Bloco Esportivo Morgenau (Curitiba-PR) - 1952

 

Clube Atlético Primavera (Curitiba-PR) - 1964

 

DATA – 14 DE JANEIRO DE 1934
LOCAL – CAMPO DO PALESTRA ITÁLIA, EM CURITIBA – PR

1ª JOGO

PALESTRA ITÁLIA

3-1

BRITÂNIA

2ª JOGO

FERROVIÁRIO

2-0

CORITIBA

3ª JOGO

ATLÉTICO

1-0

PALESTRA ITÁLIA

FINAL

FERROVIÁRIO

1-0

ATLÉTICO

CAMPEÃO – CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR)

 

Rio Branco Sport Club (Paranaguá-PR) - 1960

 

Caramuru Esporte Clube (Castro-PR) - 1960

 

EQUIPES PARTICIPANTES

- IRATY SPORT CLUB (IRATI-PR) – LIGA DESPORTIVA SUL PARANAENSE
- MATARAZZO FOOTBALL CLUB (ANTONINA-PR) – LIGA ANTONINENSE DE ESPORTES ATLÉTICOS
- RIO BRANCO SPORT CLUB (PARANAGUÁ-PR) – LIGA DESPORTIVA DO LITORAL PARANAENSE
- OPERÁRIO FERROVIÁRIO ESPORTE CLUBE (PONTA GROSSA-PR) – ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA REGIONAL DE PONTA GROSSA
- CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR) – LIGA CURITIBA DE FUTEBOL

SEMI FINAIS

IRATY SC (IRATI-PR)

2

MATARAZZO FC (ANTONINA-PR)

1

Data – 13 de março de 1938 Local – Curitiba – PR
Caráter – Campeonato Estadual – 1937

 

OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC (PONTA GROSSA-PR)

6

RIO BRANCO SC (PARANAGUÁ-PR)

0

Data – 13 de março de 1938 Local – Curitiba – PR
Caráter – Campeonato Estadual – 1937

 

OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC (PONTA GROSSA-PR)

7

IRATY SC (IRATI-PR)

3

Data – 03 de abril de 1938 Local – Curitiba – PR
Caráter – Campeonato Estadual – 1937

 

FINAIS

CA FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR)

3

OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC (PONTA GROSSA-PR)

2

Data – 10 de abril de 1938 Local – Ponta Grossa – PR
Caráter – Campeonato Estadual – 1937

 

CA FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR)

5

OPERÁRIO FERROVIÁRIO EC (PONTA GROSSA-PR)

2

Data – 17 de abril de 1938 Local – Curitiba – PR
Caráter – Campeonato Estadual – 1937

CAMPEÃO – CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR)

 

 

 

Primeiro Turno

27/05

Água Verde 2 x 1 Britânia
Local: Estádio Franklin Delano Roosevelt (Batel)
Juiz: Ataíde Santos
Renda: Cr$ 2.490,00
Gols: Beneval (contra) 4’ do 1°; William 40’ e Carraro 41’ do 2°.
Água Verde: William, Zaleski e Nhoca; Tibica, Rubio e Nilseu; Barbosinha, Lobatinho, Belmonte, Carraro e Waldomiro.
Britânia: Toigo, Beneval e Gouveia; Bettini, Claudio e Bujão; Paulino, William, Darli, Adonis e Menezes.
28/05

Ferroviário 3 x 1 Jacarezinho
Local: Estádio Durival de Brito e Silva (Vila Capanema)
Juiz: Francisco Khon Filho.
Renda: Cr$ 25.536,00
Gols: Isauldo (2), Hélio, Casnock.
Ferroviário: Pianoski, Nelson e Tico; Nelsinho, Tocafundo e David; Rosinha, Darci, Isauldo, Casnock e Altevir.
Jacarezinho: Muca, Saci e La Luna; Doro, Hugo e Oscar; Geraldinho, Hélio, Amarelinho, Angelo e Gaucho.
Continue reading »

 

No Torneio Início realizado no dia 1° de março de 1942, o ex-Savoia enfrentou o Clube Atlético Paranaense e Coritiba FC com o nome de Avaí (nome que não vingou e logo depois da competição, passou a se chamar Esporte Clube Brasil). O Avaí jogou o Torneio Início de 1942 da seguinte forma: Laio; Tade e Ieiê; Militão, Mário e Mendes; Bolinha, Tute, Servilho, Ivan e Dudu.

Segundo o pesquisador Willian Sanfelice Bohlen, no Estatuto constavam alguns dados que deu a ideia de como seria o escudo do Avaí Futebol Clube.

1°. Substituição do nome do clube por outro que a assembleia
Geral aprovar;


2°. Oficialização da nova bandeira, escudo, sem alteração
das cores verde, branco e vermelho;


3°. Reforma dos estatutos no que se refere a troca de nome já mencionada.

Foi definido então o nome Avaí e a permanência das cores italianas do Savóia no novo clube, que teve uma vida efêmera.

FONTES: Willian Sanfelice Bohlen – Correio do Paraná

 

 

O Maringá Futebol Clube foi  uma agremiação fundada em 10 de maio de 1995 na cidade de Maringá. Isso mesmo, foi, pois esse Maringá F.C. não é o atual Maringá F.C. . A equipe possuía sua sede na Rua Joubert de Carvalho 373, no centro da cidade. mandava seus jogos no Estádio Regional Willie Davids com capacidade para 21.600 pessoas.

O tricolor maringaense nasceu forte. No mesmo ano de fundação o Lobo (mascote da equipe) disputa a 2ª divisão paranaense e sagra-se campeã. Nos anos de 1996,97 e 98 disputa a 1ª divisão, contudo na sua ultima temporada faz péssima campanha e acaba rebaixada a 2ª divisão de 1999, contudo a equipe se licencia e não volta mais aos gramados paranaenses.

Acima a mascote (lobo) na apresentação da equipe em 1995; abaixo outro modelo de escudos.

Fontes:

- Arquivos Pessoais
- https://maringamaringa.wordpress.com/2014/01/14/maringa-futebol-clube-de-novo/
- Placar 1127-A 
- Livro “A História do Futebol Profissional de Maringá” – Reginaldo Vieira; Ortílio C. Vieira (2005)
- Desenho do escudo e uniforme de Sergio Mello.
 

O Mixto Futebol Clube foi uma agremiação do município de Cambé, cidade do norte do Estado do Paraná. A equipe foi fundada em 1974 e por muito tempo participou das competições amadoras da região. Tinha sua sede na Rua São Judas Tadeu S/N, Vila Santa Izabel. Mandava seus jogos no Estádio Municipal José Gaberlini (Estádio da Curva).

Em 1990 a Federação Paranaense de Futebol fez uma grande abertura para novas equipes se profissionalizarem e aproveitando-se disso o Mixto fez sua única aparição em competições profissionais. Sendo assim o time participou da 2ª Divisão daquele ano, sendo eliminadado na segunda fase. Após esse insucesso a equipe desapareceu.

Agradeço ao Jornalista/Locutor Esportivo Mauro Segura por disponibilizar a camisa da equipe para fotos e ao nosso amigo Virgínio Saldanha pelo desenho do escudo e o Grande Sergio Mello pelo desenho do escudo e uniforme.

Fontes:

- Arquivos pessoais;
- Mauro Segura; 
- Jornais Folha de Londrina de 1990.
 

15.06.1952

CORITIBA

2-1

JUVEVÊ

29.06.1952

CORITIBA

4-0

JACAREZINHO

06.07.1952

CORITIBA

2-1

MONTE ALEGRE

20.07.1952

CORITIBA

6-3

BLOCO MORGENAU

27.07.1952

CORITIBA

0-3

ATLÉTICO

10.08.1952

CORITIBA

3-2

JUVENTUS

17.08.1952

CORITIBA

3-1

ÁGUA VERDE

31.08.1952

CORITIBA

2-2

CAMBARAENSE

07.09.1952

CORITIBA

3-2

FERROVIÁRIO

25.10.1952

CORITIBA

3-4

BLOCO MORGENAU

15.11.1952

CORITIBA

13-0

MONTE ALEGRE

06.12.1952

CORITIBA

2-0

ÁGUA VERDE

20.12.1952

CORITIBA

5-1

CAMBARAENSE

03.01.1953

CORITIBA

6-1

JACAREZINHO

17.01.1953

CORITIBA

2-1

ATLÉTICO

07.02.1953

CORITIBA

2-1

JUVENTUS

28.02.1953

CORITIBA

2-0

JUVEVÊ

14.03.1953

CORITIBA

3-0

FERROVIÁRIO
 

15.06.1952

ÁGUA VERDE

3-1

FERROVIÁRIO

22.06.1952

ÁGUA VERDE

12-1

BRITÂNIA

06.07.1952

ÁGUA VERDE

1-1

CORITIBA

13.07.1952

ÁGUA VERDE

5-2

JUVEVÊ

27.07.1952

ÁGUA VERDE

3-1

BLOCO MORGENAU

03.08.1952

ÁGUA VERDE

4-2

JUVENTUS

17.08.1952

ÁGUA VERDE

4-1

ATLÉTICO

24.08.1952

ÁGUA VERDE

3-1

PALESTRA ITÁLIA

01.11.1952

ÁGUA VERDE

1-0

JUVEVÊ

16.11.1952

ÁGUA VERDE

7-2

JUVENTUS

06.12.1952

ÁGUA VERDE

4-2

CORITIBA

21.12.1952

ÁGUA VERDE

W0-0

ATLÉTICO

10.01.1953

ÁGUA VERDE

14-2

BRITÂNIA

24.01.1953

ÁGUA VERDE

8-1

PALESTRA ITÁLIA

22.02.1953

ÁGUA VERDE

4-3

FERROVIÁRIO

07.03.1953

ÁGUA VERDE

11-0

BLOCO MORGENAU
 

Britânia Sport Club (Curitiba-PR) - 1960

 

Apresento o escudo do São Bernardo Futebol Clube, fundado em 4 de junho de 1946 em União da Vitória (PR).
Partiam da fábrica para o Estádio de futebol. Essa era a rotina de uma comunidade de operários da Industria Bernardo Stam e cuja paixão era o São Bernardo FC o Clube de futebol que surgiu dentro da fábrica com o patrocinio do industrial, os próprios operários faziam a manutenção do estádio que recebeu o nome de seu patrono Estádio Bernardo Stam. Que por circunstâncias do terreno foi apelidado de Lagoa Preta, sendo assim o clube era chamado de São Bernardo o Jacaré da Lagoa Preta.
Fonte: http://saobernardofc.blogspot.com/

 

Esse é o escudo do União Esporte Clube de União da Vitória (PR), utilizado na década de 1960 quando o clube disputava a Liga Esportiva Regional Iguaçu (Leri), sendo campeão em 1964.
Fonte: vvale.com.br

 

Apresento um trabalho pesquisado pelo amigo paranaense e torcedor ferrenho do Paraná Clube, Willian Sanfelice Bohlen. Trata-se do 1º escudo do Clube Atlético Ferroviário foi uma agremiação da cidade de Curitiba (PR). Fundado no dia 12 de Janeiro de 1930, deu-se a cisão no Britânia Sport Club e, na residência do ferroviário Ludovico Brandalise.

Fonte: Willian Sanfelice Bohlen

 

Participaram as equipes desclassificadas do 3ª turno do Campeonato Paranaense de 1955.

1ª TURNO

18.02.1956

ÁGUA VERDE

4-1

BLOCO MORGENAU

19.02.1956

PALESTRA ITÁLIA

3-1

BRITÂNIA

25.02.1956

ÁGUA VERDE

2-1

BRITÂNIA

26.02.1956

BLOCO MORGENAU

3-1

PALESTRA ITÁLIA

03.03.1956

BRITÂNIA

4-3

BLOCO MORGENAU

11.03.1956

ÁGUA VERDE

3-2

PALESTRA ITÁLIA

2ª TURNO

17.03.1956

BLOCO MORGENAU

3-2

ÁGUA VERDE

18.03.1956

BRITÂNIA

5-2

PALESTRA ITÁLIA

25.03.1956

ÁGUA VERDE

4-0

BRITÂNIA

24.03.1956

PALESTRA ITÁLIA

2-1

BLOCO MORGENAU

31.03.1956

BRITÂNIA

4-3

BLOCO MORGENAU

01.04.1956

ÁGUA VERDE

2-0

PALESTRA ITÁLIA

CAMPEÃO – ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE (CURITIBA – PR)

 

TORNEIO DE ENCERRAMENTO
DATA – 26 DE FEVEREIRO DE 1956
LOCAL – PARANAGUÁ – PR

1ª JOGO

ELITE

1-0

PARANAGUÁ

2ª JOGO

UNIVERSAL

1-0

SELETO

3ª JOGO

RIO BRANCO

1-0

ELITE

FINAL

RIO BRANCO

2-0

UNIVERSAL

CAMPEÃO – RIO BRANCO SPORT CLUB (PARANAGUÁ – PR)

 
C ATLÉTICO P (CURITIBA-PR)

5

SEF JUNAK (CURITIBA-PR)

0

Data: 13 de junho de 1937 Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba – PR
Juiz: Pedro Nascimento Caráter: Campeonato Paranaense – 1937
Preliminar: Atlético 4-2 Junak (Aspirantes)
Gols: Cecato (2), Cecatinho (2) e Bento
Atlético(PR): Caju; Zanetti e Gilberto; Miro, Bibe e Bortoloti; Naná, Didi (Raul), Bento, Cecacto e Cecatinho.
Junak(PR): Tico; Greca e Toni; Emilio, Yane e cabo; Alemão (Malasco), Tadique, Cajo, Padeiro e Dadula.

 

Clube Atlético Paranaense (Curitiba-PR) - 1937


 

FESTIVAL BENEFICENTE – 1953

DATA: 12 DE ABRIL DE 1953
LOCAL: ESTÁDIO DURIVAL DE BRITO, EM CURITIBA – PR 

PALESTRA ITÁLIA FC (CURITIBA-PR)

3

EC ÁGUA VERDE (CURITIBA-PR)

3

 

CA FERROVIÁRIO (CURITIBA-PR)

1

C ATLÉTICO P (CURITIBA-PR)

1

 

O Esporte Clube Recreativo Ferroviário é um clube de futebol da cidade de Jaguariaíva, no Estado do Paraná. Foi fundado em 1º de março de 1939. Manda seus jogos no estádio Francisco Cyrilo da Costa. Tem as cores preto e branco.

O Ferroviário disputou o Campeonato Paranaense da Terceira Divisão em 1999 obtendo o vice-campeonato ao perder a final para a equipe do Telêmaco Borba. Garantindo participação assim na série A-2 de 2000, onde não foi bem sendo eliminado na primeira fase.

 

O Guarany Futebol Clube foi uma agremiação da cidade de Cambé, que fica norte do Estado Paraná, localizada a 20 km de Londrina e 410 km da capital Curitiba. A equipe alvianil surgiu no ano de 1942, por remanescentes da antiga União Operária Futebol Clube.

O time alvivanil representou a cidade por muitos anos até o surgimento do Cambe Atlético Clube em 1956. Além disso, também participou dos campeonatos Norte Paranaense amador de 1949 e 1950; Torneio da Amizade 1957 (Campeonato precursor do campeonato Norte Paranaense de profissionais). Por muitos anos foi filiado a Liga de Futebol de Londrina (LFL).

 

Fontes: livro “cambe: repensando sua historia” 1992 – Prefeitura Municipal de Cambe

 

União Operária Futebol Clube foi uma agremiação da cidade de Cambé (PR). A equipe Tricolor (nas cores preta, vermelha e branco) foi Fundada em 1936. Esta equipe representava Nova Dantzig (nome da localidade na época) pelas cidades vizinhas que vinham surgindo no norte do Paraná. A cada fim de semana o lá ia a equipe tricolor pelas estradas que cortavam a mata fechada para o lazer de seus habitantes.

Tragédia decretou o fim do União Operária

Foi exatamente numa dessa viagem que ocorreu uma tragédia que determinaria a extinção da agremiação. No dia 03 de novembro de 1940, o União Operária tinha uma partida marcada na cidade Cornélio Procópio, localizada a75 km de distancia.

Na época o trajeto era complicadíssimo e no caminho havia a necessidade de atravessar o Rio Tibagi de canoa. Uma dessas canoas com nove pessoas a bordo virou levando seis integrantes acabaram morrendo. O futebol somente voltaria a fazer parte da vida social dos habitantes dois anos depois, quando remanescentes da União Operária resolveram formar o Guarany Futebol Clube.

 

Fontes: livro “cambe: repensando sua historia” 1992 – Prefeitura Municipal de Cambe

 

O J.A.P. (Juventude Atlética Palmeirense) é uma agremiação do Município de Palmeira (32.125 habitantes, segundo Censo IBGE/2010), localizado a 70 km da capital paranaense. A equipe alvianil foi Fundado no dia 15 de Novembro de 1945, e a sua Sede fica na Rua Santos Dumont, 466 – Centro de Palmeira.

O JAP participou da II Taça Paraná de Futebol Amador de 1965. A equipe ficou no Grupo I: Araucária Futebol Clube (Araucária); Clube Atlético Batel (Antonina); Esperança Futebol Clube (São José dos Pinhais); Juventude Atlética Palmeirense (Palmeira); Ponta Grossa Futebol Clube (Ponta Grossa); Clube Atlético Seleto (Paranaguá) e Trieste Futebol Clube (Curitiba).

 

 

Fontes e Fotos: Blogspot JAP Palmeirense – Rsssf Brasil – Google Maps

 

O DER de Futebol Regatas foi uma agremiação da cidade de Campo Mourão (PR). Fundado no dia 29 de Agosto de 1965, o clube participou da Taça Paraná de 1966. O DER possui quatro título do Campeonato Citadino de Campo Mourão: 1966, 1967, 1968 e 1973. Abaixo a foto do time rubro-negro posado de 1966 e a segunda da década de 70.

 

Fontes e Fotos: Rsssf Brasil – Shopaga ‘Baú do Luizinho’ – Site Metropolerevista

 

Amigos, pesquisando informações sobre a Taça Paraná (torneio paranaense, que envolveu clubes amadores e profissionais). A RSSSF registra algumas dessas edições, a partir da década de 1960. As tabelas se encontram aqui. Peço aos amigos que fiquem a vontade para redesenhar escudos e uniformes!

1) América de Ponta Grossa

Fonte: http://escolinhaclubeamerica.blogspot.com.br/

2) Telefônica Esporte Clube de Maringá

Fonte: http://www.jornaldelondrina.com.br/mundo/conteudo.phtml?id=1177838

 

3) XV de Novembro de Colombo, que também participou da terceirona paranaense em 1995

Fonte: http://www.xvdenovembropr.com.br/?act=ver&id=1305

4) São Geraldo de Santo Antônio da Platina

Fonte: http://douradoonline.no.comunidades.net/

 

5) Juventude Atlética de Palmeira

Fonte: http://jappalmeirense.blogspot.com.br/

6) DER de Campo Mourão

Fonte: http://metropolerevista.com.br/esporte-e-aventura/panela-amizade-diversao-e-futebol/24882

7) Guarany de Cambé

Fonte: http://mazzio43.zip.net/ (nessa página há outro modelo de escudo do Guarany, e do Clube Atlético de Cambé)

Outros: Este link mostra a história do Nova Londrina, clube da cidade homônima, que não há confirmação se participou do torneio, mas recomendo a visita, pois há bastante fotos do clube e de outros da mesma cidade:

http://olhodolimao.blogspot.com.br/2009/10/nova-londrina-esporte-clube-fundado-em.html

 

Charles Miller sempre é lembrado como o introdutor do futebol do Brasil. Ainda que ele não tenha sido o pioneiro a bater a sua bolinha por aqui, ele merece todas as considerações. Afinal, ao trazer a bola e as regras da Inglaterra, o paulistano ajudou a institucionalizar o esporte. Porém, chamar o homem de longos bigodes “apenas” de pai do futebol brasileiro é desconsiderar toda a sua caminhada. Miller era muito, mas muito mais do que isso. Ele também se consagrou como o primeiro craque e o primeiro artilheiro do Brasil, assim como também foi decisivo para criar o primeiro time e o primeiro campeonato.

Nos parágrafos abaixo mostram pontos históricos para o desenvolvimento do futebol brasileiro. Além de locais de jogo, também estão destacados os primeiros clubes que fizeram a história do futebol no país.

SÃO PAULO
Associação Atlética Ponte Preta (Campinas-SP)
O segundo clube mais antigo ainda em atividade e o primeiro de maneira ininterrupta, a Ponte Preta surgiu em 1900. Também foi um dos primeiros times brasileiros a escalar jogadores negros.

Colégio São Luís (Itú-SP)
No prédio onde hoje funciona um quartel do exército, existia o Colégio São Luís. O local é considerado um dos primeiros a trazer o futebol para o Brasil, ainda na década de 1880. O esporte ganhou os seus principais traços no local em 1887.

Parque Antarctica (São Paulo-SP)
O atual terreno do Allianz Parque recebeu a primeira partida oficial da história do futebol brasileiro. Mandante no campo da Companhia Antarctica Paulista, o Germânia foi derrotado pelo Mackenzie, na rodada inicial do Paulistão de 1902.

Associação Atlética das Palmeiras (São Paulo-SP)
O Estádio da Floresta era um dos principais no início do futebol paulista. Era a casa inicial da A. A. das Palmeiras, que daria origem ao São Paulo da Floresta. Atualmente, o antigo estádio pertence ao Clube de Regatas Tietê.

Chácara Dulley (São Paulo-SP)
Antes do início do Campeonato Paulista, o campo era o principal palco de jogos de futebol no país. No local eram realizados os treinamentos do São Paulo Athletic Club, sob a batuta de Charles Miller. Atualmente, no terreno funciona a Fatec da Avenida Tiradentes, no bairro do Bom Retiro.

Sport Club Internacional (São Paulo-SP)
Formado em 1899 por dissidentes do Germânia, que não concordavam com as referências alemãs diante da presença de outros imigrantes no clube. Disputou a primeira edição do Paulista, ao lado de SPAC, Germânia, Mackenzie e Paulistano.

Várzea do Carmo (São Paulo-SP)
O local da primeira partida da história do futebol brasileiro, em 14 de abril de 1895. Atualmente, o local às margens do rio Tamanduateí é ocupado por prédios comerciais do bairro do Brás.

Associação Atlética Mackenzie College (São Paulo-SP)
Os universitários do Mackenzie fundaram o primeiro clube brasileiro para a prática do futebol, em 1898. Entre os pioneiros estava Belfort Duarte, jogador histórico e também líder do America-RJ. A equipe encerrou suas atividades em 1923.

Estádio do Velódromo (São Paulo-SP)
Onde hoje passa a rua Nestor Pestana ficava o Estádio do Velódromo, considerado o primeiro do Brasil. Inaugurado em 1892 para o ciclismo, foi adaptado ao futebol em 1901 e tinha capacidade para 5 mil espectadores.

São Paulo Athletic Club (São Paulo-SP)
O primeiro clube a jogar futebol no Brasil. Fundado em 1888, principalmente para a prática de críquete, era a equipe de Charles Miller e venceu as três primeiras edições do Campeonato Paulista. Seus treinos e primeiros amistosos eram realizados na Chácara Dulley, no Bom Retiro. Atualmente, segue em atividades amadoras poliesportivas.

Club Athletico Paulistano (São Paulo-SP)
Fundado em 1900, tornou-se o maior campeão paulista durante o amadorismo, superado pelo Corinthians apenas em 1939. Com a camisa da equipe que Friedenreich viveu os seus melhores momentos.

Sport Club Germânia (São Paulo-SP)
O atual Esporte Clube Pinheiros  surgiu em 1899 e é o segundo clube fundado para a prática de futebol, a partir dos esforços de Hans Nobling – que atuava em um clube homônimo na Alemanha. Naquele mesmo ano, desafiou o Mackenzie para a primeira partida entre clubes da história do país, um empate por 0 a 0.

Campo da Vila de Paranapiacaba (Ribeirão Pires-SP)
No caminho da estrada de ferro que ligava São Paulo ao porto de Santos, o campo é considerado o mais antigo do Brasil, surgido em 1894.

Americano Sport Club (Santos-SP)
Fundado em 1903, se tornou um dos primeiros times de fora da capital a disputar o Paulista, em 1907, ao lado do conterrâneo Internacional. O clube de Santos acabaria se mudando a São Paulo na década seguinte. Foi o primeiro brasileiro a vencer um time estrangeiro, em 1911, e o primeiro a excursionar pelo exterior, em 1913.

RIO DE JANEIRO
Fábrica Bangu (Bangu-RJ)
Local onde o escocês Thomas Donohoe bateu bola com os funcionários da Fábrica Bangu em 1894. A empresa também deu origem ao Bangu Atlético Clube, em 1904, sétimo clube mais antigo do país ainda em atividade e um dos primeiros clubes brasileiros a aceitar negros.

Rio Cricket Associação Atlética (Niterói-RJ)
A filial de Niterói do Rio Cricket carioca se tornou uma dissidência da matriz e, em 1901, disputou em sua sede aquela que é considerada a primeira partida da história do futebol carioca. Também contou com a participação de Oscar Cox.

Marina da Glória (Rio de Janeiro-RJ)
No terreno onde hoje funciona o Hotel Glória, aconteceu aquele que é considerado um dos primeiros bate-bolas relatados no Brasil, em 1874. Marinheiros ingleses realizaram a pelada no local, mas levaram a bola consigo.

Rua Paissandu (Rua Paissandu)
Em frente à residência real de Princesa Isabel, os tripulantes do navio Crimeia realizaram uma pelada em 1874. O mesmo endereço abrigou o primeiro estádio do Flamengo, a partir de 1915.

Fluminense Football Club (Rio de Janeiro-RJ)
Em 1902, Oscar Cox também ajudou a fundar o Fluminense, primeiro “clube de futebol” do Brasil a registrar suas atividades no nome. Também o primeiro dos 12 grandes a praticar a modalidade (Flamengo e Vasco já existiam, mas apenas como clubes de regatas). O Estádio das Laranjeiras abrigou o primeiro jogo da Seleção.

Botafogo de Futebol e Regatas (Rio de Janeiro-RJ)
O Botafogo é o oitavo clube de futebol mais antigo do país ainda em atividade, iniciando o seu time de futebol em 1904. Logo criou o clássico mais antigo em disputa, contra o Fluminense. O Estádio de General Severiano abrigou jogos dos combinados que originariam a seleção brasileira.

Paissandú Atlético Clube (Rio de Janeiro)
Fundado em 1872, o antigo Rio Cricket foi o primeiro clube a praticar o futebol no Rio de Janeiro. O principal pioneiro do esporte na capital foi Oscar Cox, filho de ingleses que estudou na Suíça e introduziu efetivamente as regras. Antes de sua chegada, alguns amistosos entre imigrantes já eram realizados no clube.

PARANÁ
Foot-ball Club Ponta-Grossense (Ponta Grossa-PR)
No campo próximo ao cemitério municipal de Ponta Grossa se disputou o primeiro jogo do futebol paranaense, em 1909 – desde o início da década, há registros de “bate-bolas” em Curitiba. O clube local recebeu o embrião Coritiba e venceu por 1 a 0, gol de Charles Wright, considerado o introdutor do futebol no estado.

Coritiba Foot-ball Club (Curitiba-PR)
Após o amistoso em Ponta Grossa, os curitibanos que participaram da partida resolveram criar o paranaense mais antigo ainda em atividade e o primeiro da capital. Em outubro de 1909, um grupo de descendentes de alemães fundou o Coritiba.

SANTA CATARINA
Gymnasio Santa Catharina (Florianópolis-SC)
A introdução do futebol em Santa Catarina se deu a partir do colégio, em 1906. O local permaneceu como único centro que praticava a modalidade no estado até 1911.

Brazilian Foot-Ball Club (Florianópolis-SC)
Em junho de 1911, o primeiro clube de futebol catarinense além do ginásio: o Brazilian. Nos meses seguintes, também nasceram o Barriga Verde Foot Ball Club e o Clube Sportivo Florianópolis, na capital, além do Itajahyense Football Clube, em Itajaí. Time mais antigo do estado na ativa, o Hercilio Luz foi criado em 1918.

RIO GRANDE DO SUL
Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (Porto Alegre-RS)
Após uma série de amistosos do Rio Grande em Porto Alegre, em 1903, surgiu o clube mais antigo de Porto Alegre ainda em atividade. No mesmo dia, também foi fundado o Fussball Club Porto Alegre, já extinto. O Tricolor é o sexto time mais antigo do país que segue na ativa.

Sport Club Rio Grande (Rio Grande-RS)
O clube mais antigo do Brasil em atividade (mas não de maneira contínua) surgiu em 19 de julho de 1900, na cidade de Rio Grande. Reuniu brasileiros, alemães e ingleses, sob a liderança de Johannes Minnemann.

Esporte Clube 14 de Julho (Santana do Livramento-RS)
A influência uruguaia permitiu que o 14 de Julho se tornasse o segundo clube gaúcho (e quarto no Brasil) ainda em atividade a disputar a sua primeira partida de futebol, em 1902.

Uruguaiana (Uruguaiana-RS)
A cidade fronteiriça, assim como Santana do Livramento, possui indícios de partidas de futebol desde o início da década de 1890. Os eventos ocorreram sob influência de uruguaios e argentinos, já iniciados no esporte.

MINAS GERAIS
Sport Club Foot-Ball (Belo Horizonte-MG)
O primeiro clube de futebol de Minas Gerais surgiu em 1904, fundado por Victor Serpa. Os estudantes que formavam a equipe também ajudaram a realizar a primeira edição do Campeonato de Belo Horizonte. Foi o primeiro adversário do Atlético Mineiro, em 1908.

Clube Atlético Mineiro (Belo Horizonte-MG)
Fundado por um grupo de estudantes e de proletários, o Atlético é o clube mineiro mais antigo em atividade. Surgiu em 1908, mas só entrou em campo pela primeira vez no ano seguinte.

Villa Nova Atlético Clube (Nova Lima-MG)
Segundo clube mais antigo de Minas Gerais ainda em atividade, logo depois do Atlético Mineiro, compensou sendo o primeiro a entrar em campo, em 1908. Teve sua origem entre mineradores e operários ingleses.

ESPÍRITO SANTO
Vitória Futebol Clube (Vitória-ES)
Inspirados pelo Fluminense, um grupo de estudantes capixabas que voltou de férias à Vitória criou o primeiro time de futebol do Espírito Santo. O clube, no entanto, não tinha sede e se constituía a partir da iniciativa de seus membros.

BAHIA
Sport Club Bahiano (Salvador-BA)
No antigo Campo da Pólvora, aconteceu o primeiro jogo da história do futebol baiano, organizado por Zuza Ferreira. Já em 1903, funcionários do comércio fundaram o Sport Club Bahiano, participante da primeira edição do estadual, dois anos depois.

Sport Club Victória (Salvador-BA)
O Vitória surgiu como um clube de críquete em 1899, iniciando suas atividades no futebol apenas dois anos depois. Assim, segue como o time de futebol mais antigo do Nordeste e o terceiro do Brasil que mantém-se atuante.

SERGIPE
Sport Club Lux (Aracajú-SE)
Os primeiros relatos de jogos de futebol em Aracaju datam de 1907. Dois anos depois, um grupo de estudantes criou o Sport Club Lux, depois renomeado para Club de Football Sergipano, equipe pioneira no estado.

ALAGOAS
Sport Club Penedense (Penedo-AL)
O futebol já tinha surgido de maneira esporádica em Maceió, mas o primeiro clube perene de Alagoas é o Penedense. A equipe surgiu em 1909, um ano depois do extinto Alagoano Football Club, da capital.

PERNAMBUCO
Sport Club do Recife (Recife-PE)
O Sport segue como o clube mais antigo de Pernambuco ainda em atividade, disputando o seu primeiro jogo em 1905. Os primeiros relatos do esporte no estado vêm de 1903, em peladas realizadas por imigrantes ingleses que viviam em Recife. Embora tenha sido fundado em 1901, o Náutico só iniciou o futebol oito anos depois.

PARAÍBA
Club de Foot Ball Parahyba (João Pessoa-PB)
Os primeiros registros do futebol na Paraíba vêm de 1908, quando estudantes trouxeram a bola e as regras do Rio de Janeiro. A iniciativa impulsionou a criação do Parahyba, presente na primeira partida do estado.

RIO GRANDE DO NORTE
Sport Club Natalense (Natal-RN)
A primeira bola de futebol chegou em Natal pelas mãos de dois irmãos que estudavam na Inglaterra. A partir disso, o Natalense surgiu em 1904. A maior organização do futebol portiguar, contudo, se deu em 1915, ano de fundação do ABC, do Alecrim e do América.

CEARÁ
Football Club (Fortaleza-CE)
Há divergências sobre as origens do futebol cearense, entre a passagem de um clube inglês em 1903 e a chegada da primeira bola, com José Silveira, no ano seguinte. No primeiro dia de 1904, no entanto, apareceu o primeiro time de futebol do Ceará, o Football Club.

PIAUÍ
Parnahyba Sport Club (Parnaíba-PI)
Clube mais antigo do Piauí que segue em atividade, o Parnahyba foi criado em 1913. Inspirado nos estádios ingleses, o Estádio Petrônio Portela foi inaugurado em 1920 e era conhecido como Casa Inglesa.

MARANHÃO
Fabril Athletic Club (São Luis-MA)
Nhozinho Santos, que hoje dá nome um dos principais estádios do Maranhão, levou o futebol ao estado em 1905. Após estudar na Inglaterra, trouxe a novidade aos funcionários da fábrica têxtil onde trabalhava. Assim, criou-se o Fabril, que disputou o primeiro jogo em 1907.

PARÁ
Largo de Nazaré (Belém-PA)
O local no centro de Belém tem seus relatos de bate-bolas em 1890, antes mesmo da chegada de Charles Miller. Os rachões eram organizados por imigrantes ingleses que viviam na capital paraense.

AMAZONAS

Na ilustração: Disputa entre Brazil e Racing Club

Racing Club (Manaus-AM)
Fundado em 1906, o Racing foi idealizado por José Conduru Pacheco, maranhense que teve contato com o futebol em Manaus. Meses depois surgiu o Manáos Sport Club, criado por ingleses e principal rival do Racing.

ACRE
Xapury Sport Club (Xarupi-AC)
Os primeiros registros de futebol no Acre vêm de 1912, na cidade de Xapuri. Por lá, surgiram os dois primeiros clubes, o Xapury Sport Club e o Commercial Football Club, em 1915. Quatro anos depois, a capital Rio Branco teria as suas equipes pioneiras – o Acreano e o Rio Branco.

MATO GROSSO
Cuiabá Futebol Clube (Cuiabá-MT)
O futebol se iniciou no antigo estado de Mato Grosso em 1905. Entre 1911 e 1915, surgiram as equipes pioneiras da região: Americano, Paulistano, Royal, Internacional e Cuiabá Futebol Clube. O primeiro jogo, no terreno que hoje abriga a Câmara Municipal de Cuiabá, em 1913, com vitória do Cuiabá sobre o Internacional.

GOIÁS
Goyaz Football Club (Goiânia-GO)
As primeiras notícias do futebol em Goiás surgem em 1907, a partir da iniciativa de estudantes. Dois anos depois, fundou-se a primeira equipe da história do estado: o Goyaz Football Club. Além disso, o esporte também se desenvolvia em colégios de cidades do interior, como Catalão.

FONTE: O nascimento do futebol brasileiro em Itu (SP)
Futebol Nacional
Endereços desconhecidos em São Paulo guardam a história do futebol brasileiro
ESTADUAIS 2014 – SÃO PAULO – TODOS OS CAMPEÕES
Um passeio pelas origens do futebol brasileiro no aniversário de São Paulo
Documentário – Estádios Extintos
(SPAC) O CLUBE DOS INGLESES “120 anos de tradição”
Craque, artilheiro, técnico, cartola: Charles Miller não foi só o “pai do futebol no Brasil”
Serra do Mar: Paranapiacaba e Estrada Velha de Santos – Perguntas e Respostas
Fotos antigas do Rio de Janeiro
Parque Municipal: Berço do futebol mineiro
CAMPO DO COLÉGIO CATARINENSE – 100 ANOS

 

O Antonina Futebol Clube foi uma agremiação do Município de Antonina (PR). Fundado em 1970, foi uma equipe mediana no Campeonato Citadino de Antonina. Contudo, em 1975, o Antonina surpreendeu e faturou o inédito título. Com aquela velha receita para se tornar um campeão, isto é, mesclar a experiência de um lado com a juventude de outro, o Antonina Futebol Clube surpreendeu e conquistou o título do Campeonato Amador de Antonina no ano de 1975.

A união de jogadores experientes como Leonel Pixote, Herbert, Sabico e Tico com a juventude de bons jogadores como Batatinha e Mário Braune fez com que o Antonina torna-se imbatível naquele ano. Este foi o único título conquistado pelo Antonina no Amador de nossa cidade, que teve participação destacada também em outras edições em especial na década de 70.

Abaixo uma das formações dessa forte equipe campeã de 1975, destaque na foto para a participação do eterno massagista Benedito.

Fonte: Blog Marcos Porvinha

 

O Ypiranga Football Club foi uma agremiação do Município de Antonina (PR). O clube foi Fundado no dia 04 de Abril de 1934, alcançou os seus maiores feitos quatro anos depois. O Ypiranga quebrou a hegemonia do Matarazzo (vinha de um tricampeonato: 1935-36-37), conquistando o título do Campeonato Citadino de 1938.

Participaram desta edição: Matarazzo, Ypiranga, Atlético Antoninense, A.A. 29 de Maio, Operário de Morretes e Cruzeiro de Morretes. Portanto, com o título, o Ypiranga representou a cidade de Antonina na fase final do Campeonato Paranaense do ano de 1938.

Decisão

O CA Ferroviário (campeão da Capital) disputou o título estadual com o Rio Branco SC (Liga de Paranaguá), Ypiranga (Liga de Antonina); Operário Ferroviário (Liga de Ponta Grossa); Guarani (Liga de Jacarezinho).

Time do Ypiranga de 1938

YPIRANGA BI-CAMPEÃO AMADOR EM 1939

Após conquistar o título em 1938, o Ypiranga voltou a ganhar o Campeonato Citadino de 1939, tornando-se Bicampeão. As equipes que participaram da competição de 1939: Matarazzo, Ypiranga, Atlético Antoninense, A.A. 29 de Maio, Operário de Morretes e Cruzeiro de Morretes. Consequentemente, foi novamente o representante da cidade de Antonina na fase final do Campeonato Paranaense do ano de 1939.

Decisão

O Coritiba FC (campeão da capital) conquistou o título Paranaense de 1939 ao vencer a fase estadual. Participaram: o Pinheiros da Liga dos Campos Gerais; o Rio Branco SC (Liga de Paranaguá), o Ypiranga  (Liga de Antonina) e o Pinheiral da Liga de Palmeira.

 

 Sede virou Câmara Municipal de Antonina

Apesar de há muitos anos nem o clube social e esportivo existirem, fica o registro de um tempo áureo não somente do futebol de Antonina, como da sociedade antoninense. Atualmente a sede social, se transformou-se na sede da Câmara Municipal de Antonina. O prédio foi adquirido com recursos municipais, dotação do Orçamento do Poder Legislativo – Câmara Municipal de Antonina, na década de 1990 (Gestão 1993-1996), do então Clube Ypiranga.

Anteriormente aqui abrigava as instalações de um Clube Social, denominado Ypiranga, do qual se guardou a referência para a denominação da Sede, preservando história e traço arquitetônico, e assim oficializado através da Lei Municipal nº 027 de 10 de novembro de 2006, Tendo o translado e inauguração transcorrido no dia 22 de dezembro de 2006 em Sessão Solene Especial na qual compareceram autoridades políticas, religiosas, civis e militares, representantes empresarias, instituições bancárias, segmentos do serviço público e privado da esfera municipal e estadual, entre outros como municípios do Estado do Paraná e do Estado de Santa Catarina.

A sede ostenta em seu hall, duas placas, uma em alusão a comemoração do bicentenário com a composição dos primeiros Camaristas 1797, e a composição da Câmara do ano de 1997, e a placa inaugural da Sede própria com a transcrição da participação do Governo Federal que por intermédio do Ministério do Turismo disponibilizou recursos financeiros, através da Caixa Econômica Federal para restauração do antigo Clube Ipiranga. Na placa inaugural confere-se a composição do Poder Legislativo e Executivo Gestão 2005-2008.

 

Fonte: Site do AA 29 de Maio

 

O Operário Futebol Clube é uma agremiação do Município de Morretes (PR). O clube foi Fundado no dia 13 de Abril de 1928, após uma reunião de amigos. A sua Sede localizada na Rua Marcos Malucelli, s/n, na Vila Operária, em Morretes.

Em sua trajetória, o ‘Clube Tricolor’ foi ganhando notoriedade não só nos campeonatos da Liga onde foi campeão inúmeras vezes, como também nas participações na magna competição da FPF, ou seja, a Taça Paraná. No Campeonato Citadino de Antonina, o Operário conquistou três títulos: 1945, 1950 e 1951.

O clássico da cidade Operário x Cruzeiro ficou famoso pela intensa rivalidade entre as duas equipes. Jogos memoráveis aconteceram. Atletas que se destacaram: Eduvaldo Zili, Gemano Araújo Scremin, Waldir Xavier, Romeu, Nelson Buião, Ari Guimarães, Luizinho, CelsoVieira, Dudico, Gegeco, Antoninho Pinto, Zé da Pinta, Rauuzinho, Coelho, Silva, Irineu, Reginaldo, Hélio Pereira (atual presidente), Jean Carlos, o internacional Ramirez, Assis, entre outros.

 

Fonte: http://www.parana-online.com.br/colunistas

 

O Clube Atlético Antoninense foi uma agremiação do Município de Antonina (PR). A equipe rubro-negra foi Fundado em 14 de julho de 1927 e entre os seus fundadores encontra-se José Tomaz do Nascimento, pai de Jackson Nascimento, ídolo e um dos maiores jogadores da história do Atlético Paranaense. Apesar de ter nascido em Paranaguá, Jackson começou a carreira em Antonina, jogando pelo Atlético Antoninense.

Um dos maiores feitos do Atlético Antoninense foi o de ter participado em 08 de fevereiro de 1942 das finais do Campeonato Paranaense da 1ª Divisão de 1941, juntamente com o vencedor Coritiba FC e a A.E. Jacarezinho. Naquele ano o regulamento da competição permitiu que os campeões das ligas (1º turno) disputassem o título (2º turno).

O time do litoral foi habilitado a participar da final porque ganhou a Liga de Antonina (onde o clube foi Bicampeão Citadino: 1941 e 1942), mas nas finais perdeu para o time Coritiba por 6 a 1, e acabou dando adeus ao sonhado título.

 

Campeonato Paranaense de Futebol Profissional – 1941

Início: 27 de Abril de 1941
Término: Novembro de 1941
 
Equipes participantes na capital
Coritiba FC, Atlético Paranaense, AC Ferroviário, Palestra Itália, Britânia SC, SEF Juventus, Savóia SC.
Artilheiro
Neno (Coritiba FC) com 19 gols.
Número de Jogos realizados: 40
Número e média de gols marcados: nos dois turnos do campeonato e nas duas partidas da final foram marcados 161 gols, média de 4,02 gols por partida.
Fórmula Fraga
Assim como no ano anterior, em 1941 as disputas na capital utilizaram a Fórmula Fraga.
Decisão
De 1929 a 1941, o título máximo do estadual era decidido entre o campeão da capital e os campeões de ligas do interior. No Paranaense de 1941, o Coritiba enfrentou o AE Jacarezinho e o Atlético Antoninense.
A decisão estadual aconteceu somente em fevereiro do ano seguinte e, depois de vencer Jacarezinho (10×2) e o Atlético Antoninense (6×1), o Coritiba sagrou-se campeão paranaense de 1941.
*
*

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

 

O Cruzeiro Sport Club é uma agremiação da cidade de Morretes (PR). A sua Sede fica localizada na Rua Trinta e Um de Outubro, 153, em Morretes. Fundado no dia 05 de Maio de 1914, manda os seus jogos no Estádio Sebastião Cavagnolli. A equipe participou por muitos anos no Campeonato Citadino de Antonina.

 

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Blogo do Cruzeiro SC – Wikipédia

 

O Sociedade Esportiva Guará é uma agremiação da cidade de Antonina (PR). A sua Sede fica localizada na Rua Mestre Adriano, Sala, no Centro de Antonina. Fundado no dia 03 de Dezembro de 1973, o nome do clube foi dado em homenagem ao pássaro Guará, encontrado principalmente no litoral do Estado do Paraná. A equipe é Octacampeão do Campeonato Citadino: 1983, 1984, 1985, 1986,1992, 2001, 2002 e 2003.

O primeiro título aconteceu uma década depois da sua fundação. Em 1983, se sagrou campeão do Campeonato Citadino. A partir daí só deu Guará. Chegando a Tetracampeonato, entre 1983 a 86. O Guará passou a ser um rival ferrenho na vida da A.A. 29 de Maio  e o Ceará EC, forças que dominaram o cenário na década de 70 e início da década de 80.

Nesse ano de 1983, o Guará montou uma forte e novata equipe, que demonstrava muita qualidade técnica, bem como muita raça quando necessário. No grupo de jogadores que formaram a base do time tetra campeão: Mauro Chinoco, Silvio Assunuma, Zoinho (goleiro), Maurício Pesudo, Jako, Durval, Barbada, Dede, Vitinho, Carlinhos Corvo, Éder e Totó.

Além do grupo de jogadores, compunham a diretoria e a comissão técnica: Canduca (atual prefeito de Antonina), Sandro Baronesa, Gorgó, Albertinho e Pelego (massagista). Depois de um tempo sem conquistar um título, o Guará voltou a levantar o caneco em 1992, em um Campeonato muito disputado, especialmente contra as equipes do 29 de Maio e do Batel.

Novamente, depois de um jejum de títulos em fins da década de 90, o Guará voltou a brilhar com uma nova geração que levantou o caneco de forma inquestionável nos anos de 2001, 2002 e 2003.

 

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

O Ceará Esporte Clube é uma agremiação da cidade de Antonina (PR). A sua Sede fica localizada no Bairro de Itapema, em Antonina. O Ceará é mais um clube seis vezes campeão do Campeonato Citadino: 1958, 1959, 1960, 1961, 1964 e 1969.

 

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

O Clube Atlético Batel é uma agremiação da cidade de Antonina (PR). Fundado no dia 16 de Julho de 1950, a sua Sede fica localizada na Avenida Thiago Peixoto, s/n – Bairro do Batel, em Antonina. O Batel é outro Hexa campeão do Campeonato Citadino: 1958, 1959, 1960, 1961, 1964 e 1969.

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

O Clube Atlético Estiva foi uma agremiação da cidade de Antonina (PR). A sua Sede fica localizada Praça Coronel Macedo, s/n, no Centro de Antonina.  O Estiva tem no currículo seis títulos no Campeonato Citadino: 1952, 1953, 1954, 1967, 1972 e 1973.

 

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

Campeões do  Campeonato Citadino, organizado pela Liga de Futebol de Antonina (LFA):

1929 - Associação Atlética 29 de Maio

1930 - Associação Atlética 29 de Maio

1931 - Pendente

1932 - Pendente

1933 - Matarazzo Futebol Clube

1934 - Matarazzo Futebol Clube

1935 - Matarazzo Futebol Clube

1936 - Matarazzo Futebol Clube

1937 - Matarazzo Futebol Clube

1938 - Ypiranga Football Club

1939 - Ypiranga Football Club

1940 - Associação Atlética 29 de Maio

1941 - Clube Atlético Antoninense

1942 - Clube Atlético Antoninense

1943 - Associação Atlética 29 de Maio

1944 - Pendente

1945 - Operário Futebol Clube

1946 - Associação Atlética 29 de Maio

1947 - Associação Atlética 29 de Maio

1948 - Matarazzo Futebol Clube

1949 - Associação Atlética 29 de Maio

1950 - Operário Futebol Clube

1951 - Operário Futebol Clube

1952 - Clube Atlético Estiva

1953 - Clube Atlético Estiva

1954 - Clube Atlético Estiva

1955 - Após o 1º tuno, uma briga entre os dirigentes, culminou com o cancelamento do Certame

1956 - Associação Atlética 29 de Maio

1957 - Associação Atlética 29 de Maio

1958 - Clube Atlético Batel

1959 - Clube Atlético Batel

1960 - Clube Atlético Batel

1961 - Clube Atlético Batel

1962 - XV de Novembro Sport Club

1963 - XV de Novembro Sport Club

1964 - Clube Atlético Batel

1965 - Associação Atlética 29 de Maio

1966 - Associação Atlética Matarazzo

1967 - Clube Atlético Estiva

1968 - Associação Atlética Matarazzo

1969 - Clube Atlético Batel

1970 - XV de Novembro Sport Club

1971 - Associação Atlética 29 de Maio

1972 - Clube Atlético Estiva

1973 - Clube Atlético Estiva

1974 - Ceará Esporte Clube

1975 - Antonina Futebol Clube

1976 - Ceará Esporte Clube

1977 - Ceará Esporte Clube

1978 - Pendente

1979 - Associação Atlética 29 de Maio

1980 - Não teve competição

1981 - Associação Atlética 29 de Maio

1982 - Ceará Esporte Clube

1983 - Sociedade Esportiva  Guará

1984 - Sociedade Esportiva  Guará

1985 - Sociedade Esportiva  Guará

1986 - Sociedade Esportiva  Guará

1987 - Ceará Esporte Clube

1988 - Ceará Esporte Clube

1989 - Pendente

1990 - Pendente

1991 - Associação Atlética 29 de Maio

1992 - Sociedade Esportiva  Guará

1993 - Associação Atlética 29 de Maio

1994 - Clube Recreativo Vasco Antoninense

1995 - Juventus Futebol Clube

1996 - Associação Atlética Caixa D’Água

1997 - Pendente

1998 - Pendente

1999 - Pendente

2000 - Pendente

2001 - Sociedade Esportiva  Guará

2002 - Sociedade Esportiva  Guará

2003 - Sociedade Esportiva  Guará

 

NÚMEROS DE TÍTULOS

Associação Atlética 29 de Maio   15

S.E. Guará                                       08

Ceará Esporte Clube                     06

Clube Atlético Estiva                      06

Matarazzo Futebol Clube              06

Clube Atlético Batel                         06

Operário Futebol Clube                 03

XV de Novembro SC                      03

Associação Atlética Matarazzo    02

Clube Atlético Antoninense         02

Ypiranga Football Club                 02

Antonina Futebol Clube               01

Vasco Antoninense                       01

Juventus Futebol Clube               01

Caixa D’Água                                  01

Fontes:  Blog Marcus Porvinhas – AA 29 de Maio – Wikipédia

 

FESTIVAL ESPORTIVO – 1953

DATA: 15 DE AGOSTO DE 1953
LOCAL: ESTÁDIO ORESTES THÁ, EM CURITIBA / PR
RENDA: CR$ 22.785,00

1º JOGO

C.A. SELETO (PARANAGUÁ)

3-1

CAXIAS F.C. (PONTA GROSSA)

2º JOGO

C.A. FERROVIÁRIO (CURITIBA)

3-2

E.C. ÁGUA VERDE (CURITIBA)

DATA: 16 DE AGOSTO DE 1953
LOCAL: ESTÁDIO ORESTES THÁ, EM CURITIBA / PR
RENDA: CR$ 32.030,00

1º JOGO

E.C. ÁGUA VERDE (CURITIBA)

8-1

C.A. SELETO (PARANAGUÁ)

2º JOGO

CORITIBA F.C. (CURITIBA)

2-1

C.A. FERROVIÁRIO (CURITIBA)
© 2015 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha