Presidente de Honra: Dr. Agricola Paes de Barros
Presidente: André de Albuquerque Filho
1º Vice-presidente: Dr. Arthur Pereira Mendes
2º Vice-presidente: Dr. Octavio Neves
1º Secretário: Sargento Mario Monteiro
2º Secretário: Bacharel Mario Vieira
1º Thesoureiro: Capitão João Virginio da Silva
2º Thesoureiro: Antonio Pires de Miranda
Orador Official: Dr. João Briene de Camargo
Director Sportivo: Lazaro Papazian
Conselho Fiscal: Coronel Daniel de Queiroz, Major Joaquim Frederico de Mattos, Advogado Estevão de Mendonça, Capitão Cesar de Mattos e Antonio Fontes da Costa e Silva e Armando Rueda
1º Capitão: Lucio de Almeida
2º Capitão: Luiz Scareli
Guarda Sport: Estevão Rigoletto Capriata
 
 
Fonte: O Matto Grosso
 
“Aos dias vinte e seis de março de mil novecentos e vinte e seis se reuniram no salão nobre do Lyceu Salesiano, os socios do Club D. Bosco para as eleições da nova directoria, o resultado foi o seguinte:”
 
 
Presidente de Honra: Hygino Fasso
Presidente: Nino Botta
Vice-Presidente: Savio Amarante
Secretário: Lourival Belfort
Tesoureiro: Camillo La Regina
Guarda Sport: João da Matta
 
 
 
 
 
Fonte: Club Sportivo “D. Bosco” – Registro de Atas
 

 

Presidente de Honra: Frederico Vaz de Figueiredo
Presidente: Lúcio de Almeida
Vice-Presidente: Antônio Pires
1º Secretário: Hermínio Virgilio da Silva
2º Secretário: Fernando Marques Fontes
1º Tesoureiro: Frederico Rubens de Matos
2º Tesoureiro: João Benedito Pedroso
1º Diretor Esportivo: João Corrêa da Silva
2º Diretor Esportivo: Benedito Hilário de Carvalho
Guarda-esporte: Antônio Bruno
Comissão Fiscal: Marcelo Miraglia, Almiro Rueda Saraiva e Rubens Mendes de Castro
 
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso
 
 

O Gameleira Esporte Clube é uma agremiação do Município de Gameleira (PE). O pequeno município (conhecido carinhosamente por: “Terra do Marquês de Olinda“), com 29.829 (segundo os dados do IBGE/2014), fica na Mata Meridional a cerca de 94,4 km da capital do Recife (PE).

O Alvirrubro Gameleirense foi Fundado na segunda-feira, do dia 23 de Maio de 1955. A sua modesta Sede fica localizado na Praça Agamenon Magalhães, nº 280, no Centro de Gameleira. Por quatro décadas e meia, o Gameleira participou das competições Citadinas e nos torneios regionais, na esfera amadora. Contudo, o clube abriu uma exceção na sua história.

Afinal, o Gameleira participou do Campeonato Pernambucano da 3ª Divisão de 2000, organizado pela FPF (Federação Pernambucana de Futebol), onde chegou na fase semifinal, caindo diante do Ferroviário Esporte Clube, do Cabo de Santo Agostinho. Após da derrota por 1 a 0, no jogo de ida, acabou empatando em 1 a 1, na volta.

FONTES: Google Maps – Rsssf Brasil – Página do clube no Facebook – Henrique Martins Feitosa

 

O Sport Club Boa Vista é uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). Fundado na quinta-feira, do dia 1º de Fevereiro de 1917, pelo Sr. Abel Ramos e um grupo de desportistas da localidade. A 1ª Sede ficava na Rua Boa Vista, nº 53 (sobrado), no Alto da Boa Vista.

Uma curiosidade nas cores, apesar da alcunha do clube ser “Alviverde do Alto“, as fotos coletadas pelo amigo e membro Auriel de Almeida, mostra que num certo período, existia  além do verde e branco,  o amarelo.

O seu Campo – que está situado na Estrada das Furnas, nº 900, no Alto da Boa Vista, na Zona Norte do Rio – foi inaugurado no domingo, do dia 23 de Setembro de 1917. Em 1928, disputou o Campeonato da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres – Divisão Emmanuel Coelho Netto.

Campeão do Torneio dos Segundos Quadros de 1930

No domingo, do dia 09 de fevereiro de 1930, no campo do Fundição Nacional Athletico Club, situado na Avenida Pedro II, s/n, em São Cristóvão, o jogo de desempate do Torneio dos Segundos Quadros da Divisão Emmanuel Coelho Netto, entre o Sport Club América e o Sport Club Boa Vista. Melhor para o Boa Vista que goleou por 4 a 0. O nome da partida foi o atacante Mosquera, autor dos quatros gols.

 

SPORT CLUB  AMÉRICA 0 X 4 SPORT CLUB  BOA VISTA
LOCAL Campo do Fundição Nacional Athletico Club, situado na Avenida Pedro II, s/n, em São Cristóvão – Zona Norte do Rio/RJ
CARÁTER Final Torneio dos Segundos Quadros da Divisão Emmanuel Coelho Netto
DATA Domingo, no dia 09 de Fevereiro de 1933
ÁRBITRO Honorato José Barbosa (Brasil Football Club)
S.C. AMÉRICA Martins; Barros e Aristides; Binóculo, Júlio e Canella; Adhemar, Mario, Byra, Lixa e Erasmo.
S.C. BOA VISTA Caetano; Alves e Bahiano; Carlos, Bethuel e Noravio; Gentil, Mosquera, Romualdo, Amaro e Petronilho.
GOLS Mosquera foi autor dos quatro gols do S.C. Boa Vista.

Campeão da LMDT de 1932

Em 1932, o Sport Club Boa Vista se sagrou Campeão do Campeonato da Liga Metropolitana de Desportos Terrestres. Muito embora a LMDT fosse descendente direta da primeira liga de futebol do Rio de Janeiro, a Liga Metropolitana de Football, esse título permanece largamente ignorado. O motivo: todos os seus participantes eram clubes pequenos.

A LMDT foi desfiliada pela Confederação Brasileira de Desportos em 1924. Naquele ano o Vasco da Gama conquistou o título, histórico, sendo o único ano da “era sem filiação” atualmente lembrado na galeria de campeões da FERJ. Essa conquista do Boa Vista, 1932, o último antes da LMDT ser absorvida pela profissional Liga Carioca de Football.

FONTES: Acervo do Clube – A Noite – Jornal dos Sports – Jornal das Moças

 

 

O Cotonifício Gasparian Atlético Clube foi uma agremiação do Município de Comendador Levy Gasparian (RJ). Localizado na Região Sul Fluminense, a 160 km da capital. Conta com uma população de 8.183 mil habitantes (segundo o Censo IBGE/2010). Antes da sua emancipação, em 23 de dezembro de 1991, o local era um distrito de Três Rios.

A sua Sede ficava localizado na Vila Gasparian, s/n, no Centro de Comendador Levy Gasparian. O Tricolor Gaspariense foi Fundado em 1957, por Joel da Silva Maia, então com 31 anos. As suas cores eram vermelho, branco e azul.

O fundador, que presidiu o clube por oito anos, foi Vereador em Três Rios, em 1959, exercendo vários mandatos até 1992, ocupando cargos de relevância na Prefeitura e na Câmara de Vereadores do Município de Três Rios.
No Município de Levy Gasparian foi eleito como primeiro Prefeito (1993 a 1996).

Em abril de 1958, se filiou a Liga de Desportos de Três Rios, passando a disputar as competições citadinas. O Cotonifício Gasparian disputou durante 10 anos o campeonato trirriense, durante cinco anos sendo vice-campeão e os outros 5, campeão da competição.

Copa Sul-Fluminense de 1974

O clube participou da Copa Sul-Fluminense de 1974, organizado pela a Federação Fluminense de Futebol (FFF).

Campeão do 1º Turno do Campeonato de Três Rios de 1976

O Cotonifício Gasparian Atlético Clube foi Campeão do 1º Turno do Campeonato Citadino de Três Rios.

1º        Cotonifício Gasparian      17 pontos (nove jogos: oito vitórias e um empate);

2º        Entrerriense F.C.              13 pontos;

3º        C.E. Santa Matilde          13 pontos;

4º        A.R. Santanense F.C.     10 pontos;

5º        Santa Cruz                          09 pontos;

6º        E.C. Serrariense                08 pontos;

7º        Fluminense                         07 pontos;

8º        Flamengo                            06 pontos;

9º        Colônia                                05 pontos.

 

Campeão do Torneio dos Campeões de 1977

Após ter se sagrado campeão da competição em 1977, o Cotonifício Gasparian voltou a participar no ano seguinte. Time-base de 1977: Maninho; Dão, Ilo, Mineiro (Jorge) e Nego Lima; Carlinhos, Toninho Dutra e José Soares; Toninho Lima, José Carlos e Estevinho (Adão).

Torneio dos Campeões de 1978

A Federação Fluminense de Futebol (FFF), organizou a 2ª edição do Torneio dos Campeões (também chamado de Super Campeonato Fluminense de Clubes Campeões de Futebol Amador), de 1978, que reuniam, basicamente, os vencedores dos campeonatos citadinos do Estado do Rio.

A competição teve início no dia 12 de fevereiro de 1978. O campeão receberia em definitivo o Troféu Edmundo Matuscello, tendo em vista a fusão da nova entidade (FERJ – Federação Futebol do Estado do Rio de Janeiro) que aconteceu em março daquele ano. O Torneio dos Campeões reuniu cinco equipes:

CIPEC Esporte Clube (Mendes);

Cotonifício Gasparian Atlético Clube (Três Rios);

Esporte Clube Nova Cidade (Nilópolis);

Esporte Clube Siderantim (Barra Mansa);

Morro Agudo Futebol Clube (Nova Iguaçu).

 

No Grupo A, estão Morro Agudo e Nova Cidade, e, no Grupo B contam com CIPEC e Siderantim. Nos jogos de ida, no dia 12 de fevereiro, o Nova Cidade recebeu o Morro Agudo, no Estádio Joaquim Flores, em Nilópolis. Melhor para o Morro Agudo, que venceu por 1 a 0, com o gol de Osvaldinho aos 24 minutos do 2º tempo.

Uma semana depois (19/02), no jogo da volta o Morro Agudo goleou o Nova Cidade, pelo placar de 4 a 1, em Nova Iguaçu. Mariozinho aos 20 minutos abriu o placar para o Alvirrubro de Comendador Soares. Neco empatou para o Nova Cidade aos 33 minutos do 1º tempo. Osvaldinho aos 17 minutos, Polônia aos 30 minutos e Nereu aos 44 minutos da etapa final, deram números finais a peleja.

Também no dia 12 de fevereiro, o CIPEC venceu o Siderantim, pelo placar de 3 a 1, em Mendes. Em 19 de fevereiro, aconteceu o jogo da volta, e o Siderantim e CIPEC, empataram sem abertura de contagem, em Barra Mansa.

O Cotonifício Gasparian não estava, em nenhum dos dois grupos, pois a competição Citadina de Três Rios ainda estava andamento, e depois se sagrou campeão Trirriense. Após os dois jogos de ida e volta, o Morro Agudo eliminou o Nova Cidade, enquanto o CIPEC superou o Siderantim.

No Triangular Final para definir o campeão, aconteceu com jogos em turno e returno.

05/02 – Morro Agudo 1 x 3 Cotonifício Gasparian, no Estádio Domingos Cesar de Castilho, no Bairro de Comendador Soares, em Nova Iguaçu

12/03 – CIPEC 2 x 2 Cotonifício Gasparian, no Estádio Isa Fernandes, em Mendes

19/03 – CIPEC 2 x 2 Morro Agudo, no Estádio Isa Fernandes, em Mendes

26/03 – Cotonifício Gasparian 3 x 0 Morro Agudo, no Estádio Odair Gama, em Três Rios

02/04 – Cotonifício Gasparian 1 x 2 CIPEC, no Estádio Odair Gama, em Três Rios

09/04 – Morro Agudo 0 x 0 CIPEC, no Estádio Domingos Cesar de Castilho, no Bairro de Comendador Soares, em Nova Iguaçu

Campanha do Cotonifício Gasparian

No Domingo 05 de março de 1978, teve início o Triangular final, às 15h30, entre Morro Agudo x Cotonifício Gasparian, em Nova Iguaçu. Com arbitragem de Reinaldo Faria dos Santos, auxiliado por Valdir de Oliveira e Ruy Alves Bezerra, o Cotonifício levou a melhor vencendo o Morro Agudo por 3 a 1. O time atuou com: Maninho; Dão, Adão, Ilo e Nego Lima; Danilo, Toninho Dutra (Estevinho) e José Soares; Toninho Lima, Paulinho e Zé Carlinhos.

O jogo entre CIPEC e Cotonifício Gasparian, terminou empatado em 2 a 2, Isa Fernandes, em Mendes. A partida teve arbitragem de Waldir Pereira Barbosa, auxiliado por Armando Pereira da Costa e José Borges Filho. Preguinho e Nego Lima, contra, marcaram para o CIPEC; enquanto José Soares e Toninho Lima assinalaram para o Cotonifício Gasparian. O time atuou com: Maninho; Dão, Adão, Ilo e Nego Lima; Danilo, Toninho Lima e Estevinho; Paulinho, José Soares e Zé Carlinhos.

No jogo, do dia 26 de março, o Cotonifício Gasparian goleou o Morro Agudo por 3 a 0, no Estádio Odair Gama, em Três Rios. Paulinho abriu o placar aos 12 minutos do 1º tempo. Na etapa final, Zé Mulher aos 25 minutos e Toninho Lima aos 39 minutos, decretaram o triunfo do Cotonifício Gasparian. O time atuou com: Maninho; Dão, Adão, Ilo e Nego Lima; Danilo, Marreco e José Soares; Toninho Lima, Paulinho e Estevinho (Zé Mulher).

No dia 02 de abril, o Cotonifício Gasparian foi surpreendido e acabou derrotado pelo CIPEC, por 2 a 1, no Estádio Odair Gama, em Três Rios. Silveira marcou os dois gols do time de Mendes; enquanto Antonio Carlos fez o de honra da equipe de Três Rios. A partida teve a arbitragem de Elamé de Souza (FFD). O time atuou com: Ercílio; João Carlos, Ilo, Carlos Antonio e Jorge; Antonio Carlos, Zé Carlos e José Soares; Danilo, Toninho Lima, Paulinho e Estevinho.

Após a última rodada, o Cotonifício Gasparian e o CIPEC, terminaram empatados com cinco pontos. Com isso, a Federação Fluminense de Futebol (FFF), marcou o jogo-extra, em campo neutro. O jogo aconteceu no domingo, do dia 21 de maio de 1978, às 14h30, no Estádio do Petropolitano Football Club, em Petrópolis. O trio de arbitragem: Reinaldo Faria, auxiliado por José Borges Filho e Valdir Barbosa. Estranhamente, o resultado desta partida não foi divulgado, deixando a dúvida de quem ficou com a taça: Cotonifício Gasparian e o CIPEC?

 

FONTES: ALERJ – Jornal dos Sports – A Luta Democrática – O Fluminense – Entre-Rios Jornal

 

O General Electric Édison Athletico Club foi uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). A sua Sede social ficava no seu luxuoso Edifício, localizado na Avenida Rio Branco, nº 114 / 2º andar, no Centro do Rio. O seu campo fica na Rua Lucínio Cardoso (junto ao Hospital Central do Exército), nº 42, no Bairro São Francisco Xavier. A outra Sede, que também há um campo (existe até hoje), fica na Rua Miguel Ângelo, nº 221, no Bairro Maria da Graça. Ambos estão localizados na Zona Norte do Rio.

A Fundação do clube, aconteceu na sexta-feira, do dia 04 de Agosto de 1933, foi realizado uma reunião do Conselho Deliberativo do novo clube, organizado após a fusão do Édison Athletico ClubGeneral Electric Sociedade AthleticaAssociação G.E. de Sports (Fundado em junho de 1933) e do Club do Monograma, dando origem ao General Electric Édison Athletico Club.

A nova Diretoria foi empossada. Ficou constituída da seguinte forma:

Presidente - J. Moir;

1º Vice-Presidente - J. D. Gillett;

2º Vice-Presidente - A Le Tellier;

Secretário Geral - M. S. Valverde;

1º Secretário - Nelson Menezes;

2º Secretário - Charles Dals;

Tesoureiro Geral - Cid Americano;

1º Tesoureiro - Edgard Lossio;

2º Tesoureiro - Domingos T. Alves.

No momento em que ocorreu a fusão, o clube disputava a competição mais importante da sua história: o Campeonato da Segunda Divisão, organizado pela Sub-Liga Carioca de Football, além das competições de Basquete, onde era filiado a Liga Carioca de Basquetebol (LCB).

Édison disputou o Carioca da Segundona de 1933

A Sub-Liga pertencia a Liga Carioca de Futebol (LCF), filiada à Federação Brasileira de Football, que não tinha vínculo com a FIFA. A competição contou com a participação de oito clubes:

Bandeirantes Athletico Clube (Jacarepaguá);

Carioca Football Club (Jardim Botânico);

Del Castilho Football Club (Del Castilho);

General Electric Édison Athletic Club (Maria da Graça);

Jequiá Football Club (Ilha do Governador);

Madureira Athletico Clube, ex-Fidalgo FC (Madureira);

Modesto Football Club (Quintino Bocayuva);

São Cristóvão Athletico Clube (São Cristóvão).

Na competição,  as equipes se enfrentaram em turno e returno. No final, o São Cristóvão se sagrou campeão. Os dois jogos entre o G.E. Édison e o campeão foram resultados distintos. No 1º Turno, o General Electric Édison Athletico Club venceu o São Cristóvão por 3 a 2. No entanto, no Returno, a equipe Cadete não teve dó e goleou o adversário pelo incrível placar de 14 a 0.

 

FONTES: Rsssf Brasil – Jornal dos Sports – Diário Carioca – A Noite – A Nação

 

Cascadura Football Club foi uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). O Alvinegro foi Fundado na segunda-feira, do dia 08 de Outubro de 1906. A sua Sede e o Campo ficavam situados na Estrada Real Santa Cruz, 2.868/70 (depois nos anos 20, mudou o nome para Avenida Suburbana, 2.365, próximo a Estação de Cascadura, e atualmente: Avenida Dom Hélder Câmara), no Bairro de Cascadura, na Zona Norte do Rio.

Naqueles tempos era comum haver ligas intermunicipais, metropolitanas e “internas”, como as suburbanas. Isso acontecia por causa das dificuldades de deslocamento das delegações entre os bairros mais distantes do Centro e cidades do interior do estado.

Em 09 de abril de 1914, na Sede do Cascadura foi fundado a Liga Sportiva Fluminense (LSF). No ano seguinte, no dia 22 de abril de 1915, se filiou à Associação Brasileira de Sports Athleticos (ABSA). Na de década de 20, se filiou a Liga Leopoldinense de Football (LLF).

FOTO do ano de 1928

FONTES: Gazeta de Notícias – A Imprensa – O Imparcial – O Paiz – Correio da Manhã – Jornal do Commercio – Estatuto do Cascadura F.B.C.

FOTOS: Site Flickr – Denise Oliveira – Vida Sportiva – Página do Facebook “Cascadura – Caminhos do Subúrbio

 

O Onze Rubros Atlético Clube (ORAC) é uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). A equipe Rubra foi Fundada no domingo, do dia 06 de Janeiro de 1963. A sua Sede fica situada na esquina do conjunto habitacional I.A.P.C., entre Quintino e Cascadura, na Zona Norte do Rio.

A história do clube é narrada pelo autor Francisco Oliva, no Livro “Memórias de um Time de Esquina“. Demonstrando uma memória invejável, o autor conta fatos do Onze Rubros, fatos interessantes dos moradores, dos costumes e da alegria de um tempo que voltará.

 

Wanderley Luxemburgo jogou ORAC

É um verdadeiro tributo aos jogadores dos campos de várzea, a uma época dourada e a amigos vizinhos que formavam uma só família. Uma curiosidade interessante é que o ORAC tinha em seu elenco, Wanderley Luxemburgo e em uma partida contra o Maravilha, time no qual Zico foi reforçar, a equipe do I.A.P.C. venceu o time do Galinho de Quintino.

Mas vale lembrar que as grandes figuras do ORAC eram os “anônimos”, aqueles que fizeram história durante todos esses anos em que ele esteve em atividade fazendo presença nos campos suburbanos cariocas.

 

FONTES: Livro “Memórias de um Time de Esquina”, do autor Francisco Oliva / 1ª edição, São Paulo / Ed.: Daikoku – 2009. – Página no Facebook “Cascadura – Caminhos do Subúrbio”

 

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

AMÉRICA FUTEBOL CLUBE FORTALEZA – CE

002

ASSOCIAÇÃO ESPORTIVA TIRADENTES FORTALEZA – CE

003

CALOUROS DO AR FUTEBOL CLUBE FORTALEZA – CE

004

FERROVIÁRIO ATLÉTICO CLUBE FORTALEZA – CE

005

QUIXADÁ FUTEBOL CLUBE QUIXADÁ – CE

1º TURNO

26.03.1978

TIRADENTES

2-1

AMÉRICA

26.03.1978

QUIXADÁ

2-0

CALOUROS DO AR

02.04.1978

FERROVIÁRIO

0-0

TIRADENTES

02.04.1978

QUIXADÁ

1-1

AMÉRICA

06.04.1978

FERROVIÁRIO

3-2

AMÉRICA

09.04.1978

TIRADENTES

5-1

CALOUROS DO AR

09.04.1978

QUIXADÁ

1-4

FERROVIÁRIO

12.04.1978

AMÉRICA

1-0

CALOUROS DO AR

16.04.1978

FERROVIÁRIO

0-0

CALOUROS DO AR

16.04.1978

QUIXADÁ

0-0

TIRADENTES

2º TURNO

23.04.1978

FERROVIÁRIO

2-0

CALOUROS DO AR

26.04.1978

TIRADENTES

4-1

QUIXADÁ

30.04.1978

AMÉRICA

2-1

QUIXADÁ

04.05.1978

AMÉRICA

2-1

CALOUROS DO AR

07.05.1978

CALOUROS DO AR

1-1

QUIXADÁ

10.05.1978

TIRADENTES

2-1

AMÉRICA

13.05.1978

FERROVIÁRIO

3-1

QUIXADÁ

14.05.1978

TIRADENTES

2-0

CALOUROS DO AR

17.05.1978

FERROVIÁRIO

2-0

AMÉRICA

25.05.1978

FERROVIÁRIO

3-0

TIRADENTES

 

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

FERROVIÁRIO

08

06

02

00

17

04

14

02º

TIRADENTES

08

05

02

01

15

07

12

03º

AMÉRICA

08

03

01

04

10

12

07

04º

QUIXADÁ

08

01

03

04

08

15

05

05º

CALOUROS DO AR

08

00

02

06

03

15

02

# CAMPEÃO – FERROVIÁRIO ATLÉTICO CLUBE (FORTALEZA – CE)

Fonte: Eugenio Fernandes Fonseca / CE

 

1º TURNO

17.05.1969
MADUREIRA 0-1 CAMPO GRANDE
SÃO CRISTÓVÃO 0-1 OLARIA
24.05.1969
SÃO CRISTÓVÃO 2-2 CAMPO GRANDE
OLARIA 1-1 MADUREIRA
31.05.1969
MADUREIRA 1-0 SÃO CRISTÓVÃO
CAMPO GRANDE 0-0 OLARIA

2º TURNO

07.06.1969
CAMPO GRANDE 1-0 MADUREIRA
OLARIA 2-0 SÃO CRISTÓVÃO
14.06.1969
CAMPO GRANDE 1-0 SÃO CRISTÓVÃO
MADUREIRA 1-0 OLARIA
21.06.1969
OLARIA 0-0 CAMPO GRANDE
SÃO CRISTÓVÃO 1-1 MADUREIRA

CAMPEÃO – CAMPO GRANDE ATLÉTICO CLUBE

Fonte: Raymundo Quadros / RJ

 

Fora fundado em 1945 como Associação dos Ex-Combatentes do Brasil, que congregava e representava os ex-pracinhas de Exército, Marinha e Aeronáutica da 2ª Guerra Mundial, que serviram na FEB-Força Expedicionária Brasileira, cuja sede era no Largo de São Braz.

O propósito maior era amparar e representar junto ao governo e a sociedade, esses bravos militares. Em 1951 criavam um clube de futebol profissional com o mesmo nome desta associação, preservando a nomenclatura até 1958. Já em 1959 resolveu-se lhe dar novo nome, passando assim a se denominar Grêmio Desportivo Combatentes, com características de social e assistencial, com sede agora, na Tv. 1º de Queluz,264, no Bairro de Canudos, Belém (PA).

O Grêmio Desportivo Combatentes deu continuidade à primitiva história por longos 23 anos, disputando o Campeonato Paraense, de igual para igual com Remo e Paysandu, até 1972 -, há registro de que sua melhor performance fora em 1968, quando chegou em terceiro lugar no certame.

Tinha como cores-símbolo o vermelho e branco, e revelou bons jogadores como, os goleiros Asas (atuou no Remo, Paysandu e Seleção Paraense) e Alberto (este natural de Sta. Izabel do Pará), os zagueiros, Socó e J.Alves, além dos atacantes, Zizi,Tatá, Adinamar, dentre tantos outros. O Grêmio Desportivo Combatentes hoje, consta como desativado para os arquivos da Federação Paraense de Futebol.

Combatentes: de “Zé Pracinha” a “Carcará”

A primitiva Associação dos Ex- Combatentes –Secção do Pará –o nome decorria em razão de seus primeiros dirigentes terem sido integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que participou da segunda guerra mundial na Itália – disputou pela primeira vez o campeonato paraense quase ao inicio da segunda metade do século passado. Mais precisamente em 1952. E teve participação destacada no campeonato estadual revelando nomes como o de Asas (goleiro) que jogou depois no Paissandu e no Remo; Socó, excelente centro-médio que por quase uma década vestiu a camisa azul-marinho, além de Navarro, um zagueiro central que foi contratado pelo Madureira carioca.

O time foi apelidado – provavelmente por Mestre Calá, um dos mais longevos e criativos cronistas da mídia impressa paraense – e que depois (final dos anos 1960) carimbaria o time como “Carcará”, em alusão à música cantada por Maria Bethânia, um dos maiores sucessos daquele tempo.

Não cheguei a ver o “Zé Pracinha” jogar. Fiquei na fase intermediária entre um e outro cognome. Mas durante o tempo em que disputou o campeonato paraense – até 1973 – é inegável que o Grêmio Desportivo Combatentes (nova denominação a partir de 1967) alternou regulares e boas equipes. Para mim, o time de 1968 (“Carcará”) foi o melhor de todos. A começar pelo goleiro Cabi e seu reserva Fadel, contando ainda com o experiente lateral Ailzo, os zagueiros Moacir, Roberto e Caramuru; o meio- campo constituído por Grim e Cláudio e um ataque goleador que contava entre outros com Roger, Jaster, Freitas, Adinamar, Santos e Amaral. Ao final do campeonato, vários deles foram para o Remo: a dupla de meio campo, além dos atacantes Santos, Adinamar e Amaral (Paissandu e depois Remo).E ainda Roberto contratado pelo Papão e Freitas pela Tuna. Titulares e reservas estavam à altura um do outro. Era um elenco dos mais qualificados de todos os tempos.

O “Carcará” ficou famoso naquele campeonato e não perdeu nenhum de seus jogos para o Paissandu e nem para a Tuna. Dos três grandes, só o Remo conseguiu vencer a equipe de Canudos. O Leão inclusive, foi o campeão invicto naquele ano.

 

FONTES: Ponta de Gol – Memória do futebol e rádio esportivo paraense – Blog do Lino

 

Em 1998, o Arcoverde disputava o Campeonato Pernambucano da 1ª Divisão, quando enfrentava os times do Sport, Náutico, Santa Cruz, Desportiva Vitória, Cabense, Ferroviário de Serra Talhada, 1º de Maio, Grêmio Petrolândia, Recife, Porto e Central.

Na época, o Estádio Áureo Bradley Souto Maior tinha um bom publico, com os jogos do Tigre. Mas no inicio de maio começava Campeonato Pernambucano da 3ª Divisão, que disputavam as equipes campeãs das ligas de futebol amador das cidades, e Arcoverde tinha um representante:

Tratava-se do Botafogo Futebol Clube, situado no Açudinho localizado na zona rural de Arcoverde, próximo a Serra das Varas. O Botafogo sagrou-se campeão do Campeonato Municipal de 1997, organizado pela LDA (Liga Desportiva de Arcoverde), garantindo a vaga na  Terceirona Pernambucana de 1998.

A competição reuniu os times campeões das ligas filiadas a FPF (Federação Pernambucana de Futebol), e o”Fogão Rural”, como era chamado pelos torcedores da zona rural entre Serra das Varas e Açudinho, foi um dos participantes.

O Botafogo ficou numa chave que tinha o Nacional de Belo Jardim e o Sport Boa Vista da cidade de Santa Maria da Boa Vista. No final, o ”Fogão Rural” acabou sendo desclassificado pelo Sport Boa Vista, já que o time visitante quando marcou um gol na casa do adversário, obteve a classificação.

O campeão se classificava para a 2ª divisão pernambucana em 99. Mas naquele ano Arcoverde tinha dois times com o Flamengo na 1ª Divisão, e o Botafogo na 3ª Divisão. Parecia os clubes do futebol carioca, mas realmente aconteceu na história do futebol de Arcoverde no ano de 1998.
Veja os jogos do Botafogo no Campeonato Pernambucano da 3ª Divisão:

JOGOS

LOCAL

Botafogo

3

X

0

Nacional Arcoverde
Nacional

2

X

5

Botafogo Belo Jardim
Botafogo

2

X

2

Sport Boa Vista Arcoverde
Sport Boa Vista

0

X

0

Botafogo Santa Maria da Boa Vista

 

FONTES: Henrique Martins Feitosa – Blog Esporte News, de Gilson Martins

 

Em todas as publicações, é dada a data de 16 de fevereiro de 1933, como a data da mudança de nome do Fidalgo Futebol Clube para MADUREIRA ATLÉTICO CLUBE. Entretanto esta pequena nota publicada no Jornal dos Sports em 15 de fevereiro deste mesmo ano, coloca dúvida nesta data.

 

 

P.S.: No final, a Associação Garanhuense de Atletismo (A.G.A.) e o Centro Limoeirense conquistaram o acesso para o Campeonato Pernambucano da Primeira Divisão de 2001.

 

FONTE: Trabalho de pesquisa de Valter Barros Junior

Vetorização: Sérgio Mello 

 

DATA: 12 DE ABRIL DE 1964
LOCAL: CURITIBA – PR

1º JOGO

BRITÂNIA

0-0

ÁGUA VERDE (4-1 PEN)

2º JOGO

SELETO

1-0

FERROVIÁRIO

3º JOGO

RIO BRANCO

2-0

BLOCO MORGENAU

4º JOGO

CORITIBA

1-0

ATLÉTICO

5º JOGO

BRITÂNIA

1-0

PRIMAVERA

6º JOGO

RIO BRANCO

2-0

SELETO

7º JOGO

CORITIBA

2-0

BRITÂNIA

FINAL

RIO BRANCO

1-0

CORITIBA

# CAMPEÃO – RIO BRANCO SPORT CLUB (PARANAGUÁ – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 

1º GRUPO

14.07.1963

MINAS GERAIS

2-0

PIAUÍ VOLTA REDONDA – RJ

17.07.1963

GOIÁS

2-0

PIAUÍ BARRA MANSA – RJ

21.07.1963

GOIAS

1-1

MINAS GERAIS BARRA DO PIRAÍ – RJ

2º GRUPO

14.07.1963

PARAÍBA

2-0

PARANÁ PETRÓPOLIS – RJ

17.07.1963

PARANÁ

1-0

PARAÍBA PETRÓPOLIS – RJ

3º GRUPO

17.07.1963

SANTA CATARINA

6-0

BAHIA PETRÓPOLIS – RJ

19.07.1963

BAHIA

3-2

ESPÍRITO SANTO CAMPOS – RJ

21.07.1963

SANTA CATARINA

4-1

ESPÍRITO SANTO CAMPOS – RJ

SEMI FINAIS

24.07.1963

RIO DE JANEIRO

3-1

GOIÁS BARRA MANSA – RJ

24.07.1963

SÃO PAULO

3-1

PARAÍBA PETRÓPOLIS – RJ

28.07.1963

RIO DE JANEIRO

W0-0

GOIÁS BARRA DO PIRAÍ – RJ

29.07.1963

GUANABARA

3-0

SANTA CATARINA CAMPOS – RJ

29.07.1963

SÃO PAULO

5-2

PARAÍBA PETRÓPOLIS – RJ

31.07.1963

GUANABARA

0-0

SANTA CATARINA CAMPOS – RJ

FINAIS

04.08.1963

SÃO PAULO

1-0

RIO DE JANEIRO VOLTA REDONDA – RJ

07.08.1963

GUANABARA

3-0

RIO DE JANEIRO VOLTA REDONDA – RJ

11.08.1963

GUANABARA

2-0

SÃO PAULO VOLTA REDONDA – RJ

# CAMPEÃ – ESTADO DA GUANABARA

Fonte: Jornal dos Sports / RJ

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

BLOCO ESPORTIVO MORGENAU CURITIBA

002

BRITÂNIA SPORT CLUB CURITIBA

003

CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO CURITIBA

004

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE CURITIBA

005

CORITIBA FOOTBALL CLUB CURITIBA

006

ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE CURITIBA

007

PALESTRA ITÁLIA FUTEBOL CLUBE CURITIBA

1º TURNO

30.06.1957

PALESTRA ITÁLIA

3-2

BRITÂNIA

30.06.1957

FERROVIÁRIO

6-0

BLOCO MORGENAU

21.07.1957

ÁGUA VERDE

3-0

CORITIBA

21.07.1957

FERROVIÁRIO

6-1

BRITÂNIA

28.07.1957

CORITIBA

8-3

BLOCO MORGENAU

28.07.1957

ATLÉTICO

6-0

PALESTRA ITÁLIA

03.08.1957

CORITIBA

3-0

PALESTRA ITÁLIA

10.08.1957

ATLÉTICO

7-2

BRITÂNIA

10.08.1957

FERROVIÁRIO

2-1

ÁGUA VERDE

10.08.1957

PALESTRA ITÁLIA

3-0

BLOCO MORGENAU

17.08.1957

ATLÉTICO

5-0

BLOCO MORGENAU

24.08.1957

ÁGUA VERDE

7-1

BLOCO MORGENAU

31.08.1957

ÁGUA VERDE

7-0

PALESTRA ITÁLIA

31.08.1957

FERROVIÁRIO

2-1

ATLÉTICO

07.09.1957

FERROVIÁRIO

9-1

PALESTRA ITÁLIA

07.09.1957

ATLÉTICO

4-1

ÁGUA VERDE

07.09.1957

BRITÂNIA

3-1

BLOCO MORGENAU

14.09.1957

CORITIBA

7-1

BRITÂNIA

21.09.1957

ÁGUA VERDE

2-0

BRITÂNIA

21.09.1957

ATLÉTICO

2-0

CORITIBA

28.09.1957

CORITIBA

3-1

FERROVIÁRIO

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

FERROVIÁRIO

06

05

00

01

26

07

10

02º

ATLÉTICO

06

05

00

01

27

08

10

03º

CORITIBA

06

04

00

02

24

12

08

04º

ÁGUA VERDE

06

04

00

02

21

07

08

05º

PALESTRA ITÁLIA

06

02

00

04

07

27

04

06º

BRITÂNIA

06

01

00

06

09

26

02

07º

BLOCO MORGENAU

06

00

00

06

05

32

00

DECISÃO DO 1º TURNO

02.10.1957

FERROVIÁRIO

2-1

ATLÉTICO

09.10.1957

FERROVIÁRIO

1-0

ATLÉTICO

2º TURNO

05.10.1957

ÁGUA VERDE

4-1

PALESTRA ITÁLIA

06.10.1957

ATLÉTICO

7-1

BLOCO MORGENAU

06.10.1957

CORITIBA

3-1

BRITÂNIA

13.10.1957

FERROVIÁRIO

2-1

BRITÂNIA

13.10.1957

ÁGUA VERDE

7-0

BLOCO MORGENAU

20.10.1957

ÁGUA VERDE

2-1

BRITÂNIA

20.10.1957

ATLÉTICO

5-0

PALESTRA ITÁLIA

27.10.1957

FERROVIÁRIO

6-1

PALESTRA ITÁLIA

27.10.1957

CORITIBA

11-0

BLOCO MORGENAU

03.11.1957

CORITIBA

6-1

PALESTRA ITÁLIA

03.11.1957

FERROVIÁRIO

4-4

BLOCO MORGENAU

03.11.1957

ATLÉTICO

8-1

BRITÂNIA

10.11.1957

FERROVIÁRIO

3-3

ATLÉTICO

10.11.1957

BLOCO MORGENAU

2-0

PALESTRA ITÁLIA

17.11.1957

ATLÉTICO

2-1

ÁGUA VERDE

24.11.1957

ÁGUA VERDE

2-0

FERROVIÁRIO

30.11.1957

FERROVIÁRIO

1-1

CORITIBA

07.12.1957

CORITIBA

3-2

ÁGUA VERDE

15.12.1957

CORITIBA

2-1

ATLÉTICO

22.12.1957

BRITÂNIA

4-3

BLOCO MORGENAU

BRITÂNIA

CAN

PALESTRA ITÁLIA

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

CORITIBA

06

05

01

00

26

06

11

02º

ATLÉTICO

06

04

01

01

26

08

09

03º

ÁGUA VERDE

06

04

00

02

19

07

08

04º

FERROVIÁRIO

06

02

03

01

16

12

07

05º

BLOCO MORGENAU

06

01

01

04

10

33

03

06º

BRITÂNIA

05

01

00

04

08

18

02

07º

PALESTRA ITÁLIA

05

00

00

05

03

23

00

FINAL

29.12.1957

CORITIBA

4-3

FERROVIÁRIO

05.01.1958

CORITIBA

4-2

FERROVIÁRIO

# CAMPEÃO – CORITIBA FOOTBALL CLUB (CURITIBA – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

BLOCO ESPORTIVO MORGENAU CURITIBA

002

BRITÂNIA SPORT CLUB CURITIBA

004

CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO CURITIBA

005

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE CURITIBA

006

CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA CURITIBA

009

CORITIBA FOOTBALL CLUB CURITIBA

010

ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE CURITIBA

014

PALESTRA ITÁLIA FUTEBOL CLUBE CURITIBA

1º TURNO

30.04.1961

CORITIBA

2-1

PRIMAVERA

30.04.1961

ATLÉTICO

3-0

PALESTRA ITÁLIA

07.05.1961

PRIMAVERA

2-1

ATLÉTICO

07.05.1961

BLOCO MORGENAU

2-1

FERROVIÁRIO

07.05.1961

ÁGUA VERDE

3-3

PALESTRA ITÁLIA

14.05.1961

PALESTRA ITÁLIA

1-0

FERROVIÁRIO

14.05.1961

ÁGUA VERDE

2-1

BLOCO MORGENAU

14.05.1961

BRITÂNIA

3-2

PRIMAVERA

21.05.1961

ÁGUA VERDE

2-1

BRITÂNIA

21.05.1961

PRIMAVERA

1-1

BLOCO MORGENAU

28.05.1961

ATLÉTICO

4-2

BRITÂNIA

28.05.1961

FERROVIÁRIO

7-0

PRIMAVERA

04.06.1961

ATLÉTICO

7-1

ÁGUA VERDE

04.06.1961

BLOCO MORGENAU

4-2

PALESTRA ITÁLIA

10.06.1961

CORITIBA

5-1

PALESTRA ITÁLIA

11.06.1961

ATLÉTICO

6-0

FERROVIÁRIO

18.06.1961

PALESTRA ITÁLIA

1-0

BRITÂNIA

18.06.1961

BLOCO MORGENAU

4-2

CORITIBA

18.06.1961

PRIMAVERA

10-0

ÁGUA VERDE

25.06.1961

PRIMAVERA

0-0

PALESTRA ITÁLIA

25.06.1961

BLOCO MORGENAU

2-1

BRITÂNIA

25.06.1961

ATLÉTICO

2-1

CORITIBA

02.07.1961

FERROVIÁRIO

5-3

BRITÂNIA

09.07.1961

CORITIBA

3-1

BRITÂNIA

09.07.1961

ATLÉTICO

6-0

BLOCO MORGENAU

16.07.1961

FERROVIÁRIO

3-1

ÁGUA VERDE

30.07.1961

FERROVIÁRIO

2-0

CORITIBA

05.08.1961

CORITIBA

3-2

ÁGUA VERDE

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

ATLÉTICO

07

06

00

01

29

06

12

02º

BLOCO MORGENAU

07

04

01

02

14

15

09

03º

CORITIBA

07

04

00

03

16

13

08

04º

FERROVIÁRIO

07

04

00

03

18

13

08

05º

PALESTRA ITÁLIA

07

02

02

03

08

15

06

06º

PRIMAVERA

07

02

02

03

16

14

06

07º

ÁGUA VERDE

07

02

01

04

11

28

05

08º

BRITÂNIA

07

01

00

06

11

19

02

2º TURNO

13.08.1961

FERROVIÁRIO

3-1

PALESTRA ITÁLIA

20.08.1961

PALESTRA ITÁLIA

2-2

BRITÂNIA

27.08.1961

FERROVIÁRIO

2-1

BLOCO MORGENAU

27.08.1961

ATLÉTICO

2-1

PRIMAVERA

03.09.1961

PRIMAVERA

6-1

BRITÂNIA

10.09.1961

BRITÂNIA

4-0

ÁGUA VERDE

10.09.1961

PRIMAVERA

2-1

PALESTRA ITÁLIA

17.09.1961

CORITIBA

3-2

ÁGUA VERDE

17.09.1961

ATLÉTICO

5-1

BRITÂNIA

24.09.1961

PALESTRA ITÁLIA

2-1

BLOCO MORGENAU

24.09.1961

CORITIBA

3-1

PRIMAVERA

24.09.1961

ATLÉTICO

10-1

ÁGUA VERDE

01.10.1961

CORITIBA

3-1

PALESTRA ITÁLIA

01.10.1961

FERROVIÁRIO

3-3

ATLÉTICO

08.10.1961

CORITIBA

5-2

BLOCO MORGENAU

08.10.1961

PRIMAVERA

5-0

ÁGUA VERDE

15.10.1961

ATLÉTICO

13-3

BLOCO MORGENAU

15.10.1961

CORITIBA

3-0

BRITÂNIA

22.10.1961

FERROVIÁRIO

9-3

BRITÂNIA

22.10.1961

ATLÉTICO

4-0

PALESTRA ITÁLIA

29.10.1961

PRIMAVERA

2-1

BLOCO MORGENAU

29.10.1961

CORITIBA

3-0

FERROVIÁRIO

05.11.1961

BRITÂNIA

0-0

BLOCO MORGENAU

05.11.1961

FERROVIÁRIO

2-0

ÁGUA VERDE

12.11.1961

ATLÉTICO

1-0

CORITIBA

12.11.1961

PRIMAVERA

1-1

FERROVIÁRIO

ÁGUA VERDE

CAN

BLOCO MORGENAU

ÁGUA VERDE

CAN

PALESTRA ITÁLIA

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

ATLÉTICO

07

06

01

00

38

09

13

02º

CORITIBA

07

06

00

01

20

07

12

03º

FERROVIÁRIO

07

04

02

01

20

12

10

04º

PRIMAVERA

07

04

01

02

18

09

09

05º

BRITÂNIA

07

01

02

04

11

25

04

06º

PALESTRA ITÁLIA

06

01

01

04

07

15

03

07º

BLOCO MORGENAU

06

00

01

05

08

24

01

08º

ÁGUA VERDE

05

00

00

05

03

24

00

# CAMPEÃO – CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE (CURITIBA – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

BRITÂNIA SPORT CLUB CURITIBA

002

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE CURITIBA

003

CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA CURITIBA

004

CLUBE ATLÉTICO SELETO PARANAGUÁ

005

CORITIBA FOOTBALL CLUB CURITIBA

006

ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE CURITIBA

007

GUARANI ESPORTE CLUBE PONTA GROSSA

008

OPERÁRIO FERROVIÁRIO ESPORTE CLUBE PONTA GROSSA

TURNO ÚNICO

22.01.1967

ATLÉTICO

0-1

OPERÁRIO

22.01.1967

ÁGUA VERDE

3-0

PRIMAVERA

29.01.1967

BRITÂNIA

1-0

CORITIBA

29.01.1967

SELETO

2-1

GUARANI

05.02.1967

ÁGUA VERDE

4-1

OPERÁRIO

05.02.1967

ATLÉTICO

1-0

PRIMAVERA

12.02.1967

ÁGUA VERDE

5-2

SELETO

12.02.1967

GUARANI

2-1

BRITÂNIA

18.02.1967

PRIMAVERA

0-1

OPERÁRIO

18.02.1967

ÁGUA VERDE

1-1

GUARANI

25.02.1967

GUARANI

2-0

OPERÁRIO

26.02.1967

SELETO

6-1

PRIMAVERA

04.03.1967

ATLÉTICO

0-0

BRITÂNIA

04.03.1967

CORITIBA

1-1

ÁGUA VERDE

11.03.1967

SELETO

2-3

CORITIBA

11.03.1967

GUARANI

2-2

ATLÉTICO

14.03.1967

PRIMAVERA

1-1

BRITÂNIA

19.03.1967

BRITÂNIA

1-0

OPERÁRIO

25.03.1967

SELETO

2-1

ATLÉTICO

25.03.1967

PRIMAVERA

4-3

CORITIBA

01.04.1967

CORITIBA

2-1

ATLÉTICO

02.04.1967

SELETO

3-2

BRITÂNIA

08.04.1967

SELETO

6-0

OPERÁRIO

08.04.1967

ÁGUA VERDE

5-1

BRITÂNIA

15.04.1967

CORITIBA

2-0

OPERÁRIO

16.04.1967

GUARANI

1-3

PRIMAVERA

23.04.1967

ATLÉTICO

1-1

ÁGUA VERDE

01.05.1967

GUARANI

2-2

CORITIBA

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

ÁGUA VERDE

07

04

03

00

20

07

11

02º

SELETO

07

05

00

02

23

13

10

03º

CORITIBA

07

03

02

02

13

11

08

04º

GUARANI

07

02

03

02

11

11

07

05º

BRITÂNIA

07

02

02

03

07

11

06

06º

PRIMAVERA

07

02

01

04

09

16

05

07º

ATLÉTICO

07

01

03

03

06

08

05

08º

OPERÁRIO

07

02

00

05

03

15

04

# CAMPEÃO – ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE (CURITIBA – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

BRITÂNIA SPORT CLUB CURITIBA

002

CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO CURITIBA

003

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE CURITIBA

004

CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA CURITIBA

005

CORITIBA FOOTBALL CLUB CURITIBA

006

ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE CURITIBA

TURNO ÚNICO

24.08.1968

CORITIBA

0-0

PRIMAVERA

24.08.1968

ATLÉTICO

2-0

BRITÂNIA

25.08.1968

FERROVIÁRIO

1-1

ÁGUA VERDE

31.08.1968

ÁGUA VERDE

3-1

CORITIBA

31.08.1968

FERROVIÁRIO

2-1

BRITÂNIA

01.09.1968

PRIMAVERA

3-2

ATLÉTICO

07.09.1968

PRIMAVERA

3-2

ÁGUA VERDE

07.09.1968

CORITIBA

2-2

BRITÂNIA

08.09.1968

FERROVIÁRIO

1-0

ATLÉTICO

14.09.1968

ÁGUA VERDE

4-3

ATLÉTICO

14.09.1968

PRIMAVERA

1-1

BRITÂNIA

15.09.1968

CORITIBA

2-1

FERROVIÁRIO

22.09.1968

PRIMAVERA

1-0

FERROVIÁRIO

CORITIBA

CAN

ATLÉTICO

ÁGUA VERDE

CAN

BRITÂNIA

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

PRIMAVERA

05

03

02

00

08

05

08

02º

FERROVIÁRIO

05

02

01

02

05

05

05

03º

ÁGUA VERDE

04

02

01

01

10

08

05

04º

CORITIBA

04

01

02

01

05

06

04

05º

ATLÉTICO

04

01

00

03

07

08

02

06º

BRITÂNIA

04

00

02

02

04

07

02

# CAMPEÃO – CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA (CURITIBA – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 

EQUIPES PARTICIPANTES:

EQUIPE

CIDADE

001

CLUBE ATLÉTICO FERROVIÁRIO CURITIBA

002

CLUBE ATLÉTICO PARANAENSE CURITIBA

003

CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA CURITIBA

004

CORITIBA FOOTBALL CLUB CURITIBA

005

ESPORTE CLUBE ÁGUA VERDE CURITIBA

TURNO ÚNICO

23.08.1969

PRIMAVERA

6-3

ATLÉTICO

23.08.1969

CORITIBA

3-2

ÁGUA VERDE

30.08.1969

FERROVIÁRIO

2-1

ÁGUA VERDE

30.08.1969

CORITIBA

2-2

PRIMAVERA

06.09.1969

PRIMAVERA

3-0

ÁGUA VERDE

06.09.1969

FERROVIÁRIO

1-0

ATLÉTICO

13.09.1969

FERROVIÁRIO

1-1

PRIMAVERA

14.09.1969

CORITIBA

1-1

ATLÉTICO

20.09.1969

CORITIBA

0-0

FERROVIÁRIO

ATLÉTICO

CAN

ÁGUA VERDE

 

 

J

V

E

D

GP

GC

PG

01º

PRIMAVERA

04

02

02

00

12

06

06

02º

FERROVIÁRIO

04

02

02

00

04

02

06

03º

CORITIBA

04

01

03

00

06

05

05

04º

ATLÉTICO

03

00

01

02

04

08

01

05º

ÁGUA VERDE

03

00

00

03

03

08

00

FINAL

27.09.1969

FERROVIÁRIO

3-1

PRIMAVERA

04.10.1969

PRIMAVERA

1-0

FERROVIÁRIO

11.10.1969

PRIMAVERA

2-1

FERROVIÁRIO

# CAMPEÃO – CLUBE ATLÉTICO PRIMAVERA (CURITIBA – PR)

Fonte: Arquivos de Levi Mulford Chrestenzen

 
Durante a década de 1970 era comum, após o término dos campeonatos estaduais, a disputa de torneios principalmente nos estados em que não havia clubes participando do Campeonato Brasileiro. Em Mato Grosso, no ano de 1975, foi realizado o Torneio Incentivo no período de setembro a novembro, com as presenças dos seguintes clubes: Comercial (Poconé), Dom Bosco (Cuiabá), Flamengo (Rio de Janeiro), Mixto (Cuiabá), Operário (Várzea Grande) e União (Rondonópolis). O Flamengo veio com uma equipe reserva. O União foi o campeão. Abaixo os resultados:
 
 
28.09.1975
Comercial
2
x
0
Dom Bosco
28.09.1975
Mixto
0
x
0
União
02.10.1975
Comercial
1
x
1
Mixto
02.10.1975
Flamengo
1
x
0
Operário
05.10.1975
Comercial
0
x
1
Flamengo
05.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
Operário
09.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
Flamengo
09.10.1975
Mixto
2
x
0
Operário
12.10.1975
Comercial
1
x
1
Operário
12.10.1975
Flamengo
1
x
1
Mixto
17.10.1975
Flamengo
0
x
0
União
22.10.1975
Dom Bosco
0
x
0
União
09.11.1975
Dom Bosco
0
x
0
Mixto
16.11.1975
União
3
x
0
Comercial
23.11.1975
União
3
x
0
Operário
 
Classificação Final:
 
PG J V E D GP GC
União 7 5 2 3 0 6 0
Flamengo 7 5 2 3 0 3 1
Mixto 6 5 1 4 0 4 2
Comercial 4 5 1 2 2 4 6
Dom Bosco 4 5 0 4 1 0 2
Operário 2 5 0 2 3 1 7
 
Com estes resultados o União Esporte Clube sagrou-se campeão do Torneio Incentivo de 1975
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso e Diário de Cuiabá
 
Delegação do Mixto Esporte Clube que jogou dia 30/01/1966 na cidade de Poxoréu, contra o Poxoréu Esporte Clube, pela Fase Preliminar do Torneio dos Campeões de Mato Grosso. Resultado: Mixto 8 x 1 Poxoréu. Os gols do tigre da Vargas foram anotados por: Almiro (3), Albino (2), Ruiter (2) e Jaburu.
 
 
Em pé da esquerda para a direita: João Neves, Tira, Glauco, Edmundo, J. Alves, Julio César, Pelé, Ademir Moreira, Severino, Airton Moreira e Joacir Costa; agachados da esquerda para a direita: Lisboa, Almiro, Albino, Jaburu, Rômulo, Camargo, Ruiter e Bugrinho. 
 
Fonte: Acervo Glauco Marcelo e Jornal O Estado de Mato Grosso
 
O goleiro Felix, tricampeão mundial de 1970, pela seleção brasileira e por muitos anos titular do Fluminense, esteve em Cuiabá, para uma partida amistosa no dia 01 de maio de 1977, em comemoração aos 28 anos do Operário de Várzea Grande. O adversário foi o Dom Bosco, que venceu por 3 a 2, conforme mostra a súmula abaixo: 
 
Operário 3 x 2 Dom Bosco
Data: 01 de maio de 1977
Validade: Amistoso
Local: Estádio Governador José Fragelli (Cuiabá)
Renda: Cr$ 120.525,00
Árbitro: Claudir Lopes
Gols: Barga, Ede, Odenir, Guará e Fidélis
Operário: Felix, Rui Rei, Dick, Souza, Jofre (Zé Mário), Denner, Nelson Lopes, Guará (Zé Hélio), Cacá (Zé Luiz), Nei e Odenir (Jorginho)
Dom Bosco: Saldanha, Ede, César Julião, Gaguinho (Zé Luiz), Ferreira, Dirceu Batista, Bargas, Fidélis, Pelego, Adilson e Veiga.
 
 
Da Esquerda para a direita: Jofre, Rui Rei, Nelson Lopes, Felix, Dick, Souza e Carlito (massagista)
 
 
 
Fonte: Diário de Cuiabá e Verdão Quatros Anos de História (Macedo Filho)
 
Mixto x Luverdense se enfrentam desde 2004, ano em que a equipe de Lucas do Rio Verde foi fundada. Em toda a história foram 42 confrontos e o Luverdense leva vantagem. Abaixo a relação dos jogos: 
 
Data Validade Local
28.02.2004 Mixto 0 x 0 Luverdense Amistoso Cuiabá
30.08.2005 Mixto 1 x 0 Luverdense Copa Governador Lucas do Rio Verde
25.09.2005 Mixto 2 x 1 Luverdense Copa Governador Cuiabá
22.10.2005 Mixto 1 x 1 Luverdense Copa Governador Lucas do Rio Verde
27.10.2005 Mixto 3 x 0 Luverdense Copa Governador Cuiabá
16.02.2006 Mixto 1 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
12.03.2006 Mixto 1 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
26.07.2007 Mixto 1 x 2 Luverdense Copa Mato Grosso Cuiabá
29.08.2007 Mixto 1 x 3 Luverdense Copa Mato Grosso Lucas do Rio Verde
13.04.2008 Mixto 2 x 2 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
27.04.2008 Mixto 1 x 0 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
01.02.2009 Mixto 1 x 2 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.03.2009 Mixto 1 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
15.04.2009 Mixto 0 x W Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
21.04.2009 Mixto 4 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.06.2010 Mixto 1 x 0 Luverdense Amistoso Cuiabá
26.06.2010 Mixto 2 x 1 Luverdense Amistoso Lucas do Rio Verde
13.02.2011 Mixto 1 x 2 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
23.03.2011 Mixto 0 x 0 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.10.2011 Mixto 0 x 1 Luverdense Copa Mato Grosso Cuiabá
30.10.2011 Mixto 0 x 1 Luverdense Copa Mato Grosso Lucas do Rio Verde
11.01.2012 Mixto 0 x 2 Luverdense Amistoso Lucas do Rio Verde
22.02.2012 Mixto 0 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
25.03.2012 Mixto 3 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
07.06.2012 Mixto 0 x 3 Luverdense Copa Pantanal Cuiabá
17.02.2013 Mixto 1 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
31.03.2013 Mixto 0 x 0 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
13.04.2013 Mixto 2 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.04.2013 Mixto 1 x 0 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
23.10.2013 Mixto 1 x 1 Luverdense Copa Mato Grosso Lucas do Rio Verde
03.11.2013 Mixto 1 x 1 Luverdense Copa Mato Grosso Cuiabá
01.02.2014 Mixto 0 x 2 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
23.02.2014 Mixto 1 x 3 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
14.02.2015 Mixto 1 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
26.02.2015 Mixto 2 x 2 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
20.02.2016 Mixto 1 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Jaciara
25.02.2016 Mixto 3 x 4 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
12.09.2016 Mixto 1 x 1 Luverdense Copa FMF Cuiabá
18.09.2016 Mixto 2 x 1 Luverdense Copa FMF Lucas do Rio Verde
12.02.2017 Mixto 2 x 4 Luverdense Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.02.2017 Mixto 0 x 1 Luverdense Campeonato Mato-grossense Lucas do Rio Verde
22.10.2017 Mixto 2 x 2 Luverdense Copa FMF Lucas do Rio Verde
 
 
Fonte: Jornal Diário de Cuiabá/A Gazeta
 
Mixto Esporte Clube e Clube Esportivo Dom Bosco, são os dois times em atividade mais antigos de Cuiabá. As duas equipes se enfrentam há mais de 80 anos (desde 1936) e fazem o chamado Clássico Vovô do futebol de Mato Grosso. Confira abaixo a relação completa dos jogos entres eles: 
 

Data Validade Local
01.11.1936 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
04.07.1937 Mixto 3 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
01.11.1937 Mixto 4 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
24.08.1941 Mixto 2 x 4 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
05.10.1941 Mixto 1 x 11 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
08.02.1942 Mixto 1 x 3 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
14.06.1942 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
29.11.1942 Mixto 7 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
31.01.1943 Mixto 5 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
01.05.1943 Mixto 3 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
04.07.1943 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
27.02.1944 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
20.08.1944 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
27.05.1945 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Taça São Cristóvão Cuiabá
18.07.1945 Mixto 1 x 3 Dom Bosco Taça São Cristóvão Cuiabá
01.06.1947 Mixto 5 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
13.06.1947 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
27.07.1947 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
01.01.1948 Mixto 4 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano de 1947 Cuiabá
28.03.1948 Mixto 1 x 4 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
06.06.1948 Mixto 6 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
29.08.1948 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Taça Ângelo Maiolino Cuiabá
19.12.1948 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
24.04.1949 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
14.08.1949 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
02.07.1950 Mixto 6 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
08.10.1950 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
20.05.1951 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
22.07.1951 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
12.08.1951 Mixto 4 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
07.09.1952 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
09.11.1952 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
18.01.1953 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Torneio Relâmpago Cuiabá
24.05.1953 Mixto 4 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
09.08.1953 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
02.05.1954 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Torneio Relâmpago Cuiabá
15.08.1954 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
12.09.1954 Mixto 5 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
07.09.1956 Mixto 8 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
10.03.1957 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1956 Cuiabá
22.09.1957 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
22.12.1957 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
09.03.1958 Mixto 1 x 5 Dom Bosco Copa Eldorado Cuiabá
13.04.1958 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.06.1958 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
21.09.1958 Mixto 1 x 4 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
22.02.1959 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1958 Cuiabá
13.09.1959 Mixto 4 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
13.03.1960 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1959 Cuiabá
22.05.1960 Mixto 0 x 3 Dom Bosco Copa Voz do Oeste Cuiabá
28.08.1960 Mixto 3 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
23.10.1960 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.11.1960 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Taça Prof. Ramos de Freitas Cuiabá
30.01.1961 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Torneio Quadrangular Cuiabá
05.03.1961 Mixto 1 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1960 Cuiabá
16.04.1961 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1960 Cuiabá
26.07.1961 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Torneio Mestre Balbino do Espirito Santo Cuiabá
26.11.1961 Mixto 2 x 4 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
??.03.1962 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1961 Cuiabá
01.07.1962 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
25.11.1962 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
20.01.1963 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
12.05.1963 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1962 Cuiabá
10.07.1963 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Torneio Relâmpago Cuiabá
24.11.1963 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
26.01.1964 Mixto 1 x 3 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1963 Cuiabá
17.05.1964 Mixto 4 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
09.08.1964 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
20.09.1964 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
12.12.1964 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
28.03.1965 Mixto 3 x 3 Dom Bosco Torneio Fonte Luminosa Cuiabá
18.07.1965 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
31.10.1965 Mixto 4 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
05.12.1965 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Torneio Piratininga Cuiabá
17.07.1966 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
15.08.1966 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.12.1966 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
19.03.1967 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
29.10.1967 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
10.03.1968 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano 1967 Cuiabá
14.04.1968 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Quadrangular da APAE Cuiabá
02.06.1968 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Quadrangular da APAE Cuiabá
28.07.1968 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
24.11.1968 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
28.03.1969 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
20.04.1969 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Quadrangular Bento Lobo Cuiabá
15.06.1969 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
24.08.1969 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
14.09.1969 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
21.09.1969 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
25.09.1969 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
05.04.1970 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
12.04.1970 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
24.05.1970 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.10.1970 Mixto 4 x 4 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
25.10.1970 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
20.12.1970 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
28.03.1971 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
23.05.1971 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
29.07.1971 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Seletiva para o Brasileiro 2º Divisão Cuiabá
07.09.1971 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
31.10.1971 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
06.02.1972 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
02.04.1972 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
23.06.1972 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
16.07.1972 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
03.09.1972 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Torneio Sesquicentenário Cuiabá
01.10.1972 Mixto 0 x 5 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
12.11.1972 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
15.11.1972 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
19.11.1972 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
26.11.1972 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Cuiabano Cuiabá
28.02.1973 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.04.1973 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.04.1973 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Torneio Integração Cuiabá
09.09.1973 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Torneio Presidente Medici Cuiabá
16.09.1973 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
25.11.1973 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
06.12.1973 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
09.12.1973 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
03.02.1974 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Torneio Agripino Bonilha Filho Cuiabá
31.03.1974 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense 1973 Cuiabá
09.06.1974 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense 1973 Cuiabá
13.10.1974 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
17.11.1974 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Torneio Proclamação da República Cuiabá
19.01.1975 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
13.04.1975 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense 74 Cuiabá
01.06.1975 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.06.1975 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.06.1975 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Torneio Maria Ligia Borges Garcia Cuiabá
06.07.1975 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.07.1975 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
09.11.1975 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Torneio Incentivo Cuiabá
30.11.1975 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Quadrangular da Amizade Cuiabá
01.02.1976 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Copa Cuiabá Cuiabá
08.04.1976 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Quadrangular Cidade de Cuiabá Cuiabá
18.04.1976 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.05.1976 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
10.06.1976 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
15.06.1976 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Seletiva Campeonato Brasileiro Cuiabá
17.07.1976 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
14.08.1976 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
10.02.1977 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
13.02.1977 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
21.04.1977 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
04.06.1977 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
09.07.1977 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
10.08.1977 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
03.09.1977 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Torneio da Independência Cuiabá
21.09.1977 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Seletiva para o Brasileiro Cuiabá
28.09.1977 Mixto 1 x 3 Dom Bosco Seletiva para o Brasileiro Cuiabá
19.03.1978 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
16.04.1978 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Brasileiro Cuiabá
14.10.1978 Mixto 0 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.12.1978 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
11.02.1979 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense 78 Cuiabá
07.03.1979 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense 78 Cuiabá
08.04.1979 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Taça 08 de abril Cuiabá
10.05.1979 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Troféu Imprensa Cuiabá
24.05.1979 Mixto 1 x 4 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
17.06.1979 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
08.07.1979 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
05.08.1979 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
26.08.1979 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.05.1980 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.07.1980 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
03.08.1980 Mixto 4 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
07.09.1980 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
28.09.1980 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.10.1980 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.02.1981 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
14.06.1981 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
28.06.1981 Mixto 4 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.08.1981 Mixto 3 x 4 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
30.08.1981 Mixto 5 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.09.1981 Mixto 3 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.09.1981 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
07.10.1981 Mixto 6 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
29.10.1981 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
07.11.1981 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.04.1982 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
20.05.1982 Mixto 4 x 4 Dom Bosco Taça Giulite Coutinho Cuiabá
05.09.1982 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.09.1982 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.09.1982 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.10.1982 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
03.11.1982 Mixto 7 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
26.05.1983 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Copa Governador Cuiabá
26.06.1983 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
23.10.1983 Mixto 5 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
29.04.1984 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Torneio de Vilhena Vilhena (RO)
28.06.1984 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
19.07.1984 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.08.1984 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
08.09.1984 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.10.1984 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.06.1985 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
04.08.1985 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.09.1985 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.10.1985 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
24.11.1985 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.03.1986 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Quadrangular Ranulfo Paes de Barros Cuiabá
01.05.1986 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
11.05.1986 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.05.1986 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.06.1986 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
13.07.1986 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
24.07.1986 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
26.02.1987 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.03.1987 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
03.05.1987 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
24.06.1987 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
04.07.1987 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.08.1987 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Copa Cáceres Cáceres (MT)
01.05.1988 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
12.06.1988 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
15.03.1989 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
09.04.1989 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
14.05.1989 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
11.06.1989 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
09.07.1989 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
02.08.1989 Mixto 2 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.08.1989 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
16.09.1989 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Brasileiro Série B Cuiabá
13.10.1989 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Brasileiro Série B Cuiabá
26.11.1989 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
01.04.1990 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.04.1990 Mixto 0 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
12.05.1990 Mixto 1 x 4 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
27.05.1990 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
13.04.1991 Mixto 1 x 2 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
15.04.1992 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Amistoso Cuiabá
14.06.1992 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.07.1992 Mixto 2 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
16.08.1992 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
20.09.1992 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
13.06.1993 Mixto 4 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
01.07.1993 Mixto 3 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
15.05.1994 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
22.05.1994 Mixto 0 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
31.05.1994 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
21.04.1996 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.05.1996 Mixto 0 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
18.05.1997 Mixto 0 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
05.07.1997 Mixto 5 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
11.03.2001 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
06.05.2001 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
09.02.2003 Mixto 1 x 4 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
19.03.2003 Mixto 2 x 4 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
04.04.2004 Mixto 4 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
28.04.2004 Mixto 4 x 2 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
09.05.2004 Mixto 4 x 4 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
29.03.2007 Mixto 2 x 1 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
12.04.2007 Mixto 6 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
05.08.2007 Mixto 1 x 0 Dom Bosco Copa Mato Grosso Cuiabá
12.09.2007 Mixto 3 x 0 Dom Bosco Copa Mato Grosso Cuiabá
05.10.2015 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
08.11.2015 Mixto 0 x 6 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
28.10.2016 Mixto 1 x 1 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
14.11.2016 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
11.11.2017 Mixto 0 x 0 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
15.11.2017 Mixto 0 x 4 Dom Bosco Copa FMF Cuiabá
10.02.2018 Mixto 2 x 3 Dom Bosco Campeonato Mato-grossense Cuiabá
  
 
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso/Diário de Cuiabá/A Gazeta/Reminiscências do Futebol Cuiabano/Arquivo Pessoal
 
União Esporte Clube e Sinop Futebol Clube fazem o clássico Norte-Sul de Mato Grosso. As duas equipes se enfrentam desde 1989, quando o Sinop participou pela primeira vez do Campeonato Mato-grossense e ao longo da história foram 41 jogos disputados, com uma ligeira vantagem para o União que venceu 15, enquanto o Sinop outras 13 e houve 13 empates. Confira abaixo a relação dos confrontos oficiais entres as duas equipes: 
 
 
Data Validade Local
11.06.1989 Sinop 0 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
29.06.1989 União 1 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
24.07.1991 União 0 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
25.08.1991 Sinop 0 x 2 União Campeonato Mato-grossense Sinop
29.09.1991 União 2 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
03.11.1991 Sinop 2 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
23.08.1992 União 1 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
26.09.1992 Sinop 1 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
25.10.1992 União 0 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
07.11.1992 Sinop 1 x 2 União Campeonato Mato-grossense Sinop
19.03.1995 União 3 x 2 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
13.05.1995 Sinop 4 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
08.07.1995 União 1 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
19.07.1995 Sinop 2 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
03.05.1997 União 1 x 2 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
01.06.1997 Sinop 1 x 3 União Campeonato Mato-grossense Sinop
28.03.1998 Sinop 1 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
12.04.1998 União 0 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
03.05.1998 União 0 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
10.05.1998 Sinop 2 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
06.06.1999 Sinop 1 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
20.06.1999 União 1 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
09.04.2000 Sinop 2 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
03.06.2000 União 1 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
21.06.2000 União 1 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
05.07.2000 Sinop 3 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
17.03.2001 Sinop 1 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
10.06.2001 União 0 x 2 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
04.05.2004 União 2 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
10.04.2007 Sinop 1 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
15.04.2007 União 0 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
23.09.2012 Sinop 3 x 1 União Copa Mato Grosso Sinop
21.10.2012 União 1 x 1 Sinop Copa Mato Grosso Rondonópolis
27.01.2013 União 4 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
10.03.2013 Sinop 0 x 1 União Campeonato Mato-grossense Sinop
15.11.2015 Sinop 2 x 2 União Copa FMF Sinop
22.11.2015 União 3 x 1 Sinop Copa FMF Rondonópolis
30.03.2016 Sinop 1 x 0 União Campeonato Mato-grossense Sinop
17.04.2016 União 1 x 0 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
01.10.2017 União 1 x 0 Sinop Copa FMF Rondonópolis
10.02.2018 União 2 x 1 Sinop Campeonato Mato-grossense Rondonópolis
 
 
Fonte: Jornal O Estado de Mato Grosso/Diário de Cuiabá/Jornal a Gazeta
 
Oriundo de Piçarras, então bairro de Itajaí, o ponta-esquerda Agenor Eugênio Rodrigues começou no Tiradentes da Barra do Rio, transferindo-se para o Marcílio Dias em 1955. No ano seguinte foi para o Carlos Renaux, onde atuou ao lado de Teixeirinha e Idésio, dois dos maiores craques do futebol catarinense. Em 1960, o talento de Agenor despertou interesse no futebol nacional e ele foi para o São Paulo. No Tricolor Paulista, atuou em 119 partidas e fez 31 gols, de acordo com o Almanaque do São Paulo, de Alexandre da Costa.

Agenor com a camisa do Carlos Renaux e Idésio com a camisa do Marcílio Dias. Foto: FGML

Dois destes gols foram marcados no lendário estádio La Bombonera, em Buenos Aires. No dia 25 de janeiro de 1961, o estádio foi palco de uma partida entre Boca Juniors e São Paulo, válida pelo Torneio Internacional de Verão. O Tricolor Paulista atropelou o time da casa e venceu por 5 a 1, com dois gols de Baiano, dois gols de Agenor – o primeiro de falta – e um de Gonçalo. Também participaram do torneio Corinthians, Vasco, Flamengo, Nacional (URU), Cerro (URU) e River Plate (ARG). O Flamengo foi o campeão.

Agenor com o manto são-paulino. Foto: terceirotempo.com.br

Agenor ficou no São Paulo até 1965 e depois defendeu outras equipes, como Nacional, Prudentina e Batatais, entre outras. Encerrou a carreira em 1968 e nos últimos anos vivia em Itajaí, onde faleceu no dia 16 de fevereiro de 2018, aos 79 anos. Eis a nota de pesar publicada no site oficial do Marcílio Dias:

O Clube Náutico Marcílio Dias lamenta profundamente o falecimento do ex-jogador Agenor Eugênio Rodrigues, ocorrido em 16 de fevereiro de 2018. Nascido em 13 de setembro de 1938 em Piçarras, então bairro de Itajaí, Agenor iniciou a carreira como ponta-esquerda no Tiradentes da Barra do Rio, transferindo-se para o Marcílio Dias em 1955. No ano seguinte foi para o Carlos Renaux de Brusque e em 1960 para o São Paulo Futebol Clube. Aos familiares, nossos sinceros votos de condolências.

Fonte:
Baú do Marcílio - http://baudomarcilio.blogspot.com.br

© 2018 História do Futebol Suffusion theme by Sayontan Sinha