Vila Atlântica Futebol Clube – Santos (fundado em 08 de maio de 1949)
Praia Futebol Clube – Santos (fundado em 02 de maio de 1948)

 

 

Vila Hayden Futebol Clube – Santos (fundado em 01 de maio de 1953)
Colonial Futebol Clube – Santos (fundado nos anos 50)

 

 Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

 

 

 

Bandeirantes Futebol Clube – Santos (fundado em 27 de fevereiro de 1950)
Flor do Norte Futebol Clube – Santos (fundado em 01 de Janeiro de 1926)

 

 

 

União do Norte Futebol Clube – Santos (fundado em 5 de agosto de 1948)
Associação Atlética Palmeiras – Santos (fundado nos anos 50)

 

 Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

Atlântico Futebol Clube – Santos (fundado nos anos 50)
Pombal Futebol Clube – Santos (fundado em 01 de Novembro de 1945)

 

Ponte Preta Futebol Clube – Santos (fundado em 1948)
Grêmio Recreativo Brasil – Santos (fundado em 1963)

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

Palmeiras Futebol Clube (Palmeirinha do Mercado) – Santos (fundado em 02 de Fevereiro de 1954)
Botafogo Futebol Clube – Santos (fundado em 28 de janeiro de 1944)

 

 

Belo Horizonte Futebol Clube – Santos (fundado nos anos 50)
Esporte Clube Anglo – Santos (fundado em 24 de Junho de 1936)

 

 Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

Afonso Pena Futebol Clube – Santos (fundado em 15 de novembro de 1939
Pará Futebol Clube – Santos (fundado em 05 de maio de 1948)

 

 

Flamengo Futebol Clube (do canal 2) – Santos (fundado em 1º de Janeiro de 1954)
Fluminense Futebol Clube – Santos (fundado em 1952)

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

Santa Maria Atlético Clube – Santos

(fundado em 8 de outubro de 1925)

Alvi-Verde Futebol Clube – Santos

(fundado em 02 de março de 1960)

 

Estrela Dalva Futebol Clube - Santos

(sem data de fundação)

Campos Melo Futebol Clube  – Santos

(fundado em 7 de julho de 1957)

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

 

Esporte Clube Camisa Branca – Santos

(fundada em 25 de Janeiro de 1952)

Clube Atlético Comercial  – Santos

(fundado nos anos 50)

 

 

 

Cunha Moreira Futebol Clube - Santos

(fundado em 26 de janeiro de 1950)

São Paulo Recreativo Atlético Clube  – Santos

(fundado em 07 de março de 1937)

 

 Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

    

 

Clube Atlético Libertador – Santos

(fundado nos anos 40)

Palmeiras Atlético Clube  – Santos

(fundado nos anos 40)

 

 

Esporte Clube Conde do Mar – Santos

(fundado em 1946)

Esporte Clube Corinthians Santista - Santos

(fundado em 17 de fevereiro de 1951)

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

Esporte Clube Martins – Santos

(fundado em 05 de Outubro de 1945)

Amazonas Futebol Clube  – Santos

(fundado em 17 de Maio de 1948)

 

 

Yale Futebol Clube – Santos

(em 22 de Junho de 1949)

Vila Santista Futebol Clube  – Santos

(fundado em 1º de maio de 1953)

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

Oswaldo Cruz Atlético Clube  - Santos

(fundado em 06 de maio de 1946 )

Jaú Futebol Clube – Santos

(Fundado em 1927)

 

 

Clube Atlético Industrial – Santos

(sem a data de fundação)

Radium Futebol Clube  – Santos

(fundado em  final dos anos 40)

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

Esporte Clube Faísca – Santos

(fundado em  01 de fevereiro de 1944)

Paquetá Futebol Clube – Santos

(em 15 de Novembro de 1945)

 

 

Clube Atlético Juventus - Santos

(fundado em 10 de junho de 1951)

Esporte Clube Morávia – Santos

(fundado em 17 de maio de 1960)

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 

 

Cruz de Malta Futebol Clube – Santos

(fundado em 21 de maio de 1940)

Sociedade Esportiva Barreiros – Santos

(fundado em 14 de fevereiro de 1948)

  

 

Sindicato Atlético Clube – Santos

(fundado em 30 de junho de 1955)

Esporte Clube XI Santista – Santos

(fundado em 01 de setembro de 1980)

 Reza a lenda que ao nos depararmos com um belíssimo trabalho, no mínimo, não devemos atrapalhar. Então não iriei atrapalhar, mas apenas compartilhar. Encontrei um trabalho simples e bacana no Site Varzea Santista, onde diversos escudos foram vetorizados.   

 

Fonte: http://www.varzeasantista.com/

 

 O Jatobá Futebol Club é uma agremiação do município de Palmares, em Alagoas. A equipe Alviverde palmarina disputa as competições amadoras da região.

 

O Corinthians Jundiayense Foot-Ball Club é uma agremiação da cidade de Jundiaí (SP). O time foi fundado na terça-feira, no dia 16 de Setembro de 1913. O Estádio do Corinthians tem capacidade para 5 mil pessoas. A sua principal conquista aconteceu há 92, quando levantou a taça do Campeonato Paulista do Interior de Futebol em 1920.

 

O Independente Futebol Clube é uma agremiação do município pernambucano de Palmares. A sede fica na Rua Coronel Izacio, 69, no Centro. O time manda os seus jogos no Estádio Ulisses Arcanjo de Oliveira, com capacidade para 1.200 espectadores.

 

O Independente Futebol Clube é uma agremiação do município de Nova Granada, que fica a 475 km da capital paulista.

 

 

O Esporte Clube Colorado do Parque América no dia 25 de janeiro de 1981, quando num “racha” no antigo time do América Santista FC. Por causa deste “racha” foi marcada para o dia 25 de Janeiro de 1982 uma assembleia geral com o objetivo de se criar uma nova equipe de futebol no Parque América.

 Depois de determinadas horas de reunião ficou decidido que esta nova equipe se chamaria Internacional Futebol Clube, e que as cores deste time seriam as mesmas do Internacional de Porto Alegre (vermelho e branco), como alguns não gostaram do nome, foi sugerido o nome de Colorado, nome este que representava o Internacional, sendo que todos gostaram da ideia. Surgia então o Esporte Clube Colorado do Parque América, e as cores adotadas foram mesmo as do Inter, vermelho e branco. 

O primeiro uniforme seria todo vermelho e o segundo uniforme seria com a base em branco. Com o passar dos anos este vermelho acabou ficando mais escuro (bordô).

A sede do E.C. Colorado do Parque América ficou no campo onde ele mandaria seus jogos, Av. Professor Oscar Barreto Filho, 260, hoje mais conhecido como CDC  Doutor Tancredo Neves, que fica no mesmo endereço até hoje.

 

Momento histórico e trágico em dois jogos

Em 1986, esta grande agremiação fez uma excursão para o estado do Rio de Janeiro, para fazer um amistoso de ida e volta contra o grande time do Olaria Atlético Clube, na época disputava o Campeonato Carioca da Série B. Jogando no Estádio Mourão Filho, na Rua Bariri, o Esporte Clube Colorado do Parque América conquistou uma vitória marcante ao bater por 2 a 0.

O jogo da volta aconteceu um mês depois. Atuando no seu campo, o Colorado do Parque América era derrotado por 2 a 0, quando um momento trágico marcou a partida.

Após centro da direita, na ânsia de marcar o gol, o ponta esquerda Breu marcou o gol de cabeça em um ‘peixinho’. Contudo, o jogador acabou se chocando com a cabeça na trave direita, vindo a falecer. Sem condições emocionais a partida foi interrompida.

 

 TÍTULOS

1996
Campeão da Copa Danubio Azul
( Campo do Malha )
1998
Campeão Copa Santo Amaro de Futebol ( Campo do Brasilia )
1999
Bicampeão da Copa Santo Amaro de Futebol (Campo do Brasilia)
2003
Campeão Copa Zaga de Futebol (Campo Do Malha)
2005
Bicampeão da Copa Zaga de Futebol (Campo do Castelo)
2006
Campeão da Copa Leões da Liga Grande São Paulo
2007
Campeão da 3º Copa Bandeirante de Futebol ( Campo do Bandeirantes)
2009
Campeão da 10ª Copa Colorado de Futebol
(Cdc Doutor Tancredo Neves)
 
 

Associação Atlética Arthur Alvim é uma agemiação do Bairro de Arthur Alvim, em São Paulo (SP). O Terremoto Verde (alcunha do time) foi fundado no dia 9 de julho de 1937. O atual escudo surgiu em meados de 1960, o nome do clube ate então era Sociedade Atlética Arthur Alvim, representado por um distintivo que baseava suas características no logo do Santos Futebol Clube.

Nosso time, embora não possuísse jogadores profissionais, mesmo sendo um time de Várzea, era sempre convidado para torneios de grande importância, como O Campeonato Amador de 1954, COPA em homenagem ao aniversário da Cidade de São Paulo.

 

Seleção A.A. Arthur Alvim de 1956

 

Os atletas do Arthur Alvim desta brilhante época, eram mais que colegas de time, eram amigos, e a maioria jogou junto por cerca de 16 anos seguidos, são casos como o Pichão ( Cármino Sinibard ), Jacob Brito da lendária família dos Britos, Valdemar Piranha, entre outros tantos, o time sempre unido e organizado, transformava qualquer jogo em uma grande festa, chegando a lotar 30 ônibus de torcedores para levar aos seus jogos!

Escudo antigo

 

TÍTULOS CATEGORIA VETERANOS


 

 

Vice Campeão – Campeonato regional zona leste jornal Última Hora – 1978
Campeão (12) vezes – Copa Arthur Alvim – durante 20 copas
Campeão Copa Corintinha Aricanduva ano 1981
Vice Campeão Copa Regional Penha zona leste – 2000
Tri Campeão Copa Geave ano 2004 / 2006 / 2007
Tetra Campeão Copa Niterói ano 2000 / 2002 / 2008 / 2009
Campeão Copa 1 de Maio Ermelino 50 anos – ano 2009
Hexa Campeão Copa Veteranos Negritude – 2000

 

TÍTULOS CATEGORIA ESPORTE


 

Vice Campeão campeonato Varziano – ano 1993
Campeão Copa 1º de Maio – Jardim Santo André – ano 1995
Campeão Copa Jaú da Penha – ano 2004
Campeão Copa Unidos Praça – ano 2005
Campeão Copa Atalanta – ano 2007

 

Fotos: Site do A.A. Arthur Alvim

 

Por: Carlos Zamith

O Campeonato Brasileiro em 1972 teve o Nacional como o representante do futebol amazonense. Em 1973, foi à vez do Rio Negro. Já o Fast Clube debutou em 1977, quando a competição se chamava Copa do Brasil (a mudança de nome aconteeu em 1975).

clip_image002O Fast Clube tomou parte da competição juntamente com o Nacional enfrentando 10 adversários: Nacional (AM), Uberaba (MG), Santos FC (SP), Paysandu (PA), América Mineiro, Atlético Mineiro, Botafogo da Paraíba, Cruzeiro (MG), Clube do Remo (PA), Bahia (BA), com alguns jogos de ida e volta. A estréia do Fast Clube foi o clássico amazonense diante do Nacional.

 

NACIONAL

2

X

0

FAST CLUBE

Local: Estádio Vivaldo Lima, em Manaus (AM)
Público e Renda: 2.358 pagantes / Cr$ 48.175
Data: 16 de outubro de 1977
Árbitro: José Gilberto Ferreira Lima (CE)
FAST CLUBE: Iane, Carlos Alberto, Jorginho, Néo e Carlinhos (Genival); Rolinha e Carioca; Raulino, Barrote, Careca e Reis. Técnico: Antonio Piola
NACIONAL: Amauri, Santana (Sabará), Djalma, Galvão e Antônio Carlos; Mário Geraldo e Stélio; Dudu, Aloísio, Netinho e Nilson. Técnico: Ilzo Néri
Gols: Netinho e Dudu, ambos no primeiro tempo

Curiosidade – Além dos jogadores da estréia contra o Nacional, o Fast Clube, no decorrer da Copa do Brasil, ainda utilizou os seguintes atletas: Ribamar (goleiro), Sé, Anselmo, Zé Eduardo, Dentinho, Mário Bacuri, Luis Carlos, Edgar e Limão.

CAMPANHA DA PRIMEIRA FASE

Foram 12 jogos, com 4 vitórias, um empate de 7 derrotas. Marcou 16 gols e sofreu 19. Classificou-se para a repescagem (o Nacional não conseguiu) disputando cinco jogos, com quatro derrotas e um empate Nesta fase, marcou 6 gols e sofreu 12.

As quatro vitórias nessa fase foram:

Fast Clube 2 x 0 Uberaba

Fast Clube 2 x 1 Paysandu

Fast Clube 2 x 1 Nacional (volta)

Fast Clube 2 x 0 América Mineiro

DATA

Jogos da Repescagem

ESTÁDIO

29/01/1978

Fast Clube

0

X

0

América de Natal

Vivaldo Lima

1º/02/1978

Fast Clube

1

X

2

Atlético Mineirol

Vivaldo Lima

16/02/1978

Cruzeiro

5

X

4

Fast Clube

Mineirão

19/02/1978

Bahia

2

X

0

Fast Clube

Fonte Nova

22/02/1978

Botafogo

3

X

1

Fast Clube

Maracanã

 

A Associação Atlética da Universidade Nilton Lins,  é um clube de futebol que pertence a Universidade Nilton Lins, na cidade de Manaus (AM). A equipe Alvirrubra foi criada em 2007 e, e cara, disputou o Campeonato Amazonense da Série B. A.A. da Universidade Nilton Lins manda seus jogos no Estádio Roberto Simonsen, SESI.

 

Para agregar a excelente matéria do amigo Auriel de Almeida… O escudo do Sport Club Boa Vista. A equipe Alviverde do Alto foi fundado em 1917 e a sua sede (ainda existe) fica no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio (RJ).

 

 

Christianense Foot Ball Club é um clube da Cidade de Cristiano Otoni (MG). Em 21 de Abril de 1923 foi fundada  “Manoel Baeta Foot Ball Club”, que tinha seu campo onde hoje se localiza o Centro de Saúde. Dois anos depois, no dia 31 de março de 1925, por decisão da Assembléia Geral, mudou o nome para “Christianense Foot Ball Club”.

No princípio da década de 1940, o campo do Christianense Foot Ball Club era fechado, cercado com esteira de bambu (taquara). Nesta época, o clube estava no auge, e seus principais adversários eram o Meridional (time profissional), Guarany de Conselheiro Lafaiete, Esportivo de Congonhas e Mineiro Palmira de Santos Dumont. Até uma partida com o júnior do Clube Atlético Mineiro foi realizada.

Em 25 de novembro de 1952, o Christianense comprou um terreno onde foi feito um campo de futebol, chamado “Campo do Vermelho”, ou “Vermelhão”, devido à cor da terra. Entre os feitos do Christianense, destacam-se o empate em 1 x 1 com a Seleção de Conselheiro Lafaiete, na década de 1970, jogando naquela cidade. O gol do Christianense foi marcado por Tadeu.

Em 15 de setembro de 1989, o clube trocou o terreno do “Vermelhão” pela área onde hoje se localiza o seu estádio, que tem o nome de “Estádio Geraldo Magella”, em homenagem a um de seus mais assíduos torcedores, que foi também jogador. Em 1998, graças a um convênio com a Assembléia Legislativa, foi colocado alambrado, melhorando consideravelmente as instalações do campo de futebol, oferecendo mais segurança e proporcionando a disputa de jogos de campeonatos regionais e municipais.

Atualmente o Christianense disputa os campeonatos municipais: de Várzea, com o time de Veteranos e o 3º quadro. E o Amador, com o 1º e 2º quadros. Foi campeão das duas edições da “Copa Cristiano Otoni” (Amador), em 2003, com o time A; e em 2004 com o B.

 
O Cambuí Futebol Clube é uma agremiação da Cidade de Campinas (SP). Fundado no dia primeiro de junho de 1937,  o clube fica na Rua Anuar Bufarah, 405, no Bairro de Cambuí.
 

 O Reunidos Futebol Clube, time amador da Cidade de Suzano, no Interior Paulista. A equipe Alvianil foi fundado em 1976, e possui a sua sede na Avenida Paulista, 751, no Bairro do Jardim Monte Cristo. O Reunidos F.C. disputa à Primeira Divisão da Liga Municipal de Futebol de Suzano (LMFS).

 

Gostaria de saber se os amigos têm alguma informação relacionada ao time do Alexandria Futebol Clube. O que sei é ser uma equipe da capital paulista e que foi fundado em 2007. Outros dados que possam agregar… Serão sempre bem vindas!

 

 Jardim Verônia Esporte Clube foi fundado no dia 26 de Novembro de 1962. A equipe Rubra fica localizado no Distrito de Ermelino Matarazzo, na Zona Leste da Cidade de São Paulo (SP).

 

Esporte Clube Madureira é uma agremiação da Rua 7 de Setembro, 604, no Bairro Vila Nova, em Cubatão (SP).  Outras informações é só passar e serão agregadas como de praxe.

 

 

Ao encontrar o Iacanga Futebol Clube, localizada na cidade homônima… Resolvi tentar descobrir fundação e nada achei. Mas o nosso amigo André Martins, matou no peito e deu um belo passe para nos informar que o time é de 1940. Além disso, encontrei uma história bacana dos anos 50, que gostaria de compartilhar com os amigos.  

 

Por: Carlos Cardozo

 Ano de 1958. O Iacanga Futebol Clube tinha um time de futebol  muito bom, chegando a conquista do titulo regional de futebol. Na equipe, excelentes jogadores,  como:  Ziquito, Periquito, Nicão, Ditinho, Orlando Castro, Belmiro, Zeca Abdalla, Miziara, Milanez,entre outros. O técnico era o Gero José de Souza.

Naquela época, era comum toda equipe ter um mascotinho, aquele garotinho que entra em campo  com a equipe. E claro, o Iacanga Futebol Clube, tinha o seu. Era Pelé, filho do zagueiro Periquito.
Numa tarde de domingo, um jogo difícil com estádio lotado na cidade de Cafelândia,  o Iacanga F.C, ainda estava nos vestiários e os jogadores começaram a ouvir uma agitação com gritos, palmas, risos da torcida da Cafelandense. Um verdadeiro, Frisson!
Dirceu Cardia, não se conteve de curiosidade. Deixou os companheiros nos vestiários e foi até a saída do túnel para verificar qual motivo de tamanha agitação. Voltou correndo e gritou com o Periquito:
“Compadre, tira o Pelé de lá! Compadre, tira o Pelé de Lá!”
O motivo era simples. Estavam em campo os mascotinhos. O gandula jogava a bola para o mascotinho da Cafelandense. O garotinho “matava” a bola no peito. Descia na coxa. Fazia embaixadinhas. Parava a bola na nuca, fazia outras graças e a torcida gritava: ê,ê,ê,ê,ê,ê, olé, olé, olé…
Depois, o gandula jogava a bola para o mascotinho do Iacanga Futebol Clube: Pelé que tentava “matar” a bola, espirrava na canela, caia uns 5 metros de distância. Jogava para o alto, tentava cabecear a pelota,errva, enfim, fazia a alegria da torcida local que vaiava: Uuuuuuuuuuuuuu……e muitos risos.
 

Na Cidade de Três Corações, terra do grande Rei Pelé, vem o Canto do Rio Esporte Clube. O clube possui uma sede belíssima, porém o estádio é um contraste. O gramado precisa de reformas e uma obra de infraestrurtura.

Tirando esse ‘mero detalhe’ o time participa da Liga Esportiva Tricordiana (LET). Contando com a colaboração do nosso intrépido André Martins… O Canto do Rio E.C. foi fundado no dia 27 de novembro de 1952.

 

Mais uma raridade resgatada! Encontrar escudos perdidos é sempre um momento ímpar na vida de um pesquisador. Imagina quando o ‘achado’ está na lista ‘dos mais procurados’? Ao encontrar o escudo inédito (abaixo) do Irmãos Goulart Futebol Clube (Campeão do Departamento Autônomo de 1956) risco um da minha lista e ainda consegui encontrar um pouco de sua história, juntando o útil com o agradável.

 

A questão me intrigava era a data de fundação. Descobri que apesar de ter saído no Diário da União em 1932, o time já existia desde 1916. A história do time se entrelaça ao Olaria Atlético Clube e os amigos entenderão ao ler a matéria. Boa leitura!

 

HISTÓRIA

Em 1916, Custódio Nunes faleceu e Quincas Leandro convidou o Capitão Goulart para constituir o matadouro Irmãos Goulart S/A. Os funcionários da empresa montaram um time: o Irmãos Goulart FC.

Enquanto isso, o Olaria AC iniciava suas atividades no campo do Japonez Football Club, que também ficava na Rua Filomena Nunes. Depois, resolveram instalar sede e campo na Estrada de Maria Angu. Em 1917, o clube alugou um terreno baldio na Rua Leopoldina Rego, que transformou num campo.

Em 1920, mudou de nome para Olaria AC, por sugestão do presidente Silvio e Silva, que queria ampliar as atividades do clube para o tênis, a regata e o escotismo. Foi então que alterou o escudo, para incluir a bola do futebol, a raquete do tênis, o remo das regatas e uma âncora em homenagem à Marinha de Guerra, devido aos inúmeros marinheiros que participavam de suas atividades.

Nesse período, também pretendeu fazer uma fusão com o EC Brasil e o Civil EC (que tinha esse nome porque era formado por policiais civis). A fusão fracassou e o Olaria AC perdeu o time e o campo, que só conseguiu reaver na justiça.

Entre 1925-26 é que finalmente instalou sua sede no nº 251 da Rua Bariri (paralela à Filomena Nunes), onde Custódio Nunes antigamente guardava seus bois e, depois, o Irmãos Goulart FC tinha o seu campo. Após vender o local, o Irmãos Goulart FC desapareceu deixando uma lacuna no futebol da Zona Norte do Rio.

Atualmente, o antigo campo do Irmãos Goulart FC é a sede do Olaria Atlético Clube, com seu estádio Mourão Filho, um amplo ginásio coberto, um salão de festas, uma churrascaria concorrida, um parque aquático que é considerado o maior da zona da Leopoldina, a Sala de Troféus Leibnitz Miranda e uma excelente boutique de material esportivo.

 TÍTULO INÉDITO

O momento mais importante do Irmãos Goulart FC aconteceu em 1956. Nesse ano o time Alviverde Olariense se sagrou campeão do Campeonato do Departamento Autônomo (D.A.).

O Departamento Autônomo foi um departamento de futebol do Rio de Janeiro, que substituiu a Federação Atlética Suburbana, que continha clubes de menor expressão da cidade do Rio de Janeiro e que de alguma forma não tinham condições de disputar o Campeonato Carioca.

Os clubes eram amadores e disputavam competições à parte. Embora o nome sugira “autonomia”, o D.A. era ligado à Federação Metropolitana de Futebol, e logo após à Federação Carioca de Futebol e à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

  Diário Oficial da União (DOU) de 12/05/1955

 IRMÃOS GOULART F. C.

“EXTRATO DE ESTATUTO – Fundado em 1º de agosto de 1932, nesta Capital, onde tem sede e foro por tempo Indeterminado, com fundo social aipi - constituir-se de ilimitado número de -a-· associados, que não respondem pelas obrigações sociais, tem por fiel at. participar e promover festas ,.sporavas de caráter eugênico;

b) o encorrer às festas esportivas oromovida5 ou autorizadas pela Diretoria. Serão administrados por uma diretoria, composta de Presidente (que sere seu representante em Juízo ou fora dêle) -Vice-Presidente -Secretário Geral -1.” e 2e Secretalios – Tesoure’ro Geral -L° e 2.” Tesoureiro -Procurador -Comissão de Esportes (2 membros). O Clube só poderá ser dissolvido por motivo de insuperável dificuldade do seu Objetivo social.

No caso de dissolução do clube serão seus bens liquida-los prarata entre os sócios fundadores Para deliberação nos casos de que tratamos ara. 53 e 54, assim coma para a reforma dos presentes estatutos, será convocada especialmente, uma assembléia geral extraordinária, que resolverá pela maioria de seus membros e dentro dos dispositivos destes Estatutos. Os fundadores e a Diretoria constam em apenso ao estatuto. – Manuel Machado Estéves. (N.° 13.657 -2-5-55 -Cr$ 81,60)”

 

 

Associação Atlética Jacaraípe foi fundada no dia 16 de Junho de 2001. O time fica localizado no município de Serra, no Espírito Santo.

 

Associação Atlética Santa Bárbara é uma agremiação do Mnicípio de Aracruz, no Espírito Santo. O time foi fundado no dia primeiro de Janeiro de 1975.

 

O Oriental Football Club era da cidade de São Paulo (SP). O time disputou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão quatro vezes: 1926, 1927, 1928 e 1929.

 

O Esporte Clube Republicano Paulista foi um time da cidade de São Paulo, ainda nos primórdios do futebol brasileiro. A equipe disputou o Campeonato Paulista da Quarta Divisão duas vezes: 1929 e 1931.

Na época era comum empresas, entidades de classe ou ofícios e até mesmo grupos de amigos organizarem equipes, a maioria dos clubes se resumiam aos jogadores, onze a quinze camisas e uma bola.

Neste tempo de amadorísmo puro, antes da criação da lei de ascesso em 1947 as equipes de outras divisões não tinham assegurado o direito de subir para a Primeira Divisão, isso acontecia ou por convite ou por uma seletiva.

Apesar disso eram disputados vários torneios pela Liga Paulista de Futebol, pela Associação Paulista de Esportes Atléticos, pela Liga dos Amadores de Futebol e pela Liga de Futebol Paulista, todas antecessoras da atual Federação Paulista de Futebol, tais como as divisões municipais ou ligas municipais e nestes campeonatos encontram-se várias equipes que foram de extrema importância para a consolidação do atual Campeonato Paulista, o a equipe disputou entre 1929 o equivalente hoje à quarta divisão.

Colaborou: Fernando Marcelino Pereira

 

O Esporte Clube Sampaio Moreira foi fundado em 1 de setembro de 1929. O nome do clube faz referencia a um antigo e grande proprietário de terras no Tatuapé. Como tantos clubes pobres da Zona Leste, seus fundadores não tinham dinheiro nem para a compra de um jogo de camisas. Sensibilizado pela rapaziada, o senhor Tomaz Aurichio ofertou o primeiro fardamento. Sua primeira equipe foi formada com elementos do Luzitania F. C., agremiação que estava sendo extinta naquela ocasião.

Foram seus fundadores e primeiros diretores: José Pires, Gonçalves Peres, Santos de Oliveira, Carlos Augusto da Cunha, Nei da Conceição, Ramão Garcia Alonso, Antonio Delene, Alcides Tiago, Brasilino Delmando, Ernesto Batalha, Ângelo Leonda, Ângelo Pagone, João Sábio, Henrique Moraes, Joaquim Cruz e Antonio Marrero.

Juntamente com o Vila Primavera, fazia a dupla de clubes mais temida da região. Primeiramente ocupava um campo de pequenas dimensões entre a Rua Platina, Airi e Itapura. Hoje se ergue no local a escola Jackson de Figueiredo. Perdido aquele local passou a jogar na Rua Vilela e, posteriormente, até os dias atuais, entre as Ruas Monte Serrat e Apucarana, junto da Estrada de Ferro Central do Brasil e finalmente em campo do Centro Educacional e Esportivo Brigadeiro Eduardo Gomes.

Sem duvida alguma, o Sampaio Moreira foi um dos grandes campeões do bairro. Entre seus inúmeros títulos conquistados salientamos os seguintes: Campeão da Série M. Penha e Belém de 1934, Campeão do Tatuapé em 1940, Campeão Varzeano do IV Centenário em 1954, Campeão Amador da Capital do IV Centenário em 1954, Campeão do Setor 8 de 1955, Campeão do Torneio Tamanqueiro de 1955, Campeão Varzeano de 1956, Vice-campeão Amador da Capital em 1956, Bicampeão Amador do Estado de 1957 e 1958, Bicampeão Amador FPF 1959 e 1960, Vice-campeão Amador da Capital 1959 e 1960, Campeão da Seme Setor Leste 1980.

Além dos títulos, o Sampaio Moreira se aventurou no futebol profissional. Em 1935, disputou o Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Depois retornou ao amadorismo até os dias atuais. O seu uniforme é semelhante ao usado pelo Esporte Clube Corinthians Paulista:

camisas brancas e calções negros, até mesmo seu distintivo é parecido. Tem magnífica sede própria na Rua Tijuco Preto, 1023. Consta ela de quadra poliesportiva para pratica de vôlei e futsal, secretaria, sala de jogos, lanchonete e sala de troféus. Tem ainda magnífico salão de festas na Rua Vilela, 892.

 

Era de ouro

O E.C. Sampaio Moreira, nos bons tempos teve uma das mais fanáticas e aguerridas torcidas do bairro. Seus torcedores acompanhavam o time em quaisquer circunstâncias. Até mesmo em campo adversário normalmente tinha a maioria dos assistentes.

Um dos acontecimentos difíceis de ser esquecido pelos saudosistas foi à conquista do Campeonato Amador do Estado de 1957 / 1958. A forte equipe do 11 de Agosto de Tatuí era o adversário. O primeiro jogo realizado no Parque São Jorge e o resultado foi 3 a 1 para o Esporte Clube Sampaio Moreira.

O segundo jogo aconteceu em Tatuí – campo do Onze de Agosto. Perdemos pela contagem de 4 a 3. Para a terceira e decisiva peleja foi designado um campo neutro: a cidade de Sorocaba. Milhares de torcedores do Sampaio mobilizaram-se para a importante batalha. Nada menos do que 20 caminhões e diversos vagões de trens foram fretados para leva-los ao local.

 

Títulos

 Campeão da série M Penha Belém de 1934

Campeão do Tatuapé de 1940 – Liga Esportiva do Tatuapé

Jogos:

04/08/1940 – E.C. Sampaio Moreira 1 x 0 Tinturaria Brasileira

11/08/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 1 C.A. Azevedo Soares

08/09/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 0 Textilha Club

15/09/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 0 Vila Primavera F.C.

22/09/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 2 A.A. União Tatuapé

06/10/1940 – E.C. Sampaio Moreira 0 x 1 A.A. Carrão

20/10/1940 – E.C. Sampaio Moreira 1 x 1 C.A. Azevedo Soares

27/10/1940 – E.C. Sampaio Moreira 0 x 0 Tinturaria Brasileira

10/11/1940 – E.C. Sampaio Moreira 1 x 2 Textilha Club

17/11/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 1 Vila Primavera F.C.

26/11/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 0 A.A. Carrão

02/12/1940 – E.C. Sampaio Moreira 2 x 1 A.A. União Tatuapé

 Campeão varzeano do IV Centenário 1954

Vice-Campeão amador da Capital – IV Centenário 1954

Campeão do setor 8 de 1955

Campeão do torneio Tamanqueiro de 1955

Campeão varzeano de 1956

Vice-campeão amador da Capital 1956

Bi Campeão amador do Estado 1957 e 1958

Vice-campeão amador da Capital 1959 e 1960

Campeão da Seme setor Leste 1980

 

Foto: Site do E.C. Sampaio Moreira

 

A Associação Atlética Industrial é mais um clube que tem um escudo parecido com o Corinthians Paulista.

 

Nos anos 60, um religioso em seus trabalhos junto aos jovens da cidade de Santos, organizava atividades dentro da sua comunidade integrando–os para a pratica de esportes. O futebol, na época era muito praticado pela população, desde crianças todos já jogavam bola, no meio da rua ou em campinhos feito em algum terreno baldio do seu quarteirão. Assim, em primeiro de Maio de 1960, este ilustre santista, Padre Paulo Horneaux de Moura e os garotos moradores nas Ruas Paulo Moutinho, Campos Melo e Henrique Ablas fundaram o Grêmio Esportivo Athié para disputar jogos amistosos na categoria Sub-15 (Infantil).

Com intenção de homenagear outra personalidade muito querida na cidade, decidiram escolher o nome Gremio Esportivo Athié para o o seu time. O homenageado, Athié Jorge Coury, um grande esportista, foi durante muitos anos goleiro do Santos F. C. e desde 1945 (até 1971) éra o seu Presidente além de exercer cargo de Deputado Federal pelo nosso Estado.

No inicio o G. E. Athié jogava suas partidas aos domingos cedo e descalço na categoria infantil. Com os meninos chegando a idade adulta, passaram a jogar de chuteiras no domingo a tarde já como time juvenil. Conseguiram reconhecimento pelo bonito futebol que jogavam e sempre eram convidados para os festivais dos times da cidade.

Foto: Jair Siqueira

 

A saída de Ricardo Teixeira do comando da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já despertou o interesse de alguns para a eleição que deverá ocorrer depois da Copa do mundo de 2014. Além de Andrés Sanches, o presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes já iniciou contatos com as outras federações para abocanhar o cargo.

Contudo, a pergunta que fica é: tais nomes nos inspiram a imaginar que com alguns deles o futebol brasileiro voltará a ser, de fato, o melhor do mundo?

Será que o ideal seria que um ex-jogador assumisse o cargo para dar uma vitalizada na entidade? Será que um Zico, Raí, Leonardo não poderiam ser uma proposta de mudança?  

Para Raí, o caminho é apostar em quem já vestiu o uniforme, calçou a chuteira e enfrentou as agruras dentro e fora das quatro linhas.  Experiente, esclarecido e bem-visto pelo público, Raí é uma aposta frequente para a presidência da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) no futuro.

Porém, questionado sobre o assunto, ele diz já ter um preferido para o posto e diz até que o amigo Leonardo aceitaria o desafio, dependendo de como a proposta for feita.

“O meu candidato para a CBF é o Leonardo. É uma pessoa conhecida em vários países, que tem trânsito na Uefa e na FIFA, que está preparado. Se houver uma mobilização pública e o espaço para que um esportista ocupe o cargo, tenho certeza de que a ideia vai mexer com ele”, disse Raí, no lançamento de uma pesquisa do Ibope sobre educação física nas escolas públicas encomendada pela ONG Atletas pela Cidadania, que o ídolo são-paulino preside.

Aposentado em 2003, Leonardo ocupou durante seis anos o cargo de diretor do Milan, trabalhando especialmente como consultor no mercado internacional. Em 2009, aventurou-se na carreira de técnico, começando pelo próprio clube rubro-negro italiano, que treinou até o meio de 2010.

No primeiro semestre de 2011, ele ainda teve outra chance na função na rival Inter de Milão, e desde o meio do ano passado é o Manda-Chuva do futebol do PSG.

Raí não sabe dizer se o amigo, de quem é sócio na Fundação Gol de Letra, está disposto a tentar o cargo de presidente da CBF hoje, até por estar no início de um projeto, mas crê que isso seja possível até 2015, quando acaba o mandato de José Maria Marin, que substituiu Ricardo Teixeira há poucas semanas.

Desde a queda do cartola que dominou o futebol brasileiro desde o fim dos anos 1980, pelo menos dois ex-jogadores se colocaram à disposição para o cargo: Ronaldo e o zagueiro Paulo André, do Corinthians. Para Raí, é importante que mais ex-jogadores participem das questões políticas do esporte.

“É um sinal de que as coisas podem mudar. Apesar de não ter sido espontâneo, mas resultado da queda do Ricardo Teixeira, essas manifestações são uma prova disso. Em um sistema que concentra muito poder em um só, as pessoas temem represálias e não são estimuladas a pensar”, disse Raí.

Além de Leonardo… Teríamos outros nomes para assumir a CBF e dar uma guinada, a fim de recolocar o futebol brasileiro de volta aos trilhos?

 

 

A cidade de Campos dos Goytacazes é repleta de diversos times. Alguns conhecidos e outros… Nem tanto. Um time que surgiu no ano passado é o Bonsucesso Futebol Clube. Fundado no dia 3 de Agosto de a  2011, no Bairro de Barro Branco. O time debutará esse ano nas compitações promovidas pela Liga Campista de Desportos (LCD).

 

O Unidos da Galera Futebol Clube foi fundado em 9 de Agosto de 2001. O time fica no Município de Rio Bonito, Região Metropolitana do Rio. O Unidos disputa a Liga Riobonitense de Desportos (LRD). Apesar de novo, o time conta com patrocinio do comércio local e possui até um local onde está construíndo a sua sede e campo.

© 2014 História do Futebol-Final Suffusion theme by Sayontan Sinha