo
Auto Esporte 3×1 Fluminense

07/04/1976 – 5ª Rodada
Fluminense 0×1 Parnaíba
Tiradentes 5×1 Piauí

Grupo A
1º Tiradentes – 6
2º Botafogo – 4
3º Piauí – 1
3º Comercial – 1

Grupo B
1º Flamengo – 4
2º Auto Esporte – 4
3º Parnaíba – 4
4º luminense – 0

(*) Flamengo foi primeiro e Auto Esporte foi segundo por sorteio.

2º Turno – Semifinal

11/04/1976 – Jogo Único
Tiradentes 2×0 Auto Esporte
14/04/1976 – Jogo Único
Flamengo 3×1 Botafogo

2º Turno – Final

18/04/1976 – 1º Jogo
Flamengo 0×0 Tiradentes
21/04/1976 – 2º Jogo
Tiradentes 1×4 Flamengo

(*) Flamengo campeão do 2º Turno

3º Turno – 1ª Fase

25/04/1976 – 1ª Rodada
Parnaíba 1×1 Piauí
Botafogo 1×1 Auto Esporte
Comercial 3×1 Fluminense

02/05/1976 – 2ª Rodada
Flamengo 0×0 Botafogo
Comercial 3×1 Piauí
Parnaíba 2×2 Fluminense
05/05/1976 – 2ª Rodada
Tiradentes 0×0 Auto Esporte

09/05/1976 – 3ª Rodada
Flamengo 0×0 Tiradentes
Parnaíba 1×0 Comercial

16/05/1976 – 4ª Rodada
Auto Esporte 0×3 Flamengo
Piauí 2×3 Fluminense
20/05/1976 – 4ª Rodada
Tiradentes 1×1 Botafogo

Grupo A
1º Flamengo – 4
2º Tiradentes – 3
3º Botafogo – 3
4º Auto Esporte – 2

Grupo B
1º Comercial – 4
2º Parnaíba – 4
3º Fluminense – 3
4º Piauí – 1

(*) Tiradentes foi segundo do Grupo A e Comercial foi primeiro do B por sorteio

3º Turno – Semifinal

23/05/1976 – Jogo Único
Flamengo 2×3 Parnaíba
27/05/1976 – Jogo Único
Comercial 2×1 Tiradentes

3º Turno – Final

30/05/1976 – 1º Jogo
Parnaíba 3×0 Comercial
06/06/1976 – 2º Jogo
Comercial 4×2 Parnaíba
10/06/1976 – 3º Jogo
Comercial 0×2 Parnaíba

(*) Parnaíba campeão do 3º Turno

4º Turno – 1ª Fase

12/06/1976 – 1ª Rodada
Botafogo 3×0 Auto Esporte
17/06/1976 – 1ª Rodada
Fluminense 2×3 Piauí
Flamengo 2×1 Comercial

20/06/1976 – 2ª Rodada
Piauí 3×3 Auto Esporte
Botafogo 1×0 Fluminense
Comercial 5×1 Parnaíba

23/06/1976 – 3ª Rodada
Fluminense 2×0 Auto Esporte
Botafogo 0×1 Piauí
27/06/1976 – 3ª Rodada
Flamengo 4×0 Parnaíba

Grupo A
1º Flamengo – 4
2º Comercial – 2
3º Parnaíba – 0

Grupo B
1º Piauí – 5
2º Botafogo – 4
3º Fluminense – 2
4º Auto Esporte – 1

4º Turno – Semifinal
30/06/1976
Piauí 1×1 Comercial [Pro 0-1]
Flamengo 2×0 Botafogo

(*) Flamengo campeão do 4º Turno

4º Turno – Final

04/07/2016 – 1º Jogo
Comercial 0×4 Flamengo
07/07/2016 – 2º Jogo
Flamengo 3×0 Comercial

Final

11/07/1976 – 1º Jogo
Flamengo 2×1 Parnaíba
18/07/1976 – 2º Jogo
Flamengo 1×1 Parnaíba

(*) Flamengo Campeão Piauiense de 1976

Artilheiro
Jorge Costa (Tiradentes) 15 gols

Pontuação        PTS  J   V  E  D   GP   GC
1    Flamengo    36  23  15  6  2   43   13
3    Tiradentes  21  16   8  5  3   44   14
2    Parnaíba    20  18   8  4  6   29   33
4    Botafogo    14  14   5  4  5   18   14
5    Comercial   12  18   5  2 11   22   40
6    Piauí       11  14   3  5  6   19   28
7    Auto Esporte 7  13   2  3  8   13   28
7    Fluminense   7  12   3  1  8   14   32

 

FONTES: Pacotilha O Globo – Lustosa

 

BOTAFOGO E.C. (PI)           2          X         6          VITÓRIA DO MAR F.C.

LOCAL:  Estádio Municipal Lindolfo Monteiro, em Teresina-PI

HORÁRIO: 16h40min.

DATA: Domingo, dia 29 de Maio de 1953

CARÁTER: Amistoso Nacional

RENDA: Cr$ 3.452,00

ÁRBITRO: Francisco Batista, o Moreno (fraca atuação)

AUXILIARES: Geraldo Soeiro e João Pedro

BOTAFOGO: Raimundinho (Edgard); Belinho e Benedito (Maranhão); Parnaibano I, Joaquim e Paisinho; Julio, Maio, Cabeça, Parnaibano II e Raspa (Cavalo Velho).

VITÓRIA DO MAR: Batatais (Dico); Misael e João Cinco; Lourival, Gordo e Lelé; Chapola, Benedito (Abmael), Gafanhoto, Ivan e Lobato. Técnico: Waldemar Almeida

GOLS: Ivan aos 14 minutos (Vitória);  Lobato aos 20 e 28 minutos (Vitória); Cabeça aos 31 minutos (Botafogo), no 1º Tempo. Abmael, por cobertura, aos 5 minutos (Vitória); Gafanhoto aos 23 minutos (Vitória); Ivan aos 28 minutos (Vitória); Benedito, de pênalti, aos 38 minutos (Botafogo), no 2º Tempo.

FONTE: Pacotilha O Globo

 

 

FONTE: Revista Sport Ilustrado

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí).

No jogo extra para definir quem cairia e quem permaneceria na Elite Piauiense, melhor para o Ferroviário que derrotou o Auto Esporte, na capital Teresina, por 2 a 0. Após o apito final, muita festa tanto no campo quanto no Município de Floriano.

 

AUTO ESPORTE               0          X         2          FERROVIÁRIO       

LOCAL: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)

DATA: Sexta-feira, 06 de novembro de 1964

CARÁTER: Jogo extra decidindo o rebaixamento

ÁRBITRO: José da Costa Araújo (FPD)

AUTO ESPORTE: Antônio Luiz; Marcos, Amadeu, Deolindo e Quincas; Sabará e Wallace; Pestana, Capote, Ananias e Bicudo.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Piqui, Valdivino, Sousa e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Elder e Rômulo.

GOLS: Cristóvão (Ferroviário) no 1º Tempo. Elder (Ferroviário) no 2º Tempo.

 

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Pela última rodada do returno, Ferroviário recebeu o Auto Esporte, onde a derrota representaria o rebaixamento para um dos dois.

Numa partida tensa e marco por lances ríspidos, as defesas levaram vantagem sobre os ataques. No final, empate em 1 a 1. Com este resultado, foi necessário um jogo extra entre as duas equipes para determinar que cairia para a Segunda Divisão.

 

FERROVIÁRIO                    1          X         1          AUTO ESPORTE  

LOCAL: Estádio José Meireles, em Floriano (PI)

DATA: Domingo, 11 de outubro de 1964

CARÁTER: 6ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 201.000,00

ÁRBITRO: Valdimir Soares da Silva (FPD)

FERROVIÁRIO: Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo.

AUTO ESPORTE: Petrúcio; Marcos, Amadeu, Deolindo e Quincas; Zé Maria e Wallace; Pestana (Ananias), Caboclo, Soares e Bicudo.

GOLS: Bicudo (Auto Esporte) e Cristóvão (Ferroviário)
FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Pela 5ª rodada do returno, enfim, o Ferroviário reencontrou o caminho da vitória ao bater o Caiçara por 2 a 1. Rômulo, que marcou dois gols, foi o destaque da peleja.

 

FERROVIÁRIO                    2          X         1          CAIÇARA    

LOCAL: Estádio José Meireles, em Floriano (PI)

DATA: Domingo, 04 de outubro de 1964

CARÁTER: 5ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 201.000,00

ÁRBITRO: Renato Barreto de Moraes (FPD)

AUXILIARES: Nelson Oliveira Silva (FPD) e Francisco de Assis Castelo Branco (FPD)

FERROVIÁRIO: Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo.

CAIÇARA: Onésio; Napoleão, Mormaço, Cabo Dulce e Prego; Paulo da Banana e Raimundinho Fumaça; Vicentim, Anduiá, Índio e Escurinho.

GOLS: Rômulo, duas vezes (Ferroviário), no 1º Tempo. Anduiá (Caiçara) no 2º Tempo.
FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Pela 4ª rodada do returno, o Ferroviário decepcionou a sua torcida e acabou goleado pelo River pelo placar de 4 a 1. O nome do jogo foi o atacante Pedroca, que balançou as redes adversárias três vezes.

 

FERROVIÁRIO                    1          X         4          RIVER          

LOCAL: Estádio José Meireles, em Floriano (PI)

DATA: Domingo, 27 de Setembro de 1964

CARÁTER: 4ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 201.000,00

ÁRBITRO: José da Costa Araújo (FPD)

AUXILIARES: Nelson Oliveira Silva (FPD) e Francisco de Assis Castelo Branco (FPD)

FERROVIÁRIO: Pompéia; Piqui, Valdivino, Antônio Guarda e Pepedro; Fernando e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Claudemir e Rômulo. Técnico: Francisco Bezerra de Souza (Sinhozinho).

RIVER: Caxambu; Gereba, Zé Artur, Filomeno e Zequinha; Giri e Vilmar; Waldeck, Pedroca, Moaci e Carrinho. Técnico: Júlio Marques.

GOLS: Pedroca aos 23 e 28 minutos (River) do 1º Tempo. Pedroca e Carrinho (River); Reginaldo (Ferroviário), no  2º Tempo.

 
FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na 3ª rodada do returno, o Ferroviário escapou de mais uma derrota. O responsável foi o atacante Reginaldo que marcou o gol aos 43 minutos da etapa final, decretando a igualdade com o Piauí em 1 a 1.

 

PIAUÍ             1          X         1          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)

DATA: Quarta-feira, 16 de Setembro de 1964

CARÁTER: 3ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 63.500,00

ÁRBITRO: Antônio Palhano (FPD)

AUXILIARES: José da Costa Araújo (FPD) e Valdimir Soares da Silva (FPD)

PIAUÍ: Zé Barros; Tuíca, Nanô, Manoelzinho e Chico; Zilmar e Bitonho; Chapéu, Sanêga, Carmino e Vagner.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Piqui, Sousa, Antônio Guarda e Pepedro; Valdivino e Valdimir; Reginaldo, Paulo, Rômulo e Sadica.

GOLS: Sanêga aos 18 minutos (Piauí); Reginaldo aos 43 minutos (Ferroviário)  do 2º Tempo.

 
FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na 2ª rodada do returno, o Ferroviário voltou a perder. Desta vez vez para o Flamengo por 3 a 2. Após sair perdendo, o Ferrim conseguiu a virada ainda no primeiro tempo. No entanto, na etapa complementar o foi à vez do Flamengo fazer o vira a vira para conquistar a vitória. O destaque da partida foi o atacante Mano do Flamengo, autor dos três gols do time vencedor.

 

FLAMENGO             3          X         2          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)

DATA: Quarta-feira, 09 de Setembro de 1964

CARÁTER: 2ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 187.200,00

ÁRBITRO: Francisco de Assis Castelo Branco (FPD)

AUXILIARES: Antônio Milton Vilanova (FPD) e Valdimir Soares da Silva (FPD)

FLAMENGO: Chiquinho; Zé Carneiro, Maneca, Matintim e Papagaio; Temístocles e Macalé; Maçarico, Mano, Paulinho e Salvador.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Popó, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Valdivino e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Elder e Rômulo.

GOLS: Mano aos 20 minutos (Fla); Rômulo aos 35 e 44 minutos (Ferroviário) do 1º Tempo. Mano aos Cinco e 25 minutos (Fla) do 2º Tempo.

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na 1ª rodada do returno, o Ferroviário abriu o placar, mas acabou sofrendo a virada e acabou derrotado pelo Comercial por 2 a 1.

 

COMERCIAL           2          X         1          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Deusdedit de Melo, em Campo Maior (PI)

DATA: Domingo, 06 de Setembro de 1964

CARÁTER: 1ª Rodada do 2º Turno

RENDA: Cr$ 192.900,00

ÁRBITRO: José da Costa Araújo (FPD)

COMERCIAL: Beroso; Edson, Smith, Galo e Sapato; Hugo e Quinha; Curniça, João Catita, Radiê e Valdir.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Zezeca, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Parnaibano e Valdimir; Reginaldo, Cristóvão, Rômulo e Dos Santos.

GOLS: Reginaldo (Ferroviário) e Radiê  e João Catita (Comercial)

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na sexta rodada, o Ferroviário enfrentou uma das forças do Estado e conquistou um empate em 1 a 1 com o River. O time perdia até os 42 minutos da etapa final, quando Paulo marcou o tento de empate.

 

RIVER           1          X         1          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)

DATA: Quarta-feira, 19 de Agosto de 1964

CARÁTER: Última Rodada do 1º Turno

RENDA: Cr$ 192.900,00

ÁRBITRO: Severiano Alves Teixeira (FPD)

AUXILIARES: Raimundo Barreto de Moraes (FPD) e Antônio Palhano (FPD)

RIVER: Manoelzinho; Zequinha, Astolfo, Filomeno e Ivanildo; Giri e Vilmar; Tamundó, Carrinho, Tassu e Rudinha.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Zezeca, Piqui, Antônio Guarda e Pepedro; Parnaibano e Valdimir; Reginaldo, Paulo, Cristóvão e Sadica.

GOLS: Tassu aos 28 minutos (River) do 1º tempo. Paulo aos 42 minutos (Ferroviário) do 2º Tempo.

 

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na quinta rodada, o Ferroviário voltou a perder, fora de casa. Dessa vez para o Caiçara por 2 a 1.

 

CAIÇARA     2          X         1          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Deusdedit de Melo, em Campo Maio (PI)

DATA: Domingo, 09 de Agosto de 1964

CARÁTER: Quinta Rodada, do 1º Turno

RENDA: Cr$ 133.400,00

ÁRBITRO: Valdimir Soares da Silva (FPD)

AUXILIARES: Renato Barreto de Moraes (FPD) e Severiano Alves Teixeira (FPD)

CAIÇARA: Coló; Napoleão, Mormaço (Valter), Cabo Dulce e Prego; Paulo da Banana e Raimundinho Fumaça; Ditoso, João de Deus, Anduiá e Escurinho.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Popó, Piqui, Teles (Antônio Guarda) e Pepedro; Parnaibano e Paulo; Reginaldo, Cristóvão, Antônio Luiz e Valdimir.

GOLS: Raimundinho Fumaça (Caiçara) no 1º tempo; Reginaldo (Ferroviário) e Anduiá (Caiçara) no 2º Tempo.

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Enfim, na quarta rodada, veio a primeira vitória. Jogos diante da sua torcida o Ferroviário venceu o Comercial por 2 a 1.

 

FERROVIÁRIO        2          X         1          COMERCIAL

LOCAL: Estádio José Meireles, em Floriano (PI)

DATA: Domingo, 02 de Agosto de 1964

CARÁTER: Quarta Rodada, do 1º Turno

RENDA: Cr$ 124.400,00

ÁRBITRO: Severiano Alves Teixeira (FPD)

AUXILIARES: Nelson Oliveira Silva (FPD) e Cláudio Ramos (FPD)

FERROVIÁRIO: Pompéia; Popó, Piqui, Teles e Pepedro; Parnaibano e Paulo; Cristóvão, Reginaldo, Antônio Luiz e Valdemar.

COMERCIAL: Beroso; Edson, Smith, Galo e Zé Ivan; Hugo e Quinha; Radiê, Zeca, Valdir e Negrote (Curniça).

GOLS: Cristóvão aos sete minutos (Ferroviário); Antônio Luiz aos 29 minutos (Ferroviário) do 1º Tempo. Curniça aos 35 minutos (Comercial) do 2º Tempo.

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na terceira, sendo a  1ª como visitante, o Ferroviário acabou sofrendo uma goleada para o Auto Esporte por 5 a 0, na capital piauiense..

 

AUTO ESPORTE   5          X         0          FERROVIÁRIO

LOCAL: Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (PI)

DATA: Quarta-feira, 29 de Julho de 1964

CARÁTER: Terceira Rodada, do 1º Turno

RENDA: Cr$ 116.000,00

ÁRBITRO: Antônio Milton Vilanova (FPD)

AUXILIARES: Osvaldo Viana (FPD) e Severiano Alves Teixeira (FPD)

AUTO ESPORTE: Antônio Luis; Amadeu, Marcos, Delmiro e Quincas; Zé Maria e Zequinha; Pestana, Capote, Zé Augusto e Bicudo.

FERROVIÁRIO: Pompéia; Popó; Antônio Ulisses, Teles e Pepedro; Paulo e Valdimir; Reginaldo, Sinésio, Sadica (João Alfredo) e Cristóvão.

GOLS: Bicudo aos 35 minutos do 1º tempo; Capote aos 15 e 20 minutos; Zé Augusto aos 33; e Pestana aos 35 minutos do 2º tempo.

 

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

 

A participação do Ferroviário no Campeonato Piauiense de 1964, foi a primeira de uma equipe da cidade de Floriano numa competição profissional promovida pela Federação Piauiense de Desportos (hoje Federação de Futebol do Piauí). Na sua segunda partida, novamente nos seus domínios, seguiu sem vencer. Ficou no empate em 2 a 2 com o Piauí.

 

FERROVIÁRIO        2          X         2          PIAUÍ

LOCAL: Estádio José Meireles, em Floriano (PI)

DATA: Domingo, 19 de Julho de 1964

CARÁTER: Segunda Rodada, do 1º Turno

RENDA: Cr$ 157.800,00

ÁRBITRO: Antônio Milton Vilanova (FPD)

AUXILIARES: Nelson Oliveira Silva (FPD) e Clóvis Ramos (FPD)

CARTÕES VERMELHOS: Bitonho (Piauí); Cristóvão (Ferroviário)

FERROVIÁRIO: Bucar; Popó, Antônio Ulisses, Teles e Pepedro; Parnaibano e Valdemir; Cristóvão, Sadica, Sinésio e Paulo II (Antônio Luiz).

PIAUÍ: Zé Barros (Zé Alberto); Tuíca, Nanô, Manoelzinho (Sibiata) e Chico Dedão; Nonato Leite e Bitonho; Sanêga, Chapéu, Carmino e Zilmar.

GOLS: Sinésio aos 12 minutos (Ferroviário); Sibiata aos 27 minutos (Piauí) do 1º tempo; Cristóvão 10 minutos (Ferroviário) e Sanêga 30 minutos (Piauí) do 2º tempo.

 

FONTE: Blog Portal de Floriano - Janclerques Marinho Melo

© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha