Em 1987, o extinto Esporte Clube Pinheiros, de Curitiba (PR), foi campeão Paranaense da Primeira Divisão.  

EM PÉ- Anibal (massagista)- Roberson, Toinho, Pinella, Dirceu Pato, Dionisio, Newmar. Agachados- Sergio Luis, Marinho, Diogenes, Serginho e Marquinhos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Escalação da Equipe: DE PÉ- ESQUERDA PARA DIREITA- 1 FILA/ MARCOS TEDESKI, ÉDSON FERRERIA, EDEMIR EFFCO, OCIMAR BOLICENHA, LUIS CARLOS NEVES, HÉLIO ALVES SIQUEIRA.

2 FILA/- OTÁVIO LANGOWSKI, JORGE LUIS, RUBENS, TOINHO, AIRTON, JOÃO CARLOS, RICARDO, PARDAL, NEWMAR, ZILMAR DE MELLO.

SENTADOS- ANIBAL TIBURCIO, ANDRÉ, DIÓGENES, FERNANDO, HERALDO, ROBERSON, SÉRGIO LUIS, TADEU, MARQUINHOS E DIONÍSIO.

EMBAIXO- EDUARDO, MAURO MADUREIRA,  DIRCEU PATO, SOUZA, NENA, MARINHO E SERGINHO.

 

 Abaixo Foto de Lance de Atlético x Pinheiros 1988 (decisão)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Direu Pato cabeceia a bola na final de 1988 contra o Atlético Paranaense.

 

Fonte e Fotos: Dirceu Pato

 

O Independente de Limeira, participando do Campeonato Paulista na divisão de acesso, em 1984.

Em Pé- Bidon(técnico), Ari, Dirceu Pato, Fidelis, Vladimir, Claudinho e Silvinho.
Agachados- Roberto cruz, Zé Davi, Julio Cesar, Antonione, Helinho e Pelé(massagista)

 

Fonte e Foto: Dirceu Pato 

 

Em 1978 em Guarapuava Esporte Clube (PR) foi Campeão da Segunda Divisão, garantindo o acesso para a elite paranaense em 1979. 

EM PÉ- Alvaro, Zequinha, Dirceu pato, Chapecó, Paulo Garça e Alcir.
Agachados- Paulo Borges, Jorge Costa, Jutti, Zé Miguel e Joãzinho

 

Fonte e Foto: Dirceu Pato

 

Em 1981, o Dracena Futebol Clube se preparando para a disputa da Divisão de Acesso do Campeonato Paulista.

 

Em pé- Afonso(massagista)- Pereira Preto(Diretor), Pereira, Odair , Dirceu Pato, Solera, Souzinha e King; Agachados- Odairzinho, Dozinho, Aurelio, Golê e Toninho Araújo.

 

Fonte e Foto: Dirceu Pato

 

 

O Satélite Futebol Clube é uma agremiação da cidade de São Paulo (SP). Fundado no dia 08 de Outubro de 1958, a sua Sede fica localizado no bairro de Pirituba – Zona Noroeste da capital paulistana.

 

 

O Pirituba Futebol Clube é uma agremiação da cidade de São Paulo (SP). Fundado no dia 1º de Janeiro de 1920, a Sede do clube fica localizado na Avenida Cristo Rei, 44 – bairro de Pirituba – Zona Noroeste da capital paulistana.

 

 

 

A Associação Recreativa e Esportiva Liderança é uma agremiação da cidade de São Paulo. O Clube foi Fundado no dia 12 de Fevereiro de 1965, com o nome de: Liderança Futebol Clube. A sua Sede fica localizada na Rua Coração de Bugre, 100, no Bairro de Pirituba – Zona Noroeste da Capital Paulistana.

Escudo de 1965

 
 

 

O Grêmio Esportivo Juvenil é uma agremiação do município de Tapes (RS). O clube foi Fundado no dia 1º de Março de 1933. Rua Coronel Pacheco, 840, no Bairro: Sede, em Tapes/RS. O G.E. Juvenil  disputou o Campeonato Gaúcho de Amadores de 1971.

 

FOTO: Arquivo Pessoal de Rosélio Basei

 

 

O Esporte Clube Piratini é uma agremiação do município de Pedro Osório (RS). Fundada nos anos 50, a sua Sede fica localizada na Rua Presidente Vargas, 174 – no Centro de Pedro Osório.

O E.C. Piratini manda os seus jogos no Estádio Mimosa Rodrigues, situado na Avenida Alberto Pasqualine, s/n, no Centro. A equipe participou do Campeonato Gaúcho de Amadores de 1971.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Grêmio Esportivo Minuano é uma agremiação do município de São Gabriel (RS). O clube Alvianil foi Fundado no dia 1º de Outubro de 1947. O G.E. Minuano se sagrou campeão do Campeonato Citadino de São Gabriel em 1971.

A equipe representou o município no Campeonato Estadual de Amadores de 1947, onde enfrentou o E.C. Guarani, campeão de Rosário do Sul. No tempo normal, um empate de 2 x 2. Contudo, na prorrogação (30 minutos), o Guarani levou a melhor marcando mais um gol (3 a 2), eliminando o G.E. Minuano.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Esporte Clube Gaúcho é uma agremiação do município de Caçapava do Sul (RS). A sua Sede fica no Bairro de Noêmia, em Caçapava do Sul. O clube revelou para o futebol Brasileiro: Luís Carlos Melo Lopes, Caçapava.

Natural de Caçava do Sul (atualmente com 58 anos), o cabeça de área começou a sua carreira no Esporte Clube Gaúcho. Aos 19 anos saiu para jogar em 1973 no SC Internacional de Porto Alegre, onde foi bicampeão Brasileiro em 1975 e 1976, além do Campeonato Gaúcho em 1974, 1975, 1976 e 1978.

 

Em 1979, transferiu-se para oCorinthians onde foi Campeão Paulista no mesmo ano. Depois teve passagens pelo Palmeiras; Vila Nova (GO); Ceará, onde foi Campeão Cearense no ano de 1984; atuou pelo Novo Hamburgo e encerrou a sua carreira jogando no Fortaleza (CE), em 1987.

 

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

Foto:Arquivo Pessoal

 

 

O Ferroviário Futebol Clube é uma agremiação do município de Pedro Osório (RS). O Tricolor (Vermelho, verde e branco) Fundado no dia 22 de Maio de 1922, a sua Sede fica localizada na Rua Presidente Vargas, 116 – no Centro de Pedro Osório.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

O Gráfico Futebol Clube foi uma agremiação do município gaúcho de São Gabriel. Fundado nos anos 40, o clube participou dos Campeonatos Gaúcho de Amadores em 1950, 1957 (Grupo 1).

 

 

Sempre vale a pena destacar a arte do Jornal O Imparcial (no dia 4 de novembro de 1927), como o exemplo, acima, a ‘chamada‘ para a partida entre a Seleção Carioca versos o Selecionado Mineiro, válida pelo Campeonato Brasileiro  de Football de 1927.

 

 

Não confundir com o outro Riachuelo Futebol Clube, que também pertence ao Município de Santiago (RS). O clube, que foi Fundado no dia 08 de Novembro de 1984, teve como objetivo buscar resgatar o antigo homônimo. A sua Sede fica localizada na Rua Franklin Frota, 1.872, no Centro de Santiago.

 

 

O Riachuelo Futebol Clube foi uma agremiação do Município de Santiago (RS). Fundado no dia 11 de Junho de 1933. A equipe cruzeirense disputou o Campeonato Gaúcho de 1948 (Zona Sul). O clube existiu até o dia 20 de maio de 1975, quando fez fusão com o Cruzeiro Esporte Clube. Apesar da fusão o nome permaneceu como Cruzeiro E.C.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

Por: Carlos Zamith   

O primeiro jogo entre Rio Negro x Penarol, pelo campeonato profissional foi disputado em 1980, em Itacoatiara, com vitória do Penarol por 2×1.

O representante da Velha Serpa afastou-se da competição oficial de 1994 até 2008. Retornou em 2009, e no dia 14 de abril, em Itacoatiara, enfrentou Rio Negro e venceu por 3×1

Em resumo, de Rio Negro x Penarol jogaram 31 vezes, (17 em Manaus e 14 em Itacoatiara), com 21 vitórias do Rio Negro e 6 do Penarol, além de 4 empates.

O Primeiro Jogo

06-07-1980 – Penarol x 1 Rio Negro (Itacoatiara).

Penarol – Zé Mario, Adalberto, Lúcio, Zé Arlindo e Idário; Carioca, Irineu e Paulo César; Edson, Índio e Valdo.

Rio Negro – Amaury, Jair, Abel, Darcy e Carlinhos; Limão, Val (Jorginho) e Souza; Orlando, Lúcio e Osvaldinho (Antenor)

Os gols: Carioca de penal e Valdo (Penarol). Jair (Rio Negro).

O Último Jogo

18-04-2009 – Penarol 3 x 1 Rio Negro

Os gols do Penarol foram marcados por Huguinho, Celcinho e Kitó, este merecendo grande destaque nas emissoras de TV do país, como o mais bonito da rodada. O gol do Rio Negro foi marcado por Cacau.

********************************************************

SÃO RAIMU NDO X AMÉRICA

Jogaram pelo campeonato profissional, a partir de 1964, 93 vezes.

São Raimundo        45 vitórias

América                   16 vitórias

                                               Empates                  32

O maior escore

No campeonato de 2003, o São Raimundo goleou o América por 11 x2, no dia 21 de fevereiro, numa rodada dupla disputada no Vivaldo Lima.

Os gols: Bazinho marcou 5 vezes. Nado 2, Thonpson, Ricardo, Cleiton e Zé Carlos, um cada.

São Raimundo –Weber, Cleiton, Peta, Rogério e Marcos Pezão; (Nando) Zé Carlos, Ricardo, Thompson (Sidney) e Carlos Alberto; Jeremias, (Babá) e Bazinho. Técnico: Aderbal Lana.

América – Artur, Ivan, Teco, Rodrigo (Raileno) e Valmar; Gustavo, Adney, Charles e Adriano; Pedro e Jair (Frank). Técnico Jeferson Santos.

*****************************************************************

NACIONAL x SUL AMÉRICA

No profissionalismo desde 1964, incluindo jogos da Taça Amazonas, jogaram entre si 97 vezes, até 2010.

Vitórias do Nacional             77

Vitórias do Sul América        05

Empates                             15

As cinco vitórias do Sul América

1977 (Taça Amazonas) 2×0

1992 (Campeonato)     2×0

1992 (Campeonato)     1×0

1993 (Campeonato)      3×1

2008 (Campeonato)     3×2

Maiores escores do Nacional sobre o Sul América:

1979 Taça Amazonas Nacional 6 x Sul América 0

1981 Campeonato Nacional 6 x Sul América 0

2002 Campeonato Nacional 8 x Sul América 4

2004 Campeonato Nacional 6 x Sul América 0

2009 – Campeonato Nacional 6 x Sul América 1

 

DETALHES – De 1964 a 1977, o Nacional computou 28 jogos sem perder. Foram 23 vitórias e 5 empates. Perdeu essa invencibilidade em 1º. de maio de 1977 ao ser derrotado pelo “Sulão” por 2 a 0.

A partir dessa derrota, do “Dia do Trabalho” de 1977 computou mais 37 jogos. Voltou a perder a invencibilidade ao ser derrotado por 2 a 0 dia 4 de novembro de 1992.

A última Vitória do Sul América

A última vitória do Sul América sobre o Nacional, em jogo pelo campeonato oficial, ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2008, em Rio Preto da Eva. Uma vitória por 3×2, com arbitragem de Milton Cesar. Heitor marcou os três gols da “Sulão”, um de pênalti.

 Sul América: Wendel, William, Junior E’1nadredo e André; Edmundo e Heitor; Nonatinho, Alex Roraima, Diego Tefé e Paca. Técnico: Iane Geber

 Nacional – Nailson, Filho, Elton e Rondinelli; Delciney, Luan e Wilker; Finionho, Garanha, T. Verçosa e Vidinha. Técnico: Adinamar Abib.

 

 

A Associação Atlética Escola Municipal de Aprendizagem Desportiva (AA EMAD) é uma agremiação do município de Jaguarão (RS). O Clube jaguarense foi Fundado no dia 15 de Novembro de 1997.

A A.A. EMAD tem ajudado, e muito, na educação de crianças e adolescentes de Jaguarão, Arroio Grande, Herval e do vizinho país Uruguai, ja passaram por registros da escola, mais de 2 mil matriculas de alunos entre 06 as 20 anos, e também adultos.

Sempre tendo como base o esporte, especificamente o futebol, a escola tem conseguido, não só, montar grandes grupos para as competições, como tem também, transformado a vida de centenas de adolescentes e jovens.

A EMAD manda os seus jogos no Estádio Mackley Rosa capacidade para 1.500 pessoas. O estádio cedido pela Associação Cruzeiro Jaguarense em comodato.

Fontes: Douglas Marcelo Rambor

 Foto: http://emad-jaguarao.blogspot.com.br/

 

O Grêmio Desportivo Panambi é uma agremiação do município de Panambi (RS). Fundado nos anos 40, a sua bela sede fica localizada na Rua Alfredo Brenner, 37 – Centro Panambi. O Panambi participou do Campeonato Gaúcho de Amadores de 1956.

O Município com 38.068 habitantes (censo IBGE/2010) fica a 370 km de Porto Alegre. Uma curiosidade é o significado do nome Panambi: é um termo tupi, que quer dizer “Água de Borboleta”, por meio da junção: Panama (Borboleta) + Y (água). Daí a razão de ter uma borboleta no escudo do Grêmio Desportivo Panambi.

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

O Paulista Futebol Clube é uma agremiação da cidade de Pelotas (RS). O Rubro-Negro foi Fundado no 27 de julho de 1942, e a sua Sede fica localizada na Rua José Pinto Martins, 846 – no Centro de Pelotas.

A equipe Rubro-Negra manda os seus jogos no Estádio Setembrina (João Marion Júnior). No currículo, o Paulista de Pelotas possui o Bicampeonato do Torneio Início em 1953 e 1957.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 
O BANGU em 14 de maio de 1905, antes da vitória por 5 a 3 sobre o Fluminense, no campo da Fábrica. A partir da esquerda, última fila: José Villas Boas (presidente), Frederick Jacques e João Ferrer (presidente honorário); fila do meio: César Bochialini, Francisco de Barros, John Stark, Dante Delocco e Justino Fortes; fila da frente: Segundo Maffeu, Thomas Hellowel, Francisco Carregal (o negro pioneiro), William Procter e James Hartley

Essa reportagem foi feita pelo companheiro e amigo, o jornalista  Edmo Júnior, no dia 13 de Maio de 2005, quando o mesmo trabalhou no Jornal dos Sports

Cem anos depois a luta continua…

Em tempos de racismo na Europa, uma homenagem ao Bangu, primeiro clube do país a ter um negro no time

Liberdade, igualdade e justiça no Brasil, teoricamente, existem há exatamente 117 anos, quando a princesa-regente Isabel assinou o atestado de óbito do Império. Na prática, apesar da Lei Áurea, o fantasma do preconceito racial continua atordoando a sociedade, inclusive no esporte. Cem anos se completam amanhã da primeira partida de futebol disputada no país que contou com a presença de um negro: Francisco Carregal, do Bangu.

“É um orgulho. O nosso clube foi pioneiro em outras coisas também”, afirmou Rita de Cássia, presidente do Bangu, primeiro campeão estadual profissional (1933, na extinta Liga Carioca de Football) e o primeiro a conquistar um título no Maracanã (1950, o do Torneio Início).

Naquela partida histórica do dia 14 de maio de 1905, realizada no jardim da Fábrica de Tecidos Bangu, Francisco Carregal era o único brasileiro da equipe. Cinco ingleses (Frederick Jacques, John Stark, William Hellowell, William Procter e James Hartley), três italianos (Cesar Bochialini, Dante Delocco e Segundo Maffeu) e dois portugueses (Francisco de Barros e Justino Fortes) também ajudaram na vitória por 5 a 3 sobre o Fluminense.

“O pai de Francisco Carregal era um português de pele branca e a sua mãe, uma brasileira negra”, explica o historiador Carlos Molinari, autor do livro que conta o centenário do clube, acrescentando que Francisco trabalhava como tecelão na Companhia Industrial Progresso do Brasil (Fábrica de Tecidos Bangu).

O futebol ainda engatinhava, mas dava de ombros para a abolição da escravatura. Tanto que, no dia 1 de maio de 1907, a Liga Metropolitana proibiu, por unanimidade, o registro de atletas negros. A decisão causou o desligamento do Bangu da entidade.

“O clube não mudou a sua postura e foi campeão da Segunda Divisão em 1911 contando com quatro atletas negros”, disse Molinari.

PRÊMIO — O pioneirismo nessa inclusão social foi reconhecido no dia 24 de maio de 2001, quando a pesquisa realizada por José Carlos de Jesus de Abreu, assessor do deputado estadual Noel de Carvalho (PSB), foi aprovada pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que em novembro do mesmo ano concedeu ao Bangu a Medalha Tiradentes.

 

Outros craques negros que brilharam em Moça Bonita
Zózimo
(1952-63)
Moacyr Bueno
(1942-58)
Mário Tito
(1960-72)
Paulo Borges
(1963-67)
Fausto
(1926-29)
Marinho
(1983-87)
Vermelho
(1952)
Zizinho
(1950-57)
Fotos:
Arquivo JS
Domingos da Guia
(1929-32 e 1948)
Calazans
(1954-57)
Cláudio Adão
(1984-85)
 

Um documentário para Ademir

Prosseguem hoje as filmagens do documentário de longa-metragem “Um Craque Chamado Divino”, do jornalista Penna Filho, que conta a história de Ademir da Guia. Hoje haverá um evento no Grêmio Literário de Bangu com a presença do próprio Ademir.

Filho de Domingos da Guia, ainda hoje considerado o mais clássico zagueiro-central do futebol brasileiro, Ademir é outro nome expressivo de uma família de craques que coincidentemente começaram pelo Bangu.

O Bangu tem grande importância no resgate da trajetória de Ademir e também na própria história do futebol brasileiro. Na verdade, o clube e o bairro tiveram vida a partir da instalação no bairro da Fábrica de Tecidos Bangu, em 1889.

No início do século, a fábrica montou um time de futebol, unindo seus operários de maioria negra e ingleses radicados no Rio, fazendo surgir os Mulatinhos Rosados, como um dos grandes times do Bangu viria a ser conhecido. O documentário conta com patrocínio da Petrobrás.

Foto: Grêmio Literário José Mauro de Vasconcelos

 
 
Fundado em 1958 por Geraldo Figueiredo (Presidente por 10 anos), Luiz Sério Viana, Geraldo Brito e outros elementos do DER-MG, o Rodoviário Esporte Clube disputou o Campeonato Amador até 1985. Em 1986, sob a Presidência do Sr. Sérgio Moacir Reis Bueno, profissionalizou-se e disputou o Campeonato Mineiro da Terceira Divisão até 1988.
 
 
Fotos: Dilson Braga
 
 

 

O Clube Esportivo Geraldense é uma agremiação do Município gaúcho de Estrela (RS). Fundado no dia 25 de Julho de 1958, a sua Sede fica localizada Est. Linha Geraldo, s/n – no Centro de Estrela. 

O C.E. Geraldense tem o apoio da Prefeitura de Estrela. No começo desse ano, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos, o clube recebeu um auxílio financeiro no valor de R$ 15 mil.

O dinheiro já tem endereço certo: serão utilizados na aquisição de buffet térmico e materiais de construção, objetivando efetuar melhorias na sede social do clube.

 

 

O Clube Esportivo Strassburger é uma agremiação do Município gaúcho de Crissiumal. O Clube foi Fundado no dia 10 de Maio de 1979.

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

 

A SAJO – Sociedade Atlética Juventude Operária é uma agremiação do município gaúcho de Ibirubá (RS). Fundado no dia 24 de Março de 1959, a sua Sede fica localizada na Rua 3 de Outubro s/n, no Centro de Ibirubá.

 A equipe manda os seus jogos no Estádio Francisco Emílio Trein, com capacidade para 3 mil espectadores. A principal conquista aconteceu em 2003, quando faturou o título do Campeonato Gaúcho Amador

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Clube Social e Cultural Gaúcho é uma agremiação do município de Serafina Corrêa (RS). Fundado no dia 12 de Dezembro de 1939, a sua Sede fica localizada na Avenida Miguel Soccol, 3.155 – no Centro de Serafina Correa.

O C.S.C. Gaúcho participou do Campeonato Estadual de Amadores em 2008. Na primeira fase, a equipe estava na ‘Chave 3′, terminando na terceira colocação com 10 pontos e avançou para a fase seguinte. A campanha foi a seguinte: 

26 09.08 16:30 Marau Safurfa 0 x 3 Gaúcho
28 17.08 15:00 Serafina Corrêa Gaúcho 0 x 2 Juventude
29 24.08 15:00 Serafina Corrêa Gaúcho 3 x 0 Grêmio
32 07.09 15:00 Ibirubá Grêmio 3 x 1 Gaúcho
33 14.09 15:00 Ibirubá Juventude 1 x 1 Gaúcho
35 21.09 15:00 Serafina Corrêa Gaúcho 2 x 0 Safurfa

Contudo na segunda fase, o Clube Social e Cultural Gaúcho acabou finando na lanterna da Chave 5, dando adeus à competição. Veja os resultados:

49 28.09 15:30 Serafina Corrêa Gaúcho 0 xx1 Ivoti
50 28.09 15:30 Fagundes Varela Botafogo 1 x 0 Americano
51 12.10 15:30 Ivoti Ivoti 3 x 1 Botafogo
52 12.10 15:30 Novo Hamburgo Americano 2 x 1 Gaúcho
53 19.10 16:00 Novo Hamburgo Americano 0 x 1 Ivoti
54 19.10 16:00 Serafina Corrêa Gaúcho 4 x 0 Botafogo

55 30.10 19:30 Veranópolis Botafogo 1 x 0 Gaúcho
56 30.10 21:00 Ivoti Ivoti 2 x 2 Americano
57 02.11 16:00 Serafina Corrêa Gaúcho 0 x 1 Americano
58 02.11 16:00 Fagundes Varela Botafogo 1 x 1 Ivoti
59 09.11 16:00 Novo Hamburgo Americano 1 x 1 Botafogo
60 09.11 16:00 Ivoti Ivoti 1 x 0 Gaúcho

Chave 5
1 Ivoti 14 6 4 2 0 9 4 5 77,7
2 Americano 8 6 2 2 2 6 6 0 44,4
3 Botafogo 8 6 2 2 2 5 9 -4 44,4
4 Gaúcho 3 6 1 0 5 5 6 -1 16,6

SEMIFINAIS

61 23.11 16:00 Novo Hamburgo Americano 1-1 Grêmio
62 30.11 16:00 Ibirubá Grêmio 4-3 Americano

63 23.11 16:00 Porto Alegre Academia do Morro 1-0 Ivoti
64 30.11 16:00 Ivoti Ivoti 2-1 Academia do Morro

FINAL
65 06.12 17:00 Porto Alegre Academia do Morro 4-2 Grêmio
66 14.12 16:00 Ibirubá Grêmio 3-0 Academia do Morro

 

 Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Cotrisal Atlético Clube é uma agremiação do município gaúcho de São Borja. O Clube foi Fundado no dia 21 de Setembro de 1966. O Cotrisal participou do Campeonato Gaúcho de Amadores de 1971

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

O Sport Club Concordia é uma agremiação do Município gaúcho de Roca Sales. O clube foi Fundado no dia 11 de Setembro de 1931, e a sua Sede fica localizada na Avenida General Daltro Filho, s/n casa – no Centro de Roca Sales.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Esporte Clube 14 de Julho foi uma agremiação do município de Itaqui (RS). O Clube Alviverde foi Fundado em 03 de maio de 1930. Em 18 de dezembro de 1932, após ser campeão da região da fronteira, disputou uma das semifinais da fase final do Campeonato Gaúcho, perdendo para o Grêmio por 4 a 0.

 Seu maior rival era o Esporte Clube 24 de Maio, com quem disputava o ‘Clássico 38′. No Campeonato Citadino de Itaqui foi campeão 19 vezes: 1931, 1932, 1933, 1934, 1935, 1939, 1940, 1941, 1942, 1943, 1944, 1945, 1946, 1947, 1948, 1949, 1951, 1952 e 1953.

 No Campeonato Gaúcho de Amadores levantou a taça em três oportunidades: 1962, 1970 e 1974.

 

O Esporte Clube 24 de Maio foi uma agremiação do município de Itaqui (RS). Foi Fundado nos anos 30, a sua Sede ficava na Rua 15 de Novembro, s/n – no Bairro Subúrbio.

 A equipe Rubra conquistou 8 (oito) Campeonatos Citadinos de Itaqui: 1950, 1960, 1963, 1964, 1966, 1969, 1971 e 1972. Também foi Campeonato Gaúcho de Amadores em 1969.

 Curiosidades - No dia 23 de maio de 1954, na partida de inauguração do Estádio Euclides Aranha, em Itaqui, o 24 de Maio sofreu um gol de pênalti do goleiro Nélson, segundo reserva do time do Grêmio (o titular era Sérgio Moacir e seu reserva era Wilson, que começou jogando).

Nélson entrou no decorrer da partida e marcou o oitavo gol da vitória do Grêmio sobre o 24 de Maio pelo placar de 8 a 0. Foi o primeiro gol marcado por um goleiro na história da equipe porto-alegrense.

 EC 24 DE MAIO      0          X         8          GRÊMIO

 Local: Estádio Euclides Aranha, Itaqui (RS).

 Árbitro: Aparício Viana e Silva.

 EC 24 DE MAIO: Lídio; Vitório e Henrique (Adão, depois Zanela, depois Ozens); Jará, Viragli e Borges; Voguinha, Fioravante, Queiroz, Sombra e Diniz.

 GRÊMIO: Wilson (Nelson); Mirão e Mauro; Camacho, Roni e Português (Zé Ivo); Tesourinha, Sarará (Tonico), Vítor (Chico Preto), Xisto (Alvim) e Torres. Técnico: László Székely.

 Gols: Torres (duas vezes), Vítor, Sarará, Tesourinha, Tonico, Chico Preto e Nélson.

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 O Esporte Clube Independente é uma agremiação do Município de São Gabriel (RS). O Clube Fundado no dia 15 de Janeiro de 1946, a sua Sede fica localizada na Rua São José Lourenço Lisboa, 485 – no Bairro de Capiotti, em São Habriel.

 

 

 

O Botafogo Futebol Clube é uma agremiação do Município gaúcho de Xangri-lá. O clube Alvinegro foi Fundado no dia 27  de Setembro de 1961.

 

O Brasil Bancário Clube é uma agremiação do Município gaúcho de São Gabriel. O clube Áureo-verde foi Fundado no dia 08 de Dezembro de 1948.

 

O Esporte Clube Independente é uma agremiação sdo Município de Estrela (RS). O clube foi Fundado no dia 10 de Março de 1973, e a sua Sede fica no Bairro de Porongos, em Estrela.

 

O Independente Futebol Clube é uma agremiação do Município de Soledade (RS). O clube foi Fundado no dia 25 de Julho de 1951. A equipe Alviverde participá das competições da Liga Soledadense de Futebol (LSD).

 

 

Pela necessidade de lazer na vila Restinga Sêca, então 4º distrito de Cachoeira do Sul, iniciado por jovens embaixo da ramada de glicínias, em frente a casa da familia Mostardeiro ao lado da Metalúrgica Roepke dos dias atuais, na primeira reunião foi escolhido o nome: Seco Futebol Club.

Suas cores seriam vermelho e preto, com o lema: “Vencer sempre, se entregar nunca“, a ata foi escrita pelo jovem Domingos Gonçalves Mostardeiro Filho (Mingote) do dia 20 de setembro de 1920.

 

 

A primeira partida foi contra o União Futebol Clube, da Vila Formigueiro, a esquadra foi escalada. Conforme determinação, o goleiro tinha de usar gravata. Foram a campo: Sebastião Borges, Pedro Giuliani, Paulo Mostardeiro, Francisco Giuliani, Pedro Mostardeiro, João Giuliani, Pedroso, Luiz Mohr (lulu), Santafé, Batelão e Luiz, para felicidade do porta bandeira João Batista da Silva.

Primeiro Distintivo

 “O inicio do futebol, foram 36 jogos, 32 vitórias e 04 empates”- palavras do sr. Pedro G. Mostardeiro em entrevista na festa dos 60 anos de fundação do S.C. Secco.

 

 

Já chegando no ano de 1938, foi formada pelo João Giuliani, presidente apaixonado, desportista, uma equipe lembrada até hoje como praticamente imbatível.

No fim dos anos quarenta o clube ficou sem campo, começou uma época difícil para o seco, até camisas com cores diferentes das tradicionais foram usadas, mas tudo foi superado. 

Na década de 60, na presidência estava o Dr. João Horácio Costa Borges. A cidade, já estava municipalizada, o progresso chegava, o fardamento voltou a cor original, o novo campo, situava-se em frente a atual agência dos correios, fechado com tábuas, após foi construído um pavilhão de dois andares pintado de preto e vermelho.

Na decadas de 70 e 80. A construção do salão junto ao pavilhão rubro-negro e aos domingos tinha jogos conta equipes de Santa Maria e região. Disputamos campeonato estadual amador, excelentes jogos e uma ótima equipe do Secco.
Na década de 90 e 2000 com a posse do terreno o clube passou a construir sua sede. Neste período o clube teve uma evolução progressiva muito grande para tanto os presidente: João Horacio Costa Borges, Emidio Reetz, Joreni de Souza, Antonio Francisco Tronco e principalmente Vinildo Flores Mostardeiro foram incansáveis, para o crescimento do clube.

 

 Fonte e Fotos: http://www.scsecco.com.br/index.php?page=3

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

A Sociedade Cultural e Esportiva Uruguai é uma agremiação do Município de Porto Xavier (RS). O Clube Porto-xavierense Fundado no dia 02 de Dezembro de 1967, a sua Sede fica localizada na Avenida Venâncio Aires, s/n – no Centro de Porto Xavier.

Distintivo antigo

Um ano antes de ser fundado, o pequrno município (10.560 habitantes – Censo/IBGE/2010), conseguiu a sua emancipação no dia Primeiro de Junho de 1966.

Porto Xavier, que fica a 570 km de Porto Alegre, conta com as águas do rio Uruguai e que tem fronteira fluvial com a Argentina, sendo que o transporte de cargas e pessoas é feito através do Porto Internacional de Porto Cavier.

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor

 

 

O Três Passos Atlético Clube é uma agremiação da Cidade de Três Passos (RS). O Jalde-Negro foi Fundado no dia 1º de Maio de 1949, a sua Sede Fica localizada na Avenida Santos Dumont, 465 – no Centro de Três Passos. A equipe manda os seus jogos no Estádio Municipal Luiz de Medeiros, com capacidade para 3 mil espectadores.

O grande rival do Três Passos é o Tupy, da cidade vizinha de Crissiumal, com quem realiza o Clássico ‘Ta-Tu’. Atualmente a equipe disputa o Campeonato Gaúcho da Série C.

 

 

O Minuano Futebol Clube foi uma agremiação da Cidade de Três Passos (RS). Fundado em 1951, a sua Sede ficava na Rua Tiradentes, 86 – no Centro de Três Passos. O clube disputou do Campeonato Gaúcho de Amadores em 1956 (Zona Norte 1). 

 

Colaborou: Douglas Marcelo Rambor 

 

O Grêmio Esportivo Sepé Tiarajú foi uma agremiação da Cidade de Santa Rosa (RS). O clube Alvianil foi Fundado no dia 23 de Setembro de 1957, por um grupo de operários que não tinham chances de treinar nos clubes considerados da elite (Aliança, Paladino e Juventus). Sempre foi um clube pobre e dirigido por gente simples.

Foi vice-campeão do Campeonato Citadino em 58 e 59 e faturou o título municipal em 1960. Com o tempo, com as dificuldades em manter o clube, pois era apenas meia dúzia de abnegados que faziam isso, fundiu com o Paladino, como saída honrosa. O Paladino ficou com todos os troféus do Sepé Tiarajú.

O fato mais triste na sua história foi logo após ter ganhado o campeonato citadino quando o presidente do clube, incomodado com algumas críticas, liberou todos os jogadores, dando passe livre. O Sepé não tinha nem banco para disputar o regional com os demais campeões. Foi um fiasco.

 

 Colaboração: Raul Meneghini e Alceu Medeiros e João Jayme Araújo.

© 2015 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha