Esporte Clube Merceana (Uberaba-MG) - 1944

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

América Futebol Clube (Belo Horizonte-MG) - 1944

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

 

Uberaba Sport Club (Uberaba-MG) - 1944

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

Clube Atlético Mineiro (Belo Horizonte-MG) - 1944

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

Seleção Mineira de Futebol - 1941

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

 

Associação Atlética Caldense (Poços de Caldas-MG) - 1940

Fonte: Gazeta Esportiva / SP

 

Em 1935, ocorreu mais uma tentativa de reorganização da Sub-Liga do Triângulo, que já havia promovido os campeonatos de 1922, 1927 (resultado final ainda desconhecido), 1931 e o fracassado torneio de 1932. Assim como em 1931, participaram apenas clubes de Uberaba, então a principal cidade da região. 

Os estatutos da Sub-Liga previam que a “Taça Princesa do Sertão” ficasse de posse transitória do campeão. A conquista definitiva só ocorreria após 5 conquistas. Essa taça, até hoje em poder do Uberaba, gravada apenas com os títulos de 1931 e 1935, demonstra que esse foi um dos últimos suspiros da entidade, que ainda tentou promover outros torneios, mas sucumbiria frente ao desinteresse e os altos custos para organização  das partidas.

O torneio início, disputado em 19/05/1935, disputado em partidas de 20 minutos, teve como vencedora, surpreendentemente, a Associação Athletica Acadêmica.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________

Participantes:

4º BATALHÃO de Caçadores Futebol Clube

AMOROSO COSTA Futebol Clube

Associação Athletica ACADÊMICA

Associação Esportiva de Amadores – ASA

Esporte Clube CORINTHIANS

PEIRÓPOLES Futebol Clube

SÃO BENTO Futebol Clube

RAJAH Futebol Clube

UBERABA Sport Club

_________________________________________________________________________________________________________________________________

Resultados:

26/05/1935

Rajah 5×2 Amoroso Costa

Rajah 4×4 Amoroso Costa (2ºs)**

09/06/1935

Peirópoles 0×2 São Bento

Peirópoles 0×2 São Bento (2ºs)

16/06/1935

Acadêmica 4×2 ASA

Acadêmica 0×0 ASA (2ºs)

20/06/1935

Corinthians 2×4 4º BC

Corinthians 1×1 4º BC (2ºs)

23/06/1935

Peirópoles 2×1 Amoroso Costa

Peirópoles 0×0 Amoroso Costa (2ºs)

29/06/1935

Corinthians 2×2 Uberaba

Corinthians 2×4 Uberaba (2ºs)

30/06/1935

São Bento 1×0 Rajah

São Bento 2×1 Rajah (2ºs)

07/07/1935

4º BC 0×1 ASA

4º BC 2×1 ASA (2ºs)

21/07/1935

Rajah 0×3 Uberaba

Rajah 0×6 Uberaba (2ºs)

28/07/1935

Acadêmica 1×0 São Bento

Acadêmica 3×1 São Bento (2ºs)

11/08/1935

Corinthians 2×0 Peirópoles

Corinthians 3×2 Peirópoles (2ºs)

18/08/1935

4º BC 6×0 Rajah

4º BC 2×0 Rajah (2ºs)

25/08/1935

Amoroso Costa 1×1 ASA

Amoroso Costa 2×5 ASA (2ºs)

01/09/1935

Uberaba 5×0 São Bento

Uberaba 5×1 São Bento (2ºs)

08/09/1935

Corinthians 4×1 Amoroso Costa

Corinthians 6×1 Amoroso Costa (2ºs)

15/09/1935

ASA 3×3 Rajah

ASA 0×3 Rajah (2ºs)

22/09/1935

Amoroso Costa 0×3 4º BC

Amoroso Costa 0×12 4º BC (2ºs)

29/09/1935

Uberaba 5×1 ASA

Uberaba 5×1 ASA (2ºs)

06/10/1935

São Bento 1×1 Corinthians

São Bento 0×5 Corinthians (2ºs)

13/10/1935

Uberaba 7×0 Amoroso Costa

Uberaba 5×1 Amoroso Costa (2ºs)

*Essa vitória, associada à desistência do 4º Batalhão três dias depois, deu o título por antecipação ao Uberaba.

27/10/1935

ASA 5×4 Corinthians

ASA 2×3 Corinthians (2ºs)

01/11/1935 (Resultados desconhecidos)

Amoroso Costa x São Bento

Amoroso Costa x São Bento (2ºs)

03/11/1935 (Resultados desconhecidos)

Corinthians x Rajah

Corinthians x Rajah (2ºs)

15/11/1935

São Bento 0×0 ASA*

São Bento 2×1 ASA (2ºs)

* Esse resultado deu o título de vice-campeão ao Corinthians. Caso o ASA tivesse ganhado a partida, deveria haver um jogo de desempate.

** (2ºs) Resultados das partidas disputas nas preliminares, pelos segundos quadros das equipes disputantes.


Obs.: Durante a competição, três equipes desistiram. O Peirópoles em 26/08, a Acadêmica em 16/09 e o 4º Batalhão de Caçadores em 16/10. Não se sabe como a Sub-Liga resolveu essa questão, mas foi amplamente divulgado que o UBERABA SPORT CLUB sagrou-se campeão e o ESPORTE CLUBE CORINTHIANS foi proclamado o vice-campeão.


Fontes: Jornais Lavoura e Comércio, Correio Catholico, Gazeta de Uberaba e O Jornal, várias edições de maio a novembro de 1935, constantes do acervo do Arquivo Público de Uberaba.

 

Clube Atlético Mineiro (Belo Horizonte-MG) - 1947

Fonte: Mundo Esportivo – SP

 

Uberaba Sport Club (Uberaba-MG) - 1941

Fonte: Gazeta Esportiva – SP
 

Torneio dos Campeões Estaduais de 1967 reuniu os campeões estaduais de Minas GeraisSão Paulo e Rio de Janeiro de 1966. O torneio foi organizado pela Federação Mineira de Futebol.

Participantes

A ideia era colocar em um torneio as melhores forças das principais praças no Brasil. Sendo assim, jogariam o Torneio dos Campeões o campeão da Taça Brasil, o campeão carioca, o campeão paulista e o campeão mineiro. Como o Cruzeiro foi o campeão da Taça Brasil e do Campeonato Mineiro, uma vaga se estendeu ao vice-campeão mineiro.

Jogos

18/01/1967 – Cruzeiro 0 – 2 Bangú

 Local: Mineirão , Belo Horizonte, MG

Renda: NCr$ 98.247,00

Árbitro: Aírton Vieira de Morais; com Juan de laPassión e Joaquim Gonçalves

Gols: Paulo Borges (40’/1) – Aladim (32’/2)

Cruzeiro: Raul; Pedro Paulo, William, Procópio e Neco; Wilson Piazza e Dirceu Lopes; Natal, Evaldo, Tostão e Hilton Oliveira. [Técn: Airton Moreira]

Bangú: Ubirajara; Fidélis, Mario Tito, Luiz Alberto e Pedrinho; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Cabralzinho (Fernando), Norberto (Ênio) e Aladim.[Técn: PlacidoMontores]

 

18/01/1967 – Atlético Mineiro 3 – 1 Palmeiras

Local: Mineirão, Belo Horizonte/MG

Renda/Público: NCr$ 98.247,00 (35.552)

Árbitro: Olten Aires de Abreu

Expulsões: Dudu – Tião (ambos aos 26’/2)

Gols: Servilio (12’/1) – Lacy (40’/1) – Edgard Maia(7’/2) – Buião (26’/2)

Atlético Mineiro: Hélio; Canindé, Grapete, Vander e Warlei; Wanderley e Lacy (Edmar): Buião, Edgard Maia. Santana e Tião.[Técn: Gerson dos Santos]

Palmeiras: Valdir; Djalma Santos, Djalma Dias, Minuca e Ferrari; Zequinha (Dudu) e Ademir da Guia (Suingue); Gallardo (Gildo), Dario (Ademar), Servilio e Rinaldo (Gallardo). [Técn; Mario Travaglini]

 

Decisão do 1o Lugar

22/01/1967 – Atlético Mineiro 2 – 2 Bangú

Local: Mineirão, Belo Horizonta/MG

 

Renda/Público: NCr$ 159.953,00 (55.928)

Árbitro: Airton Vieira de Morais; com Gil Trindade e Joaquim Gonçalves da Silva

Gols: Paulo Borges (28’/1) – Norberto (7’/2) – Edgard Maia (13’/2) – Santana (27’/2)

Atlético Mineiro: Hélio; Canindé, Grapete, Vander e Warlei; Wanderley e Lacy: Buião, Edgard Maia. Santana e Tião (Ronaldo). [Técn: Gerson dos Santos]

Bangú: Ubirajara; Fidélis, Mario Tito, Luiz Alberto e Pedrinho; Jaime e Ocimar; Paulo Borges, Cabralzinho, Norberto e Aladim. [Técn: PlacidoMontores]

 

Decisão do 1o Lugar (repetição)

 

19/03/1967 :Atlético Mineiro 0 – 1 Bangú

Local: Mineirão, Belo Horizonte/MG

Renda/Público: NCr$ 33.968,00 (16.773)

Árbitro: José Teixeira de Carvalho

Expulsão: Vanderley (31’/2)

Gol: Cabralzinho (8’/1)

Atlético Mineiro: Luizinho; Canindé (Warlei), Grapete, Vander e Décio; Wanderley e Santana: Buião, Ronaldo. Beto (Edgard Maia) e Tião.[Técn: Gerson dos Santos]

Bangú: Ubirajara; Cabrita, Mario Tito, Luiz Alberto e Pedrinho; Jair e Ocimar; Tonho, Paulo Borges, Cabralzinho (Fernando), e Aladim. [Técn: Martim Francisco]

[Observação: a partida também foi válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedroza]

 

Decisão do 3o Lugar

22/01/1967 – Cruzeiro 3 – 2 Palmeiras

Local: Mineirão, Belo Horizonte/MG

Renda: NCr$ 159.953,00

Árbitro: Olten Aires de Abreu; com Juan da la Passion e Euclides Borges

Gols: Servilio (6’/1)- Evaldo (29’/1) – Tostão (35’/1) – Dirceu Lopes (45’/1) –          Dario (9’/2)

Cruzeiro: Raul (Tonho); Pedro Paulo, Vavá, Procópio e Neco; Wilson Piazza eDirceu Lopes; Natal (Wilson Almeida), Evaldo (Zé Carlos), Tostão e Hilton Oliveira (Dalmar). [Técn: Airton Moreira]

Palmeiras: Valdir; Djalma Santos, Djalma Dias, Minuca e Ferrari; Zequinha e Ademir da Guia; Gildo (Dario), Gallardo (Cardosinho), Servilio e Rinaldo. [Técn; Mario Travaglini]

 

CAMPEÃO: BANGÚ ATLÉTICO CLUBE

VICE-CAMPEÃO: CLUBE ATLÉTICO MINEIRO

3o LUGAR: CRUZEIRO ESPORTE CLUBE

4o LUGAR: SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS

 

Fonte: Marlon Kruger Compassi / RS

 

Esse Torneio foi promovido pela Federação Brasileira de Futebol (não pela CBD) com os campeões estaduais de 1936. Assim, os campeões estaduais de 1936 de São Paulo e Rio de Janeiro foram aqueles que ganharam os campeonatos patrocinados pela APEA – Associação Paulista de Esportes Athléticos e Liga Carioca de Futebol., respectivamente.

Houve uma “seletiva” entre o Aliança FC, campeão da cidade de Campos, o time da Liga de Sports da Marinha  e o Rio Branco de Vitória, porem o Rio Branco se classificou para disputar o Torneio.
Na época a Portuguesa chamava-se Associação Portuguesa de Esportes e não de Desportos. O estádio onde a Lusa atuou ficava no bairro do Cambuci. Em sua pesquisa o Guilherme através das fotos dá uma idéia de como se encontrava o estádio.

Em 1937 a FBF reuniu os campeões estaduais de 1936 para uma competição de carácter oficial. Ao todo foram seis equipes de cinco estados e duas regiões do BrasilDistrito FederalRio de JaneiroMinas Gerais e Espírito Santo, estados da Região Oriental; e São Paulo, estado da Região Meridional. Os participantes foram: Fluminense, campeão carioca de 1936; a Portuguesa, campeã paulista de 1936; o Atlético, campeão mineiro de 1936; o Rio Branco, campeão capixaba de 1936; o Aliança, campeão campista de 1936; e a Liga Sportiva da Marinha, equipe dirigida pelo famoso técnico Nicolas Ladanyi.

O Fluminense foi apontado pela mídia esportiva da época como o candidato absoluto ao título. O Tricolor Carioca possuía um time extraordinário, formado por jogadores de muita categoria como BatataisCarlos BrantPreguinhoRussoRomeu Pellicciari e Hércules, entre outras estrelas. Para muitos, esse foi o melhor time da história do Fluminense: foi com esse esquadrão que o clube conquistou o Torneio Aberto de 1935 e o Campeonato Carioca de 1936, derrotando na final o Flamengo de Leônidas da Silva e Domingos da Guia. A imprensa também ressaltava que o principal rival do time carioca na briga pelo título seria o Atlético, que também contava com jogadores de renome nacional como KafungaZezé Procópio, Luiz Luiz Bazzoni e Guará.

Como era esperado por todos, Atlético e Fluminense protagonizaram a grande rivalidade do torneio. Na primeira rodada, os cariocas derrotaram os mineiros por 6×0 no Estádio das Laranjeiras; no returno, em partida realizada no Estádio de Lourdes, o Atlético vencia por 4×1 quando o Fluminense abandonou o jogo aos 18 minutos do segundo tempo. Após seis rodadas o time mineiro conseguiu quatro vitórias, um empate e sofreu apenas uma derrota, sagrando-se campeão do torneio. O título teve grande repercussão nacional, e vários anos depois continuou sendo bastante valorizado. Um claro exemplo foi em 1971, quando o Atlético conquistou o título do Campeonato Brasileiro, e diversos meios de comunicação ressaltaram que se tratava do segundo título nacional do clube Em 2010, quando a CBF unificou os títulos da Taça BrasilRobertão e Brasileirão— cogitou-se a inclusão do título de 1937. No entanto, o próprio Atlético rejeitou a possibilidade.

Além do grande reconhecimento que o Atlético recebeu da mídia brasileira na época, vários anos depois, a conquista do time mineiro continuou sendo bastante valorizada. Em dezembro de 1950, antes da partida contra o Stade Français no Parc des Princes, o Le Monde estampou em seu caderno de esportes: “Stade Français, contra o campeão brasileiro”.

Sport Club Alliança Campos
Liga de Sports da Marinha Rio de Janeiro
Fluminense Foot-Ball Club Guanabara
Clube Atlético Mineiro Belo Horizonte
Rio Branco Futebol Clube Vitória
Associação Portuguesa de Esportes São Paulo

 

FASE PRELIMINAR

06/01 – Alliança 0-2 Seleção da Liga de Sports da Marinha

Local: Campos dos Goytacazes

Juiz:

Gols: Paranhos (?’/?) – Aldo (?’/?)

Alliança:

Liga de Sports da Marinha:

 

 

10/01 – Rio Branco 2-0 Seleção da Liga de Sports da Marinha

(na prorrogação; tempo normal 0-0)

Local: Estádio Punare Bley (Vitória)

Juiz: Roberto Pontes

Expulsão: Fraga (na prorrogação)

Gols (prorrogação): Renato (7’/1) – Caxambú (?’/2)

Rio Branco: Dias; Humberto e Vicente; Allemão, José Pereira e Manduquinha; Marcionilio (Thales), Alcy, Caxambú, Lucinio (capt.) e Renato.

Liga de Sports da Marinha: Belmiro; Batistaca e Fraga (capt.); Chaves, Jocelyno e Appolinário; Mascotte, Paranhos, Sessenta, Aldo e Pará. [Técnico: Nicolas Ladanyl]

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

PRIMEIRO TURNO

 

10/01 – Portuguesa  4×1 Fluminense 

Local: Rua Cesario Ramalho – Cambuci –  (lotado) – São Paulo (SP)
Juiz: João Polker; com Carlos Rustichelli e Benedicto do Amaral
Gols: Laércio (2’/2) – Aurélio (9’/2) – Carioca (27’/2) – Aurélio (35’/2) – Hélio (38’/2)
Portuguesa: Rodrigues; Seraphim e Osvaldo; Fiorotti, Duílio e Barros; Joãozinho, Aurélio, Carioca, Laércio e Paschoalino. [Técnico: Gasparine]
Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial, Brant e Orozimbo; Sobral, Lara, Russo, Romeu (Helio) e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]

13/01 – Fluminense 6x0  Atlético Mineiro
Local: Campo Salles – Rio de Janeiro (DF)
Juiz; Carlos de Oliveira Monteiro (Tijolo)
Gols: Hércules (12’/1) – Hércules (pênaltie – 35′/1) – Hércules (44’/1) – Russo (2’/2) –        Russo (6’/2) – Romeu (?’/2)
Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial (Tristão), Brant e Orozimbo; Sobral, Lara (Vicentino), Russo, Romeu e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]
Atlético Mineiro: Kafunga; Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala; Paulista, Alfredo Bernardino, Guará (Luiz Bazzoni), Nicola e Resende. [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa.]

14/01 – Rio Branco  3×2 Portuguesa
Local: – Estádio João Punaro Bley – Vitória (ES)
Juiz: Theobaldo Santos
Gols: Caxambú (8’/1) – Joãozinho (9’/1) – Lucinio (38’/1) – José Pereira (pênaltie – 16’/2) –       Aurélio (39’/2)
Rio Branco: Dias III; Vicente e Humberto; Allemão, José Pereira e Zemar; Marcionilio, Alcy, Caxambú, Lascinio e Renato. [Técnico: Laerte de Lima Soares].
Portuguesa: Rodriguez; Seraphin e Oswaldo; Fiorotti, Silva e Bartos; Joãozinho, Aurelio, Duilio, Laércio e Paschoalino.
17/01 – Rio Branco  1×1 Atlético Mineiro

Local: – Estádio João Punaro Bley – Vitória (ES)
Juiz: Alcebíades Monjardim
Gols: Alfredo Bernardino.(?’/1) – José Pereira (pênaltie – 40’/1)
Rio Branco: Dias; Vicente e Humberto; Alemão, José Pereira e Cardoso (Lamartine); Marcionílio, Alcy, Caxambu, Lacínio e Renato. [Técnico: Laerte de Lima Soares].
Atlético Mineiro
: Kafunga; Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala (Allemão); Paulista, Alfredo Bernardino, Luiz Bazzoni, Nicola e Resende [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa.]

20/01 - Fluminense  6x2  Portuguesa
Local: Laranjeiras – Rio de Janeiro (DF)
Renda: 10:877$000
Juiz: Guilherme Gomes
Gols: Romeu (1’/1) – Russo (?’/1) – Laércio (?’/1) – Hércules (?’/1) –  Brant (39’/1) –       Hércules (3’/2) – Paschoalino (?’/2) – Sobral (?’/2) –

Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial (Tristão), Brant e Orozimbo; Sobral, Lara, Russo (Vicentino), Romeu e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]
Portuguesa: Rodrigues (Caxambú); Seraphim e Osvaldo; Fiorotti, Duílio e Barros; Joãozinho, Aurélio, Rey, Laércio e Paschoalino.

24/01 – Rio Branco 4×3 Fluminense
Local: Estádio João Punaro Bley – Vitória (ES)
Renda: 13:000$000
Juiz: Carlos de Oliveira Monteiro
Gols: Caxambú (38’/1) –  Lacínio (17’/2) – Caxambú (19’/2) – Romeu (?’/2) – Alcy (?’/2) –  Russo (?’/2) – Russo (?’/2)
Rio Branco: Dias; Humberto e Vicente; Allemão, José Pereira e Zemar; Marcionilio, Alcy, Caxambú, Lacinio e Renato. [Técnico: Laerte de Lima Soares].
Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial (Tristão), Brant e Orozimbo; Sobral, Lara (Sandro), Russo, Romeu e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]

 

SEGUNDO TURNO

24/01 – Atlético Mineiro 5x0  Portuguesa 

Local: Antonio Carlos (Lourdes) – Belo Horizonte (MG)
Juiz: Abílio Lopes de Almeida,
Gols: Paulista (4) e Duílio (contra)
Atlético Mineiro: Kafunga (Clóvis); Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala; Paulista (Abraz), Alfredo Bernardino, Luiz Bazzoni, Nicola e Resende. [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa].
Portuguesa: Rodrigues; Osvaldo e Fiorotti; Gama, Duílio e Barros; Luna, Aurélio (Mundico), Arnaldo, Laércio e Pasqualino.

28/01 – Fluminense  5×2 Rio Branco
Local: Laranjeiras – Rio de Janeiro (DF)
Juiz: Roberto Porto
Gols: Marcionilio (2’/1) – Caxambú (3’/1) – Russo (20’/1) – Russo (25’/1) – Lara (8’/2) –   Romeu (11’/2) – Hércules (21’/2)
Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial, Brant e Orozimbo; Sobral, Lara, Russo (Vicentino), Romeu e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]
Rio Branco: Dias III; Humberto e Vicente; Allemão, José Pereira e Manduquinha (Marques); Marcionilio, Alcy, Caxambú, Lacinio e Renato. [Técnico: Laerte de Lima Soares].
31/01 –  Atlético Mineiro 4×1 Fluminense 

Local: Lourdes – Belo Horizonte (MG)
Juiz: João Rodrigues Filho
Gols:Alfredo (25’/1) – Nicola (35’/1) – Nicola (?’/1) – Vicentino (?’/2) – Paulista (?’/2)
Atlético Mineiro: Kafunga; Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala (Alcindo); Paulista, Alfredo Bernardino, Guará, Nicola e Resende. [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa].
Fluminense: Batatais; Guimarães e Machado; Marcial, Brant (Russo) e Orozimbo; Sobral, Lara, Russo (Vicentino), Romeu e Hércules. [Técnico: Carlos Magno]

(Observação: O Fluminense saiu de campo aos 18 minutos do segundo tempo)

01/02 –  Portuguesa 4×0 Rio Branco
Local: R. Cesario Ramalho (publico regular) – São Paulo (SP)
Juiz : Carlos Rustichelli
Gols: Joãozinho (3’/1) –  Paschoalino (8’/1) – Paschoalino (?’/2) – Mundico (?’/2)
Portuguesa: Rodrigues; Seraphim e Osvaldo; Fiorotti, Duílio e Barros; Joãozinho, Aurélio, Heitor (Paschoalino), Laércio e Paschoalino (Mundico).
Rio Branco: Dias; Vicente e Humberto; Alemão, José Pereira e Zemar; Marcionílio, Alcy, Caxambu, Lacínio e Renato [Técnico: Laerte de Lima Soares].

03/02 –  Atlético Mineiro 5×1 Rio Branco

Local: Antonio Carlos (Lourdes) – Belo Horizonte (MG)
Juiz: Júlio Corrêa de Melo
Gols: Alcy (?’/1) – Guará (?’/1) – Luiz Bazzoni (?’/1) –  Paulista (?’/2) – Nicola (?’/2) –          Nicola (?’/2)
Atlético Mineiro: Kafunga; Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala; Paulista, Alfredo Bernardino (Luiz Bazzoni), Guará, Nicola e Resende. [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa].
Rio Branco: Dias; Vicente e Humberto; Alemão, José Pereira e Manduca (Zemar); Marcionílio, Alcy, Caxambú, Lacínio e Renato. [Técnico: Laerte de Lima Soares].

14/02 – Portuguesa  2x3  Atlético Mineiro
Local: R. Cesario Ramalho – São Paulo (SP)
Público: 15.000 pessoas
Juiz: José Fockler
Gols: Guará (26’/1) – Laércio (5’/2) – Guará (pênaltie – 23’/2) – Guará (36’/2) – Heitor (40’/2)
Portuguesa: Rodrigues; Osvaldo e Serafim; Fiorotti, Duílio e Barros; Joãozinho, Aurélio, Arnaldo (Heitor), Laércio e Pasqualino.
Atlético Mineiro: Kafunga; Florindo e Quim; Zezé Procópio, Lola e Bala; Paulista, Alfredo Bernardino (Luiz Bazzoni), Guará, Nicola e Resende (Elair), [Técnico: Floriano Peixoto Corrêa].

Classificação final

Copa dos Campeões de 1937

Times

Pts

J

V

E

D

GP

GC

SG

1

 Atlético

9

6

4

1

1

18

10

+8

2

 Fluminense

6

6

3

0

3

22

16

+6

3

 Rio Branco

6

7

2

2

3

10

20

-10

4

 Portuguesa

4

6

2

0

4

14

18

-4

5

 L.S. da Marinha

3

2

1

1

0

2

0

+2

6

 Aliança

0

1

0

0

1

0

2

-2

 

Fonte: Marlon Kruger Compassi / RS

 

 

 

Classificação final

Copa dos Campeões de 1937

Times

Pts

J

V

E

D

GP

GC

SG

1

 Atlético

9

6

4

1

1

18

10

+8

2

 Fluminense

6

6

3

0

3

22

16

+6

3

 Rio Branco

6

7

2

2

3

10

20

-10

4

 Portuguesa

4

6

2

0

4

14

18

-4

5

 L.S. da Marinha

3

2

1

1

0

2

0

+2

6

 Aliança

0

1

0

0

1

0

2

-2

 

Fonte: A Tribuna de Santos/SP

 


FONTE: Revista Placar

 

Societá Sportiva Palestra Itália (Belo Horizonte-MG) - 1937

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 
MADUREIRA AC (RIO DE JANEIRO – RJ)

4

TUPY FC (JUIZ DE FORA – MG)

4

Data: 28 de março de 1937 Local: Rio de Janeiro – RJ
Juiz: João Aguiar Caráter: Amistoso Nacional
Gols:  Popó, Adilson e Bahia (2) – Nino (3) e Cláudio
Madureira(RJ): Onça; Norival e Cachimbo; Gringo, Paulista e Alcides; Adilson, Bahia, Pomba, Julinho e Popó.
Tupi(MG): Praga; Lynton (Paixão) e Bellozzi; Geraldo, Tonilio e Magalhães; Geraldino, Nino, Claudio, Lage e Rolando.

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

Uberaba Sport Club (Uberaba-MG) - 1934

Fonte: Gazeta Esportiva – SP
 

Abaixo segue uma relação de amistosos de equipes do interior de São Paulo. Tomei o cuidado de colocar apenas jogam que envolveram equipes que já disputaram o futebol profissional ao menos uma vez.

DATA

 

 

 

LOCAL

09.01.1938

EC SÃO BERNARDO (SÃO BERNARDO DO CAMPO)

4-1

MANGUEIRA (SÃO PAULO) SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP

09.01.1938

CAPIVARIANO (CAPIVARI)

3-0

ELITE (RAFARD) CAPIVARI – SP

16.01.1938

SERTÃOZINHO (SERTÃOZINHO)

4-2

SÃO MARTINHO (SERTÃOZINHO) SERTÃOZIMHO – SP

20.02.1938

AMPARO (AMPARO)

5-4

COMERCIAL (ESPÍRITO SANTO DO PINHAL) AMPARO – SP

20.02.1938

COMERCIAL (ITATIBA)

3-1

BRAGANTINO (BRAGANÇA PAULISTA) ITATIBA – SP

13.03.1938

COMERCIAL (ESPÍRITO SANTO DO PINHAL)

2-1

CAMPINAS FC (CAMPINAS) ESPÍRITO SANTO DO PINHAL – SP

20.03.1938

SANJOANENSE (SÃO JOÃO DA BOA VISTA)

6-0

AMPARO (AMPARO) SÃO JOÃO DA BOA VISTA – SP

20.03.1938

SERTÃOZINHO (SERTÃOZINHO)

3-0

BONFINENSE (SERTÃOZINHO) SERTÃOZINHO – SP

20.03.1938

CILLOS (CILLOS)

1-2

USINA SANTA BÁRBARA (SANTA BÁRBARA DO OESTE) CILLOS – SP

27.03.1938

UNIÃO (PORTO FELIZ)

2-1

SAVÓIA (VOTORANTIM) PORTO FELIZ- SP

03.04.1938

UNIÃO (PORTO FELIZ)

4-2

SALTENSE (SALTO) PORTO FELIZ – SP

03.04.1938

SARKIS (ITAPIRA)

0-1

SANJOANENSE (SÃO JOÃO DA BOA VISTA) ITAPIRA – SP

03.04.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

2-3

VILA MARIA FC (SÃO PAULO) MOGI DAD CRUZES – SP

17.04.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

0-1

FLOR DO BELÉM (SÃO PAULO) MOGI DAS CRZUES – SP

24.04.1938

OESTE (ITÁPOLIS)

6-0

NOVA EUROPA FC (NOVA EUROPA) ITÁPOLIS – SP

08.05.1938

SALTENSE (SALTO)

4-1

AUTO (ITU) SALTO – SP

08.05.1938

COMERCIAL (ESPÍRITO SANTO DO PINHAL)

3-2

SANJOANENSE (SÃO JOÃO DA BOA VISTA) ESPÍRITO SANTO DO PINHAL – SP

22.05.1938

UNIÃO (PORTO FELIZ)

6-0

AA ITAPETININGA (ITAPETININGA) PORTO FELIZ – SP

29.05.1938

BANDEIRANTE (BIRIGUI)

2-2

MIRASSOL (MIRASSOL) BIRIGUI – SP

29.05.1938

EC SÃO BERNARDO (SÃO BERNARDO DO CAMPO)

1-2

TUPY (SÃO PAULO) SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP

29.05.1938

INTERNACIONAL (BEBEDOURO)

2-1

SÃO PAULO GOYAZ (BEBEDOURO) BEBEDOURO – SP

29.05.1938

BRAGANTINO (BRAGANÇA PAULISTA)

6-1

BANESPA (SÃO PAULO) BRAGANÇA PAULISTA – SP

29.05.1938

SANJOANENSE (SÃO JOÃO DA BOA VISTA)

4-0

UBERABA (UBERABA) SÃO JOÃO DA BOA VISTA – SP

12.06.1938

BRAGANTINO (BRAGANÇA PAULISTA)

2-0

SOUZA NOSCHESE (SÃO PAULO) BRAGANÇA PAULISTA – SP

12.06.1938

CALDENSE (POÇOS DE CALDAS)

1-1

GUARANI (CAMPINAS) POÇOS DE CALDAS – MG

24.07.1938

AMPARO (AMPARO)

3-3

CAMPINAS FC (CAMPINAS) AMPARO – SP

14.08.1938

CALDENSE (POÇOS DE CALDAS)

10-2

AMPARO (AMPARO – AMPARO) POÇOS DE CALDAS – MG

14.08.1938

BRAGANTINO (BRAGANÇA PAULISTA)

2-1

RECBO (SÃO PAULO) BRAGANÇA PAULISTA – SP

21.08.1938

RIOPARDENSE (SÃO JOSÉ DO RIO PARDO)

0-0

AMPARO (AMPARO) SÃO JOSÉ DO RIO PARDO – SP

04.09.1938

BOTUCATUENSE (BOTUCATU)

5-2

PALMEIRAS (JAÚ) BOTUCATU – SP

07.09.1938

UNIÃO (PORTO FELIZ)

0-1

SALTENSE (SALTO) SALTO – SP

11.09.1938

PIRAJUÍ AC (PIRAJUÍ)

2-0

YPIRANGA (LINS) PIRAJUÍ – SP

25.09.1938

SÃO BENTO (MARÍLIA)

2-2

GUARANI (CAMPINAS – SP) MARÍLIA – SP

25.09.1938

PRIMAVERA (INDAIATUBA)

3-2

UNIÃO (PORTO FELIZ) INDAIATUBA – SP

09.10.1938

BOTUCATUENSE (BOTUCATU)

0-3

LAPEANINHO (SÃO PAULO) BOTUCATU – SP

16.10.1938

AA RIOPEDRENSE (RIO DAS PEDRAS)

3-1

SANTA LUZIA (TIETÊ) RIO DAS PEDRAS – SP

06.11.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

4-1

CA SANTANA (SÃO PAULO) MOGI DAS CRUZES – SP

13.11.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

4-0

DRAGÃO PAULISTA (SÃO PAULO) MOGI DAS CRUZES – SP

20.11.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

5-2

FLOR DO NORTE (SÃO PAULO) MOGI DAS CRUZES – SP

20.11.1938

VILA SANTISTA (MOGI DAS CRUZES)

1-2

ESTRELA MAZZINI (SÃO PAULO) MOGI DAS CRUZES – SP

20.11.1938

BOTUCATUENSE (BOTUCATU)

1-3

CASSA PASSI (SÃO PAULO) BOTUCATU – SP

20.11.1938

INTERNACIONAL (LIMEIRA)

2-0

CAPIVARIANO (CAPIVARI) LIMEIRA- SP

27.11.1938

UNIÃO (MOGI DAS CRUZES)

3-2

SANTA CATARINA (SÃO PAULO) MOGI DAS CRUZES – SP

04.12.1938

JUVENTUS (ITU)

1-2

SALTENSE (SALTO) ITU – SP

04.12.1938

COMERCIAL (ESPÍRITO SANTO DO PINHAL)

2-1

GINÁSIO PINHALENSE (ESPÍRITO SANTO DO (PIN HAL) ESPÍRITO SANTO DO PINHAL – SP

04.12.1938

CAPIVARIANO (CAPIVARI)

1-2

INTERNACIONAL (LIMEIRA) CAPIVARI – SP

11.12.1938

SALTENSE (SALTO)

4-2

JUVENTUS (ITU) SALTO – SP

18.12.1938

PRIMAVERA (INDAIATUBA)

4-1

SILEX (SÃO PAULO) INDAIATUBA – SP


Fonte: A Gazeta Esportiva – SP


 
AA CALDENSE (POÇOS DE CALDAS – MG)

10

AMPARO AC (AMPARO – SP)

2

Data: 14 de agosto de 1938 Local: Poços de Caldas – MG
Juiz: Caráter: Amistoso Nacional
Gols: Fubá (5), Bemba (2), Vitor, Didio e Lolo – Rioli e Bava
Caldense(MG): Julio; Maran e Dadão; Atílio, Minervino e Hélio; Lolo, Bemba, Fubá, Vitor e Didio.
Amparo(SP): André; Perroni e Alcides; Herculano, Linbero e Onor; Von Zuben, Pagode, Rieli, Bava e Orlando.

Fonte: A Gazeta Esportiva – SP

 

Clube Atlético Mineiro ( Belo Horizonte-MG) - 1938

Fonte: A Gazeta Esportiva – SP

 

 

A SODIMA foi um clube de futebol amador de Uberaba – MG, que brilhou no início da década de 70. O time, ligado à empresa do mesmo nome, que significava “Sociedade Distribuidora de Máquinas Agrícolas”, foi bicampeão amador de Uberaba nos anos de 1972 e 1973.

Dirigida por Rubens Ciabotti e treinada por Abrão Miguel Arabe, sócios da empresa, a SODIMA teve uma breve, mas bem sucedida experiência nos campos uberabenses. O ápice de sua breve existência foi o convite feito pela Federação Mineira de Futebol para participar do Torneio Santos Dumont, que no final do ano de 1973 e início de 1974, reuniu equipes profissionais e amadoras de todo o estado.

Na primeira fase, disputada em 1973, foi a primeira colocada de um grupo que reunia ainda o Paranaíba, clube amador de Carmo do Paranaíba e o Araxá. Tal feito foi comemorado com uma taça, provavelmente adquirida pelo próprio clube, exposta na sede da empresa (e do clube), na Rua João Pinheiro, bem no centro da cidade de Uberaba.

Na fase semifinal não conseguiu nenhuma vitória mas destacou-se ao empatar com a poderosa Caldense em Poços de Caldas (1×1) e segurar o Nacional, time profissional de Uberaba, com um empate sem gols. Ao final, somadas as duas fases de que participou, somou duas vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas, para os elencos profissionais do Uberaba e da União Tijucana.

 

Timaço da SODIMA, bi-campeã amadora de Uberaba.

 

Fontes: Jornal da Manhã e Jornal Lavoura e Comércio, ambos de Uberaba – MG, várias edições de 1973 e 1974.

*Agradecimento especial ao Jamilton Souza, pelo desenho do escudo.

 

O América, fundado em 1912, inicialmente mandava seus jogos num campo num terreno na Avenida Augusto de Lima, próximo à Praça Raul Soares. No final da década de 1920, mais precisamente em 1929, a prefeitura de Belo Horizonte, com o então prefeito Cristiano Machado, comprou aquele terreno pertencente ao clube, para a instalação do Mercado Municipal de BH, que hoje é o Mercado Central.

FONTE & FOTOS: Cultura Futebolística - Revista Fon-Fon 

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon 

 
C ATLÉTICO M (BELO HORIZONTE – MG)

2

JABAQUARA AC (SANTOS – SP)

1

DATA: 14 de março de 1963 LOCAL: Estádio Ulrico Mursa, em Santos / SP
JUIZ: Romualdo Arppi Filho CARÁTER: Amistoso Nacional
GOLS: Noemio e Dinah / Rubens Sales
Atlético(MG): Valter; Reginaldo, Bueno e Eduardo; Clebis e Dinah; Toninho, Afonsinho, Nilson (Mário), Fifi e Noemio.
Jabaquara(SP): Dudízio; Sula (Elísio), Del Pozzo e Macedo; Neiva e Carlão; Batista (Ednir), Cabrita, Rubens Sales, Alcides (Bragança) e Soares.


Fonte: A Tribuna de Santos/SP

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

 

FOTOS: Revista Fon-Fon

 

FOTO: Revista Fon-Fon

 

Granberyense Foot-Ball Club, de Cataguazes

Ribeiro Junqueira Foot-Ball Club

FONTE: Revista Fon-Fon

 

FONTE: Revista Fon-Fon

 

Clube Atlético Mineiro (Belo Horizonte-MG) - 1948

Fonte: Esporte Ilustrado
© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha