Este torneio eliminatório teve como objetivo arrecadar fundos para a Sociedade Lageana de Auxílio aos Necessitados. Abaixo os resultados:

Data: 27 de fevereiro de 1955
Local: Lages / SC

1º jogo – Pinheiros 2-0 Lages
2º jogo – Vasco da Gama 1-1 Internacional (3-2 pen)
3º jogo – Aliados 0-0 Pinheiros (2-1 pen)
Final     – Aliados 1-0 Vasco da Gama

Campeão – Aliados Futebol Clube (Lages / SC)

Fonte: Correio Lageano / SC

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

 

EQUIPE CIDADE

001

ALIADOS FUTEBOL CLUBE LAGES – SC

002

ESPORTE CLUBE INTERNACIONAL LAGES – SC

003

GRÊMIO ESPORTIVO VASCO DA GAMA LAGES – SC

004

LAGES FUTEBOL CLUBE LAGES – SC

005

SPORT CLUB PINHEIROS LAGES – SC

 

1º TURNO

 

11.09.1955

ALIADOS

2-1

LAGES

18.09.1955

VASCO DA GAMA

3-0

PINHEIROS

02.10.1955

ALIADOS

2-1

INTERNACIONAL

09.10.1955

LAGES

1-1

PINHEIROS

16.10.1955

INTERNACIONAL

1-1

VASCO DA GAMA

23.10.1955

ALIADOS

2-2

PINHEIROS

30.10.1955

LAGES

4-2

INTERNACIONAL

06.11.1955

ALIADOS

2-2

VASCO DA GAMA

13.11.1955

INTERNACIONAL

2-1

PINHEIROS

20.11.1955

LAGES

1-1

VASCO DA GAMA

 

2º TURNO

 

08.12.1955

LAGES

3-0

ALIADOS

17.12.1955

PINHEIROS

4-1

VASCO DA GAMA

18.12.1955

ALIADOS

5-0

INTERNACIONAL

24.12.1955

LAGES

8-0

PINHEIROS

14.01.1956

INTERNACIONAL

3-3

VASCO DA GAMA

18.01.1956

ALIADOS

4-2

PINHEIROS

04.02.1956

LAGES

4-2

INTERNACIONAL

05.02.1956

ALIADOS

2-1

VASCO DA GAMA

18.02.1956

INTERNACIONAL

6-5

PINHEIROS

19.02.1956

LAGES

4-3

VASCO DA GAMA

 

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

LAGES

08

05

02

01

26

11

12

02º

ALIADOS

08

05

02

01

19

12

12

03º

VASCO DA GAMA

08

01

04

03

15

17

06

04º

INTERNACIONAL

08

02

02

04

17

25

06

05º

PINHEIROS

08

01

02

05

15

27

04

 

FINAL

 

18.03.1956

ALIADOS

0-0

LAGES

25.03.1956

ALIADOS

1-0

LAGES

 

# CAMPEÃO – ALIADOS FUTEBOL CLUBE (LAGES – SC)

Fonte: Correio Lageano / SC

 

Para ajudar o zagueiro Mendonça, do São Domingos que fraturou a perna durante a partida com o Cruzeiro em 25 de janeiro, foi organizado este torneio. Abaixo os resultados:

1ª Rodada

08.02.1984
CRAC 3-2 São Domingos
Ypiranga 1-0 Mixto

2ª Rodada

Mixto 4-1 São Domingos
Ypiranga 2-1 CRAC

Classificação Final

1º Ypiranga Esporte Clube
2º Clube Recreativo Atlético Cearense
3º Mixto Esporte Clube
4º São Domingos Esporte Clube

Fonte: Jornal Alto Madeira / RO

 

1º Turno

01.07.1956
Internacional 2-1 Vasco da Gama
08.07.1956
Lages 3-0 Aliados (O Aliados desistiu do campeonato)
22.07.1956
Lages 2-1 Internacional
05.08.1956
Vasco da Gama 5-1 Lages

2º Turno

26.08.1956
Vasco da Gama 4-0 Internacional
02.09.1956
Lages 6-1 Internacional
16.09.1956
Vasco da Gama 2-0 Lages

Campeão – Grêmio Esportivo Vasco da Gama (Lages-SC)

Fonte: Correio Lageano (Lages / SC)

 

Data: 03 de junho de 1956
Local: Lages – SC

1º jogo – Internacional 0-0 Vasco da Gama (2-0 pen)
2º jogo – Lages 0-0 Aliados (Aliados eliminado por irregularidades)
Final    - Lages 3-1 Internacional

Campeão – Lages Futebol Clube

Fonte: Correio Lageano (Lages / SC)

 

Campeonato Rondoniense 1982

Participantes

Ajax (Ajax Futebol Clube) – Vilhena
América (América Futebol Clube) – Guajará-Mirim
Ferroviário (Ferroviário Atlético Clube) – Porto Velho
Flamengo (Clube de Regatas do Flamengo) – Porto Velho
Municipal (Associação Atlética Municipal) – Cacoal
Rio Branco (Rio Branco Esporte Clube) – Ariquemes
Vera Cruz (Esporte Clube Vera Cruz) – Ji-Paraná
Ypiranga (Ypiranga Esporte Clube) – Porto Velho

1ª Fase

21/11/1982 – 1ª Rodada

América 0×0 Ferroviário
Ypiranga 4×1 Rio Branco
Flamengo 3×1 Ajax
Vera Cruz 2×0 Municipal

28/11/1982 – 2ª Rodada

Ferroviário 0×0 Rio Branco
Ypiranga 1×0 América
Ajax 0×3 Municipal
Vera Cruz 0×2 Flamengo

05/12/1982 – 3ª Rodada

Rio Branco 5×1 América
Ypiranga 0×3 Ferroviário
Ajax 1×1 Vera Cruz
Flamengo 2×1 Municipal

Classificação
Grupo A
1    Ferroviário    4
2    Ypiranga    4
3    Rio Branco    3
4    América   1

Grupo B
1    Flamengo    6
2    Vera Cruz    3
3    Municipal    2
4    Ajax        1

2ª Fase – Semifinal

12/12/1982

Ferroviário 3×0 Vera Cruz
Flamengo 4×1 Ypiranga

3ª Fase – Final

19/12/1982
Flamengo 2×0 Ferroviário

Flamengo campeão estadual

Fonte: Jornal “Alto Madeira”

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

 

EQUIPE CIDADE

001

CLUBE DE REGATAS FLAMENGO PORTO VELHO – RO

002

CRUZEIRO ESPORTE CLUBE PORTO VELHO – RO

003

MIXTO ESPORTE CLUBE PORTO VELHO – RO

004

SÃO DOMINGOS ESPORTE CLUBE PORTO VELHO – RO

005

YPIRANGA ESPORTE CLUBE PORTO VELHO – RO

 

1º TURNO

 

26.03.1983

YPIRANGA

0-0

MIXTO

27.03.1983

FLAMENGO

4-0

SÃO DOMINGOS

02.04.1983

FLAMENGO

1-1

CRUZEIRO

03.04.1983

SÃO DOMINGOS

3-2

MIXTO

21.04.1983

MIXTO

4-1

CRUZEIRO

24.04.1983

SÃO DOMINGOS

3-1

YPIRANGA

07.05.1983

FLAMENGO

1-0

MIXTO

08.05.1983

YPIRANGA

4-0

CRUZEIRO

14.05.1983

SÃO DOMINGOS

3-1

CRUZEIRO

15.05.1983

YPIRANGA

1-0

FLAMENGO

 

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

SÃO DOMINGOS

04

03

00

01

09

08

06

02º

FLAMENGO

04

02

01

01

06

02

05

03º

YPIRANGA

04

02

01

01

06

03

05

04º

MIXTO

04

01

01

02

06

05

03

05º

CRUZEIRO

04

00

01

03

03

12

01

 

2º TURNO

 

04.06.1983

CRUZEIRO

2-1

YPIRANGA

05.06.1983

FLAMENGO

1-1

MIXTO

11.06.1983

YPIRANGA

2-1

FLAMENGO

12.06.1983

CRUZEIRO

3-1

SÃO DOMINGOS

18.06.1983

FLAMENGO

0-0

SÃO DOMINGOS

19.06.1983

MIXTO

2-0

YPIRANGA

26.06.1983

CRUZEIRO

4-1

FLAMENGO

26.06.1983

SÃO DOMINGOS

0-0

MIXTO

02.07.1983

YPIRANGA

2-1

SÃO DOMINGOS

03.07.1983

CRUZEIRO

3-0

MIXTO

 

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

CRUZEIRO

04

04

00

00

12

03

08

02º

YPIRANGA

04

02

00

02

05

06

04

03º

MIXTO

04

01

02

01

03

04

04

04º

SÃO DOMINGOS

04

00

02

02

02

05

02

05º

FLAMENGO

04

00

02

02

03

07

02

 

3º TURNO

 

17.07.1983

FLAMENGO

2-1

SÃO DOMINGOS

17.07.1983

YPIRANGA

3-1

CRUZEIRO

24.07.1983

MIXTO

1-1

CRUZEIRO

24.07.1983

SÃO DOMINGOS

1-1

YPIRANGA

31.07.1983

YPIRANGA

0-0

MIXTO

31.07.1983

FLAMENGO

1-0

CRUZEIRO

07.08.1983

MIXTO

3-1

SÃO DOMINGOS

07.08.1983

YPIRANGA

3-0

FLAMENGO

14.08.1983

FLAMENGO

3-0

MIXTO

14.08.1983

SÃO DOMINGOS

1-0

CRUZEIRO

 

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

YPIRANGA

04

02

02

00

07

02

06

02º

FLAMENGO

04

03

00

01

06

04

06

03º

MIXTO

04

01

02

01

04

05

04

04º

SÃO DOMINGOS

04

01

01

02

04

06

03

05º

CRUZEIRO

04

00

01

03

02

06

01

 

DECISÃO DO 3º TURNO

 

21.08.1983

FLAMENGO

3-1

YPIRANGA

 

FASE FINAL

 

18.09.1983

SÃO DOMINGOS

1-0

CRUZEIRO

25.09.1983

FLAMENGO

2-0

CRUZEIRO

02.10.1983

SÃO DOMINGOS

1-0

FLAMENGO

 

# CAMPEÃO – SÃO DOMINGOS ESPORTE CLUBE (PORTO VELHO – RO)

 

ARTILHEIROS

 

CAETANO (SÃO DOMINGOS)

IRINEU (FLAMENGO)                                      07 GOLS
Fonte: Jornal Alto Madeira / RO

 

Nome Oficial: Torneio de Abertura do Campeonato Portovelhense de Futebol – 1976
Data: 16/05/1976 15:00 [-4]
Local: Estádio Aluízio Ferreira (Aluizão), Porto Velho/RO
Renda: Cr$ 16.105,00

Observação: O Moto não disputou o Torneio. Entretanto disputou o Campeonato Municipal, sendo inclusive o campeão.

Ypiranga  1-0  Rondônia
[Nequinho]

Flamengo 1-0 Botafogo
[Ademir]

Ferroviário 0-0 Cruzeiro (pênaltis: Ferroviário venceu)

Vasco da Gama 0-0 São Domingos (pênaltis: São Domingos venceu)

Ferroviário 2-0 Flamengo

Ypiranga 0-0 São Domingos (São Domingos abandonou a partida após um pênalti marcado)
Árbitro: Ronaldo Brito

Ferroviário 0-0 Ypiranga (prorrogação: 1-0)
[Onofre]
Árbitro: Augustinho Leandro de Carvalho

Ferroviário campeão

Fonte: Jornal “Alto Madeira” de 18/05/1976

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CAMPEONATO LIGA SERRANA 1962

Participantes: 

Cruzeiro (Lages)

Esporte Clube Pinheiros (Lages)

Esporte Clube Internacional (Lages)

Grêmio Atlético Guarani (Lages)

Sociedade Esportiva Recreativa Olinkraft (Otacílio Costa/ Lages)

Turno

26/3 – Guarani 6 x 0 Pinheiros

1/4  -  Internacional 4 x 1 Cruzeiro

8/4 – Olinkraft 3 x 2 Internacional

15/4 – Pinheiros 4 x 3 Cruzeiro

22/4 – Guarani 2 x 0 Olinkraft

28/4 – Olinkraft 2 x 0 Cruzeiro

29/4 – Internacional 1 x 0 Pinheiros

5/5 – Pinheiros 0 x 2 Olinkraft

6/5 – Guarani 2 x 0 Cruzeiro

13/5 – Guarani 3 x 2 Internacional

 Returno

20/5 – Cruzeiro 0 x 2 Olinkfrat

27/5 – Guarani 8 x 0 Pinheiros

3/6 – Cruzeiro 2 x 7 Internacional

10/6 – Olinkraft 3 x 2 Pinheiros

16/6 – Internacional 2 x 1 Olinkraft

17/6 – Cruzeiro 3 x 2 Pinheiros

23/6 – Olinkraft 2 x 2 Guarani

24/6 – Internacional 10 x 3 Pinheiros

1/7 – Guarani 5 x 0 Cruzeiro

8/7 – Guarani 4 x 1 Internacional

 Campeão: Guarani (Lages) – 1 pp

Vice: Olinkraft (Otacílio Costa/Lages) – 5 pp

3º lugar: Internacional (Lages) – 6 pp

4º lugar: Cruzeiro e Pinheiros – 14 pp

Artilheiro: Silvio (Guarani) – 10 gols

Fonte: O Estado

 

 

Ficha do Jogo:

Atlético Paranaense1×3Grêmio
Data: 5 de fevereiro de 1973, segunda-feira.
Horário:
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba-RS
Árbitro: Jefferson de Freitas
Assistentes: Leandro Faco e Cícero Salata
Público:
Renda: Cr$ 52.283,00
Cartões amarelos:
Cartões vermelhos:
Competição: Taça Atlântico Sul de 1973

Gols

Grêmio: Tarciso (30/1′), Carlos Alberto (41/1′) e Mazinho (33/2′)
Atlético-PR: Renatinho (pênalti, 40/1′)

Times

GRÊMIO: Picasso; Espinosa, Beto, Renato Cogo e Tabajara; Carlos Alberto e Paulo Sérgio; Carlinhos, Oberti, Tarciso (Mazinho) e Bolivar
Técnico: Milton Martins Kuelle
ATLÉTICO-PR: Altevir; Vanderley, Almeida, Di e Júlio; Sérgio Lopes e Valtinho; Buião (Nilton), Liminha, Babá (Sicupira) e Renatinho.
Técnico: Francisco Sarno

Matéria do Jornal “A Tarde” de 1973

 

 

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal “A Tarde”

 

Em 1933, com a criação da Liga Carioca de Football – primeira liga profissional do Rio de Janeiro – foi criada também a Subliga Carioca de Football, espécie de “divisão inferior” daquela. Para entender a relação entre as duas, podemos fazer um paralelo com o Carnaval Carioca, onde as diferentes divisões de escolas de samba são organizadas por ligas diferentes (ao invés de uma única liga organizando mais de uma competição). Ou mesmo com o futebol inglês, onde o campeonato de elite é organizado pela Premier League e as divisoes inferiores pela English Football League.

O acesso do campeão da Subliga ao campeonato da Liga não era automático: o campeão ganhava o direito de pleitear a vaga, mas dependia da aprovação de todos os clubes-membros “de cima”. O mesmo sistema, aliás, já vigorava no futebol carioca desde 1924, com a amadora Associação Metropolitana de Esportes Athleticos.

A Subliga Carioca de Football organizou campeonatos de 1933 a 1936. Em 1937, com a fusão da Liga Carioca de Football com a também profissional Federação Metropolitana de Desportos, surgiu a Liga de Football do Rio de Janeiro. E logo iniciou-se o processo de fusão da Subliga com a chamada Divisão Intermediária da FMD. No entanto, o mesmo foi confuso e nenhum campeonato secundário foi organizado no ano.

Apenas em 1938 foi consolidada a nova subliga profissional, chamada de Associação de Football do Rio de Janeiro. E ela organizou três campeonatos bem-sucedidos de 1938 a 1940.

Em 1941, com a Lei dos Desportos de Getúlio Vargas, ficou proibida a coexistência de mais de uma liga em uma mesma cidade. E a subliga teria que ser transformada em uma Segunda Divisão administrada diretamente pela Federação Metropolitana de Futebol (novo nome da Liga de Football do Rio de Janeiro, mudança feita por determinação da citada lei, que regulamentava até a nomenclatura das ligas…).

Em 1941 essa Segunda Divisão não foi realizada a tempo, e em 1942 a divisão chegou a ter participantes inscritos, mas a FMF começou a impor tantas exigências aos clubes pequenos (capacidade de estádio, obrigatoriedade de formar, além das equipes profissionais, equipes amadoras, de reservas, juvenis etc.) que só o Olaria foi considerado apto. E o projeto naufragou. Os comentários da época, aliás, diziam que as dificuldades foram criadas justamente para não haver acesso e descenso. Os clubes “de cima” estavam fechados, e não desejavam mais intrusos. Coisas da cartolagem…

Assim como na “Divisão Principal”, existia um campeonato de quadros amadores cujos jogos eram disputados nas preliminares dos profissionais. Algumas edições contaram também com um Torneio Início.

Mas vamos aos participantes e campeões, com comentários:

 

SUBLIGA DE 1933 – São Cristóvão campeão! 

Participantes:

Bandeirantes Athletico Club (Taquara/Jacarepaguá)

Carioca Foot-Ball Club (Jardim Botânico)

Del Castilho Foot-Ball Club (Del Castilho)

General Electric Edison Athletic Club (Maria da Graça)

Jequiá Foot-Ball Club (Ilha do Governador)

Madureira Athletico Club (Madureira)

Modesto Foot-Ball Club (Quintino)

São Cristóvão Athletic Club (São Cristóvão)

Obs: O campeão São Cristóvão pleiteou a vaga e foi aprovado pelos membros da Liga Carioca de Football, participando do campeonato da primeira divisão no ano seguinte. O vice-campeão foi o Madureira. Não houve Torneio Início. Nos quadros de amadores o campeão foi o Madureira.

 

SUBLIGA DE 1934 – Modesto campeão!

Participantes:

Bandeirantes Athletico Club (Taquara/Jacarepaguá)

Club Athletico Central (Rocha)

Del Castilho Foot-Ball Club (Del Castilho)

Jequiá Foot-Ball Club (Ilha do Governador)

Madureira Athletico Club (Madureira)

Modesto Foot-Ball Club (Quintino)

Obs: O campeão Modesto pleiteou a vaga e foi aprovado pelos membros da Liga Carioca de Football, participando do campeonato da primeira divisão no ano seguinte. O Jequiá foi o vice-campeão. O Modesto também conquistou o Torneio Início. Nos quadros de amadores o campeão foi o Madureira.

 

SUBLIGA DE 1935 – Engenho de Dentro campeão!

Participantes:

Sport Club America (Lins de Vasconcelos)

Sport Club Anchieta (Anchieta)

Bandeirantes Athletico Club (Taquara/Jacarepaguá)

Del Castilho Foot-Ball Club (Del Castilho)

Deodoro Athletico Club (Deodoro)

Engenho de Dentro Athletico Club (Engenho de Dentro)

Sport Club Maracanã (Tijuca)

Associação Athletica Nova America (Inhaúma)

Sudan Athletico Club (Cascadura)

Tijuca Foot-Ball Club (Tijuca)

Obs: O campeão Engenho de Dentro abandonou a Subliga após o título e se filiou na rival FMD. Com isso, o Jequiá – vice de 1934, e que não participou em 1935 – pleiteou a vaga e foi aprovado pelos membros da Liga Carioca de Football, participando do campeonato da primeira divisão no ano seguinte. O Anchieta foi o vice-campeão. Não houve Torneio Início. Nos quadros amadores o campeão foi o Bandeirantes. O Tijuca não tem relação com o outro Tijuca, participante de divisões inferiores do Campeonato Carioca nos anos 10.

 

SUBLIGA DE 1936 – Carbonífera campeão!

Participantes:

Sport Club Anchieta (Anchieta)

Carbonífera Foot-Ball Club (Saúde)

Deodoro Athletico Club (Deodoro)

Engenho de Dentro Athletico Club (Engenho de Dentro)

Japoema Foot-Ball Club (Méier)

Modesto Foot-Ball Club (Quintino)

Ramos Foot-Ball Club (Ramos)

Tijuca Foot-Ball Club (Tijuca)

Obs: Com a fusão da LCF e da FMD em 1937 uma nova vaga nem foi discutida. De toda forma, o campeão Carbonífera saiu da subliga no ano seguinte. O Ramos foi o vice-campeão. Não houve Torneio Início ou campeonato de amadores. O Engenho de Dentro, que havia abandonado a Subliga no ano anterior, retornou nesse ano.

 

SUBLIGA DE 1937 – sem campeonato

 

SUBLIGA DE 1938 – Olaria campeão!

Participantes:

Andarahy Athletico Club (Andaraí)

Jequiá Football Club (Ilha do Governador)

The Leopoldina Railway Athletic Association (Santo Cristo)

Olaria Athletico Club (Olaria)

Associação Athletica Portuguesa (Centro)

Villa Isabel Football Club (Vila Isabel)

Obs: O Olaria pleiteou a vaga e foi rejeitado pelos membros da Liga de Football do Rio de Janeiro. A Portuguesa foi a vice-campeã. O Jequiá venceu o Torneio Início, e o Olaria foi o campeão de quadros amadores. A Portuguesa, atualmente na Ilha do Governador, tinha sede no Centro da Cidade.

 

SUBLIGA DE 1939 – Portuguesa campeã!

Participantes:

The Leopoldina Railway Athletic Association (Santo Cristo)

Olaria Athletico Club (Olaria)

Associação Athletica Portuguesa (Centro)

Sampaio Athletic Club (Sampaio)

Obs: A Portuguesa pleiteou a vaga e foi rejeitada pelos membros da Liga de Football do Rio de Janeiro. O Olaria foi o vice-campeão. A Lusa conquistou também o Torneio Início e o campeonato de quadros amadores.

 

SUBLIGA DE 1940 – Portuguesa campeã!

Participantes:

Sport Club Benfica (Benfica)

Carris Tráfego Foot-Ball Club (Botafogo)

Athletico Club Nacional (Ricardo de Albuquerque)

Olaria Athletico Club (Olaria)

Associação Athletica Portuguesa (Centro)

Obs: A Portuguesa pleiteou a vaga e foi rejeitada pelos membros da Liga de Football do Rio de Janeiro. O Olaria foi o vice-campeão. Como no ano anterior, a Lusa conquistou também o Torneio Início e o campeonato de quadros amadores. O Nacional, atualmente, fica em Guadalupe – quase na fronteira com Ricardo de Albuquerque.

 

FONTES: Jornais diversos do Rio de Janeiro

 

 

Data: 18 de março de 1928
Local: Campo do Grêmio, em Porto Alegre – RS

1º jogo  -  Grêmio 1-0 Cruzeiro
2º jogo  –  Porto Alegre 1-0 Ypiranga
3º jogo  -  Americano 1-0 São José
4º jogo  -  Internacional 1-0 Ruy Barbosa
5º jogo  -  Grêmio 2-0 Concórdia
6º jogo  -  Porto Alegre 0-0 Americano (1-0 esc)
7º jogo  -  Grêmio 1-0 Internacional
Final      -  Porto Alegre 2-0 Grêmio

Campeão – Fussball Club Porto Alegre (Porto Alegre – RS)

Fonte: A Federação / RS

 

Este festival marcou a inauguração do campo do GE Teresópolis
Data: 11 de março de 1928
Local: Campo do GE Teresópolis, em Porto Alegre – RS

1º jogo  -  Porto Alegre 1-1 Ruy Barbosa (3-1 esc)
2º jogo  -  Cruzeiro 2-1 Ypiranga
3º jogo  -  Americano 0-0 Concórdia (1-0 esc)
4º jogo  -  Grêmio 1-0 Teresópolis
5º jogo  -  São José 1-1 Porto Alegre (1-0 esc)
6º jogo  -  Cruzeiro 1-0 Americano
7º jogo  -  Grêmio 2-0 São José
Final     -  Cruzeiro 2-1 Grêmio

Campeão – Esporte Clube Cruzeiro (Porto Alegre – RS)

Fonte: A Federação / RS

 

 

Em 1938 foi disputado o primeiro campeonato de profissionais da Associação de Football do Rio de Janeiro, sub-liga da Liga de Football do Rio de Janeiro. Seu campeão tinha o direito de “pleitear” uma vaga no Campeonato Carioca (deveria ser aprovado por todos os membros para “subir”), e pode-se dizer que foi uma espécie de “Segundona” da época. Reparem que os poucos jogos restantes não alterariam muito a tabela, que teve o Olaria como campeão (no máximo a Leopoldina Railway poderia empatar na segunda colocação com a Portuguesa)

Time J V E D GP GC Pts
Olaria AC

10

8

2

0

29

11

18

Portuguesa, AA

9

6

2

1

26

14

14

Jequiá IC

8

5

0

3

14

17

10

Leopoldina RAA

10

4

1

5

25

28

9

Andarahy AC

9

2

0

7

11

22

4

Villa Isabel FC

10

0

1

9

6

19

1

Torneio Início
11/09/1938 Olaria AC

0

2

Jequiá IC Semifinal
11/09/1938 Andarahy AC

0

2

Portuguesa, AA Semifinal
11/09/1938 Olaria AC

2

0

Andarahy AC Disputa de 3º lugar
11/09/1938 Jequiá IC

2

1

Portuguesa, AA Final
 

 

 

 
Campeonato  

 

 

 
25/09/1938 Olaria AC

4

4

Portuguesa, AA Turno
02/10/1938 Leopoldina RAA

2

0

Villa Isabel FC Turno
02/10/1938 Andarahy AC

wo

0

Jequiá IC Turno WO a favor do Jequiá IC
09/10/1938 Leopoldina RAA

1

2

Portuguesa, AA Turno
09/10/1938 Villa Isabel FC

1

1

Olaria AC Turno
16/10/1938 Jequiá IC

6

2

Leopoldina RAA Turno
16/10/1938 Andarahy AC

2

6

Portuguesa, AA Turno
23/10/1938 Olaria AC

5

0

Jequiá IC Turno
23/10/1938 Andarahy AC

3

0

Villa Isabel FC Turno
30/10/1938 Portuguesa, AA

4

2

Jequiá IC Turno
30/10/1938 Leopoldina RAA

6

3

Andarahy AC Turno
06/11/1938 Andarahy AC

wo

0

Olaria AC Turno WO a favor do Olaria AC
06/11/1938 Villa Isabel FC

1

4

Jequiá IC Turno
13/11/1938 Olaria AC

5

1

Leopoldina RAA Turno
13/11/1938 Portuguesa, AA

4

0

Villa Isabel FC Turno
27/11/1938 Portuguesa, AA

?

?

Olaria AC Returno Olaria venceu
27/11/1938 Jequiá IC

?

?

Andarahy AC Returno Vencedor desconhecido
27/11/1938 Villa Isabel FC

4

5

Leopoldina RAA Returno
04/12/1938 Olaria AC

6

1

Andarahy AC Returno
04/12/1938 Portuguesa, AA

4

4

Leopoldina RAA Returno
04/12/1938 Jequiá IC

0

wo

Villa Isabel FC Returno WO a favor do Jequiá IC
11/12/1938 Villa Isabel FC

wo

0

Portuguesa, AA Returno WO a favor da Portuguesa, AA
11/12/1938 Jequiá IC

2

5

Olaria AC Returno
11/12/1938 Andarahy AC

1

2

Leopoldina RAA Returno
18/12/1938 Leopoldina RAA

2

3

Olaria AC Returno
18/12/1938 Villa Isabel FC

wo

0

Andarahy AC Returno WO a favor do Andarahy AC
08/01/1939 Olaria AC

0

wo

Villa Isabel FC Returno WO a favor do Olaria AC
08/01/1939 Portuguesa, AA

2

1

Andarahy AC Returno Portuguesa, AA
08/01/1939 Leopoldina RAA

wo

0

Jequiá IC Returno WO a favor do Jequiá IC
20/01/1939 Jequiá IC

?

?

Portuguesa, AA Returno Vencedor desconhecido
 

Data: 30 de março de 1947
Local: Campinas – SP

1º jogo – Campinas 1-0 Corinthians
2º jogo – Mogiana 1-0 Guanabara
3º jogo – Guarani 1-0 Ponte Preta
4º jogo – Mogiana 1-0 Campinas
Final      – Guarani 3-0 Mogiana

Campeão – Guarani Futebol Clube (Campinas – SP)

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

Data: 04 de março de 1945
Local: Limeira – SP

1º jogo – Internacional 1-0 União Cordeirense
2º jogo – Máquina São Paulo 1-0 São João
3º jogo – Comercial 0-0 Gran Clube (1-0 esc)
4º jogo – Internacional 1-0 Máquina São Paulo
Final     – Internacional 3-0 Comercial

Campeã – Associação Atlética Internacional (Limeira – SP)

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

 

Data: 05 de março de 1944
Local: Campo do São João FC, em Jundiaí – SP

1º jogo – Paulista 1-0 Corinthians
2º jogo – SPR 1-0 Minas Gerais
3º jogo – São João 2-0 Jaú
4º jogo – Comercial 1-0 Paulista
5º jogo – SPR 1-0 São João
Final     – Comercial 2-0 SPR

Campeão – Clube Atlético Comercial (Jundiaí – SP)

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

Data: 05 de março de 1944
Local: Estádio do EC Mogiana, em Campinas – SP
Renda: Cr$ 2.663,00

1º jogo – Ponte Preta 2-0 Campinas
2º jogo – Mogiana 0-0 Guanabara (3-1 pen)
3º jogo – Guarani 3-0 Corinthians
4º jogo – Ponte Preta 2-0 Mogiana
Final     – Guarani 1-1 Ponte Preta (3-2 pen)

Campeão – Guarani Futebol Clube (Campinas – SP)

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

 

 

Data: 05 de abril de 1941
Local: Taubaté – SP

1º jogo – Vila Nova 4-2 Ordem e Progresso
2º jogo – São Paulo 1-0 Mecânica
3º jogo – Vila das Graças 1-0 União Favela
4º jogo – São Cristóvão 2-0 União Operária
5º jogo – Independentes 3-1 Vila Nova
6º jogo – Vila das Graças 1-0 São Paulo
7º jogo – São Cristóvão 1-0 Independentes
Final     – Vila das Graças 1-0 São Cristóvão

Campeão – Esporte Clube Vila das Graças (Taubaté – SP)

Fonte: Gazeta Esportiva – SP

© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha