Encontrei dois jogos inéditos dos primórdios do futebol no Brasil "com detalhes dos jogos e escalações dos times",
o primeiro é em 10 de julho de 1898 - S. P. A. C. 3 x 0 S. P. Railway A. C. com Charles Miller de centroavante e um "Nobling" como ponta direita do S. P. A. C.,
o outro foi noticiado em 8 de agosto de 1899 (acredito que seja do dia 6) - S. P. A. C. 3 x 1 International F. C.
O 1.o jogo é o mesmo que aparece no Correio Paulistano na Secção Sportiva do dia 12 de julho de 1898, terça-feira, pag. 2,
porém como disse a notícia do jogo que encontrei é "muito mais completa", e onde quatro jogadores do S. P. A. C.
são os mesmos citados na entrevista de Charles W. Miller ao jornalista Thomaz Mazzoni
como estando presentes no 1.o jogo do futebol brasileiro (14 de abril de 1895 - São Paulo Railway Team 4 x 2 The Gas Works Team na Várzea do Carmo),
são eles: Crewe (goleiro), Sparks (atacante), Taylor (defensor) e Blacklock (médio).
No outro jogo publicado em 8 de agosto de 1899, o S. Paulo Athletic Club de Charles Miller enfrenta o International F. C.
de Hans Nobiling (São Paulo Athletic 3 x 1 International Football Club) também com "comentários e escalações",
ocorreu pouco antes da fundação do Sport Club Internacional (19-08-1899).
Acredito que esse jogo que encontrei, de julho de 1898 seja a "primeira publicação de um jogo de futebol no Brasil" e gostaria de tornar público essa descoberta.
Do primeiro jogo, uma nota no Correio Paulistano de 12 de julho de 1898, pag. 2

A notícia do mesmo jogo no jornal "THE RIO NEWS" do dia 19 de julho de 1898, pag. 6

Encontrei através da pesquisa digital da Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional

http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/

Periódico: THE RIO NEWS  - período: 1890 a 1899 - digite para pesquisar: football
O jornal “THE RIO NEWS” circulava na capital do Império e depois República desde 1874, seus leitores eram majoritariamente britânicos,
sua linha editorial era liberal, sendo um porta-voz de seus leitores evangélicos, o editor e proprietário se chamava
Andrew Jackson Lamourex (A. J. Lamourex) que nasceu em 1850 e faleceu em 1928.
PRIMORDIOS E DADOS HISTÓRICOS DA IMPLANTAÇÃO DO FUTEBOL EM SÃO PAULO COLHIDOS E ESCRITOS POR HANS NOBILING:
Quando cheguei em São Paulo, no dia 15 de maio de 1897, o jogo de futebol era mesmo desconhecido por completo,
em São Paulo bem como muito provavelmente em todo o Brasil. Unicamente na colônia inglesa paulistana jogavam-se cada ano,
pelo que pude apurar, duas partidas de futebol, entre os quadros do São Paulo Athletic Club, e se não me engano, do São Paulo Railway Cricket Clube,
sendo uma partida de futebol association e outra de futebol rugby, que se realizou, se não me engano, em setembro de 1897, num campo do Bom Retiro,...
Depoimento que se encontra nesse documento, dessa importante reportagem:

http://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,paixao-de-alemao-fez-diferenca-no-futebol-paulista,10314,0.htm


No livro História do Futebol no Brasil de Thomaz Mazzoni, o próprio Charles Miller relata o desencanto inicial
com a falta de divulgação do futebol em seus primeiros tempos no país.
Calculem os senhores que quando efetuamos o primeiro jogo interestadual [Paulistas 1 x Cariocas 1,
em 19 de outubro de 1901] solicitei dos jornais de então que dessem curso à notícia do prelio realizado.
Pois a resposta do “O Estado de São Paulo”, “A Platéia” e “Diário Popular” foi uma só: “Não nos interessa semelhante assunto” (MAZZONI, 1950: 19).
Então parece até meio lógico que não encontraríamos mais detalhes do primórdios do futebol nos periódicos brasileiros,
só é meio difícil de imaginar que se poderia achar sobre os primórdios do futebol em São Paulo em um periódico do Rio de Janeiro.
Opa, quando disse periódico brasileiro entenda periódico para brasileiros de língua portuguesa.
Credito da matéria a Moises H.G. Cunha
 

NOME: INDEPENDENTE FUTEBOL CLUBE

CIDADE: Simão Dias / SE

FUNDAÇÃO: 25 de maio de 2007

CORES: azul / branco

HISTÓRICO: Irá disputar a segundona sergipana no ano de 2014.

 

NOME: NACIONAL ATLÉTICO CLUBE

CIDADE: Visconde de Rio Branco / MG

FUNDAÇÃO:

CORES OFICIAIS: vermelho / branco

 

NOME: SOCIEDADE ESPORTIVA ITAPEMA

CIDADE: Itapema – SC

FUNDAÇÃO: 15 de novembro de 1996

CORES OFICIAIS: azul / amarelo / branco

HISTÓRICO: Disputas amistosos e competições oficiais amadoras.

 

1 – ESPORTE CLUBE LARANJAL (LARANJAL – MG)

2 – ESPORTE CLUBE SANJOANENSE (SÃO JOÃO DE NEPOMUCENO – MG)

3 – ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANDEIRANTE (UBÁ – MG)

 

Segue escudo da camisa do Conilon, Botafogo, Jaguaré ou seja la qual for o nome correto

 

Por favor amigos estou tentando relacionar as equipes que foram campeões femininas estaduais e nacionais de 2011, quem tiver por favor queira postar neste espaço:

Acre -
Alagoas – CESMAC
Amapá -
Amazonas -
Bahia – São Francisco do Conde
Ceará -
Distrito Federal – CRESSPOM
Espírito Santo – Associsação Atletas de Jesus
Goiás -
Maranhão -
Mato Grosso – Mixto
Mato Grosso do Sul -
Minas Gerais – Comercial
Paraná – Foz Cataratas
Paraíba -
Pará – Tuna Luso Brasileira
Pernambuco – Vitória
Piauí -
Rio de Janeiro – Duque de Caxias
Rio Grande do Norte -
Rio Grande do Sul -
Rondonia – Santos PVH FC
Roraima -
Santa Catarina – Kindermann/Caçador
São Paulo – Santos FC
Sergipe -
Tocantins -

Copa do Brasil – Foz Cataratas/PR
Brasileiro -

 

 

Neste domingo 29 de abril o Guarani classificou-se para a final do Paulistão de 2012, DEPOIS DE 24 ANOS.

amigos me desculpem, mas estou muito feliz e quero compartilhar com todos voces, abraços bugrinos a todos.

 

Os classicos mais antigos do Brasil são:

1- Fluminense 6 x 0 Botafogo (CLÁSSICO VOVÔ), desde 22/10/1905.
2- Grêmio 10 x 0 Internacional (CLÁSSICO GRE-NAL), 18/07/1909.
3- Náutico 3 x 1 Sport (CLÁSSICO DOS CLÁSSICOS), 5/07/1909.
4- Ponte Preta x Guarani (DERBI CAMPINEIRO), 24/03/1912, não se sabe o resultado (*)
5- Fluminense 3 x 2 Flamengo (FLA-FLU OU CLÁSSICO DAS MULTIDÕES), 07/07/1912.
6- Botafogo 1 x 0 Flamengo (CLASSICO DA RIVALIDADE), 13/03/1913.
7- Santos 6 x 3 Corinthians (CLASSICO ALVINEGRO), 22/06/1913.
8- Remo 2 x 1 Paysandu (RE-PA OU CLÁSSICO-REI DA AMAZÔNIA), 10/06/1914.
9- Santos 7 x 0 Palmeiras (CLASSICO DA SAUDADE), 03/10/1915.
10- Santa Cruz 2 x 0 Sport (CLÁSSICO DAS MULTIDÕES), 06/05/1916.
11- Palmeiras 3 x 0 Corinthians (DERBY PAULISTA), 25/10/1936.
12- Santa Cruz 3 x 0 Náutico (CLÁSSICO DAS EMOÇÕES), 29/06/1917.
13- Ceará 2 x 0 Fortaleza (CLÁSSICO REI), 17/12/1918.
14- Cruzeiro 3 x 0 Atlético (RAPOSA VERSUS GALO), 17/04/1921.
15- Vasco 3 x 2 Fluminense (CLÁSSICO DOS GIGANTES), 11/03/1923.
16- Vasco 3 x 1 Botafogo (CLASSICO DA AMIZADE), 22/04/1923.
17- Vasco 3 x 1 Flamengo (CLÁSSICO DOS MILHÕES), 29/04/1923.
18- Avai 3×4 Figueirense (ClÁSSICO DA CAPITAL), 13/04/1924 – “Informação do Michel McNish”
19- Coritiba 6 x 3 Atlético (ATLETIBA), 08/06/1924.
20- São Paulo 2 x 2 Palmeiras (CLÁSSICO CHOQUE-REI), 30/03/1930.
21- Santos 2 x 2 São Paulo (CLÁSSICO SAN-SÃO), 11/05/1930.
22- Corinthians 2 x 1 São Paulo (CLÁSSICO MAJESTOSO), 25/05/1930.
23- Bahia 3 x 0 Vitória (CLÁSSICO BA-VI), 18/09/1932.

(*) A revista PLACAR GRANDES CLÁSSICOS, de maio de 2005, apresenta a versão de que
a primeira partida do Derbi Campineiro teria sido disputada em 1911, em dia e mês
desconhecidos  e terminado com a vitória da Ponte Preta por 1 a 0. Segundo o
pesquisador bugrino Fernando Pereira da Silva, esta versão é baseada em informação
oral de um único indivíduo, sem que fontes documentais a comprovem. Efetivamente,
em 24/03/2012 foi comemorado o Derbi  Centenário pelos dois clubes e pela imprensa
(notadamente pelo jornal TODO DIA, que publicou caderno especial com todas as fichas
técnicas da história do Derbi), sendo este o clássico de futebol mais antigo do
Estado de São Paulo.
Não há registro documental do resultado desta partida de 24/03/2012, embora neste
dia o jornal DIÁRIO DO POVO tenha publicado em sua página 2, que "pela primeira vez
se enfrentarão estes dois valorosos teams", partida esta que ocorreu no
Campo da Villa Industrial.

Fonte RSSSF e complementos de arquivos pessoal.
 

Clube fundado em 1940, jogou apenas amadoristicamente. São as informações que possuo.

 

Meus amigos e companheiros de blog, desejo a todos um 2012 cheio de realizações e conquistas, grande abraço a todos

Jorge Farah

 

 

A situação do meu Bugre é muito triste, nunca vi isto, mas vale contar aos que não acompanham as coisas de Campinas de perto, e o site futebol interior, descreveu o clima e toda a tensão ocorrida na assembleia desta segunda feira dia 21 de novembro, ainda assim, mesmo com o resultado tido como o melhor para o clube, os atletas ameaçam fazer greve no último e decisivo jogo que definirá a queda ou a permanencia do clube na segunda divisão do Brasileiro. Confira tudo isto:
Assembleia começou às 20hs de segunda dia 21 e terminou 2h30 de terça dia 22 de novembro.
Um clima extremamente pesado antecedeu a Assembleia Geral de Sócios do Guarani, nesta segunda-feira à noite, no Estádio Brinco de Ouro. Enquanto um grupo de torcedores protestava no lado de fora, barrados na portaria, muitos seguranças desfilavam do lado de dentro, vários deles acompanhados de cachorros ferozes.
Por alguns momentos houve um clima de confronto. Alguns rojões explodiram na parte interna do Brinco, em direção dos seguranças e perto dos radialistas e jornalistas que acompanhavam a tumultuada Assembleia Geral de Sócios. Mas os protestos foram pacíficos.
Cartola de peso
Por volta das 20h15, Beto Zini, ex-presidente, entrou na Assembleia muito aplaudido pelos sócios. A presença do ex-presidente, que renunciou em 1999, surpreendeu muita gente. Mesmo porque ele não se considera candidato a nada neste momento. Mas a reação dos associados foi espontânea e positiva. Beto Zini, elegantemente vestido de camisa verde, mostrava muita confiança na queda de Leonel Martins.
Pela manhã, uma surpresa desagradável para o presidente do Conselho Deliberativo, Antônio Sagula. Acusado por opositores de ser inoperante no cargo, ele teve o seu estabelecimento comercial “recheado” de frases de protestos, mostrando o alto grau de insatisfação dos manifestantes com estes dizeres:
“Fora Leonel!” e “Sagula omisso! ”
A partir daí, a direção do clube sentiu que “a disputa seria para valer”.
Sócio bloqueado
Muitos associados foram, injustamente, boqueados na portaria. Um deles, muito insatisfeito, era o advogado Marcelo Dias, líder do grupo Renova Guarani.
“Fui impedido de entrar porque não existe um sistema eletrônico de conferência. É uma triste realidade. Assim não participo da reunião e nem da votação”, comentou indignado.
Ele também explicou a posição do seu grupo em termos de futuro do clube:
“Parece ter ficado instustentável a permanência do Leonel (Martins) porque ele cometeu uma série de falhas na presidência, como cuidar mal do futebol do clube, atrasar salários e não ter um comportamento que se espera de um presidente”, explicou.
Mas também, Dias, mostrou cautela em relação ao futuro:
“Temos que tirar o Leonel, mas tomar muito cuidado em quem vai entrar neste momento delicado do clube. É um perigo entregar o clube em mãos perigosas, de quem tenha outros interesses que não sejam os do Guarani”, completou.
Presidência com Oposição
A reunião começou por volta das 20h20 e a primeira discussão foi sobre a presidência da mesa de trabalhos. Colocada em votação por Antônio Sagula, houve a primeira derrota da diretoria atual. Por 151 a 138 votos foi negada a mesa ao grupo de Situação.
A indicação para a presidência era de Milton Fernandes Alves, ex-empresário de sucesso que depois virou advogado pouco requisitado. Inclusive atuou no departamento jurídico do Guarani. Seu nome, porém, foi vetado pelos associados. Mas o presidente da mesa indicado e aprovado pelos associados foi o advogado Palmeron Mendes Filho, membro da ONG Garra Guarani.
A pedido de Leonel Martins de Oliveira, presidente da diretoria, a votação foi recontada por três vezes, numa clara manobra para adiar qualquer votação a tempo de chegar mais sócios ligados a ele.
A diferença mínima de votos entre Oposição e Situação confirma a expectativa de que qualquer decisão será tomada por um número muito pequeno de diferença entre prós e contra a Leonel Martins. No caso específico à sua destituição, junto com toda a sua incompetente diretoria. De qualquer forma, não houve como evitar uma demora na Assembleia, uma vez que a pauta era extensa, com oito itens. Segundo os opositores, o Edital de Convocação teria mesmo esta intenção como estrategia da diretoria.

ATLETAS DO BUGRE PODEM FAZER GRAVE NA ÚLTIMA E DECISIVA RODADA
Quando todos esperavam que o Guarani viveria outros momentos após a cassação do presidente Leonel Martins de Oliveira na madrugada desta terça-feira, os jogadores surpreenderam e deram mais uma notícia bombástica para os torcedores. Com quatro meses de salários atrasados, o elenco não descartou a possibilidade de não entrar em campo no próximo sábado, diante do Goiás, às 17 horas, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
Nesta tarde, os jogadores se reuniram com representantes do Sindicato dos Atletas do Estado de São Paulo (Sapesp) e convocaram uma entrevista coletiva. O porta-voz do elenco foi o atacante Fabinho, ídolo da torcida bugrina e um dos atletas com mais tempo de clube, que apenas se pronunciou e não respondeu nenhuma pergunta da imprensa.
De acordo com Fabinho, os jogadores irão treinar normalmente durante a semana, mas deixou claro que existe a possibilidade de não entrarem em campo diante do Goiás, na partida que irá decretar a permanência do Bugre na Série B ou o rebaixamento. O elenco aguarda uma posição da diretoria até sexta-feira para decidirem o que irão fazer.
“Esperamos que até sexta-feira alguém possa nos passar uma parte, seja diretoria ou empresários. Não dá para esperar mais. Vamos treinar durante a semana, mas a gente não garante que vamos entrar em campo. Se depender de nós não vamos cair, mas agora estamos em outra situação”, destacou Fabinho. Ao lado do atacante, na sala de imprensa do Guarani, estavam todos os outros 23 jogadores.
Caso os jogadores realmente entrem em greve, o Guarani deve entrar em campo contra o Goiás com juniores, aumentando ainda mais o drama da torcida bugrina, que ainda convive com o perigo iminente de rebaixamento.
Com 49 pontos, o Guarani se encontra na 13ª colocação e precisa de um simples empate para se garantir na Série B. O time campineiro será rebaixado apenas se perder para o Goiás e acontecer uma combinação improvável de resultados, como pelo menos um empate do Paraná, além de vitórias de ASA, São Caetano e Icasa.
E se tiver greve?
De acordo com o artigo 63 do regulamento geral de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de 2011, “nos casos em que uma equipe se apresentar com menos de sete atletas ou ficar reduzida a menos de sete, após iniciada a partida, o clube correspondente perderá a quota da renda que lhe caberia, além de sofrer uma multa de R$ 10.000,00, aplicada pela CBF, sem prejuízo de sanções previstas no CBJD”.
Já o artigo 65 diz: “No caso de uma equipe não se apresentar em campo para uma partida previamente programada, o seu adversário será declarado vencedor pelo placar de três a zero”. Vale lembra que se isso acontecer, o caso será julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Fonte – Futebol Interior

 

Caros amigos estou um pouco ausente, pois sofri uma intervençao cirurgica (redução de estomago) mas estou olhando o site todos os dias e agora recuperando melhor o inicio foi dificil, mas estou bem, nesta quarta completo uma semana de cirurgia, estou por aqui, abraço a todos.

 

Consegui esta foto do Cisplatina FC , esta equipe participou de muitos campeonatos na época do amadorismo. Esta foto é de 1945, a camisa imita a do River Plate, a foto foi tirada do arquivo do clube.

 

 

 

Fundação – 21/04/1928

 

Novo clube do estado do Rio de Janeiro, fundado em 9 de julho de 2011, disputara a terceira do Rio, o escudo foi feito por mim.

 

Este é a equipe do Luziania FC – Vice campeão Brasiliense da segundona de 1963, a escalação era:

Gato, Coquinho, Tiãozinho, Felipe e Hermes, Evaldo, Toco e Francisco, Bubu, Invasão e Carlos, ainda na foto o Presidente Francisco das Chagas e a rainha do club Rosita Roriz.

José CARLOS Zampietro o ponta esquerda que esta proximo ao presidente (camisa escura) no centro da foto é meu tio, que foi bom de bola. Foto ineditíssima. Arquivo pessoal.

luziania-1963-vicecampeao

 

Está confirmado. O Grêmio Prudente terá mesmo a cidade de Barueri novamente como sua casa. Depois de pouco mais de um ano em Presidente Prudente, onde sofreu dois rebaixamentos (Campeonato Brasileiro e Campeonato Paulista), o clube acertou sua transferência para um grupo de empresários, nove dias antes do início da Série B do Campeonato Brasileiro. Para mudar de sede, o clube-empresa terá que pagar uma taxa de R$ 800 mil à Federação Paulista de Futebol.

A segunda mudança vai alterar o nome do time novamente para Grêmio Barueri. Ao contrário do que vinha sendo especulado, a mudança para a cidade de Barueri acontecerá antes mesmo da estreia da Série B. Com isso, o time fará seu primeiro jogo como mandante contra o Bragantino, na Arena Barueri, no dia 27 de maio, pela segunda rodada.

O Conselho deliberativo do clube é formado por seis sócios, mas o majoritário é Walter Sanches, que por ser o mandatário conduziu as negociações de acordo com o Portal Prudentino.

A informação inicial é de que os sócios receberão R$ 6 milhões em dinheiro e o grupo de empresários, ligados ao prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PMDB), ainda assumirá os ativos do clube-empresa, que somam cerca de R$ 14 milhões.

Segundo já havia divulgado a Folha de S. Paulo na semana passada, o motivo da mudança de cidade é totalmente político. De acordo com o jornal, esta foi a forma encontrada pelo prefeito de Barueri, Rubens Furlan, para fortalecer a candidatura de seu potencial sucessor nas eleições municipais do ano que vem.

Como não pode concorrer a mais um mandato, Furlan deve escolher o secretário de Esportes da cidade, Carlos Zicardi, para disputar o pleito em 2012. A opção teria provocado a revolta de um antigo aliado, o deputado estadual Gil Arantes (DEM), que já se lançou como pré-candidato à prefeitura. O acordo entre o clube e a prefeitura de Presidente Prudente termina em 2012, último ano do mandato de Furlan.

A mudança do Grêmio Barueri para a cidade de Presidente Prudente aconteceu de forma oficial em 26 de fevereiro de 2010. Desde então, Grêmio não teve sucesso, com exceção ao Paulista de 2010, quando chegou às semifinais. Depois, o clube foi rebaixado no Campeonato Brasileiro de 2010 e, neste ano, caiu para a A-2 do Paulista.

Mudanças na comissão técnica

Além das prováveis saídas do atual presidente Marco Antônio Almeida e do presidente do Conselho Deliberativo Walter Sanchez, a comissão técnica também deve ser alterada. O atual treinador Márcio Goiano não continuará no clube e será substituído por Sérgio Soares, ex-Santo André, Ponte Preta e Atlético-PR.

Moracy Santana, preparador físico que trabalhou em seis Copas do Mundo com a Seleção Brasileira, será o diretor de futebol, comandando inclusive as categorias de base.

O elenco segue agora para Itu, onde realizará a intertemporada para a Série B e fica concentrado até as vésperas da estreia na Série B. O primeiro jogo da equipe será contra o Goiás, no próximo dia 20 de maio, no Serra Dourada, em Goiânia.

Fonte UOL Esportes

O que diz o PORTAL PRUDENTINO:

Grêmio é vendido por R$ 20 milhões e vai voltar a Barueri

Após muitas especulações e tentativas de desmentir por parte da diretoria, a notícia que alguns já esperavam desde que o time chegou a Presidente Prudente e outros tantos torciam para não ocorrer, se confirma finalmente: o Grêmio foi vendido por cerca de R$ 20 milhões a um grupo de empresários e está de mudança novamente rumo a Barueri.

O Conselho Deliberativo do clube é formado por seis sócios, mas o majoritário é Walter Sanches, que por ser o mandatário tomou a frente e conduziu as negociações.

Ninguém da diretoria foi localizado por enquanto para comentar o assunto, mas a informação inicial é de que os sócios receberão R$ 6 milhões em dinheiro e o grupo de empresários ainda assumirá os ativos do clube-empresa, que somam cerca de R$ 14 milhões. Conforme apuração do Portal, esses empresários estariam ligados ao prefeito de Barueri, Rubens Furlan.

O prefeito prudentino, Milton Carlos de Mello (Tupã), já foi comunicado oficialmente da venda no início da tarde de hoje e já marcou uma entrevista coletiva para as 15h45 para comunicar o fato à população.

O técnico Márcio Goiano está desligado do clube e muitos jogadores já foram para Itu, onde o time fará a pré-temporada para a série B do Brasileiro, e outros deve seguir entre hoje e amanhã. Os novos donos já teriam uma comissão técnica montada, com o departamento de futebol comandado por Moracy Santana e Sérgio Soares como treinador.

O Grêmio ficou pouco mais de um ano em Prudente e, apesar do bom começo, colecionou fracassos e polêmicas. Desde que chegou, os boatos de que negociava com outras cidades e empresários sempre habitou o dia-a-dia do clube. Sempre foram desmentidos pela diretoria, mas os cartolas sempre faziam questão de reclamar da falta  de apoio empresarial ao time, como patrocínios.

Os acertos entre Prudente e o então Grêmio Barueri começaram no final de 2009, quando o clube teve divergências com o prefeito da cidade da grande São Paulo, que retirou todos seus apoios.

No início de 2010 o time já fazia a pré-temporada no interior e, finalmente, foi anunciado que o clube disputaria o Paulistão por Presidente Prudente, pegando inclusive muitos jogadores de surpresa. Atletas e funcionários tiveram de se mudar as pressas para a cidade.

Em 19 jogos no estadual o Grêmio obteve 37 pontos, com 11 vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Chegou às semifinais, enfrentou o Santo André e foi eliminado da competição pelo time do ABC pelo saldo de melhor campanha. Com o inédito terceiro lugar, melhor resultado da história no clube, obteve a vaga na Copa do Brasil-2011.

Após o Paulista, o time adotou o nome de Grêmio Prudente, mas a partir daí sua sorte mudou.

Em sua primeira disputa de uma competição internacional, a Copa Sul-Americana, o time de Presidente Prudente jogou apenas duas partidas, em ida e volta, contra o Atlético-MG. No Prudentão, a partida terminou em 0 a 0. Já no segundo jogo, no Estádio Ipatingão, a equipe sofreu um gol no último minuto e foi derrotada por 1 a 0.

No Campeonato Brasileiro de 2010 o clube, em 38 jogos, somou 28 pontos, em apenas sete vitórias, dez empates e 21 derrotas. Marcou 39 gols e sofreu 64, um saldo negativo de 25. Foi rebaixado.

Este ano, foi rebaixado no Campeonato Paulista ao somar 17 pontos em 19 rodadas. Conseguiu apenas três vitórias, cinco empates e dez derrotas. Marcou 20 gols e tomou 35, com saldo de menos 15 e a pior defesa da competição. Também foi desclassificado nas oitavas de final da Copa do Brasil ao perder os dois jogos para o Ceará

 

guaraniAo completar 100 anos o Bugre campineiro volta a elite do futebol paulista lugar de onde nunca deveria ter saido, é frase feita, mas na felicidade vale tudo ao vencer o Rio Preto hoje em Campinas o Bugrão retorna em grande estilo. desculpem os amigos mas estou feliz e preciso contar ao mundo, segue a ficha tecnica da porfia:

Guarani 4 x 2 Rio Preto

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas
Público: 9.434 pagantes
Renda: R$ 85.369,00
Árbitro: Welton Orlando Wohnrath
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Renata Ruel Xavier de Brito
Cartões amarelos: Rodrigo Paulista, Carlos, Neto (Guarani); Juninho, Marcelo Ferreira (Rio Preto)
Gols: Jefferson Luis, aos 19′/1T, 42′/1T e 2′/2T e Fabinho, aos 26′/2T (Guarani); Éder Baiano, aos 15′/1T e Osmar Nícolas, aos 41′/1T (Rio Preto)

Guarani

Emerson; Chiquinho (Dadá), Aílson, Neto e Carlinhos; Carlos, Lusmar, Rodrigo Paulista e Jefferson Luis; Fabinho (Léo Citadini) e Marcos Denner (Flávio)
Técnico: Vilson Taddei

Rio Preto
Rafael; Stevys (Gláucio), Éder Baiano e Luciano; Marcelo Ferreira, Sérgio Manoel, Juninho, Geovane, Romarinho (Jô) e Osmar Nícolas (Fernandinho); Bruno Nunes.
Técnico: Betão Alcantara

 

No blog paixão por escudos encontrei este escudo do AE Real novo clube de Roraima.

AEReal-SLAnaua-RR

 

SELO-GuaraniGUARANI FUTEBOL CLUBE

100 ANOS  1911-2011
Arte: R.E. Macedo e F.P. Silva
Valor Facial: Primeiro porte, carta comercial
Data Lançamento: 2 de abril 2011
Série: Clubes de Futebol – Rumo à Copa de 2014
Sobre o selo:
O Selo apresenta, em primeiro plano, a logomarca comemorativa do Centenário do Guarani Futebol Clube, cujo desenho foi baseado no distintivo oficial do Clube, acrescido de contornos dourados, ano de centenário e flâmula dourada com o indicativo de 100 anos. Em segundo plano, é representado o momento da conquista do Título de Campeão Brasileiro de Futebol Profissional de 1978, ocorrida no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em 13 de agosto. As estrelas simbolizam as grandes conquistas do Clube: a dourada, o título de Campeão Brasileiro, em 1978, e a prateada, o título de Campeão Brasileiro da Taça de Prata, em 1981. A cor verde caracteriza o Clube. Foi utilizada a técnica da computação gráfica.
fonte Correios
 

Depois de procurar muito quero partilhar com os amigos uma grande conquista o escudo do procurado Aclimação de Santo André que já disputou as divisões menores do Campeonato Paulista, procurava-o desde 2000 curtam

aclimacao-site

 

Senhores mais 3 escudos para identificação, as pessoas me pedem e quando eu nao sei, ai meu recurso é com voces, por favor não tenho nenhuma dica são escudos de camisa que recebi, obrigado antecipadamente

escudo3

escudo 1

escudo2

escudo 2

escudo1

escudo 3

CamisaECPesta é a camisa do ECP se ajudar

 

Amigos preciso da ajuda de voces recebi dois escudos e não tenho ideia de quem sejam, por favor se puderem me ajudar agradeço
obrigado antecipadamente
E.C.N.V.V – ?

Dist

B.E.C. – ?

Dist2

 

Agora, representante mineiro na Série B passará a se chamar Boa Esporte Clube

A Série B do Campeonato Brasileiro  tem um novo time. Nesta quarta-feira, o prefeito de Varginha, Eduardo Carvalo Corujinha, e o presidente do Ituiutaba, Rone Moraes da Costa, assinaram o contrato oficializando a mudança de sede e de nome do Ituiutaba.

Com o acordo, o representante mineiro da Série B do Campeonato Brasileiro passará a se chamar Boa Esporte Clube e mandará seus jogos no Estádio do Melão, com capacidade 15.545 torcedores, a partir da disputa do Módulo II do Campeonato Mineiro.

Justamente, a capacidade do estádio um o principal motivo para esta mudança. Segundo, o diretor de futebol do BOA, Roberto Moraes, a capacidade do Estádio da Fazendinha, em Ituiutaba era de apenas 1800 torcedores e o clube não poderia mandar jogos da Série B no local, pois não atinge as exigências da CBF.

Para a cidade, o principal objetivo é utilizar o time mineiro para fazer com que a cidade se torne sub-sede da Copa de 2014. Para isto, a prefeitura fornecerá para o BOA, hospedagem, centro de treinamento, além de recursos para o departamento médico do novo clube.

fonte futebol interior

 

Confederação Brasileira de Futebol (CBF) promete inovar no lançamento do novo uniforme da Seleção Brasileira, marcado para 31 de janeiro. Responsável pelo modelo, a Nike colocará na camisa uma novidade até então nunca vista: uma faixa horizontal verde logo abaixo do símbolo da CBF, na altura do peito.
De acordo com o departamento de marketing da Nike na América Latina, a faixa representará “o corpo fechado do guerreiro brasileiro para a Copa América”. O torneio será disputado em junho, na Argentina.
O restante da camisa será praticamente o mesmo modelo do uniforme utilizado na última Copa do Mundo. As frases “Nascido para jogar futebol” e “Orgulho e amor” seguem escritas na parte traseira da camisa, que novamente será feita com material plástico, o mesmo utilizado em garrafas pet.
A estreia do novo uniforme do Brasil será em 9 de fevereiro, em amistoso contra a França, em Paris. Para esta partida, o técnico Mano Menezes anunciará a convocação na próxima semana.

nova-camisa-cbf

fonte – site futebolinterior

 

alegria2010-2011

 

Escudo do Sabia de Caxias Ma

fundado em 2007

http://www.sabiafcma.com.br/novosite/

sabia-ma

 

O Santos e o Palmeiras são os maiores campeões brasileiros. Atendendo ao pedido de alguns clubes, incluindo a dupla paulista, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) irá unificar até o fim deste ano as conquistas da Taça Brasil, Torneio Roberto Gomes Pedrosa e Taça de Prata, transformando-as em títulos nacionais, segundo informações do Jornal Nacional.

Com essa mudança, o Santos, que atualmente conta com dois títulos brasileiros, passará a ter oito conquistas (Taça Brasil de 1961 a 1965 e Roberto Gomes Pedrosa de 1968). O Palmeiras irá dobras os atuais quatro troféus nacionais, já que também venceu torneios em 1960, 1967 (duas conquistas) e 1969.

Não são apenas os dois times paulistas, no entanto, que serão beneficiados com a decisão da CBF. Com a decisão, Cruzeiro, Botafogo e Fluminense também passam a contar com um título a mais do que atualmente.

Outra mudança histórica está no primeiro campeão da história do país. O Atlético-MG, que venceu a edição do Campeonato Brasileiro de 1971, perde esse posto para o Bahia, que venceu a Taça Brasil em 1959.

O trabalho de unificação dos títulos foi liderado pelo historiador Odir Cunha, ligado à diretoria do Santos. Após resgatar matérias da época, o profissional elaborou um detalhado dossiê. Com isso, ganhou o apoio dos presidentes de Palmeiras, Cruzeiro, Bahia, Botafogo e Fluminense, que se juntaram para pressionar a CBF.

fonte – UOL

Acabei tambem de ouvir a noticia no Jornal Nacional da Rede Globo, dia 13 as 21 horas.

Protegido: CLUBE YPIRANGA – CAMPINA GRANDE

 16. Jorge Farah, Paraíba  Digite sua senha para ver os comentários.
nov 212010
 

Este post está protegido por senha. Para vê-lo, digite sua senha abaixo:


© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha