Durante a década de 1970 era comum, após o término dos campeonatos estaduais, a disputa de torneios principalmente nos estados em que não havia clubes participando do Campeonato Brasileiro. Em Mato Grosso, no ano de 1975, foi realizado o Torneio Incentivo no período de setembro a novembro, com as presenças dos seguintes clubes: Comercial (Poconé), Dom Bosco (Cuiabá), Flamengo (Rio de Janeiro), Mixto (Cuiabá), Operário (Várzea Grande) e União (Rondonópolis). O Flamengo veio com uma equipe reserva. O União foi o campeão. Abaixo os resultados:
 
 
28.09.1975
Comercial
2
x
0
Dom Bosco
28.09.1975
Mixto
0
x
0
União
02.10.1975
Comercial
1
x
1
Mixto
02.10.1975
Flamengo
1
x
0
Operário
05.10.1975
Comercial
0
x
1
Flamengo
05.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
Operário
09.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
Flamengo
09.10.1975
Mixto
2
x
0
Operário
12.10.1975
Comercial
1
x
1
Operário
12.10.1975
Flamengo
1
x
1
Mixto
17.10.1975
Flamengo
0
x
0
União
22.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
União
09.11.1975
Dom Bosco
0
x
0
Mixto
16.11.1975
União
3
x
0
Comercial
23.11.1975
União
3
x
0
Operário
 
Classificação Final:
 
PG J V E D GP GC
União 7 5 2 3 0 6 0
Flamengo 7 5 2 3 0 3 1
Mixto 6 5 1 4 0 4 2
Comercial 4 5 1 2 2 4 6
Dom Bosco 4 5 0 4 1 0 2
Operário 2 5 0 2 3 1 7
 
Com estes resultados o União Esporte Clube sagrou-se campeão do Torneio Incentivo de 1975
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso e Diário de Cuiabá
 
O goleiro Felix, tricampeão mundial de 1970, pela seleção brasileira e por muitos anos titular do Fluminense, esteve em Cuiabá, para uma partida amistosa no dia 01 de maio de 1977, em comemoração aos 28 anos do Operário de Várzea Grande. O adversário foi o Dom Bosco, que venceu por 3 a 2, conforme mostra a súmula abaixo: 
 
Operário 3 x 2 Dom Bosco
Data: 01 de maio de 1977
Validade: Amistoso
Local: Estádio Governador José Fragelli (Cuiabá)
Renda: Cr$ 120.525,00
Árbitro: Claudir Lopes
Gols: Barga, Ede, Odenir, Guará e Fidélis
Operário: Felix, Rui Rei, Dick, Souza, Jofre (Zé Mário), Denner, Nelson Lopes, Guará (Zé Hélio), Cacá (Zé Luiz), Nei e Odenir (Jorginho)
Dom Bosco: Saldanha, Ede, César Julião, Gaguinho (Zé Luiz), Ferreira, Dirceu Batista, Bargas, Fidélis, Pelego, Adilson e Veiga.
 
 
Da Esquerda para a direita: Jofre, Rui Rei, Nelson Lopes, Felix, Dick, Souza e Carlito (massagista)
 
 
 
Fonte: Diário de Cuiabá e Verdão Quatros Anos de História (Macedo Filho)
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
No início do século 20, foi criado o Campeonato Brasileiro de Seleções e a Seleção Mato-grossense teve sua primeira participação em 1928 e estreia aconteceu contra a Seleção Gaúcha, no Estádio das Laranjeiras, Rio de Janeiro. Confira a ficha técnica da histórica partida:
 
Mato Grosso 4 x 6 Rio Grande do Sul
Data: 11/11/1928
Local: Estádio das Laranjeiras (RJ)
Árbitro: Ary Amarante
Gols: Donald Ross (2), Luiz Carvalho (2), Nenê, Fagundes, Vicente (2), Felício e Elpídio
Mato Grosso: Honório, Chambalé, Bené, Agripino, Feliciano, Nélson, Elpídio, Felício, Chito, Vicentinho e Carmo.
Rio Grande do Sul: Lara, Grant, Luiz Luz, Poroto, Risada, Moreno, Floriano, Donald Ross, Joãozinho, Luiz Carvalho e Fagundes.
 
 
Fonte: Revista da Semana (RJ) e Arquivo Pessoal
 

 

 

 

 

 
Em 1973 o Mixto sagrou-se campeão do Torneio Integração, após “decisão” contra seu maior rival, o Operário Várzea-grandense. O alvinegro, nesta competição, teve o reforço de Altair, que fez sucesso no Fluminense na década de 1960 e campeão mundial de 1962, com a seleção brasileira.
 
Mixto 2 x 1 Operário (VG)
Data: 06/05/1973
Validade: Torneio Integração
Local: Estádio Presidente Dutra (Cuiabá)
Renda: Cr$ 47.100,00
Árbitro: José Marçal Filho (Federação Carioca de Futebol)
Gols: Nato, Renê e Bife
Mixto: Zé Rondonópolis, Luziano Adão (JK), Felizardo, Altair, Jaburu, Rômulo, Ramon, Filinto, Renê, Nato (Cardosinho) e Marquinhos.
Operário: Carlos, Nide, Nelson, Gaguinho, Irani (Erasmo), Joel Diamantino, César, Cecílio, Bife, Lúcio e Dirceu Batista (Odenir). 
 
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso
 
O Clube Atlético Matogrossense, fundado em 21 de abril de 1948, fez parte da fase de ouro do futebol cuiabano. Conhecido como o clube da raça, fez sua primeira partida no dia 07 de novembro de 1948 contra o também histórico Paulistano. Com um conjunto integrado por valores novos, muitos dos quais ex-integrantes dos quadros secundários de alguns clubes da cidade, mesmo assim, o Atlético não decepcionou e obteve brilhante vitória diante do seu adversário, 4 a 2 foi o placar. Resultado justo que encheu de entusiasmo os atleticanos, dando-lhes energia para futuros embates.
Eis os detalhes do jogo que marcou o aparecimento oficial do Atlético nos gramados de Cuiabá.
 
Atlético 4 x 2 Paulistano
Data: 07/11/1948
Local: Estádio do Colégio Estadual
Árbitro: Uir Hermógenes Castilho
Renda: Cr$ 1.090,00
Gols do Atlético: Nelson (2), Hugo e Malpice
Atlético: Armando, Paiaia, Clarindo, Carmindo, Agostinho, Rutênio, J. Antônio (Hugo), Sebastião Fanaia, Nelson, Malpice e Luiz Sá.
 
 
 
 
 
 
Fonte: Boletim Oficial do Clube Atlético Matogrossense
 

© 2018 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha