Organização: LSES – Liga Sportiva Espírito-Santense

Observações: Em disputa a Taça Bernardino Monteiro.
Observações: Vitória e Moscoso abandonaram a LSES em função da partida de 15/07 e fundaram outra Liga juntamente com o Christovam Colombo e outros clubes menores.

03/06/1917 – Domingo
Rio Branco FC    3x0    América
[Argeu 41, Pires 71, Pavão 85]
10/06/1917 – Domingo
Vitória    19x0    Moscoso [Cancelado]
[Nelson(7), Jair(7), Carlos(3), Luiz, Constancio]
17/06/1917 – Domingo
Barroso    0x8    Rio Branco FC    15:00 [-3]
[Odilon(2), Pavão(2), Paixão(2), Argeu(2)]
24/06/1917 – Domingo
América    0x4    Vitória    15:00 [Cancelado]
[Nelson 11, Luiz 18, Adroaldo 30, Pradinho 58]
01/07/1917 – Domingo
Moscoso    2x1    Barroso    15:00 [Cancelado]
[Castillani(2); Laurindo]
08/07/1917 – Domingo
Rio Branco FC    3x1    Vitória [Cancelado]
[Pavão 38, 65, Salema 64; Lawrence 54]
15/07/1917 – Domingo
América    3x3    Moscoso [Cancelado]
[Adroaldo 41, Samprini 67, 70; Albino, Duca, Lulu 73]
[O Juiz colocou na súmula 3-2 para o América. O Moscoso e o Vitória questionaram e mesmo o placar sendo confirmado 3-3, abandonaram a LSES]
19/08/1917 – Domingo
Barroso    1x4    América
[Álvaro; Dadinho, Adroaldo, Sarlo, Homero I]
09/09/1917 – Domingo
América    2x1    Rio Branco FC
[Agnaldo, Luiz; Paixão]
30/09/1917 – Domingo
Rio Branco FC    4x0    Barroso
28/10/1917 – Domingo
América    3x1    Barroso
[Semprini(2), Pedro; Airton]

Classificação
Colocação
1    Rio Branco FC 6pts
América    6pts
3    Barroso    0pt

Final – Desempate
15/11/1917 – Quinta
América    x    Rio Branco FC
[América venceu]

 

Nome Oficial: Torneio Initium
Data: 27/05/1917
Local: Campo de Jucutuquara, Vitória
Organização: LSES – Liga Sportiva Espirito-Santense

Em disputa a Taça Saldanha da Gama

Moscoso FC 1-0 Barroso FC
[Manoel]

Victória FC 2-0 América FC
[Nelson, Nelson ou Luiz (*)]

Rio Branco FC 2-0 Moscoso FC
[Bezerra(2)]

Victoria FC 2-0 Rio Branco FC
[Nelson, Nelson ou Luiz (*)]

(*) Nelson fez 3 gols e Luiz 1 gol, mas não se sabe exatamente em quais jogos

Victoria FC campeão

Curiosidade: Moscoso era rubro-negro e na estreia nesta competição perdeu de 19-0 para o Victoria FC em 10/06/1917. Este foi o segundo jogo oficial da LSES. O primeiro foi disputado em 03/06/1917: Rio Branco FC 3-0 América FC.

Pesquisa: Gerson Rodrigues
Fonte: Jornal “Diário da Manhã” de 29/05/1917

 

Organização: LDJF – Liga de Desportos de Juiz de Fora
Nome Oficial: Troféu José Paiz Soares

Observações
Torneio homologado pela LDJF como o Citadino pois a Divisão Especial de Profissionais havia sido extinta e os 3 principais clubes de Juiz de Fora passaram a disputar o Campeonato Mineiro

Primeiro critério de desempate era o gol average = gols prós / gols contra

26/10/1969 – Domingo
Tupi    0x0    Tupynambás
09/11/1969 – Domingo
Tupi    1x1    Sport
16/11/1969 – Domingo
Sport    2x1    Tupynambás
23/11/1969 – Domingo
Tupi    1x1    Tupynambás
30/11/1969 – Domingo
Tupi    3x1    Sport
07/12/1969 – Domingo
Tupynambás    2x5    Sport

Classificação:

1) Tupi, 5pts,  gol Average 1.667
2) Sport, 5pts, gol average 1.286
3) Tupynambás, 2pts, gol average 0.500

 

 

 

Pesquisa: Gerson Rodrigues
Fonte: Retrospectiva do Futebol em Juiz de Fora – 1918 – 1978 de Geraldo Gerheim

 

Copa do Nordeste/2017 – 3ª Fase – Semifinal – Volta
Bahia/BA 2×0 Vitória/BA

Campeonato Carioca/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
Fluminense 0×1 Flamengo

Campeonato Paulista/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
Ponte Preta 0×3 Corinthians

Campeonato Mineiro/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Cruzeiro 0×0 Atlético

Campeonato Gaúcho/2017 – 4ª Etapa – Final – Ida
Internacional 2×2 Novo Hamburgo

Campeonato Cearense/2017 – Final – Ida
Ferroviário 0×1 Ceará

Campeonato Catarinense/2017 – Final – Ida
Avaí 0×1 Chapecoense

Campeonato Goiano/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Vila Nova 0×3 Goiás

Campeonato Paraense/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Paysandu 1×1 Remo

Campeonato Paranaense/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
Atlético 0×3 Coritiba

Campeonato Paranaense/2017 – 4ª Fase – Decisão do Interior – Ida
Londrina 4×1 Cianorte

Campeonato Paraibano/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Treze 2×3 Botafogo

Campeonato Alagoano/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
CRB 1×0 CSA

Campeonato Sul-Matogrossense/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
Novoperário 1×1 Corumbaense

Campeonato Matogrossense/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Cuiabá 2×1 Sinop

Campeonato Acreano/2017 – 2º Turno – 5ª Rodada
Plácido de Castro 3×2 Vasco da Gama
Rio Branco 0×2 Atlético [Atlético campeão do 2º Turno]
Galvez 5×0 Humaitá

[Rio Branco e Atlético fazem a Final do campeonato]

Campeonato Rondoniense/2017 – 2º Turno – 1ª Rodada
Genus 2×1 Ji-Paraná
Real Desportivo 1×0 Vilhena
Barcelona 2×1 Ariquemes
Guajará 1×1 Rondoniense

Campeonato Mineiro – 2ª Divisão/2017 – 2ª Fase – Hexagonal Final – 6ª Rodada
Nacional(M) 1×2 Boa Esporte

Campeonato Gaúcho – 2ª Divisão/2017 – 1ª Fase – Classificatória – 13ª Rodada
Guarany(B) 0×1 Internacional(SM)

Campeonato Baiano – 2ª Divisão/2017 – 1ª Fase – 3ª Rodada
Jequié 3×0 Teixeira de Freitas

Campeonato Cearense – 2ª Divisão/2017 – 1ª Fase – 7ª Rodada
Icasa 1×4 Iguatu
Floresta 5×0 Aliança
Tianguá 0×3 Maracanã

[Floresta, Maacanã, Iguatu e Aliança classificados para as Semifinais]

Campeonato Paranaense – 2ª Divisão/2017 – 2ª Fase – 2ª Rodada
Andraus 0×1 Paranavaí
Cascavel CR 0×1 Maringá

[Os jogos do outro grupo estão suspensos pelo TJD]

Campeonato Paulista – 3ª Divisão/2017 – 2ª Fase – Volta
Olímpia 3×1 Portuguesa Santista
[Olímpia classificado para a Semifinal]

Campeonato Gaúcho – 3ª Divisão/2017 – 1ª Etapa – Classificatória – 8ª Rodada
Farroupilha 1×3 Internacional B
Gaúcho 0×0 Elite

Campeonato Paulista – 4ª Divisão/2017 – 1ª Fase – 4ª Rodada
Jaguariúna 1×2 Internacional(B)
VOCEM 1×0 José Bonifácio
Itararé 1×3 Guarulhos
Osvaldo Cruz 3×0 Grêmio Prudente
Amparo 0×0 Taquaritinga
Real Cubatense 2×0 Atlético Mogi
XV de Jaú 3×0 Francana

Campeonato Espanhol/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Betis 1×4 Alavés
Eibar 2×0 Leganés
Celta 0×3 Athletic Bilbao
Osasuna 2×2 La Coruña

Campeonato Alemão/2016-2017 – Fase Única – 31ª Rodada
Hoffenheim 1×0 Eintracht Frankfurt
Augsburg 4×0 Hamburgo

Campeonato Italiano/2016-2017 – Fase Única – 34ª Rodada
Cagliari 1×0 Pescara
Internazionale 0×1 Napoli
Crotone 1×1 Milan
Genoa 1×2 Chievo
Palermo 2×0 Fiorentina
Bologna 4×0 Udinese
Roma 1×3 Lazio
Empoli 1×3 Sassuolo

Campeonato Inglês/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Tottenham 2×0 Arsenal
Middlesbrough 2×2 Manchester City
Everton 0×3 Chelsea
Manchester United 1×1 Swansea

Campeonato Francês/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Nice 3×1 Paris Saint-Germain
Dijon 0×0 Bordeaux
Caen 1×5 Olympique de Marseille

Campeonato Argentino/2016-2017 – 1ª Fase – 22ª Rodada
Olimpo 1×2 Atlético de Rafaela
Rosario Central 2×0 Aldosivi
Godoy Cruz 0×0 San Martin
Atlético Tucumán x River Plate [Adiado]
Boca Juniors 3×0 Arsenal

Campeonato Português/2016-2017 – Fase Única – 31ª Rodada
Braga 2×3 Sporting
Feirense 2×1 Marítimo
Belenenses 1×2 Paços Ferreira
Arouca 2×2 Moreirense

Liga dos Campeões da Oceania/2017 – Final – Ida
Auckland City [NZL] 3×0 Team Wellington [NZL]

Fonte: www.futebolnacional.com.br

 

Campeonato Paulista/1917
Paulistano 2×2 Palestra Itália
Internacional 1×5 Santos

Campeonato Baiano/1917
Internacional 1×1 Fluminense de Salvador

Campeonato Pernambucano/1917
Casa Forte 3×1 Náutico

Campeonato Paranaense/1917
Savóia-Operário 3×1 América

Amistoso
Municipal/RJ 1×0 Cubango/RJ

Fonte: futebolnacional.com.br

 

Copa do Nordeste/2017 – 3ª Fase – Semifinal – Ida
Sport/PE    1x2    Santa Cruz/PE

Campeonato Alagoano/2017 – 4ª Fase – Decisão do 3º Lugar – Volta
ASA    3x0    Murici
[ASA 3º Lugar]

Campeonato Brasiliense/2017 – 4ª Fase – Final – Ida
Ceilândia 2×2 Brasiliense

Campeonato Sul-Matogrossense/2017 – 4ª Fase – Decisão do 3º Lugar – Ida
7 de Setembro 3×2 Operário

Campeonato Capixaba/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Doze 2×2 Atlético Itapemirim

Campeonato Sergipano/2017 – 3ª Fase – Final – Ida
Confiança 1×1 Itabaiana

Campeonato Maranhense/2017 – 2º Turno – Final – Ida
Cordino 1×1 Sampaio Corrêa

Campeonato Piauiense/2017 – 2º Turno – 1ª Fase – 7ª Rodada
Piauí 0×0 4 de Julho
Flamengo 1×1 Parnahyba

[River, Altos, 4 de Julho e Piauí classificados para as Semifinais do 2º Turno]

Campeonato Amazonense/2017 – 1ª Fase – 11ª Rodada
Fast  x  Nacional
[Suspenso devido ao choque entre dois jogadores no primeiro minuto de jogo]
[O atleta Charles do Fast foi internado. Nova partida será realizada no dia 30/04 às 15:00 local]
Penarol 0×0 Princesa do Solimões
Holanda 3×1 Rio Negro
Manaus 3×0 São Raimundo

Campeonato Tocantinense/2017 – 2ª Fase – Semifinal – Volta
Sparta 1×1 Gurupi
Interporto 0×0 Tocantinópolis

[Interporto e Sparta na final]

Campeonato Paulista – 2ª Divisão/2017 – 2ª Fase – Semifinal – Ida
Bragantino 1×0 Água Santa
Rio Claro 2×2 São Caetano

Campeonato Mineiro – 2ª Divisão/2017 – 2ª Fase – Hexagonal Final – 6ª Rodada
Uberaba 1×0 Betinense
Tupynambás 2×0 Patrocinense(CA)

Campeonato Baiano – 2ª Divisão/2017 – 1ª Fase – 3ª Rodada
Ypiranga  x  Colo Colo
[Ypiranga desistiu][Colo Colo ganhou os pontos da partida][Placar atribuído: 0x1]
Atlético 1×1 Pituaçu

Campeonato Capixaba – 2ª Divisão/2017 – 1ª Fase – Preliminar – 7ª Rodada
Estrela do Norte 2×0 Vilavelhense
Castelo 4×1 Sport Linharense

Campeonato Paulista – 3ª Divisão/2017 – 2ª Fase – Volta
Monte Azul 1×0 Taboão da Serra
Rio Branco 1×3 Nacional
Internacional 2×1 Desportivo Brasil

[Internacional, Nacional e Monte Azul classificados para a Semifinal]

Campeonato Gaúcho – 3ª Divisão/2017 – 1ª Etapa – Classificatória – 8ª Rodada
Rio Grande 1×0 Sapucaiense
Nova Prata 1×2 PRS
Grêmio B 0×1 Três Passos

Campeonato Paulista – 4ª Divisão/2017 – 1ª Fase – 4ª Rodada
Manthiqueira 2×0 Jabaquara
América 4×1 Assisense
Primavera 0×2 Elosport

Campeonato Espanhol/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Las Palmas 0×5 Atlético de Madrid
Espanyol 0×3 Barcelona
Real Madrid 2×1 Valencia
Real Sociedad 2×1 Granada

Campeonato Alemão/2016-2017 – Fase Única – 31ª Rodada
Wolfsburg 0×6 Bayern de Munique
Borussia Dortmund 0×0 Colônia
Mainz 1×2 Borussia Mönchengladbach
Darmstadt 98 3×0 Freiburg
Werder Bremen 2×0 Hertha Berlim
RB Leipzig 0×0 Ingolstadt 04

Campeonato Italiano/2016-2017 – Fase Única – 34ª Rodada
Torino 1×1 Sampdoria

Campeonato Inglês/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Southampton 0×0 Hull City
Crystal Palace 0×2 Burnley
Stoke City 0×0 West Ham
West Bromwich 0×1 Leicester City
Sunderland 0×1 Bournemouth

Campeonato Francês/2016-2017 – Fase Única – 35ª Rodada
Montpellier 0×3 Lille
Monaco 3×1 Toulouse
Nantes 1×0 Lorient
Metz 2×1 Nancy
Bastia 1×0 Rennes
Guingamp 0×2 Saint-Étienne

Campeonato Argentino/2016-2017 – 1ª Fase – 22ª Rodada
Unión Santa Fe 0×0 Patronato
Sarmiento Junín 0×4 Colón
Tigre 0×1 Banfield
Huracán 0×1 Newell’s Old Boys
Gimnasia y Esgrima 0×1 San Lorenzo
Temperley 3×0 Racing

Campeonato Português/2016-2017 – Fase Única – 31ª Rodada
Chaves 0×1 Porto
Nacional 0×2 Rio Ave
Benfica 2×1 Estoril
Boavista 1×0 Tondela

Fonte: futebolnacional.com.br

 

Seguem os resultados da Taça Cidade de Vitória de 1932, organizada pela Liga Sportiva Espírito Santense.

Percebam que várias datas de jogos diferem da tabela prevista original.

Obs: A princípio o citadino valeu também pelo estadual

Participantes
Rio Branco FC (Rio Branco Football Club) – Vitória
Santo Antônio (Santo Antônio Futebol Clube) – Vitória
São João (São João Football Club) – Vitória
Uruguaiano (Uruguaiano Football Club) – Vitória
Viminas (Associação Viminas de Esportes) – Vitória
Vitória (Vitória Futebol Clube) – Vitória

 

 

15/05/1932 – 1ª Rodada
Vitória 2×0 Viminas
22/05/1932 – 1ª Rodada
Uruguaiano 0×4 Rio Branco FC
29/05/1932 – 1ª Rodada
Santo Antônio 5×1 São João

05/06/1932 – 2ª Rodada
Viminas 2×1 Uruguaiano
19/06/1932 – 2ª Rodada
Rio Branco FC 0×0 Santo Antônio
03/07/1932 – 2ª Rodada
São João 1×2 Vitória

10/07/1932 – 3ª Rodada
Uruguaiano 1×0 São João
Santo Antônio 0×2 Viminas

17/07/1932 – 4ª Rodada
Vitória 2×2 Rio Branco FC
São João 2×1 Viminas

31/07/1932 – 5ª Rodada
Santo Antônio 4×2 Vitória
Rio Branco FC 0×1 São João

07/08/1932 – 6ª Rodada
Uruguaiano 1×2 Santo Antônio
Viminas 4×4 Rio Branco FC

14/08/1932 – 7ª Rodada
Vitória 4×0 Uruguaiano
Viminas 1×0 Santo Antônio

28/08/1932 – 8ª Rodada
Rio Branco FC 7×2 Uruguaiano
04/09/1932 – 8ª Rodada
Viminas 2×4 Vitória
11/09/1932 – 8ª Rodada
São João 1×2 Santo Antônio

18/09/1932 – 9ª Rodada
Uruguaiano 1×4 Viminas
25/09/1932 – 9ª Rodada
Santo Antônio 2×2 Rio Branco FC
09/10/1932 – 9ª Rodada
Vitória 5×0 São João

16/10/1932 – 10ª Rodada
São João 2×3 Uruguaiano
Rio Branco FC 2×3 Vitória

30/10/1932 – 11ª Rodada
Uruguaiano 2×3 Vitória
Viminas 5×0 São João

06/11/1932 – 12ª Rodada
São João 2×2 Rio Branco FC
Vitória 1×0 Santo Antônio

20/11/1932 – 13ª Rodada
Santo Antônio 0×0 Uruguaiano
Rio Branco FC 0xWO Viminas (Rio Branco entregou os pontos)

Classificação
1 – Vitória 17pts (campeão)
2 – Viminas 13pts
3 – Santo Antônio 11pts
4 – Rio Branco FC 9pts
5 – Uruguaiano 5pts
São João 5pts

Pesquisa: Gerson Rodrigues

Fonte: Jornal Diário da Manhã (ES) no período da disputa.

 

Data: 24/04/1932
Local: Campo de Jucutuquara, Vitória
Obs: Jogos de 2 tempos de 15min

Vitória 0-1 São João (escanteios: 1-0)
[Astrogildo]
Juiz: Laonte Soares

Santo Antônio 0-2 Rio Branco FC (escanteios: 0-1)
Juiz: Alcebíades Monjardim

Viminas 2-0 Uruguaiano (escanteios: 1-0)
Juiz: Guilherme Abaurre

São João 0-1 Rio Branco FC (escanteios: 0-2)
[Licinio]
Juiz: Américo Souza


Viminas 2-2 Rio Branco FC (escanteios: 1-0)
Juiz: Américo Souza

Campeão: Associação Viminas de Esportes

 

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal Diário da Manhã de 26 de abril de 1932 (página 4)

Redesenho dos escudos: Sérgio Mello

 

Segue a tabela original da Taça Cidade Vitória de 1932 (organizada pela Liga Sportiva Espírito Santense).

Participantes
Rio Branco FC (Rio Branco Football Club) – Vitória
Santo Antônio (Santo Antônio Futebol Clube) – Vitória
São João (São João Football Club) – Vitória
Uruguaiano (Uruguaiano Football Club) – Vitória
Viminas (Associação Viminas de Esportes) – Vitória
Vitória (Vitória Futebol Clube) – Vitória

15/05/1932
Vitória x Viminas
22/05/1932
Uruguaiano x Rio Branco FC
29/05/1932
Santo Antônio x São João
05/06/1932
Viminas x Uruguaiano
19/06/1932
Rio Branco FC x Santo Antônio
03/07/1932
São João x Vitória
10/07/1932
Uruguaiano x São João
Santo Antônio x Viminas
17/07/1932
Vitória x Rio Branco FC
São João x Viminas
31/07/1932
Santo Antônio x Vitória
Rio Branco FC x São João
07/08/1932
Uruguaiano x Santo Antônio
Viminas x Rio Branco FC
14/08/1932
Vitória x Rio Branco FC
Viminas x Santo Antônio
21/08/1932
Rio Branco FC x Uruguaiano
28/08/1932
Viminas x Vitória
04/09/1932
São João x Santo Antônio
11/09/1932
Uruguaiano x Viminas
18/09/1932
Santo Antônio x Rio Branco FC
25/09/1932
Vitória x São João
16/10/1932
São João x Uruguaiano
Rio Branco FC x Vitória
23/10/1932
Uruguaiano x Vitória
Viminas x São João
30/10/1932
São João x Rio Branco FC
Vitória x Santo Antônio
06/11/1932
Santo Antônio x Uruguaiano
Rio Branco FC x Viminas

Fonte: Jornal “Diário de Amanhã” de 31/05/1932

PS: Acredito que não tenha ocorrido uma decisão entre o campeão da capital e do interior (ainda não encontrei) e esta competição tenha sido oficializada como o campeonato estadual daquele ano.

 

 

O Nacional Futebol Clube foi fundado em 1973 e é originário do bairro São Pedro em Belo Jardim, Pernambuco.
Apesar de muitas dificuldades ao longo dos anos, o Azulão do São Pedro (como é conhecido pelos seus torcedores) conseguiu ser campeão belo-jardinense nos anos de 1997 e 2013.

Participou da Terceira Divisão Pernambucana (competição amadora cujo campeão ganhava o acesso e a profissionalização) em pelo menos 2 oportunidades: 2000 (eliminado na 3ª Fase pelo Comercial de Pesqueira) e 2002.

Pesquisa e Redesenho do escudo: Givaldo Santos
Fontes: http://belojardinense.tumblr.com, http://www.nogirodacidade.com.br (fora do ar atualmente)

Segue o uniforme do clube:

 

O Esporte Clube Comercial de Espírito Santo do Pinhal, fundado em 1937, já disputou o Campeonato Paulista Amador do Interior pelo menos em uma edição: 1947. Neste ano inclusive pegou logo de clara o Rio Pardo, que se tornaria o campeão.

Meu amigo Givaldo Santos, em suas pesquisas, encontrou a página no Facebook do Clube. Lá existem 2 versões do escudo:

 

 

 

 

 

Pelo estilo, parece que o distintivo azul e branco é o mais recente. As imagens originais são estas:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.facebook.com/Esporte-Clube-Comercial-402476913262455/

 

O Clube Atlético União Iracemapolense é um clube da cidade de Iracemápolis, fundado no dia 1º de maio de 1946 e que disputou nove edições do Campeonato Paulista de Futebol, incluindo cinco edições da terceira divisão (atual Série A3), entre 1986 e 1992. Após a passagem pela Série A3, o clube licenciou-se de 1994 a 1998, retornando nas duas temporadas seguintes, 1999 e 2000, na última divisão do estado, a Série B2. Em 2001 disputou a Série B3 (sexta divisão) e após esse breve retorno, afastou-se das competições da Federação Paulista de Futebol.

Participações:
5 na Terceira Divisão (Atual Série A3) = 1986, 1989, 1990, 1991 e 1992.
1 na Quarta Divisão (Atual Segunda Divisão) = 1988.
2 na Quinta Divisão (atualmente extinta) = 1999 e 2000.
1 na Sexta Divisão (atualmente extinta) = 2001.

O meu amigo Givaldo Santos encontrou um escudo diferente do Clube Atlético União Iracemapolense, como pode ser visto na imagem abaixo.

 

 

 

 

 

 

O escudo foi retirado da foto a seguir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O último escudo utilizado pelo clube, encontrado mais frequentemente na internet:

 

 

 

 

Uma das últimas formações:

 

 

 

 

 

 

 

 

Seu mascote, o pé de cana:

 

 

 

 

 

Fontes:

http://www.asmilcamisas.com.br/2012/10/11/em-busca-do-estadio-perdido-em-iracemapolis/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Clube_Atl%C3%A9tico_Uni%C3%A3o_Iracemapolense

https://www.facebook.com/BolaPaulista/photos/a.786831024667759.1073742044.422278377789694/786831071334421/

 

O Bocaina FC da cidade homônima disputou o Campeonato Paulista Amador do Interior de 1949. O clube foi fundado em 1924, de acordo com o seu distintivo.

Redesenho do escudo: Givaldo Santos

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=rKImpIE1LAI

 

A Sociedade Recreativa Palestra Itália de Piracicaba foi fundada em 27 de julho de 1926 em uma reunião no prédio da Escola de Comércio Cristóvão Colombo. Foram eleitos como Presidente Honorário: Terêncio Galesi, Presidente: Pedro Cofani e Vice-Presidente: Dario Brasil.

Estreou no dia 22/05/1927 contra o XV e venceu por 2 a 1.

No ano de sua fundação o Palestra já conquistou um grande título, o de Campeão Regional de 1927 pela Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA). Importante observar que pelo menos em 1928 e 1930 voltou a participar do Campeonato do Interior.

Clube Campeão Regional de 1927 – APEA

Chico Godoi

Em virtude da 2° Grande Guerra, o Palestra assim como seu homônimo da Capital mudou o nome para Palmeiras, passando a se chamar S.R Palmeiras de Piracicaba.

SR Palmeiras, campeão citadino de 1958 (reparem o tamanho do troféu!)

Seu primeiro campo situava-se na Rua Regente Feijó com a Rua São João. O Palmeirinhas, como era conhecido, revelou craques do futebol nacional e mundial como Gatão, De Sordi e Coutinho.

Obs: Para outras fotos e estas em maior escala, favor consultar a fonte abaixo.

Obs (2): Existiu um Palmeiras na década de 10 (disputou o citadino de 1915) que não tem qualquer relação com este clube.

Pesquisa: Givaldo Santos, Gerson Rodrigues

Fonte: http://educandopeloesporte.com.br/capa.asp?idpagina=423

Redesenho do escudo do Palestra: Givaldo Santos

 

 

Ficha do União de Pirassununga:

Nome Oficial: Esporte Clube União

Endereço: Rua Amador Bueno – Centro – Pirassununga – SP

Situação atual: Clube Social.

Data de Fundação: 09/10/1946

Participações: Campeonato Paulista do Interior de 1949 (ficou em 9º lugar na 1ª Fase do Setor 15 – 6ª Região)

 

 

 

 

 

Um pouco da história do clube:

Tudo começou no ano de 1944, durante um encontro entre amigos no bar do Neno Zaninetti localizado na Rua XV de Novembro, exatamente onde hoje abriga a Borracharia do Xerife. Um modesto, porém movimentado bar existia naquele local, frequentado pelos moradores da redondeza. Na maioria, de origem italiana e seus descendentes. Gente simples, quase todos exerciam a profissão de operário e buscavam na bocha e no futebol uma forma de entretenimento.

Com o entusiasmo do Pedro Zaninetti, o “Neno” e o apoio dos Marucci, dos Bignardi, dos Martelli, dos Souza, dos Pozzobom, dos Cassoli, entre outros, resolveu-se fundar um clube, o Esporte Clube Operário, batizado com as cores verde e branco, influência é claro da comunidade palestrina (italiana).

Daí então o bairro do “Pito Aceso” (assim era denominado pela comunidade da época) passou a vibrar com seu próprio time de futebol, formado basicamente por jovens operários da Fábrica de Tecidos (Fiação e Tecelagem de Pirassununga), do Expurgo (Posto de Sementes de Algodão), do Laticínio Pirassununga, e outras pequenas empresas da região. Jogadores que eram transportados para os locais de jogos através de carroças, que faziam ponto na estação Ferroviária da Companhia Paulista de Estrada de Ferro, que também cedia funcionários para reforçar o plantel do Esporte Clube Operário.

Em 1946, dois anos mais tarde, com a necessidade de se filiar à Federação Paulista de Futebol, por imposição da mesma, o Esporte Clube Operário teve que mudar o nome para Esporte Clube União uma vez que a denominação Operário não era simpático ao regime político vigente.

No dia 9 de Outubro de 1946, reuniram-se às 19h00, na Rua Siqueira Campos, antigo prédio de número 166, onde hoje existe um prédio comercial, 48 pessoas, todas radicadas em Pirassununga, que resolveram, de comum acordo, fundar oficialmente o grêmio esportivo voltado em primeiro plano ao futebol. Após o discurso de Cassoli foi procedida a eleição, e por aclamação, foi eleito como presidente o Sr. Renato Cassoli, Arlindo Augusto Filho (Vice-presidente), Benedito Tavares (1º Secretário), Reynaldo Martelli (2º Secretário), Ascendido Arruda (1º Tesoureiro) e José Felício (2º Tesoureiro).

Atualmente o clube é frequentado por seus sócios que sabatinamente ali realizam treinos futebolísticos, num ambiente de cordialidade e amizade.

Fonte:  http://www.reporternaressi.com.br/noticia.php?noticia=11370

 

Seguem os resultados do Torneio Início (na época alguns chamavam de Torneio Initium) da LCD – Liga Cabofriense de Desportos.

Os jogos até a semifinal foram realizados em 2 tempos de 10 minutos. Caso houvesse empate, melhor de três nos pênaltis. A final foi disputada em 2 tempos de 30 minutos.
Data: 05/08/1962 e 12/08/1962 (52 últimos minutos da final)
Local: Estádio Municipal de Cabo Frio

Tamoyo EC 0-0 Unidos de Manguinhos FC (pênaltis: 1-3)
Juiz: José da Silva Santos

Tupi EC 1-1 Perynas AC (pênaltis: 3-2)
[Célio; Avelino]
Juiz: Jovino Tavares de Almeida

Arraial EC 1-1 EC Operário (pênaltis: 0-3)
[Hermes; Aluísio]
Juiz: Othon Marques Cardoso

CE Sergipe 0-1 AA Cabofriense
[Jordiley]
Juiz: Othon Marques Cardoso

Guarani EC 0-0 União de Manguinhos FC (pênaltis: 3-0)
Juiz: Gabriel Ramos Filho

Tupi EC 0-0 EC Operário (pênaltis: 3-2)
Juiz: José da Silva Santos

AA Cabofriense 0-0 Guarani EC (pênaltis: 3-0)
Juiz: Othon Marques Cardoso

Final
Tupi EC 0-4 AA Cabofriense
[Carlinhos, Aguinaldo, Zé Carlos (p), Cinho]
Juiz: Gabriel Ramos Filho

Obs: Jogo suspenso aos 8min por falta de luz natural e finalizado no dia 12/08.

Fonte: Jornal Última Hora dos dias 07/08 e 14/08/1962

 

No dia 8 de dezembro de 1930, dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, quatro ex-jogadores do Clube Bahiano de Tênis (Carlos Koch, Eugênio Walter, o Guarany, Fernando Tude e Júlio Almeida), além de um da Associação Atlética da Bahia (Waldemar de Azevedo), num encontro casual no Cabaré do Jokey, em Salvador, discutem a […]

No dia 8 de dezembro de 1930, dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia, quatro ex-jogadores do Clube Bahiano de Tênis (Carlos Koch, Eugênio Walter, o Guarany, Fernando Tude e Júlio Almeida), além de um da Associação Atlética da Bahia (Waldemar de Azevedo), num encontro casual no Cabaré do Jokey, em Salvador, discutem a formação de um novo time de futebol.

O grupo está sem poder praticar o esporte que amam porque as agremiações que defendiam tinham resolvido acabar com seus departamentos de futebol.

Quatro dias depois, mais de 70 pessoas, a maioria ex-atletas da AAB e do Bahiano, reúnem-se para definir os rumos do novo clube. A assembléia é presidida por Otavio Carvalho e secretariada por Fernando Tude e Aroldo Maia.

Naquela reunião, são definidas as cores da Bahia para o novo clube (uniforme com a camisa branca e o calção azul com uma faixa vermelha na cintura). Otavio Carvalho é nomeado presidente provisoriamente.

No dia 1ª de janeiro de 1931, o Esporte Clube Bahia é fundado, sob o slogan “Nascido para vencer”, em reunião na casa n° 57 da Rua Carlos Gomes, em Salvador. com presença de profissionais liberais, funcionarios públicos, jornalistas, microempresarios e estudantes.  O médico Waldemar Costa é o primeiro presidente.

Em 16 de janeiro, são publicados no Diario Oficial da Bahia os estatutos do Tricolor, que passa a existir legalmente.

No dia 20 de fevereiro, o Bahia é filiado à Liga Bahiana de Desportos Terrestres, atual Federação Bahiana de Futebol. Dois dias depois, um domingo, realiza seu primeiro treino, no campo da AAB, na Quinta da Barra, em Salvador.

A primeira partida acontece em 1º de março de 31, contra o Ypiranga: triunfo por por 2 a 0, com gols de Bayma e Guarany. O goleiro Teixeira Gomes ainda defende um pênalti. O duelo dura 20 minutos e é válido pelo Torneio Inicio do Estadual,

A escalação teve Teixeira Gomes; Leônidas e Gueguê; Milton, Canoa e Gia; Bayma, Guarany, Gambarrota e Pega-Pinto. O técnico é João Barbosa e o arbitro, Francelino de Castro.

Na mesma data, o Bahia conquista o primeiro titulo de sua história, o próprio Torneio Inicio, com uma goleada sobre o Royal, por 3 a 0. Gols de Guarany (2) e Pega-Pinto.

Em 22 de março, o Bahia estreia no Baianão de 31. Em abril, faz seu primeiro jogo internacional, contra o Sud América, do Uruguai. Em outubro, faz seu primeiro jogo intermunicipal, contra o Vitória de Ilhéus. No mesmo mês, faz seu primeiro jogo fora do Estado, ante o Sergip, em Aracaju.

Ainda em outubro, no dia 25, a equipe conquista o primeiro estadual, com duas rodadas de antecedência, mesmo sem entrar em campo, devido ao tropeço dos concorrentes.

Em 15 de novembro, entra em campo com a motivação de ser campeão invicto. O Tricolor consegue o empate em 2 a 2 aos 33 minutos, com o gol de Milton Bahia, e mantém invencibilidade.

 

FONTE: Site do Clube

 

O Toledo Colônia Work da cidade de Toledo no Paraná e fundado em 10 de fevereiro de 2004 formalizou a mudança de nome para Toledo Esporte Clube em setembro de 2016.

No campeonato estadual de 2016 já havia adotado o nome de fantasia Toledo Futebol (sem mudança na Razão Social). O motivo: a saída dos patrocinadores (Colônia é uma cervejaria e Work uma empresa de mão-de-obra).

Em 2017, o clube já começou o campeonato estadual com o novo nome.

Talvez a nova mudança de nome para Toledo Esporte Clube deva ser para relembrar o nome do clube que existiu na cidade na década de 80 e 90, gerando uma ligação mais forte com a cidade. Outra hipótese, mais objetiva, é que não foi possível o registro da marca Toledo Futebol.

Evolução dos escudos:

 

 

 

 

 

Fontes: https://www.facebook.com/toledotec/  – Wikipedia – Súmulas da FPF

Curiosidade

Outros Toledos, sem vínculo com o atual:

Toledo Futebol Clube: fundado em 1972

Toledo Esporte Clube: fundado em 10/03/1983

Sport Club Toledo: início dos anos 2000

Império Toledo de Futebol: fundado em 01/09/2002

Fonte: Arquivo pessoal

 

Este ano o Campeonato Rondoniense terá um novo clube, o recém profissionalizado Barcelona Futebol Clube de Vilhena.

O clube estreia no próximo dia 11 de março contra o Ariquemes, no estádio Gentil Valério de Lima, em Ariquemes.

Seguem algumas informações sobre o clube:

Nome Oficial: Barcelona Futebol Clube

Endereço: Avenida Afonso Juca de Oliveira, 4785 – Jardim Eldorado – Vilhena/RO – CEP: 76.980-000

Telefone: (69) 99608-8646

Fundação: 07/10/2016 (acredito que o clube já existia como amador)

Apelido: Catalão Vilhenense

Presidente: José Luís Pereira de Jesus

CNPJ: 26.380.542/0001-20

Site Oficial: http://catalaovilhenense.com.br/

Fonte: Site do clube

 

 

 

 

 

 

 

Campeonato Paraense 1913

Participantes
Belém Sport (Belém Sport Foot-Ball Club) – Belém
Guarany (Guarany Foot-Ball Club) – Belém
Internacional (Internacional Foot-Ball Club) – Belém
Norte Club (Norte Club) – Belém
Panther (Panther Foot-Ball Club) – Belém
Grupo do Remo (Grupo do Remo) – Belém
União Sportiva (Sociedade Athletica União Sportiva) – Belém

Organização: LPF – Liga Paraense de Foot-Ball

29/06/1913
União Sportiva 2×2 Internacional
06/07/1913
Norte Club 2×0 Panther
13/07/1913
Guarany 1×0 Belém Sport
14/07/1913
Grupo do Remo 4×1 União Sportiva
20/07/1913
Norte Club 2×0 União Sportiva
27/07/1913
Internacional 1×1 Panther
03/08/1913
Guarany 0×4 Grupo do Remo
10/08/1913
Grupo do Remo 3×2 Panther
15/08/1913
Belém Sport 0×6 Internacional
17/08/1913
Norte Club x Guarany
24/08/1913
Panther 2×7 União Sportiva
31/08/1913
Internacional 1×2 Grupo do Remo
07/09/1913
Norte Club 4×0 Belém Sport
14/09/1913
Guarany 0×0 Internacional
21/09/1913
Panther 2×1 Belém Sport
28/09/1913
União Sportiva 2×0 Belém Sport
05/10/1913
Norte Club 1×1 Grupo do Remo
12/10/1913
Internacional 1×2 Norte Club
19/10/1913
Guarany 1×3 Panther
20/10/1913
Grupo do Remo 10×0 Belém Sport
09/11/1913
Guarany x União Sportiva
15/11/1913
Norte Club 1×1 Guarany
23/11/1913
Guarany x União Sportiva

Classificação
Colocação
1    Grupo do Remo    11
2    Norte Club    10
3    União Sportiva    5
Internacional    5
Panther    5
6    Guarany    4
7    Belém Sport    0

Pesquisa: Moisés Henrique Gonçalves da Cunha
Fonte: Jornal “Estado do Pará” através do site da Hemeroteca da Biblioteca Nacional

 

O Clube de Esportes União/ABC é uma agremiação da cidade de Campo Grande, do Estado de Mato Grosso do Sul. Fundado no dia 19 de Janeiro de 1998, pelo sonho idealista de dois desportistas Gil e Maroca, onde reuniram forças com o Plínio, Zé Buião, Elias, Santos e outros para reunir apenas atletas dos campeonatos amadores de Campo Grande (por isso UNIÃO).

O União/ABC faturou o título de Campeão do Campeonato Sul-Mato-Grossense Sub-19 de 2015. No Estádio Jacques da Luz, o time do técnico Vina, ex-meia do Cene, ficou no empate sem gols com o Guaicurus, campeão em 2014, e conquistou o título no seu primeiro ano de disputa na categoria.

Agora o União/ABC pretende dar um passo para o profissionalismo. O time estreia no próximo sábado, dia 19 de novembro, às 16 horas, diante do Coxim, no Estádio Jacques da Luz, pela 1ª rodada do Campeonato Sul-Mato-Grossense da Segunda Divisão de 2016.

FONTES: Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) – Gazeta de MS 

 

 
DATA EQUIPE_CASA EQUIPE_FORA DIFERENÇA
08/10/2016 Novo Hamburgo/RS 13 x 0 Sapucaiense/RS 13
06/08/2016 Itaúna/MG 11 x 0 Venda Nova/MG 11
21/02/2016 Ferroviário/CE 10 x 0 Campo Grande/CE 10
02/03/2016 Nacional/SP 10 x 0 Grêmio Barueri/SP 10
05/10/2016 Fast/AM 10 x 0 Nacional Borbense/AM 10
04/03/2016 Floresta/CE 9 x 0 Nova Russas/CE 9
16/04/2016 Caiçara/PI 0 x 9 Parnahyba/PI 9
21/08/2016 Portuguesa/PR 0 x 9 Operário/PR 9
11/09/2016 Arsenal/MG 0 x 9 Coimbra/MG 9
14/02/2016 Grêmio Barueri/SP 0 x 8 Grêmio Osasco/SP 8
01/05/2016 Sapucaiense/RS 0 x 8 Guarany(B)/RS 8
04/05/2016 Sapucaiense/RS 0 x 8 Rio Grande/RS 8
11/06/2016 Santa Cruz-Belford Roxo/RJ 0 x 8 Olaria/RJ 8
07/08/2016 Atlético/AC 8 x 0 Náutico/RR 8
03/09/2016 Lins/SP 1 x 9 Jalesense AC/SP 8
24/09/2016 Ranchariense/SP 8 x 0 Lins/SP 8
25/09/2016 União(NF)/PR 0 x 8 União(FB)/PR 8
26/10/2016 União(NF)/PR 1 x 9 Junior Team/PR 8
30/10/2016 Atlético Tubarão/SC 9 x 1 Porto/SC 8
14/03/2016 Democrata(GV)/MG 7 x 0 Social/MG 7
26/03/2016 América/RN 7 x 0 Palmeira/RN 7
09/04/2016 Castelo/ES 7 x 0 ESSE/ES 7
09/04/2016 Sampaio Corrêa/RJ 7 x 0 Ceres/RJ 7
13/04/2016 Caxias/RS 7 x 0 Santo Ângelo/RS 7
11/05/2016 Igrejinha/RS 7 x 0 Sapucaiense/RS 7
20/05/2016 Portuguesa Santista/SP 7 x 0 Atlético Mogi/SP 7
04/06/2016 Real Desportivo/RO 7 x 0 Morumbi/RO 7
26/06/2016 Assisense/SP 0 x 7 Grêmio Prudente/SP 7
03/07/2016 Jalesense AC/SP 7 x 0 Lins/SP 7
16/07/2016 Santana/AP 0 x 7 São Paulo/AP 7
14/08/2016 Iraty/PR 7 x 0 GRECAL/PR 7
19/08/2016 São Paulo/AP 8 x 1 Santana/AP 7
28/08/2016 Desportivo Brasil/SP 8 x 1 Tanabi/SP 7
14/09/2016 Iraty/PR 7 x 0 Batel/PR 7
06/10/2016 Internacional B/RS 7 x 0 Guarany(B)/RS 7
09/10/2016 Campo Mourão/PR 7 x 0 União(NF)/PR 7
06/03/2016 Campinense/PB 7 x 1 Esporte/PB 6
24/04/2016 Alto Acre/AC 1 x 7 Rio Branco/AC 6
02/07/2016 Taboão da Serra/SP 7 x 1 Barcelona/SP 6
17/07/2016 Grêmio Prudente/SP 7 x 1 Osvaldo Cruz/SP 6
02/04/2016 Ponte Preta/SP 7 x 2 Água Santa/SP 5
02/04/2016 Villa Nova/MG 2 x 7 Atlético/MG 5
22/10/2016 Guaraí/TO 2 x 7 União de Palmas/TO 5
23/10/2016 Vitória da Conquista/BA 7 x 2 Teixeira de Freitas/BA 5
 

Este ano o FF Sports (no escudo sempre foi FF Sport mas na mídia sempre aparece no plural, onde FF vem do fundador do clube e ex-presidente do CSA, Francisco Ferro) fez uma parceria com o Igaci FC surgindo o FF Sports Igaci.

O clube está disputando a segunda divisão alagoana com esta denominação.

Seguem os escudos dos 2 clubes e o do clube resultante.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Site do FF Sport

 

 

O Atlético Latitude Zero foi uma agremiação da cidade de Macapá (AP). Sediado na Avenida Cônego Domingos Maltez, s/n, no Bairro Trem, em Macapá. O clube foi Fundado no dia 25 de Janeiro de 1945, pelo professor maranhense Alzir Maia (que tem participou da Diretoria do Trem Desportivo Clube; além de ter fundado o Turíbio Guimarães e Raul).

O Atlético Latitude Zero participou de algumas edições dos Campeonatos Amapaenses da Primeira e Segunda Divisões nos anos 50. Além do futebol o Atlético Latitude Zero também contou com o time de basquete onde chegou a faturar alguns títulos como em 1954, quando faturou o título do Torneio Relâmpago com a participação do Amapá Clube, Esporte Clube Macapá, América Futebol Clube e Atlético Latitude Zero.

O Atlético Latitude Zero sagrou-se campeão e recebeu o troféu denominado “Dr. Hildemar Pimentel Maia”. Deste time dois jogadores foram convocados em seguida para defender a Seleção Amapaense de Basquete: Paulo Farias e Uriel.

 

FONTE: Blog Porta-Retratos

 

O Santa Cruz Futebol Clube é uma agremiação do Município de Barra de São Miguel (AL). O futebol alagoano ganhou uma nova opção na revelação de novos jogadores. Na verdade, o Santa Cruz, Fundado em 1967, foi resgatado pela empresa Paes Soccer e numa parceria com a prefeitura da Barra de São Miguel, vai iniciar um processo de captação e revelação de novos atletas.

Empresário do ramo e agora presidente do Santa Cruz, Thiago Paes apontou as principais mudanças para o início desse novo trabalho. “O Santa Cruz é um clube-empresa, que foi fundado em 1967 e adquirido em sua totalidade pela Paes Soccer em junho de 2014. Teve todo seu estatuto reformado e modernizado para atender às novas normas da FIFA que limitam as relações somente entre clubes na transferência e posse de direitos econômicos de atletas. Quanto a parceria, essa se deu através de uma demonstração de seriedade no trabalho ao longo de dois anos de existência da empresa, na qual, através de um projeto moderno e de credibilidade, conseguimos demonstrar ao Secretário de Esporte da Barra, Eduardo Acioly e ao Prefeito Zezeco, que essa seria uma parceria de sucesso”, explicou.

A empresa Paes Soccer manteve uma parceria com o CRB na revelação de alguns jogadores, com destaque para o atacante Lucas Fernandes, que agora pertence ao Fluminense e foi emprestado ao Bonsucesso na disputa do Campeonato Carioca.

Porém, outros jogadores já fazem parte do casting do clube-empresa e novos nomes devem surgir nas próximas etapas do trabalho. “Trabalhamos com uma base de atletas que já conheciam nosso trabalho e alguns que já eram clientes da empresa e nos acompanharam nessa nova jornada. Além disso, inovamos aqui no Estado e somos o único clube de Alagoas que possui um Departamento de Captação de atletas que fica encarregado pelo monitoramento e descoberta de talentos espalhados em Alagoas e no Nordeste”, comemorou.

Quando foi anunciado o retorno das atividades do Santa Cruz, especulou-se que o time poderia disputar inclusive, o Campeonato Alagoano da 2ª Divisão. Esse ano o Santa Cruz debuta e vem fazendo uma boa campanha com três pontos em dois jogos.

Estreou com derrota por 2 a 1, fora de casa, para o CEO. E depois se reabilitou vencendo pelo mesmo placar o FF Sports Igaci, no Estádio Olival Elias de Moraes, em Boca da Mata (onde o Santinha manda os seus jogos). O Santa Cruz volta a campo no próximo domingo, dia 09 de outubro, quando enfrenta o São Domingos, às 15 horas, no imponente Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Na foto acima, a campanha irretocável no Campeonato Alagoano Sub 15 garantiu o título ao Santa Cruz Futebol Clube na tarde de domingo, do dia 20 de dezembro de 2015, no Estádio Municipal da Barra de São Miguel, após empatar por 2 a 2 contra o CRB. A equipe conquistou o título Estadual de forma invicta, sem perder nenhuma partida em toda competição.

Ao total, o Santa Cruz fez 12 jogos, acumulando nove vitórias e três empates. No jogo de hoje contra o CRB, a equipe poderia ser derrotada por até dois gols no tempo normal, já que havia vencido a 1ª partida por 3 a 0 na última sexta-feira, 18. Os gols do Santa Cruz foram marcados neste domingo por Moisés e Esquerdinha. Wallace assinalou os dois gols do CRB, vice-campeão da categoria Sub 15.

Campeão, o Santa Cruz ficou com o troféu treinador Paulo Roberto Ghilhardi. O CRB recebeu a taça José Medeiros Nicolau, mais conhecido como “Zezeco”, prefeito da Barra de São Miguel.

FONTES & FOTOS: Federação Alagoana de Futebol (FAF) – Globoesporte.com – Site Minuto Esportes

 

A Associação Desportiva Frei Paulistano é uma nova agremiação do Município de Frei Paulista (SE). Fundado na segunda-feira, do dia 29 de Agosto de 2016, tem a sua Sede localizada na Praça João Teles da Costa, s/n, no Centro da cidade.

O município (Fundado em 1890 e se emancipando como município em 1920) fica no ‘Sertão Sergipano‘ está apenas a 64 km de distância da capital Aracaju, e conta com uma população de 13.874 habitantes (segundo o censo do IBGE/2010).

A escolha do nome do time é simples: Frei Paulistano é o gentílico de quem é natural do Município de Frei Paulista. O azul é cor predominante da localidade, enquanto o boi e as plantas são adereços extraídos do brasão de Frei Paulista.

Brasão da Prefeitura de Frei Paulista

Apesar de pouco mais de um mês de existência, a Associação Desportiva Frei Paulistano já se prepara para debutar no futebol profissional. Inscrito no Campeonato Sergipano da 2ª Divisão de 2016, organizado pela Federação Sergipana de Futebol, a equipe tem data marcada para a estreia.

Válido pelo Grupo B, no próximo sábado, dia 08 de outubro, o Frei Paulistano enfrenta o Coritiba F.C. (Itabaiana), às 15 horas, no Estádio Municipal de Frei Paulista. Na chave, ainda fazem parte o Aracaju F.C. (Aracaju) e CS Maruinense (Maruim).

FONTES: Wikipédia – Prefeitura de Frei Paulista - Federação Sergipana de Futebol (FSF)

 

 

Prezados,

A segundona potiguar começou no dia 10 de setembro e olhando as súmulas no site da FNF verifiquei que o Santa Cruz FC e o Visão Celeste EC estão com escudos diferentes.

A mudança maior é no escudo do Santa Cruz, que até o ano passado era semelhante ao do Joinville de Santa Catarina (e no passado mais distante já foi semelhante ao do São Paulo).

O Visão Celeste, está menos “achatado” e sem a estrela.

Lembrando que consegui ambos a partir de documentos oficiais dos próprios clubes.

 

 

O Iraty Sport Club é uma agremiação da cidade de Irati, na região centro-sul do Estado do Paraná. Estamos no início do ano de 1914. A Vila Iraty é ainda uma criança (uma vez quese emancipou em 15/07/1907) e a vida de seus moradores era sabida de todos. Não se tem notícias exatas do lugar onde o grupo de amigos jogava nestes primeiros tempos.
Os relatos trazem à tona a
Pharmácia Iraty como sendo o ponto de encontro e de reuniões, propriedade esta do Sr. Antonio Xavier da Silveira. Era em uma das salas nos fundos deste estabelecimento que funcionou a primeira sede do Iraty Sport Club. Também aí os jogadores se vestiam para os jogos. Lembra a história que foi o Sr. Antonio quem trouxe a primeira bola de futebol que se tem notícia.

Então, oAzulão foi Fundado no dia 21 de Abril de 1914, por um grupo de esportistas liderados por Sr. Antônio Xavier da Silveira, que acumulou muitas funções, pois além de líder principal, foi o primeiro Presidente e o primeiro Capitão do time.

PRIMEIRA DIRETORIA

A Diretoria registrada em ata era formada, pelo Sr. David da Costa Araújo com Presidente, tinha o Sr. João Baptista Dantas como primeiro Secretário, Sr. Hyran Peixoto como Secretário, Sr. Antonio Xavier da Silveira como Tesoureiro e o Sr. Luiz Felipe dos Santos como Orador.

PRIMEIRO TIME

O registro do primeiro time de futebol do Azulão era formado por: João Batista de Melo; Basílio Sapla e Álvaro Pires; João Dantas, Antonio Xavier da Silveira e Vidal Marinho; Ezequiel Gomes, João de Andrade, Artur Xavier da Silveira, Luiz Felipe dos Santos e Valentim Xavier da Silveira.

O Iraty SC é um dos Clubes mais antigos do Paraná. E com esta formação ganhou do IMBITUVENSE por 3 x 0, em 1914, o que é tido, também oficialmente, como o jogo do ISC jogando em Irati.

Nas Atas o primeiro time a ser registrado era formado por:

GOAL-KEEPER: João;

BACKS: Bazilio e Alderico;

HALF-BACKS: Dantas, Totonio e Antoninho;

FORWARDS: Valentim, Andrade, Hyran, Carioca e Vidal.

O número de Presidentes, ao longo de sua história, do Iraty Sport Club teve à frente de sua administração, umtotal de 54 (incluindo o atual).

SEDE & ESTÁDIO

A sua Sede fica localizada no bairro Rio Bonito (conta com: sauna, piscina adulta olímpica, piscina infantil, bar, churrasqueiras e estacionamento para os sócios), ambos em Irati.

O Iraty possui seu próprio Estádio Cel. Emílio Gomes, situado à Rua Vicente Machado, 966, em Irati, inaugurado em 21 de abril de 1950, com capacidade de 4.579 espectadores sentados e dimensões do campo: 101mx70m.

CURIOSIDADE: IRATY JÁ FOI RUBRO-NEGRO

Nos anos 30, as cores do Iraty eram vermelho e preto, como podemos ler num trecho do jornal Correio do Sul: “Dentro de alguns dias a direção technica do glorioso rubro-negro iratyense começará os seus treinos, fazendo seus pupilos exercitarem-se em conjunto e individualmente.” Para o certame estadual, o programa previa na semana, dois treinos coletivos e dois individuais.

Ficaram curiosos com a citação “rubro-negro”? Pois é, conta-se que o nosso Iraty Sport Club, nem sempre desfraldou as cores azul e branco em sua bandeira e uniforme. Houve uma época em que o vermelho e preto eram as suas cores símbolo.  A história detalhada pode ser encontrada no Livro do professor Orreda.

  A Casa do Atleta inaugurada em 23 de agosto de 2000. Trata-se de um alojamento para os atletas do clube, tendo capacidade para mais de 30 pessoas. Localiza-se na a Rua Coronel Pires, nº 667, no Centro; destina-se ao alojamento da Comissão Técnica e dos atletas solteiros. Possui dois quartos, totalizando 29 camas, sala de televisão e refeitório.

HINO DO IRATY
Sou “Azulão” de coração
Sou Iraty até morrer
Vai Azulão que a multidão
Veste a camisa com você
Do interior a força azul
Que orgulha a Pérola do Sul

Solta seu grito, com emoção
Tinge de azul meu coração
Em campo a história, a tradição
Meu Iraty, meu AZULÃO

Iraty Sport Club essa bandeira
Eu sempre quero desfraldar
E a torcida sua fiel companheira
Vai a vitória lhe levar
Põe sua força, sua garra sua luta
Põe no gramado o seu talento em ação.

CAMPEÃO PARANAENSE DE 2002

O time, que na década de 90 ficou conhecido como Azulão, devido à cor do seu uniforme. No dia 1º de maio de 2002, conquistou o seu 1º título de Campeão ao faturar o Campeonato Paranaense da 1ª Divisão, entre os oito clubes que disputaram o certame sem a participação dos três clubes grandes de Curitiba (Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná Clube).

Com uma base formada em casa, mais os jogadores experientes trazidos por seu presidente, Sérgio Malucelli, o elenco foi Campeão Estadual com uma rodada de antecedência, levando para a cidade a hegemonia do futebol.

Seu estádio, Coronel Emílio Gomes, foi reformado para competições de porte maior, como a Copa do Brasil de 2003, vaga conquistada justamente por ser Campeão Estadual do ano anterior.

FONTES: Wikipédia – Página não oficial do Iraty S.C., no Facebook – Site Rádio Najuá (http://radionajua.com.br/noticia/irati-de-todos-nos/materias/o-maravilhoso-futebol-de-irati-parte-viii/14659/)

 

Haverá um estreante na Copa Governador do Estado da Bahia: o Pituaçu Futebol Clube.

A equipe de Salvador, fundada em novembro de 2015, irá jogar a primeira rodada em 9 de outubro de 2016 contra o Teixeira de Freitas.

 

 

 

 

Fonte: FBF

 

Segue o novo escudo do Apucarana Sports.

Fonte: FPF

 

Segue abaixo uma foto do EC Mário Bouchardet de Visconde do Rio Branco/MG. O clube participou em 1968 do Campeonato Profissional da LDJF de Juiz de Fora (Campeonato da Zona da Mata).

Esta competição contou com a presença de 15 de Novembro ( Rio Novo ), Aymorés (Ubá), Ideal (Recreio), Independente (Além Paraíba), Mário Bouchardet (Visc. Rio Branco), EC Mineiro (Santos Dumont), Nacional (Muriaé), Nacional (Visc. Rio Branco), Ribeiro Junqueira (Leopoldina), Olímpico Ferroviário (Santos Dumont), Sport (Juiz de Fora), Tupi (Juiz de Fora), Tupynambás (Juiz de Fora) e Viçosa AC (Viçosa).

Mais detalhes da competição? basta clicar no link abaixo:

Campeonato da Zona da Mata/1968

 


 Pesquisa: Givaldo Santos

Fonte: http://novojornalconscienciadamata.blogspot.com.br/

 

 

 

Prezados,

segue o escudo do Clube Atlético Itajaí Ltda de Itajaí, o mais novo integrante da Série C Catarinense. A competição iniciou no último fim de semana (dia 12/06) mas o Itajaí não estreou. Motivo? O mandante (Santa Catarina) solicitou o cancelamento da partida inaugural.

Provavelmente o Itajaí ganhará os 3 pontos.

Segue o escudo do clube:

 

 

 

 

 

Curiosidade: Já é o terceiro clube com o nome da cidade. Anteriormente existiram o Itajaí EC e o Itajaí FC (seguem os escudos).

 

 

 

 

 

 

PS: Não sei se os 3 são continuação de um mesmo clube ou são clubes totalmente distintos.

 

O Atlético Esporte Clube foi uma agremiação da cidade de Vila Velha (ES). Fundado no dia 02 de Fevereiro de 1944, no Bairro de Aribiri, a sua última Sede ficava localizada na Rua Professor Telmo de Souza Torres, nº 920, no Centro de Vila Velha. O Atlético participou da Taça Cidade de Vitória seis vezes: 1962, 1963, 1964, 1965, 1966 e 1967. Também disputou o Campeonato Capixaba da 1ª Divisão, em 1969.

 

FONTES: Rsssf Brasil – Wilson Rio Dias

 

Segue uma cópia de um diploma de sócio proprietário contendo o escudo do Atlético EC de Vila Velha.

Este diploma foi enviado pelo próprio sócio Wilson Rios Dias. Neste pode-se observar a data de fundação do clube: 02/02/1944.

O Atlético EC disputou o Campeonato Capixaba em 1969.

Segundo o Wilson, foi no Atlético que começou, no futsal, o jogador Maxwell do PSG.

Ele informou que o Atlético disputou a Taça Cidade de Vitória (cujos 3 ou 4 primeiros colocados disputavam o Campeonato Estadual) entre 1957 (ou 1958, vai confirmar) e 1970.

Neste último ano foi rebaixado e voltou em 1972. Disputou mais este campeonato e pediu licença do futebol profissional.

O clube foi extinto no final dos anos 90.

 

 

 

Campeonato Piauiense 1976

Participantes

Auto Esporte (Auto Esporte Clube) – Teresina
Botafogo (Botafogo Esporte Clube) – Teresina
Comercial (Comercial Atlético Clube) – Campo Maior
Flamengo (Esporte Clube Flamengo) – Teresina
Fluminense (Fluminense Esporte Clube) – Teresina
Parnaíba (Parnaíba Sport Club) – Parnaíba (* atual Parnahyba Sport Club)
Piauí (Piauí Esporte Clube) – Teresina
Tiradentes (Sociedade Esportiva Tiradentes) – Teresina

Obs: O Tiradentes encerrou o Depto. de Futebol e desistiu da competição no início de junho em função do caso Jacob (homícidio). Vários jogadores do Tiradentes foram indiciados no crime.

1º Turno – 1ª Fase

15/02/1976 – 1ª Rodada
Flamengo 2×1 Botafogo
Parnaíba 3×2 Fluminense
18/02/1976 – 1ª Rodada
Piauí 1×1 Botafogo
Tiradentes 5×0 Auto Esporte

22/02/1976 – 2ª Rodada
Comercial 1×2 Piauí
Tiradentes 12×0 Fluminense
26/02/1976 – 2ª Rodada
Parnaíba 4×3 Auto Esporte
Flamengo 3×0 Comercial

07/03/1976 – 3ª Rodada
Parnaíba 1×4 Tiradentes
Comercial 0×1 Botafogo
Auto Esporte 0×1 Fluminense
Flamengo 1×0 Piauí

Grupo A
1    Tiradentes – 6
2    Parnaíba – 4
3    Fluminense – 2
4    Auto Esporte – 0

Grupo B
1    Flamengo – 6
2    Piauí – 3
3    Botafogo – 3
4    Comercial – 0

(*) Piauí foi segundo por sorteio

1º Turno – Semifinal

10/03/1976 – Jogo Único
Tiradentes 4×1 Piauí
Flamengo 1×1 Parnaíba [Pro 2-0]

1º Turno – Final

14/03/1976 – 1º Jogo
Flamengo 1×0 Tiradentes
17/03/1976 – 2º Jogo
Tiradentes 1×1 Flamengo

(*) Flamengo campeão do 1º Turno

2º Turno – 1ª Fase

24/03/1976 – 1ª Rodada
Tiradentes 2×1 Botafogo
Flamengo 2×0 Fluminense

28/03/1976 – 2ª Rodada
Piauí 1×1 Comercial
Flamengo 2×1 Auto Esporte

31/03/1976 – 3ª Rodada
Botafogo 5×0 Comercial
Auto Esporte 2×1 Parnaíba

04/04/1976 – 4ª Rodada
Botafogo 2×1 Piauí
Comercial 1×6 Tiradentes
Parnaíba 1×0 Flamengo
Auto Esporte 3×1 Fluminense

07/04/1976 – 5ª Rodada
Fluminense 0×1 Parnaíba
Tiradentes 5×1 Piauí

Grupo A
1º Tiradentes – 6
2º Botafogo – 4
3º Piauí – 1
3º Comercial – 1

Grupo B
1º Flamengo – 4
2º Auto Esporte – 4
3º Parnaíba – 4
4º luminense – 0

(*) Flamengo foi primeiro e Auto Esporte foi segundo por sorteio.

2º Turno – Semifinal

11/04/1976 – Jogo Único
Tiradentes 2×0 Auto Esporte
14/04/1976 – Jogo Único
Flamengo 3×1 Botafogo

2º Turno – Final

18/04/1976 – 1º Jogo
Flamengo 0×0 Tiradentes
21/04/1976 – 2º Jogo
Tiradentes 1×4 Flamengo

(*) Flamengo campeão do 2º Turno

3º Turno – 1ª Fase

25/04/1976 – 1ª Rodada
Parnaíba 1×1 Piauí
Botafogo 1×1 Auto Esporte
Comercial 3×1 Fluminense

02/05/1976 – 2ª Rodada
Flamengo 0×0 Botafogo
Comercial 3×1 Piauí
Parnaíba 2×2 Fluminense
05/05/1976 – 2ª Rodada
Tiradentes 0×0 Auto Esporte

09/05/1976 – 3ª Rodada
Flamengo 0×0 Tiradentes
Parnaíba 1×0 Comercial

16/05/1976 – 4ª Rodada
Auto Esporte 0×3 Flamengo
Piauí 2×3 Fluminense
20/05/1976 – 4ª Rodada
Tiradentes 1×1 Botafogo

Grupo A
1º Flamengo – 4
2º Tiradentes – 3
3º Botafogo – 3
4º Auto Esporte – 2

Grupo B
1º Comercial – 4
2º Parnaíba – 4
3º Fluminense – 3
4º Piauí – 1

(*) Tiradentes foi segundo do Grupo A e Comercial foi primeiro do B por sorteio

3º Turno – Semifinal

23/05/1976 – Jogo Único
Flamengo 2×3 Parnaíba
27/05/1976 – Jogo Único
Comercial 2×1 Tiradentes

3º Turno – Final

30/05/1976 – 1º Jogo
Parnaíba 3×0 Comercial
06/06/1976 – 2º Jogo
Comercial 4×2 Parnaíba
10/06/1976 – 3º Jogo
Comercial 0×2 Parnaíba

(*) Parnaíba campeão do 3º Turno

4º Turno – 1ª Fase

12/06/1976 – 1ª Rodada
Botafogo 3×0 Auto Esporte
17/06/1976 – 1ª Rodada
Fluminense 2×3 Piauí
Flamengo 2×1 Comercial

20/06/1976 – 2ª Rodada
Piauí 3×3 Auto Esporte
Botafogo 1×0 Fluminense
Comercial 5×1 Parnaíba

23/06/1976 – 3ª Rodada
Fluminense 2×0 Auto Esporte
Botafogo 0×1 Piauí
27/06/1976 – 3ª Rodada
Flamengo 4×0 Parnaíba

Grupo A
1º Flamengo – 4
2º Comercial – 2
3º Parnaíba – 0

Grupo B
1º Piauí – 5
2º Botafogo – 4
3º Fluminense – 2
4º Auto Esporte – 1

4º Turno – Semifinal
30/06/1976
Piauí 1×1 Comercial [Pro 0-1]
Flamengo 2×0 Botafogo

(*) Flamengo campeão do 4º Turno

4º Turno – Final

04/07/2016 – 1º Jogo
Comercial 0×4 Flamengo
07/07/2016 – 2º Jogo
Flamengo 3×0 Comercial

Final

11/07/1976 – 1º Jogo
Flamengo 2×1 Parnaíba
18/07/1976 – 2º Jogo
Flamengo 1×1 Parnaíba

(*) Flamengo Campeão Piauiense de 1976

Artilheiro
Jorge Costa (Tiradentes) 15 gols

Pontuação        PTS  J   V  E  D   GP   GC
1    Flamengo    36  23  15  6  2   43   13
3    Tiradentes  21  16   8  5  3   44   14
2    Parnaíba    20  18   8  4  6   29   33
4    Botafogo    14  14   5  4  5   18   14
5    Comercial   12  18   5  2 11   22   40
6    Piauí       11  14   3  5  6   19   28
7    Auto Esporte 7  13   2  3  8   13   28
7    Fluminense   7  12   3  1  8   14   32

 

Segue o escudo do Nacional Atlético Clube de Visconde do Rio Branco (MG).

O clube participou do Campeonato Profissional da Zona da Mata, organizado pela LDJF de 1968.

Escudos anteriores:

Fontes:

http://www.nacionalvrb.com.br/

https://www.facebook.com/nacionalvrb/  (Facebook informado pelo colega André Martins)

Livro  “Retrospectiva do Futebol em Juiz de Fora – 1918-1978″ de Geraldo Gerheim

 

Segue o escudo do Ideal Esporte Clube de Recreio/MG

O Clube participou do Campeonato Profissional da Zona da Mata de 1968, organizado pela Liga de Juiz de Fora. Atualmente joga as competições amadoras da região.

Fontes:

https://www.facebook.com/15-DE-NOVEMBRO-FC-de-Rio-Novo-MG-209553899064711/

Livro  “Retrospectiva do Futebol em Juiz de Fora – 1918-1978″ de Geraldo Gerheim

 

Segue o escudo do 15 de Novembro FC de Rio Novo/MG.

O Clube, fundado em junho de 1914 (segundo o seu site) e 1912 (segundo o Annuário Estatístico de MG de 1921) participou do Campeonato Profissional da Zona da Mata de 1968, organizado pela Liga de Juiz de Fora.

Fontes:

https://www.facebook.com/15-DE-NOVEMBRO-FC-de-Rio-Novo-MG-209553899064711/

Livro  “Retrospectiva do Futebol em Juiz de Fora – 1918-1978″ de Geraldo Gerheim

 

 

FONTE: Página do ex-jogador do GAS, Roberto da Silva

 

Encontrei no acervo pessoal do ex-jogador Roberto Silva uma foto do início dos anos 70.

Nesta foto aparece um uniforme e escudo do Grêmio Atlético Sampaio que não havia visto até então.

Na foto, Roberto é o da esquerda (Baré) e seu irmão Rubens Silva, o da direita (GAS).

Curiosidade: Roberto Silva foi artilheiro de Roraima por 10 anos seguidos (1967-1977).

Tanto quem em 1978 o Flamengo do Rio jogou em Boa Vista e Zico brindou o jogador com uma medalha.

Fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=272589849487759&set=a.270870732993004.67247.100002102396943&type=3&theater

A partir da foto acima, tentei redesenhar o escudo. Fiquem a vontade para melhorá-lo.

 

 

O Paraíba EC de Cajazeiras, fundado em 07 de Julho de 2005, trocou o seu escudo em 2016. Segue o novo modelo.

Fonte: Súmulas da FPF

 

 

 

O Esporte Clube Mineira de Eletricidade é uma agremiação da Cidade de Juiz de Fora (MG). Surgiu nos anos 30 como Sport Club Mineira de Eletricidade. A sua Sede fica situada na Rua Marechal Deodoro, 455 / 4º andar, no Centro de Juiz de Fora.

O Mineira de Eletricidade participou do Campeonato Citadino de Juiz de Fora, nos anos de 1937, 38, 41 e 43. Foi campeão duas vezes: em 1938, quando a competição foi organizada pela Associação Mineira de Esportes (AME); e na segunda em 1943, sob a batuta da Liga de Desportos de Juiz de Fora (LDJF).

Posse da Diretoria do S.C. Mineira de Eletricidade

 

P.S.: A questão pendente em relação a esta equipe é a confirmação da fundação e as cores. Quem tiver alguma informação é só informar e será dado o crédito nesta postagem.

FONTES & FOTO: Revista Sport Ilustrado – Rsssf Brasil – Blog Maria do Resguardo ‘Imagens Antigas de Juiz de Fora’

 

Prezados,

segue o uniforme e o detalhe do Escudo do SC Mineira de Eletricidade de Juiz de Fora (em preto e branco)

O clube minimamente disputou o Campeonato de Juiz de Fora em 1937, 38, 41 e 43. Esses são anos que tenho a lista completa de participantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Revista Esporte Ilustrado, número 163 de 22/05/1941

PS: Na legenda da foto acima, está escrito que o jogador chama-se Tamoio e pertence ao Atlético FEEA (clube formado por funcionários da Fábrica de Estojos e Espoletas de Artilharia do Exército). Como o escudo não bate com as iniciais do Atlético e sim com as do SCME, que participava do mesmo torneio (fora o desenho do raio que direciona à uma companhia de eletricidade), provavelmente é uma foto do ano anterior ou erro na legenda mesmo. Para reforçar a tese, na mesma reportagem aparece um jogador com a camisa do Tupynambás mas na legenda aparece como sendo do Sport.

Por fim, na mesma reportagem aparece um clube chamado São Cristóvão, que pelo desenho do escudo parece ser uma cópia do carioca.

Link para a reportagem completa ==> http://www.futebolnacional.com.br/59555145-pdf/juiz_de_fora_1941.jpg

 

Prezados,

Tive acesso ao “Annuario Estatistico de Minas Geraes de 1921″ através do colega André Martins e neste há o ano de fundação de uma série de clubes do estado de Minas Gerais.

Para facilitar extraí apenas a parte de clubes e tratei o PDF original para o arquivo ficar razoavelmente pequeno.

Segue o link do mesmo:

http://www.futebolnacional.com.br/59555145-pdf/anuario1921mg5pb.pdf

O arquivo original (completo com mais de 500 páginas contendo todos os hospitais, escolas, museus, clubes, bandas, etc. do estado) pode ser encontrado em:

https://ia801700.us.archive.org/21/items/anuario1921mg5/anuario1921mg5.pdf

Cabe ressaltar que para alguns clubes, o ano de fundação não bate com o que tenho na minha base de dados. Então não confie 100% no anuário, pois é um documento de 1921 e pode conter erros.

Entretanto, houve casos em que o clube constava na minha base como fundado depois de 1921 mas já aparecia neste anuário de 1921.

Exemplo: O SC Calafate de BH. A data de fundação que tinha era 22/02/1922 mas o clube já aparece neste anuário.

Uma curiosidade: Em 1921 o Minas Geraes FBC tinha mais sócios que o Atlético e o Palestra!

 

 

 

 

 

 

A Associação Taquarussú Esporte Clube é uma agremiação da cidade de  Palmas (TO). Fundado no dia 08 de Fevereiro de 1991, tem a sua Sede situada na Rua 29-A Quadra 39 Lote 05, no Bairro Taquaruçu, em Palmas. Marilon Barbosa Castro foi o 1º Presidente. Atualmente o clube é presidido por Rodrigues dos Santos, o Goiano.

Principais títulos na categoria adultos:

Campeão Estadual da 2ª Divisão em 1991;

Campeão Amador do Copão Primavera de 2010;

 

Principais títulos nas categorias de base:

campeão da 1ª Taça Vanderlei Luxemburgo Sub-18 em 2009;

Campeão do Copão Primavera Sub-16 em 2009;

Campeão da Copa Revelação Sub-18 em 2010.

 

FONTES: O Girassol – Ismael Carlos

 

Araguaína Futebol e Regatas é uma agremiação da cidade de Araguaína (TO). O Tourão do Norte foiFundado no dia 28 de fevereiro de 1997. É o clube de maior torcida do estado do Tocantins. O Tourão do Norte é sucessor do extinto Araguaína Futebol Clube, agremiação fundada em 1979 que se desligou oficialmente da Federação Tocantinense de Futebol em 1996.

O apelido Tourão do Norte é uma alusão ao mercado agropecuarista do município. A cidade de Araguaína é conhecida como “ A capital do boi gordo” pelo grande número de rebanhos bovinos que fazem da cidade a maior exportadora de carne bovina do estado do Tocantins.

No ano de 2004, chegou pela primeira vez a uma decisão do Campeonato Tocantinense, perdendo o título para o Palmas. Em 2005, foi novamente vice-campeão estadual. A primeira conquista do Campeonato Tocantinense ocorreu em 2006, quando bateu o Tocantinópolis na final. No mesmo ano, participou doCampeonato Brasileiro da Série C, terminando na trigésima oitava colocação.

Na edição de 2007 da competição, mesmo tendo realizado a melhor campanha de seu grupo, o Araguaínaacabou perdendo 12 pontos nos tribunais, devido à escalação do jogador Eucimar de forma irregular em duas partidas. O clube conseguiu recorrer, porém, a terceira fase da competição já estava sendo disputada, a equipe não conseguiu ser novamente incluída.

ANOS DE OURO

Em 2009, foi um ano excelente para o Tourão do Norte, primeiramente porque houve a construção de um novo estádio na cidade, o Mirandão. A partida de inauguração foi contra o Goiás, em que o esmeraldino venceu por 2 x 1. o Araguaína chegou a final do Campeonato Tocantinense pela quinta vez em seis anos.

Fazendo uma boa campanha no estadual, o Touro chegou até a finalíssima contra o Palmas, arrancando um empate na capital por 1 x 1. No Mirandão o clube empatou em 2 x 2 e venceu o Palmas por 5 x 3 nos pênaltis e conquistou seu segundo título.

Representou o estado do Tocantins na Copa do Brasil de 2010, competição da qual foi eliminado na 1ª fase pelo Guarani de Campinas. No dia 16 de outubro de 2010, o Araguaína tornou-se a primeiro equipe tocantinense a subir de divisão no Campeonato Brasileiro, sendo promovido da Série D para a Série C.

A partida que decretou a ascensão do clube, válida pelas quartas-de-final da competição, foi contra oUberaba. Após um empate sem gols no tempo normal, o Araguaína venceu a disputa de pênaltis por 3 a 2, com atuação destacada do goleiro Huanderson, que defendeu três cobranças.

Além do acesso, o clube garantiu vaga nas semifinais da Série D. Porém, não conseguiu chegar às finais, sendo eliminado pelo Guarany de Sobral com dois empates.

CRISE

Em 2011, o Araguaína não fez boas campanhas nas competições que disputou. No primeiro semestre, disputou o Campeonato Tocantinense, onde a equipe não foi muito bem e acabou rebaixada. No segundo semestre, jogou a segunda divisão do estadual e não conseguiu o acesso. Na Série C, ficou com apenas 1 ponto no Grupo A da competição e foi rebaixado.

Em 2012, começou o ano Sonhando em herdar a vaga do Rio Branco-AC que havia sido punido pelaQuarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mais depois de muita confusão, foi decretada o rebaixamento do Araguaína que não disputou a Série D e novamente oCampeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

 

O Clube Atlético Tocantinense (atual: Tocantins Futebol Clube) é uma agremiação da Cidade de Palmas, capital do estado de Tocantins. Na Fundação da equipe Alvinegra há um dilema. O dia 10 de Outubro não há questionamento, mas o ano, sim. Em boa parte das publicações que mencionam a data, marcam que foi em 1999. Contudo neste escudo enviado pelo internauta Ismael Carlos mostra que o ano é de 1998. 

Em 2002, participou pela primeira vez do Campeonato Tocantinense, terminando na última colocação entre os dez participantes. Em 2006, alterou o nome para Tocantins Futebol Clube, bem como as cores, que passaram a ser azul e branco.

FONTES: Ismael Carlos – Wikipédia

 

Outra descoberta que contou com a ação do amigo e membro Gerson Rodrigues, junto a importante cooperação do Professor Chicão, é mais um time da Região dos Lagos: O Estado Novo Futebol Clube foi uma agremiação da cidade de Cabo Frio (RJ). A equipe Alviverde ficava sediada no Bairro Porto do Carro, em São Pedro da Aldeia.

Na década 40, duas equipes disputavam palmo a palmo o direito de ser o melhor clube de Cabo Frio: Rio Grande F.C. e Estado Novo F.C. A equipe Alviverde foi campeão por diversas vezes o Campeonato Citadino Cabofriense de Futebol, como por exemplo, os títulos de 1944, 1946, 1947 e 1948.

CAMPEONATO FLUMINENSE

Estado Novo estreou no Campeonato Fluminense de 1944 (embora os jogos terem ocorrido em 1945). Na 1ª fase, o time eliminou o Rubro-Negro F.C., de Araruama, vencendo o jogo de volta, em casa, por 2 a 0. Na 2ª fase, arrancou um empate em 1 a 1 (04/03/45), com  o Ypiranga Futebol Clube, em Macaé. Na volta, o Estado Novo avançou ao vencer o rubro-negro macaense por 2 a 1 (11/03/45).

Na terceira fase, Estado Novo e o Esperança , de Nova Friburgo travaram um duelo ferrenho para definir quem iria avançar para as semifinais do Campeonato Fluminense.

Após vencer, em casa, por 3 a 2, o Estado Novo foi até Nova Friburgo e acabou derrotado. Com isso, foi necessário o terceiro e decisivo jogo. Mesmo jogando em casa, o Estado Novo foi superado pelo Esperança por 1 a 0.

 

FONTES: Rsssf Brasil – Blog História, Música e Sociedade – Prof. Chicão

 

 

Com a iniciativa do amigo e membro Gerson Rodrigues, agregado a preciosa colaboração do Professor Chicão, apresentaremos mais um clube resgatado: O Rio Grande Football Club foi uma agremiação da cidade de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Estado do Rio de Janeiro. Tricolor cabofriense (cores: azul, branco e vermelho), que era um clube dos Sindicalistas, participou do Campeonato Fluminense de 1943, organizado pela Federação Fluminense de Desportos (F.F.D.).

Na década 40, duas equipes disputavam palmo a palmo o direito de ser o melhor clube de Cabo Frio: Rio Grande F.C. e Estado Novo F.C. A equipe rio-grandense faturou o Torneio Início, em 1940, e o Tricampeonato Citadino, em 1938, 1943 e 1945.

Vasculhando por alguns jornais cariocas, encontrei algumas reportagens sobre o Rio Grande F.C.:

No domingo, do dia 27 de agosto de 1939, o Rio Grande veio até a capital enfrentar o Mavilis, num amistoso estadual. E o time de Cabo Frio arrancou um empate em 1 a 1, no Estádio da Rua Carlos Seidl, no Bairro do Caju, Zona Portuária do Rio.

No domingo, do dia 19 de Maio de 1940, O Rio Grande foi até Macaé e voltou para Cabo Frio, com um empate em 2 a 2 com o Americano local. No domingo, do dia 30 de janeiro de 1944, o Rio Grande acabou derrotado pelo Metalúrgico, de São Gonçalo.

A delegação do Rio Grande F. Club, campeã do Campeonato Citadino de Cabo Frio de 1942, desembarcou no Rio, sábado (09/01/43), para o jogo do dia seguinte diante do São Roque Futebol Clube, do Bairro Imperial de São Cristóvão. A delegação veio constituída da seguinte forma:

Juliano Miguel da Silva (Presidente); Claudionor Martins (Secretário); Manoel Corrêa (Tesoureiro); Aprígio Gama (Diretor Técnico); Antonio, Zica, Luiz I, Tute, Luiz II, Luizinho, Domingos, Nelson, Pino, Carioca, Antonico, Geraldo, Gilson, Nelson e Leone.

Então, no domingo, do dia 10 de Janeiro de 1943, enfim o jogo. A Gazeta de Notícias reportou a peleja assim: ” Com grande entusiasmo foi realizado o encontro interestadual de amadores entre os quadros do São Roque Futebol Clube e do Rio Grande F. Club.

Depois de dois tempos cheios de entusiasmo, onde imperou a disciplina, sagrou-se vitorioso o quadro carioca pela contagem de 5 x 1. Após o prélio os dois quadros se confraternizaram numa demonstração de que sabem encarar o esporte dentro da sua finalidade.

SÃO ROQUE F.C.              5          X         1          RIO GRANDE F.C.

LOCAL: Praça de Esportes São Roque, em São Cristóvão – Zona Norte do Rio.

DATA: Domingo, do dia 10 de Janeiro de 1943

CARÁTER: Amistoso Estadual

ÁRBITRO: Arthur Lopes (Boa atuação)

SÃO ROQUE: Walter; Julio e Tiene; Flavio, Waldemar e Fausto; Orlando I, Osmar, Lula, Cantuária e Guilherme.

RIO GRANDE: Antônio; Luiz II e Zeca; Luizinho, Tute e Domingos; Nelson, Pino, Carioca, Luiz I e Antonico. Técnico: Aprígio Gama.

GOLS: Cantuária, duas vezes; Lula, Osmar e Guilherme (São Roque); Pino (Rio Grande).

 

CAMPEONATO FLUMINENSE

O Rio Grande debutou no Campeonato Fluminense de 1943 (apesar dos jogos terem acontecido no ano de 1944). Na 1ª fase, o time acabou tropeçando em casa, ao ficar no empate em 1 a 1 (no dia 09 de janeiro de 1944), com o Ypiranga Futebol Clube, de Macaé. Entretanto, no jogo de volta, o Rio Grande arrancou a classificação ao vencer por 1 a 0 a equipe macaense, no Norte Fluminense (no dia 16 de janeiro de 1944).

Na 2ª fase, a equipe cabofriense não foi bem e acabou eliminada com duas derrotas para o Esporte Clube Metalúrgico, de São Gonçalo: 3 a 0, em casa (23 de janeiro de 1944), e, 3 a 1, fora (30 de janeiro de 1944).

 

FONTES: Rsssf Brasil – Jornal A Noite – Gazeta de Notícias – Jornal dos Sports – Blog História, Música e Sociedade – Prof. Chicão

 

O Wanderlândia Esporte Clube é uma agremiação do Município de Wanderlândia (TO). A sua Sede fica localizada na Rua dos Cardosos, s/n – Centro – Wanderlândia. O município, que existe desde o dia 1º de Fevereiro de 1983, fica a 426 km da capital Palmas. Wanderlândia conta com uma população de 10.981 habitantes, segundo o IBGE (Gentílico: wanderlandense).

O ano de 1993 foi marcante na história do futebol tocantinense. Afinal, neste ano, a Federação Tocantinense de Futebol (FTF), foi criada cinco anos após Tocantins ter recebido o ‘Status’ de ter se tornado o 27º Estado brasileiro, a partir.do desmembramento do Estado de Goiás.

O surgimento da FTF também significava que, a partir daquele momento o futebol no novo Estado deixava de ser  amador para se tornar profissional. No mês de março, a FTF realizou um congresso, para o qual convidou todas as pessoas do estado direta ou indiretamente ligadas ao futebol.

No evento deu-se a ênfase à alvissareira notícia de profissionalização e iniciou-se o processo de definição de eventos, a serem promovidos pela federação. Na oportunidade foram traçadas os planos para a realização do I Campeonato Estadual Profissional, Copa Tocantins e Campeonatos Estaduais Amador.

No Estadual profissional o 1º campeão foi Tocantinópolis, enquanto na 1ª Copa Tocantins quem levantou a taça foi o Kaburé. Já o 1º Campeão do Campeonato Estadual Amador foi Wanderlândia Esporte Clube.

FONTE & FOTO: Site Campeões de Futebol – Ismael Carlos 

 

O Kaburé Esporte Clube é uma agremiação da cidade de Colinas do Tocantins (TO). A sua Sede fica na Avenida Dr. Corinto Florêncio, 1.334, no Centro da cidade. Fundado no dia 5 de Janeiro de 1985. O 1º Presidente foi Ewaldo Borges de Resende. Estiveram presentes na reunião de fundação do clube:

Ewaldo Borges de Resende, José Eustáquio Pires, Eduardo de Assis Albuquerque, Juscelino Ferreira da Silva, Paulo Cesar Capel, João Branco de Moraes Sobrinho, Pedro Alves Chaves, José Carlos Ximenes Leão, José Gaspar Silva Morais, José Cândido, José Alves de Lima, José Nascimento Neto, José Messias, Inaldo G. Guimarães Filho, Claudson Santana Batista, Antônio Pereira dos Anjos, Nelson Alves Castro, Luiz Bispo Dias Noleto, Hamilton Fernandes Naves, Raimundo Costa, Ajuri Fernandes da Silva, Plínio Cesar Gracia, Roberto Batista, Wilson de Assis Sobrinho, Rubens Fernandes Marçal e Lucimar de Souza França.

Em 1989, o Kaburé foi campeão da 1ª competição estadual amadora a ser realizada no Tocantins: a Copa Tocantins. Treinada por Wilson Tapuio, a equipe campeã era formada por: Gentil, Martins, Rubão, Rubinho e Lucimar; Babal, Giordany e Juscelino; Wilsinho, Mundeco e Sandro.

Em 1991, sob o comando de Carlucio Divino, o Kaburé foi bicampeão da competição. A equipe bicampeã: Edinaldo, Elinho, Paixão, Rubinho e Martins; Juscelino, Babal e Giordany; Wilsinho, Paulo Dias e Josa. Em dezembro de 1993, com o profissionalismo já tendo atingido o futebol tocantinense, o Kaburé conquistou a Copa Tocantins e obteve o direito de ser o 1º representante do Tocantins na Copa do Brasil.

A equipe, treinada por Amarildo, foi campeã vencendo o Intercap na prorrogação e estava assim formada: Marcinho, Luiano, Paixão, Alex e Vanderlei; Babalzinho, Gilberto e Luizinho; Taguá, Paulão e Juscelino. Na Copa do Brasil de 1994, o Kaburé passou pelo América Mineiro na 1ª fase, sendo eliminado pelo Comercial de Campo Grande na fase seguinte. Ao conquistar novamente a Copa Tocantins no mesmo ano, garantiu nova participação na competição nacional.

Em 1995, o Kaburé eliminou o Maranhão na 1ª fase e se despediu da segunda fase da Copa do Brasil com duas derrotas (1 x 0, em casa, e 8 x 0, fora) para o Flamengo. No ano seguinte, conquistou mais uma vez a Copa Tocantins, vencendo o Tocantinópolis na final. Ainda em 1996, o clube realizou a melhor campanha de sua história no Campeonato Tocantinense, sagrando-se vice-campeão ao perder a decisão nos pênaltis para o Gurupi.

Em 1997, o Kaburé não passou da primeira fase da Copa do Brasil: empatou o primeiro jogo com a então vice-campeã brasileira Portuguesa em 1 x 1 e foi goleado no segundo por 8 x 0, no Estádio do Canindé, na capital paulista.

Em 2007, após dez anos sem disputar o campeonato estadual, terminou na 5ª colocação e só não se classificou para as semifinais por ter escalado o jogador Cassius de forma irregular. A vaga acabou ficando com o Gurupi, que havia sido derrotado nos pênaltis pelo Kaburé por 6 x 5. Após uma péssima campanha em 2009, o Kaburé foi rebaixado para o Campeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

 

O Araguaína Futebol e Regatas é uma agremiação da cidade de Araguaína (TO). O Tourão do Norte foi Fundado no dia 28 de fevereiro de 1997. É o clube de maior torcida do estado do Tocantins. O Tourão do Norte é sucessor do extinto Araguaína Futebol Clube, agremiação fundada em 1979 que se desligou oficialmente da Federação Tocantinense de Futebol em 1996.

O apelido Tourão do Norte é uma alusão ao mercado agropecuarista do município. A cidade de Araguaína é conhecida como “ A capital do boi gordo” pelo grande número de rebanhos bovinos que fazem da cidade a maior exportadora de carne bovina do estado do Tocantins.

No ano de 2004, chegou pela primeira vez a uma decisão do Campeonato Tocantinense, perdendo o título para o Palmas. Em 2005, foi novamente vice-campeão estadual. A primeira conquista do Campeonato Tocantinense ocorreu em 2006, quando bateu o Tocantinópolis na final. No mesmo ano, participou do Campeonato Brasileiro da Série C, terminando na trigésima oitava colocação.

Na edição de 2007 da competição, mesmo tendo realizado a melhor campanha de seu grupo, o Araguaína acabou perdendo 12 pontos nos tribunais, devido à escalação do jogador Eucimar de forma irregular em duas partidas. O clube conseguiu recorrer, porém, a terceira fase da competição já estava sendo disputada, a equipe não conseguiu ser novamente incluída.

ANOS DE OURO

Em 2009, foi um ano excelente para o Tourão do Norte, primeiramente porque houve a construção de um novo estádio na cidade, o Mirandão. A partida de inauguração foi contra o Goiás, em que o esmeraldino venceu por 2 x 1. o Araguaína chegou a final do Campeonato Tocantinense pela quinta vez em seis anos.

Fazendo uma boa campanha no estadual, o Touro chegou até a finalíssima contra o Palmas, arrancando um empate na capital por 1 x 1. No Mirandão o clube empatou em 2 x 2 e venceu o Palmas por 5 x 3 nos pênaltis e conquistou seu segundo título.

Representou o estado do Tocantins na Copa do Brasil de 2010, competição da qual foi eliminado na 1ª fase pelo Guarani de Campinas. No dia 16 de outubro de 2010, o Araguaína tornou-se a primeiro equipe tocantinense a subir de divisão no Campeonato Brasileiro, sendo promovido da Série D para a Série C.

A partida que decretou a ascensão do clube, válida pelas quartas-de-final da competição, foi contra o Uberaba. Após um empate sem gols no tempo normal, o Araguaína venceu a disputa de pênaltis por 3 a 2, com atuação destacada do goleiro Huanderson, que defendeu três cobranças.

Além do acesso, o clube garantiu vaga nas semifinais da Série D. Porém, não conseguiu chegar às finais, sendo eliminado pelo Guarany de Sobral com dois empates.

CRISE

Em 2011, o Araguaína não fez boas campanhas nas competições que disputou. No primeiro semestre, disputou o Campeonato Tocantinense, onde a equipe não foi muito bem e acabou rebaixada. No segundo semestre, jogou a segunda divisão do estadual e não conseguiu o acesso. Na Série C, ficou com apenas 1 ponto no Grupo A da competição e foi rebaixado.

Em 2012, começou o ano Sonhando em herdar a vaga do Rio Branco-AC que havia sido punido pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mais depois de muita confusão, foi decretada o rebaixamento do Araguaína que não disputou a Série D e novamente o Campeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

 

Para quem curte camisas de futebol, segue a bela coleção de um de meus leitores, Ismael Carlos. Ele mora na cidade de Lavandeira em Tocantins.

Atualmente a coleção possui 145 camisas sendo 25 de Brasília, 58 de Tocantis e o restante de clubes pelo Brasil. Segundo Ismael, de Tocantins estão faltando apenas quatro camisas para fechar a coleção dos times profissionais ativos e inativos (Clube Atlético Paraíso, Rio Sono, Clube dos XXX e União de Palmas).

Em uma primeira olhada, vi clubes raros como o Kaburé, Unaí, União de Araguaína, Wandelândia (foi campeão Tocantinense Amador antes do primeiro estadual profissional – esse escudo eu não tinha), Miracema, Tubarão, Força Jovem, Inove, enfim…bem legal mesmo.

Conforme seu relato, tudo começou mais precisamente no dia 7 de abril de 2012, quando foi acompanhar uma partida de futebol do Campeonato Brasiliense entre os times do Capital (DF) x Bosque Formosa (GO).

Nesse jogo ganhou uma camisa do time do Capital Clube Futebol das mãos do presidente Pavão.

E a coleção não parou de crescer…

Seguem algumas fotos..



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Itambacury Futebol Clube foi uma agremiação do Município de Itambacuri (população de 23.528 habitantes, segundo o IBGE/2013), que fica a 420km de distância da capital de Belo Horizonte (MG). O ‘Gostosão’ foi Fundado no dia 12 de Janeiro de 1958, é considerado o melhor time da história do pequeno município mineiro.

Na foto (acima) o time posado na primeira partida ‘Melhor de Três’ diante do América de Teófilo Otoni, que saiu vencedor pelo placar de 4 a 3. Escalação: Zé Dimas, Célio Rodrigues, Binha Rodrigues, Metoquina, Duque, Carrim (Manoel de Cassim), Pisada, Adib Ganem, Tozinho Lopes e Dalmo Porto. Acompanham o time na foto, Napoleão Rodrigues e Abidinho de Zé Turco.

Na foto (acima) mostra a Sede do Itambacury Futebol Clube, um dos times que marcaram época na história do futebol itambacuriense. Esta foto foi escolhida para inaugurar um espaço na Itypédia dedicado exclusivamente ao esporte e a seus personagens, uma vez que o futebol tem presença marcante na cidade até hoje.

MUNICÍPIO REVELOU CRAQUE PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA

Vale lembrar que Itambacuri já teve até um representante na Seleção Brasileira: o zagueiro PaulãoPaulo César Batista dos Santos, Paulão, é um ex-futebolista brasileiro. É o único itambacuriense que já jogou pela Seleção Brasileira.

Nasceu no dia 25 de março de 1967. Seus pais são Manoel José Batista e Maria Ferreira Batista. A família tinha um restaurante bastante conhecido na cidade e dona Maria, mãe de Paulão, era a cozinheira responsável pelo preparo de pratos típicos.
Início da carreira
 Paulão iniciou sua carreira no time do Vitória, em Itambacuri. Em 1983, o Vitória disputou em casa uma partida comemorativa contra o Cruzeiro. Paulão chegou a marcar gol e foi um dos destaques do jogo. Percebendo as habilidades do rapaz, a equipe técnica do Cruzeiro fez um convite para que ele se juntasse ao time e fosse treinar em Belo Horizonte. Na época, Paulão tinha apenas 16 anos e trabalhava no restaurante da família. Muito apegado aos parentes, acabou recusando o convite.
 No Cruzeiro
 Tempos depois, resolveu tentar a sorte no clube que o despertara para a possibilidade de se tornar profissional. Assim, em 1985 Paulão estava nas categorias de base do Cruzeiro, onde ficou por 3 anos. Em 1988, foi emprestado ao América do Recife, time que disputava a segunda divisão do campeonato local.
Com boas atuações, Paulão chegou a ser artilheiro do campeonato, ajudando o time a subir para a categoria principal. Após a passagem pelo América, voltou para o Cruzeiro em agosto de 1988. Paulão era um zagueiro central com características importantes: marcava bem; tinha boa cobertura; ótima impulsão – o que lhe ajudava a marcar gols de cabeça; e chutava forte, tornando-se batedor de faltas em várias situações. Além disso, era considerado um jogador “raçudo”, porém disciplinado.
Disputou 114 partidas pelo Cruzeiro, saindo apenas no segundo semestre do ano de 1992. Suas principais conquistas no clube foram o Campeonato Mineiro de 1990 e aSupercopa dos Campeões da Libertadores da América, em 1991. Paulão jogou também pelo Grêmio, Vasco e Benfica (Portugal).
 Na Seleção
Quadro de convocados para a Seleção em 1990
Jogando pelo Cruzeiro, Paulão foi convocado pelo técnico Paulo Roberto Falcão, em 1990, para integrar a Seleção Brasileira. Estreou em um amistoso contra a Espanha no dia 12 de setembro do mesmo ano. Na época, o ex-treinador do Cruzeiro, Adílson Batista, também era jogador da seleção.
 No total, Paulão disputou 8 partidas com a camisa amarelinha, sendo 7 enquanto jogador do Cruzeiro. Também entrou em campo na partida comemorativa dos 50 anos de Pelé, em Milão, na Itália. Paulão integra a lista dos jogadores cruzeirenses que mais vezes entraram em campo pela Seleção Brasileira na década de 90, ficando atrás apenas do goleiro Dida(15 partidas) e do lateral direito Evanílson (8 partidas).
 Na comissão técnica

Paulão retornou para o Cruzeiro em 2007, como auxiliar do técnico Dorival Júnior. Ficou no cargo até a chegada do treinador Adílson Batista. Em seguida, foi exercer a mesma função no time do Vila Nova, em Nova Lima.

 Homenagem

Foto da partida realizada pelo time de veteranos do Vitória em homenagem a Paulão

Em pé: Carlim (goleiro), Paulão, Zé Maria, Pregador, Gerinha Magalhães e Mauro.
Agachados: Jaime, Neném, Roberto de Zé de Adão, Gerinha e Cezinha.

FONTES & FOTOS: Tó Mendonça – Itypédia – A Enciclopédia de Itambacuri

 

O São Jorge Futebol Clube é uma agremiação do Município de Trindade, que fica a 665 km de distância da capital de Pernambuco (conta com uma população de 29.182 habitantes, segundo o Censo do IBGE de 2014).

O Alvianil Trindadense foi Fundado no dia 28 de Março de 1996. Num espaço de três anos, o São Jorge se filiou a Liga Desportiva Trindadense (LDT), depois a Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

A ascensão no campo foi promissor, conquistando o título do Campeonato Citadino de 1998 e no ano seguinte participou da sua primeira competição na esfera profissional: o Campeonato Pernambucano da Terceira Divisão de 1999. Após realizar uma campanha razoável, o clube optou em retornar as disputas do campeonato citadino, onde conquistou diversos títulos.

FONTE & FOTO: Blog do Tichico – Diário de Pernambuco

 

O Clube Atlético Cultural Alegriense‏ é uma agremiação do Município Chã de Alegria (PE). Fundado no dia 11 de Julho de 1968, a sua Sede fica situada na Rua Virgilina Tavares de Andrade, s/n, no Centro da cidade. Chã de Alegria é um município com 13.105 habitantes, segundo o Censo do IBGE de 2014, e fica a 52 km da capital do Recife.

Na esfera profissional, o C.A.C. Alegriense‏ disputou o Campeonato Pernambucano da 3ª Divisão, em 2000, onde mandou os seus jogos no município vizinho de Glória do Goitá, que fica a 9 km de distancia de Chã de Alegria.

FONTES & FOTO: Givaldo Santos – Página do clube no Facebook

 
Campeonato Paraense - 2ª Divisão 2015

Participantes

Águia (Águia de Marabá Futebol Clube) - Marabá
Bragantino (Bragantino Club do Pará) - Bragança
Castanhal (Castanhal Esporte Clube) - Castanhal
Desportiva (Sociedade Desportiva Paraense Ltda) - Marituba
Gavião Kyikatejé (Gavião Kyikatejé Futebol Clube) - Bom Jesus do Tocantins
Izabelense (Atlético Clube Izabelense) - Santa Isabel do Pará
Pinheirense (Pinheirense Esporte Clube) - Belém
São Raimundo (São Raimundo Esporte Clube) - Santarém
Tiradentes (Associação Atlética Tiradentes) - Belém
Tuna Luso (Tuna Luso Brasileira) - Belém
Vênus (Vênus Atlético Clube) - Abaetetuba
Vila Rica (Clube Atlético Vila Rica) - Belém

1ª Fase

27/09/2015 - 1ª Rodada
Tuna Luso 0x0 Vila Rica
Izabelense 1x1 São Raimundo
Gavião Kyikatejé 2x1 Tiradentes
Castanhal 1x0 Bragantino

29/09/2015 - 1ª Rodada
Pinheirense 1x1 Águia

03/10/2015 - 2ª Rodada
Tiradentes 3x5 Pinheirense

04/10/2015 - 2ª Rodada
Desportiva 2x0 Tuna Luso
Vila Rica 2x5 Castanhal
Bragantino 0x1 Vênus
São Raimundo 8x0 Gavião Kyikatejé
Águia 5x2 Izabelense

08/10/2015 - 3ª Rodada
Desportiva 2x2 Bragantino
São Raimundo 4x1 Tiradentes

10/10/2015 - 3ª Rodada
Castanhal 1x1 Tuna Luso
Vênus 2x2 Vila Rica
Izabelense 0x5 Pinheirense
Gavião Kyikatejé 0x0 Águia

14/10/2015 - 1ª Rodada
Vênus 0x0 Desportiva

14/10/2015 - 4ª Rodada
Tiradentes 0x2 Izabelense

17/10/2015 - 4ª Rodada
Gavião Kyikatejé 4x2 Pinheirense

18/10/2015 - 4ª Rodada
Vila Rica 2x4 Desportiva
Tuna Luso 0x1 Bragantino
Vênus 0x1 Castanhal

20/10/2015 - 4ª Rodada
São Raimundo 1x2 Águia

24/10/2015 - 5ª Rodada
Bragantino WOx0 Vila Rica

25/10/2015 - 5ª Rodada
Tuna Luso 0x5 Vênus
Castanhal 1x1 Desportiva
Izabelense 1x1 Gavião Kyikatejé
Águia 12x1 Tiradentes
Pinheirense 1x2 São Raimundo

Grupo A1

1 Águia
2 São Raimundo 10pts
3 Gavião Kyikatejé 8pts
4 Pinheirense 7pts
5 Izabelense 5pts
6 Tiradentes 0pts

Grupo A2

1 Castanhal 11pts
2 Desportiva 9pts
3 Vênus 8pts
4 Bragantino 7pts
5 Vila Rica 2pts
6 Tuna Luso 2pts (vitórias e saldo empatado com o Vila, perdeu no número de gols a favor)

2ª Fase - Semifinal
01/11/2015 - Jogo Único
Castanhal 1x1 São Raimundo [Pen 6-7]
Águia 2x1 Desportiva

3ª Fase - Final
08/11/2015 - Jogo Único
Águia 1x0 São Raimundo

*** Águia de Marabá FC campeão ***

Artilheiro
Diego Índio (Pinheirense) 6 gols
 

O Guarani Futebol Clube é uma agremiação do Município de Jaboatão dos Guararapes (PE). Fundado no dia 07 de Setembro de 1975, pela Sra. Agnair Oliveira  (falecida em 2012).

Sua Sede fica localizada na Rua Estrada da Luz, 490, no Bairro de Santo Aleixo, em Jaboatão dos Guararapes. O Alviverde de Jaboatão foi mais uma agremiação que debutou no Campeonato Pernambucano da Terceira Divisão de 2001.

 

FONTES: Givaldo Santos – Google Maps – Jornal Gazeta Nossa

 

O Nacional Futebol Clube é uma agremiação do Município de Carpina (PE). O Alviverde Carpinense foi Fundado no dia 10 de Maio de 1985. A sua Sede fica localizada na Rua Manoel Ramos de Souza, s/n, no Bairro de Lagoa do Carro, em Carpina. Participou do Campeonato Pernambucano da Terceira Divisão de 2001.

 

 FONTES: Givaldo Santos – Google Maps

 

 

Segue o escudo do Clube Real Independente de Toritama, Pernambuco.

A equipe disputou a 3ª divisão de Pernambuco em 2001.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escudo enviado por Givaldo Santos  e redesenhado por Sérgio Mello

 

Segue a tabela preliminar da 1ª Fase da Divisão Municipal da APEA de 1930.

Provavelmente algumas datas sofreram mudanças no decorrer da competição.
Campeonato Paulista – Divisão Municipal (4ª Divisão) 1930

Participantes
Abílio Soares (Associação Atlética Abílio Soares) – São Paulo
Brasil(CA) (Club Athletic Brasil) – São Paulo
Castellões (Castellões Football Club) – São Paulo
Commercial FC (Commercial Football Club) – São Paulo
Democrático (Esporte Clube Democrático Paulista) – São Paulo
Estrella do Pary (Estrella do Pary Football Club) – São Paulo
Húngaro Ipiranga (Esporte Clube Húngaro Ipiranga) – São Paulo
Húngaro Paulistano (Esporte Clube Húngaro Paulistano) – São Paulo
Jardim América (Jardim América Futebol Clube) – São Paulo
Luzitana(AA) (Associação Athletica Luzitana) – São Paulo
Parque da Moóca (Clube Atlético Parque da Moóca) – São Paulo
Republicano Paulista (Esporte Clube Republicano Paulista) – São Paulo
São Geraldo (Associação Athletica São Geraldo) – São Paulo
União Vasco da Gama (União Vasco da Gama Football Club) – São Paulo
União Villa Esperança (União Villa Esperança Football Club) – São Paulo
Villa Deodoro (Associação Atlética Villa Deodoro) – São Paulo

Grupo A
Commercial FC
Abílio Soares
Villa Deodoro
Húngaro Ipiranga
União Villa Esperança
Castellões
Parque da Moóca
Republicano Paulista

Grupo B
Brasil(CA)
Democrático
São Geraldo
Luzitana(AA)
Estrella do Pary
Húngaro Paulistano
União Vasco da Gama
Jardim América

1ª Fase

11/01/1931
Commercial FC x Abílio Soares
Villa Deodoro x Húngaro Ipiranga
União Villa Esperança x Castellões
Parque da Moóca x Republicano Paulista
Brasil(CA) x Democrático
São Geraldo x Luzitana(AA)
Estrella do Pary x Húngaro Paulistano
União Vasco da Gama x Jardim América

18/01/1931
Castellões x Republicano Paulista
Abílio Soares x Húngaro Ipiranga
Parque da Moóca x União Villa Esperança
Commercial FC x Villa Deodoro
Húngaro Paulistano x Jardim América
Democrático x Luzitana(AA)
União Vasco da Gama x Estrella do Pary
Brasil(CA) x São Geraldo

25/01/1931
Luzitana(AA) x Estrella do Pary
Húngaro Ipiranga x União Villa Esperança
Commercial FC x Republicano Paulista
Parque da Moóca x Abílio Soares
Villa Deodoro x Castellões
Brasil(CA) x Jardim América
União Vasco da Gama x Democrático
São Geraldo x Húngaro Paulistano

01/02/1931
São Geraldo x Jardim América
Húngaro Paulistano x União Vasco da Gama
Villa Deodoro x Republicano Paulista
Democrático x Estrella do Pary
Castellões x Parque da Moóca
Brasil(CA) x Luzitana(AA)
Abílio Soares x União Villa Esperança
Commercial FC x Húngaro Ipiranga

08/02/1931
Commercial FC x União Villa Esperança
Jardim América x Luzitana(AA)
Abílio Soares x Castellões
São Geraldo x União Vasco da Gama
Republicano Paulista x Húngaro Ipiranga
Villa Deodoro x Parque da Moóca
Brasil(CA) x Estrella do Pary
Democrático x Húngaro Paulistano

15/02/1931
Castellões x Commercial FC
Abílio Soares x Republicano Paulista
Húngaro Paulistano x Brasil(CA)
Democrático x Jardim América
São Geraldo x Estrella do Pary
Luzitana(AA) x União Vasco da Gama
União Villa Esperança x Villa Deodoro
Húngaro Ipiranga x Parque da Moóca

22/02/1931
Republicano Paulista x União Villa Esperança
Húngaro Ipiranga x Castellões
União Vasco da Gama x Brasil(CA)
São Geraldo x Democrático
Parque da Moóca x Commercial FC
Jardim América x Estrella do Pary
Villa Deodoro x Abílio Soares
Luzitana(AA) x Húngaro Paulistano

Fonte: Jornal Folha da Manhã

 

Realizei uma pesquisa esta semana no Jornal Folha da Manhã para levantar todos os clubes que disputaram os torneios da APEA em 1930. São 4 divisões mais a Divisão do Interior. Ainda tem a Divisão Varzeana, que não incluí.

Segue a lista (usei a grafia da época, portanto não se assustem com Portugueza, Luzitana, etc.):

a) Divisão Principal: Corinthians, São Paulo FC, Palestra Itália, Santos, Portugueza de Esportes, Guarany, Internacional da Capital, Athletico Santista, Sírio, Juventus, CE América, Ypiranga, Germânia e São Bento da Capital

b) 1ª Divisão:  Antárctica, Estrella de Ouro, Scarpa, Roma FC, Voluntários da Pátria, Barra Funda (desistiu no meio do campeonato), São Paulo Alpargatas, União Lapa (também desistiu), Ordem e Progresso e República

c) 2ª Divisão:  Luso-Brasileiro, Ponte Grande, Luzíadas, União Belém, Flor de Belém, Cambucy, União dos Operários, Oriente da Capital, Estrela da Saúde, Luzitano FC, São Caetano EC

d) Divisão Municipal:  Estrella do Pary, Húngaro Ypiranga, Castellões, Húngaro Paulistano, AA Luzitana, Republicano Paulista, União Villa Esperança, Commercial FC da Capital, União Vasco da Gama, Democrático, Villa Deodoro, Parque da Mooca, Jardim América, Abílio Soares, CA Brasil, São Geraldo

e) Divisão do Interior:

1ª Região: Botafogo de Ribeirão Preto, Cravinhos, Batataes, Itália FC de Rib. Preto, Palestra Itália de Cravinhos, Francana, Comercial, Internacional de Bebedouro

2ª Região: Floresta de Amparo, Sanjoanense, Amparo, Socorrense, AA Pinhalense

3ª Região: XV de Jaú, Avareense, Botucatuense, Barra Bonita

4ª Região: Internacional de Limeira, Voluntários da Pátria de Campinas, Rio Branco FC de Americana, Ponte Preta e Carioba

5ª Região: Rio Claro (desistiu), Velo Clube, São João de Piracicaba, União Agrícola Barbarense, XV de Piracicaba, Sucreire e Palestra Itália de Piracicaba

6ª Região: Paulista de Jundiaí, Palestra Itália de Jundiaí, São João de Jundiaí, Corinthians de Jundiaí, Ypiranga de Jundiaí

7ª Região: até janeiro de 1931 não havia começado.

8ª Região: Elvira, Caçapavense, AE São José

A maior surpresa foi descobrir 3 clubes chamados Palestra Itália. Destes só conhecia um. E ainda tem um em Rib. Preto. Minha dúvida é se o Itália FC de Rib. Preto tem alguma relação com o Palestra.

Fonte: Folha da Manhã (de agosto de 1930 a janeiro de 1931)

 

 

 

 

Segue o novo escudo ASA (EC ASA da Amazônia).

 

 

 

Atualmente o clube disputa as competições de base da Federação.

fonte: http://fafamazonas.com.br/site/clubes/esporte-clube-asa-da-amazonia/

 

Este é o escudo do União de Palmas, oficialmente chamado Associação Recreativa União Esporte Clube.

O clube está disputando a segunda divisão tocantinense.

Fonte: www.ricanatofc.com.br
Pesquisa: Givaldo Santos

 

Segue o novo escudo do Santa Cruz FC de Natal

 

 

 

 

O clube está disputando a segunda divisão potiguar juntamente com o Atlético Potengi, Macau e Mossoró.

Ficha:

Santa Cruz Futebol Clube

Fundado em 25/12/1965

Sede: Rua Mucio Galvão, 443 – Barro Vermelho – Natal /RN (*)

(*) Antiga sede ficava na Rua Eng. Roberto Freire em São Gonçalo do Amarante

Escudo anterior:

 

 

 

 

 

 

Fonte: http://www.fnf.org.br/_upfiles/sumulas/arq55e4829b81648.pdf

Curiosidade:

Além do Santa Cruz FC, existe o SC Santa Cruz de Santa Cruz do Inharé, que disputa a primeira divisão e já existiram 2 outros homônimos:

a) Santa Cruz Esporte e Cultura (Natal),  que disputou o estadual entre 1935 e 1963 com várias ausências;

b) Santa Cruz Sport Club (Natal), que disputou o estadual em 1928, 29, 30 e 1931.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para completar a série dos novatos do Piauí, segue o escudo da Associação Atlética de Altos, da cidade homônima. No escudo aparece 2015 como data de fundação.

 

O clube também disputará a segunda divisão do Piauí, que tem os seguintes jogos na primeira rodada:

26/09/2015 – Sábado – 1ª Rodada
Picos x Oeiras 20:00 Helvídio Nunes de Barros, Picos/PI, Brasil
Timon x Altos 17:00 Miguel Lima, Timon/MA, Brasil
27/09/2015 – Domingo – 1ª Rodada
Racing x Comercial 16:00 Luizão, Água Branca/PI, Brasil

O campeonato será disputado em 2 turnos e os 2 melhores sobem para a primeira divisão em 2016.

Fonte: FFP

 

Segue mais um novo integrante do futebol profissional. Trata-se do Racing FC, com sede administrativa em Teresina mas que mandará seus jogos do campeonato piauiense da 2ª divisão na cidade de Água Branca.

O campeonato iniciará em 26/09 e têm 6 participantes:

AA dos Altos (Altos)

Racing FC (Teresina mas jogará em Água Branca)

Comercial AC (Campo Maior)

SE de Picos (Picos)

EC Timon (Teresina mas jogará em Timon/MA)

Oeiras AC (Oeiras)

Fonte: http://blogdojonys.blogspot.com.br/

 

Não…eu não confundi. Está lá na primeira rodada da tabela da 2ª divisão piauiense:

EC Timon x AA Altos (26/09/2015 em Timon/MA, às 17:00hs).

Com isso, segue abaixo o escudo do novo clube piauiense. Sim: o clube está registrado com sede em Teresina e não tem relação com o Timon EC.

Para confundir ainda mais, ele mandará seus jogos no estádio Miguel Lima, em Timon no Maranhão.

Segundo a fonte, o clube da capital homenageou a cidade do estado vizinho, separada do Piauí pelo Rio Parnaíba.

Fonte: http://blogdojonys.blogspot.com.br/

 

 

 

Prezados,

Segue o novo escudo do SE Pontaporanense de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul.

O clube disputa a segunda divisão estadual, que começou ontem, dia 29/08/2015.

Fonte:http://www.futebolms.com.br/v4/index.php/90-t3-framework-and-bootstrap-3/480-especial-serie-b-os-quatro-times-que-podem-surpreender-na-competicao

Segue o escudo que possuía até então:

 

A segunda divisão matogrossense iniciará em 06 de setembro com 4 participantes:

Sociedade Ação de Futebol

Associação Atlética Araguaia

Juara Atlético Clube

Operário Futebol Clube Ltda.

 

Podemos notar o retorno do Ação (que segundo minhas fontes havia sido comprado pelo Cuiabá em 2011) e um novo integrante, o Juara AC, fundado em 2014.

Segue o escudo do clube:

Fontes:

http://www.acessenoticias.com.br/noticia/11-atletas-ja-se-apresentaram-no-juara-atletico-clube-para-disputa-do-matogrossense#.VdQHEyxViko

 

http://www.fmfs.com.br/clubes/associados/ver/43-juara-atletico-clube

Nota: Apesar do escudo ser do clube de futsal, consegui conectar as 2 fontes pelo nome do presidente: Vicente Antonio de Souza

 

Prezados,

Segue o novo escudo do Brasília FC, às vésperas de estrear na Copa Sul-Americana.

Fonte:

http://esportecandango.com.br/2015/08/14/brasilia-apresenta-nova-identidade-visual/

 

Prezados,

A segunda divisão brasiliense começará no fim de agosto e dos times que irão disputá-la, apenas uma mudança:

O Clube Atlético Bandeirante, que até então era verde e branco mudou de nome. Agora o mesmo chama-se Clube Atlético Taguatinga. As cores também foram trocadas para o vermelho e preto.

Fonte: http://futebolcandango.com/2015/07/03/atletico-bandeirante-vira-oficialmente-atletico-taguatinga/

 

 

 

 

 

 

Segue uma preciosidade que encontrei na página “Memória Cabofriense” do Facebook.

Trata-se da equipe juvenil do Tamoyo EC de Cabo Frio-RJ.

 

Alguém adivinha quem é o segundo em pé? (fácil…)

 

Fonte: https://www.facebook.com/memoriacf , Antonio Henrique Dos Santos

 

O Botafogo Futebol Clube é uma agremiação da Cidade de Itacoatiara (AM). O clube alviverde foi Fundado no dia 21 de Abril de 1924. A sua Sede fica localizada na Avenida Parque, 430, no Centro de Itacoatiara.

FONTES: Blog Professor Ricardo Abreu

 

Prezados segue a tabela do Campeonato da Primeira Divisão da Liga Sportiva Espírito Santense de 1919:

Campeonato de Vitória 1919
Participantes
América (América Foot-Ball Club) – Vila Velha
Floriano (Floriano Futebol Clube) – Vitória
Moscoso – Vitória
Rio Branco FC (Rio Branco Football Club) – Vitória
São Christovam – Vitória
Vitória (Victoria Foot-Ball Club) – Vitória

04/05/1919
América 4×1 Moscoso
11/05/1919
Floriano x Rio Branco FC
18/05/1919
São Christovam x Vitória
América x Floriano
25/05/1919
Moscoso x São Christovam
01/06/1919
Rio Branco FC x Vitória
08/06/1919
São Christovam x Floriano
15/06/1919
Vitória x América
22/06/1919
Rio Branco FC x Moscoso
29/06/1919
São Christovam x América
06/07/1919
Vitória x Rio Branco FC
13/07/1919
Rio Branco FC x América
14/07/1919
Moscoso x Vitória
20/07/1919
São Christovam x Rio Branco FC
27/07/1919
Floriano x Vitória
03/08/1919
Rio Branco FC x São Christovam
10/08/1919
Floriano x América
17/08/1919
Vitória x São Christovam
24/08/1919
Moscoso x América
31/08/1919
Rio Branco FC x Floriano
07/09/1919
América x São Christovam
14/09/1919
Vitória x Moscoso
21/09/1919
Floriano x São Christovam
28/09/1919
América x Rio Branco FC
05/10/1919
São Christovam x Moscoso
12/10/1919
Floriano x Vitória
19/10/1919
Moscoso x Rio Branco FC
26/10/1919
América x Vitória
09/11/1919
Moscoso x Rio Branco FC
15/11/1919
Vitória x Rio Branco FC

Campeão
Rio Branco FC

Fonte: Jornal Diário da Manhã (de 06/05/1919)

 

Segue o escudo do Botafogo Futebol Clube de Aquidauana. Este ano o clube irá participar do Campeonato Estadual Sub-17 e do Master, segundo a Federação de Futebol do Mato Grosso do Sul. Nos anos 90 o clube disputou competições profissionais.

 

 

A Terceira Divisão Mineira começa no próximo dia 27 de Julho e dentre as novidades estão o retorno do Siderúrgica, do Figueirense e do Formiga e um novo integrante: o Ponte Nova FC Ltda, da cidade de Ponte Nova.

Segue a ficha do clube (fonte: FMF):

Ponte Nova Futebol Clube Ltda

Fundado em 31/10/2011

Rua Pedro Nunes, 268

Ponte Nova – MG

Presidente: José Luiz Ventura de Souza

 

Temos 2 novos integrantes na Terceira Divisão Cearense, que teve a tabela divulgada alguns dias atrás:

  • Associação Esportiva Campo Grande Futebol Clube (de Juazeiro do Norte) (não tenho maiores informações além da data de fundação)
  • Floresta Esporte Clube (da capital).

Este último, fundado em 1954, já disputava competições amadoras pela FCF e eu já possuia o seu escudo. Mas o mesmo foi reformulado e segue abaixo (fonte: site da FCF):

O anterior, que consegui a alguns anos  atrás (site da FCF) passou a ser uma parte do escudo atual, como pode ser visto abaixo:

Dados completos do clube:

Nome completo: Floresta Esporte Clube (fundado em 09/11/1954)

Endereço: Rua São Lazaro, 99 – Vila Manoel Sátiro

Fortaleza – Ceará

CEP: 60713-350

 

Agregando informações, encontrei alguns dados sobre a Associação São-bentense de Atletismo (ASA). O clube alvianil foi Fundado no dia 05 de Janeiro de 1961, e a sua Sede fica na Rua Cira Mota, s/n, no Centro de São Bento do Una. O município fica a 215 km da capital pernambucana, e possui uma população de 57.046 habitantes segundo o IBGE/2014.

O seu Estádio é o Laurindo Lins Cavalcante, com capacidade para 2 mil pessoas, situado no mesmo endereço em que fica a Sede. Aliás, por falar no estádio, no muro há informações interessantes como o título do 1º Centenário de Garanhuns e Ênea Campeão do Campeonato Citadino. O clube disputou o Campeonato Pernambucano da Terceira Divisão em 2002.

 

FONTE E FONTOS: Júnior Braga – Google Maps 

 

Contando com a colaboração do colega Givaldo Santos, segue o escudo do ASA – Associação Sãobentense de Atletismo de São Bento do Una. O clube participou da Terceira Divisão Pernambucana em 1999 e 2002.

Apesar do distintivo acima ter sido usado na equipe de futsal, provavelmente a equipe de futebol o utilizava também.

Na foto acima aparecem os distintivos do ASA, Grêmio Lítero de Sanharó (que também disputou a Terceirona), União Peixe e AGA

Fontes: www.futeboldepesqueira.com.br, tiagovalenca.blogspot.com

 

Prezados,

Segue o escudo e a foto da sede do Atlético Futebol Clube de Camaragibe, Pernambuco.

Esta equipe, fundada em 21/04/1972 e cuja sede fica na Rua Olivedos, 33 no bairro Santana, disputou a Terceira Divisão Pernambucana (Amadora) em 1999.

Escudo

Foto da Sede

Fonte: Google Maps, Facebook do time ( https://www.facebook.com/clubesantana )

 

A diretoria do CE Arraial do Cabo anunciou o novo escudo, ontem, dia 19/05/2015. A mudança vem para reforçar uma nova fase de marketing do clube, segundo a fonte.

Fonte: http://www.futrio.net/site/noticia/detalhe/35182906

Este ano o clube voltou a atuar na sua cidade natal. Nos últimos anos o clube não tinha um campo definido e mandou seus jogos em vários locais no Grande Rio, a saber:

Figueira de Melo, Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Nivaldo Pereira (Nivaldão), Nova Iguaçu/RJ, Brasil
Nielsen Louzada (Louzadão), Mesquita/RJ, Brasil
Ademar Barbosa (Anchieta), Rio de Janeiro/RJ, Brasil
Joel Pereira, Nova Iguaçu/RJ, Brasil.

Parece que a volta para casa não deu muita sorte. Neste fim de semana perdeu de 2 a 0 para o Itaborai. Hoje o CEAC está segurando a lanterna do seu grupo, junto com o Esprof de Cabo Frio (que perdeu 2 partidas por WO e se perder a terceira será eliminado da competição, segundo o regulamento).

Fonte: Arquivo pessoal

 

 

Segue mais um escudo inédito: Atlético Latitude Zero. O clube disputou, pelo menos, o Campeonato Amapaense nos anos de 1957 e 1959 (ainda farei pesquisas para descobrir outros anos).

A camisa era azul, amarela e vermelha, conforme a foto abaixo:

A pesquisa foi realizada e enviada pelo colega Givaldo Santos.

Fonte: http://www.alcinea.com/sem-categoria/de-que-time-e-a-camisa

 

Prezados,

encontrei na internet um escudo mais nítido do Baianinho EC de Campo Grande/MS

Este clube (pela reportagem, atualmente atua como Escolhinha) jogou a segunda divisão do Mato Grosso do Sul em 2006.

Segue foto de Luis Pereira, fundador do clube:

E artigo completo: http://www.topmidianews.com.br/entrevistas/noticia/na-historia-do-futebol-de-ms-baianinho-agora-abre-portas-para-criancas

Fonte: topmidia news

 
Campeonato Maranhense 1919
Participantes
Anilense (Anilense Foot-Ball Club) - São Luís
Brasil (Brasil Sport Club) - São Luís
Fênix FC (Fênix Foot-ball Club) - São Luís
Luso Brasileiro (Sport Club Luso Brasileiro) - São Luís
Vasco da Gama (Vasco da Gama Sport Club) - São Luís
Fase Única
15/06/1919
Brasil 0x2 Vasco da Gama
22/06/1919
Luso Brasileiro 4x0 Fênix FC
29/06/1919
Brasil 2x2 Anilense
06/07/1919
Fênix FC 3x2 Vasco da Gama
13/07/1919
Luso Brasileiro WOx0 Anilense
20/07/1919
Fênix FC 3x0 Brasil
27/07/1919
Anilense 0xWO Vasco da Gama
10/08/1919
Brasil 1x12 Luso Brasileiro
Anilense 0xWO Fênix FC
17/08/1919
Vasco da Gama 1x1 Luso Brasileiro
24/08/1919
Fênix FC 3x0 Vasco da Gama
31/08/1919
Brasil 0x4 Fênix FC
14/09/1919
Vasco da Gama 0x6 Luso Brasileiro
21/09/1919
Vasco da Gama 3x0 Brasil
12/10/1919
Fênix FC 1x2 Luso Brasileiro
26/10/1919
Luso Brasileiro 5x0 Brasil  
Classificação
Equipe           PTS J V E D GP GC  SG  MPTS
1 Luso Brasileiro 13 7 6 1 0 30  3  27 1,857
2 Fênix FC        10 7 5 0 2 14  8   6 1,429
3 Vasco da Gama    7 7 3 1 3  8 13  -5 1,000
4 Brasil           1 7 0 1 6  3  31 -28 0,143
5 Anilense         1 4 0 1 3 2 2 0 0,250
Fontes: Jornais "Pacotilha" e "O Jornal"
 

Prezados,

mais um escudo diferente descoberto da lista enviada pelo Vitor Dias (extraída do site da CBF).

Trata-se da Associação Taquarussú Esporte Clube do bairro Taquaruçu, cidade Palmas em Tocantins.

Ano passado o clube disputou a segunda divisão estadual.

O mesmo foi fundado em 08/02/1991 e tem sede na Rua 29-A Quadra 39 Lote 05.

Escudo encontrado:

 

 

 

 

 

Escudo que conhecia:

 

Olhando os escudos enviados pelo Vitor através de uma extração feita no site da CBF deparei-me com outro escudo do Real Desportivo FC de Ariquemes, Rondônia.

Apesar do mesmo estar na pasta de logos, ele não se encontrava na planilha (00044RO) que ele enviou.

Segue o escudo encontrado:

 

 

 

 

 

 

 

Segue o que possuía:

 

 

Após muito tempo de pesquisas, enfim, consegui chegar ao primeiro clube campeão do Campeonato Pernambucano da 2ª Divisão: Associação Atlética Maguary, que fica no Município de Bonito (com 58.122 habitantes, segundo o IBGE/2004), localizado a 104 km da capital Recife.

O ‘time alvianil bonitense’ foi Fundado no dia 1º de Maio de 1971, para a distração dos funcionários das Industrias Alimentícias Maguari, fabricante e exportador de sucos. A sua Sede fica localizada na Avenida Joaquim Nabuco, s/n, no Centro de Bonito (outro endereço: Rua Cônego Cavalcante, 153, no centro da cidade).

O Maguary mandava os seus jogos no Estádio é o Municipal Artur Tavares de Melo (o nome foi uma homenagem ao fundador das Industrias Alimentícias Maguari), o ‘Artuzão’, com capacidade para 3 mil pessoas.

HISTÓRIA

Em outubro de 1975, que o presidente do clube, Antonio Mauri Figueiredo, gerente industrial da firma, resolveu partir para a formação de um verdadeiro time de futebol, iniciando pela contratação do treinador Leonildo Vila Nova – com passagens pelo Santa Cruz e Sport Recife – e aos poucos chegaram os reforços, jogadores sem chances nos times da capital.

Foi uma revolução na cidade, cujo moradores consideravam os jogadores não mais do que malandros, não entendiam que eles fossem pagos regiamente e comessem do bom e do melhor só para correr atrás da bola, quando na própria fábrica um mínimo de 800 operários dava duro para garantir tão somente a comida, isso sem falar os que trabalhavam de sol a sol na lavoura ou que passavam horas a pé nos balcões das lojas. Moça flagrada em conversa com jogador não tinha jeito: caía na boca do povo.

Vista do Estádio é o Municipal Artur Tavares de Melo

Propaganda: “Alma do negócio”

Hoje, a coisa está diferente.

Quando o Maguari joga, vou ver; meu pai também. Aqui só temos cinema três vezes por semana, baile uma vez ou outra. Futebol é diversão“, afirmou Bete, balconista, que labuta das 6 da matina às 10 da noite no Restaurante Cafona.

Para que tais declarações fossem possíveis, os dirigentes tiveram que trabalhar duro – até distribuíram panfletos explicativos, de casa em casa, mostrando os benefícios do futebol.

A coisa melhorou tato que, hoje, os jogadores já podem andar na rua, sem o risco de observações impertinentes. Se antes as conversas eram exclusivamente sobre a produção da fábrica, falta ou excesso de chuva ou política, agora o futebol também tem vez.

Fácil de explicar: o time divulgou basta o nome da cidade. Afinal passou 26 jogos sem perder, entre os que derrotou estavam América, Ferroviário, Íbis, Santo Amaro e Esporte Caruaru. Orgulhosamente, o técnico Cidinho lembra os empates de 0 a 0 com o Central e 1 a 1 com o Botafogo da Paraíba.

 

A Prefeitura paga ?

Em Bonito há noves meses, depois de passar, entre outros, por Santa Cruz e Sport Recife , Cidinho ganha 4 mil cruzeiros  mensais, mais casa e comida. Os 14 jogadores sob contrato ganham todos o mesmo salário: 1.100 cruzeiros, mais casa e comida. A única exceção é o zagueiro Carlos, ex-Náutico, que mora em Gravatá, a 66 km, onde estuda e Educação Física e dá aulas num colégio. Só às quintas-feiras ele chega a Bonito, quando então se íntegra a turma.

Naturalmente, o elenco é pequeno para o torneio – e por isso Cidinho pretende buscar reforços no Recife. E os dirigentes desejam melhorar as condições do estádio: o gramado é bom, embora as chuvas o transformem num charco (1) – estão sendo realizados trabalhos de drenagem; as acomodações para o público também estão em obras.

O orçamento de Bonito para este ano (1977) foi de 5 milhões de cruzeiros. Os dirigentes do Maguari esperam que a prefeitura suba de 10 mil para 15 mil cruzeiros a verba concedida ao clube, aumento já prometido pelo prefeito Abelardo Câncio de Godói.

O Maguari tem ainda tem uma renda fixa mensal de 17 mil cruzeiros – os operários descontam duas pratas por semana e funcionários mais categorizados contribuem com 200 a 500 cruzeiros por mês.

O Maguari também espera as boas rendas – mas para isso vai depender da ultimação das obras do seu estádio (em terreno cedido pela fábrica), em condições de receber 10 mil torcedores.

Goleiro Prédio

Prédio: o goleiro

Um grande goleiro, geralmente, quando se destaca ganha o apelido de ‘Muralha’, certo? Imaginem então quando a alcunha do arqueiro era ‘Prédio’? Assim era chamado Valdeildo José da Silva, que foi negociado pelo Ferroviário do Recife e desembarcou em Bonito, no ano de 1976.

Após duas temporadas, onde foi campeão Pernambucano do I Campeonato da Segundona de 1977, acabou sendo vendido ao Náutico, em seguida foi para São Luiz do Maranhão, onde passou apenas um ano. Em 1981 casou, mas já teria pendurado as chuteiras e já fazia parte do quadro de funcionários da Prefeitura do Recife.

Primeiro Campeão Pernambucano da 2ª Divisão

A Federação Pernambucana de Desportos (FPD), visando atrair o futebol do Interior, criou o Campeonato Pernambucano da 2ª Divisão, em 1977. A competição começou em 28 de agosto e terminou no dia 09 de outubro, e contou com a participação de dez clubes:

Associação Esportiva Central Barreiros (Barreiros);

Associação Atlética Maguari (Bonito);

Associação Esportiva DR-5 (Goiana);

Flamengo Esporte Clube (Arcoverde);

União Peixe Esporte Clube (Pesqueira);

Associação Garanhuense de Atletismo e Independente Atlético Clube, ambos de Garanhuns;

Associação Atlética Santo Amaro, Clube Ferroviário e Íbis Sport Club; todos do Recife.

No final, três equipes terminaram empatadas com 14 pontos: Maguary, Ferroviário e União Peixe. Porém, 1º critério de desempate, o União ficou na terceira colocação por ter cinco vitórias contra seis das duas outras equipes. Então no 2º critério de desempate deu Associação Atlética Maguary com um saldo de 10 gols contra nove do Ferroviário, conquistando o inédito título. A campanha foi a seguinte: nove jogos, com seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota; marcando 17 gols e sofrendo sete.

Os jogadores posando com torcedoras, mostrando orgulhosamente a faixa de campeão da Segundona de 1977

PS (1): O significado de ‘Charcos’ são massas de água parada ou de corrente muito reduzida, de caráter permanente ou temporário, de tamanho superior a uma e inferior a um lago. 

 

Fontes e Fotos: Revista Placar – Rsssf Brasil – Site Bonito 360 Graus

 

Este ano mais um novato entra em cena no futebol capixaba. Trata-se do Doze Futebol Clube, que estreará na série B e mandará seus jogos no Estádio Salvador Costa em Vitória mas que tem sede em Domingos Martins na região serrana da Pedra Azul.

 

 

 

 

Fonte: FFES e site do clube (http://dozefc.com.br/)

 
Campeonato Paraense 2015
Participantes
Águia (Águia de Marabá Futebol Clube) - Marabá
Bragantino (Bragantino Club do Pará) - Bragança
Cametá (Cametá Sport Club) - Cametá
Castanhal (Castanhal Esporte Clube) - Castanhal
Gavião Kyikatejé (Gavião Kyikatejé Futebol Clube) - Bom Jesus do Tocantins
Independente (Independente Atlético Clube) - Tucuruí
Izabelense (Atlético Clube Izabelense) - Santa Isabel do Pará
Parauapebas (Parauapebas Futebol Clube) - Parauapebas
Paysandu (Paysandu Sport Club) - Belém
Remo (Clube do Remo) - Belém
São Raimundo (São Raimundo Esporte Clube) - Santarém
Tapajós (Tapajós Futebol Clube) - Santatém
Tuna Luso (Tuna Luso Brasileira) - Belém
Vênus (Vênus Atlético Clube) - Abaetetuba

1ª Fase

08/11/2014 - 1ª Rodada
Parauapebas 4x0 Tapajós

09/11/2014 - 1ª Rodada
São Raimundo 1x1 Castanhal
Gavião Kyikatejé 1x1 Tuna Luso
Vênus 2x1 Izabelense

12/11/2014 - 2ª Rodada
Bragantino 0x1 São Raimundo
Castanhal 1x1 Gavião Kyikatejé
Izabelense 2x1 Parauapebas
Águia 4x2 Vênus

15/11/2014 - 3ª Rodada
Tapajós 1x0 Izabelense

16/11/2014 - 3ª Rodada
Tuna Luso 1x0 São Raimundo
Parauapebas 2x0 Águia
Castanhal 4x1 Bragantino

22/11/2014 - 4ª Rodada
São Raimundo 1x1 Gavião Kyikatejé

23/11/2014 - 4ª Rodada
Vênus 0x0 Parauapebas
Bragantino 1x0 Tuna Luso
Águia 2x3 Tapajós

26/11/2014 - 5ª Rodada
Tapajós 0x0 Vênus
Gavião Kyikatejé 1x0 Bragantino
Izabelense 3x0 Águia
Tuna Luso 1x1 Castanhal

Classificação
Grupo A1                       PTS   J   V   E   D  GP  GC  SG  MPTS
 1.Parauapebas                   7   4   2   1   1   7   2   5  1,750
 2.Tapajós                       7   4   2   1   1   4   6  -2  1,750
 3.Izabelense                    6   4   2   0   2   6   4   2  1,500
 4.Vênus                         5   4   1   2   1   4   5  -1  1,250
 5.Águia                         3   4   1   0   3   6  10  -4  0,750

Grupo A2                       PTS   J   V   E   D  GP  GC  SG  MPTS
 1.Castanhal                     6   4   1   3   0   7   4   3  1,500
 2.Gavião Kyikatejé              6   4   1   3   0   4   3   1  1,500
 3.Tuna Luso                     5   4   1   2   1   3   3   0  1,250
   São Raimundo                  5   4   1   2   1   3   3   0  1,250
 5.Bragantino                    3   4   1   0   3   2   6  -4  0,750

1ª Fase - Semifinal

30/11/2014 - Jogo Único
Parauapebas 0x0 Gavião Kyikatejé [Pen 5-3]
Castanhal 0x0 Tapajós [Pen 5-6]

1ª Fase - Final

06/12/2014 - Jogo Único
Parauapebas 1x1 Tapajós [Pen 4-2] 

Parauapebas, Tapajós, Gavião e Castanhal classificados para a próxima fase.
Paysandu, Remo, Cametá e Independente já estavam classificados.

Artilheiro da 1ª Fase: Toniel (Vênus) com 4 gols.
 

Prezados,

segue o escudo do Tijuca Football Club do bairro homônimo da cidade do Rio de Janeiro.

Até onde pesquisei (1922), ele disputou:

Campeonato Carioca da Terceira Divisão em 1917, 1918, 1919

Prova Eliminatória da Terceira Divisão de 1920

Campeonato Carioca da Segunda Divisão de 1922.

 

 

 

Fonte: Livro “Camisas do Futebol Carioca” do nosso colega Auriel de Almeida (recomendo fortemente a aquisição)

 

Segue o novo escudo do Operário de Manacapuru, Amazonas. Está atualmente disputando a segunda divisão local.

 

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.791200870945018.1073741860.194995227232255&type=3&uploaded=40

 

Prezados,

Eu criei uma lista de clubes que já disputaram alguma competição oficial desde 1902.

Obviamente ela não está 100% completa nem 100% correta, por isso até estou compartilhando : para que todos ajudem.

Nela pode conter clubes que nunca disputaram uma competição oficial mas que ainda não tive a absoluta certeza disso e também pode não conter clubes de competições que ainda não pesquisei…mas é um ponto de partida.

Espero que apreciem e que consigamos fechar esta lacuna.

PS: Ainda marquei uma coluna informando quando eu tenho o escudo.

Se precisarem de algum, basta ir na minha página: http://www.futebolnacional.com.br . Está tudo lá.

 

lista.xls

 

Segue abaixo o escudo do mais novo integrante da segunda divisão (terceiro nível) mineira. Trata-se do Betinense, cujo nome oficial é Futebol Clube Betim. O clube foi fundado em 1930 mas somente agora participa de uma competição oficial.

Não confundir este clube com os clubes Betim EC (que se chamava e voltou a se chamar Ipatinga) e Betim FC que disputou a segundona (terceirona de fato) entre 2007 e 2011.

Fonte: FMF

 

Prezados,

Segue o novo escudo do AC Ituiutabano de Ituiutaba, Minas Gerais.

O clube integra a segunda divisão (terceiro nível) do futebol mineiro em 2014.

 

 

 

 

 

Fonte: FMF

 

Sérgio e Felipe,

Eu tinha o escudo do Canudense de Belém mas não sabia que ele havia disputado alguma competição oficial.

Vendo o artigo de vocês percebi que na tabela de 1951 consta o clube.

Segue o escudo do time.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Confesso que não tenho registrada pois há anos guardo este escudo.

 

Este fim de semana iniciou a terceira divisão cearense. Um dos 4 clubes participantes é o CE União.

Este está com um novo escudo, conforme súmula no site da FCF e apresentado a seguir:

 

 

 

Em 2001 o clube jogou a terceira divisão, quando sua sede era em Itaitinga. Na época seu escudo era outro:

 

 

 

 

Alguns sites vêm informando que o União que está participando da competição é o União Desportiva Messejana, algo que acabei  de comprovar não estar correto.

 

 

Segue abaixo o escudo do Grêmio Desportivo Carajás, estreante da segunda divisão paraense.

Fonte: http://esportepara.com.br/?p=55

 

 

 

 

Prezados,

Segue abaixo o novo escudo do Corumbaense, de Corumbá, Mato Grosso do Sul.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Edimar Moreira Vidal

 

Prezados,

Segue o novo escudo do Hercílio Luz de Santa Catarina.

 

Fonte: http://redacaoemcampo.com

© 2017 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha